Página 1 dos resultados de 385 itens digitais encontrados em 0.057 segundos

Medidas da emissão de gases em oito aterros de resíduos sólidos urbanos do Estado de São Paulo - Brasil; Measurements of gas emissions at eight solid waste landfills of the state of São Paulo - Brazil

Berto Neto, José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
76.12%
Os aterros de disposição de resíduos sólidos urbanos são equipamentos que, necessariamente, devem ser integrados ao sistema de saneamento e proteção à saúde pública das municipalidades. Independentemente se bem planejados, construídos e operados, os mesmos oferecem impactos ambientais aos locais onde estão implantados e ao seu entorno. Os referidos aterros são fontes de emissão antropogênica de gases indutores do efeito estufa global, como o metano ('CH IND.4') e o dióxido de carbono ('CO IND.2'). O presente trabalho teve por objetivo medir, estimativamente, in situ, a contribuição destes equipamentos no fluxo destes gases na natureza. Para isso, foram desenvolvidas duas campanhas em oito aterros de municípios do estado de São Paulo (Brasil) nos anos de 2006 e 2007. Foram medidas a concentrações de 'CH IND.4' e 'CO IND.2' no ar ambiente dos aterros, a emissão solo-ar e o fluxo a partir dos dissipadores verticais, quando presentes. As amostras coletadas do GAS foram analisadas por cromatografia gasosa. Os resultados evidenciaram que as concentrações de 'CH IND.4' e 'CO IND.2' na atmosfera dos aterros foram de 18.000 ppm e 5.500 ppm, respectivamente. Estes valores corresponderam a dez mil vezes e quinze vezes maiores que aquelas medidas em locais distantes dos aterros (background). Os resultados das medidas do fluxo solo-ar apontaram para uma grande variabilidade desta emissão...

Dinâmica do carbono e fluxo de gases do efeito estufa em sistemas de integração lavoura-pecuária na Amazônia e no Cerrado; Carbon dynamics and greenhouse gas fluxes in integrated crop-livestock systems in Amazonia and Cerrado

Carvalho, João Luís Nunes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
106.02%
Mudanças de uso e manejo influenciam o acúmulo de carbono (C) no solo e o fluxo de gases do efeito estufa (GEE). No Brasil, sobretudo nos biomas Amazônia e Cerrado, historicamente vegetações nativas são convertidas em pastagens e agricultura emitindo consideráveis quantidades de GEE para a atmosfera. Áreas sob pastagens e agricultura vêm sendo convertidas em sistemas mais intensificados e tecnicamente mais avançados, tais como os sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP), os quais têm a capacidade de acumular C no solo e mitigar as emissões de GEE para atmosfera. O objetivo deste estudo foi avaliar as modificações nos estoques de C do solo e nos fluxos de GEE em áreas sob mudança de uso da terra nos biomas Amazônia e Cerrado. Foram avaliadas áreas sob vegetação nativa, pastagens, sucessão de cultivos e ILP em diferentes condições edafoclimáticas. O manejo da fertilidade do solo sob pastagem afeta produção de biomassa, que por sua vez influencia o acúmulo ou perda de C. Pastagem cultivada em solo fértil acumulou 0,46 Mg de C ha-1 ano-1. Sob baixa fertilidade natural, obsrvou-se perdas de 0,15 e 1,53 Mg de C ha-1 ano-1, respectivamente para pastagem não degradada e degradada. A conversão de vegetação nativa e pastagem para agricultura...

Alterações nos fluxos de gases do solo e na ciclagem de carbono e nitrogênio após aquecimento do solo em áreas de Mata Atlântica; Changes in soil gas fluxes and the cycling of carbon and nitrogen after heating the soil in areas of Mata Atlantica forest

