Página 1 dos resultados de 188 itens digitais encontrados em 0.146 segundos

Regulamento das Características de Comportamento Térmico de Edifícios (RCCTE)

Ferreira, Miguel Jorge Monteiro de Magalhães; Coelho, Manuel Joaquim Pinto; Alves, Rui Vítor Lopes
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
85.95%
O Regulamento das Características de Comportamento Térmico dos Edifícios (RCCTE) foi publicado pelo Decreto- Lei n.º 80/2006 de 4 de Abril. Este novo Regulamento tem como finalidade melhorar a qualidade da construção e o conforto humano ao mesmo tempo que se diminui o consumo de energia de fonte fóssil responsável pela emissão de gases com efeito estufa. A nova Regulamentação torna-se assim mais exigente e complexa, pelo que foi criada uma folha de cálculo para tornar a execução dos projectos térmicos de edifícios e respectivas certificações energéticas mais fácil, sem desvirtuar a necessidade do profundo conhecimento do articulado Legislativo. The Regulation of Thermal Performance Characteristics of Buildings was published by Decreto-Lei n.º 80/2006 of four of April. This new Regulation has the aim to improve the construction quality and the human comfort at the same time which decreases the fossil energy consumption responsible for the emission of greenhouse gases. The new regulation thus becomes more demanding and complex, therefore was created a spreadsheet to become the execution of thermal projects of buildings and their energy certifications more easy...

Folha de calculo: utilizando Microsoft Excel

Coelho, José
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
106.07%
Este texto destina-se a todos os que se iniciem na utilização de folha de calculo, sendo o texto restrito apenas ao essencial de cada conceito, e utilizados exemplos de todas as funcionalidades, tão simples quanto possível. Dessa forma minimiza-se o tempo de leitura, mas deve o leitor no final de cada secção realizar alguns pequenos exercícios de modo a complementar a leitura.

O uso da folha de cálculo na construção de gráficos estatísticos por alunos do 7º ano

Vasconcelos, António Pereira de; Fernandes, José António
Fonte: Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
116.2%
Este estudo teve como principal objetivo investigar a utilização da folha de cálculo por alunos do 7º ano na construção de gráficos estatísticos, nomeadamente os aspetos que devem ser considerados na sua integração no ensino da construção de gráficos estatísticos, as potencialidades e limitações do seu uso na aprendizagem da construção de gráficos estatísticos. Para tal foi realizado um estudo de natureza qualitativa, em que foi implementada uma intervenção de ensino sobre construção de tabelas de frequências e gráficos estatísticos, privilegiando o trabalho dos alunos em pares e com recurso à folha de cálculo. De entre as razões que favorecem a introdução da folha de cálculo na sala de aula, neste estudo destaca-se a posibilidade de tratar grandes quantidades de informação com ganhos de tempo, a relativa simplicidade do seu manuseamento expressa num conjunto de soluções prontas a usar e a grande apetência dos alunos para explorarem as tecnologias.

Potencialidades do uso da folha de cálculo na construção de tabelas e gráficos estatísticos

Fernandes, José António; Vasconcelos, António Pereira de; Pereira, Catarina Vasconcelos
Fonte: Universidad de Granada. Departamento de Didáctica de la Matemática Publicador: Universidad de Granada. Departamento de Didáctica de la Matemática
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
116.29%
O uso dos computadores, seja através de software ou da internet, tem marcado uma presença cada vez maior no estudo da Estatística. No caso da folha de cálculo, tratando-se de um software de fácil acesso, ele tem sido usado nas escolas por professores e alunos, sobretudo no caso da Estatística. Tendo por referência dois estudos realizados sobre o uso da folha de cálculo na construção de tabelas e gráficos estatísticos, envolvendo alunos do 7º ano, neste texto comparam-se o desempenho dos alunos na construção dos gráficos com e sem a folha de cálculo e avaliam-se as suas perceções acerca do uso da folha de cálculo. Em termos dos resultados, destacam-se um melhor desempenho dos alunos quando usam a folha de cálculo e reações muito favoráveis à utilização da folha de cálculo.

