Página 1 dos resultados de 178 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Estudos dos processos de destilação molecular para a obtenção de alfa-tocoferol (vitamina E) e de extração supercritica para a obtenção de alfa-tocoferol e beta-carotero (pro-vitamina A)

Elenise Bannwart de Moraes Torres
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
57.2%
O Brasil se coloca em posição privilegiada devido à sua enorme potencialidade em recursos naturais e agrícolas, principalmente, neste momento em que a substituição de insumos utilizados nas áreas alimentícia, farmacêutica e de cosméticos por produtos de origem natural vem tendo destaque. Entretanto, falta explorar tecnologias para aproveitamento de tais recursos. Como exemplo, têm-se o Destilado da Desodorização do Óleo de Soja (DDOS) para a obtenção de tocoferóis (vitamina E) e o óleo de palma na obtenção de beta-caroteno (pró-vitamina A). Para tanto, este trabalho de tese teve por objetivo estudar e comparar, via simulação, dois processos de separação para a obtenção destes produtos: a Destilação Molecular e a Extração Supercrítica. Na parte de Destilação Molecular, foi apresentado o desenvolvimento do processo para a recuperação de tocoferóis, a partir do DDOS. Conclui-se que, como os tocoferóis destilam em condições similares às dos ácidos graxos, a recuperação dos tocoferóis em um único estágio de destilação não será possível. No caso, o processo irá requerer mais de um estágio de destilação e operação em mais de uma temperatura para obter o produto desejado. Em sistemas onde se deve separar componentes que apresentam características semelhantes...

Extração de oleo de Sacha inchi (Plukenetia volubilis L.) com dioxido de carbono supercritico.; Supercritical CO2 extraction of oil from seeds of Sacha inchi (Plukenetia volubilis L.).

Luis Alberto Follegatti Romero
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
57.2%
A extração supercrítica do óleo das sementes de sacha inchi (plukenetia volubilis L.) usando CO2 como solvente é apresentada neste estudo. O objetivo foi investigar os principais efeitos das variáveis de processo como a pressão, a temperatura e o diâmetro médio de partícula (0,387, 0,595 e 0,842 mm) no rendimento da extração. O rendimento de extração aumentou com a diminuição do diâmetro de partícula, indicando a importância do efeito da difusão intra-partícula nas partículas maiores (0,842 mm). A extração supercrítica foi realizada a 30 e 40 MPa, temperaturas de 40, 50 e 60°C, utilizando 0,842 mm de diâmetro de partícula a uma vazão de 1,5L de CO2/min. O rendimento máximo de extração para as sementes trituradas foi de 92%, obtido a 40MPa, 60°C e 0,842 mm de diâmetro médio de partícula. Para extração por prensagem a frio, seguida da extração supercrítica a 40Mpa, 60ºC e 0,716 mm de diâmetro médio geométrico da partícula o rendimento total de extração foi de 99%. A solubilidade do óleo da semente de Sacha inchi em dióxido de carbono supercrítico (SC-CO2) foi medida nas temperaturas de 40 e 60 °C e pressões entre 10 e 40 MPa. Os valores de solubilidade mostraram um comportamento retrógrado...

Extração supercritica de plantas aromaticas e medicinais (Lavanda brasileira (Aloysia gratissima), Quebra pedra (Phyllanthus amarus) e Ginseng brasileiro (Pfaffia paniculata) : dados experimentais, composição e avaliação da atividade biologica; Supercritical extraction of aromatic and medicinal plants (Brazilian lavender (Aloysia gratissima), Quebra pedra (Phyllanthus amarus) and Brazilian ginseng (Pfaffia paniculata) : experimental data, composition and evaluation of activity biological

