Página 1 dos resultados de 1931 itens digitais encontrados em 0.019 segundos

Gastos do Sistema Único de Saúde com internações por causas externas em São José dos Campos, São Paulo, Brasil; Unified National Health System costs in São José dos Campos, São Paulo State, Brazil, for hospital admissions due to external causes

MELIONE, Luís Paulo Rodrigues; MELLO-JORGE, Maria Helena Prado de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.11%
O objetivo do estudo foi mensurar os gastos diretos do Sistema Único de Saúde (SUS) com internações por causas externas em São José dos Campos, São Paulo, Brasil. Foram estudadas as internações por lesões decorrentes de causas externas, respectivamente capítulos XIX e XX da CID-10, no primeiro semestre de 2003, no Hospital Municipal Dr. José de Carvalho Florence. Foram analisados os valores pagos através do SUS, após a verificação da qualidade dos dados nos prontuários de 976 internações. Os maiores gastos totais foram por internações decorrentes de acidentes de transporte e quedas. O maior gasto médio de internação foi por acidentes de transporte (R$ 614,63), seguido das agressões (R$ 594,90). As lesões que representaram maior gasto médio foram as fraturas de pescoço (R$ 1.191,42) e traumatismo intracraniano (R$ 1.000,44). As internações com maior custo-dia foram fraturas do crânio e dos ossos da face (R$ 166,72) e traumatismo intra-abdominal (R$ 148,26). Os resultados encontrados demonstraram que os acidentes de transporte, as quedas e as agressões são importantes fontes de gastos com internações por causas externas no município.; The objective of this study was to identify direct expenditures for hospitalizations due to external causes in the Unified National Health System (SUS) in the city of São José dos Campos...

Análise epidemiológica das causas externas em unidades de urgência e emergência em Cuiabá/Mato Grosso; Epidemiological analysis of external causes at urgency and emergency services in Cuiabá/Mato Grosso

OLIVEIRA, Ligia Regina de; JORGE, Maria Helena Prado de Mello
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.24%
OBJETIVO: Apesar da importância das causas externas como problema de saúde pública, pouco se conhece sobre a demanda de serviços de urgência e emergência. Este estudo tem como objetivo caracterizar a morbidade por causas externas em unidades de urgência e emergência do município de Cuiabá/MT. MÉTODO: Trata-se de um estudo transversal e descritivo. Foram analisadas 3.786 vítimas de causas externas atendidas pelas cinco unidades de urgência e emergência da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá/MT, no período de 1 de maio a 30 de junho de 2005. RESULTADOS: Aproximadamente 88% dos atendimentos se referiam a vítimas de acidentes, 9% corresponderam a agressões e 2% a lesões autoprovocadas. Os acidentes de transportes representaram 22% dos atendimentos, sendo os motociclistas as principais vítimas (49%); as quedas foram as causas mais freqüentes no grupo de outras causas externas de traumatismos acidentais. A prevalência em homens superou a de mulheres. A maior parte das vítimas era menor de 40 anos (79%). No entanto, a análise por tipo de causa externa apresenta resultados diferentes segundo sexo e faixa etária. Cerca da metade dos eventos ocorreu em casa e, em sua maioria, as vítimas receberam alta após o atendimento...

Confiabilidade da informação sobre hospitalizações por causas externas de um hospital público em São José dos Campos, São Paulo, Brasil; Data reliability of hospital admissions due to external causes in a public hospital in São José dos Campos, São Paulo, Brazil

MELIONE, Luís Paulo Rodrigues; JORGE, Maria Helena Prado de Mello
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
OBJETIVO: Conhecer a qualidade dos dados de internação por causas externas em São José dos Campos, São Paulo. MÉTODO: Foram estudadas as internações pelo Sistema Único de Saúde por lesões decorrentes de causas externas no primeiro semestre de 2003, no Hospital Municipal, referência para o atendimento ao trauma no Município, por meio da comparação dos dados registrados no Sistema de Informações Hospitalares com os prontuários de 990 internações. A concordância das variáveis relativas à vítima, à internação e ao agravo foi avaliada pela taxa bruta de concordância e pelo coeficiente Kappa. As lesões e as causas externas foram codificadas segundo a 10ª revisão da Classificação Internacional de Doenças, respectivamente, capítulos XIX e XX. RESULTADOS: A taxa de concordância bruta foi de boa qualidade para as variáveis relativas à vítima e à internação, variando de 89,0% a 99,2%. As lesões tiveram concordância ótima, exceto os traumatismos do pescoço (k=0,73), traumatismos múltiplos (k=0,67) e fraturas do tórax (k=0,49). As causas externas tiveram concordância ótima para acidentes de transporte (k=0,90) e quedas (k=0,83). A confiabilidade foi menor para agressões (k=0,50), causas indeterminadas (k=0...

