Página 1 dos resultados de 103 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Conhecimentos ergonómicos dos alunos do 4º e 5º ano de Medicina Dentária

Santos, Maria Couto
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.57%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; Introdução: Atualmente, é cada vez mais visível o papel que a Ergonomia tem na prevenção do bem-estar físico e psíquico do Médico Dentista. A permanência numa mesma posição corporal, associada ao trabalho sedentário e à utilização excessiva dos membros superiores, podem gerar alterações significativas no alinhamento corporal, que se manifestam por desconforto e/ou dor na musculatura mais utilizada. Para Szymanska (2002) e Maehler (2003) as lesões podem aparecer no início da prática clínica dos estudantes, pois estes adquirirem muitos hábitos e posturas de trabalho incorretos, pouco saudáveis que favorecem a fixação de vícios posturais que os acompanham para o resto da sua vida profissional. Objetivo: Neste trabalho pretendeu-se avaliar se os alunos do 4º e 5º anos do Curso de Mestrado Integrado em Medicina Dentária aplicavam os conhecimentos que tinham sobre Ergonomia na sua prática clínica da Medicina Dentária. Materiais e Métodos: Para isso utilizou-se um questionário, focando-se os seguintes aspetos: gerais; relacionados com a prática clínica; relacionados com a formação recebida sobre Ergonomia; e relacionados com a sua experiência pessoal. No tratamento de dados utilizou-se quer o Excel quer o programa de análise Statistical Package for the Social Sciences – SPSS® for Windows...

Lesões osteomusculares entre trabalhadores de um hospital mexicano e a ocorrência de absenteísmo; Osteomuscular injuries among workers from a Mexican hospital and the occurrence of absenteeism.

Montoya Diaz, Ma. Del Carmen
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
26.68%
Estudos dos fatores que geram incapacidade para o trabalho são prioritários para a adoção de medidas preventivas, na melhoria das condições de trabalho e valorização dos recursos humanos da área da saúde, segundo as recomendações da Organização Panamericana de Saúde para o período 2006-2015. Dentre os fatores de incapacidade para o trabalho de profissionais que atuam em hospitais estão as lesões ostemusculares, que podem estar relacionadas à sobrecarga na manipulação de cargas, adoção de más posturas e a movimentos repetitivos. As lesões osteomusculares por vezes, se associam aos fatores ergonômicos que requerem o estabelecimento de programas preventivos. Nesse contexto foi proposta esta investigação, cujo objetivo foi analisar a ocorrência de lesões osteomusculares e de absenteísmo-doença entre trabalhadores de um hospital mexicano e as condições ergonômicas do ambiente de trabalho. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem quantitativa dos dados executado por meio de investigação epidemiológica censitária com análise retrospectiva dos afastamentos no trabalho por licença-saúde no hospital de Morélia, México e de um survey para identificação de indicadores de morbidade por lesões osteomusculares e das opiniões dos trabalhadores sobre o ambiente de trabalho. O estudo foi realizado com as licenças - saúde...

Uma análise nos principais aspectos da construção calçadista para o desenvolvimento de um solado-protótipo feito a partir de fibra de coco; An analysis in the main aspects of the footwear construction for development of a prototype soloed made from coconut fibers.

Costa, Célia Regina da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
Os calçados são essenciais na vida humana, eles possuem a função primordial de proteger os pés e interagem constantemente com o indivíduo. Além do aspecto funcional, se exige qualidade, conforto e estética em sua confecção. Os fatores antropométricos e biomecânicos contribuem nessa interface ao oferecer parâmetros científicos na sua forma ergonômica. Confeccionar um calçado que garanta a saúde para os pés necessita conhecer os fatores que estão direta ou indiretamente relacionados à sua história, ao processo de produção, a matéria-prima entre outros itens relacionados ao calçado, assim com um embasamento científico pode dar um melhor suporte ao processo de desenvolvimento do produto. Neste contexto, a dissertação teve por objetivo organizar estes conceitos de maneira que forneça informações essenciais para a construção de um calçado confortável, pois há uma dificuldade em encontrar uma gama de conhecimentos reunidos sobre calçados para o desenvolvimento de novos projetos. Neste sentido, o estudo investigou também as características da fibra de coco verde, dos frutos descartados na cidade de Francisco Morato - São Paulo, para verificar a viabilidade de aplicação dessas fibras na construção de partes do calçado. Para a realização deste trabalho foi fundamentado uma revisão teórica que apontou a evolução do calçado na história da humanidade...

