Página 1 dos resultados de 9 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Phylogenetic structure of Guinea-Bissau ethnic groups for mitochondrial DNA and Y chromosome genetic systems

Rosa, Alexandra
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2007 ENG
Relevância na Pesquisa
16.95%
The maternal and paternal genetic profile of Guineans is markedly sub-Saharan West African, with the majority of lineages belonging to L0-L3 mtDNA sub-clusters and E3a-M2 and E1-M33 Y chromosome haplogroups. Despite the sociocultural differences among Guinea-Bissau ethnic groups,marked by the supposedly strict admixture barriers, their genetic pool remains largely common. Their extant variation coalesces at distinct timeframes, from the initial occupation of the area to later inputs of people. Signs of recent expansion in mtDNA haplogroups L2a-L2c and NRY E3a-M2 suggest population growth in the equatorial western fringe, possibly supported by an early local agricultural centre, and to which the Mandenka and the Balanta people may relate. Non-West African signatures are traceable in less frequent extant haplogroups, fitting well with the linguistic and historical evidence regarding particular ethnic groups: the Papel and Felupe-Djola people retain traces of their putative East African relatives; U6 and M1b among Guinea-Bissau Bak-speakers indicate partial diffusion to Sahel of North African lineages; U5b1b lineages in Fulbe and Papel represent a link to North African Berbers, emphasizing the great importance of post-glacial expansions; exact matches of R1b-P25 and E3b1-M78 with Europeans likely trace back to the times of the slave trade.

O peso crescente do fenómeno urbano e o seu impacto na Segurança Alimentar: um estudo de caso na comunidade peri-urbana de Susana, São Domingos (Guiné-Bissau)

Mula, Sandra
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 22/03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
16.95%
Mestrado em Estudos Africanos; Este trabalho pretende ser uma reflexão sobre a relação e o papel da urbanização na segurança alimentar, destacando as estratégias utilizadas para contrariar a insegurança alimentar. O arroz como base da alimentação dos Felupes é também sinónimo de riqueza, paradoxalmente a esta situação, os agricultores não só produtores e consumidores da sua própria produção mas também consumidores de alimentos importados. As alterações climáticas, a diminuição da produção e o difícil trabalho de manutenção das bolanhas, faz com que seja essencial encontrar alternativas viáveis que permite reduzir a insegurança alimentar. A procura de soluções nos centros urbanos é vista como uma alternativa e resulta de uma tentativa de subsistência. Criando organizações sociais, as populações concebem grupos de apoio simples, mas que pela sua organização conseguem ser abrangentes e eficazes. É esta capacidade de criar estas verdadeiras redes de solidariedade que impede um agravamento das suas condições de vida. Assim, no contexto urbano pretende-se verificar se este meio oferece à população instrumentos para que estes possam garantir a sua segurança alimentar. Não obstante as dinâmicas da população urbana e as implicações que esta tem na segurança alimentar apresentando-se como uma questão crítica...

Segurança alimentar, degradação ambiental e estratégias de coping: um estudo de caso no chão Joola/Felupe (Guiné-Bissau)

Vasconcellos, Filipa Sttau Monteiro Perestrello de
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
28.59%
Mestrado em Estudos Africanos; Esta tese tem como objectivo o estudo dos efeitos das alterações climáticas e da degradação ambiental sobre a segurança alimentar de uma comunidade específica no chão Felupe, noroeste da Guiné-Bissau, mais precisamente a aldeia de Suzana que se situa no sector de S. Domingos, região de Cacheu. A população Joola/felupe tem como principal actividade produtiva desde tempos imemoriais, o cultivo de arroz feito sobretudo em bolanha salgada. Este cultivo não só é crucial para a segurança alimentar da população que depende dele para se alimentar, como tem um papel estrutural na organização social, económica, política, religiosa e simbólica do povo. O arroz e o trabalho nos arrozais (bolanhas) são dominantes em todos os aspectos da vida Felupe, sejam eles de carácter material ou religioso, mas assiste-se actualmente ao recurso por parte dos agricultores ao cultivo de outros produtos, sobretudo hortículas, na tentativa de minimizar os danos causados pela redução da produção orizícola. Estes produtos são depois vendidos geralmente aos senegaleses e o produto da venda retorna para a compra de arroz importado da China e do Vietname. Este arroz destina-se somente ao consumo e nunca é utilizado em cerimónias religiosas ou iniciações. O efeito das alterações climáticas...

