Página 1 dos resultados de 1402 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Entre o tempo dos relógios e o tempo fenomenológico : a criança e o brincar; Entre el tiempo de los relojes y el tempo fenomenológico : los ninos y el juego; Between watches time and phenomenological time : children and games

Cunha, António Camilo; Costa, Andrize Ramires; Kuhn, Roselaine
Fonte: Asociación Española de Deportes Colectivos Publicador: Asociación Española de Deportes Colectivos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.94%
O que é o tempo? Como as crianças ocupam o tempo nas brincadeiras e na escola? Como as crianças sentem e percebem o tempo? Faz sentido ter “hora certa” para brincar? Estas perguntas configuram uma polaridade: o tempo regulado, cronometrado e medido pela opressão dos relógios; e o tempo fenomenológico, que eleva a reflexão a dois mundos distintos entre os adultos e a criança e seu brincar. De um lado, está o tempo concebido pela exterioridade, materializado no calendário, na objetividade dos números do relógio: um tempo situado e representante do mundo pensado (racionalizado). De outro, o mundo da interioridade, substantivado e espiritualizado na subjetividade, na experiência vivida, na expressão fenomenológica, representante do mundo vivido (experienciado). A partir da modernidade, essa dicotomia demarca consequências devastadoras no brincar das crianças que freqüentam uma escola que aspira ser produtiva através do culto da velocidade, desrespeitando as singularidades corporais e a dimensão lúdica.; What is time? Do children occupy their time in games and in school? How children feel and perceive time? Does it make sense to have "right time" to play? These questions embodied a polarity: the time set, timed and measured by the oppression of watches...

Um estudo fenomenológico sobre o processo de desenvolvimento criativo em dança contemporânea

Fialho, Joana Inês Figueiredo
Fonte: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica; O presente estudo tem como principal objectivo responder à seguinte questão de investigação: “Como é vivenciada a experiência subjectiva e qual o significado atribuído ao processo de criação de bailarinos/as de Dança Contemporânea?”. Foram realizadas entrevistas fenomenológicas a bailarinos/as desta modalidade da dança tendo como método, o Método Fenomenológico de Investigação em Psicologia, segundo Amadeo Giorgi e Daniel Sousa. Foi possível encontrar-se nos dados recolhidos a existência de vários constituintes essenciais comuns e com uma forte interacção entre as descrições dos quatro participantes. Os resultados obtidos neste estudo sugerem a existência de doze constituintes essenciais, nomeadamente: Comunicação, Corporalidade, Auto-conhecimento, Satisfação, Libertação, Resolução de Problemas, Maturidade, Autenticidade, Experiência de Flow, Catarse, Relação com o Público/Mensagem e Feedback. Estes constituintes essenciais demonstraram a formulação de um processo onde existem três áreas de desenvolvimento, sendo estas: O momento, A transformação trazida pela Dança e O encontro com o Outro, salientando a existência de uma base unificadora destas três áreas...

Um estudo fenomenológico da experiência de rapto parental

Campos, Mariana Teresa Ferreira de
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.09%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA -Instituto Superior, na especialidade de Psicologia Clínica.; O presente estudo tem como objetivo principal a exploração e compreensão da experiência subjetiva dos pais que vivenciaram o rapto parental, por outras palavras, perceber o fenómeno rapto parental através do olhar do progenitor-vítima. A metodologia aplicada neste estudo insere-se na utilização do método fenomenológico de Amadeo Giorgi com o intuito de estudar os fenómenos intencionais vividos pelos diferentes indivíduos e alcançar uma descrição final com os constituintes essenciais e invariáveis desta experiência subjetiva. A amostra é constituída por quatro participantes do sexo masculino que vivenciaram o rapto parental, com idades compreendidas entre os 37 e os 52 anos. Os resultados indicam que o significado da experiência parental está intrinsecamente associado a conflitos conjugais, a uma reação de indignação e revolta, a sentimentos de incerteza e preocupação. Ao longo desta experiência também foi identificada duas dimensões denominadas de projeção da culpa e autovitimização por parte do pai-vítima. Os sentimentos de perda, angústia e sofrimento psicológico são predominantes nesta vivência e apaziguados através de um suporte emocional. Finalmente...