Danielle Cotta de Mello Nunes da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.13%
O presente estudo teve como objetivo avaliar o rendimento global de extração, a atividade biológica e os perfis de composição de extratos de lavanda brasileira (Aloysia gratissima), quebra pedra (Phylanthus amarus) e ginseng brasileiro (Pfaffia paniculata), obtidos por extração supercrítica (SFE), hidrodestilação e por extração com solvente a baixa pressão (LPSE) utilizando metanol, etanol e hexano. A lavanda brasileira apresentou o rendimento global de extração (X0) variando entre 2,0 ± 0,1% e 4,0 ± 0,2% (b.u), sendo que o maior rendimento de extrato foi obtido na condição de operação de 50 °C e 300 bar (4,0 ± 0,2%). O rendimento do óleo volátil de lavanda brasileira obtido por hidrodestilação foi de 1,2 ± 0,1%. Os rendimentos dos extratos obtidos por extração a baixa pressão foram: 9,4 ± 0,1% (metanol), 3,3 ± 0,2% (etanol) e 0,8 ± 0,2 %(hexano). Os compostos majoritários presentes no óleo volátil e no extrato SFE de lavanda brasileira foram pinocanfona (13,5 - 16,3%), ?-pineno (10,5 - 12%) e pinocarvil acetato (7,3 - 8,3%), guaiol (6,6 - 8,7%) e bulnesol (3,7 - 4,1%). No óleo volátil a concentração referente a 40% de redução do radical DPPH (Sc40 (óleo 1) (1,8 ± 0,1) × 103 mg/L)) e no extrato SFE a concentração referente a 50% de redução do radical DPPH (Sc50 (SFE) (1...

Extração de macela, cravo-da-india e vetiver : aspectos tecnologicos e economicos; Supercritical extraction of macela, clove and vetiver : technological and economical aspects

Thais Massue Takeuchi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
57.21%
Isotermas de rendimento global (IRG) foram construídas com o objetivo de avaliar as melhores condições de temperatura e pressão para a obtenção do extrato supercrítico da macela (Achyrocline satureioides). As extrações foram realizadas a 30, 45 e 60°C e 100, 150, 200, 250 e 300 bar utilizando-se CO2 supercrítico puro, e a 30 e 45°C e 100, 200 e 300 bar utilizando-se a mistura CO2 supercrítico + etanol (20 % v/v) como solvente de extração. Os extratos foram avaliados em relação às suas propriedades funcionais (atividade antioxidante, compostos fenólicos totais e flavonóides totais) e às suas composições (cromatografias gasosa e de camada delgada). Amostras de extrato de macela obtidas através de métodos de extração com solvente a baixa pressão (ESBP) também foram submetidos às mesmas análises e serviram como parâmetro de comparação. Os dados experimentais indicaram que, no caso da utilização do CO2 puro, os melhores resultados, em termos de rendimento, composição e funcionalidade dos extratos, foram obtidos a 45°C e 200 bar. Por outro lado, a adição do etanol como co-solvente indicou uma elevação da polaridade do solvente supercrítico, facilitando a extração de compostos relativamente polares como os fenólicos e...

Extração supercritica de folhas de Eugenia uniflora L; Supercritical extraction of leaves of Eugenia uniflora L

Camila Arantes Peixoto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.07%
Averiguado que não existe na literatura a caracterização de extratos obtidos por fluido supercrítico das folhas de Eugenia uniflora L. (pitangueira), este trabalho visou à obtenção destes extratos variando as condições de extração supercrítica no que se refere à temperatura e pressão de 30, 40, 50 e 60 °C e 100, 150, 200, 250 e 300 bar. Verificou-se que as condições ótimas de rendimento para o processo foram as de 40 ºC e 300 bar e a 60 ºC, nas pressões de 250 e 300 bar, que corresponderam aos rendimentos: 3,68, 3,54 e 3,96 %, respectivamente. Os extratos das folhas obtidos por extração supercrítica, por hidrodestilação e por microextração em fase sólida foram caracterizados. Os compostos majoritários encontrados no extrato obtido por hidrodestilação foram curzereno (34,76 %), germacreno B (11,84 %) e C15H20O2 (9,56 %). Os compostos: ß-elemeno, ß-cariofileno e ?-elemeno estão presentes tanto no óleo essencial das folhas como também no extrato obtido por microextração em fase sólida. O composto majoritário presente nos extratos supercríticos foi o C15H20O2 seguido de curzereno e germacreno B. Pelo método de DPPH (1,1-difenil-2-pirilhidrazina) o extrato obtido com álcool hidratado é o que apresenta maior atividade antioxidante...

