Página 1 dos resultados de 80 itens digitais encontrados em 0.019 segundos

Ácaros associados a plantas da região Core do Cerrado e sua influência na acarofauna em cultivos de soja (Glycine max (L.) Merril) (Fabaceae)

Rezende, José Marcos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 159 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Biologia Animal - IBILCE; O Cerrado é um dos principais biomas brasileiros devido à abundância de espécies endêmicas e à extensão territorial. Apresenta várias fitofisionomias, dentre as quais o cerrado sensu stricto. Parte desse bioma tem sido destruída para avanço da agricultura, principalmente para o cultivo de soja (Glycine max (L.) Merril) (Fabaceae), que tornou-se uma das principais atividades da região. Assim, percebe-se que o modelo de agricultura atual não mantém o equilíbrio entre produção agrícola e preservação ambiental. Essa integração passa necessariamente pelo conhecimento sobre as espécies de organismos que habitam as áreas próximas aos cultivos; já estas podem se dispersar para as lavouras e interferir na sua produtividade. Ácaros são importantes neste contexto, principalmente pela existência de espécies-praga e espécies predadoras. Assim, este estudo teve como objetivo conhecer a acarofauna associada a plantas em áreas de cerrado sensu stricto e cultivos de soja na região central do país, além de verificar a influência da fitofisionomia sobre a acarofauna dessa cultura. Para isso, o trabalho foi organizado em três capítulos. No primeiro...

Influência de fragmentos de cerrado vizinhos à seringal (Hevea brasiliensis Muell. Arg.) na distribuição e infecção fúngica de ácaros (Acari, Arachnida)

Demite, Peterson Rodrigo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 152 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
46%
Pós-graduação em Biologia Animal - IBILCE; Pouco se conhece a respeito da influência de vegetação de Cerrado, na ocorrência de ácaros em monocultivos e na infecção destes por fungos patógenos. Esses ambientes podem servir como corredores biológicos que permitem o movimento e distribuição de artrópodes benéficos. Muitos predadores tendem a alimentar-se de várias espécies de presas e distribuir-se na vegetação muito mais em resposta à disponibilidade de presas do que em relação às espécies de plantas. As bordas são importantes para a propagação e proteção de uma ampla gama de agentes naturais de controle biológico de pragas agrícolas. Estudos documentam o movimento de artrópodes benéficos, das margens da vegetação de entorno para dentro das plantações. O sistema de monocultivo de seringueira (Hevea brasiliensis Muell. Arg.) favorece o surgimento de espéciespraga, tornando de vital importância o estudo da acarofauna presente. O conhecimento básico em relação a ocorrência sazonal dos ácaros também pode fornecer dados para elaboração de programas de controle biológico a serem implantados com sucesso no futuro, como a utilização de agentes controladores. Os fungos são os patógenos mais freqüentemente regitrados em populações de ácaros...

Atropelamento de vertebrados nas rodovias MG-428 e SP-334 com análise dos fatores condicionantes e valoração econômica da fauna

Freitas, Carlos Henrique
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 92 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.09%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBRC; As estradas causam a mortalidade de animais, bem como a remoção de hábitats, a fragmentação da paisagem, o efeito de borda e criam uma barreira física a muitas espécies. Alguns fatores estão relacionados aos atropelamentos, como por exemplo tipo de acostamento, topografia e vegetação. O desenho da estrada (curva ou reta) tem influência na velocidade dos veículos e é um importante fator condicionante que necessita ser considerado. Além disso, os atropelamentos podem atrair animais necrófagos ou domésticos (cães e gatos) para as carcassas, aumentando a probabilidade de novos atropelamentos. Embora vários estudos sobre atropelamentos de vertebrados tenham sido publicados no mundo, poucos tem documentado a mortalidade no Brasil. Nós realizamos um estudo que focou nos fatores causais bem como no valor (Disposição A Pagar – DAP) dos animais mortos em colisões com veículos. Nossa proposta foi documentar a composição de espécies e a riqueza e compreender os fatores espaciais e temporais relacionados a mortalidade na rodovia. Nós registramos e identificamos as espécies e o número de vertebrados atropelados em dois trechos de rodovias estaduais (97 Km da MG-428 e 63 Km da SP-334) no sudeste do Brazil. As rodovias foram amostradas semanalmente...

