Página 1 dos resultados de 960 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Osteotomia femoral proximal para correção da deformidade em rotação interna do quadril na paralisia cerebral espática: fatores que influenciam os resultados; Correction of hip internal rotation deformity in spastic cerebral palsy using proximal femur osteotomy Factors related to the outcomes

Morais Filho, Mauro Cesar de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.79%
Introdução: O aumento da rotação interna dos quadris é a causa mais comum de desvio interno dos pés na paralisia cerebral. A osteotomia de rotação externa do fêmur tem sido a forma preferencial de tratamento para os casos com aumento da anteversão femoral; no entanto, permanecem controversos os dados e fatores relacionados à recidiva do problema. Métodos: Estudo retrospectivo, com avaliação clínica e cinemática de 75 pacientes (99 osteotomias) com paralisia cerebral tipo diparesia espástica, com tempo de seguimento médio de 1 ano e 10 meses, submetidos à osteotomia de rotação externa do fêmur proximal. Os pacientes foram divididos em dois grupos, de acordo com a correção ou persistência da rotação interna do quadril durante a marcha na cinemática após a cirurgia. Os pacientes, com correção mantida na primeira avaliação, foram convocados para novo exame, realizado em média 4 anos e 5 meses após a osteotomia femoral. Os grupos foram comparados com uso dos Testes de Igualdade de Duas Proporções, Mann-Whitney e Wilcoxon. Resultados: Na primeira avaliação, realizada em média 1 ano e 10 meses após a osteotomia femoral, 33,33% dos membros tratados apresentavam persistência da rotação interna do quadril. Dos 54 pacientes com manutenção da correção na primeira avaliação...

Características epidemiológicas das fraturas do fêmur proximal tratadas na Santa Casa de Misericórdia de Batatais - SP; Epidemiologic characteristics of proximal femur fractures treated at Santa Casa de Misericórdia de Batatais SP.

Ariyoshi, Anne France
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.88%
As fraturas do fêmur proximal são frequentes em idosos, consideradas uma devastadora consequência da osteoporose, acometem mais o sexo feminino, estão comumente associadas a traumas de pequena energia e, embora apresentem poucas complicações referentes a consolidação no caso das fraturas extracapsulares, estão relacionadas a déficits funcionais, a elevadas taxas de morbidade e mortalidade, além dos altos custos aos serviços de saúde. Representam importante problema de saúde pública mundial devido a sua alta incidência. Trata-se de um estudo retrospectivo com base em um levantamento de prontuários, objetivando caracterizar os pacientes com fraturas do fêmur proximal atendidos na Santa Casa de Misericórdia de Batatais SP. Foram analisados 258 prontuários, de 258 pacientes, correspondendo a 260 fraturas do fêmur proximal (duas fraturas bilaterais) de indivíduos atendidos na Santa Casa de Misericórdia de Batatais no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2010 com idade média de 74,8 anos, com predomínio de fraturas na faixa etária entre 80 e 89 anos (35,8%), mulheres (64,6%) e que se declaravam brancos (73%). As fraturas trocantéricas foram as mais incidentes com 60% dos casos, o mecanismo de trauma mais comum foi a queda da própria altura com 91...

Efeitos do treinamento físico sobre a resistência mecânica do terço proximal do fêmur de ratos

Aguiar, Andreo Fernando; Agati, Leandro Barile; Müller, Sérgio Swain; Pereira, Oduvaldo Camara; Dal-Pai-Silva, Maeli
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 245-249
POR
Relevância na Pesquisa
46.69%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); OBJETIVO: Analisar o comportamento mecânico do terço proximal do fêmur de ratos submetidos ao treinamento aeróbio e resistido crônicos. MÉTODOS: Ratos Wistar machos (80 dias, 300 a 350 g) foram divididos em 3 grupos (n=8 por grupo): Treinamento aeróbio/8 semanas (TA), Treinamento resistido/8 semanas (TR) e controle/8 semanas (CO). Ao término do período de treinamento os animais foram sacrificados e o fêmur direito coletado. Para análise do comportamento mecânico do fêmur foram realizados ensaios de flexo-compressão. RESULTADOS: O treinamento resistido ocasionou redução significante da força máxima (Fmáx) do fêmur. Por outro lado, promoveu um aumento (23,7%) relevante, porém não significante, da deformação da força máxima (DFmáx). O treinamento aeróbio não afetou a Fmáx, porém promoveu uma redução (26,6%) considerável, também não significante, da DFmáx. CONCLUSÕES: Os resultados demonstram que o treinamento resistido e aeróbio, promoveram redução da Fmáx e da DFmáx óssea, respectivamente. Os dados evidenciam uma ação diferencial de ambos os modelos de treinamento físico sobre as propriedades mecânicas do fêmur de ratos.; OBJECTIVE: To analyze the mechanical behavior of rat femur proximal thirds submitted to chronic aerobic and resistance training. METHODS: Male Wistar rats (80 days of age...