Morbidade hospitalar por causas externas no Município de São José dos Campos, Estado de São Paulo, Brasil; Hospital administration morbidity due to external causes in the municipality of São José dos Campos, state of São Paulo, Brazil

MELIONE, Luís Paulo Rodrigues
Fonte: Brasília Publicador: Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.17%
O objetivo dos estudo foi conhecer o perfil da morbidade das internações hospitalares por causas externas no Município de São José dos Campos, Estado de São Paulo, Brasil. Foram estudadas as internações pelo Sistema Único de Saúde (SUS) por lesões decorrentes de causas externas no primeiro semestre de 2003, no Hospital Municipal. Este hospital é a principal referência para o atendimento ao trama e foi responsável por 92,3% das internações pelo SUS por causas externas no período estudado. Entre os 873 pacientes internados, as lesões decorrentes de acidentes de transporte foram resposáveis por 31,8% dos casos, as quedas por 26,7% e as causas indeterminadas por 19,5%. A razão de masculinidade foi de 3,1:1 e a faixa etária predominante de 20-29 anos, com 23,3% das internações. As lesões mais freqüentes foram as fraturas (49,8%) e o traumatismo intracraniano (13,5%). Entre as fraturas, predominaram as do fêmur e as da perna, que representaram, respectivamente, 10,8% e 10,1%. A maior taxa de internação por local de residência ocorreu na região Norte do Município, com 470,0 internações por 100.000 habitantes. O perfil da morbidade hospitalar encontrado confirmou os acidentes de transporte como importante causa de internação hospitalar no Município e contrariou a tendência geral das quedas como principal causa externa de internação hospitalar. A distribuição por sexo...

Accidents by external causes in adolescents: care in sentinel urgency and emergency services in the Brazilian State Capitals-2009

Malta, Deborah Carvalho; Medeiros Mascarenhas, Marcio Denis; Ivata Bernal, Regina Tomie; Caribe de Araujo Andrade, Silvania Suely; Medeiros das Neves, Alice Cristina; de Melo, Elza Machado; da Silva Junior, Jarbas Barbosa
Fonte: ABRASCO; RIO DE JANEIRO Publicador: ABRASCO; RIO DE JANEIRO
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
Adolescents are seeking new references and experiences, which may involve attitudes of risk and exposure to accidents and violence from external causes. These events constitute a serious Public Health problem. The scope of this study was to analyze the occurrence of accidents by external causes in adolescents from 10 to 19 years of age attended at sentinel urgency and emergency services in Brazil. Data from the 2009 Surveillance System for Violence and Accidents (VIVA 2009) was analyzed in 74 emergency units in 23 state capitals and the Federal District. The findings revealed that 6,434 adolescents (89.8%) were victims of accidents and 730 (10.2 %) were victims of violence. The main causes of the accidents were falls and traffic accidents, and assaults were predominant in violence. For both accidents and violence, non-white male adolescents were predominant and the events occurred most frequently on the public highways. A marked increase was detected, with hospitalization of victims of violence between 15 and 19 years of age. Understanding the epidemiological reality of external causes among adolescents represents an important tool for health prevention and promotion policies and the culture of peace seeking to reduce morbidity and mortality.

The impact of mortality from external causes on human development in the Brazilian borderland

de Castro, Jose Marcelo; Rodrigues-Junior, Antonio Luiz
Fonte: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANIERO Publicador: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANIERO
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
This article estimates the impact of mortality from external causes on the human development index (HDI) along the Brazilian borderland from 2000 to 2005. Data obtained from Brazilian government agencies were combined using the methodology defined by the United Nations Development Program, revealing the HDI according to actual conditions. Subsequently, deaths from external causes were excluded in order to estimate their impact on the index, recalculating life expectancy using the technique of competing causes. HDI showed a gradual increase from North to South, with the most developed regions concentrated in the South, consistent with studies using other sets of economic indicators. By excluding mortality from external causes, the highest gains appeared in regions where the HDI (under actual conditions) were lower, and the magnitude of gains declined towards the South.