Riqueza de espécies de formigas (Hymenoptera: Formicidae) em duas fitofisionomias de cerrado no município de Ipameri, GO, Brasil

Rodrigues, Camila Alves
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: v, 98 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
46.08%
Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; O objetivo deste estudo foi conhecer a composição de espécies de formigas epigéicas, nas diferentes estações climáticas do ano; do estrato arbustivo-arbóreo, bem como avaliar se existe correlação entre porte das plantas e riqueza de espécies de formigas e comparar a mirmecofauna em três estratos verticais (solo, arbustivo e arbóreo), em duas fitofisionomias de Cerrado goiano, no município de Ipameri, GO. Para a realização das coletas, em cada fitofisionomia, foram selecionados 30 pontos de amostragens no solo e 30 plantas entre arbustos e árvores distribuídos ao longo de um transecto medindo cerca de 100 m de comprimento. Em cada ponto foi colocada uma armadilha do tipo pitfall, enterrada ao nível do solo, contendo álcool 50% e em cada planta foram colocados dois tipos de iscas, que consistiram de um copo plástico com capacidade de 110 mL, contendo sardinha e a outra contendo mel. Foram realizadas duas coletas por mês, durante um ano, no período de julho/2011 a junho/2012. Quanto á composição de formigas epigéicas, foram coletadas 51 espécies de formigas na fitofisionomia Cerradão, distribuídas em sete subfamílias e, 48 espécies em Cerrado sentido restrito...

Analise espaço-temporal de uma comunidade de Riodininae (Lepidoptera: Lycaenidae) no Parque Estadual de Vassununga, Gleba Pe de Gigante (SP)

Regina de Azevedo Soares Alonso
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
55.88%
Borboletas são bastante usadas como indicadores em programas conservacionistas devido a fácil e rápida amostragem, biologia e ecologia conhecidas, e sensibilidade a alterações ambientais. A subfamília Riodininae é diversificada e facilmente encontrada em ambiente neotropical. Ocorre em condições bastante particulares no tempo e no espaço, e devidamente estudada poderia ser um interessante grupo para monitoramento ambiental. O cerrado apresenta heterogeneidade de habitats, proporcionando uma grande variedade de microambientes para a distribuição desta subfamília. Neste trabalho, foi estudada a distribuição no tempo e no espaço de borboletas da subfamília Riodininae na Gleba Pé de Gigante do Parque Estadual de Vassununga, Estado de São Paulo. Durante um ano, foram realizados censos visuais ao longo de três trilhas longas de cerca de 1800 m, e uma trilha curta de 350 m, em amostragens quinzenais de três dias de duração. Registrou-se o número de indivíduos observados de cada espécie. Foram observados 1297 indivíduos, de 42 espécies, das quais seis contribuíram com 75% das observações. A comunidade adequou-se a uma distribuição de série logarítimica, com poucas espécies dominantes e um grande número de raras. Estas borboletas distribuíram-se em períodos de baixa e alta concentração de indivíduos observados...

Nectarios extraflorais de Ouratea spectabilis (Ochnaceae) e a comunidade de formigas associadas : um estudo em vegetação de cerrado, no sudeste do Brasil

