Página 1 dos resultados de 257 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

"Habitando o mundo da educação em um currículo integrado de enfermagem: um olhar à luz de Heidegger" ; "Being in the world of education in a nursing integrated curriculum: a look in light of Heidegger"

Garanhani, Mara Lúcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.62%
O processo de uma implantação curricular tem mostrado o quanto uma transformação desta natureza envolve mudanças de paradigmas e de práticas profissionais e como estas mudanças interrelacionam-se à experiência pessoal de cada um e, ao mesmo tempo, às experiências de todos os participantes. Esta pesquisa buscou desvelar a experiência vivida por docentes e alunos que estavam habitando o mundo da educação em enfermagem no Currículo Integrado da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Trata-se de uma pesquisa qualitativa, orientada pela fenomenologia existencial-hermenêutica de Martin Heidegger. Para desenvolver este estudo foram realizadas entrevistas com dez docentes, que estavam atuando no Currículo Integrado e com dez alunos da primeira turma iniciada em 2000. A análise das entrevistas conduziu à construção de quatro estruturas, denominadas unificações ontológicas, que configuram o habitar do ser-docente e do ser-aluno no mundo da prática educativa em enfermagem, sob o olhar de cada um: A Abertura e Decisão para o Trabalho, que envolve o destinar-se e o distanciar-se da obra de ensinar e aprender; Habitando o Mundo Cotidiano da Prática Educativa de Enfermagem, que engloba o habitar o mundo na obscuridade e a busca da conformidade com este; Habitando as Relações...

À procura de sentido da atenção psicológica com adolescentes em privação de liberdade; Seeking sense in psychological attention for adolescents under freedom deprivation

Mosqueira, Sashenka Meza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.81%
Este trabalho apresenta investigação realizada a partir de interrogantes emergentes em projeto de Acompanhamento Psicológico oferecido para adolescentes em privação de liberdade. A prática clínica oferecida aos jovens insere-se no projeto de Atenção Psicológica em Instituições do Laboratório de Estudos e Prática de Psicologia Fenomenológica Existencial do IPUSP. Para contextualizar a construção da modalidade clínica em andamento no projeto retoma-se a história do laboratório e as origens teóricas da prática psicológica por ele desenvolvida. Esta re-visitação lança questionamentos às transformações ocorridas no campo do exercício clínico a partir do estudo e reflexão da Fenomenologia Existencial como referencial filosófico que influencia a pesquisa e intervenção em Psicologia. Após apresentação da história do projeto de acompanhamento, situa-se o leitor no contexto institucional em que este se realiza. Posteriormente, apresenta-se o caminho percorrido junto a adolescentes atendidos, ou em atendimento, no projeto de acompanhamento psicológico. A procura de sentido da atenção psicológica realiza-se pela via da análise interpretativa de narrativas de jovens que relatam o modo como compreendem sua experiência de atendimento. Diários de bordo de atendimentos e de supervisão do projeto oferecem-se como complemento dessas narrativas na tessitura de sentido da ação clínica realizada em instituição para jovens que cumprem medida sócio-educativa de internação.; This work presents an investigation based on questions that emerged from a research on Psychological Accompanying Project for adolescents under freedom deprivation. The clinical practice offered to the juveniles is a part of a Psychological Attention Project at Institutions of the Laboratory of Studies and Practices on Existential Phenomenological Psychology of the IPUSP. In order to contextualize the development of the projects ongoing clinical approach...

