Página 1 dos resultados de 153 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Seminário integrado : redes sociais virtuais e ferramentas colaborativas

Gonçalves, Luciana Barreto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.49%
A presente monografia propõe-se a analisar a utilização de Redes Sociais Virtuais e Ferramentas Colaborativas, Facebbok e o Google Docs., na disciplina de Seminário Integrado, introduzida no Ensino Médio Politécnico no Estado do Rio Grande do Sul, em 2012. Organizada em projetos e ministrada no turno inverso, essa disciplina gerou problemas relativos à frequência dos alunos, tornando-se necessária a criação de uma alternativa de comunicação e orientação entre as partes para interagir nos projetos. A pesquisa abarcou o período de abril a outubro de 2012. O método adotado foi o de estudo de caso combinado com o de pesquisa-ação, aplicado em duas turmas de 1ª série do Ensino Médio Politécnico da EEEM Guarani em Canoas/RS. A coleta de dados deu-se através de pesquisas qualitativa e quantitativa. A preparação, a formatação e as informações coletadas para este trabalho foram armazenadas desde abril de 2012, e durante o terceiro trimestre escolar, período compreendido entre setembro e outubro de 2012 ocorreu à execução do projeto, mediante a realização por parte dos alunos de uma pesquisa com tema livre realizada individualmente ou em duplas, contendo todos os elementos textuais previstos, utilizando o Facebbok e o Google Docs. como principal meio de comunicação e orientação. Os resultados demonstram que a FC...

Práticas colaborativas de escrita por meio de ferramentas da internet : ressignificando a produção textual na escola; Collaborative writing practices by means of internet tools : resignifying textual production at school

Petrilson Alan Pinheiro da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.97%
Esta tese de doutorado tem como objetivo descrever e analisar o processo de construção das práticas colaborativas de escrita de um grupo de alunos(as) do Ensino Médio, por meio do uso de algumas ferramentas da internet. Mais especificamente, esta investigação parte da análise de um corpus gerado a partir de um projeto de ensino de um jornal digital escolar desenvolvido numa Escola Estadual no município de Campinas - SP, entre os meses de agosto e dezembro de 2008, junto com um grupo de voluntários composto por dezenove alunos(as) do primeiro e segundo anos do Ensino Médio, e por um professor de língua portuguesa. O projeto de ensino consistia no trabalho colaborativo dos(as) alunos(as) no processo de produção das matérias a serem expostas no jornal online, a partir do uso de duas ferramentas digitais: a conversa instantânea e o correio eletrônico. Por meio do projeto de ensino, foi possível construir o corpus de análise desta pesquisa de doutorado, a partir dos registros gerados de quarenta e sete encontros online via conversa instantânea e de setenta e duas mensagens trocadas via correio eletrônico entre todos os participantes envolvidos na produção das matérias do jornal. Trata-se, portanto, de um tipo de pesquisa qualitativa...

Ambiente de trabalho colaborativo para o teletrabalho utilizando ferramentas freeware

Clementino, Nancy Viviana
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 104 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; Devido aos avanços das novas tecnologias e meios de comunicação muitas empresas estão adotando uma nova modalidade de trabalho: o Teletrabalho, também chamado trabalho a distância. O Teletrabalho é uma forma de trabalho descentralizada. Requer ferramentas colaborativas para que os trabalhadores, que se encontram geograficamente distribuídos, possam comunicar-se, trabalhar em grupo e possam compartilhar informação. Não só é preciso uma boa comunicação entre os teletrabalhadores como também é muito importante a participação e presença do telegerente ou líder do grupo. O monitoramento dos teletrabalhadores e o acompanhamento dos projetos são fundamentais para um bom desempenho das atividades da empresa. O presente trabalho apresenta um estudo sobre o Teletrabalho, sobre as interações e comunicação entre os integrantes da equipe e também mostra um levantamento de ferramentas colaborativas úteis para o Teletrabalho. Também especifica um ambiente de trabalho colaborativo onde os teletrabalhadores possam cooperar, colaborar, compartilhar idéias, realizar reuniões virtuais e para que o telegerente possa gerenciar e monitorar os projetos...