Sirayama de Oliveira Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/02/1993 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Ouratea spectabilis (Ochnaceae) é uma espécie típica de cerrado que possui nectários extraflorais (NEFs) na base das estípulas e na região basal dos pedicelos, onde formigas de várias espécies são o observadas visitando e coletando néctar. A interação entre formigas e os NEFs de Ouratea spectabilis foi estudada em uma área de cerrado em Mogi-Guaçu, SP. A fauna de Formigas visitantes aos NEFs deOuratea spectabilis é constituída de 26 espécies (12 g~neros), com predomínio do gênero Camponotus, tanto em número de espécies como de indivíduos. A fauna de formigas apresentou uma nítida segregação temporal. As espécies de formigas mais comuns durante o dia foram Camponotus crassus, Zacryptocerus pusillus, Pseudomyrmex sp.1, Camponotus sp.1 e Camponotus sp.2, enquanto que as espécies Camponotus pallescens, Camponotus renggeri, Pheidole sp.2, Camponotus abdominalis, Ectatomma edentatum e Camponotus lespesi foram as mais comuns à noite. Indivíduos de Ouratea spectabilis tiveram mais espécies de formigas atacando cupins que plantas vizinhas sem NEFs. o forrageamento diferencial das formigas sobre O. spectabilis resultou em um número significativamente maior de ataques à cupins em botões e folhas novas do que em folhas maduras. Este forrageamento diferencial leva a uma maior atividade das formigas em O. spectabilis nos meses com o maior número de NEFs ativos. Os herbívoros mais abundantes em O. spectabilij foram em ordem decrescente: homópteros...

Determinantes da riqueza local de especies de insetos fitofagos associados a plantas de uma area de cerrado

Michael Cytynowicz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/03/1988 PT
Relevância na Pesquisa
46.03%
Examinamos, de abril de 1981 a fevereiro de 1982, plantas de 31 espécies de Cerrado, em parcelas localizadas no Setor de Ensino da Reserva Biológica de Moji-Guaçu, são Paulo, Campininha registrando as espécies de insetos fitófagos encontrados em sua folhagem, com o objetivo de contrastar a riqueza em insetos com diferenças intra e interespecíficas nessas espécies vegetais. A representação dos diferentes grupos de insetos variou muito ao longo do trabalho, sendo os homópteros predominantes, em percentuais, durante o inverno frio e seco, (em que ocorreu uma forte geada), e os coleópteros muito comuns após o inIcio das chuvas, na primavera, As ordens de insetos melhor representadas em números de espécies foram os homópteros e os coleópteros; as famílias melhor representadas, Cicadellidae,Chrysomelidae, Curculionidaee Membracidae:a espécie mais comumente observada, e a mais abundante, foi do afídeo Toxofera aurantii, na primavera. As variações fenológicas nas plantas foram muito pronunciadas, intra e inter -especificamente; as espécies separam-se basicamente em 2 grupos: espécies que derrubaram suas folhas no inverno, e espécies de crescimento contínuo, que não o fizeram; as espécies vegetais mostram grande variação na susceptibilidade à geada. Os números de espécies de insetos variaram consideravelmente...

Artropodes como indicadores biologicos de pertubação antropica; Terrestrial arthropods as biological indicators of anthropogenic disturbance

Marcio Uehara-Prado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
No presente estudo, foram examinadas respostas de artrópodes a diferentes tipos de perturbação antrópica, com o intuito de selecionar e testar indicadores ecológicos. Para tal, dez grupos de artrópodes terrestres foram selecionados e amostrados em uma reserva de Floresta Atlântica com duas áreas com histórico contrastante de perturbação: uma com corte seletivo (‘conservada’) e outra com corte raso e queimada (‘perturbada’). A abundância de espécies exóticas foi maior na área perturbada, padrão que aparentemente é um bom indicador de perturbação antrópica. Não houve correlação significativa da riqueza de espécies entre nenhum dos taxa selecionados. Por outro lado, a composição de espécies discriminou claramente a área perturbada da conservada, e foi significativamente correlacionada entre maior parte dos grupos. A composição de espécies de borboletas frugívoras e besouros epigéicos foram os melhores indicadores de perturbação, discriminando ambas as áreas mesmo com baixa resolução taxonômica e atuando como representantes de outros grupos de artrópodes. Para poder validar os resultados encontrados na primeira etapa, foram amostradas outras duas reservas de Floresta Atlântica com diferentes tipos de perturbação antrópica...

