Página 1 dos resultados de 326 itens digitais encontrados em 0.032 segundos

Entre as palavras e a intervenção social: análise de uma trajetória individual em uma ação de educação ambiental interpretada a partir da filosofia da práxis; Between words and social intervention: analysis of an individual trajectory in an environmental education action interpreted from the philosophy of praxis

Malagodi, Marco Antonio Sampaio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.35%
Essa pesquisa aborda um esforço de compreensão e de elaboração da dialética de uma ação desenvolvida pelo autor no campo da educação ambiental, fazendo emergir os desafios da integração entre teoria e prática na produção científica. Embora não tenha se estruturado como uma pesquisa-ação, a investigação resultou no esclarecimento da distância que a separa daquela metodologia. O objeto da pesquisa foi inicialmente a trajetória do autor através do acontecimento do Curso de formação de agentes locais de sustentabilidade (2003-2004) promovido pela Universidade de São Paulo e financiado por uma empresa brasileira do setor de celulose e papel. Inicialmente pretendeu-se demonstrar a tese de que a pouca dedicação à dimensão teórica naquela prática (representada pelas imprecisões no uso das palavras que se empregava) poderia indicar uma obstrução significativa da dialética teoria-prática nas formas de pensamento-linguagem do autor, dificultando a reflexividade crítica que se pretendia alcançar neste processo formativo. Seguindo as pistas de uma pedagogia da práxis, desenvolveu-se um estudo filológico a partir das noções de dialética, filosofia da práxis e pedagogia, interrogando-se sobre o conceito de práxis. Essa investigação levou o pesquisador a revisitar algumas trajetórias de sua iniciação no campo da educação ambiental. Entre as interpretações que se tornaram possíveis na argumentação da tese...

Filosofia e práxis na América Latina: contribuições à filosofia contemporânea a partir de E. Dussel; Philosophy and praxis in Latin America: contributions to the contemporary philosophy from E. Dussel.

Pansarelli, Daniel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
76.13%
O situar-se explicitamente em uma área de concentração que interfaceia Filosofia e Educação caracteriza esta tese, desenvolvida a partir de estudos bibliográficos, essencialmente teóricos e subsidiariamente históricos, tomando como prioritárias as fontes primárias, especialmente as obras filosóficas de Enrique Dussel e de outros filósofos europeus e latinoamericanos por ele abordados. O autor em questão vem se dedicando desde a década de 1970 ao desenvolvimento de uma filosofia que guarde profunda relação com o contexto sóciohistórico latino-americano, tendo sua produção adquirido forma de uma filosofia da libertação. O esforço do presente trabalho destina-se, especialmente, à contribuição no sentido de sistematizar e melhor definir conceitos-chave desta expressão filosófica, em particular as noções de libertação, filosofia e metafísica esta estritamente compreendida como filosofia primeira. Para alcançar tais objetivos, o trabalho divide-se em duas partes, a primeira dedicada à explicitação dos fundamentos filosóficos, históricos e antropológicos da filosofia dusseliana, com destaque para sistematização esquemática e didática da original proposta de interpretação da história procedida pelo filósofo em estudo. Na segunda parte...

Ética, filosofia do direito e crítica: entre o marxismo e a pós-modernidade; Ethics, law philosophy and critics: from marxism to postmodernity

Silva, Silvio Julio da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.17%
Vivemos, atualmente, uma grande crise econômico-financeira que afeta alguns países do mundo ocidental. Zygmunt Bauman escreveu A ética pós-moderna há mais de duas décadas, denunciando a crise ética que já existia naquela época. Aliás, a própria noção de crise, segundo Bauman, havia mudado de referência semântica, de algo relativo a critério para algo que não vai bem. Tal mudança data da Revolução Francesa acompanhando o desenvolvimento do capitalismo. A expressão pós-modernidade e, depois, modernidade líquida, de que Bauman se utiliza decorre das transformações sociais resultantes do grande progresso tecnológico mundial e, que, nos últimos anos, faz com que tenhamos de viver sempre nos adaptando a transformações de formas de vida cada vez mais efêmeras. Essa denúncia de Bauman coincide com dois aspectos importantes do marxismo: de um lado, uma irracionalidade excludente do modo de produção capitalista, inclusive com a imagem da cobra devorando seu próprio rabo. De outro, a denúncia da Escola de Frankfurt, quanto à razão instrumental. Contrariamente à Escola de Frankfurt, que admitiu entre seus membros considerações psicanalíticas, como as contribuições de Eric Fromm, Wilhelm Reich e Herbert Marcuse...

