Página 1 dos resultados de 221 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Trajectórias escolares e expectativas académicas dos candidatos ao Ensino Superior : contributos para a definição dos alunos que entraram na Universidade do Minho

Soares, Ana Paula; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2002 POR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Assistimos em Portugal, nos últimos anos, à expansão da população que pretende ingressar no ensino superior. Esta massificação tem confrontado as instituições de ensino superior portuguesas com uma série de desafios, dos quais se destaca o responder de uma forma eficaz a um número cada vez maior e mais diversificado de indivíduos. Interessa por isso conhecer as características desta “nova” população. Neste estudo, apresentam-se os percursos escolares e algumas características sócio-demográficas dos estudantes que ingressaram no ano lectivo 2000/01 no 1º ano dos 44 cursos de licenciatura existentes na Universidade do Minho (1ª fase do Concurso Nacional de Acesso), assim como as suas expectativas relativas ao ingresso neste nível de ensino. Para isso, tomou-se as respostas dos alunos (n=1946) ao Questionário de Expectativas Académicas (QEA; Soares & Almeida, 2001), bem como a um breve ficha de caracterização escolar e sócio-demográfica. A par da descrição da amostra segundo o sexo, a área científica e o número da opção universidade/curso de entrada, avança-se com outros elementos descritivos relacionados com as principais razões/motivos de ingresso, os problemas antecipados e as expectativas académicas.; Fundação Calouste Gulbenkian - projeto “Transição...

Transição para a Universidade : apresentação e validação do Questionário de Expectativas Académicas (QEA)

Soares, Ana Paula; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Estudos em Educação e Psicologia Publicador: Universidade do Minho. Centro de Estudos em Educação e Psicologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2001 POR
Relevância na Pesquisa
66.51%
O processo de adaptação à Universidade é um processo complexo e dinâmico que envolve uma multiplicidade de factores. Entre eles, as expectativas que os jovens trazem aquando da entrada no Ensino Superior, são uma variável importante a considerar uma vez que, a discrepância entre aquilo que os estudantes esperam que a vida universitária lhes ofereça e aquilo que ela efectivamente lhes poderá proporcionar, pode estar na base de dificuldades acrescidas ao nível da adaptação, da satisfação e do sucesso académico obtido. Neste contexto, o presente estudo procura descrever os procedimentos de construção e validação do Questionário de Expectativas Académicas (QEA; Soares & Almeida, 2000) junto de uma amostra de estudantes universitários (n=1956) inscritos no 1º ano de 42 cursos de licenciatura da Universidade do Minho.

Envolvimento académico : confronto de expectativas e comportamentos em universitários do 1º ano

Almeida, Leandro S.; Fernandes, Eugénia M.; Soares, Ana Paula; Vasconcelos, Rosa; Freitas, Ana
Fonte: Universidade da Beira Interior. Departamento de Psicologia e Educação Publicador: Universidade da Beira Interior. Departamento de Psicologia e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
46.29%
No presente trabalho analisam-se as expectativas dos estudantes acerca do seu envolvimento em diversas dimensões associadas à vida académica, assim como os comportamentos vivenciados uns meses após essa entrada tomando as mesmas dimensões. A amostra considerada é formada por 314 estudantes do 1º ano de três agrupamentos de cursos (Ciências e Engenharia; Ciências Económicas; e Ciências Sociais e Humanas) da Universidade do Minho. Estes alunos responderam, no início do ano e a meados do 2º semestre, ao Questionário de Envolvimento Académico (QEA; Soares & Almeida, 2001) nas suas versões de expectativas (Versão A) e comportamentos (Versão B). Os resultados sugerem níveis elevados de expectativas iniciais dos es- tudantes no momento da sua entrada na Universidade, registando-se uma diminuição significativa de tais índices no segundo momento da avaliação, em particular nas subescalas de envolvimento institucional e de envolvimento vocacional. Algumas oscilações nos resultados foram encontradas tomando os alunos de acordo com o agrupamento do curso frequentado, com o género, os níveis escolares dos pais ou o facto de frequentarem ou não um curso de 1º opção.; This paper analyses students’ initial expectations concerning personal investment in different domains of academic life...