Efeito do regime de queima sobre fauna associada a cupinzeiros no Distrito Federal; Efeito do regime de queima sobre a fauna associada a cupinzeiros em uma área de Campo Sujo no Brasil Central; Fire regime effect on the termitaria associated fauna in an area of Campo Sujo in Central Brazil

Merisse, Raoni Japiassu
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.2%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2010.; No Cerrado, as queimadas naturais estão concentradas na transição entre as estações seca e chuvosa, sendo caracterizadas por atingir áreas pequenas e possuir baixa severidade. Elas são consideradas perturbações naturais neste e em outros biomas, modificando a paisagem e alterando a composição faunística e florística do ambiente. Sob intensidades e frequências intermediárias podem desempenhar um papel importante na manutenção da diversidade do ambiente. Porém a ação humana tem alterado o regime de queima natural em vários biomas, tornando importante conhecer os efeitos do fogo sobre diferentes componentes do ambiente. Alguns grupos ou comunidades podem ser bons modelos para estudos sobre efeito do fogo por responderem bem à mudança do regime de queima. Os cupinzeiros podem ser considerados modelos ecológicos em potencial, pois abrigam grande diversidade de grupos, são abundantes em certas áreas e estão relacionados à fuga dos animais durante a passagem do fogo. Este trabalho buscou estudar o efeito de diferentes regimes de queima sobre a fauna associada a cupinzeiros, procurando para isto evidenciar de que forma as características do cupinzeiro influenciam a ocorrência da fauna associada. Foram feitas coletas ativas e tomadas medidas de características físicas em 130 cupinzeiros das espécies Armitermes euamignathus...

Diversidade da fauna de Cladocera (Crustacea, Branchiopoda) associada à macrófitas em áreas úmidas naturais do Cerrado do Brasil Central

Sousa, Francisco Diogo Rocha
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.15%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Biologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2012.; Embora a convenção de Ramsar tenha verificado a importância das áreas úmidas para biodiversidade, estudos com este enfoque, no Brasil, têm sido conduzidos quase que exclusivamente em grandes áreas de planície, e dados sobre a diversidade da fauna de Cladocera são conhecidos principalmente nas planícies do Rio Paraná e Pantanal. Em áreas úmidas de menor porte, como as encontradas no Cerrado do Brasil Central, estudos são escassos e pouco se conhece sobre padrões de diversidade das assembléias de Cladocera. Este estudo objetivou investigar a diversidade da fauna de Cladocera em áreas úmidas localizadas em duas áreas que protegem fragmentos de Cerrado no Brasil Central. Três áreas no Parque Nacional de Brasília (Lagoa do Henrique, Lagoa do Exército e Peito de Moça) e três no Campo de Instrução de Formosa (Lagoa Cabocla I, Lagoa Cabocla II e Lagoa Grande) foram amostradas. As coletas foram conduzidas em 2009 em duas campanhas, uma no período seco e uma no chuvoso. Os dados de macrófitas, variáveis limnológicas e Cladocera foram obtidos obedecendo um gradiente de profundidade ou modificação na vegetação. Foram encontradas no total...

Impacto de gramínea nativa e exótica no desenvolvimento inicial de espécies arbóreas do Cerrado

Rabelo, Bruno dos Santos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.12%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2013.; Apesar de ser considerado um dos biomas de grande relevância mundial devido a sua riqueza de fauna e flora, o Cerrado encontra-se entre as formações vegetais mais ameaçadas pela expansão urbana e agropecuária. A abertura de clareiras, a fragmentação das formações nativas e a introdução de espécies exóticas para pastagem, como as do gênero Urochloa, tem alterado a dinâmica de comunidades e reduzido sua diversidade. Este estudo buscou quantificar impactos de gramíneas exótica e nativa na sobrevivência e crescimento de plântulas de espécies do Cerrado submetidas à adição de nutrientes, irrigação e sombreamento. Para efeitos comparativos, foram utilizadas Paspalum atratum e U. brizantha, uma gramínea nativa e uma exótica, ambas C4, de porte e padrão de crescimento similares. As arbóreas escolhidas foram: Kielmeyera coriacea, Dalbergia miscolobium, Copaifera langsdorffii, Dipteryx alata, Dimorphandra mollis e Qualea grandiflora. As gramíneas foram plantadas em parcelas, sendo estas mantidas sem cobertura, ou cobertas com plástico transparente, ou coberta com sombrite. As parcelas cobertas foram submetidas à irrigação artificial. Plantou-se 10 indivíduos por tratamento...