Crítica imanente como práxis: apresentação e investigação no ensaio lukacsiano sobre a reificação; Immanent critique as praxis: presentation and research in Lukác's reification essay

Medeiros, Jonas Marcondes Sarubi de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.15%
Esta pesquisa trata da originalidade do modo de apresentação do ensaio Reificação e consciência do proletariado, núcleo do livro História e consciência de classe de Georg Lukács. Por meio da análise estrutural do texto e da leitura de sociólogos e filósofos clássicos alemães, de comentadores e de tradutores, concluiu-se que cada uma das três seções do ensaio sobre a reificação porta um andamento específico. A 1ª seção, O fenômeno da reificação, localiza a gênese histórica do comportamento reificado, contemplativo, em processos de racionalização formal. Já a 2ª seção, As antinomias do pensamento burguês, objetiva estabelecer um comportamento prático, não-contemplativo, por meio de um estudo literário do idealismo alemão que se estrutura como uma apresentação propriamente dialética, na qual figuras se sucedem umas às outras, em meio a interversões e viradas em direção a novos princípios. Por fim, na 3ª seção, O ponto de vista do proletariado, a história da filosofia se transforma em filosofia da história; Lukács realiza um estudo histórico centrado na categoria de possibilidade objetiva, inspirado por um procedimento weberiano; trata-se da apresentação de um juízo de imputação causal da práxis o comportamento prático...

O ensino da filosofia da educação no ensino medio de Campinas-SP : da crise de identidade a desestruturação institucional pos-LDBEN

Marcelo Donizete da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
O principio fundamental desta pesquisa é , dentro da perspectiva ética e política, discutir o ensino da Filosofia da Educação na realidade educacional do ensino médio, mais especificamente, o Curso Normal (magistério) das escolas da região Metropolitana de Campinas-SP. Pretendemos resgatar alguns dos contextos históricos (LDB 5692/1971 e 9.394/1996), que foram permeando a concepção desse ensino até a atualidade. O eixo norteador desta análise será a prática pedagógica, atuando na formação do futuro educador do ensino fundamental nos ciclos um e dois. Deste modo, ensinar Filosofia da Educação no contexto atual do ensino médio, significa fazer a crítica aos paradigmas de uma educação, que continua a excluir muitos do processo de ensino/aprendizagem. Esse mesmo sistema de ensino, utiliza-se dos ditames legais (LDB, p. ex.) da política educacional, para excluir dos currículos escolares a Filosofia, suprimindo de seu discurso, sua identidade crítica.; The principal this research is, into the ethical and political perspective, to discuss the Philosophy Education teach, in the reality educational high schools, more specifically Mastership, of the Campinas-SP Metropolitan region’s schools. We intend to ransom some historic contexts (LDB 5692/1971 and 9394/1996)...

A pratica do estagiando do magisterio na perspectiva da praxis educativa

Maria Eliza Brefere Arnoni
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.04%
Esse trabalho procurou desvendar a prática do estagiando do magistério, na perspectiva da práxis educativa, objetivando contribuir para uma necessária delimitação do objeto de estudo do Estágio. Para esse estudo optei pela análise do Estágio Supervisionado do CEFAM de Jales, por ser um curso de formação de nível médio, que desenvolve o Estágio ao longo do curso, e por propiciar condições para que o estagiando se dedique em tempo integral à sua formação, por meio de auxílio financeiro. Essa pesquisa procurou demonstrar a relevância de se colocar o trabalho do estagiando como objeto do Estágio. O estagiando ao depreender os estados qualitativos da sua prática e ao compreender esses estados no contexto de uma práxis crítica, pode, conscientemente, abandonar sua prática atual em favor de uma prática transformadora, apesar das limitações histórico-sociais.; This wor has aimed at revealing the pre-service elementary school teacher education practice, from the educational praxis perspective, and contributing for a necessary limitation of the object of study of the pre-service teaching practice. For developing such study, I have chosen to analyse the supervised preservice teaching practicum at the CEFAM of Jales...