Vivenciando o mundo da avaliação em um currículo integrado de enfermagem: uma abordagem à luz de Heidegger; Experiencing the world of evaluation in an integrated nursing curriculum: an approach in light of Heidegger

Kikuchi, Edite Mitie
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.62%
As reformas curriculares realizadas pelas escolas de enfermagem nos cursos de graduação nos últimos anos desencadearam mudanças nos elementos constitutivos de um currículo. Novas práticas de ensinar, aprender e avaliar foram incorporadas e vivenciadas por alunos e professores. Esta pesquisa buscou desvelar e compreender o sentido da avaliação para alunos e professores que vivenciavam a experiência de um Currículo Integrado em enfermagem em uma universidade pública. É uma pesquisa qualitativa orientada pela fenomenologia existencial de Martin Heidegger. Para a coleta de dados foram realizadas entrevistas com onze professores e onze alunos do curso de graduação em enfermagem. A análise dos dados possibilitou a construção de três unificações ontológicas que configuram o sentido da avaliação para o ser-aluno e ser-professor que vivenciavam o mundo da educação em um Currículo Integrado, sob a visão de cada um: A ocupação no mundo circundante da avaliação, que trata do movimento do ser-aluno e serprofessor nos modos de ser próprio e impróprio e destaca a manualidade dos instrumentos que se encontram à mão nesse mundo; A apropriação da avaliação como preocupação, que envolve o cuidado com a avaliação e com as relações estabelecidas entre os seres que são-no-mundo-com-outros nesta prática; e A apropriação do ser-si-mesmo no mundo da avaliação...

Um serviço de atenção psicológica à terceira idade: à pro-cura da demanda; A Psychological Attention Service for Elderly People: searching for demand

Duarte, Luciene Freitas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.74%
Este trabalho apresenta um serviço como uma pesquisa participativa interventiva que objetiva compreender possibilidades de atenção psicológica à Terceira Idade a partir da demanda dessa população. Como prática clínica integra o Projeto de Atenção Psicológica em Instituições do Laboratório de Estudos e Prática em Psicologia Fenomenológica Existencial do IPUSP. A ênfase na compreensão da demanda dos próprios idosos visa dar voz a essa população, permitindo a reflexão sobre o fazer do psicólogo junto à Terceira Idade, através de pro-vocações surgidas nessa experiência. Pautado na fenomenologia existencial que visa o homem como ser-no-mundo-com-outros, o serviço, enquanto atenção psicológica, referencia-se no Plantão Psicológico enquanto modalidade de intervenção, pois apresenta como elemento pertinente a atitude clínica do plantonista: disposição afetiva para acompanhar quem procura por esse espaço, chamando por sua demanda enquanto testemunha seu caminhar no momento da procura. A pesquisa interventiva participativa foi escolhida como possibilidade de investigação e de intervenção: fazer saber psicológico em ação. O registro da pesquisa foi feito por diário de bordo, visando a escritura das afetações provocadas nos encontros com os participantes no acontecer da pesquisa. A historicidade revisitada por meio da rememoração e revivência dos registros...

Do inominável à pro-ducção de sentido: o plantão psicológico em hospital geral como utensílio para a metaforização da crise pelo trágico; From The Nameless To The Sense Pro-Duction: Psychological Attendance In A General Hospital As A Tool To Metaphorize Crisis By The Tragedy Comprehension

Cautella Junior, Walter
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.62%
Este trabalho intenta tematizar a questão da crise através da prática de Plantão Psicológico, tendo como cenário o hospital geral universitário (HU) da Universidade de São Paulo (USP). Acompanhando pacientes e equipe de saúde do hospital, os psicólogos experienciaram muitas situações de crise, tais como aquelas expressas pelo gênero dramático. Suas experiências levaram a compreender tal prática por meio de uma analogia. Escolhe-se a tragédia grega como fio condutor para esta pesquisa, uma vez que este gênero literário do século V a. C. possui um caráter de transcendência histórica, trazendo em seu bojo a possibilidade de traduzir e desvelar aspectos da experiência humana nas situações críticas. Artisticamente, o drama se reporta a uma situação em que o protagonista encontra-se em uma encruzilhada do destino, submetido a uma circunstância de perda de liberdade por um advento imponderável e convocado a empunhar sua responsabilidade na direção do sentido de sua existência. A metodologia de pesquisa se assenta no olhar da fenomenologia existencial. Sendo assim, afasta-se de procedimentos ou instrumentais pré-definidos, partindo, como propõe M. Heidegger, do questionamento do ser. Elege-se a narrativa de atendimentos realizados por psicólogos plantonistas nos vários espaços do HU...

