Página 1 dos resultados de 7 itens digitais encontrados em 0.037 segundos

Alterações no perfil metabólico em resposta a isquemia/reperfusão renal em modelo suíno de lesão renal aguda; Changes in the metabolic profile in response to ischemia/reperfusion in a swine model of acute kidney injury

Malagrino, Pamella Araujo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
35.66%
A lesão renal aguda (LRA) é uma séria complicação dos pacientes hospitalizados, causada principalmente pela isquemia/reperfusão (I/R). Ela é definida como um abrupto declínio da função renal baseada em alterações agudas da creatinina sérica e débito urinário. Porém, alterações na creatinina sérica são tardias e variam com o gênero, idade, massa muscular, metabolismo e hidratação do indivíduo. Novos biomarcadores para um diagnóstico mais preciso e precoce da doença são necessários. No entanto, devido em humanos a LRA ser uma doença, em sua maioria, secundária a outras doenças, o desenvolvimento de modelos animais com resposta similar aos humanos é de extrema importância. Assim, o presente estudo tem como objetivo o desenvolvimento e caracterização de um modelo suíno de I/R renal, seguido da identificação de alterações nos perfis metabólicos séricos durante à I/R renal aguda. Além de colaborar com o melhor entendimento da fisiopatologia da doença, pode prover novos biomarcadores com potencial uso no diagnóstico e prognóstico através do monitoramento dos pacientes hospitalizados. Primeiramente, foi desenvolvido um modelo controlado e percutâneo, com único insulto de I/R renal, sem nefrectomia contralateral usando suínos como modelo. A isquemia foi induzida por um cateter-balão inflado por 120min na artéria renal direita seguida de 24 horas de reperfusão. Amostras seriadas de soro e urina foram coletadas. A caracterização do modelo foi feita por análises histológicas e bioquímicas...

Imunomarcação da OPG e RANKL no reparo ósseo após a cirurgia de elevação do seio maxilar com Bio-Oss

Rodríguez Sánchez, Maria Del Pilar
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 62 f. : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
35.71%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Odontologia - FOA; The prosthetic rehabilitation with dental implants has become a common treatment, to replace missing teeth, after that the alveolar process go through the natural process of resorption, resulting ridges with poor bone volume for a good surgical and prosthetic planning. Sinus lifting technique, by the lateral window technique is well documented, using autogenous bone grafts, xenogenous, homogenous or alloplastic materials. The aim of this research was to assess new bone formation and the events of bone remodeling after maxillary sinus lifting surgery using Bio-Oss® associated with autogenous bone or isolated by immunolabeling of the new members of necrosis tumoral factor Osteoprotegerin (OPG) and the Receptor Activator for Nuclear Factor kβ (RANKL). Twenty-five patients with good general health status were selected to perform reconstructive surgeries of the posterior maxilla and later performed the installation of osseointegrated dental implants in a second surgical time. Maxillary sinus were divided in 3 groups, depending on the graft as follow: Group B: Bio-Oss®; Group BA: 1;1 Bio-Oss® + bone graft; Group A: Autogen bone graft. Biopsies of implant placement areas were collected for histometric and immunohistochemical assesses. Histometric data were statistically analyzed by ANOVA and Tukey parametric test...

Ressonância magnética eletrônica (RPE) e nuclear (RMN) em compostos e hidretos metálicos

