Página 1 dos resultados de 7102 itens digitais encontrados em 0.084 segundos

O processo de conformação da periferia urbana no município de Guarulhos: os loteamentos periféricos como (re)produção de novas espacialidades e lugar de reprodução da força de trabalho; The process of urban perifery formation of Guarulhos city: the peripheral blendings like (re)production of new spacialities and reproduction place of work force

Gama, Nilton César de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
115.78%
Esta pesquisa buscou analisar o processo de conformação da periferia urbana na zona leste do município de Guarulhos, considerando os loteamentos periféricos como acesso à moradia operária. Deste modo, a pesquisa toma como objeto central o padrão periférico de crescimento na conformação da periferia do município de Guarulhos. A produção doméstica como técnica de construção viabilizou a materialização da casa própria contribuindo para reprodução da força de trabalho. Para que os loteamentos pudessem existir o parcelamento das terras consideradas rurais foram destinadas ao parcelamento e colocadas a venda como lotes urbanos, possibilitando a extração da renda da terra. O espraiamento urbano da capital paulista em sentido à Guarulhos consolidaria anos mais tarde a Região Metropolitana. As implicações do processo de regionalização ou simplesmente, a estruturação da Grande São Paulo passou a determinar a reprodução do espaço periférico e a sujeição do seu planejamento aos interesses da capital. Assim, uma nova espacialidade urbana surge em Guarulhos determinada principalmente pelos loteamentos periféricos instalados ao longo da região leste do município e em torno de um dos mais significativos equipamentos urbanos da região metropolitana paulista: o Aeroporto Internacional de Cumbica/São Paulo.; This research looked for to analize for the understanding of the process of formation of the urban periphery in the zone east of the municipal district of Guarulhos...

De trabalhador a empreendedor: uma análise das formas de produção e reprodução da força de trabalho no Brasil e no Equador; De trabajador a emprendedor: un análisis de las formas de producción y reproducción de la fuerza de trabajo en Brasil y Ecuador

Mayero, Karina Noel Fortete
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
105.89%
O presente trabalho tem como objetivo analisar duas práticas de economia solidárias que ocorrem na América Latina e sua vinculação com as atuais estratégias de produção e reprodução da força de trabalho. As experiências escolhidas foram o Banco Palmas, localizado na cidade de Fortaleza, no estado do Ceará, Brasil, e a organização da sociedade civil CEPESIU, com seu programa Sociedades Populares de Inversión, localizada em Quito, no Equador. Para isso, foi realizada uma retrospectiva histórica das diferentes formas de produção e reprodução da força de trabalho, assim como das formas de governo que sustentaram cada uma delas, desde o período imediatamente seguinte à Revolução Industrial até a atualidade. Este percurso oferece elementos que constatam a hipótese inicial de que as práticas chamadas, genericamente, de economia solidária representam a mais nova (e aceita) forma de produção e reprodução da força de trabalho no cenário neoliberal. No decorrer do trabalho, analisam-se os papeis que assumem os diversos agentes envolvidos em cada momento histórico estudado, dando destaque para a atuação do Estado e suas estratégias de intervenção em ambos os países observados.; El presente trabajo tiene como objetivo analizar dos prácticas de economía solidaria realizadas en América Latina y su vinculación con las actuales estrategias de producción y reproducción de la fuerza de trabajo. Las prácticas elegidas fueran el Banco Palmas localizado en la ciudad de Fortaleza...

A Exploração da força de trabalho infantil na fumicultura no município de Angelina

Araujo, Claudio Marcelo Garcia de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 256 p.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
105.9%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2010.; Nesta dissertação abordamos questões que envolvem a exploração da força de trabalho infantil na fumicultura, evidenciando os nexos da necessidade atual de exploração desta força de trabalho neste ramo da atividade econômica, expressa na singularidade do município de Angelina (SC). Primeiramente, demonstramos como o trabalho infantil expõe as crianças a acidentes de trabalho, prejudica o seu desenvolvimento e limita o desenvolvimento de sua capacidade produtiva futura. Argumentamos que a perpetuação da exploração da força de trabalho infantil é resultante das contradições próprias do processo de acumulação capitalista. Em seguida, analisamos a cadeia produtiva mundial do fumo e suas relações com o emprego de força de trabalho infantil. Por fim, investigamos o processo de trabalho e produção do fumo no município de Angelina, onde encontramos evidências de crianças trabalhando na fumicultura, bem como indicativos dos prejuízos resultantes do exercício desta atividade em idade prematura.

