Página 1 dos resultados de 121 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Confiança interpessoal, aceitação-rejeição parental e solidão na adolescência

Marques, Carolina Alexandra Lopes
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.69%
A presente investigação centra-se na análise da relação entre as crenças de Confiança Interpessoal – Teoria e Modelo de Rotenberg (Rotenberg, 1994; Rotenberg, Boulton & Fox, 2005; Betts, Rotenberg & Trueman, 2008) - a Aceitação-Rejeição Parental percebida - Teoria da Aceitação-Rejeição Interpessoal (Rohner, 2004) – a Solidão e o Desempenho Académico durante a adolescência. A amostra utilizada é constituída por 190 adolescentes com idades compreendidas entre os 13 e os 17 anos, a frequentar o 3º Ciclo de dois estabelecimentos públicos de Coimbra. Para analisar a relação entre aquelas variáveis foi utilizada pela primeira vez a adaptação portuguesa da escala Crenças Generalizadas de Confiança- Adolescência Tardia - CGC-A (Vale-Dias & Franco-Borges, 2014), além da Escala revista de Solidão da UCLA (Neto, 1989) e das escalas Perceção da Atitude do Pai – PAP e Perceção da Atitude da Mãe – PAM (Franco-Borges & Vaz-Rebelo, 2009). Elaborou-se também um questionário sociobiográfico de acordo com os propósitos da investigação e características da amostra, destinado à recolha de informação sobre o percurso e desempenho académicos e sobre o agregado familiar dos adolescentes. Os resultados obtidos revelaram uma associação positiva entre os níveis de Rejeição Parental percecionada e a Solidão. As crenças de Confiança Interpessoal diferenciaram-se em função dos alvos considerados: a Confiança nos Professores associa-se positivamente ao Desempenho Académico e negativamente à Solidão; a Confiança na Figura Materna associa-se negativamente à Rejeição Materna global...

Psicodinâmica de usuários de drogas: contribuições da avaliação psicológica".; Psychodinamism of drug users: psychological evaluation contributions.

Martins, Rodrigo Cesar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
26.66%
A adição a drogas psicoativas é um fenômeno que atinge todas as sociedades, causando sérios danos nos mais diversos contextos sociais. Avanços significativos no conhecimento sobre aspectos psicofarmacológicos e epidemiológicos da drogadição na atualidade, contudo, investigações relativas ao dinamismo psíquico dos usuários de drogas não se apresentam na mesma proporção. Mediante a gravidade e complexidade desta problemática, faz-se importante reunir indícios técnicos referentes à psicodinâmica destes indivíduos drogaditos, no intuito de compreender melhor o fenômeno. Diante destas considerações, objetivou-se avaliar as características psicológicas de usuários de drogas focalizando-se sua história de vida, desenvolvimento neuropsicomotor e dinâmica da personalidade. Foram avaliados 20 homens de 18 a 35 anos, sendo 10 usuários de drogas psicoativas (G1) há pelo menos um ano, que se encontravam em fase de busca de tratamento, recém ingressos em contextos de internação institucional, e outros 10 indivíduos não usuários de drogas (G2) que fizeram parte do grupo controle. Como recursos técnicos para a avaliação psicológica foram utilizados a entrevista semi-dirigida, o teste INV- forma C, as Figuras Complexas de Rey e o Psicodiagnóstico de Rorschach. A aplicação dos métodos avaliativos foi feita em duas sessões...

Imagens da paternidade: indícios de lugares ocupados pelo pai na psique de homens e meninos na contemporaneidade; Images of Fatherhood: Evidence of seats held by father in the psyche of men and boys in contemporary society

Covelo, Glaucya Hannah
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.02%
A relação com a figura paterna é de grande importância para o desenvolvimento dos indivíduos. Para a psicologia analítica, a necessidade de ter uma relação com um pai é arquetípica. Entende-se que a função paterna está ligada à lei e à ordem, e ao relacionamento do indivíduo com o mundo, entre outros. A literatura, em sua maioria, ainda trata a instituição familiar a partir do modelo da família tradicional, patriarcal e nuclear, que, no entanto, não mais é o único modelo encontrado na sociedade brasileira contemporânea. Esta pesquisa tem por objetivo geral identificar as imagens da figura paterna, produzidas por meio de desenhos da família com histórias de crianças do sexo masculino com idades entre 06 e 12 anos, e de indivíduos adultos do sexo masculino com idades entre 23 e 50 anos, estes últimos que tenham passado pela experiência da paternidade de ao menos um menino. São objetivos específicos deste estudo: localizar possíveis movimentos de reestruturação das funções tradicionalmente relacionadas à figura paterna e/ou averiguar meios pelos quais pais e filhos adaptam-se às novas configurações familiares; discutir as possíveis implicações e ressonâncias das ressignificações da figura paterna no desenvolvimento dos meninos; identificar como se expressam as imagens da paternidade de pais e filhos na sociedade atual. Os 20 colaboradores...