Relações biogeográficas e influência da estação seca na distribuição de mariposas da família Saturniidae (Lepidoptera) da região dos cerrados.

CAMARGO, A. J. A. de.
Fonte: Brasilia: UnB, 1997. Publicador: Brasilia: UnB, 1997.
Tipo: Teses/dissertações (ALICE) Formato: 100p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.22%
O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de esclarecer duas questoes basicas sobre as mariposas da familia Saturnidade (Lepidoptera) da regiao dos Cerrados: primeiro determinar a afinidade desta entomofauna com as regioes vizinhas e segundo verificar se a riqueza e composicao de especies dentro da regiao estao relacionadas com o regime hidrico, o qual apresenta uma grande variacao sazonal neste bioma. Para resolver a primeira questao foi necessario determinar quantas e quais especies ocorrem nos Cerrados, alem de saber quais tinham ocorrencia registrada para outras regioes. Para isto, foi analisado todo material entomologico depositado nas seguintes colecoes: Colecao Becker, DF (VOG); Museu Nacional, RJ (MNRJ); FIOCRUZ, RJ (IOC); Museu da Universidade Federal do Parana, PR (UFPC); e colecao do Centro de Pesquisa Agropecuaria dos Cerrados CPAC/EMBRAPA, DF. Foram tambem realizadas coletas especificas com esta finalidade, alem de uma exaustiva revisao bibliografica. Para a realizacao da segunda parte deste trabalho, foram feitas amostragens com armadilha luminosa em tres areas do Cerrado sensu lato com diferentes regimes de chuva: Vilhena, RO, Planaltina, DF, e Barreiras, BA. A lista final de especies para toda a regiao dos Cerrados foi preparada a partir da analise do material entomologico proveniente de 56 localidades e se encontra depositado nos museus citados acima. O numero total de especies catalogadas para a regiao dos Cerrados foi de 167 e estao distribuidas diferenciadamente entre 49 generos e...; 1997; Dissertacao Mestrado.

Herpetofauna de serrapilheira da RPPN Cabeceira do Prata, Mato Grosso do Sul, Brasil

Duleba, Samuel
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.08%
Anfíbios e répteis possuem uma grande variedade e particularidades de modos de vida, se tornando muitas vezes dependentes de condições ambientais específicas para sua sobrevivência, principalmente de microhabitats. Neste trabalho são reunidas informações sobre a herpetofauna em uma região de Cerrado/Mata Atlântica enfatizando a utilização de microhabitats específicos como serrapilheira e cupinzeiros. A similaridade entre comunidades da herpetofauna de serrapilheira de diferentes domínios fitogeográficos também foi avaliada. Para a serrapilheira foram capturados 662 indivíduos, distribuídos entre 32 espécies, sendo 17 anfíbios (n=612) e 15 répteis (n=50). Os anfíbios Physalaemus albonotatus e Leptodactylus diptyx foram as espécies mais dominantes com 34,15% e 13,39% de abundância relativa. Dentre os répteis, Stenocercus caducus foi o mais abundante (26%), ocorrendo em todas as fitofisionomias amostradas. A taxocenose de anfíbios da RPPN Cabeceira do Prata foi mais similar a localidades do Chaco e Cerrado, com 48% e 35% de similaridade respectivamente. Para os répteis, a composição é mais parecida com a fauna do Cerrado (30%). Em 90 cupinzeiros investigados foi encontrado um total de 18 espécies (n=121)...