Uso de simulador no estudo de aumento de escala e viabilidade economica do processo de extração supercritica de produtos naturais; Use of simulator in scale up and economic viability of supercritical fluid extraction from natural sources

Ivor Martin Prado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.14%
O presente trabalho teve por objetivo validar um modelo do processo supercrítico aplicado a avaliação econômica utilizando-se um simulador comercial de processos (SuperPro Designer®) a partir de dados obtidos na literatura para a cúrcuma (Curcuma longa L.) e dados laboratoriais obtidos para o alecrim-pimenta (Lippia sidoides) e estudar os efeitos de aumento de escala no custo de manufatura (COM) do extrato vegetal de planta condimentar obtido por tecnologia supercrítica em equipamentos de extração supercrítica de diferentes capacidades. A validação do modelo de extrator SFE foi realizada utilizando-se o simulador de processos SuperPro Designer® que consiste de um conjunto de ferramentas capaz de estimar parâmetros econômicos e de processos, provido de um amplo banco de dados contendo substâncias simples e compostas comumente encontradas nas indústrias de alimento, química e farmacêutica. A montagem do modelo ocorreu utilizando os equipamentos disponíveis no banco de dados do simulador, porém por se tratar de um processo não convencional de extração o simulador não compreende um modelo de extrator SFE, sendo necessário adaptar esta operação unitária a um equipamento disponível, apto a realizar as funções necessárias. O aumento de escala foi avaliado utilizando-se o modelo SFE proposto que permitiu utilizar as ferramentas de aumento de escala disponíveis no simulador SuperPro Designer®. Nesta etapa assumiu-se que a relação entre a massa de solvente e a massa de alimentação permanece constante quando o modelo passa da escala laboratorial para a escala industrial...

Obtenção de extratos vegetais por diferentes metodos de extração : estudo experimental e simulação dos processos; Obtaining vegetable extracts by different extraction methods : experimental study and process simulation

Priscilla Carvalho Veggi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
57.23%
Neste trabalho é apresentado um estudo comparativo do custo de manufatura para diferentes técnicas de extração: extração com solventes a baixa pressão (LPSE: Low Pressure Solvent Extraction) em taque agitado e percolação, e extração supercrítica (SFE: Supercritical Fluid Extraction). As estimativas dos custos para os processos de extração LPSE por agitação e percolação foram realizadas por meio do simulador de processos SuperPro DesignerÒ. Foi realizado um estudo experimental para a obtenção, por extração supercrítica, de polifenóis de folhas de pitanga (Eugenia uniflora). Para o estudo do aumento de escala, assumiu-se que os parâmetros em escala laboratorial: rendimento da extração, tempo e a relação entre a massa de alimentação e solvente, são mantidos constantes para o equipamento em escala industrial. Assim, as estimativas foram realizadas tendo como base dados de literatura para a matriz vegetal macela (Achyrocline satureioides). Os estudos foram realizados para extratores de 50 L, 100 L e 300 L. Os custos de manufatura para LPSE em taque agitado e percolação foram: US$ 877,21/kg; US$ 698,73/kg; US$ 573,34/kg e US$ 814,46/kg; US$ 567,86/kg; US$ 384,00/kg, respectivamente em extratores de 50 L...