Associação da vitamina D e da força de preensão manual com úlceras de pressão e mortalidade em pacientes com fratura de fêmur proximal

Gumieiro, David Nicoletti
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 64 f.
POR
Relevância na Pesquisa
56.74%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; A frequência das fraturas do fêmur proximal tem aumentado nas últimas décadas e existe uma expectativa de que continue aumentando devido ao envelhecimento da população. Elas estão relacionadas à importante diminuição da independência, aumento da morbidade e mortalidade. As úlceras de pressão (UPs) são complicações pós-operatórias frequentes e os pacientes com fratura do fêmur proximal estão especialmente predispostos a elas. O teste da força de preensão manual (FPM) tem sido utilizado para detecção de pacientes com desnutrição energético-protéica e avaliação da força muscular, no entanto é pouco estudado em relação ao desenvolvimento de UPs. Além das alterações relacionadas aos macronutrientes, a deficiência de micronutrientes, como a vitamina D, também é pouco estudada em relação ao desenvolvimento de UPs e à mortalidade em pacientes com fratura do fêmur proximal. O objetivo deste estudo é avaliar se a concentração sérica de vitamina D e a força de preensão manual estão associadas ao aparecimento de úlceras de pressão e à mortalidade em pacientes com fratura do fêmur proximal 6 meses após a mesma. Foram avaliados prospectivamente pacientes consecutivos com fratura do fêmur proximal...

Independência funcional de idosos no pós-operatório de cirurgia de fêmur proximal: papel do cuidador

Avila, Marla Andréia Garcia de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 107 f.
POR
Relevância na Pesquisa
56.71%
Pós-graduação em Saúde Coletiva - FMB; Quedas em idosos devem ser consideradas evento sentinela na vida dos mesmos e, como consequência, têm-se as fraturas de fêmur proximal, evento que influi diretamente na vida do binômio idoso-cuidador familiar. Têm etiologia multicausal e podem ser atribuídas a fatores extrínsecos (ambiente, tipo de moradia, renda mensal e fatores culturais) e intrínsecos (faixa etária mais elevada, redução da função dos sistemas que compõem o controle postural, doenças, transtornos cognitivos e comportamentais, incapacidade em manter ou para recuperar o equilíbrio e não realização de atividades de fortalecimento muscular). Analisar a produção científica acerca da influência do cuidador sobre a recuperação da independência funcional de idosos em pós-operatório de cirurgia de fêmur proximal. Estudar a relação entre equilíbrio e independência funcional e a relação entre os incentivos (movimentação, autocuidado e lazer) e a independência funcional desses idosos. Estudar a relação entre conhecimento sobre a prevenção de quedas e o emprego do mesmo no cotidiano. Utilizou-se de pesquisa integrativa da literatura para alcançar o primeiro objetivo e, no segundo, de pesquisa epidemiológica transversal analítica...

Importância da actividade física no mineral ósseo de diversas regiões do fémur proximal, de acordo com a morfologia da pélvis em crianças de 10 a 12 anos de idade

Klostermann, Carlos Zanello
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.74%
Mestrado na Especialidade de Exercício e Saúde; Objetivo: Este estudo analisou a importância da actividade física (AF) no mineral ósseo de três regiões do fémur proximal, de acordo com a morfologia da pélvis em crianças de 10 a 12 anos de idade de ambos os sexos. Métodos: A análise dos diâmetros pélvicos foi realizada através de morfometria geométrica em 119 participantes. As variáveis de composição corporal e o mineral ósseo das três regiões do fémur proximal foram avaliados por densitometria de raio-x de dupla energia. A AF foi avaliada através de acelerometria. Resultados: As raparigas apresentaram maior diâmetro pélvico ao nível interno e inter-acetabular inferior do que os rapazes. Estas dimensões da pélvis nas raparigas parecem estar associadas a valores mais baixos de mineral ósseo no colo do fémur e no intertrocanter e a valores mais elevados sobretudo de área óssea no trocanter. Conclusão: A actividade física poderá eventualmente prevenir valores mais baixos de mineral e área óssea do trocanter em raparigas com menor diâmetro inter-acetabular inferior.; Objective: This assignment analyzes the association between physical activity (PA) and bone mineral in three regions of the proximal femur...

