Página 1 dos resultados de 111 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

O acento lexical como pista para o reconhecimento de palavras; The Portuguese speakers' ability to recognize words from its initial fragments with information based on the lexical stress: an experimental analysis in segmented words from Portuguese language

Consoni, Fernanda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.66%
No estudo fonológico experimental descrito nesta dissertação, buscamos testar a capacidade dos falantes de português de reconhecerem as palavras a partir de fragmentos iniciais com informações baseadas no acento lexical. Para tanto, realizamos um teste em que palavras segmentadas da língua portuguesa eram apresentadas aos sujeitos os quais deveriam escolher entre palavras pertencentes a três padrões acentuais - tônica/átona, átona/tônica, átona/átona - a qual julgavam pertencer a seqüência de som ouvida. Os resultados do teste revelaram que os sujeitos são capazes de reconhecer uma palavra com base em seus segmentos iniciais e informações sobre o acento lexical. O padrão átona/átona, nomeado PP, apresentou o maior índice de julgamentos errados, 46%, dos quais, a maioria, favorece o padrão átona/tônica. Os parâmetros acústicos que marcam o português foram observados e não apresentaram justificativa para os erros de PP, o que nos leva a concluir que a escolha dos sujeitos seja norteada pelo padrão acentual do português, o paroxítono.; In the experimental phonological research described in this dissertation, we aimed at testing the Portuguese speakers' ability to recognize words from its initial fragments with information based on the lexical stress. Considering this goal...

A lateral pós-vocálica no português gaúcho : análise variacionista e representação não-linear

Quednau, Laura Rosane
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
Este trabalho é um estudo da lateral pós-vocálica no que se refere à sua realização como variante velarizada ou vocalizada, sob a perspectiva variacionista. O corpus utilizado é a fala de vinte e oito indivíduos de quatro regiões representativas de diferentes grupos étnicos existentes no Rio Grande do Sul. São examinadas as variáveis lingüísticas e extralingüísticas envolvidas na variação em estudo, confirmando-se a variável grupo étnico como a que mais favorece a presença das duas variantes. Além disso, apresentam-se as regras de velarização e de vocalização da lateral pós-vocálica em termos de traços fonológicos na linha de Clements e discute-se a posição destas no sistema de acordo com a linha da Fonologia Lexical.

Fonologia lexical e controvérsia neogramática : análise das regras de monotongação de /ow/ e vocalização de /l/ no PB

Costa, Cristine Ferreira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47.01%
Nesta dissertação, assumimos os pressupostos formais do modelo não-linear da Fonologia Lexical (FL). Adotamos, como hipótese de trabalho - nos termos de Labov (1981), Labov (1994) e Kiparsky (1988)- a resolução da controvérsia neogramática a partir deste modelo. Para tanto, apresentamos a análise de dois fenômenos do Português Brasileiro (PB), com base em dados empíricos extraídos da cidade de Porto Alegre, os quais confrontamos com as predições que emanam do modelo teórico. Num primeiro momento, discutimos o status lexical e pós-lexical das regras de vocalização de /l/ e monotongação de /ow/. Num segundo momento, apresentamos a caracterização desses dois tipos de mudança. Essas discussões fundamentam-se em resultados estatísticos, obtidos a partir da utilização do pacote VARBRUL. Partindo dessas discussões, propomos o ordenamento dessas regras nos componentes do modelo da Fonologia Lexical (FL), rastreando esses processos nos módulos do léxico e do pós-léxico. A escolha destes dois fenômenos não é aleatória: da análise destas regras nos termos da FL emergem questões não devidamente tratadas no PB, como a opacidade e a presença de regras variáveis no léxico. Também destacamos a controvérsia sobre a representação dos segmentos envolvidos nestes processos: dedicamos um capítulo para a discussão sobre a representação da lateral e do processo de vocalização; e outro para a discussão sobre a representação subjacente do ditongo /ow/. Conforme a análise dos resultados...

