Página 1 dos resultados de 3250 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

Bibliotecas públicas, exclusão social e o fim da esfera pública

Calixto, José António; Nunes, Manuela Barreto; Freitas, M. Cristina V. de; Dionísio, Andreia
Fonte: BAD Publicador: BAD
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
Esta comunicação apresenta e discute os fundamentos teóricos essenciais das bibliotecas públicas no que diz respeito à definição e real prossecução dos seus papéis sociais, explorando a utilização do conceito de capital social. Analisa igualmente de um modo crítico a sua real - ou desejada - intervenção enquanto instrumento de inclusão social e na luta ativa contra a exclusão social, bem como a conceção de biblioteca pública enquanto elemento constitutivo da esfera pública, detetando uma tendência ou um perigo do enfraquecimento progressivo desta. Esta discussão é feita com base numa revisão da literatura com origem nos países do eixo latino-americano (incluindo Portugal, Espanha, França e a América Latina em geral), anglo-saxónico e escandinavo, depois de uma secção que faz a apresentação de uma série de dados com o propósito de traçar uma caracterização de Portugal em termos socioeconómicos, concluindo pela existência e mesmo o agravamento de diversos fatores de exclusão e desigualdade social, logo de grandes assimetrias no acesso, não só aos bens materiais como à cultura e à educação. Conclui-se que a biblioteca pública pode desempenhar e tem efetivamente desempenhado, nos últimos anos...

A escola e a exclusão social: consequências do fracasso escolar nos percursos de vida de jovens e adultos pouco escolarizados dos meios populares da zona da mata de Pernambuco- Brasil

Silva, Severino Silvestre da
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.43%
A presente pesquisa, sobre a Escola e a Exclusão Social, tem como finalidade estudar as consequências do fracasso escolarnos percursos de vida de jovens e adultos pouco escolarizados dos meios populares, na Regiãoda Zona da Mata-Pernambuco-Brasil.O corpo teórico-metodológico no qual se ancoram os dados da investigação são as teorizações sobre o fracasso escolar, formuladas, pela via de estudos sociológicos como o da pesquisadora Maria Helena Sousa Patto, que partindo da sociologia da educação, constrói um conjunto de pressupostos que coloca em suspenso a ideia de um indivíduo “réu”, pertencente a uma categoria de problemas educacionaisexistentes nasociedade, e recorrente no interior das escolas, propondo tomarmos o aluno, que “fracassa” na escola como um sujeito ativo, produto de um sistema de ensino visceralmente excludente, nos sugerindo tratá-lo no âmbito da própria história. Evidenciamos também o educador Paulo Freire, como teórico que nos traz a pensar sobre nossa função social como agente de transformação no âmbito da educação e, sobretudo, do nosso contributo para a diminuição da exclusão social. Evidenciamos também Pierre Bourdieu,nos seus conceitos centrais, que serviu de referência para todo o trabalho ao analisar o modo como a escola contribui para o reforço dos processos de exclusão social e como isto repercute nos percursos de vida de jovens e adultos dos meios populares. Tornando-se necessário delimitar o campo da investigação da pesquisa...

Do desemprego à exclusão social "Eureka" programa psicoinclusivo de apoio ao cidadão desempregado

Cardoso, Susana Vanessa Pereira do Nascimento Teixeira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
Na conjuntura actual de crise multidimensional, o desemprego é apontado como uma das principais causas da insustentabilidade de um sistema global que afecta a nível particular milhares de famílias em Portugal. O presente trabalho constitui um exercício de aproximação à realidade nacional em que se pretende analisar um conjunto de dimensões relacionadas, como as transformações do mercado de trabalho, decorrentes da globalização, a pobreza, o desemprego e a exclusão social, mais concretamente as consequências do desemprego e da exclusão, com o objetivo de propôr soluções de inclusão. Para este efeito procedeu-se a uma investigação, assente em revisão bibliográfica, de literatura actual relativa ao tema. A análise iniciar-se-á a um nível macro, incidindo sobre a paisagem socio-cultural do país, para depois focar-se a um nível micro, de maior proximidade com os atores sociais, admitindo que é nas suas narrativas que se inscrevem os sinais de uma experiência de desemprego, singular e irredutível, mas, ao mesmo tempo, repetida inúmeras vezes, no palco que nos serve de laboratório. Perceber as relações que se estabelecem nestas vivências e as suas consequências, torna-se fundamental para encontrar estratégias possíveis de integração social. Uma peça que se pretende fundamental neste xadrez...