Ferramentas colaborativas da Web: um perfil de uso dos estudantes da Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina

Oliveira, Eduarda Bodaneze de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 74 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.83%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Curso de Biblioteconomia.; Nas últimas décadas, puderam-se verificar enormes mudanças nas relações sociais e grandes transformações nos sistemas de comunicação que tornaram mais rápidos os fluxos de informação por meio dos recursos da Internet. Neste contexto, surge, em 2004, o conceito de Web 2.0 (a Web colaborativa), com seus ideais de colaboração, interação e participação, trazendo consigo uma produção intensa de informação e a característica de organização em rede. Este trabalho caracteriza o uso de ferramentas colaborativas da Web pelos alunos do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina. Os objetivos específicos buscam caracterizar o perfil dos estudantes como usuários destas ferramentas, identificar suas áreas de interesse, indicar as ferramentas mais utilizadas e as principais finalidades de uso das redes sociais Facebook, Twitter e LinkedIn. Para tanto, utilizou-se de questionário objetivo como instrumento de coleta de dados de uma amostra de 113 alunos. Os dados foram analisados por meio de estatística simples e os resultados da pesquisa definiram um perfil dos estudantes de Ciência da Informação e indicaram assuntos...

Ferramentas colaborativas da Web 2.0: uso por alunos de pós- Graduação em ciência da informação para pesquisa bibliográfica

Neubert, Patrícia da Silva
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Relevância na Pesquisa
46.94%
TCC (graduação em Biblioteconomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis; As ferramentas para interação e comunicação social disponíveis na web favorecem a comunicação informal e a colaboração entre os membros da comunidade científica. O espaço colaborativo na Internet é amplificado pelo surgimento da Web 2.0. Esta pesquisa analisa o uso de ferramentas colaborativas disponíveis na web pelos alunos do Programa de pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina. Para cumprir os objetivos específicos de identificar o perfil dos alunos, o uso de ferramentas colaborativas, e o uso de ferramentas colaborativas para a construção do referencial teórico da pesquisa recorreu-se ao instrumento de coleta de dados na forma de questionário on-line. Os dados foram analisados por meio de análise estatística simples. Os resultados da pesquisa mostraram que com exceção das ferramentas Web 2.0 voltadas exclusivamente para uso científico, o uso da Web 2.0 é quase inexistente no que se refere a finalidades científico-acadêmicas # em especial para a obtenção de bibliografia por parte da população pesquisada. Conclui-se que a há um grande potencial de uso das ferramentas Web 2.0 para compartilhamento de informações e documentos de interesse científico-acadêmicos e para comunicação e colaboração entre os pesquisadores. As possibilidades oferecidas pelas ferramentas da Web 2.0 tem amplo potencial no que refere-se ao uso científico-acadêmico...

Desenvolvimento E Aplicação De Ferramentas Colaborativas Para A Gestão De Projectos Com Recurso A Análise EVM

João Pedro Vieira E Moreira; Ana Mateus; João Pedro Poças Martins
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.42%
Entre as abordagens globalmente aceites, as ferramentas de controlo, em particular as ferramentas Earned Value Management (EVM), assumem destaque na fase de execuexecuu monitorizaorizaatoriza as ferramentas Earned Value Management (EVM), assumem destaque os. Neste artigo prop, assumem destaque na fase de execuexecuu monitorizaorizaatoriza as ferramentas Earned Value Management (EVM), assumem destaque os.fase de execuexecuu monitorizas do Porto, E.M. no seu ciclo construtivo a fim de propor a modelarizaor dados mais adequada à sua realidade. Assim, a aplicação desenvolvida integra todo o ciclo de trabalho realizado na empresa, englobando as fases de Projeto, Aprovisionamento e Obras. A informaigo prop, assumem destaque na fase de execuexecuu monitorizaoro e controlo, e são um importante fator de auxílio para o gestor de projetos.fase de execubitla empresa Águas do Porto, E.M. no seu ciclo construtivo a fim de propor a meventivas. Com este trabalho pretende-se demonstrar a capacidade da t monitorizaoro e controlo, e são um importante fator de auxílio para o gestor de projetos.fase de execubitla empresa Águas do Porto, E.M. no seu ciclo construtivo a fim de propor requisitos de dados e desenvolver aplicações de gestão de projetos...