Do método fenomenológico-crítico : a devolução no ensino de filosofia

Mendes, Luís Pedro Neves
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
O presente trabalho visa abordar a devolução no ensino de filosofia no ensino secundário. A devolução cabe em vários aspectos do ensino: tem um pressuposto relacional, na primazia do ensino-aprendizagem, na intersubjectividade, e, ainda, entre os conteúdos leccionados e o mundo além da sala de aula. Exploramos no nosso percurso distintas concepções acerca da actividade filosófica neste sentido devolutivo, percorremos o movimento da pedagogia crítica, em particular o construtivismo crítico, analisamos o ensino da filosofia segundo um completo manual de didáctica e, finalmente, desaguamos num método, num procedimento didáctico em particular: o método fenomenológico-crítico. Entre objectivismo e subjectivismo, a tentativa vai no sentido de articular conhecimento e mundo envolvente, num pressuposto relacional enaltecendo, além disso, o ensino de filosofia no ensino secundário português como cultivo da presença e consciência crítica do aluno no mundo.

Macrorrealismo fenomenológico e campos-experiência

Schaeffer,Renato
Fonte: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade Estadual Paulista, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1995 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
Este artigo critica a concepção predominante, representacionista-neurofisicalista sobre a percepção sensorial. Introduz a noção de "campo-experiência" na tentativa de tratamento ontológico dos dados fenomenológicos da experiência. A idéia geral é que a experiência visual, por exemplo, seria ontologicamente algo assim como um campo-experiência de intencionalidade visual, que se estende por sobre e entre o sistema nervoso central do sujeito da experiência e o objeto distai da visão. Chamo esta posição de macrorrealismo fenomenológico, em contraste com o microrrealismo científico. Qualidades da fenomenalidade não estão subjetivamente dentro do cérebro, mas objetivamente dentro de campos-experiência perceptuais extra-encefálicos, ou, como dizemos, lá fora no mundo. Algumas conseqüências específicas do macrorrealismo fenomenológico são apresentadas.

Não Nascer: algumas reflexões fenomenológico-existenciais sobre a história do aborto

Rebouças,Melina Séfora Souza; Dutra,Elza Maria do Socorro
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.94%
O presente artigo, de caráter teórico, realiza um breve histórico do aborto no mundo, expondo os sentidos e significados dessa temática ao longo do tempo nas diversas sociedades e culturas, e mostra de forma mais específica como essa prática se desenvolveu e tem sido vista atualmente no Brasil. O estudo também se propõe a abordar a estatística do aborto no mundo, no Brasil e, especificamente, no Rio Grande do Norte. Por último, tece algumas reflexões à luz da perspectiva fenomenológico-existencial no sentido de abrir caminhos para uma compreensão do aborto enquanto fenômeno presente na vida e no cotidiano de algumas mulheres e uma possibilidade entre as várias que permeiam a existência da mulher.

Bases do pensamento fenomenológico e existencial em William James

Feijoo,Ana Maria Lopez Calvo de
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.09%
Neste artigo, temos por objetivo investigar os fundamentos e as bases do pensamento fenomenológico e existencial advindos da Psicologia de William James no que diz respeito à noção de consciência, método e prática clínica. Para tanto, analisamos algumas obras de James e dividimos as suas propostas em três momentos distintos: pragmatismo, funcionalismo e empirismo. Por meio das elaborações em cada um desses momentos, tentamos esclarecer os pontos de encontro e os pontos de desencontro com os pensamentos fenomenológico e existencial. Concluímos que o ponto de encontro diz respeito à tentativa de não objetivação da consciência. Quanto ao desencontro, consideramos que James ainda toma a consciência como objeto da Psicologia e que a fenomenologia e as perspectivas existenciais se afastam da ideia de objeto, uma vez que não consideram a consciência contraposta ao mundo. Outro desencontro apresenta-se na acentuada divergência entre James e o pensamento fenomenológico e existencial no que se refere ao método e à prática bem como aos objetivos da clínica.