Produção do espaço urbano e exclusão social em Marília-SP

Nunes, Marcelo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 173 f. : il. + mapas
POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Geografia - FCT; Nesta dissertação pautamos em verificar a precarização territorial produzida com a produção do espaço urbano que acentuou a exclusão social em Marília. O que se verificou com este estudo é que as centralidades criadas com a expansão territorial urbana dificultam a mobilidade e acessibilidade das pessoas residentes em áreas de exclusão social ao restante da cidade. Assim, buscamos analisar o aprofundamento do debate sobre os processos de exclusão social no âmbito do processo de urbanização das cidades médias brasileiras, tomando como recorte analítico a produção do espaço urbano de Marília. É na produção do espaço urbano que os processos sociais excludentes apresentam maior visibilidade, devido ao caráter concentrador e pelo fato dos arranjos espaciais que definem a cidade estarem ligados a processos de acumulação capitalista, que por sua vez, são seletivos e acentuam as desigualdades, criando diferenciações socioespaciais intraurbanas e representando em termos práticos a formação de territórios precários. Nesta perspectiva, entendemos que a produção do espaço urbano de Marília aumentou a diferenciação do espaço...

A norma e o fato: abordagem analítica da segregação sócio-espacial e exclusão social a partir dos instrumentos urbanísticos

Marisco, Luciane Maranha de Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 212 f. + mapas
POR
Relevância na Pesquisa
66.42%
Pós-graduação em Geografia - FCT; Esta pesquisa faz uma análise do papel dos instrumentos urbanísticos (Lei de Uso e Ocupação do Solo e de Parcelamento do Solo Urbano), em padrões de segregação sócio-espacial e exclusão social em uma cidade de porte médio paulista - Presidente Prudente (SP). Baseia-se na hipótese de que os instrumentos urbanísticos adotados foram legitimadores e ratificadores de uma desigualdade sócio-espacial, e não serviu como instrumento de democratização do uso e ocupação do solo urbano. Teoricamente fundamenta-se nos conceitos de segregação sócio-espacial e exclusão social trabalhando esses dois conceitos inter-relacionados, pois entendemos que processos de segregação reforçam processos de exclusão. Constatamos que existe um descolamento entre a norma e o fato, traduzindo-se por um lado em processos de exclusão social, e por outro lado, em uma condição de reforço de processos de segregação sócio-espacial das camadas sociais de médio e alto poder aquisitivos. Desse modo, concluímos que a segregação e a exclusão se fortalecem mutuamente.; This research makes an analysis of the urbanistic instrument’s role (Law of the Use and Occupation of the Soil and the Parcelizing of Urban Soil)...

Exclusão social e ruptura dos laços sociai : analise critica do debate contemporaneo; Social exclusion and rupture of social ties : a critical analysis of contemporary debate