Consoante pós-vocálica final no PB : onset de sílaba com núcleo vazio

Barbosa, Patrícia Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.91%
Esta tese trata do estatuto silábico das consoantes finais /r, l, s, n/ no Português. Partimos, inicialmente, da proposta de Harris e Gussmann (1998), segundo a qual as consoantes finais não ocupam a coda silábica, mas são onsets de sílabas com núcleos vazios. Essa proposta baseia-se em uma concepção de estrutura silábica independente da estrutura segmental e que obedece às condições próprias (condições de licenciamento), as quais determinam a boa formação silábica. Nesse sentido, a estrutura silábica pode ser bem formada independentemente da estrutura segmental que a preenche. Assim se explica a ideia de Harris e Gussmann (1998) de núcleos vazios, isto é, de sílabas bem-formadas em termos de estrutura silábica, mas com núcleo não preenchido. Para procedermos a esta discussão, o trabalho foi subdividido em quatro capítulos. No primeiro, apresentamos a abordagem de que consoantes finais são onsets, buscando entender as implicações dessa abordagem e seus desdobramentos. Fazemos também uma comparação com abordagens alternativas, como a da extraprosodicidade e das semissílabas. Noções como a de licenciamento e outros detalhes da perspectiva adotada por Harris e Gussmann (1998) são explicitadas no capítulo 2...

O apagamento do /d/ em morfema de gerúndio no dialeto de São José do Rio Preto

Ferreira, Jesuelem Salvani
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 142 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
36.82%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE; Este trabalho descreve o comportamento das formas de gerúndio no Português falado no interior paulista. Em tais formas, é possível verificar o fenômeno de apagamento do /d/ do morfema de gerúndio /ndo/, que passa a ser realizado como [no] na língua falada. Esse fenômeno também foi pesquisado em outras variedades do português brasileiro e constatou-se que se trata de um fenômeno variável (MOLLICA, 1989; CRISTÓFARO SILVA, 1996; DALPIN & MÉA, 2002; HONÓRIO, 2005; MARTINS, 2006). A descrição do fenômeno, neste trabalho, é embasada nas teorias Sociolinguística Variacionista (LABOV, 1972, 1994) e da Fonologia Lexical (KIPARSKY, 1982; LEE, 1995). O corpus desta pesquisa é formado por dados de fala espontânea extraídos do banco de dados Iboruna, que contém amostras do Português falado na região de São José do Rio Preto (SP). Compõem a amostra da pesquisa 76 entrevistas de narrativas de experiências (NE) de informantes de sexo feminino e masculino, de renda familiar de até 10 salários-mínimos, pertencentes às cinco faixas etárias (7 a 15 anos, 16 a 25 anos, 26 a 35 anos, 36 a 55 anos e mais de 55 anos) e a quatro níveis de escolaridade (1º EF...

A epêntese vocálica no português brasileiro: regra lexical ou pós-lexical?

Migliorini, Lívia Monteiro de Queiroz; Massini-Cagliari, Gladis
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 72-84
POR
Relevância na Pesquisa
56.94%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 06/53376-4; This paper aims to analyze theoretically the vocalic epenthesis in Brazilian Portuguese (BP) under the lexical phonological theory approach. Thus, the work is developed especially from the papers already produced about the subject. From this point of view, it was possible to observe a tendency towards the authors in classifying epenthesis not only as a lexical but also as a post lexical rule. This paper suggests otherwise that epenthesis in BP is a phonological process which eminently operates on the lexical domain.; Este artigo tem como objetivo fazer uma análise teórica da epêntese vocálica no português brasileiro (PB), à luz da teoria da fonologia lexical. Dessa forma, o trabalho desenvolve-se, sobretudo, a partir da busca de evidências na bibliografia já produzida sobre esse assunto. Com base nesse ponto de vista, pode-se observar uma tendência entre os estudiosos em classificar a epêntese como uma regra tanto lexical como pós-lexical. Este trabalho sugere que a regra de epêntese em PB é um processo fonológico que opera, eminentemente, no domínio lexical.

Reestruturações ritmicas da fala no portugues brasileiro; Speech rhythmical restructurings in Brazilian Portuguese