Expectativas académicas em alunos tradicionais e não-tradicionais de Engenharia; Non-traditional and traditional engineering students’ academic expectations

Costa, Alexandra Ribeiro; Araújo, Alexandra Maria Dantas de Castro; Gonçalves, Paula; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidad Inca Garcilaso de la Vega. Facultad de Psicología y Trabajo Social Publicador: Universidad Inca Garcilaso de la Vega. Facultad de Psicología y Trabajo Social
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Neste estudo comparam-se as expectativas académicas iniciais de dois grupos de alunos Portugueses do 1º ano de cursos de engenharia: alunos tradicionais e não tradicionais. Para este estudo considerou-se como alunos não tradicionais todos aqueles que ingressam no ensino superior (ES) com mais de 23 anos de idade. Participaram voluntariamente neste estudo 430 estudantes. Os estudantes responderam a um questionário sobre as suas expectativas em torno da experiência no ES versando cinco dimensões: Formação para o emprego/carreira, Qualidade da formação, Integração social, Ajustamento à pressão social, e Envolvimento político e cidadania. Os resultados mostram um padrão de elevadas expectativas nos estudantes mais jovens. Esta diferença é mais expressiva nas dimensões Pressão Social e Interação Social, sendo menos expressivos nas dimensões Envolvimento político e cidadania e Formação para o emprego/carreira. As expectativas em torno da Qualidade da formação não se diferenciam em função dos dois grupos de estudantes.; This study compares the initial academic expectations of two groups of Portuguese first-year colege students in engineering programs: traditional students and non-traditional students. Non-traditional students were considered all students who assessed Higher Education (HE) with over 23 years of age. Participants included 430 students. Students answered a questionnaire about their expectations regarding experiences in the focusing on five dimensions: Training for career development...

O impacto das expectativas na adaptação acadêmica dos estudantes no Ensino Superior; The impact of expectations on the students’ academic adaptation in Higher Education; El impacto de las expectativas sobre la adaptación académica de los estudiantes en la Educación Superior

Soares, Adriana Benevides; Francischetto, Vanuza; Dutra, Betânia Marques; Miranda, Jacqueline Maia de; Nogueira, Cátia C. de C.; Leme, Vanessa R.; Araújo, Alexandra Maria Dantas de Castro; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade São Francisco Publicador: Universidade São Francisco
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.77%
Os desafios enfrentados pelos jovens, decorrentes do ingresso no Ensino Superior, têm sido alvo de inúmeras pesquisas, destacando a confluência de variáveis pessoais e contextuais nesse processo de transição e adaptação ao Ensino Superior. O presente estudo teve como objetivo investigar como as expectativas afetam a qualidade das vivências adaptativas dos acadêmicos que iniciam o Ensino Superior. Participaram deste estudo 182 estudantes brasileiros (M=26,2; DP=8,76), sendo 146 mulheres e 36 homens, que responderam a dois questionários reportados às expectativas e vivências acadêmicas. Os resultados indicaram que as expectativas iniciais dos ingressantes foram correlacionadas com a qualidade das suas vivências acadêmicas. Em particular, as expectativas de envolvimento nas relações com os colegas, no projeto vocacional de carreira e nas atividades curriculares do seu curso foram associadas à adaptação acadêmica dos estudantes.; Many studies have addressed the challenges faced by students when they access higher education, describing the influence of personal and contextual factors on the transition and adaptation to Higher Education. The present study aimed to investigate how expectations impact the quality of first-year students’ experiences. Participants included 182 Brazilian students (M=26...

Questionário de Percepções Académicas-Expectativas : contributos para a sua validação interna e externa; Contributions for the study of the internal and external validity of The Academic Perceptions Questionnaire - Expectations