Uma Wiki na disciplina de TIC : um estudo no 9º ano de escolaridade

Álvares, Maria José Ferreira; Coutinho, Clara Pereira
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Competência Nónio Século XXI Publicador: Universidade do Minho. Centro de Competência Nónio Século XXI
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.7%
No contexto da sociedade do séc. XXI, urge estudar a forma como as ferramentas colaborativas podem contribuir de forma decisiva para enriquecer e diversificar o processo ensino-aprendizagem, fazendo das Escolas ambientes de aprendizagem abertos ao mundo. Nesta investigação, através de um estudo de caso misto, foi construída e dinamizada uma Wiki de turma e avaliado o seu impacto ao nível do interesse, empenho e motivação dos alunos que trabalharam em pequeno grupo, tendo sempre o professor como mediador das aprendizagens. Para avaliar as dimensões em estudo, utilizaram-se como instrumentos de recolha de dados uma entrevista focus groups, uma escala de diferencial semântico e uma grelha de análise da Wiki. Os resultados mostram que a utilização de ferramentas colaborativas online constitui uma mais-valia para ajudar alunos e professores na partilha de ideias e de dúvidas encorajando-os a aprender colaborando, cooperando, analisando, criticando, interagindo, e ajudando-se mutuamente.; In the context of the 21st century learning society, it is essential to study collaborative tools as means to enhance and diversify teaching strategies, making schools environments that are open to the ever changing world we live in. The mixed method case study presented in this article...

Estratégias colaborativas e ferramentas operativas para a prática do design: matriz de análise e avaliação de casos de estudo

Sampaio, João Nunes; Franqueira, Teresa
Fonte: Faculdade de Belas Artes, Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Belas Artes, Universidade do Porto
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
46.75%
Esta investigação centra-se na análise das estratégias colaborativas e ferramentas operativas de co-criação para a prática de design através do estudo de propostas desenvolvidas e implementadas em contexto real. Através da identificação de casos de estudos de base eminentemente colaborativa, circunscritos ao território europeu, foi definida uma matriz de catalogação e identificação que clarifica a origem das propostas: atelier de design, laboratório de investigação, social e comercial. Procedeu-se a métodos de investigação baseados em questinários abertos e entrevistas semidirectivas, pretendendo-se aferir informação em ordem à índole, processo (criativo e funcional) e estratégias de moderação das propostas. A primeira (índole) centra-se no campo de actuação da proposta e tipologia do processo; a segunda (operatividade) centra-se na evolução processual (criativo e funcional) e estratégias e ferramentas operativas utilizadas; por último (convivialidade) centra-se na tipologia de orientação da colaboração e contacto entre os actores. A tradução visual da dimensão individual e comparativa entre vários casos de estudo surge como um desafio que possibilite a identificação de modos de acção...