Alexsandro Rodrigues Meireles
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.91%
Esta tese trata de reestruturações rítmicas da fala no português brasileiro ao se variar a taxa de elocução (speech rate). A reestruturação rítmica é considerada como uma reorganização entre grupos acentuais ao longo do enunciado ao se variar a taxa de elocução. A variação da taxa de elocução, por sua vez, é uma das maiores causas de modificação fonética, pois, perturbando a cadeia da fala dessa forma, pode-se avaliar as possibilidades de variação que revelariam novos padrões estáveis. A fim de explicarmos como a mudança da taxa de elocução pode modificar a estrutura rítmica da fala, dividimos a tese em três partes distintas. Na primeira parte apresentamos os fundamentos teóricos que serviram de guia para os experimentos realizados. Nessa parte introduzimos a principal motivação teórica de nossa tese, a aplicação da Teoria dos Sistemas Dinâmicos à linguagem. Os pressupostos teóricos desse programa estão presentes na Fonologia Articulatória (Browman & Goldstein, 1992) e no Modelo Dinâmico do Ritmo de Barbosa (2006), utilizados como suporte teórico dos nossos experimentos. Na segunda parte, após apresentarmos as noções básicas sobre o ritmo, relatamos um experimento acústico e um articulatório que revelam variações rítmicas nas frases estudadas com o aumento da taxa de elocução. Os principais resultados para o estudo acústico...

Morfologia e fonologia lexical do portugues do Brasil

Seung-Hwa Lee
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/1995 PT
Relevância na Pesquisa
57.23%
Esta tese discute a interface entre a fonologia e a morfologia do Português do Brasil (PB) e propõe um modelo da Fonologia Lexical dessa língua, assumindo a teoria da Fonologia Lexical Prosódica (Inkelas, 1989, 1993), em que há hierarquia de constituintes prosódicos no léxico. De acordo com esse modelo, os constituintes prosódicos sao motivados pela falta da isomorfia entre estrutura fonológica e estrutura morfológica, de modo que as regras fonológicas não podem se aplicar diretamente depois de cada operação morfológica. As regras aplicam-se nos domínios prosódicos criados pela morfologia o componente morfológico tem acesso indiretamente ao componente fonológico. No que se refere ao léxico do PB, esta tese assume que há dois níveis ordenados - nível derivacional (a) e nível flexional (_) que funcionam como domínios da aplicação de regras fonológicas e morfológicas. Além disso, mostra-se que: 1 O) há dois tipos de compostos no PB: composto lexical e composto pós-lexical; 2°), as regras lexicais do PB sujeitam-se aos princípios da Fonologia Lexical, tais como o Princípio de Preservação de Estrutura e a Condição de Ciclo Estrito, ao passo que as regras pós-lexicais não se sujeitam a tais princípios; 3°) em relação ao acento primário...

Fonologia sincronica e diacronica do Baniwa-Siusi : um tratamento não-linear

França, Maria Cristina Victorino de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 285f.| il
POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão; O presente trabalho tem por objetivo a apresentação de aspectos da língua Baniwa (dialeto Siusí), membro da família lingüística Maipure-Arawak. Num primeiro capítulo situa o Baniwa-Siusí dentro de seu contexto histórico, geográfico e etnológico. O segundo capítulo fornece as chaves necessárias para a compreensão do interface entre as representações morfológicas e as realizações fonéticas, isto é, entre os níveis fonológico e fonético sistemáticos. O terceiro capítulo propõe uma interpretação não-linear das regras alistadas no capítulo precedente, mais especificamente com o uso do modelo lexical e do modelo auto-segmental. O uso do modelo métrico, apropriado para línguas stress accent, não se aplicou, uma vez que a língua revelou um sistema subjacente de tipo tonal e um sistema superficial do tipo pitch accent. É organizado, no quarto capítulo, um mini-dicionário português-siusí e siusí-português, extraído do template dm do nosso corpus interlinearizado pelo programa IT, corpus que reúne os dados da expedição ao alto Rio Negro. No capítulo quinto, é apresentada uma hipótese semântico-gerativa da deriva dos classificadores nominais. As respectivas referências bibliográficas são encontradas no final de cada volume.

Flexão de Número dos Nomes Terminados em Ditongo Nasal à luz da Fonologia Lexical

