Página 1 dos resultados de 17 itens digitais encontrados em 0.095 segundos

Imunolocalização do bFGF em corpo lúteo de búfalas em diferentes estágios do ciclo estral; Immunolocalization of the bFGF in corpus luteum of buffalos in different stages of the estrous cycle

Prado, Carolina do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
65.81%
O corpo lúteo é uma glândula endócrina transitória cuja formação e manutenção são dependentes da angiogênese. O bFGF (basic Fibroblast Growth Factor) é um dos mais importantes fatores de crescimento angiogênicos no corpo lúteo que, além de possuir propriedades mitogênicas, modula a diferenciação e migração celular. Recentes estudos sugerem a participação desse fator como modulador local de funções nas células luteínicas. Sendo assim, objetivou-se caracterizar a expressão da proteína e do mRNA do bFGF em corpo lúteo de búfalas em diferentes estágios do ciclo estral e também em búfalas superovuladas em fase luteínica média. Foram utilizados corpos lúteos (CLL) de 15 búfalas, os quais foram divididos em cinco grupos: corpo hemorrágico (CH), corpo lúteo maduro (CL), CL em regressão (CR), corpo albicans (CA) e corpo lúteo de animais superovulados (CS). As amostras foram fixadas em formol tamponado a 4%, depois desidratadas em uma série de etanol com concentrações crescentes e incluídas em Histosec®. Cortes de 5mm de espessura foram submetidos a imuno-histoquímica para posterior localização tecidual da proteína do bFGF. Para a localização do mRNA, cortes de 10mm foram submetidos à Hibridização in situ. A expressão do bFGF foi detectada nas células luteínicas...

O papel do alimento, do fator de crescimento transformante alfa e do receptor do fator de crescimento epidermal na proliferação e diferenciação celular durante o desenvolvimento pós-natal do epitélio gástrico de ratos.; The role of diet, transforming growth factor alpha and epidermal growth factor receptor in the cell proliferation and differentiation during the postnatal development of the gastric epithelium of rats.

Osaki, Luciana Harumi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.06%
O desmame precoce (DP) causa mudanças na mucosa gástrica, como o aumento da proliferação celular e da expressão do Fator de Crescimento Transformante (TGFa). Neste trabalho, avaliamos o papel desse peptídeo e seu receptor EGFR no controle do crescimento gástrico. Ratos com 15 dias de vida foram divididos em: amamentados (controle) e DP, no qual os filhotes foram separados da mãe e alimentados com pasta de ração. O DP aumentou o número de células marcadas para EGFR, acelerou a diferenciação de células mucosas do colo e elevou a expressão de mucina 6. A inibição do EGFR com AG1478 diminuiu a proliferação celular e o número de células mucosas do colo. Entre as proteínas envolvidas na sinalização de EGFR e ciclo celular, detectamos que o DP elevou os níveis de p-ERK1/2 e p-Src e não alterou p-Akt, p21 e p27. Nós sugerimos que o padrão alimentar influencia a proliferação e diferenciação no epitélio gástrico, e que TGFa/EGFR podem regular esses processos durante o desenvolvimento pós-natal, provavelmente por ativação das vias de sinalização de MAPK e Src.; Early weaning (EW) causes changes in the gastric mucosa, including the increase in cell proliferation and Transforming Growth Factor (TGFa). In the present study...

Função do fator de crescimento progranulina na diferenciação e proliferação de células de linhagem hepática, durante o desenvolvimento embrionário de ratos Fischer 344; Function of the progranuline growth factor in the hepatic lineage cell differentiation and proliferation during the embryo development of fisher 344 rats

Passos, Cristiane Carlin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.05%
Doenças envolvendo órgãos endodermicamente derivados afetam milhares de pessoas no mundo. O sucesso da terapia celular para o tratamento de doenças de órgãos oriundos da mesoderme e ectoderme gera ótimas perspectivas para o uso do mesmo em tratamento de doenças de órgãos de origem endodérmica (tireóide, pulmões, fígado, vesícula biliar e pâncreas). Particularmente, no fígado, ainda que sejam atribuídas propriedades regenerativas em muitas lesões o mecanismo de reparação é insuficiente, tornando o transplante hepático à única opção definitiva. Dentre as células-tronco embrionárias, as células de linhagens hepáticas fetais podem estabelecer-se como fonte importante para a terapia celular em indivíduos com doenças hepáticas, pois possuem um alto índice de diferenciação de hepatócitos e células do ducto biliar in vitro. Evidências apontam a progranulina como um fator de crescimento de grande habilidade para a indução de proliferação celular, uma vez que está envolvida no desenvolvimento embrionário e neonatal. Sendo assim, neste trabalho foram utilizados embriões de ratos Fischer 344 com idades gestacionais 12,5; 13,5; 14,5; 15,5; 16;5 para caracterizar o papel do novo fator de crescimento progranulina na hepatogênese. Foram realizadas análises histológicas...

