Página 1 dos resultados de 2887 itens digitais encontrados em 0.032 segundos

Os atributos mobilizados pela enfermeira na saúde da família-uma aproximação aos desempenhos na construção da competência gerencial; The attributes mobilized by nursing professionals in the Family Health Program performance in constructing managerial competence

Kawata, Lauren Suemi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96.06%
A Saúde da Família traz para o cenário do Sistema Único de Saúde a proposta de reorganização da assistência a partir da atenção básica. Para sua efetivação, faz-se necessário o comprometimento dos trabalhadores da área da saúde com a reestruturação do processo de trabalho, viabilizando-o de modo que sejam desenvolvidas práticas de saúde que visem ao atendimento das necessidades da população com a presença de atos de fala, escuta, vínculo e negociação. Assim, este estudo, de caráter exploratório-descritivo, caracteriza-se como um estudo de caso na abordagem qualitativa, tendo por objetivos identificar e analisar os atributos mobilizados nas situações de trabalho e que caracterizam os desempenhos das enfermeiras no que diz respeito à área de competência gerencial na Saúde da Família, apoiado nos conceitos teóricos de competência dialógica. Para coleta de dados foi realizada a observação participante do trabalho das enfermeiras atuantes na Saúde da Família em quatro unidades vinculadas à Universidade de São Paulo do município de Ribeirão Preto SP/Brasil, considerando-se uma semana típica de trabalho, num total de 160 horas de observação. Para a análise de dados optamos pela análise de conteúdo...

O modelo de implementação da Equipe de Saúde Bucal no Programa Saúde da Família (PSF) no munícipio de Maringá - PR; Model of establishment of Oral Health Team in the Family Health Program (PSF) at the city of Maringá, Brazil

Goya, Suzana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2007 PT
Relevância na Pesquisa
95.99%
O Programa Saúde da Família (PSF) não é mais uma estratégia paralela na organização de serviços, mas sim, uma proposta substitutiva, de reestruturação do modelo da atenção básica à saúde. Esta estratégia busca atender aos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), construindo saúde de forma universal, holística e eqüitativa, com a participação comunitária. Vai mais além, pois enfoca a família e não somente o indivíduo, em seu ambiente físico e social, dentro de sua comunidade, de sua realidade de vida familiar, facilitando assim a compreensão do processo saúde-doença com o objetivo da educação em saúde e conseqüentemente do auto-cuidado em saúde geral e bucal. Os pressupostos teóricos do PSF e o contexto de trabalho da Equipe de Saúde Bucal (ESB) favorecem a interação com a família e a comunidade. As atividades desenvolvidas (levantamento epidemiológico, visitas domiciliares, puericultura e orientações sobre cuidados com a saúde e os fatores que interferem na qualidade de vida) são situações oportunas para o trabalho com a família. A atividade de planejamento e de programação adequados à realidade local são instrumentos capazes de orientar e melhorar as ações programadas por toda Equipe de Saúde da Família (ESF). Neste trabalho buscou-se contextualizar a implementação das ESB no PSF no município de Maringá-PR...

O Agente comunitário de saúde como ator na promoção de saúde bucal no programa saúde da família de Rio Branco, Acre, 2009; The community health officer as an actor in the promotion of oral health in the family health program in Rio Branco, Acre, 2009

Santos, Cleber Ronald Inácio dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
96.03%
Introdução Agentes Comunitários de Saúde (ACS) são atores estratégicos na Promoção de Saúde. A atuação dos agentes, no âmbito do programa de saúde da família, vem sendo considerada decisiva em vários contextos, e abrange ações no campo da saúde bucal. Objetivo Analisar a atuação dos Agentes Comunitários de Saúde do programa saúde da família do Município de Rio Branco, Acre, no ano de 2009, na perspectiva da promoção de saúde bucal, descrevendo suas práticas, independente da presença de profissionais de saúde bucal nas unidades de saúde da família. Método Pesquisa descritiva e interpretativa, constituindo-se em um estudo de metodologia qualitativa na área de Serviços de Saúde Pública, realizado através de coleta de dados empíricos. A população de estudo foi constituída por 20 agentes comunitários de saúde que atuaram em unidades de saúde da família da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, Capital do Estado do Acre, no ano de 2009. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semi-estruturadas. Foi utilizada a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo para sumarizar e expressar as falas dos sujeitos, analisadas segundo as Idéias Centrais definidas. Resultados e Discussão Os Discursos do Sujeito Coletivo foram analisados e apresentados a partir das seguintes Idéias Centrais: O vínculo do agente comunitário de saúde com a comunidade; A percepção da saúde bucal; Como adquirem os conhecimentos sobre saúde bucal; As orientações sobre saúde bucal realizadas no domicílio; e...

