Página 1 dos resultados de 3 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Compartilhamento de objetos compostos entre bases de dados orientadas a objetos; Sharing composite objects in object-oriented databases

Ferreira, João Eduardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/1996 PT
Relevância na Pesquisa
85.86%
Este trabalho apresenta uma proposta para o compartilhamento de dados entre bases de dados orientadas a objetos, em ambientes de desenvolvimento de projetos. O processo de compartilhamento e realizado através de três fases: separação, evolução e integração de dados. Esta forma de compartilhamento atua através de vínculos entre os objetos de base original com a base produto. Foram definidos seis tipos de vínculos, que são estabelecidos no processo de separação: apenas leitura, isolado, flagrante, mutuamente exclusivo, independente e on-line. Com isso, ambas as bases, respeitando as limitações impostas pelo tipo de vinculo entre as mesmas, podem evoluir separadamente e depois de um determinado tempo realizarem, se conveniente, um processo de reintegração. O processo de compartilhamento de dados tem por unidade de gerenciamento os objetos, compostos de base de dados. Os conceitos apresentados podem ser universalmente aplicados, em qualquer base de dados que efetue gerenciamento sobre a composição de seus objetos. Neste trabalho os conceitos de compartilhamento de dados são exemplificados através do modelo de dados SIRIUS.; This work presents a technique to share data stored in an object-oriented databases aimed at design environments. Three process enable the sharing of data between databases: separation...

Projeto performativo na prática arquitetônica recente : estrutura Conceitual; Performative design in recent practice : conceptual framework

Max Lira Veras Xavier de Andrade
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
45.79%
Dentro do universo dos projetos digitais baseados no desempenho, existe uma categoria que usa o desempenho não apenas como meios avaliativos, mas, acima de tudo, como instrumento de transformação das ideias e conceitos em matéria e forma arquitetônica. Usa-se mecanismos digitais que incorporam princípios de informatização à estruturas computacionais. Esta categoria de projeto digital é denominada Projeto Performativo. O presente trabalho tem como objetivo geral formular uma estrutura conceitual de processo de projeto digital que explique a prática de Projeto Performativo. A questão que se coloca é, quais são os pressupostos da prática de projeto que visem a incorporação do desempenho como propulsor do processo de geração da forma arquitetônica? Duas hipóteses foram investigadas neste contexto. A primeira hipótese foi que o modelo de projeto digital denominado performativo tem como pressuposto um processo de projeto baseado na colaboração, no processo de projeto automatizado, na modelagem paramétrica e na interoperabilidade. A segunda hipótese foi que é possível simular a prática de Projeto Performativo segundo estes pressupostos em experiências didáticas de atelier de projeto. Para atender aos objetivos gerais e específicos e responder às hipóteses levantadas...

Ecoturismo na Ilha de Santa Catarina

Sonaglio, Kerlei Eniele
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 66 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.78%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental.; O ecoturismo auxilia na conservação da autenticidade do ambiente e das comunidades receptoras para as gerações futuras. Encontra no desenvolvimento do turismo sustentável opção de preservação dos seus recursos naturais. No contexto da nova revolução tecnológica, surge e desenvolvem-se valores e estilos de vida que incidem, claramente, na evolução do mercado turístico mundial. A Ilha de Santa Catarina segue o fluxo evolutivo dos grandes centros urbanos e a efervescência das regiões turísticas potenciais, têm despertado empreendedores dispostos a investir e apostar em propostas para o desenvolvimento do turismo de massa. Os paradigmas que envolvem todo este ciclo turístico instalado na Ilha, que atua e pretende atuar em ecossistemas frágeis, antecipam a problemática da implantação, pois se referem, em sua maioria, a modelos que apresentam "soluções presentes" e problemas futuros ainda maiores. Pode-se aprender com a transição de paradigmas e não apenas utilizá-los para uma nova construção de realidade. A transdisciplinaridade é reconhecida em face de estar regida por lógicas distintas...