Araújo, Alexandra Maria Dantas de Castro; Costa, Alexandra Ribeiro; Casanova, Joana R.; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.65%
Volume temático da Revista e-psi "Adaptação e sucesso académico no ensino superior"; O estudo das expectativas académicas de estudantes do primeiro ano tem mostrado a sua importância na qualidade da adaptação, persistência e sucesso académico no Ensino Superior. O Questionário de Percepções Académicas - Expectativas (QPA-E; Almeida, Deaño, et al.,2012) constitui um instrumento de avaliação destas expectativas, avaliando as mesmas em sete dimensões distintas: Formação para o Emprego e Carreira, Desenvolvimento Pessoal e Social, Mobilidade Estudantil, Envolvimento Político e Cidadania, Pressão Social, Qualidade da Formação, e Interação Social. Este estudo procura evidências de validade interna (através do estudo da dimensionalidade) e externa (através do estudo das relações com a preparação académica prévia, opção do curso, e certeza na escolha do questionário. A amostra é constituída por 316 estudantes do primeiro ano (50.3% homens; M idade=18.32; DP=0.92), que ingressam pela primeira vez no Ensino Superior. Os resultados sugerem que os estudantes reportam as suas expectativas em seis das sete dimensões propostas originalmente no questionário, observando-se correlações entre dimensões específicas das expectativas e duas variáveis critério usadas no estudo (preparação académica prévia e certeza na escolha). Estes resultados...

Variáveis pessoais e socioculturais de diferenciação das expectativas académicas: estudo com alunos do Ensino Superior do Norte de Portugal e Galiza; Personal and sociocultural variables and the differentiation of academic expectations: a study with Higher Education students from north Portugal and Galicia; Variables personales y socioculturales de diferenciación de las expectativas académicas: estudio con alumnos de Enseñanza Superior del norte de Portugal y Galicia

Araújo, Alexandra Maria Dantas de Castro; Almeida, Leandro S.; Costa, Alexandra R.; Alfonso, Sonia; Conde, Ángeles; Deaño, Manuel
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação (CIEd) Publicador: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação (CIEd)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
Com a expansão do acesso ao Ensino Superior, nas últimas décadas assistimos a uma maior heterogeneidade de estudantes neste nível de ensino. Uma das variáveis que importa considerar na análise dos perfis de estudantes universitários são as suas expectativas académicas, uma vez que as mesmas estão associadas a níveis diferentes de envolvimento, permanência e sucesso escolar. Foi administrado um questionário de expectativas a uma amostra de 717 estudantes do 1º ano, portugueses e espanhóis, avaliando sete dimensões: i) Formação para o emprego e carreira; ii) Desenvolvimento pessoal e social; iii) Mobilidade internacional; iv) Envolvimento político e cidadania; v) Pressão social; vi) Qualidade da formação; e vii) Interação social. Os resultados foram analisados em função do país, do sexo e de os estudantes serem ou não de primeira geração (se nenhum dos pais possui frequência do ES). As análises mostram que, de um modo geral, os estudantes espanhóis apresentam expectativas académicas mais baixas do que os estudantes portugueses. Por outro lado, observa-se um efeito de sentido inverso entre ser ou não estudante de primeira geração, sendo que estudantes cujos pais possuem formação superior apresentam expectativas mais elevadas em Portugal...

Expectativas académicas e desempenho escolar: das disposições sociais à escolha racional

Cunha, Soraia Cristina Rosado
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.6%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sociologia; O risco do investimento educativo na incerteza dos benefícios que resultarão dos custos despendidos poderá orientar os jovens e os seus familiares a atribuir menor importância à escolaridade dos seus elementos familiares, e a criar uma projecção e orientação de futuro mais reduzido, procurando o menor risco de acção. E isto porque a ponderação e cálculo entre os custos e os benefícios da acção, e o risco e probabilidade de atingir os objectivos esperados em contextos de incerteza e de posse de menos informações sobre a realidade actual e de maiores constrangimentos e dúvidas nas consequências de acção levam, muitas vezes, a que os indivíduos (neste caso os jovens e seus familiares) estabeleçam metas menos exigentes, criando menores aspirações e expectativas, de forma a investir menos e a alcançar os objectivos esperados sem custos elevados e que ultrapassem as suas posses. Desta forma, a dualidade de importância atribuída actualmente ao papel da escolaridade e dos diplomas tem resultado numa bifurcação de atitudes e acções perante e dentro do sistema educativo: para manter a competitividade do desenvolvimento económico...