Giuliana Franco Leal
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.42%
Nesta tese, aborda-se teoricamente a noção de exclusão social tal como utilizada pelas ciências humanas brasileiras desde a década de 1990. A partir de um mapeamento inicial de suas definições mais recorrentes, examina-se em profundidade uma delas: a exclusão social como fragilização e ruptura de laços sociais. Depois de investigar suas origens na produção bibliográfica francesa, o estudo concentra-se na bibliografia brasileira, analisando criticamente o conceito supra-citado de exclusão social, a perspectiva dentro da qual ele se constrói e as teses elaboradas em torno dele. Investiga-se sua pertinência para caracterizar o fenômeno ao qual se refere, a relação entre a emergência do conceito e o contexto social e, por fim, as implicações práticas do uso de tal conceito para pensar possibilidades de superação do problema da exclusão social; In this dissertation, I deal theoretically with the notion of social exclusion as employed by Brazilian human sciences since the 1990s. Based on an initial mapping of the main definitions of social exclusion, I analyze more deeply one of them: social exclusion as weakening and rupture of social ties. After investigating their origins in French bibliography, the study concentrates on Brazilian bibliography...

A vida num cerco : exclusão social - um estudo de caso e histórias de vida no Bairro do Cerco do Porto

Labandeiro, Irene da Rocha
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Este trabalho de investigação incide num estudo aprofundado do fenómeno de exclusão social, envolvendo um grupo de Jovens do Bairro do Cerco do Porto, frequentadores de uma instituição de Solidariedade Social que tem por nome CERPORTO e como objectivo de intervenção o combate à Exclusão Social de grupos de risco. Neste sentido direcciona-se a atenção para a temática da Sociologia da Juventude e para a problemática da Exclusão Social. Adopta-se como principal vertente analítica, o enquadramento do fenómeno da Exclusão nos Modos e Percursos de Vida (familiar, escolar e social) dos referidos jovens. A análise centra-se na tentativa de compreensão e de interpretação de determinadas condições, factores e mecanismos, que directa e/ou indirectamente, se encontram associados e que promovem tal fenómeno, bem como as suas repercussões nas várias esferas da vida do grupo alvo deste estudo.

Bibliotecas públicas, exclusão social e o fim da esfera pública

Calixto, José António; Nunes, Manuela Barreto; Freitas, M. Cristina V. de; Dionísio, Andreia
Fonte: BAD Publicador: BAD
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.36%
Esta comunicação apresenta e discute os fundamentos teóricos essenciais das bibliotecas públicas no que diz respeito à definição e real prossecução dos seus papéis sociais, explorando a utilização do conceito de capital social. Analisa igualmente de um modo crítico a sua real - ou desejada - intervenção enquanto instrumento de inclusão social e na luta ativa contra a exclusão social, bem como a conceção de biblioteca pública enquanto elemento constitutivo da esfera pública, detetando uma tendência ou um perigo do enfraquecimento progressivo desta. Esta discussão é feita com base numa revisão da literatura com origem nos países do eixo latino-americano (incluindo Portugal, Espanha, França e a América Latina em geral), anglo-saxónico e escandinavo, depois de uma secção que faz a apresentação de uma série de dados com o propósito de traçar uma caracterização de Portugal em termos socioeconómicos, concluindo pela existência e mesmo o agravamento de diversos fatores de exclusão e desigualdade social, logo de grandes assimetrias no acesso, não só aos bens materiais como à cultura e à educação. Conclui-se que a biblioteca pública pode desempenhar e tem efetivamente desempenhado, nos últimos anos...

A habitação social como instrumento de combate à pobreza e exclusão social: estudo de caso no Bairro Alves Redol

Simões, Joana Isabel de Araújo Freitas
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 05/05/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.44%
Dissertação de Mestrado em Política Social; A presente investigação pretende analisar o papel da habitação social como instrumento de combate às situações de pobreza e exclusão social. A pobreza e a exclusão social provocadas pelo desemprego e modelo de desenvolvimento dos países são temas cada vez mais prementes em sociedades simultaneamente mais ricas e mais desiguais. As soluções para a resolução destes problemas são urgentes e para tal contribuem o avanço dos estudos científicos e as iniciativas de combate como o Ano Europeu de Combate à Pobreza e Exclusão, 2010. É importante perceber que medidas adoptar e se medidas já adoptadas, como a habitação social, reduzem a exclusão e de que forma os fenómenos se relacionam. Este estudo de caso no Bairro Alves Redol no concelho do Barreiro tentar perceber a relação entre a redução da pobreza e exclusão e a atribuição de habitação social, através da análise das famílias e do território. As conclusões expõem esta relação e as lacunas que existem no combate à exclusão, permitindo o desenvolvimento de propostas de intervenção, referindo a diferença entre questões locais e nacionais.