Acidentes e violência na infância: evidências do inquérito sobre atendimentos de emergência por causas externas - Brasil, 2009; Accidents and violence in childhood: survey evidence of emergency care for external causes - Brazil, 2009

Malta, Deborah Carvalho; Mascarenhas, Marcio Denis Medeiros; Bernal, Regina Tomie Ivata; Bise Viegas, Anna Paula; Bandeira de Sa, Naiza Nayla; Silva Junior, Jarbas Barbosa da
Fonte: ABRASCO; RIO DE JANEIRO Publicador: ABRASCO; RIO DE JANEIRO
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.18%
Compreender as características e a magnitude das causas externas (acidentes e violência) em crianças de 0 a 9 anos de idade torna-se cada vez mais importante em Saúde Pública. O objetivo do presente artigo foi analisar os atendimentos de emergência por causas externas em crianças. Utilizaram-se dados do Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes em Serviços Sentinelas de Urgência e Emergência (Inquérito VIVA), realizado em 74 serviços de urgência do Distrito Federal e 23 capitais no ano 2009. Analisaram-se dados de 7.123 crianças: 6.897 (96,7%) vítimas de acidentes e 226 (3,3%) de violência. Em comparação às vítimas de violência, os atendimentos por acidentes foram mais frequentes entre crianças de 2 a 5 anos, de pele branca e ocorridos no domicílio (p < 0,05). Dentre os acidentes, as quedas e queimaduras predominaram no grupo de 0 a 1 ano, enquanto os acidentes de transporte foram mais frequentes no grupo de 6 a 9 anos (p < 0,001). Quanto às violências, atendimentos por negligência e agressão física predominaram, respectivamente, nos grupos extremos de faixa etária, sendo um familiar identificado como agressor (p < 0,001). Informações sobre ocorrência de causas externas em crianças podem apoiar políticas de promoção da saúde...

Morbidade hospitalar por causas externas no Sistema Único de Saúde em São José dos Campos, SP ; Hospital morbidity due to external causes via Sistema Único de Saúde in São José dos Campos, SP

Melione, Luís Paulo Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.2%
Objetivos. Realizou-se uma pesquisa com o objetivo de conhecer a qualidade dos dados de internação, os gastos diretos e a morbidade hospitalar por causas externas em São José dos Campos, São Paulo. Material e Métodos. Foram estudadas as internações pelo Sistema Único de Saúde (SUS) por lesões decorrentes de causas externas no primeiro semestre de 2003, no Hospital Municipal Dr. José de Carvalho Florence. Este hospital é referência para o atendimento ao trauma no Município. Foram analisados os prontuários de 990 internações. A concordância das variáveis relativas à vítima, à internação e ao agravo foi avaliada pela taxa bruta de concordância e pelo coeficiente Kappa. As lesões e as causas externas foram codificadas segundo a 10ª revisão da Classificação Internacional de Doenças. Resultados. A taxa de concordância bruta entre os dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS e a avaliação do pesquisador foi de boa qualidade para as variáveis relativas à vítima e à internação, variando de 89,0% a 99,2%. As lesões tiveram concordância ótima, exceto os traumatismos do pescoço (k=0,73), traumatismos múltiplos (k=0,67), e fraturas do tórax (k=0,49). As causas externas tiveram concordância ótima para acidentes de transporte e quedas. A confiabilidade foi menor para agressões (k=0...

Subsídios para a implantação de um sistema de vigilância de causas externas no município de Cuiabá/MT; Support for implementing an external causes surveillance system in the municipality of Cuiabá, Mato Grosso