Processos de apropriação da prática na construção do cuidado em saúde, sob a perspectiva de usuários do Programa de Saúde da Família Rural de Sacramento/MG.; Appropriation processes of practice in health care construction, under the users perspective of the Rural Family Health Program from the city of Sacramento, state of Minas Gerais, Brazil.

Oliveira, Edward Meirelles de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.05%
Implantado em 1994, o Programa Saúde da Família (PSF), hoje Estratégia Saúde da Família (ESF), vem buscando garantir o acesso equânime à saúde a partir de um modelo que tem como princípios básicos: a integralidade, hierarquização, territorialização, equipe multiprofissional e o caráter substitutivo do modelo de assistência à saúde. A tradução destes princípios na prática, nem sempre efetiva, tem sido discutida, principalmente no que diz respeito ao seu caráter substitutivo. Nesse sentido, o presente estudo, enquadrado no campo da saúde coletiva, foi realizado junto aos usuários de famílias adscritas a uma equipe rural do PSF de Sacramento/MG. O objetivo foi identificar elementos para sistematizar determinantes do processo de apropriação pela comunidade, sobre o trabalho conjunto de profissionais de saúde, no contexto do atendimento junto ao PSF. Os dados foram obtidos em grupos focais compostos por representantes das famílias de três comunidades rurais microáreas da área de abrangência do PSF Rural. A análise das entrevistas grupais foi processada via identificação de conteúdos ex post facto, agrupados em categorias temáticas, relacionadas ao processo de apropriação do trabalho oferecido pelo PSF. Tais resultados foram analisados à luz do referencial teórico da saúde na comunidade. Quatro categorias temáticas agruparam alguns determinantes ligados ao objetivo do trabalho: A) Disponibilidade...

Características demográficas, socioeconômicas e situação de saúde de idosos de um programa de saúde da família de Porto Alegre, Brasil; Socioeconomic and demographic characteristics and health condition of elderly people from a family health program in Porto Alegre, Brazil; Características demográficas, socioeconómicas y situación de salud de ancianos de un programa de salud de la familia de Porto Alegre, Brasil

Souza, Luccas Melo de; Morais, Eliane Pinheiro de; Barth, Quenia Camille Martins
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
95.98%
Estudo epidemiológico, exploratório-descritivo que objetivou identificar as características demográficas, socioeconômicas e a situação de saúde/doença de idosos de um Programa de Saúde da Família de Porto Alegre, Brasil, a fim de contribuir para o planejamento das ações de saúde a esses. Coletou-se dados de 98 idosos através de inquérito domiciliar, utilizando-se de instrumento semi-estruturado e multidimensional. Verificou-se que a média de idade dos entrevistados era de 69,5 anos. Do total dos idosos: 61 eram mulheres; 40 casados(as) e 77 não possuíam trabalho remunerado. A maioria dos homens (64,9%) tinha companheira, contrastando com 26,2% de mulheres com companheiro. Quanto à saúde, 80,6% relataram alguma patologia, destacando-se as doenças do aparelho circulatório em 55,1% dos entrevistados. Conclui-se que, embora os dados encontrados assemelhem-se a outros estudos, o conhecimento desses é fundamental para a adequação das ações de saúde da equipe do PSF estudado, com vistas à melhor atenção a esses idosos.; Se trata de un estudio epidemiológico, exploratorio-descriptivo, que tuvo como objetivo identificar las características demográficas, socioeconómicas y la situación de salud y enfermedad de ancianos de un Programa de Salud de la Familia en Porto Alegre...