Força de trabalho de enfermagem de nível elementar no município de Belo Horizonte

Carvalho,Daclé Vilma; Ferreira,Anísia Angélica; Matos,Selme Siqueira de; Antunes,Maria José Moraes
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1996 PT
Relevância na Pesquisa
115.78%
O presente estudo refere-se ao levantamento da força de trabalho em enfermagem de pessoas sem qualificação específica em 82 hospitais e serviços de saúde de Belo Horizonte, e cuja finalidade é oferecer subsídios aos órgãos de classe (ABEn, COREn, Sindicatos) ao subprojeto tecnologia para formação de pessoal de nível médio da Escola de Enfermagem da UFMG, Secretaria do Estado de Saúde-MG e Secretaria Municipal de Saúde-MG, para elaboração e implementação de programas para profissionalização desse pessoal de Enfermagem.

A enfermagem no Brasil no contexto da força de trabalho em saúde: perfil e legislação

Pereira,Maria José Bistafa; Fortuna,Cinira Magali; Mishima,Silvana Martins; Almeida,Maria Cecília Puntel de; Matumoto,Silvana
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
115.82%
Este artigo parte da referência da enfermagem como prática social, apóia-se na categoria trabalho para abordar a força de trabalho em enfermagem no Brasil. Resgata historicamente a conformação do seu perfil vinculada à organização mais geral do setor saúde do país. O perfil do trabalhador relaciona-se à finalidade que se imprime ao processo de trabalho em saúde. Entendemos que as forças em movimento no contexto da saúde são contingenciadas, mas que seus atores organizados podem imprimir direções determinadas pelo âmbito técnico, ético e político. Lançamos o convite para a reflexão sobre quais perfis de enfermagem defendemos e queremos para os múltiplos Brasis. Destacamos características do trabalhador de enfermagem generalista, assinalando que para esta formação serão necessários novos arranjos de poderes e saberes que poderão construir outros perfis e contornos para o trabalho em saúde e para a enfermagem, de forma mais comprometida com os princípios do Sistema Único de Saúde.

Os recursos humanos de enfermagem da perspectiva da força de trabalho: análise da produção científica

Silva,Leide Irislayne Macena da Costa e; Peduzzi,Marina
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
105.9%
Trata-se de pesquisa sobre recursos humanos em enfermagem, particularmente na perspectiva da força de trabalho, com os objetivos de identificar a produção científica nacional sobre recursos humanos em enfermagem; analisar, particularmente, as publicações sobre força de trabalho de enfermagem; e elaborar uma série histórica sobre a composição e a distribuição dessa força de trabalho no país. A pesquisa bibliográfica foi realizada nas bases de dados LILACS, PeriEnf, DEDALUS, BDENF, PAHO, MS, ADSAUDE, ENSP, FSP, TEXTOC, SIDORH e nos Catálogos do CEPEn, no período de 1958 a 2001. Identificaram-se 469 publicações, 345 (73,6%) com o descritor recursos humanos de enfermagem, 79 (16,8%) e 45 (9,6%) respectivamente com os unitermos força de trabalho de enfermagem (FTE) e mercado de trabalho de enfermagem. Observa-se uma concentração da produção na segunda metade dos anos 80 e toda a década de 90.

Força de trabalho e desemprego na Região Metropolitana do Rio de Janeiro nos anos 1990: o efeito dos fatores demográficos

Martignoni,Enrico Moreira; Carvano,Luiz Marcelo; Jannuzzi,Paulo de Martino
Fonte: Associação Brasileira de Estudos Populacionais Publicador: Associação Brasileira de Estudos Populacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
115.81%
Este trabalho analisa o efeito das variáveis demográficas sobre as taxas de desemprego da Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ), região que apresenta as taxas mais baixas entre as periodicamente investigadas no país - em particular em relação às Regiões Metropolitanas de São Paulo e Salvador - desde os anos 90. Mais especificamente, procura-se avaliar a importância da queda da fecundidade na década de 60, do envelhecimento mais precoce da população, do aumento da mortalidade de jovens do sexo masculino nas últimas décadas e do arrefecimento da migração em direção à RMRJ na conformação das taxas de desemprego do mercado de trabalho da região. De fato, a análise de dados empíricos levantados em pesquisas revela que as taxas de desemprego mais baixas na RMRJ parecem decorrer, ademais de fatores econômicos locais, da combinação favorável entre menor intensidade migratória, queda mais precoce e sustentada da fecundidade, nível mais alto da mortalidade de população em idade ativa e menor atividade econômica da população idosa, levando a um incremento comparativamente menor da força de trabalho do que as duas outras regiões analisadas.