Ferreira, Ana Silvina de Sousa Ribeiro; Veloso, João
Fonte: Porto : 2009 Publicador: Porto : 2009
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
No presente trabalho, propomo-nos analisar a flexão de número dos nomes terminados em ditongo nasal em português europeu à luz da Fonologia Lexical. O nosso estudo pretende discutir o estatuto fonológico do ditongo nasal e da vogal nasal presente nos nomes em português europeu, identificar o processo fonológico responsável pela derivação de ambos e verificar se a pluralização dos nomes terminados em ditongo nasal é um fenómeno regular, apesar da variedade de manifestações de superfície, e previsível a partir das formas teóricas de base. Dado que na flexão de número dos nomes terminados em ditongo nasal em português europeu se regista uma interacção entre processos morfológicos e fonológicos, optámos pelo modelo teórico da Fonologia Lexical. Concluímos que o processo de nasalização por estabilidade, que opera no pós-léxico, gera o ditongo nasal e a vogal nasal. De acordo com este processo, a nasal subespecificada é desassociada, por não possuir traços articulatórios, dando origem a um autossegmento nasal que é preservado como flutuante, graças ao efeito da estabilidade, um dos princípios da Fonologia Autossegmental, até ser reassociado ao núcleo de onde percola até atingir as vogais que o compõem. Após termos analisado um corpus de x palavras...

O prefixo no português brasileiro: análise prosódica e lexical

SCHWINDT,Luiz Carlos
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
57.03%
Este artigo resume nosso estudo dos prefixos do português brasileiro (PB), realizado à luz da Fonologia Prosódica (FP) e da Fonologia Lexical (FL). Quanto a seu status prosódico, propomos que os prefixos do PB estão divididos em dois grupos: prefixos composicionais (PCs) e prefixos legítimos (PLs). Os primeiros configuram-se como palavras fonológicas independentes, enquanto os segundos se estruturam como sílabas átonas afixadas à esquerda de uma base. No que respeita ao status lexical dos prefixos, a partir de uma proposta de léxico segmentado em dois níveis, assumimos que PCs fazem o caminho de palavras fonológicas independentes até o nível pós-lexical, de onde são alçados, a fim de sofrer prefixação no nível 2, enquanto PLs são inseridos lexicalmente como sílabas pretônicas, distribuídos em duas classes, que se afixam, respectivamente, nos níveis 1 e 2.

A investigação em fonologia do português

Mateus,Maria Helena Mira
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.74%
Neste artigo pretende-se traçar uma panorâmica dos estudos de fonologia realizados em Portugal, com especial incidência nas análises formalizadas que se desenvolveram a partir da obra de Chomsky e Halle (1968). Na Introdução referem-se obras que marcaram a fonologia do Português Europeu antes dessa data, e apresentam-se os principais trabalhos de carácter dialectal e filológico, os estudos fonéticos e as obras que se integram na linguística estrutural. Na apresentação das análises formais distingue-se a fonologia generativa clássica das teorias que lhe sucederam O artigo tem um anexo que contém a bibliografia exaustiva dos livros e artigos publicados em Portugal a partir dos anos 70.

O acento lexical em yaathe.; The yaathe lexical accent.

Cabral, Diogo Félix
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Spoken by the Fulni-ô indians, whose community is located in Águas Belas district, approximately 300 Km from Recife, Yaathe is an indigenous language belonging to Macro-Jê phylum. Live and spoken by almost 3,700 members of the group, according to data provided by FUNASA in 2006, it executes religions and social functions in the tribe, being the only native language still spoken in the Northeast of Brazil. (COSTA, 1999). In spite of a large study having already been undertaken of the Yaathe language, little is known about its accentual system in phonetics terms as well as linguistically. Hence, this study was conducted focusing on an experimental phonetic description of accent, aiming more consistent formulations of its organization in the referred language. To reach our goals, we used acoustic analyses principles, conjoined with technical procedures of laboratorial phonetics and, following that, analysis principles of Metrical Phonology. Data processing showed that taking into account only phonological criteria, it is not possible to define clearly the rules of assignment of stress in Yaathe, calling for a morphological study to observe the behavior of accent in words with an internal structure. From a phonetic point of view, we have reached the following results: i) pitch has not a linguistic function as the melodic pattern is always rising in the word; ii) length and intensity...

O papel da fonologia frasal na compreensão oral no ensino da língua inglesa em abordagem lexical.; The role of phrasal phonology in listening comprehension for English language teaching supported by the Lexical Approach.

Tibana, Adriana Lopes Lisboa
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
Assuming that post-lexical processes significantly affect the English spoken language when in connected speech, and that this is one of the main reasons why students of English as a foreign language find listening comprehension so difficult to cope with, this study aims to find out the main processes concerning phrasal phonology that render spoken language so different from the written one. Drawing on these findings, it investigates the connection between listening comprehension and the teaching of pronunciation using a top-down approach, that is to say, starting from the whole picture, and based on the organization of the language in chunks in the fluidity of speech. This is an action-research, conducted with two groups of upper-intermediate students during one semester. It is based on the assumption that by raising students‟ awareness of post-lexical processes, with the support of the Lexical Approach which encourages teaching language in chunks, teachers can enable students to be better listeners. One of the groups did pronunciation awareness raising exercises whereas the other one only followed the coursebook. Students‟ listening abilities were tested using the Cambridge FCE Listening test, at the beginning and at the end of the experiment. At the end of the semester...