Contribuições da fenomenologia para os estudos organizacionais

Boava,Diego Luiz Teixeira; Macedo,Fernanda Maria Felício
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.09%
Este artigo discute elementos que viabilizam outra possibilidade de compreensão dos fenômenos administrativos, através de uma descrição propedêutica da fenomenologia e do método fenomenológico. Objetiva-se, assim, apresentar as principais contribuições e possibilidades da fenomenologia para os estudos organizacionais. Aprofunda-se em considerações sobre a fenomenologia em geral e os diversos tipos de métodos fenomenológicos em particular, buscando esclarecer sobre a filosofia existente nesses temas, para auxiliar os pesquisadores em seu labor diário. Discorre-se também sobre a redução, que na verdade são duas: a eidética e a fenomenológica. Tais reduções são vitais para retirar o homem de sua atitude natural. Outro assunto aqui abordado é a transposição do método fenomenológico do campo filosófico para o campo da pesquisa empírica. Diante dessa contextualização, tem-se o último assunto a ser abordado, que vai diretamente ao encontro do objetivo desta pesquisa, discutindo-se a utilização da fenomenologia no contexto da administração. A título de ilustração, são apresentados diversos estudos que têm a fenomenologia como tema, bem como um método fenomenológico empírico específico da área de estudos organizacionais. Dessa maneira...

Reflexões sobre a formação clínica fenomenológico-existencial na era da técnica

Duarte, Adriana Raquel Negrão
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.09%
Phenomenology is the focus of this study for its critique of the limits of positivist science, which guides most of the fields of study including Psychology. The clinical formation process in Psychology courses is especially difficult for students-interns who adopt phenomenology as their clinical framework. Such difficulty is due to the incompatibility between theory provided in Psychology courses a science traditionally based on paradigms of scientism , and the theoretical-methodological proposal adopted by the aforementioned approach. As a backdrop for our study, we carefully examined the thought of philosopher Martin Heidegger, especially the Era of Technique. This contemporary technicism society was studied so that we could understand the socio-cultural status where this formation lies. Thus, we questioned if this panorama upon which Clinical Psychology rests favors the development of a phenomenological attitude and a special look at the meanings of existence, as defined in phenomenological clinical practice. Knowing such limits, our research aimed at understanding the experience of formation of clinical psychologists who take part in internships in the field of phenomenology-existentialism. Such study was, then, a phenomenological-hermeneutic research based on Heideggerian ontology and used a semi-structured interview as access tool. Six students of the UFRN higher-degree Psychology course who were doing their supervised internship in clinical psychology and the referred approach took part in this research. The research revealed that the phenomenological-existential formation phase opens a door to discoveries on the part of the intern that transcend the dimension of the other...

O aborto provocado como uma possibilidade na existência da mulher: reflexões fenomenológico-existenciais

Reboucas, Melina Séfora Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Abortion is a very controversial and stigmatized subject, target of many criticism and discussions, mainly regarding to the legal, bioethical and religious aspects involved. In Brazil, abortion is considered a serious public health problem, being the major cause of maternal death due to its criminalization. The woman who causes an abortion is not up looked by society, since motherhood, culturally and historically, was imposed as a destination. Our main goal is to understand, from the existential-phenomenological perspective, the unique experience of the woman who induced the abortion This study is an offshoot of a larger study from USP in partnership with UFRN. Our participants were women who checked in on a maternity hospital in Natal with a miscarriage diagnosis and, among them, those who reported having induced abortion. Altogether, five women were interviewed. The used method was a phenomenological hermeneutics. The research revealed that the experience of abortion is a possibility that permeates women s life, being understood as a choice. This choice pervaded by much suffering, once it goes against everything that women are culturally taught and meant to be. The feeling more surfacing in this experiment, confirming the literature review...

“Vivi numa casa longe da minha casa” : Um estudo fenomenológico da experiência da institucionalização

Machado, Patrícia Monteiro
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; O presente estudo tem como objetivo principal a exploração e compreensão da experiência subjetiva dos sujeitos que passaram pela institucionalização, por outras palavras, perceber o fenómeno da institucionalização através do olhar dos sujeitos que vivenciaram esta experiência. A metodologia aplicada neste estudo insere-se na utilização do método fenomenológico Amadeo Giorgi, para que desta forma, seja possível estudar os fenómenos vividos pelos diferentes indivíduos e alcançar uma descrição final com os constituintes essenciais e invariáveis desta experiência subjetiva. A amostra é constituída por cinco participantes do sexo feminino que vivenciaram a institucionalização, com idades compreendidas entre os 21 e 29 anos. Os resultados indicam que o significado da experiência da institucionalização está intrinsecamente associado a desproteção que os sujeitos estavam sujeitos na sua anterior casa, bem como a vínculos afetivos, suporte emocional e sofrimento psicológico que os participantes vivenciaram ao longo do período em que viveram na Instituição. Os sentimentos de perda, angústia e sofrimento psicológico que estão predominantes nesta experiência são apaziguados através de um suporte emocional. Por fim...