e-Liderança – Revisão de Literatura, Desafios e Orientações Futuras

Samartinho, João; Resende da Silva, Paulo; Faria, Jorge
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
36.32%
Este artigo apresenta uma revisão de literatura sobre o paradigma emergente e-Leadership (e-Liderança). Esta revisão encontra-se orientada para a compreensão do significado do termo e-Liderança e para seu o enquadramento com base no processo de influência social mediado por tecnologias que envolve a relação recursiva entre e-Liderança e tecnologia na transposição de equipas tradicionais face-to-face (f2f) para equipas virtuais (e-Teams) com a identificação de competências e caraterísticas dos e-Líderes. Procura-se igualmente interpretar ou entender uma eventual evolução do paradigma e como esta se pode caraterizar. Apresenta-se a forma como o termo “e-Liderança” é caraterizado ou definido pelos autores dos artigos analisados, passando-se de seguida à apresentação e caraterização dos relacionamentos identificados que traduzem a relação tecnológica e-Liderança versus equipa virtual (e-Team). Seguidamente é efetuada uma análise e enquadramento baseados nos artigos selecionados que traduz o conceito interpretado de e-Liderança enquadrado num contexto organizacional e onde se explana as relações de dependência do e-Líder com a tecnologia, nomeadamente ao nível das suas necessidades de aquisição de competências e de compreensão das equipes virtuais com que terá de lidar...

Enterprise 2.0 em Portugal

Mendes, Andreia Sofia Graça
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 29/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Estatística e Gestão de Informação; Considerado um conjunto de ferramentas e tecnologias colaborativas, a Web 2.0 é definida como uma nova plataforma de fácil acesso e utilização, que permite a partilha de informação entre pessoas e organizações, e onde o utilizador apresenta um novo papel, mais colaborativo, interactivo e importante, na passagem de conhecimento. Na literatura ainda parecem existir algumas dúvidas sobre o termo Web 2.0, se representa uma nova versão da Web ou se é apenas uma manobra de marketing para reposicionar um conjunto de funcionalidades que já existiam, mas que juntas apresentam outro valor. Ao nível organizacional, o conceito utilizado para a adopção e utilização de tecnologias e ferramentas Web 2.0 é Enterprise 2.0, tendo algumas empresas já percebido os benefícios associados à sua integração, outras ainda não.Devida à lacuna existente de estudos realizados em Portugal, e dada a importância que se tem vindo a dar em surveys e estudos de caso realizados ao nível mundial, não se poderia deixar de analisar a experiência portuguesa, com o objectivo de se perceber quais as ferramentas adoptadas...

Análise das práticas de aprendizagem colaborativas em redes sociais virtuais no ensino médio

Abreu, João Alberto Brito de
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.57%
O crescimento da rede mundial de computadores facilitou o fluxo de informação e massificou a busca pelo conhecimento, bem como a criação de ferramentas para a troca de informação. Com novos tipos de comunicação disponibilizados pela WEB, as ferramentas colaborativas se popularizaram possibilitando um uso mais frequente na sociedade. Juntamente surgiram as redes sociais virtuais que também expandiram os meios para acesso a informação, tendo como principal característica a interação entre pares, como uma elevada e concreta abertura para auxílio da aprendizagem colaborativa. Sabendo da possibilidade de uso das redes sociais virtuais para a aprendizagem colaborativa, o presente trabalho analisou a interação entre pares de uma rede social educativa (REDU). Para isso, utilizou-se um conjunto de técnicas na coleta de dados como análise da tarefa, análise das interações no ambiente da rede, entrevista individual, entrevista em grupo e aplicação de um questionário para identificar dificuldades encontradas no uso das ferramentas do groupware assíncrono REDU. O experimento foi realizado com uma turma de 30 alunos do ensino médio do Instituto Federal do Ceará Campus Crato. Como resultado, o presente trabalho gerou estilos de interação colaborativos que possibilitarão aos alunos interagirem entre si...