Utilização dos aspectos ergonômicos na simulação de sistemas de produção

Schneider, Carlos Sérgio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
A simulação, como ferramenta de suporte à tomada de decisão, tem sido utilizada nas mais variadas áreas do conhecimento e especialmente no projeto e dimensionamento de plantas de produção. Em geral, os simuladores para sistemas de produção consideram variáveis relativas à quantidade, tipo e disposição física de máquinas, quantidades dos estoques intermediários, e aos tempos de produção sem, no entanto, considerar os tempos reais do trabalho do ser humano envolvido no processo, apesar de a mão de obra humana ser largamente empregada nestes sistemas, afetando diretamente a sua produtividade. Uma das possíveis razões disto é a complexidade dos fatores que influenciam na produtividade do ser humano, que varia em função de fatores ambientais, fisiológicos, psicológicos ou sociais. Normalmente, os sistemas de simulação da produção representam o trabalhador humano da mesma forma como representam uma máquina, uma ferramenta ou um equipamento, cuja previsibilidade é bem maior. Esta dissertação avalia a questão humana em um simulador bastante utilizado comercialmente, e evidenciou que os fatores ergonômicos são capazes de alterar significativamente os resultados de uma simulação, justificando o desenvolvimento de rotinas computacionais capazes de representar o elemento humano e suas interações com o sistema...

Programação de tarefas em linhas de produção customizadas baseada em curvas de aprendizado e fatores ergonômicos; Scheduling jobs in mass customized assembly lines based on learning curves and ergonomic factors

Santos, Luana Serafini dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.76%
A presente dissertação propõe heurísticas de programação da produção balizadas por curvas de aprendizado e fatores humanos com vistas à alocação de tarefas a equipes de trabalhadores. O objetivo é apresentar propostas de sequenciamento que integrem aspectos ergonômicos impactantes no desempenho do trabalhador, sem prejudicar as exigências produtivas do processo. Parte-se de uma revisão da bibliografia sobre técnicas de sequenciamento, curvas de aprendizado e fatores ergonômicos que influenciam no desempenho do trabalhador a fim de entender seu funcionamento e identificar formas de integração das mesmas. Desse modo, são propostos dois métodos de sequenciamento alinhados a curvas de aprendizado e fatores ergonômicos, aplicados em um processo da indústria calçadista. O primeiro método propõe uma adaptação da heurística de minimização da soma do atraso e adiantamento proposta por Pinedo (2008) em relação a uma data comum de entrega. O segundo método, denominado ATCE (Apparent Tardiness Cost with Ergonomic Factors), consiste na adaptação da regra ATC (Apparent Tardiness Cost) na minimização do atraso do processamento de lotes com distintas datas de entrega. Este último é então avaliado através de experimento de simulação de cenários do processo produtivo e comparado à regra ATC. Os resultados obtidos evidenciam a robustez do método ATCE...

Guia de parâmetros ergonômicos para indústrias fabricantes de embalagens plásticas para agrotóxicos

Zerbetto, Cristiane Affonso de Almeida
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xv, 195 f. il. ,gráfs.,tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.53%
Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; A tese apresentada tem como objetivos verificar os problemas de usabilidade encontrados durante o manuseio das embalagens plásticas de 20 litros para agrotóxicos – a Coex, a Mauser e a Retangular - fabricadas pela Cimplast Ltda. e utilizadas pela Milênia Agro Ciência S.A., e com base nos dados teóricos levantados e nos problemas de usabilidade encontrados na pesquisa de campo, elaborar um Guia de Parâmetros Ergonômicos para o Design das Embalagens Plásticas para Agrotóxicos, direcionado às indústrias destas embalagens. Para a realização desta pesquisa foi realizado um levantamento do estado da arte em publicações pertinentes ao assunto, englobando a Ergonomia, como o fio condutor da pesquisa, e dentro deste assunto maior estudou-se o manejo, os aspectos fisiológicos e anatômicos da mão, a biomecânica, a antropometria, os fatores gerais que influenciam a usabilidade, a energia humana, o manuseio de cargas, a capacidade de carga máxima, os traumas musculares, também buscou-se um maior conhecimento sobre a embalagem plástica para agrotóxicos, envolvendo o estudo sobre o polietileno de alta densidade, os processos de fabricação, as transformações tecnológicas deste tipo de embalagem...