Por entre fios e buracos: uma experiência para construção de uma rede de atenção a saúde no IPUSP; Among threads and holes: an experience on building a network of health care at IPUSP

Chohfi, Laiz Maria Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.85%
Esta pesquisa pretende problematizar a construção de redes de atenção na prática psicológica em instituições. Para tal, seu foco principal é investigar a possibilidade de construção de uma rede entre os serviços de atendimento do CEIP (Centro Escola do Instituto de Psicologia) da Universidade de São Paulo. A importância da construção de uma Rede de Atenção em saúde ficou evidente a partir do trabalho desenvolvido pelo LEFE, laboratório que suporta projetos de intervenção em modalidades de Aconselhamento Psicológico à luz da Fenomenologia Existencial. A ampliação destas modalidades oferece-se como um terreno fértil para a criação de propostas de prática psicológica que garantam um atendimento efetivo à comunidade. Ao mesmo tempo, traz à tona a dificuldade de encaminhamento de clientes que requeiram outros tipos de atendimento; desse modo, impõe-se a necessidade da formação de uma rede, envolvendo profissionais de saúde, educação e de outras áreas de conhecimento. Tendo como utensílios principais a Fenomenologia Existencial, como proposta por Martin Heidegger e Hannah Arendt e os escritos de Walter Benjamin acerca da narrativa, buscou-se conhecer, através de cartografia clínica, os serviços e laboratórios do CEIP/USP pela narrativa dos atores sociais que deles fazem parte. Foram realizadas entrevistas com docentes e técnicos...

Entre aprender e ensinar, supervisão de campo: possibilidade de palavras para ser, pertencer e multiplicar na atenção psicológica; Field supervision between learning and teaching: possibility for words to be, to belong and to multiply at psychological attention

Costa, Ana Clara Hermogenes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.85%
Em 2007, a partir de um pedido da diretoria do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (HU-USP) ao Laboratório de Estudos e Prática em Psicologia e Fenomenologia Existencial (LEFE-PSA/IPUSP) por cuidado psicológico para as equipes de saúde do Pronto Socorro e Unidade de Terapia Intensiva, nasce o projeto de Atenção Psicológica nessa instituição. Diante deste pedido, um grupo composto por estagiários da graduação, supervisor de projeto e supervisor de campo adentrou o hospital pela perspectiva da cartografia clínica com objetivo de conhecer a demanda a partir dos atores institucionais. Mostrou-se emergente a necessidade de atenção psicológica não apenas para aos profissionais de saúde, mas aos demais atores da instituição (pacientes, familiares, vigilantes, auxiliares de serviços gerais, etc.). Neste contexto, surge o Plantão Psicológico como proposta interventiva. O plantão configura-se como um espaço de cuidado a partir da disponibilidade do plantonista colocada a serviço daquele que demanda por cuidado; é uma experiência clínica que se diferencia de outras modalidades pela peculiaridade de seu setting terapêutico ser a atitude clínica do plantonista: a sede do próprio plantão permite essa atenção acontecer nos mais diversos espaços e com duração variada. Essa experiência coloca os alunos em contato com uma realidade profissional de uma área ainda em construção quanto ao lugar do psicólogo como profissional de saúde no contexto hospitalar. A pesquisa ora apresentada volta-se para a supervisão de campo como prática clínico-pedagógica...