Actividade física habitual e densidade óssea de regiões críticas de fractura do fémur proximal

Lopes, Edgar Luís Severino
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.79%
Mestrado em Exercício e Saúde; Objectivo: Uma vez que as regiões do fémur proximal (FP) com maior risco de falência estrutural durante uma queda são aquelas com menor protecção adaptativa promovida pela carga mecânica das actividades da vida diária pretendeu-se neste estudo comparar a DMO de diversas regiões de interesse do fémur proximal entre adultos jovens com diferentes cargas de impacto nesta zona do esqueleto. Métodos: A amostra constituída por 134 indivíduos dos 20 aos 30 anos divididos em 2 grupos de acordo com o impacto da actividade física (AF) realizada nos últimos 12 meses: grupo de AF de maior impacto (44 homens e 25 mulheres) e grupo de AF de menor impacto (34 homens e 31 mulheres). Cada grupo foi subdivido em dois de acordo com o sexo. A DMO foi avaliada por DXA nas regiões habituais (colo do fémur integral, trocânter e intertrocanter) e nas regiões sugeridas por Li et al. (2009b) (cabeça do fémur; colo do fémur supero lateral e região Intertrocantérica). Para a estimação da carga de impacto foi utilizado o Bone- Specific Physical Activity Questionnaire (BPAQ) (Weeks et al., 2008). Resultados: Comparações entre os grupos através da ANCOVA ajustada para a altura corporal revelaram diferenças na DMO entre os grupos de maior e menor impacto em todas as regiões do fémur proximal com os grupos de maior impacto a revelarem valores de DMO 9%-29% superiores aos valores de DMO dos grupos de menor impacto...

Elevada morbimortalidade e reduzida taxa de diagnóstico de osteoporose em idosos com fratura de fêmur proximal na cidade de São Paulo

Fortes,Érika M.; Raffaelli,Maurício P.; Bracco,Oswaldo L.; Takata,Edmilson T. T.; Reis,Fernando B.; Santili,Cláudio; Lazaretti-Castro,Marise
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.54%
As fraturas osteoporóticas de fêmur proximal trazem graves conseqüências quanto à morbimortalidade e à qualidade de vida, mas desconhece-se este impacto no Brasil. OBJETIVO: Conhecer a morbimortalidade decorrente deste tipo de fraturas em idosos na cidade de São Paulo. MÉTODOS: Foram incluídos todos os pacientes com mais de 60 anos internados por fraturas de fêmur proximal durante seis meses, em dois hospitais de São Paulo. Os pacientes preencheram o questionário de capacidade funcional (HAQ), tiveram seu prontuário examinado e foram reavaliados após seis meses. Utilizou-se a análise de regressão linear para determinar os fatores relacionados à capacidade funcional. RESULTADOS: Cinqüenta e seis pacientes foram incluídos no estudo (80,7 ± 7,9 anos; 80,4% mulheres). A mortalidade em seis meses foi de 23,2%. Apenas 30% retornaram plenamente às suas atividades prévias e 11,6% tornaram-se completamente dependentes. Os fatores que mais bem conseguiram prever pior capacidade funcional após a fratura foram HAQ pré-fratura, institucionalização pós-fratura e idade (r² 0,482). Somente 13,9% receberam o diagnóstico de osteoporose e 11,6% iniciaram algum tratamento. CONCLUSÕES: Os resultados do presente estudo demonstram o impacto deste tipo de fraturas sobre a mortalidade e a capacidade funcional. Entretanto...