Proposta de recursos ergonômicos para ambientes de autoria e para bibliotecas de objetos de interação reutilizáveis /

Focking, Gerson Pesente
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 139f.| il. +
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico.; O primeira meta deste estudo foi analisar e compreender como a engenharia de software, as técnicas, métodos e ferramentas formais necessárias à produção de software, tratam o desenvolvimento da interface do usuário. Esta análise evidenciou que as metodologias atualmente aplicadas na concepção de interfaces do usuário, não utilizam técnicas que busquem efetivamente especificar e avaliar os principais requisitos do usuário e da tarefa a ser informatizada. Com base nestes resultados, são apresentadas três técnicas de análise e projeto que buscam complementar estas metodologias tradicionais, fornecendo suporte para a integração de fatores humanos nas interações homem-computador (MUSE), descrevendo e analisando como a informação é utilizada durante a realização das tarefas (AIU) e gerando interfaces através de modelos de dados baseados em regras ergonômicas (GENIUS). A partir da compreensão destes métodos, realizou-se um estudo investigatório sobre ferramentas para desenvolvimento de interfaces, buscando avaliar o estado da arte destas ferramentas, verificando e apresentando as características de algumas delas, seus objetos de interação...

Agentes estressores e fatores ergonômicos relacionados a atividade dos profissionais de Triathlon

Langoski, Mônica Sêncio Paes
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 133 f.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.76%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O presente estudo trata dos profissionais do esporte, especificamente da modalidade de triathlon. O objetivo foi levantar os fatores ergonômicos e agentes estressores pertinentes à modalidade. A pesquisa foi exploratória e descritiva de corte transversal. A amostra foi composta por 21 triatletas profissionais que representou 33,87% dessa população no Brasil, sendo 10 triatletas feminino e 11 triatletas masculino. Como instrumento de pesquisa, referente aos fatores ergonômicos, foi utilizado um formulário de 66 questões abertas e fechadas; para a identificação dos agentes estressores, foi utilizado um formulário para identificação de situações causadoras de estresse em atletas, proposto por De Rose Jr. (1996). Este formulário foi adaptado à modalidade de triathlon e constou da análise de 154 variáveis divididos em cinco classes de agentes estressores: relacionamento profissional; aspectos emocionais e afetivos; fatores de risco; aspectos organizacionais; conseqüências da atividade. Os resultados encontrados nos aspectos ergonômicos mostram que os triatletas profissionais (elite)...

Avaliação dos fatores ergonômicos e ambientais em uma unidade de produção de carvão vegetal em Vazante, MG; Ergonomic and environmental evaluation factors in a production unit of vegetal coal in Vazante, MG

Lima, Clarissa Melo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, 2013.; Este trabalho avaliou os aspectos ergonômicos e ambientais do sistema de produção do carvão vegetal oriundo de espécies do gênero botânico Eucalyptus de florestas plantadas. A pesquisa científica realizou-se na Fazenda Bom Sucesso em unidade florestal de uma Siderurgia, situado no município de Vazante, no Estado de Minas Gerais. O estudo desenvolveu-se com análises das atividades florestais exercidas no viveiro, na silvicultura, na colheita e na unidade de produção de carvão. Sob o ponto de vista ergonômico, foram realizadas medições antropométricas dos trabalhadores, encontradas as taxas de metabolismo das atividades e feito o levantamento do perfil socioeconômico da população analisada. Sob a ótica dos fatores ambientais foram analisados os riscos provocados pelos agentes físicos, químicos e biológicos a que os trabalhadores estão expostos. Os resultados obtidos confirmaram a relevância da avaliação ergonômica no ambiente de trabalho. O conhecimento do perfil socioeconômico dos trabalhadores auxiliou o entendimento das suas cognições acerca do ambiente de trabalho. O levantamento antropométrico realizado pode servir de referência para possíveis adaptações em edifícios...

