Página 1 dos resultados de 5438 itens digitais encontrados em 0.078 segundos

Uso de fatores de crescimento epidérmico e estimulador de colônias de granulócitos na prevenção e tratamento da enterocolite necrosante no recém-nascido; Use of epidermic and granulocyte-colony stimulating growth factors in the prevention and treatment of necrotizing enterocolitis of the newborn

SILVA, Dáfne Cardoso B. da; QUINELLO, Camila; PIRES, Denise Amazonas; PINTO, Juliana Rodrigues; MATTAR, Ana Cláudia; KREBS, Vera Lucia J.; CECCON, Maria Esther J. R.
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
115.96%
OBJETIVO: Revisar os conhecimentos existentes em relação ao uso de fatores de crescimento epidérmico e estimulador de colônias de granulócitos na prevenção e/ou no tratamento da enterocolite necrosante (ECN) durante o período neonatal. FONTES DE DADOS: Revisão da literatura, nas bases de dados Medline, Lilacs, SciELO e PubMed, utilizando os unitermos "recém-nascidos", "enterocolite" e "fatores de crescimento", no período de 2003 a 2007. Nesta busca, 49 artigos foram encontrados, sendo 17 pertinentes ao tema. Também foram utilizados outros artigos, independente do ano de publicação, relacionados a aspectos definidores da ECN no recém-nascido. SÍNTESE DOS DADOS: A ECN continua sendo responsável por uma elevada morbimortalidade neonatal. Os mecanismos fisiopatológicos vêm sendo elucidados e, a partir deles, são discutidas novas terapias, como o uso de fatores de crescimento, destacando-se o fator de crescimento epidérmico e o fator estimulador de colônias de granulócitos. CONCLUSÕES: O uso de fatores de crescimento no tratamento e prevenção da ECN neonatal parece promissor. É necessário maior número de ensaios clínicos para comprovar sua eficácia e segurança. Enquanto isso, a melhor prática médica continua sendo a prevenção da doença.; OBJECTIVE: To review the literature regarding the use of hematopoietic and epidermic growth factors for prevention or treatment of neonatal necrotizing enterocolitis (NEC). DATA SOURCES: Literature review of Medline...

Efeitos do VEGF e do bFGF sobre a expressão da aromatase P450 em cultivo de células placentárias provenientes de bovinos clonados e não clonados; VEGF and bFGF effects on P450 aromatase expression of cultivated placental cells from cloned and non-cloned bovines

Sousa, Liza Margareth Medeiros de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
105.92%
Os fatores de crescimento vascular endotelial (VEGF) e o fibroblástico básico (bFGF) são reguladores importantes do desenvolvimento e função placentária. Os efeitos destes na expressão da enzima esteroidogênica aromatase P450 (P450arom) na placenta bovina em diferentes estágios gestacionais (90 a 270 dias) foram avaliados através de imunocitoquímica. Além disso, comparou-se a influência destes entre células placentárias de bovinos clonados e não clonados aos 270 dias. A aromatase P450 foi localizada exclusivamente no citoplasma das células trofoblásticas gigantes e sua expressão foi menor aos 150 dias de gestação, em relação às demais idades (p<0,05). O VEGF (50 ng/ml) influenciou significativamente a expressão da P450arom aos 150 e 270 dias, enquanto o bFGF (10 ng/ml) foi efetivo em estimular essa expressão particularmente no final da gestação (270 dias). Os dois fatores combinados (bFGF+VEGF) inibiram a expressão da P450arom no terço inicial (90 dias), mas, por outro lado, estimularam-na aos 150 e 270 dias (p<0,05). Nos clones, a expressão da P450arom, nos grupos controle e VEGF, foi semelhante a dos animais não clonados aos 270 dias de gestação, porém, o bFGF e os dois fatores combinados inibiram-na significativamente (p<0...