Oliveira, Ligia Regina de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.2%
Introdução. A violência é um dos problemas mais sérios de Saúde Pública. Para conhecê-lo, usam-se, principalmente, dados de mortalidade, reconhecendo-se, no entanto, como relevante, o uso de outros dados para o monitoramento desses eventos. Objetivo. Fornecer subsídios para a implantação de um Sistema de Vigilância de Causas Externas (CE), por meio da análise de dados oriundos de diferentes fontes de informação e subseqüente relacionamento entre os bancos de dados produzidos por essas fontes. Metodologia. Para análise da mortalidade utilizou-se o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM/MS); para os de morbidade hospitalar, o Sistema de Informações Hospitalares (SIH/SUS); para a morbidade não hospitalar criou-se um sistema de informações para as unidades de urgência e emergência. Esses bancos foram relacionados entre si e com o da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sistema de Registro de Ocorrências Policiais), por meio do aplicativo RecLinkII. Resultados. Dados de 1980 a 2002 mostram que os coeficientes de mortalidade são sempre mais elevados em Cuiabá que no Brasil e Mato Grosso; o homicídio é a principal causa de morte, com tendência de crescimento. As internações por CE também apresentam índices superiores aos do Brasil e do Estado...

Hospitalizações por causas externas, na região de Ribeirão Preto, SP, em 2005: Análise epidemiológica descritiva e avaliação da qualidade dos registros em hospitais selecionados; Hospitalizations due to external causes in the Ribeirão Preto region, SP, in 2005: descriptive epidemiological analysis and evaluation of the records at selected hospitals.

Monteiro, Rosane Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.33%
Introdução: os acidentes e violências, considerados como problema de saúde pública (OMS, 2002), muitas vezes têm desfecho final com episódio de morte e, em outras, na assistência hospitalar. A magnitude dessas causas externas e a morbimortalidade mostram representatividade importante para a epidemiologia dos agravos e doenças. Em decorrência disso, torna-se necessário conhecer a qualidade dos registros hospitalares, a fim de auxiliar a produção de conhecimentos epidemiológicos sobre as causas externas. Objetivos: avaliar a qualidade dos códigos diagnósticos com dados registrados no Sistema de Informações Hospitalares (SIH) e do Centro de Processamento de Dados Hospitalares (CPDH) comparados ao prontuário médico correspondente, em uma amostra de internações por causas externas em três hospitais selecionados. Descrever o perfil de morbimortalidade nas hospitalizações por causas externas na região de Ribeirão Preto, SP, em 2005, e identificar a subnotificação das causas externas em relação à natureza da lesão nas internações. Metodologia: estudo descritivo e transversal, com abordagem quantitativa que se baseia em dados secundários de hospitalizações por causas externas, em 2005. A população selecionada é de pacientes residentes e atendidos na região de Ribeirão Preto...

Estratégias de enfrentamento da morbidade por causas externas na atenção básica em uma região do município de Porto Alegre; Punishment, penalty or providence? Morbidity due to external causes in basic healthcare, Porto Alegre, Brazil

Rodrigues, Gerci Salete; Lopes, Marta Júlia Marques; Souza, Aline Corrêa de; Ribeiro, Luiza Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.16%
Esta pesquisa parte da construção do trabalho do grupo de Observadores de Causas Externas nos serviços de saúde municipais da Gerência Distrital de Saúde Partenon e Lomba do Pinheiro de Porto Alegre. Objetiva-se refletir sobre as ações e o papel dos serviços de saúde frente aos agravos ocasionados por Causas Externas, na perspectiva de estratégia promocional em saúde e qualidade de vida. O alto índice destes eventos gerou inconformidade a alguns profissionais de saúde dos serviços da região, conscientes do grave problema de Saúde Pública que eles representam. As estratégias de enfrentamento visaram primeiramente a implementar os registros dos Agravos por Causas Externas na região, com envolvimento de toda a equipe. A seguir, partiu-se para a qualificação do atendimento às vítimas de acidentes e violências. A divulgação dos resultados do trabalho do grupo deu-se em eventos temáticos e em reuniões comunitárias, além de atividades direcionadas especificamente aos trabalhadores de saúde. Espera-se que a sensibilização e a qualificação gerem o compromisso de trabalhar em rede na implementação de iniciativas de proteção, sobretudo aos mais vulneráveis.; This research project is based on the work of the External Causes Observer Group for Municipal Health Services under the Partenon and Lomba do Pinheiro District Administration in Porto Alegre...

Estratégias de intervenção na morbidade por causas externas : como atuam agentes comunitários de saúde?; Intervention strategies for morbity due to external causes : how do community health workers manage them?