Otimização do layout de marcenarias no sul do espírito santo baseado em parâmetros ergonômicos e de produtividade

Fiedler,Nilton César; Wanderley,Fernando Bonelli; Nogueira,Marcelo; Oliveira,José Tarcísio da Silva; Guimarães,Pompeu Paes; Alves,Rafael Tonetto
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.3%
Este estudo foi realizado em três marcenarias no sul do Estado do Espírito Santo, com o objetivo de analisar o layout e propor mudanças que otimizem o funcionamento harmônico entre o local de trabalho e o trabalhador, considerando-se fatores ergonômicos, fluxo de produção e produtividade. A coleta de dados foi feita analisando-se as condições do ambiente de trabalho (clima, ruído, iluminação) e aplicando uma entrevista para avaliar as condições gerais e de segurança no trabalho. O layout foi avaliado por medições, observação da sequência de trabalho nas máquinas e aplicação do software AutoCAD 2000. Os resultados indicaram que o Índice de Bulbo Úmido e o Termômetro de Globo estavam de acordo com a Norma Regulamentadora nº 15 (atividade moderada), sendo de 26,38 ºC, em média. Os níveis médios de ruído foram de 87,48 dB (A), acima do permitido para uma jornada de 8 h diárias (NR 15). A luminosidade média, encontrada em duas marcenarias, ficou acima da faixa de iluminação mínima recomendada para esse trabalho de maquinarias (NBR 5413/92). Todas as marcenarias tinham disposição desordenada do maquinário em razão da sequência lógica de trabalho, presença de pilastras e resíduos na área útil e de passagem...

Avaliação do ambiente de trabalho na propagação de Eucalyptus spp.

Alves,José U.; Minetti,Luciano J.; Souza,Amaury P. de; Silva,Kátia R.; Gomes,José M.; Fiedler,Nilton C.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.17%
Nesta pesquisa, desenvolvida a partir de dados coletados em viveiro florestal no Vale do Rio Doce, MG, objetivou-se estudar os fatores ergonômicos relacionados às atividades exercidas nesses ambientes, visando à melhoria da saúde, do bem-estar, da segurança, do conforto e da produtividade dos trabalhadores. O objetivo específico foi a caracterização do ambiente de trabalho em relação ao conforto térmico, luminosidade e ruído. Os dados foram coletados através de medições do clima do local de trabalho, da luminosidade e do ruído. Os resultados indicaram que o ambiente de trabalho apresentou valores do Índice de Bulbo Úmido Termômetro de Globo, nas casas-de-vegetação, acima dos limites. A luminosidade encontrada foi considerada insuficiente nos postos de trabalho das atividades de estaqueamento e corte de macroestacas. Os níveis de ruído encontrados foram elevados nas atividades de lavagem e desinfecção de tubetes.

Fatores ergonômicos de risco e de proteção contra acidentes de trabalho: um estudo caso-controle

Guimarães,Raphael Mendonça; Mauro,Maria Yvone Chaves; Mendes,René; Melo,André Oliveira de; Costa,Tatiana Fernandes da
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.54%
O presente trabalho tem como objetivo estudar a relação entre os acidentes ocupacionais e os riscos ergonômicos no âmbito da organização do processo de trabalho de Enfermagem. Foi utilizado o método epidemiológico e um desenho de estudos caso-controle. O universo de estudo foram enfermarias do serviço de enfermagem clínica do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE), localizado no município do Rio de Janeiro. Os dados foram analisados com o programa Epi-Info 2004®, onde foram comparados, através de uma análise de odds ratio, os fatores estudados em um grupo controle de não acidentados e um grupo de estudo de acidentados. Obtivemos, como resultado, variáveis que foram classificadas por grupos de risco e proteção, de acordo com os valores de medidas encontrados. Foram considerados fatores de risco: divisão de tarefas insatisfatórias, concentração de atividades excessiva, acúmulo de divisão de tarefas, atividades de crescimento profissional, ocupação total da carga horária durante a jornada de trabalho. Como fatores de proteção: pausas durante o trabalho, disponibilidade de EPI, utilização de EPI, compatibilidade entre o cargo e o maior nível de formação, retorno da chefia quanto ao desempenho exercido e realização profissional.