Efeito da terapia com laser em baixa intensidade (LILT) na expressão de fatores de crescimento da família FGF por fibroblastos gengivais humanos; Low-intensity laser therapy (LILT) effects on fibroblast growth factors expression by human gingival fibroblasts

Damante, Carla Andreotti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
115.93%
A terapia com laser em baixa intensidade, conhecida como Low-intensity laser therapy (LILT), tem sido alvo de pesquisas que buscam esclarecer os mecanismos pelos quais o laser age na cicatrização de feridas. Este processo é dependente da transmissão de sinais entre epitélio e conjuntivo, os quais influenciam a proliferação e a migração celular, onde participam fatores de crescimento. O objetivo desta pesquisa foi verificar os efeitos da radiação com lasers vermelho e infravermelho em baixa intensidade na produção de fatores de crescimento por fibroblastos in vitro. Foi obtida uma cultura primária de fibroblastos gengivais humanos (linhagem FGH). As células foram cultivadas em placas de 96 poços (5 x 103 células /poço), em estado de quiescência (meio de cultura suplementado com 1% de soro fetal bovino) e irradiadas com lasers de diodo (AlGaAs - 660nm, e AlGaInP - 780nm). O laser em modo contínuo, foi aplicado em contato e na forma pontual. A potência utilizada foi de 40mW numa área de 0,042cm2 e com densidades de energia de 2, 3, 4, 5 e 6J/cm² com respectivos tempos de aplicação de 2, 3, 4, 5 e 6s. As culturas foram irradiadas duas vezes com 6h de intervalo. Os grupos controle positivo e negativo foram cultivados com 10% e 1% de soro fetal bovino...

Exposição a fatores de crescimento e proteínas típicos de plasma rico em plaquetas inibe a formação de nódulos de mineralização de culturas de células osteogênicas crescidas sobre titânio; Treatment with a growth factor-protein mixture inhibits formation of mineralizaed nodules in osteogenic cell cultures grown on titanium

Oliva, Marcos Andrade de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
125.83%
Apesar da ampla aplicação clínica de plasma rico em plaquetas (PRP), a sua eficácia no reparo de defeitos ósseos e na osseointegração de implantes metálicos continua sendo questionada. Em vista disso, objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos de um coquetel contendo os principais fatores de crescimento (GFs) e proteínas de PRP no desenvolvimento do fenótipo osteogênico in vitro sobre titânio (Ti). O coquetel referido continha PDGF-BB, TGF-β1, TGF- β2, albumina, fibronectina e trombospondina. Células da linhagem osteoblástica foram obtidas por digestão enzimática de osso alveolar humano e cultivadas sob condições osteogênicas convencionais até a subconfluência, sendo, em seguida, subcultivadas sobre superfície de Ti. As subculturas foram expostas durante os 7 primeiros dias a meio osteogênico, suplementado com GFs e proteínas, e apenas ao meio osteogênico nos 7 dias subseqüentes. Os grupos controles foram expostos apenas ao meio osteogênico. Nos experimentos dose-resposta foram utilizadas culturas primárias de calvária de ratos, as quais foram expostas ao coquetel de GFs e proteínas e às suas diluições de 1:10 e 1:100. Culturas derivadas de osso alveolar humano expostas ao coquetel de GFs e proteínas apresentaram: aumento significativo do número de células a partir do dia 4 e da proliferação celular em 1 e 4 dias; redução significativa nos níveis de atividade de fosfatase alcalina (ALP) em 4...

Expressão de fatores angiogênicos em corpo lúteo cíclico e superovulado de búfalas; Expression of angiogenic factors in cyclic and superovulated bufallo corpus luteum