As Transformações no Perfil da Força de Trabalho do Setor de Saúde no Brasil

de Fátima Oliveira Pedrosa, Rosana; Cireno Fernandes, Danielle (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.81%
Este trabalho discute as transformações ocorridas no perfil da força de trabalho do setor de saúde no Brasil, no início da década de 1990, tendo como foco a qualificação desses profissionais e sua empregabilidade. Assim, inicialmente são mostrados dados históricos da área de saúde brasileira, da mudança organizacional e seus aspectos mais importantes. Em seguida, são apresentadas as novas exigências do mercado de trabalho para a manutenção do emprego formal, tomando como base as teorias do Capital Humano, Pós-Fordismo e de Análise de Classes de Wright e as demais abordagens teóricas referentes ao tema. São exibidos os aspectos da metodologia de base quantitativa, que fez uso de dados secundários da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do Brasil, de 1988 e 1996, o que permitiu uma análise longitudinal visando esclarecer as transformações ocorridas no perfil dos profissionais da área de saúde no período. Na análise estatística, vários modelos foram testados a partir daqueles estabelecidos pelas hipóteses, revelando não haver efeito positivo da escolaridade ao longo dos anos, sobre empregabilidade, ocupação de cargos de chefia ou retorno salarial para os profissionais que as ocupam. A pesquisa indicou que existe um maior investimento em escolaridade...

Análise da contribuição de estagiários remunerados na força de trabalho em enfermagem

Oliveira, Jonas Sâmi Albuquerque de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
125.91%
The present study analyses non obligatory and remunerated traineeships in nursing, as a contribution to work process in health and learning of students at nursing technician courses. It objectives to examine the contribution of medium level nursing students on scholarships at a teaching hospital s work force, at Natal/RN. It s a quantitative/qualitative, that uses descriptive statistics and analysis fulfilled with categories that emerged from research, through a dialog between the studied authors in the theoretical reference of nowadays work process, work force, non obligatory and remunerated traineeships, and night shifts. The collaborators of this research were 105 (73,43%) nursing technicians, medium level students on scholarships that fulfill remunerated traineeships at the hospital. The feminine gender was a major part of the collaborators, with 90 (85,70%), in which medium age was 29,71 years, 62 (59,00%) single, 57 (54,30%) don t have kids, 100 (95,23%) students on scholarships with complete medium level, 78,10% with professional experience before their insertion at the remunerated traineeships, 73 (69,50%) referred to enjoy the area, reason for the nursing technician course choice. About the technician course conclusion, 83 (79...

Superexploração da força de trabalho e política sindical no Brasil

Duarte, Pedro Henrique Evangelista
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
105.91%
Formulado dentro das concepções teórico-abstratas da teoria marxista da dependência, o conceito de superexploração da força de trabalho se direcionava à compreensão dos mecanismos que, como resultado da transferência de renda entre países periféricos e centrais nos marcos das relações econômicas internacionais, permitiam o prosseguimento do processo de acumulação e reprodução do capital nas economias periféricas e dependentes, a partir da conjugação entre ampliação da intensidade do trabalho e remuneração abaixo do valor mínimo necessário para a garantia da capacidade de reprodução da classe trabalhadora, enquanto mecanismos de ampliação da mais-valia. Em termos concretos, a classe trabalhadora brasileira, em fins da década de 1970, reestruturava suas formas de organização combativa, processo que encaminhou a formação da Central Única dos Trabalhadores. Partindo desses aspectos, o propósito do presente trabalho se direciona à análise da relação concreta entre a superexploração da força de trabalho e a política sindical adotada pela CUT a partir dos anos 1990. O argumento central que norteia a investigação parte do fato de que, a partir da implementação das políticas neoliberais, as relações de trabalho passaram por profundas transformações...