Alterações do metabolismo do ferro nas talassemias; Changes of iron metabolism in thalassemia

Guimarães, Jacqueline da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.03%
As síndromes talassêmicas (?- e ?-talassemia) são as desordens mais comuns e frequentes associadas com eritropoese ineficaz. O desbalanço na produção das cadeias ?- e ?-globinas resulta no comprometimento da produção de eritrócitos, em anemia e aumento de progenitores eritroides no sangue periférico. Enquanto os pacientes homozigóticos afetados por essas desordens demonstram alterações características dos parâmetros relacionados a eritropoese, a relação entre grau de anemia, eritropoese alterada e disfunção do metabolismo de ferro ainda não foram investigados nos indivíduos com ?+-talassemia heterozigótica ou ?+-talassêmia. Duzentos e vinte seis indivíduos (75 do gênero feminino e 151 do gênero masculino) foram recrutados e divididos em 5 grupos: Controle (n=28), doadores de sangue regulares (DSR, n=23), ?+-talassemia heterozigótica (TAT, n=14), ?+-thalassemia (traço ?-talassêmico, TBT, n=20) e ?0-talassemia, (?-talassemia maior, BTM, n=27). As amostras foram analisadas para parâmetros hematológicos (Micros ABX 60); ferro sérico, capacidade total de ligação ao ferro e saturação de transferrina por método colorimétrico (Pointe Scientific, Inc., Canton, MI, USA), ferritina e proteína C-reativa ultra sensível por imunoensaio (Immulite 1000); receptor solúvel de transferrina...

Efeito das prostaglandinas ciclopentenônicas sobre a expressão gênica do fator nuclear PPAR-γ, do receptor de scavenger CD36 e proteínas de apoptose em macrófagos : implicações para a fisiopatologia da aterosclerose

Cruz, Lavínia Almeida
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.96%
Considerando que as doenças cardiovasculares representam a maior causa de mortalidade e morbidade em países ocidentais, a aterosclerose se destaca pelo fato de predispor os pacientes ao infarto do miocárdio, a acidentes vasculares cerebrais e a doenças vasculares periféricas. Neste contexto, a oxidação de lipoproteínas do plasma, particularmente LDL, é um dos fatores de risco para eventos cardiovasculares, pois é reconhecida e internalizada por macrófagos, ocasionando a sua diferenciação em foam cells. Diversos fatores participam deste processo de diferenciação, como a expressão de receptores de scavenger CD 36, proporcionando aumento na captação de LDL oxidada, aumento na síntese endógena de colesterol e ativação de fatores nucleares que iniciam a transcrição de proteínas específicas e fatores de crescimento que disparam a aterogênese. Os fenômenos celulares relacionados à apoptose também são de especial importância, tanto no desenvolvimento da lesão aterosclerótica como na estabilidade da placa e formação de trombos. As prostaglandinas (PGs) ciclopentenônicas (CP-PGs), em particular a PGA2 e a 15-desóxi-∆12,14-PGJ2 são uma classe especial de PGs que, em diminutas concentrações, disparam a expressão das proteínas de choque térmico (hsp)...

Regulação da expressão de fatores secretados pelo oócito (FSOs) e seus receptores durante a maturação in vitro (MIV) bovina e ações no controle da expressão de cumulus