Fátima, Luciana Alves de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
105.9%
O uso de biotecnologias pode ser um método eficaz para melhorar a eficiência da reprodução e aumentar a produção de animais geneticamente superiores. O tratamento superovulatório é uma técnica comum utilizada com o objetivo de difundir o material genético desejado, embora seu uso em búfalos ainda apresente limitações, principalmente relacionada à baixa taxa de recuperação de embriões. O corpo lúteo (CL) é uma glândula reprodutiva transitória que produz progesterona, requerida para o estabelecimento e manutenção da prenhez e regulação do ciclo reprodutivo. O desenvolvimento e as funções do corpo lúteo são afetados pela hiperestimulação ovariana. As células luteínicas de animais superovulados apresentam características compatíveis com alta síntese de proteína. O fator de crescimento vascular endotelial (VEGF) e o fator de crescimento fibroblástico básico (bFGF) são reguladores importantes do desenvolvimento e função do CL, e também são afetados pelo tratamento superovulatorio. Vários estudos sugerem que o LH (hormônio luteinizante) e hCG (gonadotrofina coriônica humana) modulam a expressão dos fatores de crescimento. Este trabalho teve como objetivo avaliar a expressão gênica e protéica dos sistemas VEGF e bFGF em corpo lúteo cíclico de búfalas não tratadas e superovuladas. Foram utilizados vinte corporea lutea (CLL) divididos em 5 grupos de acordo com o estágio do ciclo estral (2...

Estudo da interação entre vias de sinalização dos estrógenos e fatores de crescimento  no controle da transcrição dos genes HNRPK, PAWR e PHLDA1; Study to evaluate the crosstalk between estrogens and growth factors pathways on the transcriptional regulation of HNRPK, PAWR and PHLDA1.

Garcia, Simone Aparecida de Bessa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
115.82%
A interação entre as vias de sinalização dos estrógenos e fatores de crescimento está relacionada a maior agressividade dos tumores de mama. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar a interação entre as vias do E2 e do EGF no controle da expressão dos genes HNRPK, PAWR e PHLDA1 nas células MCF-7 (ER+) e MDA-MB-231 (ER-). Nas células MCF-7, o EGF e o E2 diminuíram a expressão do PAWR e aumentaram a expressão de PHLDA1. A inibição do ER pelo ICI resultou no aumento da expressão de PAWR sendo que a adição do E2 ou do EGF diminuiu sua expressão sem retomar os níveis observados nos tratamentos com E2 ou EGF isoladamente. Para o gene PHLDA1, o efeito do E2 e do EGF não variou após o tratamento com ICI. Nas células MDA-MB-231, a ação do EGF foi mais efetiva sobre a expressão de PAWR. A via ERK1/2 é importante na ativação do ER pelo EGF. O efeito do EGF sobre o PHLDA1 ocorre através da ativação das vias ERK1/2 e p38 MAPK. Estes resultados mostram a interação entre as vias do E2 e do EGF no controle da expressão do PAWR, mas não do PHLDA1.; The crosstalk between estrogens and growth factors pathways has been associated with breast cancer aggressiveness. Based on this, the present study aimed to determine the possible crosstalk between E2 and EGF pathways on the HNRPK...

Efeitos da fototerapia com laser em baixa intensidade e dos fatores de crescimento PDGF e BMP-2, isolados ou em associação, na diferenciação ósseo/odontogênica de células-tronco de polpa dentária humana; Effects of low intensity laser therapy and growth factors PDGF and BMP-2 on the odontogenic differentiation of dental pulp stem cells

Ferreira, Leila Soares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.88%
A fototerapia com laser em baixa intensidade (FTLBI) é capaz de aumentar o metabolismo celular, o que poderia influenciar na diferenciação ósseo/odontogênica das células-tronco da polpa dentária humada (hDPSCs). O PDGF e o BMP-2 são fatores de crescimento envolvidos na dentinogênese e na reparação tecidual. O PDGF tem papel importante durante o desenvolvimento embrionário, na proliferação e migração celular e na angiogênese, enquanto o BMP-2 está fortemente associado à diferenciação celular em tecidos mineralizados, como o osso e a dentina. Sendo assim, o objetivo do estudo foi analisar os efeitos da FTLBI e dos fatores de crescimento (PDGF-BB ou BMP-2), isolados ou em associação, na diferenciação ósseo/odontogênica das hDPSCs. Para o estudo hDPSCs foram cultivadas em meio regular (G1) e irradiadas (G2), meio mineralizante (G3) e irradiadas (G4), meio mineralizante contendo PDGF-BB (G5) e irradiadas (G6), meio mineralizante contendo BMP-2 (G7) e irradiadas (G8). Para os grupos irradiados, a FTLBI foi realizada no modo pontual e em contato, com um laser de diodo semi-condutor, com área de feixe de 0,028cm2 e comprimento de onda 660nm (InGaAlP-vermelho), utilizando-se os seguintes parâmetros: potência de 20mW...

