Página 1 dos resultados de 2882 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Back close non-syllabic vowel [U] behaviour in European Portuguese: reduction or suppression?

Barros, Maria João; Braga, Daniela; Freitas, D.; Teixeira, João Paulo; Latsch, Vagner
Fonte: ISCA Publicador: ISCA
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.17%
In this paper we analyse and describe the phonetic behavior of the non-tonic back closed vowel [u] in European Portuguese (EP) in what respects its quality and relative duration. Slow and faster speech was used. The objective of this work is to contribute with experimental results in order to obtain a more accurate comprehension of this vowel’s profile, which can be integrated and extended to other non-tonic vowels’ behaviors in the EP non-tonic vowel system. This may represent an important improvement in synthetic speech quality and naturalness, as it concerns acoustical parameters, rhythm and supra-segmental features, which means prosody. This study is inscribed in a project in Speech Synthesis for EP held by an inter-disciplinary group in intimate articulation between the engineering experience and tools and the linguistic approach.

Diatopic variation in Portugal: notes on European Portuguese dialects

Martins, Cláudia Susana Nunes
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
66.28%
Languages can vary considerably according to several factors, namely geographical, social or pragmatic. This paper shall focus on diatopic or geolinguistic variation of European Portuguese, the overall designation that encompasses the dialects spoken both in mainland Portugal and in the islands of Azores and Madeira, as well as by the immigrants scattered through Europe. Starting from the discussion of the dichotomy language versus dialect, we will present the various linguistic atlases designed by Leite de Vasconcelos, Paiva Boléo and Lindley Cintra. Based on Lindley Cintra’s new proposal from 1971, the main isoglosses in Portugal shall be presented and explained in order to allow the distinction of the Galician, the northern Portuguese and the mid-southern Portuguese dialects, the latter being where the islands are included. A final word shall be directed to the Mirandese, the second official language in Portugal.

A configuração do dativo de terceira pessoa no português do Brasil e no português europeu com enfoque na fala do fortalezense culto; The strategies of substitution of the 3rd. person dative clitics in the Brazilian Portuguese and the European Portuguese in the speech of natives with superior degree (cult talker) of the city of Fortaleza

Dantas, Maria Alves Maia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
Baseada em amostras (corpus) de língua oral do português brasileiro e europeu, este trabalho investiga as estratégias de substituição dos clíticos dativos de terceira pessoa no português do Brasil e no português europeu, bem como o uso de preposições introdutórias do dativo representado por sintagmas nominais. O objetivo é verificar as evidências de possível mudança paramétrica na variedade brasileira e evidenciar diferenças entre as alternativas utilizadas pelos falantes dos dois sistemas lingüísticos. Enfoca o uso dos complementos dativos de terceira pessoa em várias formas de representação na fala de nativos com grau superior de escolaridade (falante culto) da cidade de Fortaleza, Ceará (inquéritos do corpus Porcufort) e na fala de portugueses europeus (inquéritos do corpus CRPC), com verbos ditransitivos de transferência material e transferência verbal. Trabalhos científicos recentes indicam modificações no uso dos clíticos dativos de terceira pessoa na variedade do Brasil, distanciando-se do uso no português europeu. Os resultados sinalizam consideráveis diferenças entre as duas variedades: enquanto o português europeu faz largo uso dos clíticos dativo de terceira pessoa, no português do Brasil verifica-se sua substituição por estratégias alternativas como o uso de pronomes tônicos anafóricos...