Inteligência, habilidades sociais e expectativas acadêmicas no desempenho de estudantes universitários

Gomes,Gil; Soares,Adriana Benevides
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.6%
O objetivo deste estudo foi avaliar as correlações entre inteligência, habilidades sociais e expectativas acadêmicas e seus impactos no desempenho acadêmico de estudantes universitários matriculados nos primeiro e segundo períodos de cursos universitários. A amostra foi composta de 196 estudantes, sendo 156 mulheres e 40 homens com idade entre 17 e 59 anos. Foram utilizados os testes de Raciocínio Abstrato (RA) da Bateria BPR-5; o Inventário de Habilidades Sociais (IHS-Del-Prette) e o Questionário de Envolvimento Acadêmico - versão expectativas (QEA). Os resultados identificaram correlação entre habilidades sociais, expectativas acadêmicas e desempenho acadêmico. No entanto, a inteligência não se correlacionou nem com desempenho acadêmico nem com habilidades sociais.

O impacto das expectativas na adaptação acadêmica dos estudantes no Ensino Superior

Soares,Adriana Benevides; Francischetto,Vanuza; Dutra,Betânia Marques; Miranda,Jacqueline Maia de; Nogueira,Cátia C. de C.; Leme,Vanessa R.; Araújo,Alexandra M.; Almeida,Leandro S.
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.58%
Os desafios enfrentados pelos jovens, decorrentes do ingresso no Ensino Superior , têm sido alvo de inúmeras pesquisas, destacando a confluência de variáveis pessoais e contextuais nesse processo de transição e adaptação ao Ensino Superior . O presente estudo teve como objetivo investigar como as expectativas afetam a qualidade das vivências adaptativas dos acadêmicos que iniciam o Ensino Superior . Participaram deste estudo 182 estudantes brasileiros (M=26,2; DP=8,76), sendo 146 mulheres e 36 homens, que responderam a dois questionários reportados às expectativas e vivências acadêmicas. Os resultados indicaram que as expectativas iniciais dos ingressantes foram correlacionadas com a qualidade das suas vivências acadêmicas. Em particular, as expectativas de envolvimento nas relações com os colegas, no projeto vocacional de carreira e nas atividades curriculares do seu curso foram associadas à adaptação acadêmica dos estudantes.

El peso del sistema educativo sobre las expectativas académicas y profesionales de los adolescentes; El peso del sistema educativo sobre las expectativas académicas y profesionales de los adolescentes

Fernández García, Carmen María; Viñuela Hernández, María Paulina; Peña Calvo, José Vicente; Molina Martín, Susana
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
56.51%
The present article will try to show some interesting conclusions derived from an investigation the academic and professional expectatives of a simple of students who are finishing tehir compulsory education. It will try to determine if there are significant differences in the academic preferences demonstrated by them and those observed in other European students. Moreover, this paper studies some of the reasons which may explain the observed situation. It also tries to propose some ideas to guide the processes of vocational orientation and intervention.; El presente artículo pretende mostrar algunas conclusiones interesantes derivadas de una investigación sobre las expectativas académicas y profesionales de los estudiantes que están a punto de finalizar su escolarización obligatoria. Más concretamente, estudia si se aprecian diferencias significativas en las preferencias académicas manifestadas por los estudiantes de nuestra muestra y otros del contexto europeo. Igualmente, y en la medida de lo posible, trata de identificar las posibles causas de la situación observada así como de proponer líneas de intervención que sería necesario plantear.

Acesso e sucesso no ensino superior: inventariando as expectativas dos estudantes

Filipa Alves, Ana; Gonçalves, Paula; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.51%
[Resumo] Partindo das mudanças no Ensino Superior decorrentes das transformações sociais e do aumento exponencial do número de alunos que acedem a este nível de ensino, o presente artigo descreve as expectativas académicas que os estudantes apresentam aquando do seu ingresso no Ensino Superior. O estudo considera as respostas a uma entrevista semi-estruturada de um grupo de alunos tradicionais (entram no Ensino Superior após conclusão do Ensino Secundário) e de alunos não tradicionais (alunos que acedem com mais de 23 anos). O conteúdo das entrevistas foi codificado tomando uma categorização das expectativas dos estudantes na base da literatura e das suas verbalizações. As sete categorias formadas foram: formação para o emprego, qualidade da formação, pressão social, qualidade da instituição, interação social, desenvolvimento pessoal, e envolvimento político e cidadania. Enquanto os alunos mais velhos se repartiram pelas expectativas de formação para o emprego, qualidade da formação e desenvolvimento pessoal e social sendo inexpressiva a percentagem de registos para as demais expectativas; os alunos mais novos cristalizam muito a sua escolha nas expectativas de uma formação para o emprego, no entanto estendem - nas às restantes categorias.