Caixeta, Ester Siqueira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 94 f.
POR
Relevância na Pesquisa
45.91%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Farmacologia) - IBB; O oócito participa ativamente dos mecanismos reguladores da maturação do complexo cumulus-oócito (COC) via secreção de fatores parácrinos. A proteína morfogênica óssea 15 (BMP15) e o fator de crescimento e diferenciação 9 (GDF9) têm concentrado a maior parte da atenção direcionada aos fatores secretados pelo oócito (FSO) e têm sido associados com a melhora na competência para o desenvolvimento do COC. Em adição, recentemente, detectamos a expressão de fatores de crescimento fibroblástico (FGFs) no oócito e seus receptores nas células do cumulus (FGF10 e seus receptores FGFR1B e 2B; FGF8 e 17 e seus receptores FGFR2C e 3C), sugerindo o envolvimento do sistema FGF na regulação da diferenciação das células do cumulus. O presente trabalho investigou a regulação da expressão do RNAm de FSOs (BMP15, GDF9, FGF8, FGF10 e FGF17) e seus receptores, bem como de membros da família de fatores de crescimento epidermal (EGF)-like [ampiregulina (AREG), epiregulina (EREG) e betacelulina (BTC)] durante a maturação in vitro (MIV) bovina estimulada pelo FSH. O FSH estimulou a expressão do FGFR2C...

Avaliação da angiogenese em transplantes hepaticos atraves do CD34 e CD105 : comparação entre carcinoma hepatocelular, nodulos displasicos e nodulos regenerativos; Evaluation of angiogenesis in liver explants by CD34 and CD105 : comparative study between hepatocellular Carcinoma, dysplastic nodules and regerative cirrhotic nodules

Vanderlei Segatelli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
25.69%
O carcinoma hepatocelular (CHC) destaca-se como uma das formas mais comuns de câncer no mundo, correspondendo a aproximadamente 90% das neoplasias primárias do fígado, sendo a cirrose seu mais importante fator de risco. A sua progressão, no entanto, depende de inúmeros fatores e, entre estes, a angiogênese assume papel fundamental, principalmente por ser o CHC um tumor altamente vascularizado. É sabido que tumores sólidos, ao atingirem volume de 1 a 2mm3, passam a ter seu crescimento dependente de neovascularização e no fígado esta se faz através de capilarização sinusoidal, processo pelo qual ocorrem alterações morfológicas nos sinusóides hepáticos, com perda das fenestrações e deposição de membrana basal. Neste estudo retrospectivo avaliamos a angiogênese, através dos marcadores imuno-histoquímicos CD34 e CD105 (Endoglina), com determinação da densidade microvascular (DMV) em 44 produtos de hepatectomia total, compreendendo 44 nódulos neoplásicos (CHC), 44 nódulos regenerativos (NR) e 15 nódulos com características microscópicas de lesões pré-malignas (ou Nódulos Displásicos - ND), sendo 8 de baixo grau e 7 de alto grau. A avaliação compreendeu a determinação da DMV no centro e na periferia de todos os nódulos. Para análise estatística foi utilizada análise descritiva com apresentação de medidas de posição e dispersão para variáveis contínuas; para a comparação dos grupos foi utilizada a ANOVA...

Efeito de um bloqueador do receptor PDGF na adipogênese de camundongos tratados com dieta hiperlipídica; PDGFR beta kinase inhibitor reduces adipogenesis and improves insulin sensitivity in mice

Angélica Costa Aranha Camacho Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.85%
A obesidade é hoje considerada um problema de saúde pública. Essa condição é caracterizada pelo aumento do peso corporal, mais especificamente do tecido adiposo branco. A adipogênese (diferenciação do pré-adipócito em adipócito) é um fenômeno complexo e não muito bem caracterizado. Recentes estudos mostraram que os préadipócitos estão localizadas nas paredes dos vasos que irrigam o tecido adiposo. Estas células estão presentes exclusivamente neste tecido e expressam alguns marcadores, dentre eles o PDGFRß. O PDGFRß é um receptor tirosina quinase cujo papel na migração, proliferação e diferenciação de diversos tipos celulares tem sido extensivamente estudado. O AG1296 (6,7- dimetoxi-2-fenil-quinoxalina) é um potente inibidor do receptor PDGF, pertencente à classe da quinoxalinas. Deste modo, levando-se em consideração o papel do receptor PDGF no crescimento e proliferação celulares e o fato de que as células PDGFR_ positivas provenientes do tecido adiposo possuem alto potencial adipogênico, neste estudo investigamos o efeito do AG1296 na adipogênese de camundongos submetidos à dieta hiperlipídica e à dieta padrão. Nós também investigamos se essa inibição afetaria a sensibilidade à insulina desses grupos estudados. Para tanto...