Utilização da folha de cálculo por alunos do 7º ano na construção de tabelas de frequências e gráficos estatísticos

Vasconcelos, António Pereira de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.35%
Dissertação de mestrado em Ciências da Educação (área de especialização em Supervisão Pedagógica na Educação Matemática); Este estudo teve como principal objetivo investigar a utilização da folha de cálculo por alunos do 7º ano na construção de tabelas de frequências e gráficos estatísticos, que se operacionalizou na formulação das três questões de investigação seguintes. (1) Que aspetos devem ser considerados na integração da folha de cálculo no ensino da construção de tabelas e gráficos estatísticos? (2) Quais as potencialidades e limitações do uso da folha de cálculo na aprendizagem da construção de tabelas e gráficos estatísticos? (3) Quais as perceções dos alunos sobre a utilização da folha de cálculo na construção de tabelas e gráficos estatísticos? Para dar resposta a estas questões realizou-se um estudo de natureza qualitativa, em que foi implementada uma intervenção de ensino sobre construção de tabelas de frequências e gráficos estatísticos, privilegiando o trabalho dos alunos em pares e com recurso à folha de cálculo. Na intervenção de ensino participaram 26 alunos de uma turma do 7º ano de escolaridade, de uma escola básica do distrito de Braga. A recolha de dados foi realizada através da observação direta das aulas...

Uma estratégia de ensino de estatística no 7º ano de escolaridade

Fernandes, José António; Júnior, Ailton Paulo de Oliveira; Vasconcelos, António Pereira de
Fonte: Sociedad de Educación Matemática Uruguaya Publicador: Sociedad de Educación Matemática Uruguaya
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
O recente aprofundamento do ensino da Estatística em muitos países, entre os quais se encontra Portugal, releva a importância da realização de estudos sobre o seu ensino, em particular as suas estratégias. Em consonância, neste estudo apresenta-se, implementa-se e avalia-se uma estratégia de ensino do tema de Estatística numa turma do 7º ano de escolaridade, na qual os alunos trabalhararam um projeto estatístico, recorrendo ao uso de teconologia, especificamente à folha de cálculo Excel, trabalhando em pares e participando de discussões no grupo-turma que se configura como a socialização dos resultados obtidos por cada um dos grupos para toda a turma. Em termos da avaliação dos alunos, em geral, a estratégia foi muito bem aceita por eles quanto á utilização da folha de cálculo e o trabalho em pares, enquanto que nas discussões no grupo-turma alguns alunos se sentiram retraídos em participarem.

Caracterização, implementação e avaliação de uma estratégia de ensino de estatística no 7º ano; Characterization, implementation and evaluation of a strategy for teaching statistics at 7th grade

Fernandes, José António; Júnior, Ailton Paulo de Oliveira; Vasconcelos, António Pereira de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Departamento de Matemática Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Departamento de Matemática
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
O ensino da Estatística a um número maior de alunos e cada vez mais cedo, como vem acontecendo em muitos países, entre os quais se encontra Portugal, releva a importância da realização de estudos sobre o seu ensino, em particular as estratégias de ensino. É assim que neste estudo se apresenta, exemplifica a implementação e avalia uma estratégia de ensino do tema de Estatística numa turma do 7º ano de escolaridade, em que os alunos trabalharam um projeto estatístico, recorreram ao uso de tecnologia, especificamente à folha de cálculo Excel, trabalharam em pares e participaram em discussões no grupo-turma. Durante e após terem participado na realização do projeto, os alunos avaliaram a experiência em que participaram, tendo-se verificado que, em geral, a estratégia foi muito bem aceite por eles, salientando-se, de entre os diferentes aspetos da estratégia, a utilização da folha de cálculo e o trabalho em pares.; The teaching of statistics to a greater number of students and increasingly early, as is happening in many countries, among which is Portugal, highlights the importance of studies on their teaching, particularly teaching strategies. So, in this study it presents, exemplifies the implementation and evaluates a strategy for teaching the subject of Statistics in a class of the 7th grade...

A folha de cálculo como ferramenta potenciadora do uso de estratégias multiplicativas na resolução de problemas em contexto

Fernandes, Dárida; Cabrita, Isabel; Silva, Jaime
Fonte: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação Publicador: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
85.95%
A presente comunicação resultou de uma investigação realizada no campo das aprendizagens algébricas contextualizadas em que a folha de cálculo surgiu como suporte tecnológico na resolução de problemas. Para além do desenvolvimento de outras competências pôde-se concluir que o uso continuado desta ferramenta promove a aplicação de estratégias multiplicativas na resolução de problemas sobre relações proporcionais, implicando o reconhecimento de duas variáveis, com evidência para um entendimento mais completo da situação problemática e da própria noção de variável, considerada um dos conceitos fundamentais da aprendizagem da Matemática no ensino básico, secundário e superior (Schoenfeld, 1985, 1987; Schoenfeld & Arcavi, 1988; Philipp, 1992).