Perfiles de expectativas académicas en alumnos españoles y portugueses de Enseñanza Superior

Alfonso Gil, Sonia; Deaño Deaño, Manuel; Conde Rodríguez, Ángeles; Costa, Alexandra R.; Araujo, Alexandra M.; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
66.74%
[Resumen] Las expectativas académicas de los estudiantes son hoy reconocidas como una variable importante en la explicación de su adaptación y éxito académico. Esa importancia es mayor en los alumnos del primer año, ya que, frecuentemente presentan expectativas iniciales muy elevadas que no siempre llegan a concretarse. Con la pretensión de conocer cuáles son esas expectativas iniciales, el trabajo que se presenta analiza el perfil de las mismas en estudiantes de Enseñanza Superior (ES) de primer año. La muestra está compuesta por 719 estudiantes de diversas titulaciones académicas de las Universidades de Vigo-Campus de Ourense y Minho. A los participantes se les aplicó el Cuestionario de Percepciones Académicas (CPA). Los resultados han sido analizados tomando la nacionalidad y el ámbito de estudio (científico, jurídico-social, tecnológico). Los resultados muestran que los estudiantes portugueses tienden a presentar expectativas más elevadas en general, traduciéndose en una valoración superior de su entrada en la Universidad. A su vez, considerando las siete dimensiones de expectativas evaluadas, se comprueba un perfil similar para ambos países en relación a las expectativas más o menos valoradas. Se destacan las expectativas de obtener una formación que permita acceder a un buen empleo o carrera...

Personal and Sociocultural Variables and the Differentiation of Academic Expectations: A Study With Higher Education Students From North Portugal and Galicia; VARIABLES PERSONALES Y SOCIOCULTURALES DE DIFERENCIACIÓN DE LAS EXPECTATIVAS ACADÉMICAS: ESTUDIO CON ALUMNOS DE ENSEÑANZA SUPERIOR DEL NORTE DE PORTUGAL Y GALICIA; Variáveis pessoais e socioculturais de diferenciação das expectativas académicas: Estudo com alunos do Ensino Superior do Norte de Portugal e Galiza

Araújo, Alexandra M.; Universidade do Minho; Almeida, Leandro S.; Universidade do Minho; Costa, Alexandra R.; Instituto Politécnico do Porto; Alfonso, Sonia; Universidade de Vigo-Ourense; Conde, Ángeles; Universidade de Vigo-Ourense; Deaño, Manuel; Un
Fonte: Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.83%
Massification of Higher Education in the past decades has resulted in a greater heterogeneity of students. Expectations are a central variable when analysing students’ profiles, as they are related to engagement, persistence and academic success. In this study, a questionnaire assessing students’expectations was administered to a sample of 717 first year Portuguese andSpanish students, measuring seven dimensions: i) Training for employment and career development; ii) Personal and social development; iii) Student international mobility; iv) Political engagement and citizenship; v) Social pressure; vi) Quality of education; and vii) Social interaction. Analysis considered the impact of students’ country, sex, and parents’ education (if parents had a college degree or not). Results evidence that, in general,Spanish students present lower levels of academic expectations compared toPortuguese students. There is also an inverse impact of parents’ education on expectations, as Portuguese students whose parents have a college degree present higher expectations, but Spanish students present an inverse pattern of association. Some explanations are presented in the interpretation of these results. Keywords: Higher Education; Academic expectations; First-year students; Sociocultural variables; Con la expansión del acceso a la Enseñanza Superior (ES)...

Perfiles de expectativas académicas en alumnos españoles y portugueses de enseñanza superior; Academic expectations profiles of spanish and portuguese higher education students