Avaliação da Usabilidade de Interfaces Web segundo Critérios Ergonômicos de Bastien e Scapin: Pesquisa com os Ambientes Virtuais de Educação à Distância Aulanet, E-Proinfo e Teleduc

Silva, Thiago Alves Elias da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Este trabalho tem dois objetivos: avaliar a usabilidade de três interfaces de ambientes virtuais de educação à distância através de duas técnicas avaliativas e identificar os fatores influenciadores da percepção de usabilidade dos ambientes avaliados. Os sistemas de educação à distância escolhidos foram o AulaNet, o E-Proinfo e o Teleduc, por serem desenvolvidos no Brasil e terem distribuição gratuita. A avaliação da usabilidade foi realizada através de duas técnicas documentadas na literatura. A primeira técnica de avaliação, do tipo preditiva ou diagnóstica, foi realizada pelo autor e um concluinte do curso de Sistemas de Informação do Centro Federal de Educação Tecnológica do estado do Piauí (CEFET-PI), mediante a observação de um checklist denominado Ergolist. A segunda avaliação, do tipo prospectivo, foi efetivada com o usuário sendo o próprio avaliador das interfaces, através de um questionário. A amostra foi composta de 15 professores e 15 alunos do CEFET-PI. Os resultados colhidos foram analisados a partir da estatística descritiva e testes de chi-quadrado. Os resultados mostraram que os ambientes apresentarem problemas de adaptabilidade, pois não possuem flexibilidade e nem levam em consideração a experiência do usuário. Na análise inferencial...

Riesgos ergonómicos de lesión por esfuerzo repetitivo del personal de enfermería en el hospital; Riscos ergonômicos ósteo-mioesqueléticos na equipe de enfermagem em âmbito hospitalar

De Souza, C. dos S.; Lima da Silva, J.L.; Antunes Cortez, E.; Schumacher, KP.; Moreira, RCS.; De Almeida Nilson, T.
Fonte: Murcia : Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia Publicador: Murcia : Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
26.79%
Este estudio tuvo como objetivo identificar los riesgos ergonómicos osteo-mioesqueléticos a que se expone al personal de enfermería en los hospitales. Estudio exploratorio descriptivo llevado a cabo mediante la revisión de la literatura en los sistemas virtuales Scielo BVS- Bireme de 2001 a 2010. La prevención de riesgos ergonómicos de lesión por esfuerzo repetitivo en el equipo de enfermería tiene como objetivo mejorar las condiciones de trabajo y el conocimiento de enfermería en relación a la prevención de las enfermedades profesionales. Tres categorías surgieron del análisis textual: causas / factores de riesgo para lesiones ergonómicas, las consecuencias de los riesgos a los trabajadores y la prevención de riesgos. Así, se puso de manifiesto que entre los riesgos que reveló la organización del trabajo, los factores relacionados con el medio ambiente y la sobrecarga en los segmentos del cuerpo fueron las principales causas de absentismo, pensiones de invalidez y subsidios en el equipo de enfermería.; O presente estudo objetivou conhecer os riscos ergonômicos ósteo-mioesqueléticos aos quais está exposta a equipe de enfermagem no âmbito hospitalar. Estudo descritivo-exploratório realizado através de revisão bibliográficas virtuais dos sistemas Scielo e BVS-Bireme no período de 2001 a 2010. A prevenção dos riscos ergonômicos ósteo-mioesqueléticos na equipe de enfermagem visa à melhoria das condições de trabalho e conscientização da enfermagem em relação à prevenção de doenças ocupacionais. Emergiram três categorias da análise textual: causas/fatores dos riscos ergonômicos para lesões...