Aloenxerto circunferencial de femur proximal em cirurgia de revisäo de artroplastia total de quadril: relato de casos com seguimento mínimo de 20 anos

Roos,Bruno Dutra; Roos,Milton Valdomiro; Camisa Júnior,Antero
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.39%
Dentre as opções para reconstrução femoral em cirurgias de revisão de artroplastia total do quadril (RATQ) em defeitos circunferenciais extensos está a utilização de aloenxerto de fêmur proximal. O seu uso permite a correção do mecanismo abdutor do quadril e da discrepância de comprimento dos membros inferiores, além de apresentar potencial osteocondutivo. Os autores relatam os achados clínicos e radiográficos de dois casos de RATQ com uso desta técnica, em seguimento mínimo de 20 anos.

Aloenxerto circunferencial de fêmur proximal em cirurgias de revisão de artroplastia total de quadril

Roos,Bruno Dutra; Roos,Milton Valdomiro; Camisa Júnior,Antero; Lampert,Henrique Bonotto; Silva,Matheus Luis da
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.63%
OBJETIVO: Avaliar os resultados clínicos e radiográficos de pacientes submetidos à reconstrução femoral secundária a afrouxamento de artroplastia total de quadril, com utilização de aloenxerto circunferencial de fêmur proximal e implante cimentado. MÉTODOS: Foi efetuado um estudo retrospectivo com 32 pacientes (33 quadris) submetidos à reconstrução femoral secundária a afrouxamento de artroplastia total de quadril, com utilização de aloenxerto circunferencial de fêmur proximal e implante cimentado. Desses pacientes, 28 (29 quadris) preencheram todos os requisitos necessários. O seguimento médio foi de cinco anos e dois meses. A avaliação clínica foi realizada de acordo com o Harris Hip Score. Radiograficamente, os pacientes foram avaliados quanto à reabsorção e consolidação do aloenxerto, migração do trocânter maior, estabilidade do componente femoral e calcificação heterotópica. RESULTADOS: O Harris Hip Score apresentou resultado pré-operatório médio de 32 pontos e pós-operatório tardio de 82 pontos. Considerando-se a reabsorção do aloenxerto, visibilizou-se nove quadris (31%) com presença de reabsorção em algum grau. Com relação à consolidação, observou-se 24 casos (82,8%) consolidados...

Estudo da mortalidade na fratura do fêmur proximal em idosos

Sakaki,Marcos Hideyo; Oliveira,Arnóbio Rocha; Coelho,Fabrício F; Leme,Luiz Eugênio Garcez; Suzuki,Itiro; Amatuzzi,Marco Martins
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.54%
Foi feito um estudo de revisão sobre a mortalidade na fratura do fêmur proximal em idosos com base nas publicações mais relevantes do período de 1998 a 2002. Foram incluídos 25 artigos relacionados ao assunto, selecionados com base nos bancos de dados Medline e Cochrane, totalizando 24.062 pacientes com mais de 60 anos de idade, que tiveram fratura do fêmur proximal. Quatorze estudos foram prospectivos, oito retrospectivos e três revisões sistemáticas. As taxas médias de mortalidade foram de 5,5% durante a internação hospitalar, 4,7% ao fim de um mês de seguimento, 11,9% com três meses, 10,8% com seis meses, 19,2% com um ano e 24,9% com dois anos. Foram identificados quatro fatores intimamente relacionados com uma maior mortalidade nestes pacientes: idade avançada, grande número de doenças associadas, sexo masculino e presença de deficiências cognitivas. Outros fatores mostraram uma fraca correlação com a mortalidade como capacidade deambulatória prévia, índice de risco anestésico da Sociedade Americana de Anestesia (ASA), anemia, hipoalbuminemia, linfopenia e existência de AVC prévio. Os fatores como tempo prévio à cirurgia, tipo de anestesia utilizada e tipo de osteossíntese empregada não mostraram ter interferência.