O clitico se e a variação enclise/proclise do Portugues Medio ao Portugues Europeu Moderno; The clitic se and the enclises/proclisis variation from Middle Portuguese to Modern European Portuguese

Andre Luis Antonelli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
56.32%
No Português Europeu, do século 16 ao 19, é atestado em textos escritos que a ênclise e a próclise podem co-ocorrer no contexto sintático das orações afirmativas finitas não-dependentes XP-V, sendo XP um sintagma de natureza [+ referencial]. Galves, Britto & Paixão de Sousa (2005) já observaram que, até por volta de 1700, o uso da próclise é quantitativamente maior que o da ênclise. No entanto, a partir do início do século 18, começa a haver uma inversão nessa proporção, de tal modo que, no Português Europeu Moderno, os mesmos contextos que outrora admitiam a colocação proclítica apresentam agora a ênclise de maneira categórica. Em textos escritos antes do século 18, Galves, Britto & Paixão de Sousa já notaram que a opção pela ênclise está fortemente associada ao uso do clítico se. Elas mostram que, em textos dos séculos 16 e 17, um alto percentual de ênclise em sentenças sujeito-iniciais tipicamente traduz-se em uma alta proporção da ordem ?sujeito + verbo + clítico se?. Esse mesmo paradigma, porém, não é observado para os textos dos séculos 18 e 19, já que, nos textos escritos por autores nascidos após 1700, a distribuição da ênclise com se e com os outros clíticos é muito mais balanceada. Dada essa particularidade no fenômeno da colocação de clíticos do Português Europeu envolvendo o pronome se...

A ênclise em orações dependentes na história do Português Europeu (Séc. 16 a 19); The Enclisis on subordinate clauses in the history of European Portuguese

Ana Luiza Araújo Lopes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.4%
A dissertação investiga a ênclise em orações dependentes na história do PE - entre os séculos 16 e 19. A colocação pronominal é um dos assuntos mais estudados da língua portuguesa, mas sempre priorizando as orações principais finitas onde há grande variação na colocação dos clíticos, com a mudança gramatical ocorrida no século 18 (Galves, Brito e Paixão de Sousa 2005, Galves, Namiuti e Paixão de Sousa2005; Paixão de Sousa, 2004). As orações dependentes sempre foram consideradas como contexto de próclise categórica. No entanto, nos dados extraídos do Corpus Histórico Tycho Brahe, apesar da predominância proclítica, foram atestados dados de ênclise em dependentes. A ênclise ocorre em orações dependentes nas gramáticas do Português - Clássico e Europeu moderno- sempre que há pelo menos um constituinte entre o complementador e o verbo. A ênclise ocorre em todo o período - Português Clássico ao Português Europeu moderno - em vários tipos de oração: relativas, completivas, dependentes iniciadas em porque. Mostro ainda que há uma estabilidade ao longo do tempo na colocação de clíticos em orações dependentes, ao contrário do que acontece nas orações principais A pergunta a ser respondida foi: como estas duas gramáticas geram a ênclise nas dependentes? Analiso o fenômeno com base no CP expandido de Rizzi (1997)...

Aspectos sintáticos do infinitivo com verbos causativos no Português Europeu : um abordagem diacrônica; Syntactic aspects of infinitive with causative verbs in the European Portuguese : a diachronic approach

Juliana Batista Trannin
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.31%
Este trabalho visa analisar os complementos infinitivos selecionados por verbos causativos na história do Português Europeu. Em português, os causativos podem ocorrer nas construções de predicados complexos (fazer-infinitivo e fazer-por), estruturas de ECM e de infinitivo flexionado, que apresentam propriedades distintas em relação à marcação Casual, à posição do sujeito do verbo encaixado infinitivo e à subida de clíticos. Os objetivos da pesquisa são descrever e analisar as características da sintaxe das construções causativas nas gramáticas do Português Clássico (PCl) e do Português Europeu Moderno (PE), e estudar a variação diacrônica dessas construções para tentar localizar uma possível mudança. A análise está fundamentada na teoria de Princípios e Parâmetros e na perspectiva formal da mudança sintática. Os dados são provenientes de 26 textos escritos por autores nascidos entre os séculos XVI e XIX. A classificação e quantificação das sentenças se basearam em três fatores: tipo de construção, tipo de verbo causativo e transitividade do verbo encaixado. Os resultados indicam uma diminuição do verbo mandar e da construção fazer-por a partir do século XVII, quando aumenta a proporção do verbo fazer e da construção fazer-infinitivo. A frequência de construções de ECM permanece relativamente estável no decorrer do tempo...