Aspectos da regulação do metabolismo do ferro nas hemoglobinopatias; Aspects of iron metabolism regulation in hemoglobinopathies

Kleber Yotsumoto Fertrin
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
45.92%
As hemoglobinopatias são distúrbios hereditários em que uma mutação genética leva a alteração da produção normal de hemoglobina, tal como na anemia falciforme e nas talassemias ß. Na maioria dessas doenças, ocorre anemia com necessidade transfusional variável, o que pode acarretar sobrecarga corporal de ferro. Na talassemia ß intermediária, ocorre aumento espontâneo e desproporcional da absorção do ferro, com consequente excesso desse metal mesmo na ausência de transfusões. Com a evolução da terapia transfusional e o aumento da expectativa de vida desses pacientes, o conhecimento sobre a regulação do metabolismo do ferro tornou-se fundamental para melhor controle da sobrecarga de ferro. O principal regulador desse metabolismo é a hepcidina, um polipeptídeo produzido majoritariamente pelo fígado, porém também sintetizado por células do sistema fagocítico-mononuclear, em que seu papel é pouco conhecido. Uma citocina capaz de suprimir a produção de hepcidina é o GDF-15 (fator de crescimento e diferenciação 15). Neste estudo, com a avaliação de amostras de sangue de 103 pacientes com anemia falciforme, talassemia ß intermediária, anemia por deficiência de cobalamina ou outros tipos de anemia, constatou-se que o aumento dos níveis desse fator ocorre tanto em quadros de hemólise crônica quanto na presença de eritropoese ineficaz...

Fumo em ratas grávidas : envolvimento do fator induzível por hipóxia (HIF-1alpha), do fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF) e da eritropoietina (EPO) sobre a ontogênese renal e a função renal da prole de ratos machos; Smoking pregnant rats : involvement of hypoxia-inducible factor (HIF-1alpha), vascular endothelial growth factor (VEGF) and erythropoietin (EPO) on ontogenesis and renal function of the male offspring rats

Daniel Bueno Block
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
55.86%
O ambiente em que vivemos tem grande influência no desenvolvimento e na vida adulta do feto, sendo que a alimentação ou o tabagismo vêem como hábitos e estilo de vida que estão diretamente relacionados a modificações na organogênese fetal. O tabagismo é um dos fatores de maior preocupação das autoridades em saúde pública, devido aos graves problemas à saúde causados pelo cigarro, os custos sociais e econômicos decorrentes destas afecções e, atualmente às possíveis implicações epigenéticas dada incidência do tabagismo em gestantes que pode repercutir sobre gerações futuras. Vários estudos tratam dos efeitos danosos e das repercussões do cigarro no organismo de gestantes e no desenvolvimento do feto, tais como hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, maior prevalência de aborto espontâneo, morbidade intrauterina , retarde no crescimento fetal, entre outros. A inalação de monóxido de carbono (CO) pelas gestantes, através do cigarro, causa no feto um estado de hipóxia que pode ser, muitas vezes, fatal. Em resposta a este déficit de oxigênio alguns mecanismos fisiológicos podem ser observados, como: o aumento da expressão do hormônio endógeno eritropoietina (EPO) que regula a eritropoiese e consequentemente...

Development of a diagnostic procedure for VBNC cells of Listeria monocytogenes

Costa, Olívia Carina Campos da, 1983-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
95.87%
Tese de mestrado. Biologia (Microbiologia Aplicada). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2012; VBNC state represents a specific differentiation program into a survival state with several modifications in the cells walls and cytoplasmic membrane, a decrease in metabolic activity and maintaining gene expression. This state is induced upon exposure to stressful conditions, including nutrient starvation, different temperatures, pH, oxygen concentration and exposure to light or UV radiation. VBNC cells can represent an unknown public health risk, especially in the food industry, since they are unable to grow in routine analysis bacteriological media. This work aimed to develop a PCR based diagnostic procedure to detect VBNC cells of Listeria monocytogenes, a foodborne pathogen, able to resuscitate. It were defined as PCR targets Imo2522 and Imo0186 genes, due to their potential as Rpfs, and used for primers designo Two more genes were considered for detection, one for L. monocytogenes identification and one as internal amplification control. The Multiplex-PCR reaction established was characterized and had a 50 pg detection limit for the target genes. DNA extraction protocols were developed to yield enough DNA from low bacteria number for Multiplex-PCR detection. However the detection of just a few cells was neve r observed. Therefore it was adopted Lmo0186-PCR reaction with 125 fg DNA detection limit and the ability to detect 1 VBNC cell. Assays performed with PMA...