Evolução funcional nas fraturas da extremidade proximal do fêmur

Rocha,Murilo Antônio; Azer,Helder William; Nascimento,Valdênia das Graças
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.63%
OBJETIVOS: analisar a evolução da capacidade funcional e do escore fisiológico em pacientes com fraturas da extremidade proximal do fêmur, assim como comparar os resultados finais do tratamento instituído com as diversas variáveis pré-fratura. MATERIAIS E MÉTODOS: estudo prospectivo com pacientes acima de 40 anos e diagnóstico de fratura do fêmur proximal. Os pacientes foram submetidos à aplicação de um protocolo pré-estabelecido e acompanhados ambulatorialmente por um período de um ano. RESULTADOS: foram acompanhados 68 pacientes (27 homens e 41 mulheres) com idade média de 75,84 anos. O tratamento cirúrgico foi instituído em 83,82% dos casos. O escore fisiológico inicial médio foi de 17,16 pontos, sendo o valor de 17,58 pontos nos pacientes operados e 9,27 pontos naqueles submetidos a tratamento conservador. A mortalidade verificada em um ano após a fratura foi de 36,76%. A capacidade deambulatória sem auxílio foi readquirida em 32,56% dos pacientes. 25,58% dos casos, cujo escore fisiológico inicial médio foi inferior à média geral, não deambularam após o seguimento de um ano. 27,90% dos pacientes previamente independentes passaram a necessitar de cuidados de familiares e/ou do serviço social. CONCLUSÃO: o fator de maior influência no resultado final foi o escore fisiológico inicial.

Vertebral fractures in patients treated for femur proximal third fractures

Castro,Gabriel Gomes Freitas de; Risso Neto,Marcelo Italo; Zuiani,Guilherme Rebechi; Cavali,Paulo Tadeu Maia; Belangero,William Dias; Veiga,Ivan Guidolin; Pasqualini,Wagner; Tebet,Marcos Antônio; Landim,Élcio
Fonte: Sociedade Brasileira de Coluna Publicador: Sociedade Brasileira de Coluna
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 EN
Relevância na Pesquisa
56.63%
OBJECTIVE: To investigate the prevalence of fractures of the vertebral bodies in patients with femur proximal third fracture. METHODS: Cross-sectional study conducted at Hospital de Clínicas, Unicamp, SP, Brazil, between May and December 2012, which referred the patients with proximal femur fracture to radiographs of the spine. Fractures were evaluated according to number, severity and localization, applying the Genant index. RESULTS: Of the 15 subjects who completed the study, 14 had fractures of the vertebral bodies. The most commonly affected level was T8. There was no increased prevalence of fractures at the apex of the thoracic kyphosis and lumbar lordosis. CONCLUSION: There is strong epidemiological association between femur proximal third fractures and fractures of vertebral bodies caused by insufficiency.

Densidade mineral óssea nas fraturas do fêmur proximal

Bolze, Carlos Daniel de Garcia
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.85%
As fraturas osteoporóticas sempre trazem morbidade aos pacientes e, no fêmur proximal, também, mortalidade. Estudos internacionais têm procurado analisar as relações entre a densidade mineral óssea e as fraturas do quadril, entretanto, o cenário brasileiro e latino-americano, ainda, carece de mais dados. Este estudo visa descrever a qualidade óssea de pacientes que sofreram fraturas do fêmur proximal, tratados em um hospital do sul do Brasil e fazer uma análise comparativa de acordo com o sexo, o IMC e os diferentes tipos de fraturas.Pacientes e Métodos: Em um estudo transversal foram analisados 118 pacientes sendo 56, com fraturas do Colo do Fêmur e 62, com fraturas Trocantéricas em . Destes, 16 foram do sexo masculino e 102 do sexo feminino. As fraturas do colo do fêmur foram classificadas de acordo com a classificação de Garden e, posteriormente divididas em Estáveis (Garden I e II) e Instáveis (Garden III e IV). As fraturas trocantéricas foram classificadas de acordo com a classificação AO-OTA e divididas em Estáveis (31A1 até 31A2. 1) e Instáveis (31A2. 2 até 31A3. 3).Resultados: As fraturas classificadas como Estáveis apresentaram valores T-Score menores do que as Instáveis em todos os sítios de medição do fêmur proximal. Foi detectada significância estatística na diferença entre as medidas obtidas na região trocantérica e coluna vertebral (p=0...