Aquisição lexical inicial por crianças falantes de português brasileiro: discussão do fênomeno da explosão do vocabulário e da atuação da hipótese do viés nominal

Vidor, Deisi Cristina Gollo Marques
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.67%
O presente estudo integra-se às pesquisas realizadas no CEAAL - Centro de Estudos sobre Aquisição e Aprendizagem da Linguagem da PUCRS, discutindo a aquisição do léxico por crianças falantes de português brasileiro. Especificamente, este estudo visa a responder sobre a existência do fenômeno de explosão de vocabulário (e a idade em que o mesmo acontece) e a atuação da hipótese do viés nominal durante a aquisição lexical inicial nesta língua específica. Para isso, foram analisados dados coletados em áudio de quatro crianças monolíngues, com idades entre um e três anos, de forma longitudinal. Esses dados foram transcritos, classificados e analisados lingüística e estatisticamente, a fim de caracterizar o léxico inicial destas crianças. No que se refere à explosão de vocabulário, constatou-se que a maioria das crianças estudadas apresentou esse período de crescimento vertiginoso no número de itens lexicais em torno dos dois anos de idade, quando seus vocabulários variavam entre 0-100 palavras. Caracteristicamente, este fenômeno foi marcado por um aumento nas palavras de conteúdo, em especial da classe dos substantivos. Quanto à hipótese do viés nominal, os dados desta pesquisa apontam para a atuação da versão fraca desta hipótese...

Os clíticos pronominais do português brasileiro e sua prosodização

Brisolara, Luciene Bassols
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.74%
A presente pesquisa constitui-se em um estudo sobre o status prosódico dos clíticos pronominais ‘-me’, ‘-te’, ‘-se’, ‘-lhe(s)’, ‘-o(s)’, ‘-nos’, ‘-lo(s)’ do Português Brasileiro, tomando como base a análise do comportamento da regra de elevação das vogais /e/ e /o/ desses elementos em dados de fala de Porto Alegre e Santana do Livramento. A análise é realizada sob a perspectiva da Fonologia Prosódica (Nespor e Vogel, 1986) e da Fonologia Lexical (Kiparsky, 1985; Mohanan, 1986), as quais se complementam, como também da Teoria da Variação (Labov, 1972, 1982, 1994). Com esse suporte teórico, além de verificarmos o status prosódico dos clíticos pronominais do Português Brasileiro, também estabelecemos uma comparação com os clíticos do Português Europeu. Tal comparação fundamentou-se na hipótese de que a integração dos clíticos pronominais com o seu hospedeiro nesses dialetos pode dar-se de maneira diferente.Além disso, a pesquisa inclui uma análise estatística da regra de elevação vocálica dos clíticos, o que, além de contribuir para o estudo em questão, também apresenta um caráter descritivo do Português Brasileiro.; This dissertation presents a study on the prosodic status of the pronominal clitics ‘-me’...

A epêntese consonantal no português: um estudo introdutório

Canfield, Samanta Sá
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.61%
Este estudo trata da epêntese consonantal do português brasileiro, que se manifesta em processos derivados e que já está consagrada na escrita. Os dados que compõem o corpus foram captados através da ferramenta de pesquisa do dicionário eletrônico Houaiss, restringindo-se aos sufixos -ada, -al e -eiro. Dentre os afixos listados nas gramáticas, esses foram considerados os mais produtivos em temos de inserção de consoante, motivo pelo qual foram escolhidos. A análise, que se fundamenta na Fonologia Lexical, parte do pressuposto de que /z/ é a consoante epentética default no português brasileiro para as palavras-base acabadas em vogal do radical e de que /r/ é default para as palavras-base terminadas em vogal temática. Os resultados confirmaram essa pressuposição.; The present study focuses on the consonantal epenthesis in Brazilian Portuguese which appears in derived processes and is already current in written language. The data which compose the corpus was perceived through the research tool from the CD-Rom Houaiss dictionary, restricted to the suffixes -ada, -al and -eiro. These, among the other listed suffixes in grammar reference books, were considered the most productive according to consonant insertion, reason why they were chosen. The analysis...