Paternidade e hospitalização infantil : como o pai vive a experiência de hospitalização de um filho?

Chemello, Mariana Reichelt
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.66%
O presente trabalho propõe uma revisão bibliográfica sobre a importância da figura paterna na hospitalização infantil. Para isso, consideramos relevante examinar a experiência da hospitalização para a figura do pai, bem como o significado dessa experiência para a criança e para a família desta. Enfocaremos a maneira como o pai vivencia a internação de um filho no ambiente hospitalar, buscando ainda um entendimento dos sentimentos paternos frente à doença e à hospitalização da criança enferma.Também abordaremos o modo como a figura paterna poderia ajudar na internação e na recuperação do filho. A fim de ilustrar alguns pontos apresentados na revisão bibliográfica, será apresentado um estudo de caso realizado na Unidade de Internação Pediátrica de um hospital da rede pública de Porto Alegre.

Vicissitudes da família de adolescentes agredidos pelo pai

Giraldi, Josemary
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 99 f.
POR
Relevância na Pesquisa
26.69%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Psicologia - FCLAS; Este trabalho tem por objetivo realizar uma leitura dos significados de violência familiar em adolescentes do sexo masculino, vítimas de violência física exercida pela figura paterna, considerando os espaços psíquicos. É uma pesquisa qualitativa e os participantes são constituídos de três adolescentes integrantes do Projeto Sentinela, no município de Godoy Moreira/PR, que visa dar assistência pedagógica, social e psicológica a adolescentes vítimas de qualquer forma de violência. As técnicas utilizadas são: entrevista semiestruturada, análise do prontuário do Projeto Sentinela para conhecimento da história de vida do adolescente, visita domiciliar e o genossociograma. O referencial teórico-metodológico utilizado é o psicanalítico, que considera os “não ditos” que se fazem presentes e a relação que se estabelece entre o participante e o pesquisador. Temas como adolescência, violência familiar, transmissão psíquica, o papel psicológico da família na atualidade e a aplicação da psicanálise no contexto social são discutidos na fundamentação teórica do trabalho, e possibilitam a análise do material obtido por meio das técnicas utilizadas. Os dados obtidos nos revelam uma postura de submissão diante da figura paterna e...

A influência do gênero e ordem de nascimento sobre as práticas educaticas parentais

Sampaio, Izabela Tissot Antunes
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 142 f.| grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.69%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.; A presente pesquisa teve como objetivo levantar dados sobre a influência do gênero e da ordem de nascimento dos filhos sobre as práticas educativas parentais, investigando também a percepção da preferência parental e a autodescrição de adolescentes. O modelo teórico utilizado para avaliar as práticas educativas inclui sete categorias: duas relativas a práticas denominadas positivas (monitoria positiva e comportamento moral); e cinco negativas (punição inconsistente, negligência, disciplina relaxada, monitoria negativa e abuso físico). Participaram da pesquisa 322 adolescentes entre 13 e 17 anos, sendo 59% do sexo feminino. Os resultados indicaram que as filhas avaliaram a figura paterna de forma mais negativa do que os filhos, não havendo diferenças na avaliação materna geral. As filhas primogênitas alegaram sofrer mais as práticas de punição inconsistente e abuso físico por parte das mães e dos pais; enquanto os filhos mais velhos julgaram apanhar mais da figura paterna. As filhas primogênitas obtiveram maiores valores para monitoria negativa paterna. Primogênitos de ambos os sexos diferenciaram-se dos demais grupos por acreditarem que existe preferência parental por um dos filhos...