Estudo experimental para avaliação da resistência à compressão entre dois modelos de fixação da osteotomia em “L” do fêmur proximal

Urnauer, Luciano
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.86%
Introdução: Coxa brevis é uma deformidade do fêmur proximal causada pela diminuição ou ausência de crescimento da fise da extremidade proximal do fêmur, geralmente causada por necrose avascular condição presente nas patologias como displasia do desenvolvimento do quadril, epifisiólise femoral proximal, artrite séptica ou doença de Legg-Calvé-Perthes. Diversas cirurgias tem sido propostas para rebaixar o grande trocânter ou alongar o colo femoral reestabelecendo a anatomia.Objetivo: comparar através de testes mecânicos em modelos ósseos de poliuretano a resistência à compressão entre duas montagens diferentes de placas para fixação osteotomia em “L” do fêmur proximal.Material e Métodos: Foram utilizados modelos anatômicos de fêmur proximal em poliuretano no qual foi realizado uma osteotomia longitudinal e divididos em dois grupos sendo um grupo fixado com placa 4,5 DCP 10 furos com quatro parafusos proximais e três parafusos distais e um grupo fixado com placa 4,5 DCP 6 furos com dois parafusos proximais e dois distais. O modelos anatômicos foram submetidos a teste de flexocompressão em máquina universal de ensaios mecânicos e foi avaliado a rigidez relativa e o deslocamento linear.Resultados: Ao comparar os dois grupos nos ensaios de flexocompressão...

Numerical and experimental study of failure of the human proximal femur

Van Court, Ronald R.; Kwon, Young W.
Fonte: Monterey, California. Naval Postgraduate School Publicador: Monterey, California. Naval Postgraduate School
Tipo: Relatório
EN_US
Relevância na Pesquisa
46.66%
Approved for public release; distribution is unlimited; Static and dynamic experiments were conducted to study the failure loads and fracture patterns of human proximal femur bones, that are intact and core drilled. This was done to assist orthopedic surgeons better understand the effects of core drilling into the femoral head to remove osteonecrosis. Unlike pervious studies, where only static tests were conducted, dynamic tests were preformed to better simulate a lateral fall. A Finite Element Analysis (FEA) was also completed to understand stress distributions in the proximal femur when subjected to static and dynamic loads. Previous PEA models of the femur analyzed static loads only with just a core drilled hole at the lesser trochanter. This PEA model examines various sizes of hole diameters and locations on the greater trochanter as well as having the model loaded statically and dynamically.

Estudio epidemológico del paciente con fractura osteoporótica de fémur proximal

González González-Zabaleta, Jorge
Fonte: Universidade da Corunha Publicador: Universidade da Corunha
Tipo: Tese de Doutorado
SPA
Relevância na Pesquisa
56.63%
[Resumen] Los objetivos de este estudio son determinar en pacientes con fractura de fémur proximal las características demográficas, la comorbilidad, la calidad de vida, las características morfológicas de la fractura y su manejo terapéutico. A su vez se desea determinar la estancia hospitalaria, la demora quirúrgica y los determinantes de supervivencia al año. Basalmente y a los 90 días se determina la motricidad y la dependencia para las actividades básicas e instrumentales de la vida diaria.; [Resumo] O obxetivo do estudo é determinar en pacientes con fractura de fémur proximal as características demográficas, a comorbilidade, a calidade de vida, as características da fractura e o seu tratamento. Asi mesmo se desexa atopar a estancia no hospital, a demora cirúrxica e a mortalidade. No momento basal e os 90 días determinaronse a motricidade e a dependencia para as actividades básicas e instrumentáis da vida diaria.; [Abstract] The aim of the study is to determine, in patients with proximal femur fracture, the demographic characteristics, the comorbidity, the quality of life, the fracture characteristics and the treatment. Also the study wish analize the hospital stay, surgery delay and the survival rates. At fracture time and in 90 days the stydy determine the ambulation capacity and the dependence for basic a instrumental activities of daily living.

Efeito da osteotomia intertrocantérica no femur proximal de coelhos: avaliação com utra-sonografia power Doppler e cintilografia; Effect of intertrochanteric osteotomy on the proximal femur of rabbits: assessment with power Doppler sonography and scintigraphy