Martins, Luiz Felipe Borges
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.02%
O aquecimento global é considerado um dos mais sérios problemas ambientais da atualidade mundial e suas consequências afetam de maneira severa diversos biomas já ameaçados, principalmente em ecossistemas tropicais. O estado de conservação de todos os biomas brasileiros é uma questão de grande preocupação e por esta razão, a Mata Atlântica, um dos ecossistemas florestais que mais sofreu redução em seu vasto domínio, ainda é um bioma extremamente rico em biodiversidade, com altos níveis de endemismo, apesar do intenso desmatamento e fragmentação. Diante de sua importância biogeoquímica, os objetivos principais do presente estudo foram compreender de que maneira o fenômeno de elevação da temperatura global afeta as emissões naturais de gases de efeito estufa (GEE) provenientes do solo e de que modo o acréscimo da temperatura influencia na ciclagem de nutrientes como carbono e nitrogênio. Para isso, o solo foi aquecido artificialmente em 5ºC para se avaliar o comportamento das emissões sob maiores temperaturas. O estudo foi realizado no Parque Estadual da Serra do Mar, no Núcleo Santa Virgínia, onde predomina a formação de Floresta Ombrófila Densa Altimontana. As amostras foram coletadas quatro vezes ao ano em campanhas de 10 dias...

Estoque de carbono do solo e fluxo de gases de efeito estufa no cultivo do café; SOIL CARBON STOCK AND GREENHOUSE GASES FLUXES UNDER COFFEE CULTIVATION

Belizario, Maísa Honorio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.15%
O café é uma das principais culturas exploradas no Brasil, e está entre as mais importantes commodities agrícolas de exportação. A demanda por produtos agrícolas sustentáveis é cada vez maior, questão especialmente importante para a competitividade dos produtos de exportação. Portanto, conhecer os impactos das emissões de gases do efeito estufa (GEE) é fundamental para qualquer cultura agrícola, assim como estudar o seu manejo para detectar alternativas mitigadoras. O objetivo deste estudo foi determinar o estoque de carbono no solo e o fluxo de gases de feito estufa no cultivo do café. Para tal foram avaliados o estoque de carbono do solo devido à conversão do uso da terra sob vegetação de Cerrado para a cultura do café; o uso de corretivo agrícola e sua influencia no fluxo de CO2, assim como a influência do uso de fertilizantes nitrogenados na emissão de N2O. O carbono (C) do solo foi determinado para o solo original de cerrado (controle) e em áreas convertidas há 37, 15 e 8 anos, além de duas áreas que receberam adição 22.684 e 16.845 kg ha-1de composto orgânico em 2006 (CRI) e 2010 (CRII), respectivamente. O estoque de C no solo foi maior na área Café 37 (91,34 Mg C ha-1) e o menor para o Cerrado (66...

Avaliação dos níveis de umidificação e aquecimento durante ventilação artificial com a estação de trabalho de anestesia Primus da Dräger com baixo fluxo de gases frescos e permutador de calor e umidade

Castro Júnior, Jair de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 156 f.
POR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Anestesiologia - FMB; Durante anestesia geral com intubação traqueal para manutenção das vias aéreas, a umidificação e o aquecimento artificial dos gases inalados são essenciais para a prevenção de alterações na mucosa traqueobrônquica e diminuição do risco de hipotermia não intencional durante a cirurgia. A estação de trabalho de anestesia Primus (Dräger, Lübeck, Alemanha) tem placa de metal aquecida, situada na parte expiratória do circuito, para a prevenção da condensação de água no sistema respiratório. Esta placa aquecida também pode ajudar na manutenção da temperatura do gás no circuito respiratório em valores adequados. O presente estudo teve como objetivo a determinação da temperatura esofágica e da temperatura e umidade dos gases anestésicos no circuito respiratório do aparelho Primus da Dräger usando baixo fluxo de gases frescos (FGF) associado ou não ao uso do permutador de calor e umidade (PCU). Participaram do estudo trinta pacientes adultas com estado físico ASA I e II submetidas a cirurgias ginecológicas eletivas. As pacientes foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos sob ventilação com baixo FGF de 1 L.min-1 com ou sem PCU durante anestesia geral com sistema circular respiratório com absorvedor de CO2. Todas as pacientes receberam aquecimento ativo da superfície cutânea por meio de manta térmica colocada sobre os membros inferiores. A temperatura e umidades relativa e absoluta dos Introdução e Literatura 6 gases e a temperatura esofágica foram medidas aos 15 minutos (tempo controle) após instalação do sistema de ventilação nas pacientes e...