Socioeconomic and demographic characteristics and health condition of elderly people from a family health program in Porto Alegre, Brazil

Souza,Luccas Melo de; Morais,Eliane Pinheiro de; Barth,Quenia Camille Martins
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 EN
Relevância na Pesquisa
95.98%
This epidemiological and exploratory-descriptive study aimed to identify the socioeconomic and demographic features, as well as the health and disease condition of elderly people from a Family Health Program in Porto Alegre, Brazil, with the purpose of contributing to the planning of health actions for this population. Data from 98 elderly people were collected through a home survey by means of a semistructured instrument. The mean age of the interviewed subjects was 69.5. Sixty-one participants (62.2%) were women; 40 (40.8%) were married and 77 (78.6%) did not have remunerated work. Most men (64.9%) had a companion, against 26.2% of women with a partner. As to health, 80.6% reported suffering from some pathology, especially diseases of the circulatory system, reported by 55.1% of the interviewees. Although the collected data are in line with other studies, knowledge about them is important to adapt health actions by the Family Health Program team under study, in order to offer better care to these elderly people.

A educação em saúde pública na práqtica cotidiana: atuação dos cirurgiões-dentistas do PSF de Natal-RN; Education in health on the daily practice: the performance of theoral surgeons from the Family Health Program of Natal-RN

Fernandes, Maria Julieta Medeiros
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.02%
Considering education a support to health promotion, care integration and citizenship formation,the purpose of this research was to analyze the perception of the oral surgeons from the Family Health Program of Natal-RN over education in health as well as their performance as educators based on their activities on the program. A qualitative study was accomplished by a semi-structured interview and a Free Association of Words Test with 80 oral surgeons from the Family Health Program of Natal-RN. The instruments were analyzed through the meaning analysis and the Central Nucleus of Vergès Theory. The results showed a lack of planning in health actions so there is no standardization on the educative practices done by the oral surgeons which mostly are focused on scholars. There was an agreement among the group according to the oral surgeons´ perception about education in health that education is related to its function of recall prevention ideas to the population. Most part of the context units analyzed by the professionals´ speech show the knowledge of education in health as an inadequate behavior change instrument of the individuals. An interesting point was a quotation cited by some professionals that included actual themes such as citizenship...

O papel do pediatra no programa de saude da familia-Paideia de Campinas (São Paulo-Brasil); The pediatrician's role in the Paideia-family health program in Campinas (SP-Brazil)

Paulo Vicente Bonilha Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
96.02%
Os sistemas de saúde orientados pelos princípios da Atenção Primária à Saúde alcançam melhores indicadores de saúde, têm menores custos e maior satisfação dos usuários. Entretanto há muitas divergências sobre as formas de estruturá-los, para obtenção destes princípios. Em muitos países a Atenção Primária é prestada por médicos de família, que funcionam como porta de entrada do sistema de saúde, acompanhados ou não por outros profissionais de saúde. Médicos de outras especialidades também podem estar disponíveis, como pediatra, ginecologista, clínico geral, e outros. No Brasil, desde 1994, o Ministério da Saúde vem implantando o Programa de Saúde da Família (PSF), como estratégia central da Atenção Primária do Sistema Único de Saúde. O PSF baseia-se no trabalho de uma equipe composta por um médico de família generalista, uma enfermeira, um ou mais auxiliares de enfermagem e de quatro a seis agentes comunitários de saúde. Esta composição das equipes de saúde da família tem sido criticada como insuficiente, principalmente nos grandes centros urbanos, para dar conta das diversas e complexas realidades de saúde do país. Uma das críticas é em relação à ausência do médico pediatra na equipe. Este trabalho analisou parte da experiência do programa no município de Campinas (SP-Brasil)...

A visita domiciliar no programa de saude da familiar : entre a norma e o cuidado; Home visits in the family health program : between norm and care

Beatriz Helena de Mattos Araujo Verri
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96.04%
O Programa de Saúde da Família (PSF) é considerado como uma estratégia de reorganização do modelo assistencial da rede básica, cujo foco são as famílias de determinado território, em que se utiliza a adscrição de clientela, a definição de micro-áreas de risco, o trabalho em equipe e a presença de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), de forma a integrar ações de promoção, prevenção, assistência e reabilitação. Uma atividade regular do programa é a Visita Domiciliar (VD) realizada pelos ACS e que, por sua expressão numérica e potencial de intervenção na relação do programa com as famílias, constitui-se em objeto privilegiado de reflexão no interior do modelo assistencial. O presente estudo objetivou conhecer o significado, para famílias, equipes de PSF e gestores, da VD e do papel que nela desempenham os ACS, assim como a potência desse instrumento para captar as necessidades de saúde das famílias, de forma a subsidiar a construção de intervenções que favoreçam a autonomia dos usuários. Trata-se de um estudo qualitativo, cujo material empírico foi obtido através de entrevistas e observação participante. A pesquisa foi realizada no PSF do município de Amparo/SP, envolvendo três unidades de saúde da família...