Imperatori, Giceli; Lopes, Marta Júlia Marques
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.11%
As Causas Externas (CEs) de morbimortalidade têm sido um problema de saúde pública de grande magnitude no país. Buscou-se conhecer as estratégias e compreender como atuam os Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) nesse tipo de morbidade, a partir de serviços de Atenção Básica de Saúde. Os participantes do estudo foram 36 ACSs, atuantes em 7 serviços de Atenção Básica do tipo Programa Saúde da Família, de uma região do município de Porto Alegre. As CEs prevalentes são as acidentais e incluem os acidentes em geral, as quedas entre idosos e os acidentes entre a população infantil. Esses agravos nem sempre são reconhecidos como problemas de saúde e preveníveis, sendo considerados, frequentemente, “obra do acaso”. Nas palavras dos agentes, são os agravos de mais fácil abordagem junto às famílias, influenciados positivamente por estratégias educativas. Constatou-se que as diferentes tipologias da violência são os agravos de mais difícil abordagem pelos agentes, pois envolvem situações de risco. Eles consideram-se despreparados para esse tipo de enfrentamento e referem a fragilidade das redes de apoio para os encaminhamentos na região e no município, de forma geral.; External causes of morbidity/mortality have been a serious public health concern in Brazil. The present study sought to explore Community Health Workers (CHWs) strategies and to understand how they manage this morbidity at the primary care level. There were studied 36 CHWs working in 7 different primary care services such as the Family Health Program in an area of the city of Porto Alegre...

Morbidade por causas externas em adolescentes de uma região do município de Porto Alegre; Morbidity due to external causes in adolescents from a section of the municipality of Porto Alegre; Morbilidad por causas externas en adolescentes de un barrio de la municipalidad de Porto Alegre

Cocco, Marta; Lopes, Marta Júlia Marques
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.16%
O presente estudo buscou analisar a morbidade por Causas Externas entre adolescentes, considerando a demanda dos serviços de Atenção Básica de Saúde da Região Lomba do Pinheiro e Partenon, do município de Porto Alegre/RS, no período de 2002 a 2005. Os dados referentes ao perfil da morbidade foram coletados por meio dos registros de atendimentos de adolescentes na faixa etária de 10 a 19 anos, na demanda específica dos serviços. Para a analise utilizou-se estatística descritiva através do software SPSS 13.0. Dentre os resultados encontraram-se 442 adolescentes vítimas de Causas Externas, com predomínio do sexo masculino (64%), e tendo como principal local das ocorrências o domicílio (45,9%). Quanto ao tipo de causas externas, os acidentes domésticos (26,7%) foram mais freqüentes, seguidos por acidentes de esporte e lazer (13,7%), violência interpessoal (10,9%), acidentes com animais (10,5%) e violência sexual (6,2%). Frente a esses dados, cabe aos profissionais de saúde e aos serviços, criarem ações, estratégias e estabelecerem parcerias com outros setores, visando à desnaturalização da violência e dos acidentes e, conseqüentemente, seu enfrentamento. Neste sentido, a promoção de comportamentos e ambientes saudáveis...

Punishment, penalty or providence? Morbidity due to external causes in basic healthcare, Porto Alegre, Brazil

Rodrigues,Gerci Salete; Lopes,Marta Julia Marques; Souza,Aline Corrêa de; Ribeiro,Luiza Maria
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 EN
Relevância na Pesquisa
66.16%
This research project is based on the work of the External Causes Observer Group for Municipal Health Services under the Partenon and Lomba do Pinheiro District Administration in Porto Alegre, Brazil. It reflects on the actions and roles of Health Services in response to injuries due to External Causes, from the standpoint of strategies promoting health and quality of life. The high rate for these events prompted dissatisfaction among local healthcare parishioners, keenly aware that they constitute a serious Public Health problem. Coping strategies were initially intended to keep records of injuries due to external causes in this region, involving the entire team. Subsequently, the assistance rendered to victim of accidents and violence was examined. The findings of this group were presented at special events and community meetings, in addition to activities specifically addressing healthcare workers. Awareness-heightening and better qualifications are expected to underpin commitments to networking and the implementation of initiatives providing protection, particularly for more vulnerable segments.