Autoridades tradicionais, insegurança alimentar e gestão de recursos: um estudo de caso no Reino Felupe de Suzana (Guiné-Bissau)

Bayan, Lúcia Maria Teixeira Lopes do Rêgo
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
38.47%
Mestrado em Estudos Africanos, Análise e Gestão do Desenvolvimento Social e Económico; Os países africanos, com populações maioritariamente dependentes de uma agricultura de pequena escala persistentemente desvalorizada, têm sido incapazes de garantir a segurança alimentar das suas populações. Esta situação precária foi exponencialmente agravada com a recente crise dos cereais de 2007-2008. Na tentativa de identificar e compreender as estratégias das sociedades rurais africanas para garantir a segurança alimentar e os problemas que à sua volta e em consequência desta crise dos cereais se fizeram e fazem sentir, tornou-se relevante tentar compreender o que está na sua génese, as suas consequências e as formas como as populações mais afectadas lidam com estes fenómenos, designadamente a sociedade Joola-felupe, escolhida como objecto de análise. A maioria das populações rurais em África não participa nem se reconhece nos Estados africanos, modelo importado, ao contrário do que se verifica com as Autoridades Tradicionais. Presentes desde sempre nestas sociedades e tendo sido ao longo do tempo capazes de se adaptar às exigências do momento são, consequentemente, legitimadas pelas suas comunidades como responsáveis pela gestão e manutenção da segurança social comunitária e sua reprodução material e espiritual. Pretende-se...

Without pot you cannot cook rice

Bayan, Lúcia Maria
Fonte: Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) Publicador: Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Tipo: Parte de Livro
Publicado em 05/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
28.59%
Bem adaptada ao meio e detentora de um conjunto de saberes e técnicas que, durante séculos, lhe permitiu garantir a sua segurança alimentar, a sociedade Felupe encontra-se actualmente confrontada com mudanças bruscas de parâmetros que condicionam a sua estabilidade e resiliência: o crescente e rápido aumento da inconstância do mercado mundial dificulta a criação atempada de estratégias de adaptação; os fluxos instáveis de influências, ideias, comércios ilícitos, etc., promovem golpes de Estado que, por indutores de instabilidade política e/ou de segurança, alteram a organização social, agravam constrangimentos existentes, geram novas turbulências, fragilizam a coesão social e, consequentemente, a estabilidade social. Este paper explora estas bruscas e agressivas mudanças de parâmetros que poderão condicionar fortemente a estabilidade e resiliência da sociedade Felupe.; The Felupe society, before constraints and turbulences generated by external dynamics, has been able to adapt their internal dynamics to ensure its stability. Diversifying the agricultural production and serving up of the specificity of their social organization, the location of their ground and the ties with other Joola subgroups...

O papel das mulheres no combate à insegurança alimentar: um estudo de caso na sociedade Felupe da Guiné-Bissau

Bolonha, Ludmila Melo da Costa
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
28.59%
Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Estudos Africanos: Análise e Gestão do Desenvolvimento Social e Económico; A segurança alimentar em África tem sido ameaçada por várias condicionantes externas e internas como a crise mundial económica e financeira, as mudanças climáticas ou as migrações. A “crise dos cereais” de 2007-2008, que levou à inflação dos preços dos alimentos, com consequências graves para muitas populações, veio reforçar as preocupações em relação aos riscos de insegurança alimentar em vários países do continente. Os felupes são uma sociedade do Norte da Guiné-Bissau, que se dedica à agricultura, nomeadamente ao cultivo de arroz, e que é afectada por várias destas condicionantes. É através do cultivo do arroz que os felupes garantem a sua segurança alimentar sendo que o arroz tem também um papel essencial na estrutura da sociedade. No entanto, factores como as alterações climáticas e as migrações têm ameaçado constantemente esta actividade e os felupes desenvolveram várias estratégias para fazer face a estas pressões. As mulheres têm assumido um papel preponderante nestas estratégias, tendo o seu papel tradicional mudado. Esta tese tem como objectivo compreender as estratégias utilizadas pelas mulheres felupes para combater a insegurança alimentar na sociedade felupe. As mulheres sempre tiveram um importante papel na actividade agrícola que se estendia desde o cultivo até a comercialização dos produtos...