Procura-PALavras (P-PAL) : uma nova medida de frequência lexical do português europeu contemporâneo; Procura-PALavras (P-PAL) : a new measure of word frequency for contemporary European Portuguese

Soares, Ana Paula; Iriarte Sanromán, Álvaro; Almeida, J. J.; Simões, Alberto; Costa, Ana; França, Patrícia das Dores Marques da Silva Cunha; Machado, João F.; Comesaña, Montserrat
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
Neste trabalho apresentamos as estratégias e os procedimentos adoptados na constituição de uma nova medida de frequência lexical do Português Europeu contemporâneo, o Procura-PALavras (P- -PAL). Baseado num corpus de mais de 227 milhões de palavras, o P-PAL é uma aplicação web que oferece, por defeito, valores de frequência lexical para todas as suas entradas lexicais (lemas e formas) e que permite a computação de uma grande diversidade de outras medidas objectivas (lexicais e sublexicais) e subjectivas. Descrevemos ainda o processo de defi nição das suas entradas lexicais e da extracção dos respectivos valores de frequência. O elevado número de índices e de entradas lexicais tornam o P-PAL numa aplicação web avançada e indispensável à promoção e internacionalização da investigação em Portugal. O P-PAL encontra-se disponível em http://p-pal.di.uminho.pt/tools; In this paper we present the strategies and procedures undertaken in the development of a new measure of lexical frequency of the contemporary European Portuguese – Procura-PALavras (P-PAL). Based on a corpus of over 227 million words, P-PAL offers the default frequency per million words (lemmas and wordforms), and the computation of several other objective (lexical and sublexical) and subjective word metrics. We also describe lexical entry integration and word frequency extraction. The high number of indices and lexical entries makes P-PAL an advanced and indispensable web application for the promotion and internationalization of Portuguese research. P-PAL is available at http://p-pal.di.uminho.pt/tools; Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT)

Formas de realização do pronome clítico em Português Europeu por falantes de herança luso-franceses; Pronominal clitic placement in European Portuguese by Portuguese heritage speakers living in France

Casa Nova, Manuela Sofia Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.31%
Dissertação de mestrado em Português Língua Não Materna (PLNM) – Português Língua Estrangeira (PLE) / Português Língua Segunda (PL2); A presente dissertação visa determinar o papel da transferência linguística na aquisição do Português como língua de herança. O estudo examina a competência de um grupo de 18 falantes de herança de Português Europeu, residentes em França, relativamente ao sistema de clíticos pronominais em Português, tomando como ponto de partida os resultados obtidos por Barbosa e Flores (2011) num teste de produção oral aplicado a falantes de herança lusoalemães. O estudo de Barbosa e Flores (2011) revela que o processo de aquisição dos padrões de colocação dos pronomes clíticos por parte dos falantes de herança luso-alemães segue um percurso semelhante ao das crianças monolingues, ainda que leve mais tempo. Em ambos os casos, nas fases iniciais da aquisição, há a tendência para generalizar a ênclise, aplicando-a em contextos de próclise na língua alvo. Dado que o Francês é uma língua com pronomes clíticos, cuja posição predominante é proclítica, o presente estudo visa averiguar se o padrão de aquisição difere no caso dos falantes de herança luso-franceses. Para tal...

Articulation in multimodal silent speech interface for European Portuguese; Interfaces de fala silenciosa multimodais para português europeu com base na articulação

Freitas, João Dinis Colaço de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
66.17%
The concept of silent speech, when applied to Human-Computer Interaction (HCI), describes a system which allows for speech communication in the absence of an acoustic signal. By analyzing data gathered during different parts of the human speech production process, Silent Speech Interfaces (SSI) allow users with speech impairments to communicate with a system. SSI can also be used in the presence of environmental noise, and in situations in which privacy, confidentiality, or non-disturbance are important. Nonetheless, despite recent advances, performance and usability of Silent Speech systems still have much room for improvement. A better performance of such systems would enable their application in relevant areas, such as Ambient Assisted Living. Therefore, it is necessary to extend our understanding of the capabilities and limitations of silent speech modalities and to enhance their joint exploration. Thus, in this thesis, we have established several goals: (1) SSI language expansion to support European Portuguese; (2) overcome identified limitations of current SSI techniques to detect EP nasality (3) develop a Multimodal HCI approach for SSI based on non-invasive modalities; and (4) explore more direct measures in the Multimodal SSI for EP acquired from more invasive/obtrusive modalities...