Patterns of population genetic structuring in the giant noctule bat, Nyctalus lasiopterus: a multi-scale analysis

Santos, João Garcia Nolasco Dourado
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
75.66%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Evolutiva e do Desenvolvimento). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014; O estudo dos ciclos de vida e das dinâmicas socias em espécies animais é geralmente feito por abordagens de campo, por radio seguimento, captura e recaptura de indivíduos e a caracterização detalhada das interações entre membros de grupos sociais. Estas abordagens são informativas, mas pecam pela impossibilidade de seguir todos os indivíduos a todas as alturas, passando ao lado de movimentos importantes e sobretudo, pela dificuldade que o investigador de campo tem de avaliar o sucesso reprodutivo dos indivíduos que se deslocam. Análises da estrutura genética de populações selvagens, que visam a análise da compartimentação da variância genética entre populações, a distribuição de parentes próximos nestas e a correlação entre estrutura social e genética têm-se multiplicado nos últimos anos e acompanhado o desenvolvimento teórico e tecnológico. Ao capturar a estrutura genética de populações de uma espécie estas técnicas permitem-nos inferir o efeito e a verdadeira eficácia dos deslocamentos observados no campo. Para além de permitirem um melhor entendimento da espécie em questão...

Fator de diferenciação de crescimento 15: um novo biomarcador em pacientes com disfunção diastólica?

Dinh,Wilfried; Füth,Reiner; Lankisch,Mark; Hess,Georg; Zdunek,Dietmar; Scheffold,Thomas; Kramer,Frank; Klein,Rolf Michael; Barroso,Michael Coll; Nickl,Werner
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.08%
FUNDAMENTO: O fator de diferenciação de crescimento-15 ou GDF-15, uma citocina de resposta ao estresse relacionada ao fator transformador de crescimento beta (TGF-ß), está elevado e independentemente relacionado à prognóstico adverso na insuficiência cardíaca sistólica. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo é investigar os níveis plasmáticos de GDF-15 em pacientes com disfunção diastólica pré-clínica ou insuficiência cardíaca com fração de ejeção normal (ICFEN). MÉTODOS: Avaliamos 119 pacientes com fração de ejeção (FE) normal, encaminhados à angiografia coronariana eletiva, dos quais 75 (63%) tinham doença arterial coronariana (DAC). Os indivíduos foram classificados como tendo disfunção diastólica ventricular esquerda leve (DDVE grau I, n = 61), ICFEN (DDVE grau II ou III, n = 38) ou função diastólica normal (controles, n = 20). Em um subgrupo de 20 indivíduos, alterações no débito cardíaco (DC) foram medidas através de reinalação de gás inerte (Innocor®) em resposta a um teste hemodinâmico ortostático. RESULTADOS: Os níveis de GDF-15 na ICFEN [mediana 1,08, variação interquartil (0,88-1,30) ng/ml] eram significantemente mais altos do que nos controles [0,60 (0,50-0,71) ng/ml...

Relação entre angiogênese e estádio no carcinoma do endométrio

Speck,Neila Maria de Góis; Focchi,José; Alves,Antonio Correa; Osório,Cintia Aparecida Bueno; Baracat,Edmund Chada
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
45.71%
OBJETIVO: avaliar se o número de vasos neoformados é fator importante para o prognóstico do adenocarcinoma endometrial, comparando-o com o grau de diferenciação histológica e o estadiamento do tumor. MÉTODOS: foram estudadas 56 amostras de tecido endometrial, sendo 11 com o diagnóstico histológico de endométrio atrófico, 10 endométrios proliferativos (ambos caracterizados como grupos controle), 10 amostras de adenocarcinomas GI, 13 adenocarcinomas GII e 12 adenocarcinomas GIII, caracterizados como grupos de estudo. Dois cortes histológicos foram obtidos de cada caso: um foi corado pela hematoxilina-eosina e o outro, para estudo imuno-histoquímico, foi tratado com anti-CD34, com a finalidade de corar vasos. A contagem vascular foi realizada na interface do crescimento tumoral com o estroma adjacente, em dez campos de 100 vezes de aumento, mediante estudo morfométrico pelo sistema computadorizado Kontron S300. No grupo controle, foi selecionada a interface entre glândulas endometriais e estroma adjacente. RESULTADOS: a média de vasos contados em 10 campos foi de 11,6 para o endométrio atrófico; 13,2 para o proliferativo; 15,3 para o adenocarcinoma GI; 19 para o adenocarcinoma GII e 22,7 para o adenocarcinoma GIII. A média de quantificação vascular para os tumores das pacientes incluídas no estadiamento clínico I foi 18...