A intensificação da agricultura e o papel de árvores isoladas na conservação da fauna de formigas do cerrado fora de unidades de conservação; The intensification of agriculture and the role of isolated trees in the conservation of savanna ant assemblages outside protected areas

Frizzo, Tiago Luiz Massochini
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.17%
A destruição dos hábitats naturais e a intensificação da agricultura são consideradas as maiores ameaças à conservação da biodiversidade. Dada a rápida expansão das fronteiras agrícolas sobre as áreas de vegetação nativa do Cerrado, é imperativo se conhecer a capacidade de conservação da fauna original nos agroecossistemas. Neste sentido, este estudo teve por objetivo determinar quanto da biodiversidade de formigas é mantida em agroecossistemas da região do Cerrado, assim como determinar se a presença de árvores nesses agroecossistemas agrega algum valor de conservação para a mirmecofauna. As coletas foram realizadas nos municípios de Uberlândia (MG) e Campo Alegre de Goiás (GO) em dois cultivos de soja e em quatro pastagens onde houvesse a presença de árvores isoladas da espécie Caryocar brasiliensis (popularmente conhecida como Pequizeiro). Foram instaladas armadilhas do tipo pitfall na copa das árvores, na superfície do solo e no subsolo. Para verificar se as árvores aumentavam a riqueza de espécies ao nível do solo, as armadilhas foram instaladas logo abaixo da copa das árvores e a 30 metros destas e de qualquer outra árvore (considerada área sem a influência de árvores). Ao todo foram coletadas mais de 200 mil formigas distribuídas em 204 espécies. A presença de árvores isoladas aumentou significativamente a riqueza de espécies independentemente do tipo de agroecossistema. Esse aumento na riqueza foi devido principalmente ao incremento de espécies arborícolas...

Caracterização da vegetação e da entomofauna de solo de fragmentos de floresta estacional semidecidual no sul de Goiás; Characterization of vegetation and soil entomofauna of forest fragments semideciduous in southern Goias, Brazil

Soares, Narcisa Silva
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
46.04%
A expansão agrícola sobre áreas com vegetação nativa tem provocado a fragmentação de habitat nos principais biomas brasileiros. Foram caracterizadas a vegetação e a entomofauna de quatro fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual, que representam remanescentes de floresta de Mata Atlântica, inseridos em área de Cerrado, assim como a abundância, o tamanho e a simetria da formiga Pachycondyla cf. crassinoda (Ponerinae) nestes fragmentos. A área de estudo localiza-se no município de Itumbiara, GO, situado no vale do rio Paranaíba. Esta região se apresenta intensa atividade agrícola, o que tem acelerado o processo de desmatamento das paisagens naturais. Foram testadas as seguintes hipóteses: 1) os remanescentes próximos geograficamente são floristicamente mais semelhantes e o tamanho do fragmento tem relação direta com sua diversidade florística, 2) o tamanho do fragmento e sua composição florística influenciam a estrutura comunitária da entomofauna em termos de riqueza e abundânica, 3) o tamanho do fragmento afeta a abundância e os níveis de assimetria flutuante (AF) em uma população de formigas e o tamanho corporal dos indivíduos. Foi também investigado nesta população de formigas se existe correlação entre o tamanho e o grau de simetria corpórea...

Educação ambiental com o auxílio de animais taxidermizados do bioma cerrado: formação continuada de professores que trabalham com pessoas cegas e de baixa visão