O mundo do texto e a psicoterapia fenomenológico-existencial

Sousa, Daniel Cunha Monteiro de
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
46.73%
A fenomenologia hermenêutica tal como proposta por Paul Ricoeur é objecto de análise, em particular, a sua raiz heideggeriana e a noção de mundo do texto. Dois problemas são colocados ao terapeuta; o afastamento do modelo dialogal e a recusa da hermenêutica de uma psicologia do sujeito. O paradigma textual é então exposto em analogia com a acção humana, englobando uma resposta à problemática entre explicação e compreensão. Os contributos do autor são colocados em discussão com uma psicologia de cariz cultural, defendida por Jerome Bruner, e, com o campo psicoterapêutico, nomeadamente, com as abordagens fenomenológico-existenciais. ***** ABSTRACT ***** Hermeneutical phenomenology as put forward by Paul Ricoeur is subject to analysis, mainly when it comes to its heideggerian roots and the notion of the world of text. The therapist is therefore confronted with two problems: moving away from the dialogue model and refusal of hermeneutics to accept a psychology of the subject. The textual paradigm is then compared with human action thus encompassing a response to the problem posed by explanation versus understanding. The author’s contributions are compared against Jerome Bruner’s cultural psychology and psychotherapy...

O mundo do texto e a psicoterapia fenomenológico-existencial

Sousa, Daniel; ISPA-IU
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/2004 POR
Relevância na Pesquisa
46.73%
A fenomenologia hermenêutica tal como proposta por Paul Ricoeur é objecto de análise, em particular, a sua raiz heideggeriana e a noção de mundo do texto. Dois problemas são colocados ao terapeuta; o afastamento do modelo dialogal e a recusa da hermenêutica de uma psicologia do sujeito. O paradigma textual é então exposto em analogia com a acção humana, englobando uma resposta à problemática entre explicação e compreensão. Os contributos do autor são colocados em discussão com uma psicologia de cariz cultural, defendida por Jerome Bruner, e, com o campo psicoterapêutico, nomeadamente, com as abordagens fenomenológico-existenciais.

Pressupostos de uma avaliação de contexto existencial da violência escolar para o planejamento de condutas motoras educacionais voltadas para pré-adolescentes de classes de progressão

Fajardo,Indinalva Nepomuceno; Silva,Íris Lima e; Pinto,Fátima Cunha Ferreira; Beresford,Heron
Fonte: Fundação CESGRANRIO Publicador: Fundação CESGRANRIO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.65%
As condutas violentas de crianças, de pré-adolescentes e de adolescentes, em situação de risco social, têm-se constituído em um fenômeno de natureza moral que vem se alastrando nos últimos anos no Brasil. Tal fato tem atingido diferentes instâncias da sociedade brasileira, dentre estas, muitas escolas, constituindo-se em um grande desafio e preocupação para a sociedade e, mais especificamente, para os responsáveis por estas instituições. Por este motivo vem sendo objeto de políticas públicas que, de alguma maneira, buscam apresentar alternativas estratégicas para a solução de um problema de tal magnitude. Sendo assim, este trabalho teve por objetivo apresentar uma reflexão acerca do assunto, apresentando uma avaliação de contexto existencial de violência que pudesse contribuir com alguns pressupostos para o planejamento de condutas motoras educacionais voltadas para pré-adolescentes com atraso no desenvolvimento cognitivo e que, por isto mesmo, encontram-se matriculados em classes de progressão. Tal avaliação foi desenvolvida a partir de uma compreensão fenomenológica existencial dos entes pré-adolescentes de 9 a 12 anos de idade, matriculados na referida classe da Escola Municipal Dr. Mário Augusto T. de Freitas...

A abordagem proibicionista em desconstrução: compreensão fenomenológica existencial do uso de drogas

Sodelli,Marcelo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.86%
O presente artigo pretende, por meio do pensamento da fenomenologia existencial, desconstruir o modelo proibicionista ao uso de drogas. Ao compreender o homem como um ser inacabado, sempre entregue ao seu próprio cuidado, o estudo caminhará na direção de demonstrar a incompatibilidade dos objetivos proibicionistas com o modo singular de ser do homem. Demonstraremos que é a própria condição existencial do homem que gera o que nomearemos como "vulnerabilidade existencial", condição esta impossível de ser modificada. Com efeito, argumentaremos que qualquer abordagem preventiva que tenha como princípio fundamental erradicar o uso de drogas já estaria fadada ao fracasso. Fundamentando-nos ainda neste posicionamento, rejeitaremos a compreensão proibicionista que o "uso de drogas" é sempre e invariavelmente um comportamento desviante (patologia). Por fim, o estudo aponta para a importância do desenvolvimento de uma nova abordagem preventiva que absorva de modo integral a singularidade da condição humana (vulnerabilidade existencial), rompendo definitivamente com os preceitos proibicionistas, a saber, a abordagem de redução de danos.