Alfonso Gil, Sonia; Deaño Deaño, Manuel; Conde Rodríguez, Ángeles; Costa, Alexandra Ribeiro; Araújo, Alexandra Maria Dantas de Castro; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 SPA
Relevância na Pesquisa
66.74%
Las expectativas académicas de los estudiantes son hoy reconocidas como una variable importante en la explicación de su adaptación y éxito académico. Esa importancia es mayor en los alumnos del primer año, ya que, frecuentemente presentan expectativas iniciales muy elevadas que no siempre llegan a concretarse. Con la pretensión de conocer cuáles son esas expectativas iniciales, el trabajo que se presenta analiza el perfil de las mismas en estudiantes de Enseñanza Superior (ES) de primer año. La muestra está compuesta por 719 estudiantes de diversas titulaciones académicas de las Universidades de Vigo-Campus de Ourense y Minho. A los participantes se les aplicó el Cuestionario de Percepciones Académicas (CPA). Los resultados han sido analizados tomando la nacionalidad y el ámbito de estudio (cientifico, juridico-social, tecnológico). Los resultados muestran que los estudiantes portugueses tienden a presentar expectativas más elevadas en general, traduciéndose en una valoración superior de su entrada en la Universidad. A su vez, considerando las siete dimensiones de expectativas evaluadas, se comprueba un perfil similar para ambos países en relación a las expectativas más o menos valoradas. Se destacan las expectativas de obtener una formación que permita acceder a un buen empleo o carrera...

Expectativas de envolvimento académico à entrada na Universidade : estudo com alunos da Universidade do Minho

Almeida, Leandro S.; Gonçalves, Albertino, 1959-; Salgueira, Ana Paula; Soares, Ana Paula; Machado, Carolina; Fernandes, Eugénia M.; Machado, José Cunha; Vasconcelos, Rosa
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
46.36%
Este artigo analisa as expectativas de envolvimento académico de 1768 alunos que, em Setembro de 2002, se inscreveram pela primeira vez nos vários cursos da Universidade do Minho. Utilizamos o Questionário de Envolvimento Académico – versão expectativas (QEA – Soares & Almeida, 2000), que avalia as expectativas de investimento no curso, instituição, carreira, relações interpessoais e utilização dos recursos da instituição. Os resultados sugerem que os alunos, no momento em que se inscrevem na Universidade, apresentam expectativas de envolvimento muito elevadas, nas cinco dimensões do QEA. Mesmo assim, forma encontradas algumas diferenças relacionadas com variáveis demográficas e escolares dos alunos. Os alunos mais novos, do sexo feminino e deslocados da família tendem a apresentar expectativas mais elevadas de investimento académico. Também algumas diferenças de expectativas foram encontradas, quando se considera o percurso escolar anterior e o tipo de curso frequentado na Universidade.; This paper analyses the academic Involvement expectations of 1768 students who, in September 2002, enrolled into the various courses in Universidade do Minho (Portugal). We used the Academic Involvement Questionnaire — Expectations version (QEA — Soares & Almeida...

Perfiles de expectativas académicas en alumnos españoles y portugueses de enseñanza superior; Academic expectations profiles of Spanish and Portuguese higher education students

Alfonso, Sónia G.; Deaño, Manuel D.; Conde, Angeles R.; Costa, Alexandra R.; Araújo, Alexandra M.; Almeida, Leandro S.
Fonte: Instituto Politécnico do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 SPA
Relevância na Pesquisa
66.74%
Las expectativas académicas de los estudiantes son hoy reconocidas como una variable importante en la explicación de su adaptación y éxito académico. Esa importancia es mayor en los alumnos del primer año, ya que, frecuentemente presentan expectativas iniciales muy elevadas que no siempre llegan a concretarse. Con la pretensión de conocer cuáles son esas expectativas iniciales, el trabajo que se presenta analiza el perfil de las mismas en estudiantes de Enseñanza Superior (ES) de primer año. La muestra está compuesta por 719 estudiantes de diversas titulaciones académicas de las Universidades de Vigo-Campus de Ourense y Minho. A los participantes se les aplicó el Cuestionario de Percepciones Académicas (CPA). Los resultados han sido analizados tomando la nacionalidad y el ámbito de estudio (científico, jurídico-social y tecnológico). Los resultados muestran que los estudiantes portugueses tienden a presentar expectativas más elevadas en general, traduciéndose en una valoración superior de su entrada en la Universidad. A su vez, considerando las siete dimensiones de expectativas evaluadas, se comprueba un perfil similar para ambos países en relación a las expectativas más o menos valoradas. Se destacan las expectativas de obtener una formación que permita acceder a un buen empleo o carrera...