Rocha, Eduardo Venâncio
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.04%
Esta pesquisa foi realizada no Instituto de Cegos de Brasil Central (ICBC), na cidade de Uberaba e teve como objetivo demonstrar o uso de animais taxidermizados do Bioma Cerrado pelos docentes que trabalham com as pessoas cegas e de baixa visão como uma alternativa viável para a Educação Ambiental. Para corroborar se esta ferramenta didática era eficaz, foi ofertado um curso de extensão de 44 horas/aula, intitulado “Questões ambientais: da teoria à prática” para a formação continuada, com o fito de sensibilizar os docentes do ICBC sobre a importância da preservação do Meio Ambiente e também para fazer a coleta de dados que comprovassem a eficiência do objetivo proposto. Foi adotada a metodologia qualitativa e a coleta de dados feita com aplicação de questionários aos docentes participantes, sendo um no início da pesquisa e outro no final. A investigação confirmaria se a utilização de animais taxidermizados do Bioma Cerrado como recurso didático para a Educação Ambiental para pessoas com deficiência visual. Posteriormente foi disponibilizado um acervo de animais taxidermizados ao ICBC para que os docentes pudessem utilizar em suas aulas, nos demais espaços educativos e para a formação continuada. O uso dos animais taxidermizados contribui de forma efetiva para o aprendizado da Educação Ambiental...

A composi??o de Scarabaeidae (Coleoptera) copr?fagos na regi?o de Alter do Ch?o, Par?: a influ?ncia dos biomas Amaz?nia e cerrado e da sazonalidade e os efeitos de tamanho de ?rea, isolamento e proximidade de estradas

TEIXEIRA, Frederico Machado
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.08%
Este trabalho teve como objetivo investigar o efeito do tamanho das ilhas de floresta, de suas dist?ncias para a floresta cont?nua (isolamento) e para as estradas adjacentes sobre a comunidade de Scarabaeidae copr?fagos. Amostras foram coletadas em 24 ilhas de floresta semidec?dua, entre 0,5 e 360 ha, em uma matriz de savana amaz?nica e em oito locais em mata cont?nua predominantemente secund?ria, semidec?dua, na regi?o de Alter do Ch?o, Santar?m, Par?. Os Scarabaeidae foram coletados com armadilhas do tipo pitfall com isca (fezes humanas) em dois per?odos sazonais (seca e chuva). Para cada ponto de coleta foram instaladas 10 armadilhas distribu?das em dois transectos de 250 m, distantes 100 m entre si. Em cada transecto foram colocadas 5 armadilhas distantes 50 m entre si. Para cada local de coleta, foi registrado o DAP de todos os caules com di?metro igual ou superior a 5 cm, em quatro transectos de 250 x 2 m, sendo estes dados utilizados para derivar os ?ndices da estrutura da vegeta??o (di?metro m?dio e n?mero de indiv?duos). A ?rea, per?metro e as dist?ncias das ilhas para a floresta cont?nua foram calculadas utilizando-se respectivamente as extens?es ?X-Tools? e ?Nearest Features v3.6d? para ArcView, sobre o mapa da ?rea digitalizado a partir de uma imagem de Landsat TM de 1996. Os exemplares coletados foram identificados com a ajuda de bibliografia especializada e de especialistas. Para a caracteriza??o da fauna...

Taxocenose de serpentes (Squamata: Serpentes) em uma ?rea de transi??o cerrado-caatinga no munic?pio de Castelo do Piau?, Piau?, Brasil

RODRIGUES, Franc?lio da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
Foi realizado um invent?rio da fauna de serpentes da ?rea de transi??o entre Cerrado e Caatinga no Munic?pio de Castelo do Piau?. Foram realizadas seis expedi??es entre Outubro de 2005 e Julho de 2006, em fitofisionomias de Cerrado Rupestre, Cerrado Aberto e Mata Secund?ria de Cerrado T?pico, que totalizaram 120 dias de trabalho de campo. Foram utilizados tr?s m?todos: Armadilhas de Intercepta??o e Queda, Procura Limitada por Tempo e Encontros Ocasionais. Foram registradas 18 esp?cies. A fam?lia Colubridae apresentou a maior riqueza de esp?cies, assim como nas diferentes forma??es da Am?rica do Sul. A comunidade ? composta por Xenodontinae (11 esp?cies), seguido por Colubrinae (Mastigodryas bifossatus e Spilotes pullatus) e apenas uma esp?cie de Dipsadinae (Leptodeira annulata), refletindo o padr?o evolutivo das linhagens filogen?ticas dos colubr?deos e a estrutura da comunidade. Thamnodynastes sp. (n= 7), Philodryas nattereri (n= 5) e Phimophis iglesiasi (n= 5) foram as esp?cies mais abundantes na ?rea estudada, diferente da domin?ncia de viper?deos observada em outras taxocenoses de serpentes no Brasil. Os estimadores de riqueza Chao 2 e Jack1 indicam que a comunidade ? composta por aproximadamente 24 esp?cies. Procura Limitada por Tempo apresentou o melhor desempenho dentre os m?todos utilizados...