As plataformas colaborativas e de aprendizagem e as ferramentas de autoria de conteúdos educativos: estudo de caso num Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Gonçalves, Vitor
Fonte: Universitat Politècnica de València Publicador: Universitat Politècnica de València
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Muitos investigadores de Tecnologia Educativa defendem que o futuro da aprendizagem passa pelos conteúdos ou objetos de aprendizagem. Paralelamente, outros defendem que os contextos não podem ser menosprezados, pois os conteúdos só têm valor se usados em contextos de aprendizagem. A criação de objetos de aprendizagem pode ser concretizada em ferramentas de autoria genéricas para conceção de aplicações multimédia ou em ferramentas de autoria específicas para a criação de objetos de aprendizagem. O facto de algumas destas ferramentas terem uma curva de aprendizagem demasiado longa e de os custos inerentes a equipas multidisciplinares serem elevados limitaram o desenvolvimento de conteúdos e materiais didáticos durante muito tempo. Atualmente, temos ao nosso dispor uma panóplia de soluções gratuitas ou de código aberto, compatíveis com a norma SCORM (Sharable Content Object Reference Model), para o design ou projeto de cenários de aprendizagem, para a criação de conteúdos de aprendizagem e para a sua distribuição através ambientes virtuais de aprendizagem, muitas delas amigáveis e intuitivas para indivíduos com competências básicas em TIC. Em primeira instância, o objetivo deste artigo é esclarecer os conceitos de objeto de aprendizagem e de contexto de aprendizagem...

Aprendizagem Social nas Práticas Colaborativas: exemplos de ferramentas participativas envolvendo diferentes atores sociais

Bacci, Denise de La Corte; Universidade de São Paulo; Jacobi, Pedro Roberto; Universidade de São Paulo; dos Santos, Vânia Maria Nunes; Universidade de São Paulo
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.57%
A Aprendizagem Social contribui como proposta norteadora para a intervenção conjunta dos atores locais e disseminação de metodologias e atividades colaborativas em diagnósticos socioambientais. Tem como princípios o envolvimento ativo, a consulta e o acesso público à participação. Diversas ferramentas participativas foram desenvolvidas e vem sendo aplicadas dentro dos princípios da Aprendizagem Social, como: construção de agendas socioambientais locais, pesquisa-ação; jogos de papéis, world café; monitoramento participativo dos riachos e mapeamento socioambiental como (re)conhecimento local, aplicados em diferentes contextos e com grupos diferentes de atores sociais, visando sempre elaborar um diagnóstico participativo da realidade socioambiental para melhoria da qualidade de vida. O presente artigo apresenta uma dessas metodologias, a do mapeamento socioambiental, e dá exemplos de suas aplicações. 

Um levantamento sobre do uso de ferramentas da Web 2.0 entre os estudantes da Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina

Oliveira, Eduarda Bodaneze de; Universidade Federal de Santa Catarina; Dutra, Moisés Lima; UFSC
Fonte: Departamento de Ciência da Informação – UFSC Publicador: Departamento de Ciência da Informação – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2014v19n39p153 Nas últimas décadas, puderam-se verificar enormes mudanças nas relações sociais e grandes transformações nos sistemas de comunicação que tornaram mais rápidos os fluxos de informação por meio dos recursos da Internet. A ideia de uma Web 2.0 (a Web colaborativa) agrega ideais de colaboração, interação e participação que proporcionam, através de uma organização em rede, uma intensa produção de informação. Este trabalho analisa o uso de ferramentas da Web 2.0 pelos alunos do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina através da caracterização do perfil dos estudantes como usuários destas ferramentas, da identificação das áreas de interesse, das ferramentas mais utilizadas e das principais finalidades de uso das redes sociais Facebook, Twitter e LinkedIn. O estudo concluiu que há um grande potencial, dentro do segmento avaliado, para a troca de informações e difusão de conhecimentos através das ferramentas da Web 2.0. Além disso, estas ferramentas são vistas pelo público-alvo da pesquisa como sendo de grande utilidade, tanto para funções pessoais e de relacionamento quanto para interesses acadêmicos e profissionais.