A aprendizagem ao longo da vida e a educação parental como factor de empowerment e estratégia de luta contra a exclusão social: o projecto de capacitação familiar “A PAR”

Rosa, Ester Almeida dos Santos
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
Mestrado em Desenvolvimento, Diversidades Locais e Desafios Mundiais: Análise e Gestão; Esta dissertação pretende contribuir para um maior conhecimento acerca dos conceitos da Aprendizagem ao Longo da Vida, Empowerment e Exclusão Social e compreender de que forma estes se interrelacionam. Apresenta uma visão globalizante da Aprendizagem (Pires, 2005) e do Empowerment como estratégia alternativa de Desenvolvimento (Friedmann, 1992) e de superação da Exclusão nas suas diferentes dimensões (Amaro, 1999; Estivill, 2003). A reflexão teórica foi acompanhada por um estudo observacional e transversal sobre o Projecto A PAR, uma iniciativa recente de educação não-formal que trabalha com crianças até aos seis anos e seus cuidadores, visando promover a Capacitação Familiar. Para a recolha de dados criaram-se instrumentos próprios, nomeadamente uma Escala de Empowerment Geral e uma Escala de Empowerment A PAR. Através do estudo de caso procurou-se saber se: 1) as várias dimensões da Escala de Empowerment estão correlacionadas; 2) as várias dimensões da Escala de Empowerment A PAR estão correlacionadas; 3) o Empowerment Geral varia significativamente em função de categorias demográficas; 4) o Empowerment A PAR varia significativamente em função de categorias demográficas; 5) a participação no Projecto A PAR contribui para aumentar o nível de Empowerment Geral dos cuidadores e...

O microcrédito como instrumento de luta contra a pobreza e exclusão social e promotor do empowerment em Cabo Verde: o caso do CITI-Habitat

Guedes, Joana Filipa Mota Nunes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Mestrado em Economia Social e Solidária/ Sistema de Classificação JEL: A13 e G21; A presente dissertação procura analisar a importância do microcrédito na luta contra a pobreza e exclusão social, por via do empowerment, a partir do exemplo concreto do projeto de microcrédito do Gabinete de Apoio a Médias e Pequenas Empresas da ONG CITI-Habitat, no ativo desde 1996 na cidade da Praia, na ilha de Santiago em Cabo Verde. Identificada a pergunta de partida “Consegue o CITI-Habitat, através do microcrédito, retirar alguns dos seus beneficiários da pobreza e da exclusão social?”, foi imprescindível começar por definir um quadro teórico coerente, que não pode deixar de compreender os conceitos de pobreza e exclusão social, empowerment e microcrédito, seguido de trabalho de investigação e de campo o mais profundo e próximo do objeto de estudo possível. Por conseguinte, a metodologia adotada passou pela análise documental,pela observação indireta com aplicação de inquéritos por questionário e entrevistas semi-diretivas e pela observação direta. Este trabalho permitiu chegar à conclusão de que o microcrédito é, na verdade, um instrumento de luta contra a pobreza e exclusão social...

" Exclusão social" e controle social: estratégias contemporâneas de redução da sujeiticidade

Lopes,José Rogério
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
76.31%
Os processos de "exclusão social" compõem um conjunto de referências configuradas historicamente na dinâmica de internacionalização da economia, de orientação neoliberal. Esses processos têm sido estudados e expostos de forma difusa no âmbito das ciências sociais, sobretudo pelas análises econômicas e das políticas sociais, o que reduz o potencial heurístico e interdisciplinar de reflexão sobre o problema. Busco aqui realizar uma reflexão que resgate esse potencial, estruturada na concepção de que a "exclusão social" produz uma nova forma de controle social, reduzindo a potencialidade da sujeiticidade, como definida desde o projeto iluminista, em proveito da supremacia de um modelo de ocidentalização difundido historicamente no desenvolvimento do capitalismo.