Sintomatologia psicopatológica parental e problemas emocionais e comportamentais dos filhos em idade pré-escolar : o papel mediador da mind-mindedness materna e paterna

Maciel, Quéli Ferreira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia (área de especialização em Psicologia Clínica); A presença de problemas emocionais e comportamentais em idade pré-escolar pode afetar o desenvolvimento saudável da criança (Egger & Angold, 2006; Wichstrøm, Bergnielsen, Angold, Egger, Solheim, & Seveen, 2012). Estudos relatam uma prevalência significativa de perturbações psicopatológicas em crianças nesta faixa etária (Egger & Angold, 2006; Wichstrøm et al, 2012), pelo que se tem verificado numerosas investigações que pretendem determinar quais os fatores de risco e de manutenção associados ao desenvolvimento de sintomatologia psicopatológica nas crianças. Nesse sentido, a psicopatologia parental é um dos fatores mais investigados. A literatura demonstra, de forma consistente, que existe associação entre as perturbações psicopatológicas dos pais e dos filhos (Foster, Garber, & Durlak, 2008; Schreier, Wittchen, Hofler, & Lieb, 2008). No entanto, existe a hipótese desta relação não ser linear mas sim mediada por outros fatores. Assim, neste estudo, pretende-se verificar se a mind-mindedness materna e/ou paterna detêm esse papel mediador. Efetivamente, coloca-se a possibilidade da sintomatologia psicopatológica parental afetar a mind-mindedness das mães e/ou pais...

Representação materna, paterna e filial de crianças normais e deprimidas

Almeida, Ana Mafalda Guimarães Bello Pais de
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1994 POR
Relevância na Pesquisa
26.77%
Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica; Este estudo tem por principal objectivo a comparação das representações materna, paterna e filial de crianças normais (n = 41) e deprimidas (n = 16), bem como as dos respectivos pais e mães. Assenta no pressuposto teórico de que o sentimento fundamental do deprimido é o de insatisfação profunda e de que a baixa auto-estima é o traço dominante em qualquer tipo de organização depressiva. A avaliação das representações em causa foi feita através de do teste do desenho da família e de um questionário. Por si só, os desenhos permitiram-nos diferenciar mais claramente os dois grupos de crianças. No seu conjunto, os resultados dos dois instrumentos não revelaram diferenças significativas ao nível da representação materna das crianças normais e deprimidas, assentando esta quer na dimensão afectiva, quer na dimensão funcional. Quanto ao pai, é representado pelas crianças normais como uma figura de autoridade e simultaneamente como parceiro nos divertimentos dos filhos, estando este último aspecto claramente ausente na representação paterna das crianças deprimidas. Em termos gerais, as representações materna e paterna dos progenitores das crianças normais revelaram-se em consonância com as dos seus filhos. O mesmo se pode dizer em relação à representação materna das mães e dos pais das crianças deprimidas. No que respeita ao pai...

Paternidade responsável: problematizando a responsabilização paterna

Moreira,Lisandra Espíndula; Toneli,Maria Juracy Filgueiras
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.59%
Temos como objetivo neste artigo colocar em questão a responsabilização paterna, foco de algumas ações políticas. Em especial, tomamos em análise ações desenvolvidas no Rio Grande do Sul que objetivam, através da promoção da "Paternidade Responsável", um modo de prevenção da criminalidade. O objetivo é compreender como se constroem as argumentações que legitimam o investimento na figura paterna, sobretudo, o direcionamento em relação ao que é ser um pai "responsável". Focamos quatro pontos para a compreensão dessas ações: 1. a emergência do pai como objeto de investimentos; 2. a construção da relação causal entre ausência paterna e criminalidade; 3. os significados associados à responsabilidade, e 4. as imagens construídas nessas ações.

Mulheres e o abandono da figura paterna: considerações teórico-clínicas a partir da psicologia analítica

Lima,Antonio Paulo Pinheiro
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.56%
Este trabalho busca demonstrar, a partir de vinhetas clínicas, as consequências negativas trazidas na vida de mulheres pela experiência de terem sido abandonadas pela figura paterna. Neste estudo, o referencial teórico foi principalmente a psicologia analítica, além dos conceitos psicanalíticos de compulsão à repetição e melancolia. São também descritos os progressos alcançados no atendimento dos casos a partir da atuação psicoterapêutica baseada no método clínico junguiano. As conquistas obtidas, em termos gerais, dizem respeito a maior integração psíquica por parte dessas mulheres, que conseguiram estabelecer maior equilíbrio interno entre as polaridades masculina e feminina. Esse equilíbrio trouxe impactos positivos para elas, como melhora da autoestima e maior sentimento de autoconfiança, além de capacitá-las para o estabelecimento de relações afetivas mais saudáveis e menos calcadas em submissão e dependência.