Perfil fonológico e lexical: interrelação com fatores ambientais

Passaglio,Nathália de Jesus Silva; Souza,Marina Alves de; Souza,Valquíria Conceição; Scopel,Ramilla Recla; Lemos,Stela Maris Aguiar
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
26.94%
Resumo:OBJETIVO: verificar a associação entre perfil fonológico e vocabulário de crianças de quatro a cinco anos e 11 meses, de escolas públicas e particulares de Belo Horizonte e analisar a influência da família e da instituição de ensino no desenvolvimento infantil.MÉTODOS: foram avaliadas 96 crianças de quatro a cinco anos e 11 meses, provenientes de duas instituições públicas e uma privada. Os responsáveis assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Excluíram-se os participantes ausentes na instituição, com condições inadequadas de avaliação, alterações neurogênica ou cognitiva ou cujos responsáveis responderam menos de 70% do Inventário de Recursos do Ambiente Familiar. Utilizaram-se como instrumentos este inventário e as provas de fonologia e vocabulário do Teste de Linguagem Infantil.RESULTADOS:em todas as idades, os participantes mostraram melhor desempenho em fonologia. Crianças do gênero masculino apresentaram resultados piores na prova de vocabulário. Na relação com o ambiente familiar, a maioria dos participantes apresentou fonologia e vocabulário adequados. Crianças da instituição privada apresentaram desempenho inferior em ambas as provas. Em todas as instituições, dos participantes com vocabulário adequado...

Produção oral e escrita dos róticos em Arroio do Padre (RS): avaliando a relação português/pomerano com base na fonologia gestual; Oral and written production of róticos in Arroio do Padre (RS): evaluating the relationship Portuguese / Pomeranian based on gestural phonology

Silva, Felipe Bilharva da
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
From the nineteenth century on, Rio Grande do Sul was one of the Brazilian states where immigrants from Europe and Asia arrived, looking for work and a home in the South-American nation. The landing of these foreign folk led to the creation of numerous linguistic and cultural islands in Brazil, where it is possible to observe a multilingual environment that has passed from one generation to the next. Based on the bilingualism still existing in those colonized areas, this paper aims at investigating the influence of Pomeranian – an immigration language spoken in the ancient European region of Pomerania – on the perception and speech and writing production of rhotics during the acquisition stage of the written language. Students in 2nd, 3rd, 4th and 6th grade were interviewed; thirteen bilingual students from Arroio do Padre – BA group –, eighteen monolingual students from Arroio do Padre – MA group –, and thirty seven students from Pelotas – MP control group – amounting to 68 subjects. Data on speaking, writing and perception were collected in order to analyze potential mutual influences between them. For the collection of speech data, the children had to create a story based on the nonverbal book Can’t catch me! (FOREMAN...

Características prosódicas das preposições e dos prefixos em latim clássico

Costa, Evellyne Patrícia Figueiredo de Sousa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47.12%
A presente pesquisa aborda algumas características prosódicas de preposições e de prefixos do latim clássico, tendo como pressupostos teóricos a Fonologia Lexical e a Fonologia Prosódica. Descrevemos, nesse estudo, o envolvimento das preposições no fenômeno da elisão e da proclitização e a relação do prefixo com a mudança do padrão do acento em latim. Esses processos, de maneira geral, são tratados pela prosódia e pela métrica latina, contudo nosso objetivo é problematizar os fenômenos sob o ponto de vista de teorias fonológicas modernas. Escolhemos obras de autores representativos da literatura clássica latina para servir de fonte de dados para a nossa descrição: Odes, de Horácio; Eneida, de Virgílio; Metamorfoses, de Ovídio. O nosso corpus foi constituído por um conjunto de versos nos quais os ambientes de aplicação das regras se fizeram presente. Os dados foram submetido a uma comparação entre o tratamento tradicional dos estudiosos de métrica, prosódia e gramáticos e autores que tratam os fenômenos com o aparato teórico da Fonologia Lexical e da Fonologia Prosódica. Durante a descrição, constatamos que a elisão em latim assemelha-se à elisão em português, que a regra aplicou-se a todos os dados...