Apontamentos de Folha de Cálculo

Caldeira, Caldeira
Fonte: Departamento de Informática - Universidade de Évora Publicador: Departamento de Informática - Universidade de Évora
Tipo: Outros
POR
Relevância na Pesquisa
96%
Breves notas sobre a utilização de folhas de cálculo.

O uso da folha de cálculo na aprendizagem da estatística

Videira, Pedro da Cunha Lopes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
86.22%
Relatório da Prática de Ensino Supervisionada, Mestrado em Ensino da Matemática, Universidade de Lisboa, 2011; O presente estudo realizou-se numa turma de 7.º ano, num período correspondente a dez aulas, no âmbito da leccionação da unidade Organização e Tratamento de Dados. Teve por objectivo principal descrever e compreender a aprendizagem da Organização e Tratamento de Dados com recurso à Folha de Cálculo. Para recolha de dados, recorri à observação de aulas, com registo áudio e a escrita de um diário de bordo, e à recolha documental. Foram estudados com maior profundidade dois pares de alunos da turma. A metodologia adoptada para trabalhar a Estatística com recurso à Folha de Cálculo, em sala de aula, passou pela resolução de tarefas de aplicação directa e exploratórias. O estudo realizado permitiu concluir que o recurso à Folha de Cálculo para a realização de tarefas de Estatística contribui para a aprendizagem dos alunos, na medida em que a construção de gráficos, a validação das suas conjecturas, a construção de tabelas e o teste da robustez das medidas de tendência central os auxiliou na resolução das tarefas, diminuindo a ocorrência de alguns erros e promovendo o espírito crítico dos alunos. Este estudo revela que a aposta no uso das Novas Tecnologias no actual sistema de ensino é o caminho a percorrer rumo a uma aprendizagem motivadora que envolve os alunos.; El presente estudio se realizó en un grupo de 7.º año...

A integração da folha de cálculo no estudo do tópico equações do 2.º grau no 9.º ano de escolaridade

Nobre, Sandra; Amado, Nélia; Ponte, João Pedro da
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.24%
Neste artigo analisamos o papel da folha de cálculo no desenvolvimento do pensamento algébrico de alunos do 9.º ano no tópico Equações do 2.º grau. Os objetivos são (i) perceber como é que os alunos abordam as tarefas propostas na folha de cálculo, isto é, a que representações recorrem e que tipo de relações estabelecem e (ii) de que modo esse trabalho influencia o desenvolvimento do seu pensamento algébrico. A análise de dados incide nas produções de uma aluna, Ana, e em alguns diálogos entre os alunos da turma e a professora, que ocorreram durante a resolução de tarefas com a folha de cálculo. Os dados foram recolhidos durante a realização de uma experiência de ensino em tópicos de Álgebra. Verificamos que a folha de cálculo foi importante para Ana desenvolver o seu pensamento algébrico ao longo do estudo do tópico, uma vez que proporcionou a compreensão de significados dos conceitos fundamentais antes da sua aprendizagem formal. Possibilitou ainda o estabelecimento de conexões entre diferentes representações que permitiram o desenvolvimento da compreensão relacional de conceitos e procedimentos estudados no tópico.

Das sequências à proporcionalidade direta : uma experiência de ensino no 6.º ano de escolaridade

Pedro, Isilda de Jesus Correia Rodrigues, 1965-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
85.72%
Tese de mestrado, Educação (Didática da Matemática), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2013; A experiência de ensino que integra este relatório decorreu no tópico Sequências e Regularidades e o início do estudo da Proporcionalidade Direta e foi desenvolvida numa turma do 6.º ano do ensino básico, de que a autora é a professora de Matemática. Foram planeadas sete tarefas envolvendo sequências pictóricas e regularidades numéricas, algumas das quais com o recurso à folha de cálculo, com o objetivo de promover a capacidade de generalização e a introdução progressiva da linguagem simbólica, contribuindo para o desenvolvimento do pensamento algébrico dos alunos. O estudo realizado pretende identificar as estratégias de generalização que os alunos utilizam, assim como as representações a que recorrem para exprimir essa generalização, e compreender como estes evoluem, quanto a esses aspetos, ao longo da experiência de ensino. Para a realização do estudo, foi feita uma recolha documental das resoluções escritas de quatro alunos da totalidade das tarefas da experiência de ensino. A análise das estratégias de generalização e das representações foi realizada de acordo com um quadro de categorias proveniente de outros estudos e que foi ajustado tendo em conta uma análise preliminar dos dados. Os alunos começam por recorrer a estratégias do tipo Múltiplo da Diferença que...