Estudo experimental e modelagem matemática da separação de asfaltenos e óleos lubrificantes provenientes do resíduo de petróleo por desasfaltação supercrítica; Experimental and mathematical modeling study of the separation of asphaltens and lube oil from the residuum of petroleum for supercritical desasphalting

Viktor Oswaldo Cárdenas Concha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
57.21%
Atualmente, o Brasil tem uma grande demanda do consumo de asfalto, devido à reconstrução e à construção de novas estradas. O investimento em tecnologia para garantir esta demanda, não somente no aspecto quantitativo, mas também no aspecto qualitativo do asfalto é imprescindível. Este projeto tem por objetivo geral o estudo em escala piloto, do processo de desasfaltação supercrítica de resíduos pesados e ultrapesados do petróleo obtidos por destilação a vácuo convencional e por destilação molecular. O trabalho visa a substituição do processo de extração líquido-líquido hoje utilizado para desasfaltação a nível de laboratório, procurando introduzir ganhos operacionais, tais como redução de tempo de processamento e aumento da quantidade dos materiais obtidos, ou seja, otimização do processo. Uma modelagem computacional do processo de desasfaltação supercrítica, também foi realizada, validada com dados experimentais, estudando o efeito das propriedades termodinâmicas e operacionais do processo, com o objetivo de obter ganhos operacionais. Além disto, foram realizados: um estudo sobre a extração supercrítica ou quase-crítica de asfaltenos e resinas de resíduos de petróleo, experimentos e obtenção dos dados em uma unidade de separação supercrítica; mapeamento das regiões de operação ótima do processo utilizando o planejamento de experimentos acoplado com o modelo matemático...

Montagem, teste e validação de uma unidade de extração supercrítica com reciclo e operação contínua; Assembly, test and validation of a supercritical extraction unit with recycle and continuous operation

André von Randow de Assis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67.02%
A Achyrocline satureioides é uma planta nativa do sudeste da América do Sul sendo conhecida popularmente como ¿marcela¿ ou ¿macela¿, e cujas inflorescências são empregadas na medicina popular no tratamento de cólicas e dor epigástrica, na regulação menstrual, como sedativo e antiespasmódico. A extração com fluidos supercríticos (SFE) é um processo que possibilita a obtenção de produtos com propriedades funcionais de interesse para a indústria de alimentos, farmacêutica e de cosméticos, sendo uma tecnologia que não agride o meio ambiente. Neste trabalho foi montada uma unidade de extração supercrítica constituída por 2 extratores de 1 L cada e que pode operar simulando um processo contínuo de extração e com reciclo de CO2. Foi elaborado um procedimento operacional através de estudos com cravo-da-índia e, posteriormente com marcela. Verificou-se o desempenho de dois separadores, observando a necessidade do uso de separadores com maior capacidade. Avaliou-se o sistema de reciclo de CO2 observando ser satisfatório; Achyrocline satureioides is a plant native to southeastern of South America and it is known as "marcela" or "marcela", and whose flowers are used in folk medicine to treat colic and epigastric pain in menstrual regulation...

Extração de compostos com ação antifúngica de folhas secas de senna reticulata; Extraction of antifungal compounds from dried leaves of senna reticulata

Max Adilson Lima Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
57.19%
Madeiras sofrem ataques de fungos que comprometem a sua resistência e valor de mercado, levando a indústria madeireira a buscar fungicidas capazes de reduzir as perdas no setor. Nesse contexto, a espécie Senna reticulata aparece como possibilidade promissora, pois estudos preliminares revelaram a existência de substâncias, ainda não identificadas, em diferentes partes dessa planta com atividade fungicida e/ou fungistática. Assim, o presente trabalho objetivou a obtenção de compostos antifúngicos a partir de folhas secas de S. reticulata por extração convencional e supercrítica. Estudou-se o efeito da temperatura, pH, força iônica e tipo de solvente (água, etanol e composição destes) sobre a concentração de compostos fenólicos e proteínas nos extratos produzidos em tanque agitado. Na extração supercrítica, estudou-se o efeito da pressão e da temperatura sobre a concentração de compostos fenólicos nos extratos. Na extração convencional a composição do solvente, temperatura e pH apresentaram efeito sobre a concentração de compostos fenólicos e proteínas nos extratos. Para a extração supercrítica, o rendimento dos extratos foi afetado pela pressão do sistema. No entanto, o extrato com o menor rendimento em massa teve o maior teor de compostos fenólicos. Nos testes de atividade antifúngica...