A dinâmica do poderno espaço organizacional: uma análise das práticas de gestão da força de trabalho

Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Fonte: Mestrado em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia Publicador: Mestrado em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia
Tipo: Dissertação
Publicado em 08/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
105.92%
This work has as objective to investigate how people administration politics instrumentalize practices ofcnsciplmary power in an organization, and how the individuais build up adheãon and reâstance mechanisms to adjust memselves to those practices. In oíder to rearfr tVam^ft was mvestigatedthe wav an amonnt ofworkforce administration politics mediates discçlinary power practices in a Brazilian software development organization. It was also observedthe occurrence ofadhesion and resistance movements to those disriplinary power practices, paiticularizing me ccntrol legitimation and denial forms articulated by me workers. Tne anarysis perspective adopted recognizes me power relationships in me organization existing in several leveis, intensities and directions, as weü as its permanent recamguration character. Therefore, me organization relationship with its workforce ís inserted anrid other power relationships with other agents that compose me society. When centering in dififerent organizational actors' perspective, the memodological option adopted the oiganizational analysis interpretative paradigm postulates, emphasizmg the manners for which the mdrviduals are capable to interact with each other, and the resuhs ofthat interaction: me social ielancaships built up in me organizational space. For mat reason...

A enfermagem no Brasil no contexto da força de trabalho em saúde: perfil e legislação; Nursing in Brazil in the context of the work force of the health: profile and legislation; La enfermería en Brasil en el contexto de la fuerza de trabajo en salud: perfíl y legislación

PEREIRA, Maria José Bistafa; FORTUNA, Cinira Magali; MISHIMA, Silvana Martins; ALMEIDA, Maria Cecília Puntel de; MATUMOTO, Silvana
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.82%
Este artigo parte da referência da enfermagem como prática social, apóia-se na categoria trabalho para abordar a força de trabalho em enfermagem no Brasil. Resgata historicamente a conformação do seu perfil vinculada à organização mais geral do setor saúde do país. O perfil do trabalhador relaciona-se à finalidade que se imprime ao processo de trabalho em saúde. Entendemos que as forças em movimento no contexto da saúde são contingenciadas, mas que seus atores organizados podem imprimir direções determinadas pelo âmbito técnico, ético e político. Lançamos o convite para a reflexão sobre quais perfis de enfermagem defendemos e queremos para os múltiplos Brasis. Destacamos características do trabalhador de enfermagem generalista, assinalando que para esta formação serão necessários novos arranjos de poderes e saberes que poderão construir outros perfis e contornos para o trabalho em saúde e para a enfermagem, de forma mais comprometida com os princípios do Sistema Único de Saúde.; This article approaches nursing as a social practice, grounded in the work category to address the nursing work force in Brazil. It recovers the historical arrangement of its profile associated to the most general organization of the health sector in the country. Workers' profile is related to the aim of the health work process. Authors understand that the moving forces in the health context are restricted...

O Perfil da força de trabalho brasileira : trajetórias e perspectivas

Nonato, Fernanda J. A. P.; Pereira, Rafael H. Moraes; Nascimento, Paulo A. Meyer M.; Araújo, Thiago Costa
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
105.89%
A quantidade da força de trabalho disponível num país depende de três fatores: o tamanho da sua população residente; a estrutura etária dessa população, que indica a quantidade de adultos; e a disposição ao emprego dessa população dado o nível dos salários pagos, que é indicada pela taxa de participação. Este trabalho discute esses três fatores que têm contribuído de maneira decisiva para as mudanças observadas no perfil da oferta de força de trabalho brasileira ao longo dos últimos 30 anos e analisa algumas de suas implicações para as próximas décadas. Busca apontar como cada uma dessas três macrotendências tem contribuído, separadamente, para as mudanças no perfil da oferta de força de trabalho brasileira e suas perspectivas. Apresenta conclusões que apontam algumas transformações gerais que se espera ocorrer no mercado de trabalho do país durante as próximas décadas.; p. 29-41 : il.

A carteira de trabalho e as condições de trabalho e remuneração dos chefes de família no Brasil; Textos para Discussão Interna (TD) 118: A carteira de trabalho e as condições de trabalho e remuneração dos chefes de família no Brasil; The portfolio of work and working conditions and remuneration of heads of households in Brazil

Barros, Ricardo Paes de; Varandas, Simone
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
115.78%
O texto investiga, com base em informações da PNAD-85, o impacto da posse da carteira de trabalho sobre as condições de remuneração e trabalho para um importante segmento da força de trabalho formado por aqueles que: são empregados; homens; chefes de família; residem na área urbana de uma das nove regiões metropolitanas do país; e não exercem atividades ligadas à administração pública. A principal característica da análise é a comparação entre empregados com e sem carteira, segundo diversas dimensões simultaneamente.; 28 p. : il.