Doria, Andrea S.; Cunha, Fabiano G.; Modena, Marcelo; Rodrigues, Consuelo Junqueira; Garcez, Alexandre Teles; Godoy Junior, Rui de; Bolliger Neto, Raul; Melo, Ivani Bortoleti; Buchpiguel, Carlos; Molnar, Laszlo J.; Guarniero, Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
56.81%
OBJETIVO: Regeneração em casos de lesão óssea resulta em aumento da vascularização local e remodelamento da medula óssea adjacente. A caracterização imagenológica de padrões vasculares e metabólicos no fêmur proximal após uma osteotomia intertrocantérica pode auxiliar ortopedistas a decidirem qual a terapêutica mais apropriada. O objetivo deste estudo foi avaliar as alterações temporais observadas por ultra-sonografia Doppler e cintilografia no fêmur proximal após a realização de uma osteotomia intertrocantérica; e comparar achados imagenológicos e histomorfométricos no estágio pós-operatório tardio (6 semanas após a cirurgia) num modelo animal de lesão óssea. MATERIAIS AND MÉTODOS: Ambos os quadris de 12 coelhos adultos foram examinados por ultra-sonografia power Doppler e cintilografia antes e após (7 dias e 6 semanas) uma osteotomia unilateral. A acurácia dos métodos de imagem foi avaliada usando-se o status operatório dos quadris and os resultados histomorfométricos (área vascular fracional e número de vasos/unidade de área) como medidas de referência. RESULTADOS: Uma diferença significativa foi observada entre o número médio de pixels presentes no fêmur proximal operado e não-operado ao exame de power Doppler obtido no estágio pós-operatório tardio (P=0.049). Embora ser atingir significância estatística...

Modificaciones de la estructura ósea del fémur proximal: Análisis de una muestra esqueletal

Plischuk,M.; Inda,A.M.; Errecalde,A.L.
Fonte: Revista argentina de radiología Publicador: Revista argentina de radiología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 ES
Relevância na Pesquisa
56.54%
Objetivo: Los análisis de osteoporosis en restos óseos cobran relevancia en tanto permiten evaluar el estado de salud ósea de una población. Una de las regiones óseas utilizadas para la estimación de la pérdida de la densidad mineral ósea es la epífisis proximal del fémur. El objetivo del trabajo fue analizar, a partir de restos esqueletarios, la variación de la estructura ósea del fémur proximal en adultos y estudiar su relación con la masa corporal, sexo y edad. Materiales y métodos: Se tomó una muestra de 30 fémures izquierdos pertenecientes a la colección osteológica «Prof. Dr. Rómulo Lambre» de la Facultad de Ciencias Médicas (Universidad Nacional de La Plata), y se estimaron 2 índices radiológicos, el índice córtico metafi sario y el índice trabecular. Posteriormente, se estudió la relación entre los valores obtenidos y la masa corporal, el sexo y la edad de los individuos. Resultados: El valor promedio estimado por el índice córtico metafi sario señaló una baja calidad ósea, sin diferencias entre sexos, y no presentó correlaciones con la edad ni con el peso de los individuos. El 50% de los fémures presentó un valor de índice trabecular indicativo de osteoporosis, sin una diferencia signifi cativa entre sexos. Conclusión: La baja calidad ósea del material se ajustó a lo esperado...

Fracturas subtrocantéreas de fémur: Tratamiento con clavo de fémur proximal por técnica minimamente invasiva

Pesciallo,César; Pastrián Mana,Diego; Barrios,Juan Manuel; Del Sel,Hernán
Fonte: Revista de la Asociación Argentina de Ortopedia y Traumatología Publicador: Revista de la Asociación Argentina de Ortopedia y Traumatología
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 ES
Relevância na Pesquisa
66.69%
Introducción: Las dificultades asociadas con el tratamiento de las fracturas subtrocantéreas del fémur están ampliamente documentadas. Se han publicado altos porcentajes de seudoartrosis, consolidación viciosa y fallas del implante, debido al elevado estrés que se concentra en esta región. El objetivo del presente trabajo fue evaluar los resultados del tratamiento de las fracturas subtrocantéreas de fémur con un clavo de fémur proximal por técnica miniinvasiva. Materiales y métodos: Se analizaron retrospectivamente 28 fracturas tratadas en nuestro centro, con un seguimiento mayor de 4 meses. En cada caso se registraron la edad, el mecanismo de lesión, el tiempo de cirugía, la morbilidad posoperatoria y el comienzo de la rehabilitación. Resultados: Todas las fracturas se consolidaron en un promedio de 15 semanas. Seis pacientes presentaron complicaciones posoperatorias. No se observó pérdida de reducción o desplazamiento en varo de la fractura. Conclusiones: El uso de clavos de fémur proximal, colocados por técnica mínimamente invasiva, es una muy buena opción terapéutica, asociada con buenos resultados funcionales, baja morbilidad y escasas complicaciones. Constituye una alternativa atractiva para los pacientes ancianos con hueso de mala calidad.