Nilson Brasil Filho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/1985 PT
Relevância na Pesquisa
35.63%
Foram realizadas medidas de RMN pulsadas nos hidretos metálicos ZrCr2Hx (x = 2, 3 e 4) e ZrV2Hy (y = 2, 3, 4 e 5) no intervalo de temperatura entre 180K e 400K. Nosso objetivo foi investigar os mecanismos de relaxação nesses hidretos através de medidas dos tempos de relaxação spin-rede (T1) e spin-spin (T2) para o hidrogênio, e obter informações com respeito aos mecanismos de difusão do hidrogênio na rede metálica. Foram obtidas as energias de ativação, as freqüências de salto e a constante Ck, relacionada com a relaxação spin-elétron de condução, para o hidrogênio nos hidretos acima citados. Nossos resultados foram analisados à luz das teorias de relaxação modulada por interação dipolar (modelos de BPP e de Torrey) e da relaxação tipo Korringa (devida aos elétrons de condução) em sistemas metálicos. Na segunda parte desta tese, foram medidos o deslocamento do fator-g e a razão de Korringa nas linhas de RPE dos íons Gd3+, Nd3+ e Er3+ diluídos em compostos intermetálicos AB3 (A = La, Ce, Y, Sc, Th, Zr; B = Rh, Ir, Pt) de estrutura tipo AuCu3. Os resultados de RPE nestas séries de compostos foram analisados em termos do modelo de multibandas em metais, proposto anteriormente por Barberis e outros (1979) para explicar o comportamento dos parâmetros de Ressonância em compostos intermetálicos do tipo fase de Laves AB2; Proton pulsed Nuclear Magnetic Resonance measurements were performed on the metallic hydridesZrCr2Hx (x = 2...

Influencia do fator idade na modulação da resposta de celulas do ligamento periodontal induzida pelo fator de crescimento basico de fibroblastos (bFGF); The influence of aging on the modulation of periodontal ligament cells response induced by basic fibroblast growth factor (bFGF)

Bruno Braga Benatti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
45.76%
O objetivo deste trabalho foi investigar a influência do fator idade sobre o comportamento e expressão gênica de células do ligamento periodontal (CLPD), e quais alterações o tratamento com fator de crescimento básico de fibroblastos (bFGF) pode induzir nestas populações celulares. Culturas primárias de CLPD foram obtidas e divididas nos seguintes grupos experimentais: A ? inclusos (células obtidas de terceiros molares inclusos de voluntários entre 18 e 30 anos de idade), B ? jovens (células obtidas de pré-molares erupcionados de voluntários entre 15 e 20 anos de idade), C ? idosos (células obtidas de dentes erupcionados de voluntários acima de 60 anos de idade), D ? grupo A submetido ao tratamento com 10?g/ml de bFGF, E ? grupo B submetido ao tratamento com 10?g/ml de bFGF e F ? grupo C submetido ao tratamento com 10?g/ml de bFGF. Foram realizados ensaios de proliferação e viabilidade celular, mineralização, quantificação dos níveis de proteína total e do padrão de expressão dos seguintes genes: Colágeno tipo I e III, metaloproteinase (MMP)-2 e -8, inibidor tecidual de metaloproteinase (TIMP)-1 e ?2, fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF)-1, proteína morfogenética óssea (BMP)-3, bFGF, osteoprotegerina (OPG)...

Avaliação dos produtos finais de glicosilação e o fator nuclear K-B em glandulas lacrimais e superficie ocular de modelos animais de diabetes e envelhecimento; Advanced glycation end-products and Nuclear Factor K-B in lacrimal glands and ocular surface of diabetes and aging animal models

Monica de Cassia Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
105.92%
Este estudo avaliou as possíveis vias comuns na fisiopatogênese da síndrome do olho seco no Diabetes Mellitus (DM) e no envelhecimento, envolvendo o acúmulo dos produtos de glicosilação ("Advanced Glycation End-products" - AGEs), seu receptor RAGE e a ativação do Fator Nuclear-?B (NF-?B) na glândula lacrimal (GL) e alterações do filme lacrimal nessas condições. Modelos animais de DM induzido com estreptozotocina e animais senis (24 meses de vida) foram comparados a animais controle tratados com tampão citrato e adultos jovens (2 meses de vida). Foram avaliadas vias de sinalização, envolvendo AGEs, RAGE e a ativação do NF-?B na GL e alterações no filme lacrimal em ratos Wistar de todos os grupos. A análise do filme lacrimal foi realizada através de medidas de volume de secreção basal e dosagem de citocinas como a Interleucina-1 ß (IL-1 ß) e Fator de Necrose Tumoral - a (TNF- a). A capacidade secretória da GL foi avaliada através de medidas da atividade de peroxidase. Técnicas de "western blot" foram utilizadas para avaliar a expressão e ativação do NF-?B na GL. A expressão de AGE, RAGE e NF-?B na GL e córnea nos grupos estudados, foi avaliada através de microscopia confocal com imunofluorescência. O volume lacrimal foi significativamente menor nos animais diabéticos e senis (P=0...