A consciência e a sua relação ao objecto. Estudo sobre o projecto fenomenológico de Husserl nas IDEEN I, 1913

Sàágua, João
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //1990 POR
Relevância na Pesquisa
27.19%
Dissertação com vista à obtenção do grau de Doutor em Filosofia Contemporânea; 0 presente trabalho tem como objecto preciso de estudo as Ideen I de E. Husserl. 0 seu tema filosófico é, contudo, mais amplo. Trata-se de uma investigação crítica que procura uma avaliação global do projecto fenomonológico e transcendental de Husserl. No limite do horizonte circunscrito por essa avaliação estará ainda em discussão uma certa 'imagem' da Filosofia e da orientação do trabalho filosófico . Assim determinado, o objecto desta Dissertação é triplo e envolve três graus diferentes de generalidade: primeiro, trata-se de um esforço detalhado o preciso, para exibir os núcleos fundamentais do programa fenómeno lógico das Ideen I e para ponderar acerca da sua legitimidade; segundo, trata-se de procurar pôr a claro, através do comentário as Ideen I, se o projecto fenomenológico e transcendental globalmente considerado é, de todo, um projecto viável; por fim, terceiro, trata-se de fornecer alguns elementos em função dos quais se possa ponderar se a 'imagem' da Filosofia em conformidade com a qual as Ideen I foram elaboradas - 'imagem' que se considera ser comum às Filosofias Clássicas (i. e. Modernas) da Consciência - pode e deve ser" a imagem a partir da qual o trabalho filosófico adquire sentido e especificidade . Naturalmente ...

Do método fenomenológico-crítico : a devolução no ensino de filosofia

Mendes, Luís Pedro Neves
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
O presente trabalho visa abordar a devolução no ensino de filosofia no ensino secundário. A devolução cabe em vários aspectos do ensino: tem um pressuposto relacional, na primazia do ensino-aprendizagem, na intersubjectividade, e, ainda, entre os conteúdos leccionados e o mundo além da sala de aula. Exploramos no nosso percurso distintas concepções acerca da actividade filosófica neste sentido devolutivo, percorremos o movimento da pedagogia crítica, em particular o construtivismo crítico, analisamos o ensino da filosofia segundo um completo manual de didáctica e, finalmente, desaguamos num método, num procedimento didáctico em particular: o método fenomenológico-crítico. Entre objectivismo e subjectivismo, a tentativa vai no sentido de articular conhecimento e mundo envolvente, num pressuposto relacional enaltecendo, além disso, o ensino de filosofia no ensino secundário português como cultivo da presença e consciência crítica do aluno no mundo.

Una revisión histórica y analítica de las contribuciones del método fenomenológico de Husserl a los principios y postulados de la psicoterapia Gestalt

Pardo Lugo, Juan Carlos; Cuellar Ospina, Lucía, dir.
Fonte: Universidade La Sabana Publicador: Universidade La Sabana
Tipo: Tese de Doutorado
ES
Relevância na Pesquisa
27.09%
Esta revisión histórico-analítica de los aportes del método fenomenológico de Husserl a la psicoterapia Gestalt, encuadrada históricamente en la corriente fenomenológica y en la psicoterapia Gestalt. También las corrientes filosóficas que aportaron al desarrollo del método fenomenológico de Husserl y las corrientes psicológicas que contribuyeron al surgimiento de la psicoterapia Gelstalt. Es una monografía ya que partió de una base bibliográfica, que llevó al autor a realizar interpretaciones y aportes teóricos. El autor se interesó en las contribuciones del método fenomenológico de Husserl a la psicoterapia Gestalt, como lo es la búsqueda de la esencia y la actitud natural del terapeuta para captar a su cliente tal y como se le presenta a la conciencia.