Operação Agree e construções partitivas no português brasileiro e no português europeu.; Operation Agree and partitive constructions in Brazilian Portuguese and European Portuguese

Cerqueira, Mirian Santos de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.29%
This study is according to Scientific Program of Generative Grammar, more specifically on minimalist assumptions of the Principle and Parameters Theory (CHOMSKY, 1993, 1995, 1998, 2001) and try to describe and analyse the subject-verb agreement into partitive constructions in Brazilian Portuguese (BP) and European Portuguese (EP) grammars. The main aim is provid an explanation for the type of overt morphologically agreement verified in sentences like: (i). The most of students do-past. 3pl. the homework. The most of students did the homework . For that, this research proposes as central hypothesis the idea that operation Agree according to Béjar (2003, 2008) can satisfactorily explain the partial agreement in question, taking the pressupost idea on specification/underspecification of phi-features ÉJAR, 2003, 2008; CARVALHO, 2008), as well the approach in which agreement is understood as feature sharing, according to idea elaborated by Frampton & Gutmann (2000a). In this thesis, it were applied some tasks to BP and EP speakers, aiming to verify the acceptability of these speakers with relation to the partial agreement in partitive constructions. The tasks results point out that in some contexts, Brazilian speakers accept more easily partial agreement than Portuguese ones.; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; O presente estudo insere-se no Programa de Investigação da Gramática Gerativa...

Construções com o verbo agarrar em Português Brasileiro e Europeu; Constructions with the verb agarrar in brazilian and european portuguese

Coelho, Carolina Medeiros
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
Neste trabalho, descrevemos e analisamos qualitativamente as construções com o verbo agarrar em textos orais e escritos do Português Brasileiro e Europeu do século XX a partir de uma perspectiva teórica que conjuga os pressupostos da Linguística Funcional à Linguística Cognitiva, denominada Linguística Cognitivo-Funcional, dentro da qual assumimos os estudos realizados acerca da Gramaticalização e da Gramática das Construções. Os dados analisados foram coletados do Corpus do Português, do corpus organizado por Silva (2005) e da ferramenta de busca Google, nos quais identificamos três tipos de construções, as transitivas, as paratáticas e as subordinadas, cujas configurações sintáticas são: [Vagarrar COMPL], [V1agarrar (e) V2fin] e [V1agarrar (a) V2inf], respectivamente. As construções transitivas formam-se, basicamente, por uma sequência verbo-nome e codificam, prototipicamente, a mudança física e perceptível de locação do objeto, contudo, quando o objeto apresenta um valor semântico mais abstrato, a mudança de locação é metafórica, por isso, essas construções foram divididas em canônicas e não canônicas, respectivamente. As paratáticas formam-se a partir de dois verbos, V1 e V2, ambos flexionados que podem ou não ser conectados pela conjunção e. Apresentam uma função focalizadora...

Sinonímia e processos de implicação : algumas relações entre espaço e tempo no português europeu; Synonymy and the implication's processes : on the relationship between space and time in european portuguese