Caracterização da insensibilidade ao fator de crescimento insulina-símile tipo 1 em pacientes com defeitos no receptor tipo 1 de IGFs (IGF-1R); Characterization of an insensitivity to type 1 insulin-like growth factor in patients with defects in the type 1 IGF receptor (IGF-1R)

Leal, Andréa de Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
115.93%
Introdução: Crianças nascidas pequenas para a idade gestacional (PIG) apresentam maior risco de permanecerem com baixa estatura na vida adulta. Os fatores de crescimento insulino-símile tipo 1 e 2 (IGF-1 e IGF-2) são os principais fatores endócrinos determinantes do crescimento fetal. A maioria das ações conhecidas destes hormônios é mediada via um receptor tirosina quinase, conhecido como IGF-1R. As mutações inativadoras e deleções do gene do IGF1R em heterozigose vêm sendo relatadas de forma crescente nos últimos 9 anos em pacientes com história de déficit de crescimento pré e pós-natal. Postula-se que pelo menos 2 a 3% das crianças nascidas PIG poderiam apresentar defeitos no IGF1R. O quadro clínico destes pacientes apresenta grande variabilidade quanto à gravidade do retardo de crescimento pré- e pós-natal e aos parâmetros hormonais. Objetivo: Caracterizar in vitro a resistência ao IGF-1 de pacientes com defeitos no IGF1R, identificados em nosso ambulatório. Material e métodos: Desenvolvemos cultura de fibroblastos de 2 controles (C1 e C2) e de 4 pacientes nascidos PIG (SGA1, SGA2, SGA3 e SGA4) com suspeita de insensibilidade ao IGF-1 por ausência de recuperação do crescimento na vida pós natal. Destes pacientes...

Avaliação dos fatores de crescimento endotelial vascular VEGF e de seus principais receptores VEGFR-1 e -2 no processo de cicatrização com influência da radioterapia em ratos da linhagem Wistar; Evaluation of vascular endothelial growth factors VEGF and their main receptor VEGFR-1 and -2 in the healing process with the influence of radiotherapy in Wistar rats

Gomes, Luana Pimenta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.88%
Danos teciduais de qualquer natureza desencadeiam uma série de eventos que irão promover a regeneração ou a cicatrização do tecido lesado. Este reparo é um processo complexo que envolve a interação de diversos tipos celulares que são ativados por uma vasta gama de mediadores químicos, componentes da matriz extracelular, microorganismos e alterações físico químicas no microambiente da lesão e das áreas adjacentes. A participação do fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) e de seus dois principais receptores (VEGFR-1 e -2) é de grande importância nos processos de cicatrização levando-se em conta a neovascularização. Após uma análise circunstanciada da literatura sobre os efeitos da radioterapia na neovascularização e a relação com a expressão do VEGF e VEGFR-1 e -2 na cicatrização observou-se que ainda há uma série de questões a serem investigadas. O objetivo desse projeto de pesquisa é estudar a expressão imuno-histoquímica do VEGF e VEGFR-1 e -2 e a densidade vascular sanguínea (DVS) após incisão e reparação cutânea em animais sob influência da radioterapia e em um período de aproximadamente seis meses. Neste estudo foram utilizados 60 ratos da linhagem Wistar distribuídos aleatoriamente em seis grupos (controle 3 e 6 meses...

