Página 1 dos resultados de 6 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Controle de mosca-branca com extratos vegetais, em tomateiro cultivado em casa-de-vegetação

Baldin, Edson Luiz Lopes; Souza, Douglas R; Souza, Efrain S; Beneduzzi, Ronaldo A
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 602-606
POR
Relevância na Pesquisa
46.73%
Visando buscar métodos alternativos no controle da mosca-branca Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B em tomateiro, foram realizados testes de atratividade e preferência para oviposição em casa-de-vegetação, utilizando-se quatorze extratos aquosos a 3% (peso/volume). Os extratos foram preparados com partes de Azadirachta indica, Trichilia pallida,Chenopodium ambrosioides,Piper nigrum,Melia azedarach,Ruta graveolens,Ricinus communis,Mentha pulegium,Tagetes erecta,Eucalyptus citriodora,Cymbopogon nardus e Coriandrum sativum. Numa segunda etapa, os extratos mais eficientes em casa-de-vegetação foram observados em laboratório, a fim de avaliar o possível efeito sistêmico dos mesmos sobre ninfas da mosca-branca. Constatou-se que as plantas de tomateiro pulverizadas com extratos à base de folhas de M. pulegium e folhas e sementes de A. indica foram menos atrativas aos adultos do inseto. Plantas pulverizadas com extratos de folhas de A. indica e folhas + ramos de R. communis mostraram efeitos deterrentes à oviposição do inseto, reduzindo o número de ovos; em contrapartida, o extrato à base de folhas de C. nardus estimulou a oviposição da mosca-branca sobre as plantas. O uso dos extratos por via sistêmica não afetou o período de desenvolvimento (ovo-adulto) da mosca-branca; entretanto...

New experimental tools for bioassays with whitefly in laboratory

Fanela, Thiago Luis Martins; Baldin, Edson Luiz Lopes; Fujihara, Ricardo Toshio
Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1782-1784
ENG
Relevância na Pesquisa
26.41%
O objetivo deste trabalho foi desenvolver um kit experimental para avaliações de repelência, deterrência à oviposição e atividade inseticida a adultos de mosca-branca, Bemisia tabaci biótipo B. O kit, constituído de arenas e nebulizador, foi eficaz para realização dos bioensaios, e a aplicação de extratos aquosos com o inalador foi adequada. As técnicas são simples, baratas e podem contribuir para as pesquisas com este inseto.; The objective of this work was to develop an experimental kit for assessments of repellency, deterrence for oviposition, and insecticidal activity on adults of the whitefly Bemisia tabaci biotype B. The kit, which consisted of arenas and nebulizer, was effective for conducting bioassays, and the application of aqueous extracts by inhaler was adequate. The techniques are simple, cheap, and may contribute to research on this insect.

Efeito de extratos aquosos de plantas na oviposição da traça-das-crucíferas, em couve

Medeiros,Cesar Augusto Manfré; Boiça Junior,Arlindo Leal; Torres,Adalci Leite
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.82%
Avaliou-se o efeito de extratos aquosos de Achillea millefolium L. (folhas), Azadirachta indica A. Juss. (folhas), Bidens pilosa L. (folhas, frutos e ramos), Bougainvillea glabra Choisy (folhas), Chenopodium ambrosioides L. (folhas, frutos e ramos), Datura suaveolens Humb & Bonpl. ex. Willd (folhas), Enterolobium contortisilliquum (Vell.) Morong (frutos), Mentha crispa L. (folhas e ramos), Nicotiana tabacum L. (folhas), Piper nigrum L. (folhas), Plumbago capensis Thunb. (folhas e ramos), Pothomorphe umbellata L. (folhas), Sapindus saponaria L. (folhas), S. saponaria (frutos), Solanum cernuum Vell. (folhas), Stryphnodendron adstringens (Mart) Coville (casca), Symphytum officinale L. (folhas), Trichilia catigua A. Juss. (folhas), T. catigua (ramos), Trichilia pallida Sw. (folhas) e T. pallida (ramos), em relação à preferência para oviposição de Plutella xylostella. Discos de folhas de couve (Brassica oleracea var. acephala) cultivar Georgia foram imersos em cada extrato à concentração de 10% (massa/volume) por um minuto. Em seguida, foram divididos em quatro partes iguais e duas partes foram colocadas alternadamente com outras duas partes tratadas com água destilada, em uma gaiola. A contagem dos ovos foi feita após 24 horas. Os extratos apresentaram efeito deterrente na oviposição da praga...

