Página 1 dos resultados de 5 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Fonologia segmental e supra-segmental do Quimbundo: variedades de Luanda, Bengo, Quanza Norte e Malange; Segmental and supra-segmental phonology of Kimbundu: Regiolects of Luanda, Bengo, Cuanza Norte and Malange

Xavier, Francisco da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
77.1%
Desde os primeiros trabalhos lingüísticos efetuados sobre o quimbundo, língua banta H20 na classificação de Guthrie (1948), nota-se uma ausência de informações detalhadas e confiáveis a respeito de elementos sua estrutura prosódica e de sua fonologia como um todo. Essa lacuna me instigou a realizar, seguindo o quadro de pesquisas sobre as línguas africanas estabelecido pelo Departamento de Lingüística da Universidade de São Paulo, um estudo descritivo da fonologia segmental e supra-segmental do quimbundo, cujos resultados se organizam nesta tese de doutorado. O presente trabalho, tomando como base de investigação quatro variedades regionais representadas por cinco falantes nativos do quimbundo, abrange, no bojo da descrição lingüística, fenômenos verificáveis na estrutura segmental e prosódica da língua, tais como a harmonia vocálica, alterações de natureza fonética na configuração da estrutura silábica, casos de mudança de timbre vocálico, apagamento de segmentos, direção e extensão do espraiamento de traços consonantais e de tons fonológicos. Finalmente, a observação e a análise do fenômeno de sândi ao nível dos suprasegmentos permitem afirmar que o quimbundo utiliza variações de altura com valor distintivo apenas numa perspectiva paradigmática...

O tratamento do aspecto fonético-fonológico na aula de inglês como LE : análise de um livro didático

Bauer, Daniela de Almeida
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.9%
Este trabalho tem por objetivo geral discutir o tratamento dispensado pelo livro didático “American English File - Multipack 1A e 1B”, por Clive Oxenden, Christina Latham-Koenig e Paul Seligson, da Oxford University Press (2008), em relação ao componente fonético-fonológico da L2. O trabalho tem como objetivos específicos: a) identificar se, no livro escolhido, há exercícios de pronúncia em todas as unidades, bem como verificar quais tipos de atividades abordam a pronúncia; b) verificar qual nível prosódico é endereçado nos exercícios relacionados com a pronúncia, se o segmental (SE) ou o supra-segmental (SU); c) verificar se o ensino de pronúncia se dá de maneira comunicativa; d) analisar se há algum critério linguístico de escolha referente à ordem dos fonemas e/ou aspectos suprasegmentais apresentados no livro; e) averiguar se os aspectos fonético-fonológicos cobertos pela obra são relevantes para os aprendizes brasileiros de inglês. Para isso, foi feita uma análise de todos os exercícios que, de alguma forma, abordassem o componente fonético-fonológico da língua-alvo, sejam eles exercícios de speaking, listening, ou pronunciation, além de observarmos, através do livro do professor, de que maneira os autores sugerem que seja conduzido o ensino do aspecto fonéticofonológico. Os resultados obtidos demonstraram que o material em questão é bastante rico em relação ao número de atividades que contemplam a abordagem de pronúncia comunicativa em sala de aula...

O papel da entoação do portugues brasileiro na descrição de atos de fala

Josefa Freixa Pascual Rizzo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1981 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
Nosso ponto de partida nesse trabalho é a hipótese de que os atos de fala se manifestam através de padrões entoacionais bem definidos. O objetivo específico, portanto, é mostrar que a entoação tem um papel importante na descrição de atos de fala, ou, de maneira mais geral, na descrição de uma língua, pelo fato de que a escolha de um ou outro tom é significativa gramaticalmente. Assim, a entoação, sendo um elemento supra-segmental, apresenta funções semelhantes à dos elementos segmentais da língua. A partir da hipótese inicial, definimos em primeiro lugar, alguns atos de fala, seguindo Austin (1970), Ducrot (1972), Searle (1974). Em seguida, definimos um procedimento de análise da entoação baseado em estudos de M.A.K. Halliday (1970) para o inglês britânico e alguns estudos sobre a entoação do português brasileiro, de Luiz Carlos Cagliari (1978). A partir disso, tentamos sistematizar a entoação do português brasileiro, e por fim, descrever como esta se manifesta nos atos de fala; Not informed

O som da fala dos pescadores de Cameta

Trindade, Regina Celia Fernandes Cruz
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.43%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Comunicação e Expressão; O objetivo deste estudo é caracterizar a variedade do português falado na região de Cametá. Trata-se de uma variedade regional falada no interior da Amazônia, as margens do rio Tocantins, no estado do Pará. Elegeu-se como grupo representativo de falantes dessa variedade, os pescadores da região. A caracterização é feita a partir da descrição de três níveis do falar cametaense: o segmental, o prosódico e o discursivo. Como se trata de fenômenos linguísticos de âmbitos diferentes, a sua abordagem é feita a partir de diferentes pontos de vista. São analisados, primeiramente, os fenômenos segmentais. Demonstra-se, a partir da Fonologia de Governo, como se dá a alofonia da vogal posterior alta, que provoca uma duração silábica maior em ambiente específico; e a neutralidade de oposição das líquidas. O destaque maior é dado aos fenômenos supra-segmentais, cujas análises apontam para suas estruturas semânticas e seu valor discursivo. Entre os elementos supra-segmentais estudados encontram-se: o volume de voz, a velocidade de fala, o ritmo e acento. A entoação também é abordada no capítulo referente às interrogativas com valor argumentativo e os afterthoughts. Em suas análises...

Una aproximación a la fonología del tapiete (Tupí-Guaraní)

González, Hebe
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.63%
This article presents the main features of Tapiete phonology, a Tupi-Guarani language spoken in Argentina, Bolivia and Paraguay. It discusses the segmental phonology focusing on phonemes, their phonetic description, the phonotactics, the rules that govern the allophonic variations and the syllable structure. At the supra-segmental level, the article provides a characterization of nasal harmony and stress.KEYWORDS: Tapiete; Tupi-Guarani; Phonology; Nasal harmony; Reduplication.RESUMEN Este artículo presenta los principales rasgos de la fonología tapiete, lengua tupí-guaraní hablada en Argentina, Bolivia y Paraguay. El artículo aborda la fonología segmental, centrándose en los fonemas, su caracterización fonética, la fonotáctica, las reglas que rigen las variaciones alofónicas y la estructura silábica. A nivel suprasegmental, el artículo brinda una caracterización de la armonía nasal y el acento. Se describen las variaciones morfofonológicas, específicamente, en su relación con la armonía nasal y el acento.PALABRAS CLAVES: Tapiete; Tupí-Guaraní; Fonología; Armonía nasal; Reduplicació