Bonding to implement the Family Health Program at a basic health unit; Formación del vínculo en la implantación del Programa Salud de la Familia en una unidad básica de salud; Formação do vínculo na implantação do Programa Saúde da Família numa Unidade Básica de Saúde

Monteiro, Michele Mota; Figueiredo, Virgínia Paiva; Machado, Maria de Fátima Antero Sousa
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
95.98%
Este estudo objetivou conhecer as estratégias de formação do vínculo entre usuários e profissionais do Programa de Saúde da Família (PSF) de uma unidade básica em Fortaleza-CE. Estudo descritivo de natureza qualitativa, realizado nos meses de agosto e setembro de 2007 em Fortaleza-Ceará-Brasil. Os informantes do estudo foram os 12 profissionais das equipes de saúde da família. Os dados foram coletados por meio de entrevista e organizados na forma de categorização das falas dos sujeitos, com base na técnica do Discurso do Sujeito Coletivo e analisados com a literatura. Foram respeitadas as questões éticas inerentes a estudos com seres humanos. Os profissionais compreendem vínculo como relacionamento, cumplicidade e confiança. Acreditam que organização do serviço, compromisso e respeito são indispensáveis para a consolidação deste processo, que pode ser formado com grupos, acolhimento e visita domiciliar. Ressalta-se a importância da formação do vínculo no Programa Saúde da Família como estratégia para uma melhor assistência à saúde.; The objective of this study was to learn about strategies to develop binding between patients and Family Health Program (FHP) professionals at a basic health unit in the city of Fortaleza-CE. This descriptive and qualitative study was performed in August and September 2007 in Fortaleza...

Intervenção educacional em equipes do Programa de Saúde da Família para promoção da amamentação; Intervención educacional en equipos del Programa de Salud de la Familia para la promoción de la amamantación; Educational intervention on breastfeeding promotion to the Family Health Program team

Caldeira, Antônio Prates; Fagundes, Gizele Carmem; Aguiar, Gabriel Nobre de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
96.02%
OBJETIVO: A iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação representa um conjunto de atividades educativas dirigidas às unidades básicas de saúde. O objetivo do estudo foi avaliar a efetividade desta estratégia de promoção do aleitamento materno dirigida às equipes do Programa de Saúde da Família. MÉTODOS: Conduziu-se um estudo de intervenção controlado com 20 equipes do Programa de Saúde da Família, selecionadas aleatoriamente em Montes Claros (MG) em 2006. O grupo sob intervenção realizou programa de treinamento específico de 24 horas para a promoção do aleitamento materno segundo a "Iniciativa Hospital Amigo da Criança". Enfatizou-se a assistência do profissional de saúde no suporte à amamentação e no manejo dos principais problemas da lactação. O grupo controle recebeu orientações habituais sobre aleitamento materno. As mães de todas as crianças menores de dois anos de idade assistidas pelas equipes foram entrevistadas antes (n=1.423) e 12 meses após a intervenção (n=1.491) e responderam questões sobre a prática da amamentação. Curvas de sobrevida do aleitamento materno foram construídas e comparadas para os dois momentos por meio do teste log rank. RESULTADOS: Houve aumento significativo no aleitamento materno exclusivo após atividades educativas voltadas às equipes de Saúde da Família. As curvas de sobrevidas para o aleitamento materno exclusivo no primeiro momento não mostraram diferença estatisticamente significativa entre as mães assistidas por ambos os grupos (p=0...

Arranjos familiares e implicações à saúde na visão dos profissionais do Programa Saúde da Família; Arreglos familiares e implicaciones a la salud en la visión de los profesionales del Programa Salud da la Familia; Family Health Program professionals' view on family structures and health implications