Folhas de cálculo na análise de dados e apoio à decisão.

Mendes, Armando B.
Fonte: Influir Publicador: Influir
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
86%
Texto publicado originalmente no jornal Açoriano Oriental, secção "Bits & Bytes", de 12 de Maio de 2007.; "As aplicações informáticas usadas na análise de dados e no apoio à decisão são normalmente complexas como as aplicações de prospecção de dados (data mining) ou aplicações de análise estatística. No entanto, existe uma aplicação simples que pode satisfazer a quase totalidade das necessidades deste tipo de actividades: a folha de cálculo. […]".

O ensino da Estatística na educação de adultos com o apoio da folha de cálculo

Dias, Mara Cristina Sarmento
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
85.95%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação, Especialização em Educação de Adultos; A presente investigação trata do estudo das potencialidades da folha de cálculo no ensino da Estatística na Educação de Adultos. A grande generalidade dos profissionais inseridos na Formação Profissional que ministra a unidade de Matemática para a Vida nos cursos de Educação e Formação de Adultos – nível B3, os quais conferem equivalência ao 9º ano de escolaridade sem apoio de qualquer recurso tecnológico de uso genérico e com este estudo poderão ver realçada uma aprendizagem ativa dos conceitos estatísticos, onde os seus formandos se libertem dos meandros de cálculos e se centrem mais na resolução de problemas. Iniciámos o nosso estudo fazendo uma breve referência à evolução do estudo da Estatística e à importância do estudo da Estatística. No enfoque desta investigação analisámos as orientações atuais para o estudo da Estatística, enquadrando o construtivismo, o trabalho de grupo, o desenvolvimento do Estatístico, o recurso a novas tecnologias e exploração de situações realistas. Deu-se especial relevo à caracterização dos cursos de Educação e Formação de Adultos e dado que...

O desenvolvimento do pensamento algébrico com recurso à folha de cálculo: um estudo com alunos de 9.º ano

Mariano, Elisabete Moita Dinis
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
106.31%
Dissertação para a obtenção do Grau de Mestre em Educação Matemática do 3.º Ciclo do Ensino Básico e Secundário; Este estudo tem como objetivo investigar os processos utilizados pelos alunos na resolução de problemas e dar conta dos aspetos do pensamento algébrico quando utilizam a folha de cálculo. Compreender o modo como esta ferramenta tecnológica influencia a apreensão das representações matemáticas mais convencionais, é outro dos aspetos que se procura estudar neste trabalho. O foco desta investigação centra-se na utilização da folha de cálculo como forma de desenvolvimento do pensamento algébrico. O pensamento algébrico, as representações e a folha de cálculo constituem os domínios do quadro teórico da investigação. A resolução de problemas com a folha de cálculo apela ao envolvimento do aluno no seu processo de aprendizagem, fazendo com que sobressaia um raciocínio mais abstrato e estruturado. O desenvolvimento deste tipo de pensamento, visto como um processo de generalização de casos particulares, é uma preocupação das orientações curriculares atuais. As características dinâmicas e interativas da folha de cálculo dão significado às abordagens de alguns conceitos algébricos e facilitam a articulação entre as diferentes representações. Este estudo...

A aprendizagem de métodos formais num ambiente combinado de lápis e papel e folha de cálculo

Nobre, Sandra; Amado, Nélia; Ponte, João Pedro da
Fonte: APM & Centro de Investigação em Educação, Universidade do Minho Publicador: APM & Centro de Investigação em Educação, Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
106.15%
O nosso objetivo é estudar a aprendizagem de métodos formais na resolução de sistemas de equações, no quadro de uma experiência de ensino com alunos do 9.º ano, para o que analisamos as representações usadas por duas alunas. Os dados foram recolhidos durante as aulas da experiência de ensino. Os resultados mostram que a experiência informal realizada com a folha de cálculo, nomeadamente, através da identificação de variáveis, tradução de condições e identificação de soluções se mostrou uma abordagem adequada, em especial, para o estudo do método de substituição. No final do estudo, uma das alunas passou a recorrer sistematicamente aos métodos formais enquanto a outra usa com eficácia a folha de cálculo, que prefere em relação aos métodos formais.