Teixeira, José
Fonte: Universidade de S. Petersburgo Publicador: Universidade de S. Petersburgo
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.26%
A perceção do espaço é uma das perceções mais básicas e estruturadoras de múltiplos modelos mentais que posteriormente o ser humano utiliza para dar forma aos modelos e processos com os quais concetualiza e verbaliza as suas interações com o mundo. Profundamente relacionadas com as perceções sobre o espaço, estão as do tempo, fazendo, as duas, microssistemas frequentemente intercambiáveis e intermutáveis na referenciação linguística dos aspetos que as envolvem, ou seja, dos aspetos relativos às dimensões espácio-temporais. Nas línguas naturais, esta estruturação entre o tempo e o espaço é particularmente significativa em relação à forma como se comportam os nossos mecanismos cognitivos de perceção e simultaneamente à forma como as línguas expressam essas perceções. Assim, em primeiro lugar, procurar-se-á analisar como a língua portuguesa relaciona algumas vertentes referenciadoras das interrelações entre o tempo e o espaço através das oposição atrás-à frente. Depois, para além da análise da especificidade destas relações no Português Europeu e dados   os mecanismos de sinonímia que a referenciação linguística espácio-temporal implica, procurar-se-ão igualmente indícios que provem como os processos de sinonimização nas línguas são bastante mais complexos do que habitualmente se supõe.; The perception of space is one of the most fundamental perceptions that humans use to shape models and processes in order to conceptualize and verbalize their interactions with the world. Deeply related to the perceptions about space are the perceptions about time. In human languages...

A colocação dos pronomes átonos em orações infinitivas no português europeu; Pronominal clitic placement in infinitival clauses in european portuguese

Barbosa, Pilar; Rodygina, Olga
Fonte: CEHUM/Húmus Publicador: CEHUM/Húmus
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.17%
Este artigo investiga os padrões de colocação (enclítico ou proclítico) dos pronomes clíticos em orações com o infi nitivo não fl exionado no português europeu (PE). Segundo as gramáticas de referência, estas distinguem-se das orações de tempo fi nito ou das orações infi nitivas com a forma fl exionada por admitirem a ênclise mesmo na presença de um elemento “proclisador” (preposição-complementador, operador de negação, advérbio de focalização ou aspetual, sintagma-Qu). Em estudos recentes desenvolvidos no quadro da sintaxe generativa, esta alternância é tida como um caso de variação livre. O presente trabalho procura contribuir para o esclarecimento deste fenómeno mediante um estudo quantitativo das ocorrências de um e outro padrão no corpus escrito CETEMPúblico (Corpus de Extractos de Textos Electrónicos MCT/Público[1]) e numa tarefa de elicitação de juízos de gramaticalidade realizada por falantes nativos do PE. Apesar de se confi rmar a ideia de que as construções infi nitivas com a forma não fl exionada se distinguem das construções infi nitivas com a forma fl exionada e das orações de tempo fi nito por permitirem ambos os padrões de colocação na presença de elementos proclisadores...

Pronominal cliticization in European Portuguese : a postlexical operation

Vigário, Marina
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1999 ENG
Relevância na Pesquisa
66.17%
Pronominal clitics in the Romance languages are known to display affix-like behaviour. This fact has led to proposals, such as Zwicky (1987) and Halpern (1995) for European Portuguese (EP), that pronominal clitics behave like lexical affixes because they are (inflectional) affixes. In this paper we argue against such an analysis of EP pronominal clitics. First, we present a bulk of phenomena -including distributional facts, the (non-)application of phonological rules, and the (non)application of morphophonological rules- that clearly differentiate EP pronominal clitics from inflectional affixes, and argue for the postlexical combination of verbs and clitics. We then survey the arguments put forward in favour of the lexical attachment of pronominal clitics in EP, and show that these are not compelling arguments for the lexical hypothesis. We conclude that pronominal cliticization must be treated as a postlexical operation in EP.; Els clítics pronominals en les llengües romàniques tenen un comportament semblant als afixos. Aquest fet ha inspirat propostes, com la de Zwicky (1987) i Halpern (1995) per al portuguès europeu (EP), que defensen que els clítics pronominals es comporten com afixos lèxics perquè són afixos (inflectius). En aquest article discutim una anàlisi com aquesta dels clítics pronominals de l'EP. En primer lloc...