Reflexões sobre o desamparo : a questão do pai na religião e na psicanálise; Reflections on the helplessness : the issue of the father in religion and psychoanalysis

Ésther Melo Shiga
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.32%
A partir de algumas questões trazidas pela clínica, este trabalho traz uma reflexão teórica sobre o que se passa com a "fé religiosa" no processo de análise. Como nos aponta Lacan ([1960] 2005), a psicanálise não apenas surge no meio judaico-cristão, mas toda sua referência ética gira em torno dessa tradição, assim como todas as questões a respeito da função pai. A morte de pai primordial anunciada pelo mito criado por Freud nos aponta o mito do nosso tempo: Deus está morto. No entanto após o assassinato do pai, os filhos, com saudades, criam um substituto - o totem - a primeira religião. Todavia a psicanálise nós aponta um outro caminho diante a falta do pai: realizar seu luto. Realizar o luto desse pai Onipotente é algo que se pode esperar de uma análise, e que pode colocar em jogo a relação do sujeito com a religião. O mito de Freud permite a Lacan afirmar, não apenas que Deus está morto desde sempre, mas que Deus é inconsciente, o que aponta a irrepresentabilidade de Deus ¿ muito diferente da figura do Pai zeloso que olha por nós - e supõe encarar a falta do pai como um fato de estrutura. A psicanálise dá assim um outro valor ao pai, ele ganha uma dimensão espiritual. No livro do Êxodo, Deus se apresenta como "ehyeh asher ehyeh"...

A função paterna e o desenvolvimento infantil : influência da gratificação parental e da presença versus ausência nos primórdios do auto-conceito da criança

Serôdio, Sofia Gonçalves
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009; No presente estudo, pretendemos analisar, em que medida, aspectos da paternidade como a gratificação parental denunciada na interacção precoce com a criança, bem como a presença vs ausência da figura paterna, poderão ter impacto ao nível do desenvolvimento da criança, mais especificamente no início da construção do seu auto-conceito. No trabalho participaram 39 crianças, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 4 e os 5 anos, bem como os respectivos pais. Para avaliar as diferentes dimensões que constituem o auto-conceito, utilizou-se a adaptação portuguesa da Escala de Auto-conceito para crianças em idade pré-escolar de Susan Harter (1984), e aos pais aplicou-se uma versão adaptada da Escala de Gratificação Parental desenvolvida por Berverly Fagot (1995). Os resultados foram sujeitos a uma análise diferencial e correlacional. As evidências apontam para a existência de uma forte associação entre a elevada gratificação parental e a presença paterna no núcleo familiar. Parece sobressair, ainda, uma forte ligação entre a aceitação que a criança sente por parte dos pares e a presença da figura paterna. Os dados sugerem...

Representações da figura paterna de crianças expostas à violência interparental: Estudo exploratório

Henriques, Maria José Figueiredo Diniz
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.93%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; A literatura evidencia a ausência de estudos sobre a qualidade da relação pai-criança em contextos familiares marcados por conflitualidade violenta entre as figuras parentais. Este trabalho pretendeu contribuir para a sua compreensão, estabelecendo como objectivo aceder às representações da figura paterna de crianças expostas à violência interparental. Foram realizadas entrevistas e aplicadas provas de desenho da família imaginada e real, a uma amostra constituída por cinco crianças em acolhimento em casa abrigo e cinco crianças em pós-acolhimento, com idades compreendidas entre seis e onze anos. Entrevistámos as suas mães para aceder às representações do ex-parceiro enquanto pai. O modelo teórico construído de acordo com a Grounded Theory, a análise das entrevistas às crianças, evidenciou a sua necessidade em manter separadas duas representações antagónicas da figura paterna. As crianças avaliaram alternadamente o comportamento do pai na conjugalidade e na paternidade, revelando capacidade para agir em conformidade com as suas reacções e humores. A clivagem permitiu-lhes manter a ligação ao pai e gerir um conflito de lealdades na fase em que viviam juntos. A separação dos pais e as actuais condições de vida contribuíram para uma focalização numa das facetas do pai. As crianças em acolhimento mantêm o foco na sua faceta violenta e procuram manter a distância...