Emergency room visits due to external causes and alcohol consumption - Capitals and the Federal District, Brazil, 2011

Mascarenhas,Márcio Dênis Medeiros; Neves,Alice Cristina Medeiros das; Monteiro,Rosane Aparecida; Silva,Marta Maria Alves da; Malta,Deborah Carvalho
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 EN
Relevância na Pesquisa
66.15%
The study objective was to describe the profile and factors related to alcohol consumption among emergency room visits by external causes. It is a cross-sectional study with data from the Survey of Violence and Injuries in Emergency between September and October 2011, in 24 state capitals and the Federal District. Statistical analysis were performed for all cases treated in selected services, comparing the characteristics of the victims, according to the statement of alcohol consumption. 33,289 visits to emergency rooms by external causes in the population above 18 years of age were included. The prevalence of self-reported statement of alcohol consumption among these services was 14.9% for the 24 capitals and the Federal District, and was significantly higher among visits by violent causes than by accidents. For both accidents and violence the associated causes were victims male, black/brown, less educated, members of specific populations, occurrences on public roads. The results support global discussions on the importance of establishing policies and legal measures to restrict the consumption of alcohol and vehicular direction, control advertising of alcoholic beverages, and laws normalizing the functioning of sales points of alcoholic beverages.

Perfil dos atendimentos a crianças e adolescentes vítimas de causas externas de morbimortalidade, 2000-2006; Perfil de la atención a los niños y adolescentes víctimas de causas externas de morbilidad y mortalidad, 2000-2006; Profile of care delivered to children and adolescents victims of external causes of morbidity and mortality, 2000-2006

SILVA, Marta Angélica Iossi; PAN, Raquel; MELO, Ludimila; BORTOLI, Paula Saud de; NASCIMENTO, Lucila Castanheira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.16%
As causas externas constituem importantes fatores de morbimortalidade infantil e de incapacitações permanentes em todo o mundo. Estudo descritivo, de natureza quantitativa que objetivou caracterizar os atendimentos a crianças e adolescentes, na faixa etária de zero a 19 anos, vítimas de causas externas de morbimortalidade em um hospital universitário do interior de São Paulo, Brasil, no período de 2000 a 2006. Constatou-se no período estudado 6.302 atendimentos, sendo que a maioria dos casos registrados ocorreu entre adolescentes de 15 a 19 anos, no sexo masculino, entre sábado e segunda-feira e das 19 à zero hora. O principal diagnóstico de causa externa foram os acidentes de transporte, seguidos das agressões. Conclui-se que é de fundamental importância o papel da enfermagem na atenção aos acidentes, violências e agressões junto às famílias e comunidade, contribuindo para o planejamento e desenvolvimentos de ações preventivas e assistenciais.; Las causas externas se constituyen en importantes factores de morbilidad, mortalidad y discapacidad permanente en todo el mundo. Estudio cuantitativo, descriptivo y transversal, tuvo como objetivo caracterizar la atención de emergencia para niños y adolescentes con edades de cero a 19 años...

Utilização da imprensa escrita na qualificação das causas externas de morte; Utilización de la prensa escrita en la calificación de las causas externas de muerte; Use of the printed press for qualification of external causes of death

Villela, Lenice de Castro Mendes; Rezende, Edna Maria; Drumond, Eliane de Freitas; Ishitani, Lenice Harumi; Carvalho, Gustavo Malta Ladeira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
OBJETIVO: Complementar la información sobre la causa básica de muerte en óbitos por causas externas con uso de noticias difundidas en periódicos. MÉTODOS: Estudio de investigación de 153 óbitos por causas externas ocurridas en residentes de Belo Horizonte, Sureste de Brasil, en 2008. Se construye el banco de datos denominado prensa, con informaciones de periódicos de gran circulación nacional y estatal, que se relacionó con el banco de datos del Sistema de Informaciones de Mortalidad. Los datos fueron analizados en los programas EpiInfo y Link-plus. La concordancia de los resultados fue evaluada por el coeficiente kappa. RESULTADOS: Se localizaron 1.530 noticias sobre accidentes y violencia, 201 fueron comparadas con las declaraciones de óbito del banco del Sistema de Informaciones de Mortalidad y 153 noticias eran de residentes de Belo Horizonte. Las principales causas de muerte identificadas en los bancos fueron agresiones y accidentes de transporte. En el banco de prensa, agresiones y accidentes de transporte correspondieron a 86,3%, otros accidentes 7,8%, eventos de intención indeterminada 4,6%, y casos de intervención legal 1,3%. Posterior a la complementación con el banco de datos de la prensa hubo aumento en los óbitos por accidentes de automóviles (220...