Um estudo sobre exclusão social nas capitais do nordeste brasileiro; A study about social exclusion in the capitals of Brazilian northeast

Nascimento, Gilson Andrade do
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Dinâmicas do Espaço Habitado; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Dinâmicas do Espaço Habitado; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Alagoas; A sociedade baseada no modo de produção capitalista tem se mostrado excludente, assim como afirmou Marx em meados do Século XIX, e verifica-se que um grande contingente da população encontra-se privado de vários direitos intimamente ligados às obrigações do Estado. Considerando o fenômeno da exclusão social como resultado da redistribuição espacial das cidades, da privação aos acessos aos serviços urbanos e das concentrações de renda extrema, este trabalho se propôs a elaborar, aplicar e analisar comparativamente índices de exclusão social em seis capitais do Nordeste brasileiro, sendo três classificadas pelo IBGE como integrantes de metrópoles regionais, e três como capitais regionais de nível A, com o intuito de identificar aspectos comuns ou diferenciados quanto à espacialização da exclusão social entre essas capitais. Este trabalho utilizou metodologia baseada nos trabalhos de Pochmann e Amorim (2003) para a elaboração de índices de exclusão social, e para isso fez uso dos resultados obtidos pelo Censo Demográfico 2000 realizado pelo IBGE. Os índices criados foram espacializados na malha digital das seis capitais nordestinas, utilizando-se como menor unidade de análise o setor censitário. A espacialização dos índices compostos de exclusão social mostrou que as capitais nordestinas apresentam um elevado grau de desigualdade que não se revela somente na dimensão econômica...

Etnicidade, subclasse e exclusâo social: uma comunidade cigana em Oleiros Vilaverde - Noroeste de Portugal

Silva, Manuel Carlos; Silva, Susana
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.37%
[Resumo] : Neste artigo os autores, partindo de resultados de estudos, inquéritos, sondagens e de um pequeno estudo etnográfico realizado em Oleiros, concelho de Vila Verde, uma comunidade do noroeste de Portugal, constatam a persistência de preconceitos e discriminações por parte de portugueses não ciganos para com ciganos portugueses. Tais factos indiciam que Portugal, apesar de ser multicultural e ter registado alguns avanços em termos seculares na relação com a minoria cigana secularmente presente, perseguida, estigmatizada, tem ainda dificuldade em lidar com a diferença, convertendo esta em subalternização e tratamento discriminatório para com esta minoria. Depois de definir e equacionar os conceitos de etnicidade, subclasse e exclusão social, os autores consideram-nos pertinentes e aplicáveis às relações sociais entre maioria não cigana e minoria cigana, não obstante a relativa ambiguidade nomeadamente dos conceitos de subclasse e exclusão social. Perante as formas de exclusão social nas suas formas institucional e social e, eventualmente, a condescendência paternalista ou o multiculturalismo benigno, importa salientar a necessidade de contrapor um multiculuralismo crítico aliado a um combate às diversas formas de discriminação e racismo não só flagrante como subtil.; [Abstract] In this article the authors...