Análise da escolha profissional: uma proposta fenomenológico-existencial

Feijoo,Ana Maria Lopez Calvo de; Magnan,Vanessa da Cunha
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.74%
Este artigo tem como objetivo mostrar a possibilidade de uma práxis em Psicologia, anteriormente denominada orientação vocacional, acontecer a partir da perspectiva fenomenológico-existencial, que recebe a denominação análise da escolha profissional. Duas temáticas presentes na análise da escolha profissional são análise e escolha, em substituição aos termos orientação e vocação da proposta de orientação vocacional. Essa prática aponta o caráter de determinação da escolha pela vocação e uma atuação que orienta a conhecer a verdade acerca do caminho a seguir. Os termos análise e escolha são relevantes para marcar o que está em questão em uma análise da escolha, que tem como fundamentos a fenomenologia, a hermenêutica e a analítica da existência. A prática da análise da escolha profissional será relatada em meio a fragmentos de relatos clínicos. Por fim, apresentaremos alguns trechos do poeta Rilke em Cartas a um Jovem Poeta, para assim poder mostrar elementos de uma análise que muito se aproxima daquela por nós proposta.

Bases do pensamento fenomenológico e existencial em William James

Feijoo,Ana Maria Lopez Calvo de
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.86%
Neste artigo, temos por objetivo investigar os fundamentos e as bases do pensamento fenomenológico e existencial advindos da Psicologia de William James no que diz respeito à noção de consciência, método e prática clínica. Para tanto, analisamos algumas obras de James e dividimos as suas propostas em três momentos distintos: pragmatismo, funcionalismo e empirismo. Por meio das elaborações em cada um desses momentos, tentamos esclarecer os pontos de encontro e os pontos de desencontro com os pensamentos fenomenológico e existencial. Concluímos que o ponto de encontro diz respeito à tentativa de não objetivação da consciência. Quanto ao desencontro, consideramos que James ainda toma a consciência como objeto da Psicologia e que a fenomenologia e as perspectivas existenciais se afastam da ideia de objeto, uma vez que não consideram a consciência contraposta ao mundo. Outro desencontro apresenta-se na acentuada divergência entre James e o pensamento fenomenológico e existencial no que se refere ao método e à prática bem como aos objetivos da clínica.

A dicotomia consciência mundo em Merleau-Ponty, uma tentativa de superação na fenomenologia da per- cepção

Luiz de França Filho, José; Di Matteo, Vincenzo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.85%
A presente pesquisa procura abordar a filosofia de Maurice Merleau-Ponty, levando-se em questão a problemática da dicotomia consciência mundo, na Fenomenologia da Percepção . Descreve-se, desse modo, a experiência perceptiva enquanto ato primordial da relação subjetiva do homem com mundo, isto é, do sujeito com o seu exterior. A percepção em Merleau-Ponty, nessa perspectiva, se transforma numa modalidade original da consciência consciência perceptiva ; de um sujeito situado corporalmente no mundo, já que uma filosofia que trata da relação interior exterior, através de uma abordagem fenomenológico-existencial, encontra, inevitavelmente, o problema do corpo. Trata-se, portanto, de uma investigação sobre a fenomenologia da percepção de Merleau-Ponty, em que a teoria da percepção configura-se inteiramente numa teoria do corpo: do corpo-próprio enquanto lugar da simbólica geral do mundo; onde o corpo é tomado como o liame que ata a consciência ao mundo, presentificando, espacialmente, o sujeito; onde o corpo, ainda, é tomado como uma unidade aberta ao seu exterior, ou seja, sendo um com o mundo, sendo carne, porém, sem se confundir com ele

O estágio de atendimento nos anos iniciais: experiência com plantão psicológico; Psychological practicum by early years students: experience through psychological attendance