Emissões de gases no processo de compostagem de dejetos suínos

Angnes, Graciele
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 335 p.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
75.98%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.; Na suinocultura a produção excessiva de dejetos líquidos em certas regiões, e seu manejo inadequado tem resultado em contaminação do solo e das águas. A simples transformação biológica da matéria orgânica por compostagem tem sido apontada como uma alternativa eficaz na reciclagem dos nutrientes contidos nos dejetos, reduzindo o impacto ambiental e viabilizando a produção de suínos em pequenas áreas. Por outro lado, a degradação da matéria orgânica durante o processo de compostagem resulta na perda de elementos na forma gasosa (NH3, CO2, N2O, CH4 e H2O). O objetivo do trabalho foi medir o fluxo de amônia (NH3), óxido nitroso (N2O), metano (CH4) e dióxido de carbono (CO2) e realizar o balanço de massa entre entrada e saída do processo de compostagem de dejetos suínos. A pesquisa foi realizada no campo experimental da Embrapa Suínos e Aves localizada em Concórdia - SC onde foram construídas leiras de compostagem para tratamento dos dejetos suínos com volume de 2,52m3 instaladas no interior de túneis revestidos com polietileno transparente. A maravalha foi utilizada como substrato para a formação da biomassa nas leiras. O processo de compostagem foi dividido em duas fases...

Emissões de gases em propriedade suínicola

Amorim, Bruna do Nascimento
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 74 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.93%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Sanitária e Ambiental.; Atualmente, sabe-se que os sistemas de produção de suínos contribuem com as emissões de gases de efeito estufa (CO2, N2O e CH4) na atmosfera. No Brasil, foram desenvolvidos poucos trabalhos com a finalidade de medir as emissões destes gases. O trabalho teve como objetivo avaliar a concentração e a emissão de gases de gases de efeito estufa e amônia em uma unidade de produção de suínos em Santa Catarina, Brasil. Para realização do estudo foi selecionada uma propriedade suinícola considerada como referência devido ao seu sistema de gestão de água e manejo de dejetos. A fim de calcular a determinação da concentração e da emissão foi utilizada a metodologia simplificada proposta por Robin (2003). Além dos gases produzidos, também foram estudadas as características zootécnicas e dados referentes ao consumo de água e ração e geração de dejetos, através da metodologia utilizada por Tavares (2012), afim de realizar a metodologia proposta por Robin (2003). As concentrações médias de gases medidas no interior da edificação foram 604,30 ppm para CO2, 9,21 ppm para CH4 , 0,26 ppm para N2O e 1...

Alguns fatores que influenciam o desempenho de geocompostos bentoníticos sob fluxo de gases e líquidos em barreiras de aterros sanitários

Mendes, Marianna Jacominy de Amorim
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
76.11%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2010.; Geocompostos bentoníticos (GCLs) são materiais sintéticos compostos por um núcleo de bentonita sódica ou cálcica, em pó ou em grânulos, unido a uma ou mais camadas de geossintéticos (geotêxtil ou geomembrana, geralmente). Essas camadas são ligadas por adesivo, agulhagem ou costura. Quando hidratados e confinados, eles cumprem função de barreira de líquidos ou gases com o seu desempenho dependendo, na maioria dos casos, da condutividade hidráulica da bentonita. Graças à baixa permeabilidade aos líquidos e gases, GCLs são comumente usados em aterros sanitários, associados a camada de argila compactada (CCL) e geomembrana (GM) para compor as impermeabilizações de cobertura e fundo dessas instalações. Estudos precedentes investigaram os fatores mais influentes no fluxo de gás/líquidos através de GCLs ou barreiras compostas. Apesar da natureza da bentonita ser tão importante para a permeabilidade dos GCLs, não há dados na literatura a respeito da influência da natureza da bentonita no fluxo de gás através de GCLs ou fluxo de líquidos através de barreiras compostas envolvendo GCLs. Isso é o tema que a presente tese quer esclarecer. Além de estudar a influência da natureza da bentonita...