Padres presentes: trabas culturales y tensiones de género: percepciones de paternidades presentes en discursos de padres solos

Espinosa Bobadilla, Isabel Angélica
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
26.72%
Magíster en estudios de género y cultura, mención ciencias sociales; El siguiente estudio trata acerca de las percepciones y representaciones socio - simbólicas de la paternidad vivida por padres, que se han hecho cargo de la crianza y cuidado de sus hijos/as, sin la presencia de la madresposa, debido a diversas causas que se abordan en la investigación, y que marcan la variabilidad de relatos que se exponen . En ese sentido, esta investigación busca dar cuenta y problematizar respecto de la posibilidad de una paternidad presente, teniendo como antecedente y referente el potente simbolismo del padre ausente en la cultura latinoamericana. Por lo tanto, más que buscar una continuidad o discontinuidad de un modelo hegemónico como ha sido la paternidad ausente de las familias nucleares, se intenta investigar la reelaboración de los discursos de los padres respecto de sus roles a partir de la oferta simbólica de discursos disponibles culturalmente. Se investigaron y compararon las valoraciones y percepciones en padres provenientes de las diferentes clases sociales, de tal manera de dar cuenta de la diversidad de maneras en que se expresan estas representaciones, y para ello se realizaron entrevistas en profundidad a 10 padres entre noviembre del 2004 y julio del 2005. A su vez buscamos desentrañar las reelaboraciones respecto de las conexiones que establecen los padres en sus prácticas con su masculinidad...

Construcción simbólica de la figura paterna a través de dos generaciones de varones heterosexuales de clase media habitantes de la ciudad de Concepción, Chile

Martínez-Conde Beluzan, Macarena
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
47.15%
Magíster en Estudios de Género y Cultura mención Ciencias Sociales; En el contexto de los estudios de género realizados hasta hoy, es un hecho que la producción intelectual es abundante en las problemáticas que afectan a las mujeres, quedando comparativamente postergada la atención al papel del hombre en la sociedad. Las reflexiones elaboradas respecto de la masculinidad presentan los defectos propios de aquello que no ha sido investigado por mucho tiempo. Esto afecta el conocimiento sobre el tema, principalmente porque la mayoría del material está elaborado por mujeres, siendo muy importante que los propios hombres se interesen por analizar su rol de género. Dentro de los estudios de la masculinidad uno de los temas que más llama la atención de los investigadores e investigadoras es la crisis que están viviendo los hombres contemporáneos a la hora de construir su masculinidad. Producto de los cambios socioculturales y económicos que han aparecido con el proceso de modernización, los roles femenino y masculino antes estereotipados y rígidos, han tenido que transformarse a fuerza. La mujer ha logrado acceder, de manera cada vez más masiva, a la mayoría de los espacios públicos, y el hombre ha visto cómo su espacio y sus funciones han ido cambiando. De esta manera...

A função paterna Compreendida através do psicodiagnóstico: um estudo de Caso.

Luiz, Sueli Ribeiro
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.86%
O presente artigo pretende analisar a Função Paterna no contexto do Psicodiagnóstico, bem como discutir a implicação da Função Paterna no desenvolvimento da personalidade do filho. Os objetivos específicos são: Verificar como a Função Paterna presentifica-se no Método do Rorschach e no Teste do H.T.P.: Casa - Árvore - Pessoa. Como apoio para a construção desse trabalho utilizou-se como método um estudo de caso no contexto da Avaliação Psicodiagnóstica. Os resultados mostraram a importância da figura paterna, e que sua influência está fortemente relacionada ao desenvolvimento emocional do filho, bem como em sua personalidade. A figura desse pai é vista com ambivalência pelo filho, ou seja, ora como protetor e educador, ora como rígido e austero e também como modelo de masculinidade.; Psicopatologia e Psicodiagnóstico; Universidade Católica de Brasília - UCB

Diacronia del gènere hospitalari i figura paterna. Anàlisi d’un cas : «House»