Nunes, André Prado
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.99%
A partir de 2007, o Projeto de Atendimento em Plantão Psicológico do Laboratório de Estudos em Fenomenologia Existencial e Prática em Psicologia (LEFE-PSA/IPUSP) disponibilizou estágio a estudantes a partir do segundo ano do curso. Esta investigação buscou conhecer a experiência de quatro plantonistas que iniciaram o seu primeiro estágio de atendimento em plantão no terceiro semestre do curso. Entrevistas individuais foram realizadas, de modo a constituírem relatos sobre este momento de formação. Como percurso metodológico, buscou-se inspiração na fenomenologia hermenêutica e na analítica do sentido como via para explicitação de saberes e impasses que surgiram nas narrativas colhidas sobre plantão. Por um lado, os relatos revelaram como o plantão se organizou para cuidar deste estudante: o atendimento era realizado com psicólogos e colegas dos últimos semestres, sendo supervisionados em grupo, além de haver aulas sobre fenomenologia existencial e aconselhamento psicológico. Por outro lado, o projeto mostrou como cada estagiário, a partir de seus questionamentos, conduziu-se de modo singular ao longo de pelo menos um ano de estágio, outro requisito para ser entrevistado. Neste sentido, evidenciou-se que o plantão contempla múltiplos dizeres e posicionamentos dos estudantes como possibilidade de propiciar um aprender pela experiência (ação). Em busca de descobrirem-se psicólogos...

A experiência de depressão na contemporaneidade: uma compreensão fenomenológico-existencial

Barbosa, Synara Layana Rocha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
The depression is one of the most common forms of getting ill nowaday. Due to the increase in incidence of depression cases registered worldwide, this theme has been the subject of important studies, especially regarding the symptomatological description and biological etiology of the disease. This research had the objective to understand the unique experience of depression experienced by people who recognize themselves in depression, under the focus of existential phenomenology of Martin Heidegger. To reach the proposed objective, individuals narratives interviews were conducted with four participants, starting from the triggering question, "from your experience, how is for you to being depressed?". The survey revealed that depression affects the whole person and is related to stressful life contexts. Depression was narrated as an experience of disempowerment and lack of self esteem and personal worth. The collaborators of the research referred to the depression from sad, angry, bored and pessimistic mood. The time is experienced as a restriction to the projective opening towards the possibilities of being in which the future is seen as catastrophic and the past lived as debt and guilt. The corporeality, in depression is experienced through the weight...

Convivendo com a síndrome da tensão pré-menstrual: um enfoque da fenomenologia existencial.; Coping with the premenstrual tension syndrome: an existential phenomenological approach.

Muramatsu, Clarice Heiko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.85%
Este estudo teve como trajetória desvelar o fenômeno Convivendo com a síndrome da tensão pré-menstrual. Para tanto, optei pela pesquisa qualitativa com abordagem fenomenológica. Foram realizadas entrevistas com seis mulheres, cuja idade variou entre 18 a 44 anos. Três delas eram solteiras, uma casada com filhos, uma divorciada com filhos e uma separada com filhos. Utilizei-me das seguintes questões norteadoras para desvelar a essência do fenômeno: "Como é para você ter a síndrome da tensão prémenstrual?"; e "Descreva como é conviver com a síndrome da tensão prémenstrual." Os discursos foram analisados, segundo o referencial fenomenológico existencial fundamentado nos filósofos Merleau Ponty e Martin Heidegger. Emergiram desta análise seis unidades temáticas, que convergiram para três grandes categorias: O corpo existindo nas relações com o mundo, Vivendo a angústia da situação e Necessitando ser cuidada. Essas categorias desvelaram que as mulheres encontram-se no limiar do desconforto físico e emocional advindo da STPM e que essa condição está relacionada ao corpo por meio da qual buscam adequar-se às flutuações psicoemocionais, às suas experiências e conseqüentemente à sua vivência individual e...