Estudo da comunidade de pequenos mam?feros n?o-voadores, sob efeito do fogo e da borda, em ?rea de floresta de transi??o Amaz?nia-Cerrado, Quer?ncia, MT

SANTOS, Paulo Guilherme Pinheiro dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.1%
O desmatamento da Amaz?nia, causado pelas atividades pecu?rias e pela agroind?stria no norte do Estado do Mato Grosso, tem comprometido as chamadas Florestas de Transi??o Amaz?nia-Cerrado, antes que a biodiversidade destas ?reas seja conhecida pelos pesquisadores. A fauna de pequenos mam?feros n?o-voadores faz parte dos grupos pouco conhecidos na regi?o, e podem estar sofrendo impactos das a??es antr?picas, principalmente efeito do fogo, usado para limpeza dos pastos e desmatamento para plantios da soja. Este trabalho caracterizou a diversidade de pequenos mam?feros n?o voadores em uma ?rea de floresta de transi??o Amaz?nia-Cerrado, no norte do Estado do Mato Grosso e investigou o efeito do fogo e o efeito de borda sobre este grupo da fauna. Duas ?reas de 150 hectares foram amostradas, uma preservada e outra sob impacto do fogo, com 183 armadilhas do tipo live-trap durante tr?s anos em duas esta??o (seca e chuvosa). O m?todo utilizado foi de captura-marca??o-recaptura. O esfor?o amostral foi 23.424 armadilhas-noite. Capturaram-se 390 indiv?duos, portanto, com sucesso de captura de 1,66 %. No total foram capturados 11 esp?cies, sendo 6 roedores e 5 marsupiais. Hylaeamys megacephalus foi a esp?cie mais abundante. A diversidade de pequenos mam?feros da ?rea estudada foi mais relacionada com o bioma Cerrado do que com a Amaz?nia. Em rela??o ao fogo...

Organização social e biologia reprodutiva de Neothraupis fasciata (Passeriformes: Thraupidae)

Maria Alice dos Santos Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1988 PT
Relevância na Pesquisa
55.88%
Neothraupis fasciata, espécie fundamental em bandos mistos de aves do cerrado, tem sua biologia praticamente desconhecida. Os objetivos desta tese foram estudar sua estrutura social, reprodução, forrageamento e participação em bandos mistos. O trabalho foi realizado em Brasília, em área de cerrado 'sensu strictu'. Indivíduos foram marcados entre julho de 1983 e julho de 1987. Dados de estrutura social, reprodução e forrageamento foram coletados em 1984, 1986 e 1987; os dados referentes à estrutura e composição dos bandos mistos foram coletados durante um ano (agosto de 1986 a julho de 1987). N. fasciata forma grupos homespecíficos, com uma média de 3,04 indivíduos, os quais participaram de bandos mistos ao longo de todo o ano e defenderam territórios permanentes. Esta espécie apresentou reprodução cooperativa facultativa.As constantes das taxas de crescimento variaram entre 0,47 e 0,74 dias 1, com uma média de 0,60 dias 1 (n=5). O ninho é em forma de tijela, externamente constituído de folhas secas, juntas e seguras por talos e ramos finos; o interior é revestido por material semelhante a capim fino. Os ovos apresentam fundo claro com manchas avermelhadas. ... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital.; Abstract: The biology of the White-banded Tanager...