La presentación de la ciudad en la vida cotidiana. Estudio fenomenológico sobre segregación territorial; Estudio fenomenológico sobre segregación territorial

Suárez Olivares, Miguel Ángel
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
27.09%
Magíster en Psicología Mención Psicología Comunitaria; La tesis titulada La Presentación de la ciudad en la vida cotidiana al ser propuesta como un estudio fenomenológico sobre segregación territorial en un primer momento intenta delinear como actos de presentación influyen en la construcción social que realizan los ciudadanos sobre la organización social de la ciudad, es decir, la estructura urbana: Influencia sobre los espacios y sobre los habitantes. Actos de presentación que históricamente se han traducido, en La Serena, en formas de segmentación urbana de la población, siendo el sector residencial de Las Compañías el caso ejemplar de este fenómeno. De este modo, se plantea la incidencia activa de los actos de presentación y segregación urbana, sobre las Estructuras del mundo de la vida, entendidas como construcciones intersubjetivas que bosquejan los límites de nuestra existencia. Estructura del mundo de la vida que responde a procesos históricos y dinámicos de invención que, en La Serena, dan cuenta de multiplicidad de mundos de la vida posibles, multiplicidad de formas de construir intersubjetivamente la estructura urbana.En relación a lo anterior el objetivo de la tesis es: Comprender las estructura de significados de la vida cotidiana en habitantes del sector residencial de Las Compañías vinculadas a su situación de segregación residencial frente a La Serena. La opción metodológica de tipo cualitativo propuesta es el constructivismo social...

El modelo fenomenológico de investigación en pedagogía social

Fermoso, Paciano
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //1988 SPA
Relevância na Pesquisa
27.26%
De las tres formas de racionalidad científica en la investigación pedagógica -analítico-empírica, hermenéutico-fenomenológica y teoría crítica- estudia el autor el método fenomenológico. Para ello expone, en primer lugar, las fases del método fenomenológico de E. HUSSERLy aplica después este método a la investigación en Pedagogia Social, presentando una visión panorámica de la evolución histórica de la Fenomenologia Pedagógica, en la que se distinguen cuatro periodos. Tras haber enumerado y explicado las siete principales características del método fenomenológico aplicado a la Pedagogía Social, se precisa cual es el objeto de ésta, que no es otro que la fundamentación científica de la educación social y de sus anomalías En la aplicación del método fenomenológico a la Pedagogía Social se distinguen tres fases -liberación de prejuicios, descripción y comprensión de la esencia-, en las que se pasan por varios planos y se hacen dos reducciones: la liberación de las teorías y la reducción eidética. Finalmente se propone un ejemplo de investigación fenomenológico en Pedagogía Social: la ludopatía con máquinas tragaperras.; Between the three forms of scientific rationality in the pedagogical investigation -analytic-empiric...

PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO: ORIGENS, USOS E VARIANTES DO MÉTODO FENOMENOLÓGICO DOI: 10.5585/rai.v1i1.14; RESEARCH IN ADMINISTRATION: ORIGINS, USES AND VARIANTS OF THE PHENOMENOLOGICAL METHOD

Moreira, Daniel Augusto
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2006 POR
Relevância na Pesquisa
27.19%
Embora exista uma tendência crescente de uso do método fenomenológico na pesquisa em administração de empresas, alguns fatores ainda continuam confundindo os pesquisadores e inibindo sua utilização constante. Um deles é o termo “fenomenológico”, freqüentemente utilizado para indicar um tipo de dado ou resultado supostamente mais verdadeiro ou mais profundo. O método fenomenológico nasceu no contexto da especulação filosófica, e sua transposição para o conjunto da pesquisa empírica forçosamente cria problemas. O presente trabalho visa analisar tais problemas, apresentando o método fenomenológico em suas origens na filosofia e apontando as adaptações para seu uso na pesquisa empírica.; Although there is a growing tendency of the use of the phenomenological method in the research in business administration, some facts still continue confusing the researchers and inhibiting a more intense utilization. Among such factors is the adjective “phenomenological”, frequently used to indicate a kind of a supposedly truer or more accurate result. It is necessary to remind that the “phenomenological method” got its origin in the context of the philosophic speculation, and its transposition to the empirical research context necessarily creates problems to overcome. The present work aims to analyze such problems...