Mecanismos de neuroproteção da guanosina contra a neurotoxicidade induzida por isquemia e dano oxidativo mitocondrial in vitro

Dal-Cim, Tharine Aparecida
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 140 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
25.63%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Neurociências; A guanosina (GUO) é um modulador endógeno da excitotoxicidade glutamatérgica e promove neuroproteção em modelos de neurotocixidade in vivo e in vitro. A guanosina promove neuroproteção frente à privação de glicose e oxigênio (PGO) através da modulação da atividade do canal de potássio do tipo BK (canal de K+ de larga condutância ativado por Ca2+), ativação da via da PI3K e aumento da captação de glutamato. Neste trabalho demonstramos que a GUO (1 mM) protege culturas de células de neuroblastoma humano (SH-SY5Y) da morte neuronal decorrente da superprodução de espécies reativas de oxigênio induzidas pela co-administração de rotenona e oligomicina A, através da ativação da via de sinalização celular proteína cinase dependente de fosfatidilinositol (PI3K)/proteína cinase B (Akt), inibição da enzima glicogênio sintase cinase (GSK-3?)PI3K/GSK-3? e indução da enzima antioxidante heme oxygenase-1. Estes efeitos foram mediados pelo BK, e pelos receptores de adenosina do subtipo A1R e A2AR. Em fatias de hipocampo submetidas a um modelo de isquemia in vitro (PGO)...

O papel do fator nuclear Kappa B (NF-k B) na expressão do gene CYBB do sistema NADPH oxidase humano; The role of nuclear factor k-B (NF-kB) CYBB gene expression activity of the human NADPH oxidase system

Marcos Luengo Blanco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
65.89%
Neste trabalho, estudou-se o papel funcional de fator nuclear kappa B (NF-?B), sobre a regulação do gene CYBB e, conseqüentemente, a influência que esse fator exerce sobre o desenvolvimento do sistema NADPH oxidase humano. Células mielocíticas da linhagem U937 transformadas com um vetor carregando o gene repressor de, NF-?B (I-?Ba-S32A/ S36A) demonstraram uma redução na liberação de ânion superóxido e uma diminuição nos níveis de expressão do gene CYBB comparado ao grupo controle de células U937 selvagens. Em paralelo, os mesmos parâmetros foram avaliados em linfócitos B de pacientes com Displasia Anidrótica Ectodérmica com Imunodeficiênca (DAE-ID) transformadas com vírus de Epstein-Barr (EBV), (EBV-DAE-ID?B S32I e DAE-ID NEMO/IKK? X420W), e células de um paciente portador de Doença Granulomatosa Crônica (DGC), com mutação ligada ao X (EBV-DGC-X91°). Esses experimentos também mostraram os mesmos efeitos inibidores da atividade NADPH oxidase, assim como a redução dos níveis de expressão do gene CYBB. Os ensaios de EMSA supershift (anti-p50 humano) demonstraram ausência da ligação do complexo protéico à seqüência consenso para NF-?B 5' do gene do CYBB, confirmando o bloqueio da translocação deste fator para o interior do compartimento nuclear das células U937 transformadas e das células EBV-DAE-ID?B S32I e DAE-ID NEMO/IKK? X420W. Diante destes resultados...