Ferramentas de colaboração e gerenciamento tecnológico da informação em empresas de tecnologia Information collaboration tools and technologic information management in technology companies

Frainer, Juliana; Fontana, Glaucio Adriano
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Um estudo Multi casos, pesquisa qualitativa descritiva Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
Este estudo tem como objetivo apontar como o uso de tecnologias pode auxiliar em todo o processo decisório, especificamente por meio do uso de ferramentas de colaboração e gestão tecnológica da informação. Como referencial teórico aborda-se conceitos que tangem as esferas da Tecnologia da informação, sobre as redes sociais e as ferramentas para colaboração da informação. Por meio de uma pesquisa qualitativa descritiva elaborou-se um questionário em que foram analisadas três empresas do segmento de Tecnologia da Grande Florianópolis. Este estudo, referente ao uso de ferramentas colaborativas da informação, demonstra que existe uma similaridade entre o que é apontado na literatura e o que as empresas praticam, da mesma forma que as mesmas, têm ciência que o uso dessas ferramentas auxilia de fato, nos processos de tomada de decisão. This study serves the objective of  pointing out/expliciting how the use of various technologies  can assist in the whole decision making process specifically  by the use of information management. As a theoretic  reference, it approaches concepts that refer to the spheres  of Information Technology, in relation to the social nets and  the information collaboration tools. Using a descriptive  qualitative research a questionnaire has been elaborated in  which three companies of the Technology segment from  Grande Florianópolis were analyzed. This study  demonstrates that there exists similarity between what can  be appointed on literature and what the companies exercise...

Mídias sociais nas bibliotecas universitárias brasileiras Social Media in the brazilian university libraries

Calil Junior, Alberto
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Mapeamento de dados na web; Revisão de literatura Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
Apresenta os resultados da primeira etapa da pesquisa sobre o uso e as apropriações das mídias sociais pelas bibliotecas brasileiras que consistiu na identificação dos ambientes virtuais das bibliotecas das universidades federais do país e no mapeamento da adoção das mídias sociais pelas mesmas. Identifica as ferramentas colaborativas utilizadas por estas bibliotecas e apresenta analise quantitativa em torno da presença dessas ferramentas nos ambientes virtuais das bibliotecas. Conclui que o uso das mídias sociais nas bibliotecas analisadas ainda é percentualmente baixo, mas que há a necessidade de estudos qualitativos sobre a construção de ambientes virtuais pelas bibliotecas universitárias e sobre os usos e apropriações das mídias sociais por parte dessas mesmas bibliotecas.

Ferramentas colaborativas para bibliotecas Collaborative tools for library

Conti, Daiana Lindaura; Pinto, Maria Carolina Carlos
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
56.57%
Apresenta como se dá a economia colaborativa e de que maneira ela mudou a forma de criação e desenvolvimento de produtos e serviços. Aborda o conceito de web 2.0, tratada por nós como web colaborativa, e a transformação da biblioteca tradicional em uma biblioteca mais interativa e dinâmica. Traz os tipos ferramentas de colaboração mais utilizadas – como wiki, redes sociais, blogs, second life, dentre outras - e suas características. Abstract: Shows how  to give  the  economy and  collaborative way  that  it  changed the  way  of  creation  and  development  of  products  and  services.  It  addresses  the concept of Web 2.0, treated by us as a collaborative web, and the transformation of traditional  library  into a more  interactive and dynamic  library. Get  the  type most used collaboration tools - such as wiki, social networks, blogs, Second Life, among others - and their characteristics.