Análise do perfil de expressão de fatores de crescimento e sua relação com marcadores de inflamação e angiogênese na etiopatogenia da hiperplasia prostática benigna; Analysis of the expression profile of growth factors and their relationship with markers of inflammation and angiogenesis in the pathogenesis of benign prostatic hyperplasia

Biolo, Karlo Dornelles
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
105.94%
INTRODUÇÃO: A HPB é a neoplasia benigna mais comum no homem. Embora amplamente estudada, a patogênese da HPB não foi totalmente elucidada. Fatores de crescimento são proteínas que regulam o crescimento, a diferenciação e morte celular programada. Estudos têm demonstrado que eles interagem com marcadores de inflamação e angiogênese na próstata e simulam a resposta que ocorre no processo de cicatrização de tecidos. Avaliamos o perfil de expressão de FC e marcadores de inflamação e angiogênese no tecido prostático de pacientes com próstata aumentada em relação ao grupo controle com próstata de tamanho normal. MÉTODO: Foram analisados tecidos prostáticos congelados de 62 pacientes submetidos à ressecção transuretral da próstata ou cirurgia aberta para tratamento da HPB. O grupo controle foi composto por amostras de tecido de 8 pacientes com próstata de pequeno volume (menor do que 40 gramas) obtidas por ressecção transuretral. Os níveis de expressão dos FC (EGF, FGF2, PDF, TGFbeta1, IGF1), de angiogênese (VEGF, CD105) e de inflamação (IL-2, IL-6, IL-8 e IL-17) foram avaliados por reação de cadeia da polimerase em tempo real quantitativo (qRT-PCR). A análise de subgrupo de pacientes com e sem uso de sonda vesical de demora antes da cirurgia bem como a correlação da expressão com variáveis clínico-demográficas (volume prostático...

Influência de Fatores de Crescimento na Osseointegração de Implantes Dentais

Gadotti, Helena
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 59 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.95%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; O objetivo deste trabalho foi avaliar, através de uma revisão da literatura, como os fatores de crescimento influenciam na osseointegração de implantes dentais. Foram pesquisados os fatores de crescimento mais comuns: fator de crescimento semelhante à insulina-1 (IGF-1), o fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF) e as proteínas ósseas morfogenéticas (BMP) e sua viabilidade de aplicação clínica. Comparados à utilização de outras técnicas regenerativas, como em locais onde barreiras e enxertos foram utilizados, essas substâncias indutoras do crescimento demonstraram formação e maturação ósseas estatisticamente maiores e mais rápidas, tendo sido ainda mais eficientes quando associados à utilização de barreiras físicas. Os fatores de crescimento representam uma possibilidade real na estimulação da formação óssea e diminuição do tempo de osseointegração dos implantes dentais.; The objective of this study was to evaluate, through a literature review, as growth factors influence the osseointegration of dental implants. The most common growth factors were investigated: insulin-like growth factor I (IGF-I)...

Influência de Fatores de Crescimento na Osseointegração de Implantes Dentais

Gadotti, Helena
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 59 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.95%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; O objetivo deste trabalho foi avaliar, através de uma revisão da literatura, como os fatores de crescimento influenciam na osseointegração de implantes dentais. Foram pesquisados os fatores de crescimento mais comuns: fator de crescimento semelhante à insulina-1 (IGF-1), o fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF) e as proteínas ósseas morfogenéticas (BMP) e sua viabilidade de aplicação clínica. Comparados à utilização de outras técnicas regenerativas, como em locais onde barreiras e enxertos foram utilizados, essas substâncias indutoras do crescimento demonstraram formação e maturação ósseas estatisticamente maiores e mais rápidas, tendo sido ainda mais eficientes quando associados à utilização de barreiras físicas. Os fatores de crescimento representam uma possibilidade real na estimulação da formação óssea e diminuição do tempo de osseointegração dos implantes dentais.

Análise ultraestrutural e de fatores de crescimento de diferentes métodos de preservação da membrana amniótica utilizada em cirurgia ocular