Diferenciais de raça/cor da pele em anos potenciais de vida perdidos por causas externas; Diferenciales de raza/color de la piel en años potenciales de vida perdidos por causas externas; Race/skin color differentials in potential years of life lost due to external causes

Araújo, Edna Maria de; Costa, Maria da Conceição N; Hogan, Vijaya K; Mota, Eduardo Luiz Andrade; Araújo, Tânia Maria de; Oliveira, Nelson Fernandes de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
66.25%
OBJETIVO: As mortes por causas externas representam um dos mais importantes desafios para a saúde pública, sendo a segunda causa de óbito no Brasil. O objetivo do estudo foi analisar os diferenciais de mortalidade por causas externas segundo raça/cor da pele. MÉTODOS:Estudo descritivo realizado em Salvador (BA), com 9.626 registros de óbitos por causas externas entre 1998 e 2003. Dados foram obtidos do Instituto Médico Legal e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O indicador "anos potenciais de vida perdidos" foi utilizado para identificar diferenciais entre grupos etários, de raça/cor da pele e sexo. RESULTADOS: As mortes por causas externas determinaram perda de 339.220 anos potenciais de vida, dos quais 210.000 foram devidos aos homicídios. Indivíduos negros morreram em idades mais precoces e perderam 12,2 vezes mais anos potenciais de vida devido a mortes por homicídio que indivíduos brancos. Embora a população negra (pardos e pretos) fosse três vezes maior que a população branca, o número de anos perdidos daquela foi 30 vezes superior. A população de pretos era 11,4% menor que a população branca, mas apresentou anos perdidos quase três vezes mais. Mesmo após a padronização por idade, mantiveram-se as diferenças observadas no indicador de anos potenciais perdidos/100.000 hab e nas razões entre estratos segundo raça/cor. CONCLUSÕES: Os resultados mostram diferenciais na mortalidade por causas externas segundo raça/cor da pele em Salvador. Os negros tiveram maior perda de anos potenciais de vida...

Emergency room visits due to external causes and alcohol consumption - Capitals and the Federal District, Brazil, 2011

Mascarenhas,Márcio Dênis Medeiros; Neves,Alice Cristina Medeiros das; Monteiro,Rosane Aparecida; Silva,Marta Maria Alves da; Malta,Deborah Carvalho
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 EN
Relevância na Pesquisa
66.15%
The study objective was to describe the profile and factors related to alcohol consumption among emergency room visits by external causes. It is a cross-sectional study with data from the Survey of Violence and Injuries in Emergency between September and October 2011, in 24 state capitals and the Federal District. Statistical analysis were performed for all cases treated in selected services, comparing the characteristics of the victims, according to the statement of alcohol consumption. 33,289 visits to emergency rooms by external causes in the population above 18 years of age were included. The prevalence of self-reported statement of alcohol consumption among these services was 14.9% for the 24 capitals and the Federal District, and was significantly higher among visits by violent causes than by accidents. For both accidents and violence the associated causes were victims male, black/brown, less educated, members of specific populations, occurrences on public roads. The results support global discussions on the importance of establishing policies and legal measures to restrict the consumption of alcohol and vehicular direction, control advertising of alcoholic beverages, and laws normalizing the functioning of sales points of alcoholic beverages.

Punishment, penalty or providence? Morbidity due to external causes in basic healthcare, Porto Alegre, Brazil

Rodrigues,Gerci Salete; Lopes,Marta Julia Marques; Souza,Aline Corrêa de; Ribeiro,Luiza Maria
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 EN
Relevância na Pesquisa
66.16%
This research project is based on the work of the External Causes Observer Group for Municipal Health Services under the Partenon and Lomba do Pinheiro District Administration in Porto Alegre, Brazil. It reflects on the actions and roles of Health Services in response to injuries due to External Causes, from the standpoint of strategies promoting health and quality of life. The high rate for these events prompted dissatisfaction among local healthcare parishioners, keenly aware that they constitute a serious Public Health problem. Coping strategies were initially intended to keep records of injuries due to external causes in this region, involving the entire team. Subsequently, the assistance rendered to victim of accidents and violence was examined. The findings of this group were presented at special events and community meetings, in addition to activities specifically addressing healthcare workers. Awareness-heightening and better qualifications are expected to underpin commitments to networking and the implementation of initiatives providing protection, particularly for more vulnerable segments.