Adolescentes em conflito com a lei: a saga das punições na rota da exclusão social

Nunes, Cléa Nadja Roseno de Castro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.44%
This work deals with the problematic of the determinations that contribute to become the adolescents involved with law. Thus, in this research, the social exclusion is apprehended as one of the most important determining to understand this problematic, once we defend that it is part of the trajectory of this adolescent's life since its birth as a punishment that starts before they becoming envolved in act's that break the law. It is still questioned the discussion of the reduction of the penal age, viewed aa a proposal that will contribute to perpetuate the repression. The objectives of the research were: analyze the problematic of adolescents in conflict with law, where social exclusion is seen here as a main category. The research also aims to understand the situation towards social exclusion and that this public is undertaken in the state of Rio Grande do Norte, more specifically in Natal. This is dane through analysis of the profile of adolescents that are submitted to the treatment at Centro Integrate de Atendimento ao Adolescente Acusado de Ato Infracional - CIAD in 2005. This is dane on arder to identify of the State's and society's actions towards this issue, how it has prevailed in analyzing if there is punishing or social protection. The research also contributed with discussion towards the non penal reduction of for underage minors. The approach realized if of qualiquantitative nature. The research was realized with 190 male adolescent subjects...

A Agência do Assistente Social e a Reprodução da Pobreza e da Exclusão Social

Esteves, Paula Cristina Pais
Fonte: ISMT Publicador: ISMT
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
66.43%
O presente trabalho teve como objectivo principal, analisar a agência do assistente social nos contextos da pobreza e exclusão social, tendo em conta que a mesma se desenvolve inserida numa estrutura social reguladora. Assim, pretendia-se compreender de que forma o assistente social, enquanto agente competente e capacitado de uma acção reflexiva, produz transformações e mudanças sociais nas relações que estabelece com outros agentes (utilizadores dos serviços de assistência social) considerando perspectivas de acção normalizante e/ou emancipatórias das situações de pobreza e exclusão social. Para isso, é feita uma exposição dos conceitos de cidadania e politica social uma vez que estas podem ser um meio para que os cidadãos possam ver reconhecidos os seus direitos de cidadania. Além disso, estabelece-se uma relação com estes conceitos e a pobreza e exclusão social, pois os indivíduos em situação de pobreza e exclusão social, estão desapossados de direitos, pelo que é urgente a criação de políticas e programas sociais eficazes para combater estes fenómenos sociais. O assistente social, enquanto técnico privilegiado na intervenção social, deve ser além de executor, participante na avaliação e elaboração dessas políticas. O trabalho apresenta ainda um estudo empírico utilizando como instrumento a medida do RSI...

A “exclusão social” em pauta: reflexões sobre o conceito no Serviço Social

Oliveira, Esdras Tavares de; Costa, Mônica Rodrigues (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
66.42%
Esta dissertação realizou um estudo sobre o conceito de “exclusão” no Serviço Social. Tendo como objetivo geral analisar as definições de “exclusão social” empregadas pelos assistentes sociais brasileiros, entre os anos de 1980 e 2013, partiu de uma abordagem etnográfica de documentos elegendo como campo de pesquisa: livros, anais de congresso e periódicos. Acompanharam-se, primeiramente, os embates em torno do significado e validade da etnografia, caracterizando-a como um exercício de alteridade no qual o pesquisador se aproxima de uma realidade desconhecida visando torná-la inteligível. Com isso, foi explicitado que a abordagem etnográfica de documentos se particulariza por considerar aqueles que escrevem como “nativos” interessando ao pesquisador desvendar o que pensam e/ou como se posicionam acerca de certos temas. Em seguida, averiguou-se o surgimento do conceito e sua recepção no Brasil destacando-se a existência de três matrizes explicativas da “exclusão”: a primeira nega sua existência, a segunda a afirma e a última indicando sua existência alerta para que não seja confundida com outras realidades. Ao final, procedeu-se a análise de 15 artigos escritos por assistentes sociais brasileiros nos periódicos “Serviço Social & Sociedade”...