Pena,Janethe Deolinda de Oliveira; Melo,Gustavo Barreto de; Gomes,José Álvaro Pereira; Haapalainen,Edna Freymuller; Komagome,Ciro Massayuki; Santos,Namir Clementino; Lima Filho,Acácio Alves de Souza; Rizzo,Luiz Vicente
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
105.98%
OBJETIVO: Comparar, por microscopia eletrônica, a integridade anatômica e a presença de fatores de crescimento e citocinas da membrana amniótica preservada com glicerol/MEM (1:1) e dimetilsulfóxido puro. MÉTODOS: As membranas amnióticas preservadas em glicerol/MEM (1:1) ou dimetilsulfóxido puro foram processadas para microscopia eletrônica de transmissão e varredura. Como controle, membrana amniótica fresca foi imediatamente fixada após coleta e processada para microscopia eletrônica. As citocinas e os fatores de crescimento avaliados foram: TGF-beta- fator transformador de crescimento beta; TGF-beta ativ- fator transformador de crescimento beta ativado; EGF- fator recombinante de crescimento epitelial humano; FGF-4- fator de crescimento fibroblástico 4; FGF-beta- fator de crescimento fibroblástico básico; IL-4- interleucina 4; PGE2- prostaglandina E2; IL-10- interleucina 10; KGF- fator de crescimento de queratinócito; HGF- fator de crescimento de hepatócito. RESULTADOS: As membranas amnióticas do grupo controle apresentavam epitélio íntegro, com microvilos na superfície e complexos juncionais entre as células e a membrana basal. As membranas amnióticas preservadas em glicerol/MEM tinham aspecto semelhante às do controle...

Fatores de crescimento presentes no miocárdio de pacientes com cardiopatia chagásica crônica

Reis,Marcia Martins; Higuchi,Maria de Lourdes; Aiello,Vera Demarchi; Benvenuti,Luiz Alberto
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
115.96%
Neste trabalho, quantificamos fatores de crescimento em fragmentos de miocárdio de 19 cardiopatas chagásicos crônicos com insuficiência cardíaca congestiva, através da técnica da imunoperoxidase. Pesquisamos: antígenos de T. cruzi , fatores de crescimento (GM-CSF, TGF-beta1, PDGF-A e PDGF-B) e células inflamatórias (CD4+, CD8+, CD20+ e CD68+). A razão média CD4+/CD8+ foi 0,6 ± 0,3. O número médio de macrófagos (CD68+) foi 5,9±3,1; de células intersticiais PDGF-A+ foi 7,5 ± 4,3; PDGF-B+ 2,9 ± 2,7, TGF-beta1+ 2,2 ± 1,9 e GM-CSF+ 2,3 ± 1,9. A marcação para PDGF-A foi geralmente intensa, ocorrendo também em endotélio, células musculares lisas e sarcolema; não houve correlação dessa positividade com a quantidade de células intersticiais positivas para os mesmos fatores. TGF-beta1 ocorreu em baixa expressão em 100% dos casos. Em conclusão, PDGF-A e B são, provavelmente, os fatores de crescimento mais relacionados às lesões proliferativas na cardiopatia chagásica crônica e, conseqüentemente, à fibrose. GM-CSF e TGF-beta1 estão pouco expressos. Não houve correlação estatisticamente significante entre os fatores de crescimento e a quantidade de parasita.

Uso de fatores de crescimento epidérmico e estimulador de colônias de granulócitos na prevenção e tratamento da enterocolite necrosante no recém-nascido

Silva,Dáfne Cardoso B. da; Quinello,Camila; Pires,Denise Amazonas; Pinto,Juliana Rodrigues; Mattar,Ana Cláudia; Krebs,Vera Lucia J.; Ceccon,Maria Esther J. R.
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
105.96%
OBJETIVO: Revisar os conhecimentos existentes em relação ao uso de fatores de crescimento epidérmico e estimulador de colônias de granulócitos na prevenção e/ou no tratamento da enterocolite necrosante (ECN) durante o período neonatal. FONTES DE DADOS: Revisão da literatura, nas bases de dados Medline, Lilacs, SciELO e PubMed, utilizando os unitermos "recém-nascidos", "enterocolite" e "fatores de crescimento", no período de 2003 a 2007. Nesta busca, 49 artigos foram encontrados, sendo 17 pertinentes ao tema. Também foram utilizados outros artigos, independente do ano de publicação, relacionados a aspectos definidores da ECN no recém-nascido. SÍNTESE DOS DADOS: A ECN continua sendo responsável por uma elevada morbimortalidade neonatal. Os mecanismos fisiopatológicos vêm sendo elucidados e, a partir deles, são discutidas novas terapias, como o uso de fatores de crescimento, destacando-se o fator de crescimento epidérmico e o fator estimulador de colônias de granulócitos. CONCLUSÕES: O uso de fatores de crescimento no tratamento e prevenção da ECN neonatal parece promissor. É necessário maior número de ensaios clínicos para comprovar sua eficácia e segurança. Enquanto isso, a melhor prática médica continua sendo a prevenção da doença.