A filosofia da praxis nos Cadernos do carcere; The philosophy of praxis in Prison Notebooks

Tatiana Fonseca Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
86.17%
Analisamos o contexto histórico em que nasceu a “filosofia da práxis” de Antonio Gramsci nos Cadernos do cárcere e a própria compreensão, na sua dimensão atual e nos seus limites, sobre história, economia, ciência, ideologia e política, intrínseca a sua concepção de mundo, ao seu marxismo. Consideramos para esse fim a importante influência científico-filosófica de Antonio Labriola, Georges Sorel, Benedetto Croce e Giovanni Gentile. Não isentamos da totalidade da discussão sobre o pensamento do autor sardo, e da construção de sua ética-política, a fundamental ascendência teórica de Nicolai Lênin e Rosa Luxemburgo, dentre outros autores. Conferimos também a oposição gramsciana ao materialismo vulgar, mecanicista, da II Internacional e, especialmente, ao marxismo de Nicolai Bukhárin, um movimento de idéias, que tem como epicentro o conceito de hegemonia, determinante para a configuração geral da teoria do comunista italiano.; It is the analised the historical context in which the “praxis philosophy” was born in Antonio Gramsci’s Prison Notebooks, but also the comprehension itself, in its outstanding dimension and limits, of history, economy, science, ideology and politics connected to its Marxist world conception. With this aim in mind...

Ensino de filosofia no nível médio : por uma cidadania da praxis; The teaching of philosophy at school : to a praxis citizenship

Edson de Souza Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.24%
O presente trabalho se propõe a analisar o papel do ensino de Filosofia na formação dos estudantes para o exercício da cidadania, visto ser este preparo a principal justificativa para a recente reincorporação da disciplina em caráter obrigatório no currículo das escolas de Ensino Médio. Para tanto, optamos por uma abordagem histórica da noção de cidadania, partindo da Antiguidade grega, passando pela Época Moderna, com destaque para as formulações de Hobbes e Locke, e culminando com a análise de como ela se manifesta atualmente nas políticas educacionais brasileiras, sobretudo a partir do final dos anos 1990. Esta análise debruçou-se prioritariamente sobre os seguintes documentos oficiais: a Constituição Federal de 1988; a LDBEN (Lei nº 9394/96), que estabelece as novas bases do que seria uma educação para a cidadania; os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN); as Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN+); as Orientações Curriculares Nacionais, entre outros. Procuramos demonstrar que tais políticas não proporcionam aos educandos uma efetiva emancipação, posto que se baseiam em uma concepção individualista da cidadania, a ?cidadania nova?, proposta pelos ideólogos do neoliberalismo e voltada à satisfação dos interesses e necessidades do capital. Em contraposição a essa concepção...

Filosofia da práxis e práticas pedagógicas de formação de trabalhadores

Ramos, Marise Nogueira
Fonte: Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação, UFMG Publicador: Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação, UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.1%
Este texto se propõe a discutir como a filosofia da práxis orienta filosófica, epistemológica e pedagogicamente um projeto ético-político de formação de trabalhadores na escola. Resgatam-se fundamentos da pedagogia histórico-crítica, argumentando-se que o trabalho e a produção são problemas da escola, pois estes expressam os momentos econômicos, sociais e culturais da sociedade no percurso da história. Demonstra-se que a finalidade profissionalizante que se agrega à proposta de formação integrada no Brasil é fruto de circunstâncias adversas do real e se justifica por razões econômicas, sociais e culturais. Porém, os princípios da filosofia da práxis não orientariam uma modalidade ou um tipo de oferta da educação básica ou profissional; antes, são princípios referentes à formação humana e, por isso, se disputa, no plano político, a possibilidade de serem apropriados pela escola. Apresenta-se uma abordagem pedagógica da concepção de Ensino Médio Integrado, vendo que o principal desafio é a relação entre particularidade e totalidade. Conclui-se sobre a pertinência de se tentar resgatar do materialismo histórico-dialético o seu fundamento, qual seja, a compreensão radical das relações sociais...