Gabardo, Roseclér Machado; Junges, José Roque; Selli, Lucilda
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
96.02%
OBJETIVO: Descrever a percepção dos profissionais de equipes do Programa Saúde da Família sobre as configurações familiares e a compreensão de família saudável. MÉTODOS: Pesquisa de abordagem qualitativa, empregando técnica de grupo focal com profissionais do Programa Saúde da Família do município de Campo Bom, RS, no período de junho a agosto de 2005. A amostra foi composta por 12 profissionais: médicos, enfermeiras, técnicas de enfermagem e agentes comunitárias de saúde. Os temas investigados no roteiro foram: significado da família, do papel da família; tipo de família mais comumente atendida pelos profissionais; significado de família saudável; quais famílias oferecem maiores dificuldades para a atenção. O instrumental metodológico utilizado foi a análise de conteúdo. RESULTADOS: Observaram-se duas categorias principais: arranjos familiares, em que se constatou grande diversidade de arranjos; e família saudável: em que o predomínio dos relatos está de acordo com uma visão multifacetada de compreensão de saúde, abrangendo aspectos políticos, sociais, econômicos e culturais. Os profissionais identificam e respeitam os diferentes arranjos familiares, e adaptam o tratamento ao modelo de família que se apresenta. CONCLUSÕES: Os achados mostram que os profissionais apresentam disposição para lidar com os múltiplos arranjos familiares presentes no seu cotidiano.; OBJETIVO: Describir la percepción de los profesionales de equipos del Programa Salud de la Familia sobre las configuraciones familiares y la comprensión de familia saludable. MÉTODOS: Pesquisa de abordaje cualitativa...

Contexto familiar e problemas de saúde mental infantil no Programa Saúde da Família; Family context and child mental health problems in the Family Health Program

Ferriolli, Silvia Helena Tortul; Marturano, Edna Maria; Puntel, Ludmila Palucci
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2007 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
96.03%
OBJETIVO: Analisar a associação entre variáveis do contexto familiar e o risco de problemas emocionais/comportamentais em crianças cadastradas em Programa Saúde da Família. MÉTODOS: Realizou-se estudo de delineamento transversal com 100 crianças entre 6 e 12 anos de idade e seus familiares, principalmente mães biológicas (82%), cadastradas em um núcleo do Programa Saúde da Família, no município de Ribeirão Preto, SP, em 2001. Problemas emocionais/comportamentais da criança, em níveis considerados de risco para o desenvolvimento de transtornos, foram identificados por meio do Questionário de Capacidades e Dificuldades. Avaliaram-se as variáveis do contexto familiar: nível socioeconômico, eventos adversos, estresse materno, depressão materna e organização e estruturação do ambiente familiar. Para análise estatística foram utilizados os modelos de regressão logística univariada e multvariada. RESULTADOS: O estresse materno mostrou-se associado a problemas de saúde mental em geral na criança (OR=2,2). Rotina diária com horários definidos e o maior acesso a atividades para preencher o tempo livre foram associados à ausência desses problemas (1/OR 1,3 e 1,9, respectivamente). O estresse materno foi também um fator de risco para sintomas de ansiedade/depressão (OR=1...

Utilização do Programa de Saúde da Família em regiões metropolitanas: abordagem metodológica; Utilización del Programa de Salud de la Família en regiones metropolitanas: abordaje metodológico; Utilization of the Family Health Program in metropolitan regions: a methodological approach

Bousquat, Aylene; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Elias, Paulo Eduardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
96.02%
OBJETIVO: Apresentar a abordagem metodológica de pesquisa para definição do perfil de utilização de serviços de saúde pela população adstrita ao Programa Saúde da Família. MÉTODOS: Considerou-se a existência de três padrões de uso dos serviços acessados pela população: residual, parcial e completo, definidos a partir do leque de ações do Programa Saúde da Família que são acessadas pela população. Foi realizado inquérito com amostragem em duas fases em área de elevada exclusão social do município de São Paulo (SP), em 2006. Na primeira fase, 960 pessoas participantes de equipes de saúde da família foram sorteadas e classificadas pelos agentes comunitários de saúde em "uso completo" ou não dos serviços de saúde. Na segunda fase, 173 sorteados foram então classificados segundo os padrões de uso dos serviços. RESULTADOS: Os usuários foram classificados em completos (16%), parciais (57%) e residuais (26%), mostrando-se distintos em relação a características sociodemográficas. Houve utilização seletiva e focada dos serviços oferecidos pelo Programa Saúde da Família, na qual pertencer ao sexo masculino, ter escolaridade superior à quinta série do ensino fundamental, exercer atividade remunerada e acessar planos de saúde implicou menor adesão aos serviços...