Uma experiência de ensino com alunos do 9.º ano para promover o desenvolvimento do pensamento algébrico

Nobre, Sandra; Amado, Nélia; Ponte, João Pedro da
Fonte: AFIRSE Publicador: AFIRSE
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
As orientações curriculares atuais enfatizam que o ensino da Matemática deve decorrer de forma coere nte, incidir numa Matemática relevante e ser bem articulado nos diferentes anos de escolaridade. Para a Álgebra, um tema matemático onde a maioria dos alunos demonstra bastantes dificuldades de aprendizagem, o actual programa propõe um alargamento do seu e studo aos três ciclos de ensino, de forma articulada. É logo a partir dos primeiros anos que deve ser feito um trabalho de suporte para os ciclos seguintes. O 9.º ano de escolaridade antecede a transição do ensino básico para o secundário. Os alunos que p retendem prosseguir estudos necessitam de um conhecimento mais profundo de Álgebra, mas a compreensão de conceitos algébricos que requer maior abstracção torna -­‐ se difícil para a maioria. Muitos alunos não desenvolvem uma compreensão adequada do simbolismo algébrico e revelam dificuldade no recurso a este tipo de representação em diversos contextos. Frequentemente, os alunos ao usarem métodos formais algébricos...

Contribuição sobre a folha de salários (remunerações que compõem sua base de cálculo)

Balera, Wagner
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76%
Analisa a incidência das contribuições sociais na folha de salários de trabalhadores que prestam serviços a determinadas empresas.

As tecnologias no ensino da matemática - Tarefas matemáticas no Ensino Básico com utilização da folha de cálculo

Barros, César Augusto da Conceição
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
106.27%
O presente trabalho teve por objetivo estudar o impacto da folha de cálculo na aprendizagem da matemática em alunos de cursos vocacionais. Procurou-se analisar a influência da folha de cálculo Excel, no ambiente de aula e no desempenho dos alunos e identificar potencialidades e dificuldades na sua utilização educativa, nomeadamente, no ensino e aprendizagem de temas estatísticos. Na revisão de literatura são abordados temas relacionados com a teoria da atividade, génese instrumental, folha de cálculo Excel, educação financeira e didática da estatística. O estudo tem por base uma metodologia qualitativa, assente num estudo de caso, com recolha e análise de dados, no decorrer da resolução das tarefas pelos alunos de um curso vocacional ocorrida no primeiro período do ano letivo de 2014/2015. Da análise de dados, observa-se em ação a génese instrumental, visto que os alunos revelaram algum domínio da folha de cálculo na sua aplicação à resolução das tarefas propostas. Os resultados do estudo revelaram as potencialidades do software no ensino e aprendizagem da estatística mas também evidenciaram dificuldades e obstáculos na sua implementação. Reconhecidos os benefícios para alunos e professores da utilização da folha de cálculo a sua implementação prática para ser eficaz requer tempos letivos para a aprendizagem da tecnologia a existência de uma adequada infraestrutura tecnológica das escolas e atitudes favoráveis à sua utilização por parte de alunos...

Estudo Paramétrico e desenvolvimento de folha de cálculo para optimização de tabuleiros pré-fabricados de Obras de Arte Correntes

Silva, André João Goncalves da
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto. Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto.
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
106.22%
Mestrado em Engenharia Civil - Estruturas; Com a necessidade de responder a várias propostas em curtos espaços de tempo, uma rápida decisão de sistemas estruturais, fases construtivas, e orçamentação torna-se essencial para fazer frente ao mercado competitivo nos dias de hoje. O objetivo deste trabalho é o desenvolvimento de processo que responda a estes pontos num curto espaço de tempo. Para isso, desenvolveu-se uma folha de cálculo, de utilização simples, que fosse capaz de devolver ao utilizador a solução mais económica com a respectiva orçamentação. Nos primeiros capítulos aborda-se a temática de tabuleiros de obras de arte correntes com vigas pré-fabricadas, falando de soluções estruturais e métodos construtivos. Nos seguintes capítulos é explicada a elaboração da folha de cálculo, como a questão da logística da pré-fabricação (transporte e montagem), os métodos utilizados para o cálculo e dimensionamento da estrutura bem como a definição das ações. Nos últimos capítulos é então apresentado o estudo de um caso prático que é comparado com a utilização da folha de cálculo.; With the need to answer several proposals in a short time, a quick option for structural systems, constructive stages...