Tous Rovirosa, Anna
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2009 CAT
Relevância na Pesquisa
46.56%
L’article fa una anàlisi del gènere hospitalari nord-americà televisiu centrat en la sèrie House (House, M.D., Fox, 2004-). S’hi sintetitzen les característiques més rellevants de la sèrie pel que fa a la narrativa audiovisual i a les claus del seu èxit, i s’incideix especialment en la relació de la sèrie amb la resta de diacronia d’aquest subgènere dramàtic, així com en la multigenericitat estructural de la sèrie i la rellevància de determinats temes que n’asseguren l’esmentat èxit, com ara la figura paterna, un tema que articula els cinquanta anys d’existència del gènere hospitalari nord-americà.; This paper analyzes the hospital TV genre in the USA, especially the series House, M.D. (Fox, 2004). The programme’s most important features concerning the audiovisual narrative and its keys to success are presented as well as the relationship of this series to its own genre, a dramatic subgenre. The multiple genre-structure of House and the relevance of some themes —which are related to its success— are also studied. One example is the father figure, one of the themes that articulates fifty years of life of the hospital genre in the USA.

Tentativa de suicídio e ideação suicida na adolescência : Uma amostra clínica

Caldeira, Patrícia Isabel Beijoca
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; A fase conflitual da adolescência, torna-se preocupante quando o suicídio passa a ser a única alternativa para ultrapassar as dificuldades (WHO, 2014). As causas da tentativa de suicídio são multideterminadas, tendo diversos fatores que devem ser explorados mediante três ângulos, nomeadamente consoante uma 1) perspetiva individual; 2) uma perspetiva familiar e uma 3) perspetiva social (Sampaio, 1991). O objetivo do presente trabalho é analisar alguns fatores protetores e de risco numa amostra de adolescentes com ideação suicida e que cometeram tentativa de suicídio, recolhida num hospital público. Para além de uma análise detalhada destes fatores, tem-se como objetivo perceber qual o efeito do género e da idade na perceção que os adolescentes têm relativamente à sua relação com os familiares. Para a concretização destes objetivos contou-se com 271 adolescentes, 81 do sexo masculino e 190 do sexo feminino. Os resultados mais relevantes evidenciaram que continua a existir um maior número de tentativas de suicídio no sexo feminino; a maioria do diagnóstico sindromático é a depressão e ansiedade; as explicações e significados dos comportamentos suicidários continuam a evidenciar uma multidimensionalidade convergente em três níveis: social...

PERCEPÇÃO DA FIGURA PATERNA FRENTE AO ALEITAMENTO MATERNO

Cruz, Déa Silvia Moura da; Rocha, Isa Nery Silva Batista dos Santos; Marques, Daniela Karina Antão; Souza, Ilana Vanina Bezerra de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
Considerando a importância do Aleitamento Materno surgiu a necessidade de investigar a participação e a percepção dos pais diante da prática do Aleitamento Materno. Pesquisa do tipo exploratório- descritiva com abordagem qualitativa, realizada na Maternidade Frei Damião, no município de João Pessoa-PB com 10 pais em abril de 2011. Observou-se que a maioria dos pais se mostraram bastante interessados e empenhados em efetuar essa nova tarefa de auxiliar as esposas, pois conheciam as vantagens do aleitamento materno, porém, alguns deles não tinham tal conhecimento, e também não se incluíam nesta prática, referindo ser um momento apenas da mãe e do bebê. Existe a necessidade de inserir a figura paterna nas atividades de educação em saúde desenvolvidas durante o pré-natal e o puerpério, e as que se seguem na puericultura, uma vez que os cuidados com o bebê são de responsabilidade do casal.

Franz Kafka: a ultrapassagem da burocratização da instância paterna e da voz áfona do supereu; Franz Kafka: the passing of the father’s bureaucratization and of the super-ego silent voice

Rosa Vieira, Márcia Maria; UFMG
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares; Revisão de literatura Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.38%
Resumo: Este artigo apresenta e discute, especialmente com Walter Benjamim, a estrutura narrativa da poética de Franz Kafka evidenciando aí uma neutralização da instância narrativa que acaba promovendo uma burocratização da figura paterna e dando força à voz áfona do supereu. Posto isso, mostra com quais ardis o escritor os ultrapassa.Palavras-chave: Neutralização do narrador, voz áfona do supereu, ardis ficcionais.; This article shows that literary criticism (Benjamin, Blanchot, Gagnebin and Carone) read the bureaucratization of the paternal instance of Kafka’s poetics as a neutralization of the narrative voice and takes this, with psychoanalysis, as a manifestation of the silent voice of the superego (Lacan and Zizek). It discusses the differences between a version of the father whose Law joins the desire, and another, capricious and unreasonable, which serves jouissance. It ends questioning the function of literature to the Czech writer