Estudo do aumento de escala do processo de extração supercrítica em leito fixo; Scale-up study of supercritical fluid extraction process in fixed bed

Juliana Martin do Prado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67.02%
O objetivo do presente trabalho foi avaliar a viabilidade técnica e econômica da instalação de uma planta industrial de extração supercrítica (SFE) em território nacional. Para o desenvolvimento deste trabalho o cravo-da-índia (Eugenia caryophyllus) foi selecionado como matéria-prima modelo. A validação da metodologia proposta foi realizada utilizando matérias-primas de perfil agronômico e tipo de extrato diferentes do cravo: gengibre (Zingiber officinale), resíduo de cana-de-açúcar (Saccharum spp), cidrão (Aloysia triphylla) e semente de uva (Vitis vinifera). Para os experimentos em escala de laboratório foram utilizadas duas unidades SFE com extratores de diferentes volumes, de 4,6 a 290 mL, a fim de se obterem dados de rendimento global e cinéticos. Os parâmetros de processo obtidos através do ajuste das curvas de extração foram utilizados para adaptar o processo da escala laboratorial para a operação de uma planta piloto com extrator de 5 L. As análises químicas dos extratos foram realizadas por cromatografia gasosa, cromatografia em camada delgada e outras técnicas, a fim de determinar o perfil fitoquímico dos produtos obtidos. Os dados de rendimento global, juntamente com a composição química dos extratos...

Recuperação de compostos bioativos via extração supercrítica e convencional dos resíduos de uva provenientes do processamento do pisco; Recovery of bioactive compounds by supercritical and conventional extraction from grape wastes of pisco industry

Angela Maria Farias Campomanes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PT
Relevância na Pesquisa
67.42%
O crescente aparecimento de doenças degenerativas tem motivado a busca de alimentos com benefícios específicos à saúde. Os resíduos do processamento da uva (Vitis vinifera) têm demonstrado ser uma fonte importante de flavonóides, ácidos fenólicos e estilbenos, os quais são amplamente conhecidos pela sua atividade antioxidante. A extração supercrítica com adição de cosolvente, geralmente etanol, mostra-se a técnica mais adequada para a recuperação de compostos fenólicos uma vez que a extração é seletiva e o extrato obtido é isento de solventes orgânicos, muitas vezes tóxicos. Neste trabalho, estudou-se a recuperação de compostos fenólicos a partir de resíduos da produção de pisco (bagaço de uva e borra) por três métodos de extração: leito agitado, sistema soxhlet e extração supercrítica. O etanol foi utilizado como solvente nas extrações convencionais e como cosolvente na extração supercrítica. Curvas globais de extração (OECs) foram construídas para o bagaço de uva e borra a 40 °C e pressões de 20 e 35 MPa, e foram ajustadas a um spline de três retas. O tempo de processo (tP) e outros parâmetros cinéticos da extração foram estimados. A composição dos extratos foi analisada por cromatografia em camada delgada (CCD) e cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Através do software SuperPro Design® foi estimado o custo de manufatura (COM) para o processo de extração supercrítica em escala industrial. Os maiores rendimentos de extração foram obtidos com etanol em sistema soxhlet...

Extração de compostos do bagaço de amora-preta (Rubus sp.) usando CO2 supercrítico assistido por ultrassom; Extração de compostos do bagaço de amora-preta (Rubus sp.) usando CO2 supercrítico assistido por ultrassom

José Luis Pasquel Reátegui
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
57.33%
A amora-preta (Rubus sp.) tem chamado a atenção de produtores e consumidores nos últimos anos, por ser uma boa fonte de compostos bioativos que oferece benefícios para a saúde. Os resíduos agroindustriais do processamento de amora geralmente têm demonstrado ser uma boa fonte de flavonoides, que são compostos fenólicos amplamente conhecidos pela sua atividade antioxidante. O presente trabalho teve como principal objetivo obter extratos a partir do bagaço de amora-preta usando CO2 supercrítico assistido por ultrassom. Assim, para a extração supercrítica com CO2 puro foi feito um desenho de tipo Box-Behnken, com três variáveis independentes, sendo elas a temperatura (40, 50 e 60 °C), pressão (15, 20 e 25 MPa) e potência ultrassônica (0, 200 e 400 Watts). A vazão de CO2 foi mantida constante em 2,77 x 10-4 kg/s, para todos os experimentos feitos com CO2 puro. O maior rendimento foi encontrado a 50 °C, 25 MPa e 400 Watts de potência ultrassônica. Após selecionada a melhor condição, foi realizado um estudo para determinar os parâmetros cinéticos do processo de extração supercrítica. A composição dos extratos foi avaliada por espectrofotometria, pela qual os maiores teores de fenólicos foram observados a 60 °C...