Avaliação da anestesia com baixo fluxo de gases, comparando ventilação com pressão controlada à ventilação com tempo controlado - pressão limitada e fluxo constante de gases: modelo experimental em coelhos

Bonetti,Eliana; Fantoni,Denise Tabacchi; Auler Júnior,José Otávio Costa
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
86.09%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Embora sejam amplamente conhecidas as vantagens que envolvem sistemas de anestesia com reinalação e baixo fluxo, estes ainda são pouco empregados em animais de pequeno porte e em pediatria. O modelo experimental deste estudo foi delineado, procurando-se avaliar a viabilidade do sistema com reinalação e fluxo de gases entre 500 e 1.000 ml.min-1 em animais de pequeno porte, bem como comparar a ventilação nos modos tempo controlado - pressão limitada e fluxo constante de gases, com a pressão controlada (PCV), em um novo equipamento desenvolvido para anestesia. MÉTODO: Dezesseis coelhos (fêmeas) foram distribuídos aleatoriamente em dois grupos (GI e GII), anestesiados com halotano, e submetidos à ventilação controlada mecânica. Em GI, permitiam-se ajustes nos parâmetros ventilatórios do ventilador (pressão de pico inspiratório, freqüência respiratória e tempo inspiratório), de forma a manter normocapnia, volume corrente entre 6 e 8 ml.kg-1, e pH sangüíneo arterial entre 7,35 e 7,45. Em GII, os ajustes eram realizados somente no momento controle. RESULTADOS: Verificou-se reinalação de dióxido de carbono em ambos os grupos ao se avaliar o sistema com reinalação, independente do modo de ventilação. O pH sangüíneo arterial manteve-se dentro dos parâmetros fisiológicos no grupo GI...

Resistência ao fluxo de gases em cânulas de intubação traqueal com comprimento padrão diminuído

Prado,Fernando José Gonçalves do; Vieira,Joaquim Edson; Benseñor,Fábio Ely Martins
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
86.06%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O comprimento da porção da cânula de intubação traqueal após o balonete de segurança pode ser reduzido, provavelmente sem influência deletéria na resistência ao fluxo de gases. O objetivo deste estudo foi determinar os efeitos dessa redução sob diferentes regimes de fluxo inspiratório. MÉTODO: Foram realizadas medidas de resistência fluxo de gases em cânulas com diâmetros internos de 7; 7,5; 8; 8,5; 9 e 9,5 mm. As medidas foram realizadas em cânulas com o comprimento padrão e com comprimento diminuído na altura do balonete de segurança. Os fluxos foram situados a 0,07 litros por segundo (L.s-1), 0,1; 0,2; 0,33; 0,5 e 1 L.s-1. RESULTADOS: As resistências obtidas são progressivamente menores para maiores diâmetros internos, mas maiores para um mesmo diâmetro submetido a fluxo mais intenso, em cânulas com comprimentos padrão ou reduzidos. As cânulas com comprimentos reduzidos têm menor ou igual resistência ao fluxo testado em cânula com igual diâmetro interno. CONCLUSÕES: As resistências se mostraram menores ou comparáveis nas cânulas de intubação traqueal com comprimento reduzido em relação ao tamanho padrão.

Emissão de gases do efeito estufa em diferentes usos da terra no bioma Cerrado

Siqueira Neto,Marcos; Piccolo,Marisa de Cássia; Costa Junior,Ciniro; Cerri,Carlos Clemente; Bernoux,Martial
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76%
A conversão de áreas nativas com o corte e queima de vegetação seguida do cultivo do solo resultam em mudanças na dinâmica da matéria orgânica do solo, com alterações nas emissões dos gases causadores de efeito estufa (GEE: CO2, CH4 e N2O) da biosfera para a atmosfera, que causam a elevação da temperatura média e, consequentemente, as mudanças climáticas globais. O objetivo deste estudo foi verificar as relações entre os fluxos de CO2, CH4 e N2O com a umidade, biomassa microbiana e as formas inorgânicas de N no solo com diferentes usos das terras no bioma Cerrado (Rio Verde, Goiás). O clima da região é do tipo Aw (Köppen-Geiger), e o solo foi classificado como Latossolo Vermelho distrófico caulinítico textura argilosa com vegetação original de Cerradão. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado (DIC), com quatro tratamentos (áreas): vegetação nativa - Cerradão (CE); pastagem (PA) de braquiária, semeadura convencional (SC) de soja; e semeadura direta (SD) de milho sucedido por milheto. As emissões anuais de CO2 e N2O não mostraram diferenças significativas entre os tratamentos; isso ocorreu devido à elevada variação nos fluxos dos gases em decorrência da sazonalidade no clima, com as menores emissões observadas durante o inverno...

Análise espacial de atributos do solo e correlações com fluxos de gases em diferentes sistemas de produção agrícola.