Scrambling and information focus in old and contemporary portuguese

Martins, Ana Maria
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2011 ENG
Relevância na Pesquisa
56.32%
This paper proposes that object scrambling both in Old and Contemporary Portuguese is a strategy to create appropriate information focus configurations. Essentially, it makes the rightmost constituent that would otherwise bear the neutral sentence nuclear stress escape it. In narrow information focus structures this amounts to defocusing of the scrambled constituent. In broad information focus sentences the scrambled constituent is prosodically and pragmatically demoted with respect to salience. Thus, leftward displacement of the scrambled constituent either allows another constituent to acquire discourse/informational prominence or creates a ‘flat’ structure in that respect. The informational import of the scrambling strategy is constant throughout the history of Portuguese. But while Old Portuguese allowed both short scrambling (i.e. adjunction to VP) and middle scrambling (i.e. raising to multiple Spec,TP), only short scrambling is a grammatical option in Contemporary European Portuguese. Hence, Old Portuguese scrambling could derive SOV sentences whereas Contemporary European Portuguese scrambling maintains the object in postverbal position. The view that scrambling may induce loss or downgrading of discourse/ informational prominence as it removes constituents from the clause-final position to which such prominence is assigned is supported by cross-linguistic evidence (Taylor & Pintzuk 2010 for Old English...

Allophony and Allomorphy Cue Phonological Acquisition : evidence from the European Portuguese vowel system

Fikkert, Paula; Freitas, Maria João
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2006 ENG
Relevância na Pesquisa
66.32%
The acquisition of morphophonological alternations is hardly investigated in phonology (Macken 1995, Bernhardt & Stemberger 1998, Hayes 2004, Kerkhoff 2004). Learnability models of phonological alternations often assume that allophonic variation is easy to learn, as it usually follows from the phonology of the language (Peperkamp & Dupoux 2002, Hayes 2004). On the other hand, these models assume that allomorphic variation is acquired late and learners often show paradigm uniformity at the early stages of development. In our study of longitudinal data of seven European Portuguese children, aged between 0;11 and 3;7, we investigate the acquisition vowel alternations and show that children start acquiring those very early. In particular, children even seem to distinguish vowels in neutralized context to a large extent. We argue that children acquire the abstract phonological vowel system of European Portuguese very early, precisely because of the large amount of systematic variation in the input. We will provide empirical evidence for the claim that the phonological processes in the language help children to set up the abstract vowel system of European Portuguese.

Sentenças bitransitivas e objeto indireto no português brasileiro; Ditransitive sentences and indirect object in Bazilian Portuguese

Morais, Maria Aparecida Torres
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
Adotando uma perspectiva comparativa, propomos que o PB se diferencia do PE na codificação gramatical dos argumentos dativos (objetos indiretos). Com base na teoria dos núcleos aplicativos, proposta em Pylkkänen 2008, e numa abordagem mais refinada da bitransitividade, explorada em Cuervo 2003/2010, propomos que inovações nas estratégias de realização do objeto indireto pronominal, levando à perda dos clíticos lhe/lhes nos usos anafóricos de 3ª pessoa, relacionam-se à perda da preposição a como marcador de caso dativo. Tais mudanças atestam a perda da expressão morfossintática da bitransitividade no português brasileiro, em oposição ao português europeu. Nossa proposta é que a variação interlinguística resulta de uma mudança paramétrica, definida na perda do núcleo aplicativo baixo no português brasileiro. Por fim mostramos que a conexão entre Caso dativo e expressão de parâmetros sustenta a teoria dos Princípios e Parâmetros, segundo a qual a variação é determinada no léxico, em termos dos traços das categorias funcionais.; In this paper, the syntax of dative arguments (indirect objects) in Brazilian Portuguese is examined in a crosslinguistic perspective with European Portuguese. It is shown that the grammatical expression of BP indirect object has undergone significant changes...