Valorização de pimentas Capsicum nativas do Brasil com uso de tecnologia supercrítica : extração e encapsulação; Valorization of Brazilian native Capsicum peppers using supercritical technology : extraction and encapsulation

Ana Carolina de Aguiar
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
57.26%
Neste trabalho a caracterização, a extração e o encapsulamento de extratos de pimentas Capsicum com tecnologia supercrítica foram estudados. Inicialmente, 20 variedades de pimentas foram caracterizadas quanto à concentração de capsaicinoides. Foi observada uma grande variação entre a composição dos capsaicinoides, sendo que a capsaicina e a dihidrocapsaicina foram os compostos majoritários. Com base nos resultados obtidos, foram selecionadas duas pimentas para obtenção de extratos com dióxido de carbono (CO2) supercrítico: a pimenta malagueta para extração de capsaicinoides e a pimenta biquinho para a extração de capsinoides. No que diz respeito à extração supercrítica (SFE) de pimenta malagueta, verificou-se que as concentrações mais elevadas de capsaicinoides foram obtidas com as menores pressões, indicando que pode haver competição entre capsaicinoides e outros compostos solúveis no CO2 supercrítico à pressões mais elevadas. O maior rendimento global foi obtido nas maiores pressões devido ao aumento da densidade do solvente. A pimenta biquinho apresentou uma concentração considerável de capsinoides. O processo de SFE com CO2 resultou em baixos rendimentos globais de extração quando comparado com os resultados obtidos empregando métodos a baixa pressão. Por outro lado...

Estudo da atividade antimicrobiana de óleos essenciais extraídos por destilação por arraste a vapor e por extração supercrítica

Pereira, Marcos Aurélio Almeida
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
67.02%
A utilização de óleos essenciais na pesquisa sobre a atividade antimicrobiana é bastante intensa e tem aumentado a cada ano. Porém, a influência do processo de extração na composição química dos óleos essenciais e o impacto da interação de seus compostos na atividade antimicrobiana têm sido menos estudados. Os óleos essenciais de Rosmarinus officinalis L. e Cymbopogum winterianus Jowitt foram extraídos por arraste a vapor e por extração supercrítica. O processo de extração influenciou diretamente na composição química dos óleos e conseqüentemente na atividade antimicrobiana. O óleo de Cymbopogum citratus DC. Stapf. foi extraído por arraste a vapor e durante a avaliação da atividade antimicrobiana, o composto citral apresentou uma forte atividade. A atividade antimicrobiana dos óleos estudados foi avaliada pelo método de bioautografia indireta que permite a separação da composição química dos óleos em frações, as quais foram analisadas por cromatografia gasosa acoplada a um espectrômetro de massa (GC-MS). A concentração inibitória mínima dos óleos Cymbopogum citratus DC. Stapf. e Cymbopogum winterianus Jowitt, os quais foram ativos contra os microorganismos citados na Portaria 15 da ANVISA de 1988...