Avaliação da eficácia do uso de fatores de crescimento em orabase e laserterapia no tratamento da mucosite oral em pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoiéticas.

Brasil, Catarina da Mota Vasconcelos; Castro, Jurema Freire Lisboa de (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
115.97%
A mucosite oral (MO) é uma inflamação aguda da mucosa decorrente do tratamento antineoplásico que pode resultar em dor, pode limitar a fala, a mastigação e aumenta os riscos de desenvolvimento de infecções por microorganismos oportunistas. O objetivo deste estudo pioneiro foi avaliar a eficácia do uso tópico de fatores de crescimento (EGF, IGF, TGFβ3, bFGF) veiculados em orabase, associados a laserterapia para tratamento da MO em pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoiéticas. Todos os pacientes receberam LASER vermelho preventivo (685nm), em pontos específicos na mucosa bucal. Além da laserterapia terapêutica, os pacientes foram divididos em grupo A (orabase-placebo) e grupo B (orabase-fatores de crescimento). Foi coletado sangue no momento do diagnóstico da MO e ao cessá-la, realizando o ELISA para dosar a concentração sorológica dos fatores de crescimento. Observou-se uma redução do número de dias de MO nos pacientes do Grupo B (5,14 dias) em relação ao grupo A (7,28 dias) (p=0,019), sendo necessário menos sessões de laserterapia (4,89 sessões) em relação ao Grupo A (5,72 sessões). Não houve associação entre a concentração dos fatores de crescimento nos grupos avaliados e presença de mucosite. A utilização de fatores de crescimento tópico associado à laserterapia pode ser uma alternativa terapêutica para o tratamento da MO.; FACEPE

Marcadores da diferenciação osteoblástica em culturas de células crescidas sobre titânio e expostas a coquetel de fatores de crescimento e proteínas; Osteoblast differentiation markers in cultured cells grown on titanium and exposed to a cocktail of growth factors and proteins

Soares, Mariana Sales de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
125.83%
Os efeitos de preparações de plasma rico em plaquetas (PRP) sobre a atividade osteogênica in vitro e in vivo em contato com biomateriais são divergentes na literatura. O objetivo do presente estudo foi avaliar a expressão e/ou atividade de marcadores iniciais da diferenciação osteoblástica em culturas de células osteogênicas crescidas sobre titânio (Ti) e expostas a coquetel de fatores de crescimento e proteínas PRP-símile (coquetel de FCs). Células osteoblásticas primárias derivadas de calvárias de ratos recém-nascidos foram cultivadas em meio osteogênico e expostas, nos 7 primeiros dias, a coquetel de FCs nas diluições 1:1 (FCs), 1:10 (FCs/10), 1:100 (FCs/100) e 1:1000 (FCs/1000). Foram avaliados, nos tempos de 7, 10 e 14 dias: 1) os aspectos morfológicos e a imunomarcação de sialoproteína óssea (BSP) e osteopontina (OPN), por epifluorescência; 2) a proliferação celular, por ensaio de MTT; 3) a expressão de RNAm para o fator de transcrição Runx2, BSP e fosfatase alcalina (ALP), por PCR em tempo real; 4) a atividade de ALP, clivada da fração de membrana; 5) quantificação da mineralização, por extração do vermelho de Alizarina. Os resultados mostraram inibição da formação dos nódulos de matriz mineralizada em culturas FCs e atraso em seu desenvolvimento em FCs/10 e FCs/100...