Características demográficas, socioeconômicas e situação de saúde de idosos de um programa de saúde da família de Porto Alegre, Brasil; Características demográficas, socioeconómicas y situación de salud de ancianos de un programa de salud de la familia de Porto Alegre, Brasil; Socioeconomic and demographic characteristics and health condition of elderly people from a family health program in Porto Alegre, Brazil

Souza, Luccas Melo de; Morais, Eliane Pinheiro de; Barth, Quenia Camille Martins
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2006 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
95.98%
Estudo epidemiológico, exploratório-descritivo que objetivou identificar as características demográficas, socioeconômicas e a situação de saúde/doença de idosos de um Programa de Saúde da Família de Porto Alegre, Brasil, a fim de contribuir para o planejamento das ações de saúde a esses. Coletou-se dados de 98 idosos através de inquérito domiciliar, utilizando-se de instrumento semi-estruturado e multidimensional. Verificou-se que a média de idade dos entrevistados era de 69,5 anos. Do total dos idosos: 61 eram mulheres; 40 casados(as) e 77 não possuíam trabalho remunerado. A maioria dos homens (64,9%) tinha companheira, contrastando com 26,2% de mulheres com companheiro. Quanto à saúde, 80,6% relataram alguma patologia, destacando-se as doenças do aparelho circulatório em 55,1% dos entrevistados. Conclui-se que, embora os dados encontrados assemelhem-se a outros estudos, o conhecimento desses é fundamental para a adequação das ações de saúde da equipe do PSF estudado, com vistas à melhor atenção a esses idosos.; Se trata de un estudio epidemiológico, exploratorio-descriptivo, que tuvo como objetivo identificar las características demográficas, socioeconómicas y la situación de salud y enfermedad de ancianos de un Programa de Salud de la Familia en Porto Alegre...

A implantação do Programa de Saúde da Família (PSF) no Estado de São Paulo (1995-2002); The implementation of the Family Health Program (PSF) in the State of São Paulo (1995-2002)

Guedes, Jose da Silva; Santos, Rosa Maria Barros dos; Di Lorenzo, Rosicler A. Viegas
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2011 POR
Relevância na Pesquisa
96.06%
Este artigo relata a implantação do Programa de Saúde da Família no Estado de São Paulo desde seu início até o ano de 2002. São mencionados como antecedentes importantes outros programas do Ministério da Saúde, como o PIASS (1976-1979), o PACS (1991) e o Projeto do Vale do Ribeira da SES-SP (1980-1987). Destaca-se também a importância do Programa metropolitano de Saúde na década de 1980 e do Movimento Popular de Saúde na Cidade de São Paulo desde a década de 1970. São descritas as principais características do modelo, a composição inicial da equipe mínima e a incorporação de novos atores no programa. São destacados três mecanismos de ação do Governo Estadual em relação ao desenvolvimento do PSF, sendo um de apoio técnico, outro de apoio técnico e financeiro e o terceiro de contratação direta de entidades filantrópicas para a implantação do programa no Município de São Paulo. A avaliação de todas as equipes de saúde da família implantadas no Estado de São Paulo, realizada em 2002, demonstrou grande aceitação da população em relação à atenção desenvolvida e identificou os problemas nos mecanismos de contratação dos profissionais da equipe. Este artigo descreve a preparação das equipes de trabalho e o papel dos Polos de Capacitação e todo o movimento envolvendo Cosems e gestores municipais...

Considerações sobre o Programa de Saúde da Família e a promoção de maior eqüidade na política de saúde; Considerations about the Family Health Program and the promotion of greater equity in health care policy

Sisson, Maristela Chitto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
96%
Na Constituição Brasileira, a eqüidade em saúde é tomada como igualdade, garantida pela gratuidade no acesso aos serviços de saúde, o que pressupõe não só uma divisão quantitativa de recursos, mas sua orientação à redução das desigualdades sociais, por meio do modelo assistencial. Nesse sentido, estratégias como o Programa de Saúde da Família têm sido consideradas como implementadoras do acesso ao sistema de saúde. Este estudo tem como objetivo desenvolver uma reflexão sobre eqüidade e modelo assistencial PSF, através de revisão baseada em autores que discutem o tema. A visão sobre o Programa de Saúde da Família vem mudando com o passar do tempo, desde crítica a seu caráter focalizado até sua consideração como ação afirmativa. Estudos mostram que mudanças no financiamento e no planejamento do sistema aproximaram os municípios e envolveram novos atores no processo, trazendo maior acesso à atenção básica - embora sem influenciar os outros níveis do sistema. Para que o Programa de Saúde da Família assuma caráter de estratégia de inclusão de segmentos populacionais que não têm acesso aos serviços de saúde, deverá realizar-se por meio de sua incorporação a uma política maior, que garanta suporte social...