NOGUEIRA, S. F.; GREGO, C. R.; RODRIGUES, C. A. G.; GIMENES, F. M. A.; FURTADO, A. L. dos S.; BRANCALIÃO, S. R.; DEMARCHI, J. J. A. DE A.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 16., 2013, Foz do Iguaçú. Anais... São José dos Campos: INPE, 2013. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 16., 2013, Foz do Iguaçú. Anais... São José dos Campos: INPE, 2013.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM; p. 672-679.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.75%
2013

Avaliação da retenção de gases em camadas de cobertura de aterros de resíduos sólidos

Odete Holanda Mariano, Maria; Fernando Thomé Jucá, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.08%
As camadas de cobertura das células dos aterros para RSU funcionam como um isolante entre a massa de resíduos e o ambiente externo. Esta camada também é responsável por evitar a entrada de água na massa de resíduos, bem como, a saída de gases para a atmosfera. Esses fatos por si só, revelam a importância do correto dimensionamento e da adequada execução destes elementos dos aterros. A presente pesquisa aborda o comportamento do solo em relação à retenção dos gases pela camada de cobertura do Aterro de Resíduos Sólidos de Aguazinha PE, avaliando as características geotécnicas dos solos (tipo de solo, percentual de finos, permeabilidade ao ar, grau de compactação, grau de saturação e umidade do solo, além da espessura da camada e das pressões do gás no contato solo-resíduo. Para isto foram realizados 19 ensaios de placa de fluxo estática e medição de pressão e concentração dos gases no contato solo-resíduo, medição da espessura da camada em cada ponto e ensaios de caracterização, permeabilidade a água e ao ar dos solos da camada de cobertura. Também foram avaliadas as emissões dos gases pelos drenos do aterro e comparadas com as emissões pela camada de cobertura. Os ensaios de campo foram realizados no período de março de 2006 a novembro de 2007. No total foram realizados 315 ensaios de campo e laboratório. O solo utilizado na camada de cobertura é areno-argiloso ou argilo-arenoso. A espessura da camada variou entre 0...

Estudo da geração, percolação e emissão de gases no aterro de resíduos sólidos da Muribeca/PE

Jucá Maciel, Felipe; Fernando Thomé Jucá, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.09%
A emissão incontrolada de gases em aterros de resíduos urbanos localizados próximos a zonas urbanas é um grave problema sócio-ambiental bastante comum nas grandes cidades brasileiras. Diversos impactos ambientais a níveis local e global podem ser gerados a partir da contaminação do ar atmosférico. Localmente, a população circunvizinha ao aterro é a mais prejudicada em virtude da constante convivência com odores desagradáveis, gases inflamáveis e até componentes tóxicos presentes no biogás. A nível global, o lançamento do biogás na atmosfera é uma das formas antrópicas de contribuição ao efeito estufa. A principal forma de evitar a passagem aleatória do biogás para a atmosfera é constituindo um adequado sistema de cobertura dos resíduos. O principal objetivo desta pesquisa foi o desenvolvimento de técnicas de laboratório e campo para contemplar o estudo da geração, percolação e emissão dos gases na camada de cobertura da Célula nº 8 do Aterro da Muribeca/PE. Esta cobertura é constituída por uma camada heterogênea de solo argiloso compactado que se encontra não saturada durante a maior parte do tempo. A investigação laboratorial foi concentrada na realização de diversos ensaios de permeabilidade do solo ao ar por meio de um permeâmetro de parede flexível. Constatou-se que a permeabilidade do solo ao ar varia em função de diferentes parâmetros do solo...

Fluxo de gases de efeito estufa e estoque de carbono do solo em sistemas integrados de produção no sub trópico brasileiro