Identificação de bactérias patogênicas isoladas na Unidade de Emergência do Agreste-AL, através de PCR de amplo espectro e seqüenciamento de rRNA 16S; Identification of pathogenic bacteria by broad range PCR and sequencing of 16S rRNA gene, isolated from Agreste s Emergency Unit-Alagoas

Coimbra, Daniel Gomes
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Biologia; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Biologia; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.69%
Hospital infections are the most frequent complications occurring in hospitalized patients, especially in trauma hospitals, where the seriousness of the injury is predictive factor for the emergence of infections. This study evaluated the profile of infection in the Emergency Unit of Agreste (UEA) through data from CCIH and analysis of clinical samples. The antimicrobial resistance profile was determined too. Isolates have been subjected to 16S rRNA sequencing and analysis in GenBank and RDP. Among 271 patients analyzed, 154 (57%) exhibited positivity in culture (PC). Automobile accidents were the main causes of hospitalization (47,2%). The median of hospitalization was 26 days. PC patients were 10 days more than the median. The use of urinary catheter was 15±13 days, being more 9,5 days in patients PC, on average. Of the 252 PC, 43 were isolated over a microorganism, totaling 269 bacteria and 26 yeasts. Pseudomonas aeruginosa (16,9%) and Acinetobacter baumannii (12,9%) were more frequent. Antimicrobial empirical therapy was made by 76,6% of patients, being 58,1% by cephalosporins. Vancomycin (100%) and chloramphenicol (82,4%) were the most sensitive between the antimicrobial Gram positive cocci, and carbapenems (90,1%) among Gram negative bacilli. The results of UEA compared to international monitoring programmes exhibited greater resistance. However...

Estudo imuno-histoquímico da presença de miofibroblastos e da expressão do fator transformador de crescimento-beta1, interferon gama, metaloproteinase de matriz 13 e indutor de metaloproteinases de matriz em lesões odontogênicas epiteliais

Santos, Pedro Paulo de Andrade
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.84%
Myofibroblasts are cells that exhibit a hybrid phenotype, sharing the morphological characteristics of fibroblasts and smooth muscle cells, which is acquired during a process called differentiation. These cells then start to express -SMA, a marker that can be used for their identification. Studies suggest that myofibroblasts are related to the aggressiveness of different tumors and that TGF-1 and IFN- play a role in myofibroblast differentiation, stimulating or inhibiting this differentiation, respectively. The objective of this study was to investigate the role of myofibroblasts in epithelial odontogenic tumors, correlating the presence of these cells with the aggressiveness of the tumor. Immunohistochemistry was used to evaluate the expression of TGF-1 and IFN- in myofibroblast differentiation, as well as the expression of MMP-13, which is activated by myofibroblasts, and of EMMPRIN (extracellular matrix metalloproteinase inducer) as a precursor of this MMP. The sample consisted of 20 solid ameloblastomas, 10 unicystic ameloblastomas, 20 odontogenic keratocysts, and 20 adenomatoid odontogenic tumors. For evaluation of myofibroblasts, anti- -SMA-immunoreactive cells were quantified in connective tissue close to the epithelium. Immunoexpression of TGF-1...

Análise de fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) em pacientes portadores de distrofias musculares progressivas

Meler, Juliana
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
45.71%
Trabalho de Conclusão de Curso, para a obtenção do grau de Bacharel no curso de Fisioterapia da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; As Distrofias Musculares Progressivas (DMP) são caracterizadas por degeneração progressiva e irreversível da musculatura esquelética, levando a uma fraqueza muscular e perda da capacidade motora. O Fator Neurotrófico do Cérebro (BDNF) é uma neurotrofina, a qual desempenha um importante papel nos processos de crescimento, diferenciação, sobrevivência e plasticidade neuronal. O presente estudo comparou os níveis de BDNF em 24 portadores de DMP com o grupo controle, através da coleta de 15 mL de sangue periférico. Os níveis de BDNF foram analisados pelo Kit Elisa e constatou-se que apenas a Distrofia Miotônica Tipo 1 apresentou alterações significativas (p<0,05) quando comparados com os controles, demonstrando atividade que corroboram para uma plasticidade neuronal neste tipo de DMP.