A experiência das enfermeiras de turno num hospital espanhol: estudo qualitativo-fenomenológico.; La experiencia de las enfermeras "de apoyo" en un hospital español: estudio cualitativo fenomenológico.; Supplemental nursing staff´s experiences at a Spanish hospital: Qualitative phenomenology research

Lapeña-Moñux, Yolanda Raquel; Cibanal-Juan, Luis; Orts-Cortés, Mª Isabel; Maciá-Soler, Mª Loreto; Palacios-Ceña, Domingo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2014 ENG; SPA
Relevância na Pesquisa
27.09%
O propósito deste estudo é descrever a experiência das enfermeiras de turno nas diferentes unidades hospitalares. Seguiu-se um enfoque fenomenológico e qualitativo. Realizamos uma amostragem teórica com o pessoal de enfermagem de turno do Hospital Santa Bárbara de Soria (Espanha), com a finalidade de obter uma compreensão mais profunda do fenômeno. Os dados foram coletados a través de entrevistas e de diário de campo. Os dados foram analisados usando a proposta de Giorgi. 21 enfermeiros de turno com uma média de idade de 46 anos foram incluídos. Três temas principais, que descrevem a experiência das enfermeiras, emergiram dos dados: construindo o primeiro contato, buscando um espaço e estabelecendo relações interprofissionais/interpressoais. Concluimos que a experiência de acolher as enfermeiras de turno em ambientes clínicos mutáveis está condicionada por diferentes fatores. É preciso estabelecer objetivos claros a respeito do papel das enfermeiras de turno nas unidades por parte de enfermeiras e gestores.; El propósito de este estudio es describir la experiencia de las enfermeras “de apoyo” en las diferentes unidades de hospitalización. Seguimos un enfoque fenomenológico cualitativo. Realizamos un muestreo por propósito y teórico de dicho personal del Hospital Santa Bárbara de Soria (España)...

O Método Fenomenológico na Pesquisa sobre Empreendedorismo no Brasil; The Phenomenological Method in the Research on Entrepreneurship in Brazil

Silva, Suely Percínio Moreira; Universidade Municipal de São Caetano do Sul; Gil, Antonio Carlos; Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Teórico-Empírica; Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17n41p99A maioria das pesquisas sobre o empreendedorismo tem sido realizada segundo a perspectiva positivista. Verifica-se, no entanto, tendência para sua investigação sob outros enfoques. Assim, elaborou-se o presente estudo, que tem como objetivos: 1) Discutir a aplicabilidade do método fenomenológico no estudo do empreendedorismo; 2) Analisar o “estado da arte” da investigação acerca do empreendedorismo sob esse enfoque. Trata-se de um ensaio fundamentado em contribuições teóricas e em relatos de pesquisas empíricas de cunho fenomenológico sobre empreendedorismo no Brasil. O método fenomenológico apresenta grande potencial para o estudo do empreendedorismo, pois permite que a ação empreendedora seja conhecida sob o ponto de vista do próprio empreendedor. Contudo, ainda é reduzido o número de pesquisas sobre empreendedorismo com a aplicação desse método.  Recomenda-se aos pesquisadores que atentem para o potencial desse método para a compreensão do fenômeno empreendedor e que se disponham a investigá-lo sob a perspectiva dos próprios empreendedores.; Most research on entrepreneurship has been performed according to the positivist perspective. It appears, however...

Diario de una vida que no pudo ser: Estudio fenomenológico sobre la drogodependencia

Leyva-Moral,Juan M.
Fonte: Index de Enfermería Publicador: Index de Enfermería
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2007 SPA
Relevância na Pesquisa
36.94%
Justificación: El profesional de enfermería juega un papel crucial en la atención a las personas drogodependientes ya que son la puerta de entrada al conocimiento de las familias, del barrio y de los jóvenes. Conocer dicha realidad puede resultar útil para diseñar estrategias de promoción de la salud así como campañas de prevención. Objetivo: El objetivo de este estudio es conocer el significado que la persona drogodependiente atribuye a su drogadicción. Diseño: Estudio cualitativo con un enfoque fenomenológico. Metodología: Carmen es una mujer de 41 años, adicta a opiáceos desde los 17 años, ingresada en la Unidad de Patología Dual de un centro neuropsiquiátrico en Barcelona, durante el mes de septiembre de 2006. Para la recogida de datos se utilizó un diario semi-estructurado. Resultados: Se describe la drogadicción como algo negativo, responsable de sentimientos de tristeza, fracaso, destrucción y un gran deterioro emocional secundario a los sentimientos de culpabilidad. La participante describe este fenómeno en tres fases: uso-abuso-adicción. Conclusión: El diario elaborado por Carmen permite conocer el significado de la drogadicción y del internamiento para su deshabituación.