Piva, Jonatas Thiago
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
86.06%
Resumo: No Brasil a emissão de gases de efeito estufa tem como principal fonte as atividades ligadas ao setor agropecuário. Assim, buscam-se estratégias de produção que aumentem a quantidade de grãos, carnes e fibras de forma mais sustentável possível, aliado a preservação do ambiente. O objetivo do trabalho foi avaliar a dinâmica de carbono e o fluxo de gases de efeito estufa em sistemas integrados de produção. Foram utilizadas duas áreas experimentais. A primeira área pertence à UNICENTRO em Guarapuava-PR. O experimento consiste de doses de N, com e sem pastejo por ovinos, com três repetições, nesta área avaliou-se a emissão de gases de efeito estufa (GEE) durante um ano agrícola. A outra área de estudo pertence à Fazenda Modelo do IAPAR, em Ponta Grossa-PR. O experimento consiste de três sistemas de uso do solo em plantio direto: lavoura; integração lavoura-pecuária; integração lavoura-pecuária floresta, com três repetições, na qual avaliou-se a emissão de GEE durante duas safras agrícolas. As avaliações dos gases de efeito estufa nos dois experimentos foram realizadas utilizando o método da câmara + base estática. As amostras foram analisadas por cromatografia gasosa. Para determinar a concentração de carbono orgânico total (COT)...

Análise da indução de fluxo de ar por convecção livre em chaminé solar

Oliveira, Hugo Sergio Medeiros de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica; Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica; Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.96%
Experiments were performed to study the effect of surface properties of a vertical channel heated by a source of thermal radiation to induce air flow through convection. Two channels (solar chimney prototype) were built with glass plates, forming a structure of truncated pyramidal geometry. We considered two surface finishes: transparent and opaque. Each stack was mounted on a base of thermal energy absorber with a central opening for passage of air, and subjected to heating by a radiant source comprises a bank of incandescent bulbs and were performed field tests. Thermocouples were fixed on the bases and on the walls of chimneys and then connected to a data acquisition system in computer. The air flow within the chimney, the speed and temperature were measured using a hot wire anemometer. Five experiments were performed for each stack in which convective flows were recorded with values ranging from 17 m³ / h and 22 m³ / h and air flow velocities ranging from 0.38 m / s and 0.56 m / s for the laboratory tests and air velocities between 0.6 m/s and 1.1m/s and convective airflows between 650 m³/h and 1150 m³/h for the field tests. The test data were compared to those obtained by semi-empirical equations, which are valid for air flow induced into channels and simulated data from 1st Thermodynamics equation. It was found that the chimney with transparent walls induced more intense convective flows than the chimney with matte finish. Based on the results obtained can be proposed for the implementation of prototype to exhaust fumes...

Estudo de um sistema de limpeza de gases usando um lavador venturi de seção Circular

Gama, Marcella Santos de Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
85.82%
O lavador Venturi é um equipamento simples, de custo médio baixo e bastante eficiente, aplicado na remoção de material particulado e no controle da poluição. O objetivo deste estudo foi avaliar um sistema de limpeza de gás utilizando lavadores Venturi de seção circular na remoção de partículas de uma corrente gasosa. O material particulado usado nos testes foi o concentrado fosfático, com diâmetros médios de 2,21 e 9,06 μm. Eficiências globais de coleta foram obtidas realizando-se experimentos com velocidade do gás de 55,2 é 76,8 m/s, vazão de líquido de 340 e 500 mL/min e comprimento de garganta de 99 e 132 mm. Um planejamento experimental 24 foi feito e verificou-se que todas as variáveis e as interações da velocidade do gás com o comprimento da garganta e com a vazão de líquido tiveram efeito na remoção de partículas da corrente gasosa. A coleta das partículas de 2,21 μm apresentou uma faixa de eficiência de 53,8 a 86,8%, enquanto 53,4 a 96,5% de remoção foram identificadas para as partículas de 9,06 μm. A análise dos resultados mostrou que, como conseqüência de aumentos na velocidade do gás e na vazão de líquido, a eficiência de coleta crescia, já que quanto maior a vazão do líquido de lavagem maior a quantidade de água para ser atomizada...

Estoques de carbono e nitrogênio do solo e fluxo de gases do efeito estufa em solos cultivados com pinhão manso (Jatropha spp.); Carbon and nitrogen storage in soil and greenhouse gases emission in areas cultivated with Jatropha spp