Determinantes da participação de menores na força de trabalho; Texto para Discussão (TD) 200: Determinantes da participação de menores na força de trabalho; Determinants of minors participation in the workforce

Barros, Ricardo Paes de; Mendonça, Rosane Silva Pinto de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
115.91%
Neste texto discutimos as causas da participação de menores na força de trabalho. Analisamos o papel de três grupos de fatores: 1) os atributos individuais, como idade, sexo e cor; 2) as características familiares, como renda familiar per capita e sexo do chefe da família; 3) as condições vigentes no mercado de trabalho, expressas pelo nível salarial e a taxa de desemprego. Constatamos que a taxa de participação de menores na força de trabalho cresce com a idade e é maior entre os homens do que entre as mulheres. Verificamos ainda que essa participação é maior entre menores de cor preta e parda, bem como entre menores que vivem em famílias chefiadas por mulheres. Confirmamos também a hipótese de que a taxa de participação de menores na força de trabalho decresce com a renda familiar per capita. Finalmente, observamos que essa taxa é mais elevada nas regiões metropolitanas onde predominam melhores condições no mercado de trabalho.; 16 p. : il.

Envelhecimento funcional e suas implicações para a oferta da força de trabalho brasileira; Texto para Discussão (TD) 1326: Envelhecimento funcional e suas implicações para a oferta da força de trabalho brasileira; Functional aging and its implications for the supply of Brazilian labor force

Camarano, Ana Amélia; Pasinato, Maria Tereza
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
105.92%
O trabalho apresenta os resultados de uma análise exploratória, que busca medir possíveis impactos de uma redução precoce da capacidade funcional na oferta de força de trabalho brasileira. Essa tarefa foi dificultada pela falta de informações. A estratégia utilizada foi usar dados de registros administrativos sobre concessão de benefícios do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) do Ministério da Previdência Social e do Suplemento de Saúde da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 1998 e 2003. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), trabalhadores em envelhecimento são aqueles com mais de 45 anos de idade. Acredita-se que a partir dessa idade, a capacidade funcional tende a se reduzir na ausência de medidas preventivas e condições de trabalho adequadas, o que pode resultar em uma saída precoce da força de trabalho. Os resultados não apontam para uma tendência de aumento nas saídas precoces da força de trabalho devido à morbidade ocupacional. Sugerem mudanças no seu perfil. No entanto, as transformações no mercado de trabalho associadas às demográficas, tais como o envelhecimento populacional e a maior participação da mulher no mercado de trabalho, na ausência de avanços médicos e tecnológicos que permitam uma melhor adaptação do trabalhador ao processo produtivo...

Escassez de força de trabalho : uma revisão da literatura internacional e interpretação dos resultados empíricos referentes ao Brasil; Texto para Discussão (TD) 2086 : Escassez de força de trabalho : uma revisão da literatura internacional e interpretação dos resultados empíricos referentes ao Brasil

Nascimento, Paulo A. Meyer M.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
105.89%
Este texto busca sistematizar o debate sobre escassez de força de trabalho qualificada e sintetizar as evidências surgidas no Brasil nos últimos anos sobre o tema. É apresentada revisão da literatura internacional a respeito da escassez de trabalho qualificado, é discutida a produção recente que investiga – a partir de métodos e bases de dados variados – sinais de carência ou não de força de trabalho qualificada no Brasil e é proposta uma interpretação das evidências disponíveis. Argui-se que não há indícios concretos para afirmar que tenha havido “escassez generalizada de mão de obra” na primeira década do século XXI no Brasil. Não é afastada, contudo, a possibilidade de ter havido – e ainda persistirem – dificuldades de preenchimento de vagas em algumas situações. Setores que experimentem forte crescimento em curto período de tempo costumam enfrentar problemas para contratar pessoal qualificado, podendo ter sido este o caso da construção civil nos anos recentes ou da indústria naval. Postos de trabalho para funções que exijam competências muito especializadas também podem por vezes ser de difícil preenchimento, bem como os que requerem atributos como experiência ou liderança e os que se proliferem em regiões distantes dos grandes centros...