Filosofia da práxis e (neo)pragmatismo

Semeraro,Giovanni
Fonte: Editora Autores Associados Publicador: Editora Autores Associados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
96.22%
Este artigo apresenta-se como um contraponto às interpretações que evidenciam as convergências entre filosofia da práxis e (neo)pragmatismo. Embora não desconsidere alguns pontos de contato entre as duas concepções, ao resgatar a filosofia da práxis delineada por Gramsci mostra as profundas divergências entre este e o pragmatismo americano. Em seguida, analisa a filosofia de Rorty, que procura construir vinculações entre o pragmatismo, particularmente de Dewey, e o pensamento pós-moderno. São destacadas diversas contradições presentes nos escritos de Rorty, sua funcionalidade ao discurso dominante e o contraposto projeto de sociedade em relação às propostas político-pedagógicas que derivam de uma filosofia da práxis que vem se renovando no Brasil e na América Latina.

As representações sociais sobre a participação democrática de gestores de escolas públicas em Alagoas

Cruz Neto, Tiago Leandro da; Azevedo, Janete Maria Lins de (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
76%
Este trabalho é resultado do processo de doutoramento (2010-2014) cujo objetivo foi investigar e analisar as Representações Sociais (RS) de gestores de Escolas Públicas de Alagoas sobre a participação democrática. A tese foi a de que a representação da participação democrática é ancorada em experiências não democráticas. Desenvolvemos uma abordagem que levou em consideração elementos dos contextos macro (concepções de participação democrática que circulam nas representações coletivas, políticas públicas e seus contextos discursivos sobre a participação) e microssocial (ideias e experiências que circulam na realidade mais imediata dos sujeitos da pesquisa). Trabalhamos com conceitos da filosofia da práxis de Gramsci como hegemonia, Estado ampliado e ético-político; da Teoria das Representações Sociais (TRS) buscando destacar os elementos psicossociais caracterizando a ancoragem e a objetivação das representações sociais; consideramos, ainda, as ideias de democracia efetivamente participativa com hegemonia. Do contexto macrossocial, trabalhamos com políticas públicas da educação desenvolvidas durante os governos Lula (2003-2010). Do contexto microssocial, consideramos as características de uma cultura autoritária fortemente presente em Alagoas. De natureza predominantemente qualitativa...

Interpretação crítica do direito de propriedade imobiliária agrária a partir da filosofia da libertação de Enrique Dussel e do novo constitucionalismo latino-americano; Critical interpretation of agrarian property right from Enrique Dussel philosophy of liberation and the latin-american new constitutionalism

Freitas , Vitor Sousa
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Direito Agrário (FD); Faculdade de Direito - FD (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Direito Agrário (FD); Faculdade de Direito - FD (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.19%
The theme of this master thesis is the interpretation of the agrarian property, from constitutionalized legal grounds, based on the Philosophy of Liberation hermeneutic proposal developed by the philosopher Enrique Dussel and on the changes in the agrarian property caused by the Latin-American New Constitutionalism. The work aims to provide new foundations for the study of agrarian law, in a context of paradigmatic crisis, through the development of new theoretical models that rearticulate legal thought before institutional transformations. The research is theoretical and it is based primarily in the works of Dussel, and in the constitutions of Venezuela, Ecuador and Bolivia. It can be concluded, according to Dussel, that praxis is the foundation and condition to the understanding of subjects in community and that linguisticity, instrumentality, historicity and intersubjectivity are articulated in the necessarily intentional and projective constitution sense, in view of, ultimately, the care of specific needs of the subjects living in community. Law is constituted in the praxis of subjects such as mediation institutionalized by power to satisfy those needs in everyday life and in multiple fields of existence. The Philosophy of Liberation...

“Em que espelho ficou perdida a minha face?”: uma análise da condição da mulher nas “Obras do cárcere” de Antonio Gramsci