Sentenças VOS em português europeu: movimento-p e estrutura entoacional; VOS sentences in European Portuguese: p-movement and intonational structure

Svartman, Flaviane Romani Fernandes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
This paper aims to analyze the syntactic and intonational structures associated with VOS sentences (sentences in verb-object-subject order) in European Portuguese (henceforth EP), with the hypothesis that prosody (reflected in intonational structure) can encode the syntactic structure associated with EP neutral sentences (sentences SVO – in subject-verb-object order) and the syntactic structure associated with EP VOS sentences in different ways. This hypothesis is based on the experimental results presented in Frota (1994), which reveal that the intonational contour associated with special syntactic structures of EP is affected locally (or even whole) in relation to the neutral contour. For the investigation of that hypothesis, the intonational and syntactic structures associated with EP SVO neutral sentences and with EP VOS sentences are comparatively analyzed. For the syntactic analysis of the latter type of sentences, syntactic and prosodic arguments are brought in favor of the derivation proposed by Fernandes (2007), by p-movement (Zubizarreta, 1998) of the object. Regarding the analysis of the intonational structure of EP VOS sentences, based on the results of Fernandes (2007), the initial hypothesis of this study is confirmed...

Verb agreement in the third plural person in European Portuguese: variation or semi-categorical rules?; Concordancia verbal de tercera persona plural del Português Europeo: ¿variación o regla semicategórica?; Concordância verbal de terceira pessoa do plural no Português Europeu: variação ou regra semicategórica?

Rubio, Cássio Florêncio; Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; Pesquisa empírica qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
The aim of this article is to characterize the verb agreement in the third person plural in the European Portuguese, and to present the points involved in this phenomenon. For the analysis, we resorted on the Theory of Linguistic Variation (LABOV 1972, 1994, 2003). The interviews debated in the quantitative analysis are from “Reference Corpus of Contemporary Portuguese”, published by the Linguistics Centre of the University of Lisbon (CLUL). The results show the influence of subject position, semantic feature of the subject, and morphological type of the subject in Linguistics.; El propósito de este artículo es caracterizar la concordancia verbal de la tercera persona del plural en la variedad del portugués europeo y presentar los factores que intervienen en el fenómeno. Para el análisis, recurrimos a la Teoría de la Variación Lingüística (LABOV, 1972, 1994, 2003). Las muestras consideradas en el análisis cuantitativo provienen del Corpus de Referencia del Portugués Contemporáneo (CRPC) del Centro de Lingüística de la Universidad de Lisboa (CLUL). Los resultados muestran la influencia de los factores lingüísticos posición del sujeto, característica semántica del sujeto y tipo morfológico del sujeto.; http://dx.doi.org/10.5007/1984-8412.2015v12n3p786O objetivo deste artigo é caracterizar a concordância verbal de terceira pessoa do plural em variedade do português europeu e apresentar os fatores envolvidos no fenômeno. Para análise...

Variation in verb agreement with “a gente” in European Portuguese; Variación en la concordancia verbal con "a gente" en portugués europeo; Variação na concordância verbal com "a gente" no português europeu

Rubio, Cássio Florêncio; Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - UNILAB
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; Pesquisa quantitativa com entrevistas Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
This paper aims to prove that the verbal agreement with the pronoun “a gente” (the people) constitutes variable phenomenon in European Portuguese. The corpora, stratified equitably in relation to social variables education, age and gender, comes from the “Reference Corpus of Contemporary Portuguese”. For analysis, we used the Theory of Linguistic Variation (LABOV 1972, 1994). The results indicate in the variable phenomenon the prevalence of use of the third person singular, conditioned by linguistic factors “explicitness of the subject” and “tense” and by social factors “education”, “age” and “gender”.; Este trabajo tiene como objetivo demostrar que la concordancia verbal con la forma pronominal a gente constituye un fenómeno variable en el portugués europeo. Las muestras, estratificadas de forma equitativa en relación a las variables sociales escolaridad, faja de edad y género, provienen del Corpus de Referencia del Portugués Contemporáneo. Para análisis, recorremos a la Teoría de la Variación Lingüística (LABOV, 1972, 1994). Los resultados demuestran, en el fenómeno variable, el predominio del uso de la tercera persona del singular condicionado por los factores lingüísticos explicitud del sujeto y tiempo y modo verbal y por los factores sociales escolaridad...