Toxicidade, deterrência e repelência de extratos aquosos de Cabralea canjerana ssp. polytricha (a. juss.) penn. (Meliaceae) sobre o curuquerê-da-couve ascia monuste orseis (godart) (Lepidoptera: pieridae)

Mata,Rosely F. F.; Lomonaco,Cecilia
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
47.35%
Este trabalho avaliou, em laboratório, a toxicidade, a repelência e a deterrência de extratos aquosos de sementes, de folhas e de frutos de Cabralea canjerana ssp. polytricha (Meliaceae) sobre o curuquerê-da-couve Ascia monuste orseis (Lepidoptera). Extratos aquosos a 3, 5 e 10% foram obtidos por infusão do material biológico seco triturado em água destilada e filtrado após 24 h. Dentro de 48 h após o preparo, folhas de couve foram mergulhadas nos extratos ou em água destilada e utilizadas para avaliar o efeito dos extratos na percentagem de sobrevivência e no tempo de vida das larvas. A repelência e a deterrência dos extratos foram avaliadas em testes com e sem chance de escolha de folhas tratadas ou não, avaliando-se, comparativamente, a área consumida e o número de larvas por porção foliar. Houve 100% de mortalidade das larvas nos tratamentos, em contraste com a sobrevivência de 87% delas no controle. Larvas alimentadas com folhas tratadas sobreviveram significativamente menos que larvas do controle. Ao contrário de extratos de folhas e frutos, extratos de sementes apresentaram efeito repelente, mas não intenso o suficiente para evitar o consumo foliar. Houve redução no consumo foliar pelas larvas submetidas ao extrato a 10% nos experimentos com chance de escolha. Quando larvas não tiveram opção de consumir folhas sem extratos...

Controle de mosca-branca com extratos vegetais, em tomateiro cultivado em casa-de-vegetação

Baldin,Edson LL; Souza,Douglas R; Souza,Efrain S; Beneduzzi,Ronaldo A
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.73%
Visando buscar métodos alternativos no controle da mosca-branca Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B em tomateiro, foram realizados testes de atratividade e preferência para oviposição em casa-de-vegetação, utilizando-se quatorze extratos aquosos a 3% (peso/volume). Os extratos foram preparados com partes de Azadirachta indica, Trichilia pallida,Chenopodium ambrosioides,Piper nigrum,Melia azedarach,Ruta graveolens,Ricinus communis,Mentha pulegium,Tagetes erecta,Eucalyptus citriodora,Cymbopogon nardus e Coriandrum sativum. Numa segunda etapa, os extratos mais eficientes em casa-de-vegetação foram observados em laboratório, a fim de avaliar o possível efeito sistêmico dos mesmos sobre ninfas da mosca-branca. Constatou-se que as plantas de tomateiro pulverizadas com extratos à base de folhas de M. pulegium e folhas e sementes de A. indica foram menos atrativas aos adultos do inseto. Plantas pulverizadas com extratos de folhas de A. indica e folhas + ramos de R. communis mostraram efeitos deterrentes à oviposição do inseto, reduzindo o número de ovos; em contrapartida, o extrato à base de folhas de C. nardus estimulou a oviposição da mosca-branca sobre as plantas. O uso dos extratos por via sistêmica não afetou o período de desenvolvimento (ovo-adulto) da mosca-branca; entretanto...

Bioatividade de extratos a uosos de Eucalyptus sp. L'Hér. (Myrtaceae) e Melia azedarach L. (Meliaceae) sobre Musca domestica L. (Diptera, Muscidae); Bioactivity of a ueous extracts of Eucalyptus sp. L'Hér. (Myrtaceae) and Melia azedarach L. (Meliaceae) on Musca domestica L. (Diptera, Muscidae)

FREITAS, Sabrina Rodrigues Quadro de
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de Pós-graduação em Parasitologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biologia; Programa de Pós-graduação em Parasitologia; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.02%
The extracts of vegetal origin have been largely studied with the aim of obtaining an efficient and ecologically viable alternative to the control of plagues.The study of substances with selective deterrent bioactivity that affects insect s behavior, development and reproductive output is extremely important to avoid the problems caused by non selective chemical insecticides.Based in the importance of Musca domestica L.(Diptera,Muscidae)due to its high potential of carrying pathogens,its occurrence in high populations and in the lack of studies about the effects of vegetal extracts over insects,the present study was carried out with the objective of evaluating the deterrent bioactivity of aqueous extracts of Eucalyptus sp. L'Hér. (Myrtaceae)and Melia azedarach L.(Meliaceae)over larvae of M. domestica and the influence of the aqueous extract of M. azedarach on the oviposition behavior of this insect.To evaluate the influence of the aqueous extracts of Eucalyptus sp.and M. azedarach on larvae of M. domestica...; Os extratos de origem vegetal têm sido amplamente estudados visando se obter uma alternativa eficaz e ecologicamente viável para o controle de pragas.O estudo de substâncias com bioatividade deterrente seletiva,que atuem sobre o comportamento...