Uso da extração supercritica na obtenção de produtos com valor agregado a partir de resíduos sólidos da indústria vinícola

Rosa, Antônio Alberto Andrade da
Fonte: Porto Alegre Publicador: Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
67.05%
O estudo da extração de substâncias com valor agregado dos resíduos da indústria vinícola é proposto devido à geração anual de milhares de toneladas de sementes e cabos, chamados de bagaço, oriundos dos processos produtivos das vinícolas da região nordeste do estado do Rio Grande do Sul. Até o presente momento este material é percebido como resíduo de processo e utilizado somente como matéria-prima para compostagem. Estudos demonstram que as sementes de uva (Vitis vinífera L. ) podem conter compostos com elevado poder antioxidante. O poder antioxidante do extrato confere a ele características desejáveis para aplicações em benefício da saúde humana, podendo ser utilizado como alimento, medicação e na formulação de cosméticos. Neste trabalho os resíduos de uva foram coletados 20 a 30 dias pós-prensagem e separado em duas frações: uma constituída só por sementes de uva e a outra pelo material restante (polpa, casca e pedaços de cacho). As duas frações foram submetidas ao processo de extração supercrítica, utilizando dióxido de carbono e dióxido de carbono + água como solventes. As condições operacionais de processo foram as seguintes: temperatura de 35°C e pressões de 100, 120, 150 200 e 250 bar...

Análise da concentração de compostos bioativos e avaliação da toxicidade aguda in vivo dos diterpenos cafestol e caveol presentes no óleo de grãos de café verdes obtidos por extração supercrítica e por extração com fluido pressurizado; Concentration of bioactive compounds analysis and evaluation of acute toxicity in vivo of the diterpenes cafestol and kahweol from green beans coffee oil obtained by supercritical and pressurized fluid extractions

Oliveira, Naila Albertina de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
67.12%
Este estudo visou à utilização da tecnologia que emprega CO2 em estado supercrítico (SFE) para estudar a bioatividade dos diterpenos presentes no óleo de café verde, cafestol (C) e caveol (K), contudo propondo também a otimização de extração com líquido pressurizado (PLE) em batelada, utilizando para isto um Delineamento Composto Central Rotacional (DCCR2). O referido tema tem caráter inovador e inédito, já que a tecnologia de extração com líquido pressurizado, até então empregada para extração de analitos, passa a ser estudada em processos de extração de óleos vegetais tais como, óleo de pequi, óleo de café verde, extrato de sementes de pitanga no LTAPPN. Esta técnica utiliza solventes orgânicos e emprega elevada temperatura de extração, o que aumenta a capacidade de solubilização do solvente, e o emprego de altas pressões que acelera a difusão nos poros da matriz já que a viscosidade do solvente é diminuída. Este comportamento ocasiona maior penetração do solvente na matriz, aumentando sua capacidade de extração. A extração supercrítica (SFE) é uma tecnologia limpa, pois não emprega solventes orgânicos sendo promissora na obtenção de extratos enriquecidos com compostos bioativos que possam desempenhar alguma atividade. O estudo da atividade aguda dos diterpenos presentes no óleo de grãos de café verdes obtidos via SFE e PLE demonstrou que o óleo extraído com CO2 supercrítico...

Extração supercritica de astaxantina e lipideos ricos em acidos graxos 'omega'-3 a partir de residuos de camarão-rosa (Farfantepenaeus paulensis); Supercritical extraction of astaxanthin and lipids with high content of 'omega'-3 from brazilian redspotted shrimp waste (Farfantepenaeus paulensis)

Andrea del Pilar Sanchez Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67.29%
O rendimento de processamento e a composição centesimal dos resíduos de camarão-rosa (Farfantepenaeus paulensis) foram investigados. Os resultados indicaram que nos resíduos de camarão (cabeça, casca e caudas liofilizadas) apresenta-se um alto conteúdo protéico (48,8% b.s.) e um alto nível de resíduo mineral (27,0% b.s.). Os resíduos de camarão apresentaram um baixo teor de lipídeos (4,9% b.s.), embora seja alto quando comparado com outra classe de camarões capturados no Brasil. A composição de ácidos graxos mostrou que os lipídeos extraídos contém um alto teor de ácidos graxos insaturados, principalmente EPA (C20:5; n-3) e DHA (C22:6; n-3). A fim de estabelecer um processo eficiente e ambientalmente amigável da recuperação de lipídeos e astaxantina (ASX) (o principal carotenóide e antioxidante presente nos resíduos), foram comparados três tipos de processo de extração: a) Extração com solvente orgânico, b) Extração supercrítica com CO2, tendo como variáveis de processo, pressão (200-400 bar) e temperatura (40-60°C) e c) Extração supercrítica com CO2 e etanol como co-solvente, variando a concentração do etanol na mistura de solvente extrativo (5, 10 e 15% m/m). Os resultados mostraram que a máxima quantidade de astaxantina extraída do residuo foi de 53 ± 2 µg de ASX/g de resíduo b.s....