Estudo ergonômico de uma empresa de abate de aves

Ferreira, Evelise Pereira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 194 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.5%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Florianópolis, 2015.; O trabalho em frigoríficos exige, diariamente, uma série de atividades que são muito prejudiciais à saúde dos trabalhadores, na qual a realidade constatada nestas empresas apresentam índices muito altos de adoecimento e afastamentos dos trabalhadores da linha de produção. Desta forma, diversos fatores podem estar associados, tais como: trabalho repetitivo, pressões por produção, problemas psicossociais e exposição contínua ao frio, que acarretam no desenvolvimento das doenças ocupacionais. Logo, essas especificidades se tornam premissas interessantes a uma investigação. Assim, esse estudo objetivou realizar um estudo ergonômico em uma empresa de abate de aves, na qual uma avaliação das condições de trabalho no setor de armazenagem e expedição foi realizada, analisando o reflexo dos fatores ergonômicos na saúde dos trabalhadores, em especial relacionado ao carregamento manual de cargas. Os procedimentos metodológicos adotados foram entrevistas com os gerentes de produção, para identificação do setor no qual seria realizada a pesquisa, após foram escolhidas as ferramentas para a coleta dos dados...

METAS DE PRODUÇÃO PARA TRABALHADORES DE CORTE FLORESTAL

Souza,Amaury Paulo de; Dutra,Ricardo Brandão Cabral; Minette,Luciano José; Marzano,Felipe Leitão da Cunha; Schettino,Stanley
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
26.68%
RESUMOA quantidade de produção por pessoa por turno de trabalho pode ser questionada pelo empregado, pelo empregador e pelos sindicatos, instituições governamentais e certificadoras. No setor florestal, o processo de determinar metas de produção, em geral, não leva em conta os fatores ergonômicos. O objetivo deste trabalho foi determinar metas de produção para atividade de corte florestal com motosserra (abate e traçamento de árvores), levando em consideração os fatores ergonômicos relacionados à atividade, como forma de prevenir danos à saúde dos trabalhadores. Os fatores ergonômicos foram avaliados utilizando a metodologia de análise ergonômica validada no meio científico. A organização do trabalho foi avaliada segundo a metodologia de análise de sistemas e estudos de tempos. Os resultados indicaram que o nível de vibração total (eixos X, Y e Z), o ambiente térmico expresso pelo Índice de Bulbo Úmido-Termômetro de Globo (IBUTG), o nível de ruído e a carga cardiovascular foram superiores aos limites recomendados para jornada de 8 h de trabalho. Os movimentos realizados pelos trabalhadores não foram enquadrados como repetitivos. As forças de compressão no disco L5-S1 da coluna vertebral foram próximas ou superiores ao limite. Com exceção do fator repetitividade...

Análise de fatores ergonômicos na colheita florestal mecanizada com ênfase na exposição humana às vibrações mecânicas; Analysis of ergonomic's factors at forest harvesting mechanized with emphasis on human exposure to mechanical vibrations

Simone Formigoni Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.3%
A colheita florestal mecanizada tem sido objeto de estudos ergonômicos no Brasil e no exterior, onde as pesquisas focam na avaliação de aspectos dimensionais e de usabilidade das máquinas de colheita disponíveis no mercado, visando a melhoria dos projetos e da segurança e saúde dos operadores. Entretanto, ainda são poucas as pesquisas direcionadas ao operador em particular e aos diversos aspectos que compõem sua tarefa. Este trabalho buscou ampliar os conhecimentos sobre a tarefa do operador de máquinas de colheita florestal, em particular os operadores das máquinas Feller-Buncher, Skidder e Garra Traçadora. Também teve por objetivo quantificar os níveis de vibração linear a que estes operadores ficam expostos durante a jornada de trabalho. Foi realizada uma Análise Ergonômica do Trabalho durante onze meses, através de visitas ao campo, fotos, filmagens e entrevistas, além das informações obtidas através de questionário, visando caracterizar a população envolvida, bem como conhecer a opinião desses trabalhadores sobre as máquinas e a tarefa. As medições dos níveis de vibração linear com três graus de liberdade foram realizadas com a utilização do acelerômetro piezoelétrico instalado no assento dos três modelos de máquinas e um medidor integrador de vibração triaxial...