Sociedade felupe: desintegração ou transformação social?

Bayan, Lúcia
Fonte: CEI-IUL Publicador: CEI-IUL
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 24/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
38.59%
Este artigo tem como objectivo abordar algumas das mudanças e transformações sociais, ocorridas nos últimos anos, nas dinâmicas internas dos Felupe, ou Joola‑ajamaat, uma sociedade rural localizada no noroeste da Guiné-Bissau. Bem adaptados ao meio, os Felupe são detentores de um conjunto de saberes e técnicas que, durante séculos, lhes permitiram garantir a sua segurança alimentar e coesão social. Actualmente, esta sociedade encontra-se confrontada com mudanças bruscas de parâmetros como, por exemplo, as alterações ambientais, a inconstância do mercado mundial ou a diminuição de mão-de-obra. Pretende‑se, com suporte em consulta bibliográfica e informações recolhidas durante o trabalho de terreno efectuado em 2009 e 2012, identificar as estratégias que esta sociedade desenvolveu para se adaptar aos condicionalismos inerentes às dinâmicas da globalização.; This paper aims to analyse some of the changes and social transformations occurred in recent years in the internal dynamics of the Felupe (or Joola-ajamaat), an agrarian society in the north-west of Guinea-Bissau. Well adapted to the environment, the Felupe have the necessary knowledge and techniques that allowed them to maintain food security and social cohesion for centuries. This society currently faces sudden changes of parameters such as climate changes...

Régulo e Comité: acertos e divergências na secção de Suzana

Bayan, Lúcia
Fonte: CEI-IUL Publicador: CEI-IUL
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 15/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
28.07%
Este artigo tem como objectivo analisar as formas actuais de poder local na Secção de Suzana, Sector de São Domingos, Região de Cacheu, na Guiné-Bissau, área habitada maioritariamente por Felupe (Joola-ajamaat). Esta análise pretende contextualizar as formas do poder local actuais e compará-las com as da época colonial e pós-independência, visando compreender as suas adaptações enquanto garante da coesão política e social. A partir de consulta bibliográfica, dados recolhidos no terreno e de entrevistas também realizadas localmente com diversos actores, procurar-se-á compreender as adaptações das linguagens e estruturas do poder local e suas relações com a organização administrativa regional.; This article analyses the current forms of local power in the Section of Suzana (Sector of São Domingos, Cacheu), in Guinea-Bissau, an area mostly inhabited by Felupe (Joolaajamaat). This analysis intends to contextualize the current forms of local power in comparison with those of colonial and post-independence eras, aiming at understanding the adaptations required for the maintenance of political and social cohesion. Through bibliographical research, data collected in the field as well as interviews with various local actors...

Sociedade Felupe: Desintegração ou transformação social?

Bayan,Lúcia
Fonte: Centro de Estudos Internacionais Publicador: Centro de Estudos Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
38.31%
Este artigo tem como objectivo abordar algumas das mudanças e transformações sociais, ocorridas nos últimos anos, nas dinâmicas internas dos Felupe, ou Joola-ajamaat, uma sociedade rural localizada no noroeste da Guiné-Bissau. Bem adaptados ao meio, os Felupe são detentores de um conjunto de saberes e técnicas que, durante séculos, lhes permitiram garantir a sua segurança alimentar e coesão social. Actualmente, esta sociedade encontra-se confrontada com mudanças bruscas de parâmetros como, por exemplo, as alterações ambientais, a inconstância do mercado mundial ou a diminuição de mão-de-obra. Pretende-se, com suporte em consulta bibliográfica e informações recolhidas durante o trabalho de terreno efectuado em 2009 e 2012, identificar as estratégias que esta sociedade desenvolveu para se adaptar aos condicionalismos inerentes às dinâmicas da globalização.