O microcrédito como instrumento para a erradicação da pobreza e exclusão social

Sawimbo, Zenaida Beatriz Kanjala
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
O presente trabalho, que tem como tema O Microcrédito como Instrumento para a Erradicação da Pobreza e Exclusão Social, procura compreender a problemática da pobreza e exclusão social, analisar a funcionalidade, os efeitos económicos e sociais do instrumento financeiro “microcrédito”. A investigação é orientada para o tratamento da seguinte questão: Será que o microcrédito contribui para erradicar a pobreza e a exclusão social? Como resposta à questão de investigação, aplicamos uma metodologia de propósito descritivo e exploratório, baseada no estudo de caso, cujo campo de investigação incidiu sobre uma instituição de microcrédito e respetivos clientes. Os resultados obtidos sugerem as seguintes conclusões: o microcrédito pode ser utilizado como instrumento para o combate à exclusão social numa determinada região em estudo, pois grande parte dos clientes financiados pela instituição estudada estão satisfeitos com a oportunidade de terem tido acesso a empréstimos, dos quais resultaram mudanças favoráveis nas suas condições de vida.; This work, whose theme is The Microcredit as a Vehicle for Eradication of Poverty and Social Exclusion, seeks to understand the problems of poverty and social exclusion...

Organização de práticas de saúde equânimes em atenção primária em região metropolitana no contexto dos processos de inclusão e exclusão social; Organization of equanimous practices in primary health attention within the metropolitan area with respect to social inclusion and exclusion processes

Carneiro Junior, Nivaldo; Andrade, Marta Campagnoni; Luppi, Carla Gianna; Silveira, Cássio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
Esse artigo apresenta uma experiência de organização da atenção primária em saúde norteada pelo conceito de eqüidade, entendida no contexto da justiça social, para grupos populacionais em situação de exclusão social na região central da cidade de São Paulo. As transformações sociais observadas na região são complexas, marcadas pela heterogeneidade dos grupos populacionais nos processos de exclusão e inclusão social. A inclusão por meio das políticas sociais é uma questão essencial que leva às chamadas políticas de integração, orientadas para a diminuição das desigualdades sociais. É necessário organizar processos de trabalho que dêem visibilidade a esses grupos sociais e incorporem na atenção as suas demandas, articulando-as com outras práticas sociais. Os serviços de atenção primária em saúde são ideais nessa perspectiva. Assim, o Centro de Saúde Escola Barra Funda organizou processos de trabalho visando dar visibilidade a esses segmentos populacionais e atenção diferenciada, pactuando no conjunto de suas ações. Nesse processo, alguns grupos tornaram-se visíveis e inclusos no cuidado à saúde: a população em situação de rua; as profissionais do sexo da região da Luz; os migrantes bolivianos e os moradores de favela. O serviço incorporou como parte de sua tecnologia o cuidado à saúde de grupos diferenciados da população em geral...

Doença arterial coronária no climatério e exclusão social; Coronary artery disease in climacteric and social exclusion

Medeiros, Sônia Lima; Padial, Rosemari
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.38%
A Doença Arterial Coronária (DAC) é uma doença multifatorial e muitos dos fatores de risco para o seu desenvolvimento (ligados aos aspectos biológicos) já foram estudados e devidamente mensurados em sua importância. Os determinantes sociais dessa doença, responsável pelo maior número de mortes na cidade de São Paulo, foram pouco estudados e sua importância, negligenciada. No Brasil, as pesquisas sobre o tema são ainda incipientes e a importância da DAC, em mulheres, continua sendo subestimada, mesmo quando os dados estatísticos mostram que ela vem crescendo. As mulheres, hoje, vivem mais e, portanto, têm a possibilidade de enfrentar a doença e ainda de sobreviverem muitos anos após a menopausa, trazendo esse fato um grande impacto social. Nosso objetivo, nessa pesquisa, de caráter descritivo, foi estabelecer uma relação entre o perfil socioeconômico e cultural e os indicadores de exclusão social, encontrados em mulheres após a menopausa e com DAC, em tratamento no ambulatório de Coronariopatias do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Os resultados podem nos ajudar a entender melhor a doença e as necessidades das pacientes diante das várias formas de exclusão social que vivenciam em seu cotidiano e apontar medidas mais eficazes para programas de prevenção secundária. O diálogo entre as diferentes áreas de conhecimento...