Expectativas académicas e não-tradicionais de engenharia em alunos tradicionais

Costa, Alexandra R.; Araújo, Alexandra M.; Gonçalves, Paula; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidad IncaGarcilaso de la Vega. Facultad de Psicología y Trabajo Social Publicador: Universidad IncaGarcilaso de la Vega. Facultad de Psicología y Trabajo Social
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR; POR
Relevância na Pesquisa
56.51%
Neste estudo comparam-se as expetativas académicas iniciais de dois grupos de alunos Portugueses do 1º ano de cursos de engenharia: alunos tradicionais e não tradicionais. Para este estudo considerou-se como alunos não tradicionais todos aqueles que ingressam no ensino superior (ES) com mais de 23 anos de idade. Participaram voluntariamente neste estudo 430 estudantes. Os estudantes responderam a um questionário sobre as suas expectativas em torno da experiência no es versando cinco dimensões: Formação para o emprego/carreira, Qualidade da formação, Integração social, Ajustamento à pressão social, e Envolvimento político e cidadania. Os resultados mostram um padrão de elevadas expetativas nos estudantes mais jovens. Esta diferença é mais expressiva nas dimensões Pressão Social e Interação Social, sendo menos expressivos nas dimensões Envolvimento político e cidadania e Formação para o emprego/carreira. As expectativas em torno da Qualidade da formação não se diferenciam em função dos dois grupos de estudantes.

Relación de antecedentes académicos y expectativas iniciales con el bienestar académico de alumnos de primer año de medicina

Polanco,Alejandra; Ortiz,Liliana; Pérez,Cristhian; Parra,Paula; Fasce,Eduardo; Matus,Olga; Torres,Graciela; Meyer,Andrea
Fonte: FEM: Revista de la Fundación Educación Médica Publicador: FEM: Revista de la Fundación Educación Médica
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2014 SPA
Relevância na Pesquisa
56.67%
Introducción: Los estudiantes de primer año de medicina deben afrontar altas exigencias académicas y personales que influyen en el bienestar y el desempeño académico. Esta investigación analiza la relación de los antecedentes académicos y las expectativas académicas iniciales con el bienestar académico de alumnos de primer año de medicina. Sujetos y métodos: Estudio cuantitativo, transversal y correlacional. Se aplicaron los cuestionarios UWES-S17, MBI-HSS e involucramiento académico, versión expectativas. Se obtienen los antecedentes académicos y sociodemográficos de una base de datos oficial. Resultados: Se encontró una relación directa entre las notas de enseñanza media y la dimensión de involucramiento en los estudios del compromiso académico (engagement), una relación inversa con la falta de realización personal del desgaste académico (burnout) y relaciones directas entre las tres dimensiones de las expectativas académicas y el compromiso académico e inversas con la dimensión falta de realización personal del desgaste académico. Conclusión: Tanto los antecedentes académicos previos como las expectativas académicas iniciales se relacionan con el bienestar académico tras el primer semestre.

Variáveis pessoais e socioculturais de diferenciação das expectativas académicas: Estudo com alunos do Ensino Superior do Norte de Portugal e Galiza

Araújo,Alexandra M.; Almeida,Leandro S.; Costa,Alexandra R.; Alfonso,Sonia; Conde,Ángeles; Deaño,Manuel
Fonte: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.63%
Com a expansão do acesso ao Ensino Superior, nas últimas décadas assistimos a uma maior heterogeneidade de estudantes neste nível de ensino. Uma das variáveis que importa considerar na análise dos perfis de estudantes universitários são as suas expectativas académicas, uma vez que as mesmas estão associadas a níveis diferentes de envolvimento, permanência e sucesso escolar. Foi administrado um questionário de expectativas a uma amostra de 717 estudantes do 1º ano, portugueses e espanhóis, avaliando sete dimensões: i) Formação para o emprego e carreira; ii) Desenvolvimento pessoal e social; iii) Mobilidade internacional; iv) Envolvimento político e cidadania; v) Pressão social; vi) Qualidade da formação; e vii) Interação social. Os resultados foram analisados em função do país, do sexo e de os estudantes serem ou não de primeira geração (se nenhum dos pais possui frequência do ES). As análises mostram que, de um modo geral, os estudantes espanhóis apresentam expectativas académicas mais baixas do que os estudantes portugueses. Por outro lado, observa-se um efeito de sentido inverso entre ser ou não estudante de primeira geração, sendo que estudantes cujos pais possuem formação superior apresentam expectativas mais elevadas em Portugal...