Nursing human resources from the perspective of workforce: an analysis of the scientific production; Los recursos humanos en enfermería desde la perspectiva de la fuerza de trabajo: análisis de la producción científica; Os recursos humanos de enfermagem da perspectiva da força de trabalho: análise da produção científica

Silva, Leide Irislayne Macena da Costa e; Peduzzi, Marina
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
105.91%
Este estudio es una investigación sobre recursos humanos en enfermería, particularmente en la perspectiva de la fuerza de trabajo, realizado con los objetivos de identificar la producción científica nacional sobre recursos humanos en enfermería; analizar, particularmente, las publicaciones sobre fuerza de trabajo de enfermería; y elaborar una serie histórica sobre la composición y la distribución de esa fuerza de trabajo en el país. La investigación bibliográfica fue realizada en las bases de datos LILACS, PeriEnf, DEDALUS, BDENF, PAHO, MS, ADSAUDE, ENSP, FSP, TEXTOC, SIDORH y en los Catálogos del CEPEn, en el período de 1958 al 2001. Se identificaron 469 publicaciones, 345 (73,6%) con el descriptor recursos humanos de enfermería, 79 (16,8%) y 45 (9,6%) respectivamente con los unitérminos fuerza de trabajo de enfermería (FTE) y mercado de trabajo de enfermería. Se observa una concentración de la producción en la segunda mitad de los años 80 y toda la década del 90.; Trata-se de pesquisa sobre recursos humanos em enfermagem, particularmente na perspectiva da força de trabalho, com os objetivos de identificar a produção científica nacional sobre recursos humanos em enfermagem; analisar, particularmente, as publicações sobre força de trabalho de enfermagem; e elaborar uma série histórica sobre a composição e a distribuição dessa força de trabalho no país. A pesquisa bibliográfica foi realizada nas bases de dados LILACS...

Aspects impacting the estimation of labor force in a higher education institution; Aspectos impactantes no dimensionamento da força de trabalho em uma instituição de ensino superior

Reis, Cisne Zélia Teixeira; Universidade Federal de Viçosa; Freitas, Áurea Maria Resende de; Universidade Federal de Viçosa; Martins, Simone; Universidade Federal de Viçosa; Oliveira, Adriel Rodrigues de; Universidade Federal de Viçosa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
115.84%
The dimensioning of workforce in an institution demands a wide study due to their complexity. In brazillian national universities, with the advent of Law No. 11091/05, the Career Plan staff has become essential and mandatory in strategic planning and institutionalized as a form of analysis and quantification of the workforce necessary for the achievement of institutional objectives. Using a qualitative and quantitative approach in an exploratory character, we tried to investigate in the Universidade Federal de Viçosa, which variables impact on the planning of people management related to the expansion or reduction of workforce.Results indicate that, in the perception of managers, there is an efficient management of people. However, the recovery of the current workers, separated by policies for people management, can not be an efficient way to meet the existing demands and the process of expansion at the federal universities.; http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2015v8n2p28O dimensionamento dos recursos humanos em uma instituição merece amplo estudo, em virtude de sua complexidade. Nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), com o advento da Lei nº 11.091/05, que instituiu o Plano de Carreira, este se tornou essencial e obrigatório no planejamento estratégico...

Envelhecimento da força de trabalho do governo federal: desafios para a educação superior pública

Silva, Júlio Eduardo Ornelas; Universidade Federal de Santa Catarina; Amante, Cláudio José; Universidade Federal de Santa Catarina; Klaes, Luiz Salgado; Universidade Federal de Santa Catarina; Todescat, Marilda; Universidade Federal de Santa Catarina;
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
115.83%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2012v5n2p196 Envelhecimento populacional é uma tendência mundial que vem se acelerando desde o século XVIII, a partir da Revolução Industrial. Caracteriza-se por dois fatores primordiais: diminuição da taxa de natalidade e diminuição da taxa de mortalidade. Os países desenvolvidos e amadurecidos socioeconomicamente, encontram-se em estágio adiantado no envelhecimento populacional, enquanto que os países em desenvolvimento trilham o mesmo caminho. Este artigo objetiva analisar o estágio do envelhecimento da força de trabalho do Ministério da Educação, por meio de pesquisas documentais que retratem essa situação nos últimos dez anos do órgão público que possui o maior quantitativo de trabalhadores da União, o MEC. Os resultados apontam que o estágio do envelhecimento da força de trabalho não está avançado, apesar das despesas com previdência serem crescentes. No entanto, sob uma perspectiva de longo prazo, para alcançar as metas desejadas pelo governo para a educação superior, serão necessárias mudanças de postura pelos gestores públicos.