O uso de fatores de crescimento no rejuvenescimento facial

Pald??s, Maria de Lourdes Soares ??vila
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.88%
?? fato que a popula????o brasileira est?? envelhecendo. Com o objetivo de melhorar os aspectos do envelhecimento na pele, determinados ativos antienvelhecimento s??o estudados e utilizados. Estes ativos s??o os fatores de crescimentos (FC) que consistem em mol??culas biologicamente ativas que se ligam ao receptor de superf??cie da c??lula alvo. O objetivo geral deste trabalho foi o de avaliar a utiliza????o dos fatores de crescimento no rejuvenescimento facial com car??ter est??tico. Foi realizada uma pesquisa tipo explorat??ria, uma abordagem descritiva com revis??o bibliogr??fica no formato narrativo. Foi poss??vel constatar na bibliografia investigada que os FC s??o, efetivamente, mediadores end??genos capazes de promover uma reorganiza????o, reestrutura????o, revitaliza????o e acelera????o nos processos de repara????o e cicatriza????o tecidual. Dessa forma, pode-se concluir que os FC s??o recursos importantes para que se atenue, retarde, controle ou reverta os sinais do envelhecimento de forma natural recuperando o poder de resili??ncia das c??lulas afetadas, fazendo dos fatores de crescimento uma ferramenta eficaz no rejuvenescimento facial. Como desvantagens da sua utiliza????o foram identificados: a potencial contribui????o para a forma????o de cicatriz hipertr??fica ou mesmo queloide...

A influência de fatores de crescimento na cicatrização de feridas cutânea em ratas

Masi, Elen Carolina David João de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 100 f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
106.01%
Orientador: Prof. Dr. Antônio Carlos Ligocki; Co-orientador: Prof. Dr. Marcos Mocellin; Sergio Ioshil; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica. Defesa: Curitiba, 22/06/2015; Inclui referências : f. 85-92; Área de concentração : Informática no ensino e na pesquisa em cirurgia; Resumo: Introdução: A cicatrização é um processo de restauração da integridade física interna e (ou) externa das estruturas do corpo e compreende complexas interações entre células e outros fatores. É um processo dinâmico, complexo, multicelular envolvendo matriz extracelular, citocinas, células sanguíneas e fatores de crescimento. Os fatores de crescimento são proteínas que estimulam e ativam a proliferação celular mediante a ativação da angiogênese, mitogênese, transcrição genética, entre outras reações, ativando e acelerando o processo de cicatrização. Objetivos: Avaliar a evolução macro e microscópica de feridas realizadas no dorso de ratas, com infiltração de fatores de crescimento epitelial e misto; e comparar a evolução do processo cicatricial com a ferida controle, sem infiltração de fator de crescimento. Método: Foram utilizadas 45 ratas Wistar...

Aplicação de fatores de crescimento no tratamento de lesões musculotendinosas: Solução ou Ilusão?

Ferrão,Ana; Gutierres,Manuel
Fonte: Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.9%
Objetivo: As lesões tendinosas e musculares são muito frequentes em desportistas, existindo uma intensa investigação para encontrar novas formas de tratamento que permitam uma recuperação mais precoce. Justifica-se assim o interesse pelas terapias com fatores de crescimento, com o objetivo de acelerar a cicatrização tecidular. O plasma rico em plaquetas (ou plasma rico em fatores de crescimento) é uma fração do sangue autólogo obtida por centrifugação, com uma concentração plaquetária superior à fisiológica. O objetivo desta revisão é avaliar a repercussão clínica e/ou imagiológica desta terapia no tratamento das tendinopatias mais frequentes (rotulianas, aquilianas, do cotovelo e da coifa dos rotadores) e nas lesões musculares. Pretendemos também analisar eventuais efeitos adversos e a possível influência de fatores externos. Fontes dos dados: Foram incluídos 62 artigos, entre 2004 e 2012 sobre plasma rico em plaquetas ou a sua aplicação nas lesões musculares e/ou tendinosas. Síntese dos dados: O plasma rico em plaquetas é eficaz no tratamento das epicondiloses e tendinopatias rotulianas, o mesmo não sucedendo nas tendinopatias crónicas do Aquiles. Também ao nível da coifa dos rotadores, esta aplicação não parece ser muito benéfica...