Mendes, Gigliola
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.25%
Esta pesquisa busca discutir a condição da mulher no sistema capitalista – que tem o modelo patriarcal de sociedade como um de seus alicerces – e analisar como esta questão se vincula à luta pela transformação da sociedade. Por isso, a reflexão propõe situar a questão da mulher no contexto das lutas de classes, optando por analisá-la, não na perspectiva das concepções feministas, mas da filosofia da práxis de Antonio Gramsci. Essa opção se justifica porque o filósofo, a despeito de seu pensamento ambíguo em relação à condição feminina, apresenta nas “Obras do cárcere” uma reflexão relevante sobre o tema. Tal reflexão aponta a origem da peculiar subalternidade feminina, que se perpetua no capitalismo, e a necessidade de se formar uma nova personalidade feminina como parte da reforma intelectual e moral – realizada pelos intelectuais orgânicos da classe trabalhadora –, com o objetivo de superar a hegemonia burguesa, para se construir uma nuova civiltà. Dessa forma, buscar-se-á investigar essa demanda do filósofo pela formação de uma nova personalidade feminina, para compreender se, por meio de suas categorias, é possível pensar na emancipação e na libertação da mulher no contexto do capitalismo...

Da theoria à filosofia da praxis: materialisno histórico (neo)gramsciano e realismo crítico como quadro teórico para a análise do tribunal penal internacional

Carreira, Bruno Miguel Góis
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 20/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.06%
Tese de Mestrado em Relações Internacionais; Esta dissertação consiste no exercício teórico de experimentar o materialismo histórico (neo)gramsciano e o realismo crítico como quadro teórico para a análise do Tribunal Penal Internacional. Nesta dissertação inclui-se uma análise do Tribunal Penal Internacional de ‘forma a’ testar aquela articulação teórica. A problemática teórica é enquadrada nos debates da teoria das relações internacionais. As questões da ontologia, da epistemologia, da estrutura e da ação, da teoria do imperialismo, são avaliadas. Avaliados os elementos da realidade do Tribunal Penal Internacional e as referidas problemáticas da filosofia da praxis, é introduzido como complemento necessário esta abordagem científica uma perspetiva de comunitarismo socialista.; This dissertation concerns the problematic of (neo)Gramscian historical materialism and critical realism as a theoretical framework for analyzing the International Criminal Court. This thesis includes an analysis of the International Criminal Court 'in order to' test that theoretical articulation. The theoretical problem is framed in the debates of international relations theory. The questions of ontology, epistemology...

FILOSOFIA DA PRÁXIS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE FORMAÇÃO DE TRABALHADORES / Philosophy of praxis and pedagogical practices of workers education

Marise Ramos; EPSJV/Fiocruz
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/force-download
Publicado em 29/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.21%
Este texto se propõe a discutir como a filosofia da práxis orienta filosófica, epistemológica e pedagogicamente um projeto ético-político de formação de trabalhadores na escola. Resgatam-se fundamentos da pedagogia histórico-crítica, argumentando-se que o trabalho e a produção são problemas da escola, pois estes expressam os momentos econômicos, sociais e culturais da sociedade no percurso da história. Demonstra-se que a finalidade profissionalizante que se agrega à proposta de formação integrada no Brasil é fruto de circunstâncias adversas do real e se justifica por razões econômicas, sociais e culturais. Porém, os princípios da filosofia da práxis não orientariam uma modalidade ou um tipo de oferta da educação básica ou profissional; antes, são princípios referentes à formação humana e, por isso, se disputa, no plano político, a possibilidade de serem apropriados pela escola. Apresenta-se uma abordagem pedagógica da concepção de Ensino Médio Integrado, vendo que o principal desafio é a relação entre particularidade e totalidade. Conclui-se sobre a pertinência de se tentar resgatar do materialismo histórico-dialético o seu fundamento, qual seja, a compreensão radical das relações sociais...

FILOSOFIA DA PRÁXIS E ENSINO INTEGRADO: PARA ALÉM DA QUESTÃO CURRICULAR / The Praxis Philosophy and integrated education: an ethical and political question

Ronaldo Marcos de Lima Araújo; UFPA; Doriedson do Socorro Rodrigues; UFPA
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.16%
Focamos neste artigo as práticas pedagógicas em educação profissional e problematizamos o suposto subjacente às políticas oficiais brasileiras de que o ensino integrado pode ser construído somente com processos de formação docente e com estratégias curriculares. A partir de uma pesquisa bibliográfica, apoiados na Filosofia da Práxis, sustentamos que a efetivação de estratégias de ensino integradoras do pensar e do fazer depende principalmente da existência de projetos políticos de transformação social, revelados em um posicionamento docente e no compromisso institucional com uma práxis pedagógica revolucionária.