D. W. Winnicott e Heidegger : a teoria do amadurecimento pessoal e a acontecencia humana; D. W. Winnicot and Heidegger: maturation and historicity theories

Eder Soares Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.74%
Objetiva-se investigar, nesta tese, uma possibilidade de articulação entre a teoria do amadurecimento pessoal de Winnicott e a teoria da acontecência (Geschichtlichkeit) de Heidegger. Utiliza-se a noção de paradigma de Kuhn para, no quadro do desenvolvimento histórico da psicanálise, distinguir a psicanálise de Winnicott da psicanálise tradicional (Freud e Klein). Destaca-se que, em relação à tradicional, a winnicottiana promove uma mudança paradigmática em todos os elementos que compõem a matriz disciplinar da teoria psicanalítica. O estabelecimento desta distinção permitiu tomar um dos componentes dessa matriz para tema de estudo, a saber, o componente ontológico. Essa escolha pretende mostrar, por um lado, que a ontologia presente na teoria de Winnicott aproxima-se de um modo de pensar a natureza humana, que é muito próximo às concepções pós-metafísicas de Heidegger, podendo a teoria da acontecência desse filosofo iluminar a compreensão dos elementos ontológicos que compõem a teoria winnicottiana. Por outro lado, esse movimento de aproximação aponta para um distanciamento, que permite notar que a psicanálise de Winnicott apresenta várias questões instigantes e suplementares a uma fenomenologia existencial. A investigação sobre as possíveis aproximações e distanciamentos entre essas duas teorias fez com que se questionasse a localização da psicanálise de Winnicott em relação a um pensamento pós-metafísico e deu margem à discussão sobre as possibilidades de se erigir uma ciência do homem; The aim of the present work is to investigate the possibility of establishing a bond between Winnicott's theory of personal maturation and Heidegger's theory of Geschichtlichkeit (historicity). We used Kuhn's notion ofparadigm to distinguish Winnicott's psychoanalysis from traditional psychoanalysis (Freud and KIein) within the framework of historical development of psychoanalysis. What stands out is that in comparison to traditional psychoanalysis...

O mundo do texto e a psicoterapia fenomenológico-existencial

Sousa,Daniel
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.73%
A fenomenologia hermenêutica tal como proposta por Paul Ricoeur é objecto de análise, em particular, a sua raiz heideggeriana e a noção de mundo do texto. Dois problemas são colocados ao terapeuta; o afastamento do modelo dialogal e a recusa da hermenêutica de uma psicologia do sujeito. O paradigma textual é então exposto em analogia com a acção humana, englobando uma resposta à problemática entre explicação e compreensão. Os contributos do autor são colocados em discussão com uma psicologia de cariz cultural, defendida por Jerome Bruner, e, com o campo psicoterapêutico, nomeadamente, com as abordagens fenomenológico-existenciais.

A abordagem proibicionista em desconstrução: compreensão fenomenológica existencial do uso de drogas

Sodelli,Marcelo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.86%
O presente artigo pretende, por meio do pensamento da fenomenologia existencial, desconstruir o modelo proibicionista ao uso de drogas. Ao compreender o homem como um ser inacabado, sempre entregue ao seu próprio cuidado, o estudo caminhará na direção de demonstrar a incompatibilidade dos objetivos proibicionistas com o modo singular de ser do homem. Demonstraremos que é a própria condição existencial do homem que gera o que nomearemos como "vulnerabilidade existencial", condição esta impossível de ser modificada. Com efeito, argumentaremos que qualquer abordagem preventiva que tenha como princípio fundamental erradicar o uso de drogas já estaria fadada ao fracasso. Fundamentando-nos ainda neste posicionamento, rejeitaremos a compreensão proibicionista que o "uso de drogas" é sempre e invariavelmente um comportamento desviante (patologia). Por fim, o estudo aponta para a importância do desenvolvimento de uma nova abordagem preventiva que absorva de modo integral a singularidade da condição humana (vulnerabilidade existencial), rompendo definitivamente com os preceitos proibicionistas, a saber, a abordagem de redução de danos.