Extração e fracionamento de compostos com principios ativos de propolis usando o dioxido de carbono supercritico; Extraction and fractionation of compounds with active principles of propolis using supercritical carbon dioxide

Losiane Cristina Paviani Diehl
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
57.39%
O objetivo deste trabalho foi investigar a influência da temperatura, pressão e porcentagem de etanol como co-solvente no processo de extração e fracionamento com dióxido de carbono supercrítico de princípios ativos presentes no extrato etanólico de própolis (EEPS) e da própolis bruta. Os experimentos foram realizados nas temperaturas de 20 °C, 35 °C e 50 °C, pressões de 150, 200 e 250 bar e adição de etanol como co-solvente nas proporções de 0 %, 5 % 10 % e 15 %. A identificação dos compostos presentes nos extratos foi feita por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (HPLC) frente a quatro marcadores (compostos fenólicos): ácido 3,5-diprenil-4-hidroxicinâmico (DHCA, também conhecido como Artepillin C), ácido 3-prenil-4-hidrocinâmico (PHCA), ácido 4-hidroxicinâmico (ácido p-cumárico) e 4?-metoxi-3,5,7-tridroxiflavona (canferide). A atividade antioxidante dos extratos foi baseada no sequestro do radical 2,2-difenil-1-picrilhidrazila (DPPH) pelos extratos de própolis analisados e o resultado é expresso em ED50. A atividade antimicrobiana in vitro foi avaliada pelo método de difusão em disco contra três microorganismos patogênicos: Staphylococcus aureus (ATCC 29213), Candida albicans (ATCC 10231) e Escherichia coli (ATCC 25922). O extrato etanólico de própolis teve um rendimento médio de 39...

Extração supercrítica de compostos bioativos da pimenta dedo de moça (Capsicum baccatum L. var. pendulum) assistida por ultrassom; Supercritical extraction of active compounds from dedo de moca pepper (Capsicum baccatum L. var. pendulum) using ultrasound

Arthur Luiz Baião Dias
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
67.05%
Técnicas de extração supercrítica (supercritical fluid extraction - SFE) vêm sendo empregadas como alternativa aos processos convencionais de extração e fracionamento de compostos bioativos. Dentre os solventes mais utilizados na SFE, o dióxido de carbono tem sido o mais empregado por apresentar vantagens como baixa toxicidade (solvente GRAS), baixa inflamabilidade e ser inerte. Geralmente a SFE tem sua capacidade extrativa alterada com a utilização de técnicas em conjunto, como aplicação de ondas ultrassônicas. As ondas ultrassônicas são capazes de gerar bolhas cavitacionais que podem provocar a ruptura da parede celular da matriz vegetal, facilitando o contato soluto/solvente, aumentando o rendimento da extração. Este trabalho teve como objetivo a obtenção de extratos ricos em compostos bioativos a partir de pimenta dedo de moça (Capsicum baccatum L. var. pendulum) por SFE sem e com ultrassom, por soxhlet com metanol, etanol, acetato de etila e hexano e por extrações a baixa pressão com ultrassom em metanol e etanol. Nas SFEs a pressão variou de 15 a 25 MPa, a potência de 200 a 600 W e o tempo de ultrassom de 40 a 80 min. Nas extrações a baixa pressão a temperatura foi de 40 a 60 °C, a potência de 200 a 600 W e o tempo de ultrassom de 20 min para metanol e 60 min para etanol. A vazão mássica de CO2 foi fixada em 1...