Extensão de Cobertura ou Reorganização da Atenção Básica? A trajetória do Programa de Saúde da Família de Manaus-AM; Coverage Extension or Reorganization of Primary Health Care? The Implementation of the Family Health Program in the City of Manaus, State of Amazonas

Silva, Nair Chase da; Garnelo, Luiza; Giovanella, Ligia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
Este trabalho analisa sete anos de implantação do Programa de Saúde da Família (PSF) de Manaus, procurando identificar mudanças no sistema municipal de saúde a ele relacionadas e capazes de contribuir para a redução de desigualdades em saúde. Contextualiza a gênese do PSF no município, suas características, contradições e limitações, investigando se o programa construiu apenas uma trajetória de extensão de cobertura ou contribuiu efetivamente para a reorganização do modelo de atenção básica à saúde. As categorias de análise priorizaram princípios específicos de gestão do PSF: caráter substitutivo, integração com instituições e organizações sociais, territorialização, planejamento situacional com base na família e na comunidade, participação popular e controle social. A metodologia utilizada foi quali-quantitativa, compreendendo a análise dos dados de duas pesquisas avaliativas da implementação do PSF no município, realizadas em 2001 e em 2006. Os resultados mostram que, em Manaus, o PSF se constitui em uma estratégia de extensão de cobertura, com parcial superposição à estrutura assistencial de atenção básica (AB) preexistente e paralelismo de ações. Dadas as condições de sua implantação...

THE PROCESS OF BROADENING HEALTH UNIT SCOPE AND HEALTH CARE IN THE FAMILY HEALTH PROGRAM CONTEX; EL PROCESO DE TERRITORIALIZACIÓN Y LA ATENCIÓN A LA SALUD EN EL PROGRAMA SALUD DE LA FAMILIA; O PROCESSO DE TERRITORIALIZAÇÃO E A ATENÇÃO À SAÚDE NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA

Mafra, Melissa dos Reis P.; Chaves, Maria Marta Nolasco
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2007 POR
Relevância na Pesquisa
96.03%
Considering that the work performed by the Family Health Program must ultimately take into account the knowledge of the surroundings where it will be effected, which means to go beyond the walls of Primary Health Unit in order to get to know the scope area of the Health Unit as well as identify how those people live, get ill and die, we carried out this study objectifying to understand the process of broadening health units’ scope and analyze the changes in health care at Health Unit in Curitiba city - Brazil from 2000 to August, 2004. A semi-structured interview was the instrument used as well as structured observation for data collection. The interviews were carried out with 11(eleven) subjects who signed a consent form where their rights of secrecy, anonymity and acquittance have been ensured. Analyzing the data, it was evidenced the process of broadening the health unit scope, however not all subjects perceived it as the framework for discussion and model design of health care in that community. The frame of health assistance has still been focused on the spontaneous demand, performing home visits to assist bearers of some kind of disease or diagnosed health risks. It was reported that the changes evidenced along the period are related to the health care and that is a slow process...

Popular participation in local management of the Family Health Program in Campina Grande, Paraíba; A participação popular na gestão local do Programa Saúde da Família em Campina Grande, Paraíba

Lacerda, William Almeida de; UEPB - Campina Grande - PB; Santiago, Idalina Maria Freitas Lima; UEPB - Campina Grande - PB
Fonte: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc) Publicador: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2008 POR
Relevância na Pesquisa
96%
This article presents a study of a process of popular participation in the management of a Family Health Program in two communities in the municipality of Campina Grande, Paraíba. It examines the perspective of three segments: community health councils, users of educational groups and professionals in the Family Health Program. It strives to identify the level of participation of users of the educational groups in the activities undertaken in the Family Health Program and to analyze the participation of the community healthcare council members in proposing, enacting and evaluating the actions of the Family Health Program. A number of limitations were identified: the non-participation of the community council members in the planning of actions undertaken by the staff; the difficulty of the Local Healthcare Council in establishing interlocution with the communities; and the lack of on-going training for the professionals in methodologies to encourage popular participation.; http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802007000200007Este artigo apresenta um estudo acerca do processo de participação popular na gestão do Programa Saúde da Família (PSF), em duas comunidades do município de Campina Grande, Paraíba, na ótica de três segmentos: conselheiros comunitários de saúde...