Adaptação cultural e validação do "Work related activities that may contribute to job-related pain and/or injury" para a lingua portuguesa do Brasil; Cross-cultural adaptation and validation of the "Work related activities that may contribute to job-related pain and/or injury" to Brazilian-Portuguese language

Marina Zambon Orpinelli Coluci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
As desordens osteomusculares são as maiores causas de incapacidade e de ausência ao trabalho em muitos grupos ocupacionais e podem ser causadas por fatores ergonômicos relacionados ao trabalho. Questionários e escalas têm sido considerados como importantes estratégias para identificar esses fatores, possibilitando avaliar a efetividade de intervenções ergonômicas e prevenir sintomas osteomusculares. Porém, existe uma necessidade desses instrumentos voltados para a população brasileira. O objetivo desta pesquisa foi produzir uma versão traduzida e adaptada do questionário "Work-related activities that may contribute to job-related pain and/or injury", avaliar suas propriedades psicométricas e verificar sua praticabilidade. A adaptação cultural foi realizada de acordo com metodologias internacionalmente recomendadas, seguindo as etapas de tradução, síntese, retro-tradução, revisão por um comitê de especialistas e pré-teste. O questionário foi traduzido independentemente por dois tradutores, cuja língua materna era o português. Após, dois tradutores, que possuíam como língua nativa o inglês, realizaram as retro-traduções. Um comitê multidisciplinar composto por seis especialistas revisou e comparou as traduções...

Analise de fatores ergonomicos no corte de eucalipto com motosserra em região montanhosa

Sant'Anna, Cleverson de Mello
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.5%
Este trabalho teve como objetivo geral analisar fatores ergonômicos no corte florestal com motos serra, em áreas montanhosas, na busca da melhoria da saúde, do bem-estar, da segurança, do conforto e da produtividade do trabalhador florestal. Os objetivos específicos foram: analisar as atividades parciais do corte de eucalipto; analisar a interface homem-motosserra; avaliar antropometricamente o operador de motosserra; determinar a capacidade aeróbica e a carga máxima admissível de trabalho; bem como determinar o perfil ideal do operador de motosserra para atuação em região montanhosa. A coleta de dados foi efetuada em uma empresa florestal, na região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, nos Municípios de Marliéria e Córrego Novo, no período de outubro de 1995 a fevereiro de 1996. A área estudada está inserida na região bioclimática número 5 do Estado de Minas Gerais, cujo clima é classificado como subtropical úmido-subúmido, com temperatura média anual variando de 20 a 23 ºC, precipitação média anual variando de 1.100 a 1.400 mm e altitude de 200 a 900 m, em relevo que varia de suave ondulado a montanhoso. Foram estudados os fatores sócio-culturais, os aspectos nutricionais, a antropometria, o somatótipo...

Fatores ergonômicos de risco e de proteção contra acidentes de trabalho: um estudo caso-controle

Guimarães,Raphael Mendonça; Mauro,Maria Yvone Chaves; Mendes,René; Melo,André Oliveira de; Costa,Tatiana Fernandes da
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.54%
O presente trabalho tem como objetivo estudar a relação entre os acidentes ocupacionais e os riscos ergonômicos no âmbito da organização do processo de trabalho de Enfermagem. Foi utilizado o método epidemiológico e um desenho de estudos caso-controle. O universo de estudo foram enfermarias do serviço de enfermagem clínica do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE), localizado no município do Rio de Janeiro. Os dados foram analisados com o programa Epi-Info 2004®, onde foram comparados, através de uma análise de odds ratio, os fatores estudados em um grupo controle de não acidentados e um grupo de estudo de acidentados. Obtivemos, como resultado, variáveis que foram classificadas por grupos de risco e proteção, de acordo com os valores de medidas encontrados. Foram considerados fatores de risco: divisão de tarefas insatisfatórias, concentração de atividades excessiva, acúmulo de divisão de tarefas, atividades de crescimento profissional, ocupação total da carga horária durante a jornada de trabalho. Como fatores de proteção: pausas durante o trabalho, disponibilidade de EPI, utilização de EPI, compatibilidade entre o cargo e o maior nível de formação, retorno da chefia quanto ao desempenho exercido e realização profissional.