ENSINO DE FILOSOFIA E PREPARO PARA A CIDADANIA NA LDBN (LEI N.º 9.394/96): UMA ANÁLISE À LUZ DA FILOSOFIA DA PRÁXIS DE ANTÔNIO GRAMSCI

Edson de Souza Almeida; Renê José Trentin Silveira
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.04%
A questão da cidadania e do preparo das pessoas para o seu exercício, temsuscitado grandes debates, tanto na sociedade política, quanto na sociedade civil.

CONTRIBUIÇÕES DA FILOSOFIA DA LIBERTAÇÃO PARA UMA EDUCAÇÃO LIBERTADORA

Sezyshta, Arivaldo José
Fonte: Universidade Federal da Paraíba/Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias Publicador: Universidade Federal da Paraíba/Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.97%
O presente texto dedica-se à Filosofia da Libertação, saber teórico que, nascido na América Latina, busca articular-se à práxis da libertação dos oprimidos. A partir de um recorte histórico, mostra que a busca pelo conhecimento é preocupação sempre presente na Filosofia, chegando aos dias de hoje, pautado pela Filosofia da Libertação no continente latino-americano, mas atrelado à superação de todas as opressões, engajado na construção do humano, contribuindo na construção de processos educacionais libertadores. Nesse labor, a ética joga papel decisivo, por possibilitar questionar o pensamento único, denunciando os mecanismos neoliberais de continuidade da dominação e da geração de novas vítimas. No campo da educação, a compreensão que se vislumbra é de que o potencial educativo está em diferentes atividades e situações e a educação escolar pode contribuir na construção de uma nova cultura, capaz de dar a palavra às vítimas, de escutar o outro, o silêncio do outro que foi silenciado. Nesse curto caminho, o texto explicita a crítica da Filosofia da Libertação à educação repetidora da opressão, reforçando a vigência e a atualidade de um pensamento que contribui na libertação do oprimido.

Educar para a vida: a formação filosófica na perspectiva da Filosofia da práxis

Said, Ana Maria; Mendes, Gigliola
Fonte: Filosofia e Educação Publicador: Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Dossiê; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.21%
Proposta de um modelo de formação filosófica de jovens do Ensino Médio inspirado na Filosofia da práxis de Gramsci. Formá-los na práxis teria como objetivo a sua elevação cultural, dando-lhes acesso aos códigos dominantes da sociedade em que vivem, o que os faria conhecer seus direitos e deveres e desenvolver a capacidade de exigi-los. Em tal perspectiva, o professor tem como desafios oferecer formação teórica aos seus alunos e educá-los politicamente para a transformação da sociedade.

PAULO FREIRE E ANTONIO GRAMSCI: A FILOSOFIA DA PRÁXIS NA AÇÃO PEDAGÓGICA E NA EDUCAÇÃO DE EDUCADORES

Mesquida, Peri
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.98%
Durante sua permanência no Chile (1964 – 1969), Paulo Freire reencontrou-se com o materialismo dialético e histórico e aprofundou as leituras das obras de Karl Marx e Friederich Engels. No entanto, entre os autores marxistas com os quais entrou em contato quem mais o impressionou foi Antonio Gramsci (1893 – 1937). Iremos, pois, neste artigo, aproximar conceitos de Gramsci com outros de Paulo Freire (1921 – 1997), à luz, no caso de Freire, em especial, da obra intitulada Pedagogia do Oprimido e, no que diz respeito a Gramsci, usaremos, em particular, os Quaderni del carcere, edição de 1975. Procuramos, também, verificar o que pensam Freire e Gramsci sobre a educação do educador. Freire começou a refletir sobre a educação e a colocar em prática suas ideias pedagógicas a partir, em especial, da metade da década de 1950, enquanto Gramsci, italiano, desenvolveu sua obra política, sociológica e filosófica, em particular, de 1916 a 1937. Freire centrou sua atenção sobre aqueles que ele chamava de “oprimidos” do capitalismo periférico, isto é, sobre aqueles a quem a “palavra havia sido negada”; Gramsci centrou sua reflexão e sua ação, particularmente, sobre os operários italianos e sobre os que sofriam a opressão fascista na Itália. Tanto em um caso quanto no outro...