Freitas, Rita de Cássia Alves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
85.85%
O cultivo de pinhão manso é indicado como uma opção multi-propósito já que além de ser utilizado como matéria-prima para produção de biodiesel, reduzindo as emissões de gases do efeito estufa (GEE) quando este biocombustível é utilizado em substituição aos combustíveis fósseis, também pode estocar C no solo. O objetivo geral deste trabalho foi avaliar o potencial de sequestro de C no solo em cultivos de pinhão manso, bem como as alterações na qualidade da matéria orgânica do solo (MOS). Para tanto, foram quantificados os estoques de C e N do solo e os fluxos de GEE em cultivos de pinhão manso. O cálculo das taxas de sequestro de C no solo foi efetuado pela diferença entre o acúmulo de C no solo e as emissões de GEE, expressos em C equivalente (C-eq). A qualidade da MOS foi avaliada por meio da análise isotópica, fracionamento físico, índice de manejo do C (IMC), grau de humificação (HFIL) e teores de C e N na biomassa microbiana. A conversão da vegetação nativa em agroecossistemas alterou a quantidade e composição da MOS nos biomas Cerrado, Mata Atlântica e Caatinga, especialmente nas camadas superficiais. O cultivo de pinhão manso manteve os teores e estoques de C e N do solo, independentemente do uso da terra anterior (pastagem...

Emissão de gases do efeito estufa em diferentes usos da terra no bioma Cerrado; Greenhouse gas emission caused by different land-uses in brazilian Savannah

SIQUEIRA NETO, Marcos; PICCOLO, Marisa de Cássia; COSTA JUNIOR, Ciniro; CERRI, Carlos Clemente; BERNOUX, Martial
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
86.01%
A conversão de áreas nativas com o corte e queima de vegetação seguida do cultivo do solo resultam em mudanças na dinâmica da matéria orgânica do solo, com alterações nas emissões dos gases causadores de efeito estufa (GEE: CO2, CH4 e N2O) da biosfera para a atmosfera, que causam a elevação da temperatura média e, consequentemente, as mudanças climáticas globais. O objetivo deste estudo foi verificar as relações entre os fluxos de CO2, CH4 e N2O com a umidade, biomassa microbiana e as formas inorgânicas de N no solo com diferentes usos das terras no bioma Cerrado (Rio Verde, Goiás). O clima da região é do tipo Aw (Köppen-Geiger), e o solo foi classificado como Latossolo Vermelho distrófico caulinítico textura argilosa com vegetação original de Cerradão. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado (DIC), com quatro tratamentos (áreas): vegetação nativa - Cerradão (CE); pastagem (PA) de braquiária, semeadura convencional (SC) de soja; e semeadura direta (SD) de milho sucedido por milheto. As emissões anuais de CO2 e N2O não mostraram diferenças significativas entre os tratamentos; isso ocorreu devido à elevada variação nos fluxos dos gases em decorrência da sazonalidade no clima, com as menores emissões observadas durante o inverno...

Fluxo de gases (CH4, N2O e CO2) em área de cana-de-açúcar sem queima irrigada com efluente de esgoto tratado.

NOGUEIRA, S. F.; CASTRO, B. S.; PAULA, A. M. de; GOMES, T. M.; DEON, M. D.; PEREIRA, B. F. F.; MONTES, C. R.; MELFI, A. J.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 32., 2009, Fortaleza. Fortaleza: UFC: SBCS, 2009. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 32., 2009, Fortaleza. Fortaleza: UFC: SBCS, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; p. 4
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.81%
O reuso agrícola de efluentes de esgoto tratado (EET) é uma prática de interesse ambiental e econômico, contudo, seu impacto em solos brasileiros ainda é pouco conhecido. Dentre as culturas com características favoráveis para o reuso agrícola, a cana-de-açúcar se destaca, por possuir elevado potencial para o cultivo irrigado e pela crescente expansão, incentivada pela produção de biocombustíveis. Com o objetivo de avaliar o efeito da irrigação da cana-de açúcar (Saccharum officinarum) com efluente de esgoto tratado sobre a emissão de gases (CH4, N2O e CO2) relacionados com o efeito estufa, foi conduzido um experimento em Piracicaba, SP, em área próxima a uma à estação de tratamento de esgoto (ETE). A avaliação das emissões foi conduzida 4 meses após a rebrota, referente à segunda soca da cana-de-açúcar. Não foram observados efeitos do manejo da irrigação com EET nos fluxos de CH4 e N2O a partir do solo. A irrigação com EET promoveu um aumento linear nas emissões de CO2 nas lâminas com 100% da Evapotranspiração da cultura (Etc) e de 200% da Etc, elevaram as emissões de CO2 em 33 e 146% pelo solo cultivado com cana de açúcar.; 2009