Literature and web 2.0: perception of students post-graduation in information science; La literatura y la web 2.0: la percepción de los estudiantes de post-grado en Ciencias de la Información; Pesquisa bibliográfica e web 2.0: percepção de estudantes de pós-graduaçao em ciência da informaçao

Neubert, Patricia da Silva; Rodrigues, Rosângela Schwarz
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.93%
The tools for social interaction and communication available on the web favoring informal communication and collaboration among members of the scientific community. This research examines the use of collaborative tools for students to graduate in Information Science. To meet the specific objectives: a) to identify the profile of the students, b) describe the use of collaborative tools and c) to verify the use of collaborative tools for building the theoretical framework of the research. Resorted to the questionnaire as a tool for data collection, whose analysis was done by descriptive statistics. The survey results showed that with the exception of Web 2.0 tools geared exclusively for scientific use, use of other Web 2.0 tools is irrelevant to getting bibliography. It is observed that 80% of respondents who use the portals of periodicals, nearly half use the platforms to the scientific community and e-mail to obtain references bibliographies. However, a wide range of respondents reported not using Web 2.0 tools - blogs, microblogs, social networks and social bookmarks - for organizing the contents of your academic interest.; Las herramientas para la interacción social y la comunicación disponibles en la web favorece la comunicación informal y la colaboración entre los miembros de la comunidad científica. Esta investigación examina el uso de herramientas de colaboración para que los estudiantes se gradúan en ciencias de la información. Para cumplir con los objetivos específicos: a) determinar el perfil de los estudiantes...

Um levantamento sobre do uso de ferramentas da Web 2.0 entre os estudantes da Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina

Oliveira, Eduarda Bodaneze de; Dutra, Moisés Lima
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 29/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Nas últimas décadas, puderam-se verificar enormes mudanças nas relações sociais e grandes transformações nos sistemas de comunicação que tornaram mais rápidos os fluxos de informação por meio dos recursos da Internet. A ideia de uma Web 2.0 (a Web colaborativa) agrega ideais de colaboração, interação e participação que proporcionam, através de uma organização em rede, uma intensa produção de informação. Este trabalho analisa o uso de ferramentas da Web 2.0 pelos alunos do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina através da caracterização do perfil dos estudantes como usuários destas ferramentas, da identificação das áreas de interesse, das ferramentas mais utilizadas e das principais finalidades de uso das redes sociais Facebook, Twitter e LinkedIn. O estudo concluiu que há um grande potencial, dentro do segmento avaliado, para a troca de informações e difusão de conhecimentos através das ferramentas da Web 2.0. Além disso, estas ferramentas são vistas pelo público-alvo da pesquisa como sendo de grande utilidade, tanto para funções pessoais e de relacionamento quanto para interesses acadêmicos e profissionais.Palavras-chave: Ferramentas Colaborativas. Tecnologias Web. Web 2.0. Ciência da Informação. Link para o texto completo (PDF)https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2014v19n39p153/26595

O Ensino e Pesquisa Ferramentas Colaborativas, Tecnologias Online, Tecnologias Colaborativas e Wikis: Um estudo sobre a utilização pela Acadêmia Brasileira.

De Muylder, Cristiana Fernandes; La Falce, Jefferson Lopes; Morigushi, Stella Naomi
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 23/12/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.92%
A partir do uso da Internet como ferramenta interna nas empresas e com vistas à armazenagem de informações e gestão do conhecimento das organizações, as tecnologias colaborativas passam a ser foco de novos estudos. Todo este ambiente de colaboração integrado, online, em massa, em constante atualização e revisão, pode levar a uma expansão do conhecimento e, portanto, pretendeu-se investigar: Como a academia define os termos: ferramentas colaborativas, tecnologias online, tecnologias colaborativas e wikis? O principal objetivo deste artigo foi identificar e analisar a inserção dos termos: ferramentas colaborativas, tecnologias online, tecnologias colaborativas e wikis, no evento EnANPAD a partir do ano 2006, por meio de uma meta pesquisa. Pode-se verificar por meio desta pesquisa bibliométrica que os termos mais usados são tecnologias colaborativas e wikis embora sua freqüência e tratamento sejam ainda pouco significativos dentro do total de artigos tratados na academia. Pode-se relacionar esta baixa concentração de estudos ao caráter inovador de sua adoção nas organizações.