Página 1 dos resultados de 3771 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

O Hospital-Colónia Rovisco Pais e os múltiplos desdobramentos da lepra: etnografia e interdisciplinaridade

Cruz, Alice; Matos, Vitor; Xavier, Sandra; Quintais, Luís; Santos, Ana Luísa
Fonte: AGIR - Associação para a Investigação e desenvolvimento Sócio-Cultural Publicador: AGIR - Associação para a Investigação e desenvolvimento Sócio-Cultural
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Em 1947, sob o impulso do médico Fernando Bissaya Barreto, é inaugurado na Vila da Tocha o Hospital-Colónia Rovisco Pais (H-CRP), vocacionado para a erradicação da lepra no contexto nacional, tendo por base um modelo de internamento compulsivo e de isolamento dos doentes. Edificado num perímetro de cerca de 150 hectares, a sua projecção arquitectónica sintetiza objectivos terapêuticos, profiláticos e de gestão auto-suficiente que incita a uma reflexão em torno do projecto biopolítico do Estado Novo, sugerindo uma convergência entre a reabilitação biomédica do corpo enfermo e a regeneração moral do corpo social. Actualmente recuperada como Centro de Medicina e Reabilitação da Região Centro - Rovisco Pais, esta instituição alberga 26 ex-doentes e contem um vasto arquivo que reúne processos clínicos, administrativos e sociais. A investigação em curso faz uso de metodologias e modelos interpretativos diversos, assumindo-se como interdisciplinar. O H-CRP revela-se enquanto objecto histórico e etnográfico multifacetado, que faz apelo a um trajecto analítico que percorre a antropologia, a paleopatologia e a arquitectura. Junto da comunidade hospitalar vem sido desenvolvida uma pesquisa de cariz etnográfico que procura reconstruir a história do H-CRP...

A Aplicação da Etnografia Crítica nas Relações de Poder

Gérin Lajoie, Diane
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
A utilização da etnografia tradicional não é um fenómeno novo no domínio da investigação qualitativa. Antropólogos e, de seguida, sociólogos privilegiaram esta abordagem metodológica desde há muito tempo. Em meados dos anos 1970, alguns investigadores « críticos » voltaram-se para a etnografia enquanto abordagem de investigação, porque lhes permitia perceber melhor a realidade dos grupos oprimidos, e, deste modo, compreender melhor as realções de poder e o modo como elas evoluem. O presente artigo procura demonstrar a pertinência da etnografia crítica no exame das relações de poder. Os resultados de dois estudos etnográficos servem para mostrar de que modo a abordagem etnográfica permite um exame mais aprofundado das práticas sociais existentes, permitindo assim ao investigador dissecar no plano teórico a noção de poder. A análise comparativa de resultados apresentados centram-se nas minorias linguísticas no Canadá, sejam francófonos que vivem no exterior do Quebeque sejam anglófonos vivendo no Quebeque. A análise comparativa demonstra que as relações de poder não se situam somente entre as duas minorias linguísticas e a sua maioria respetiva, mas também entre as próprias minorias linguísticas.

O colecionismo no período entre guerras: a contribuição da Sociedade de Etnografia e Folclore para a formação de coleções etnográficas; The collecting in the interwar period: the contribution of the Society of Ethnography and Folklore for the formation of ethnographic collections

Vial, Andrea Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
Esse trabalho analisa a formação de coleções etnográficas no periodo entre guerras a partir da documentação da Sociedade de Etnografia e Folclore e do anteprojeto de Mário de Andrade para o SPHAN, a primeira proposta de uma ação governamental na tentativa de identificação, coleta, registro e estudo desses aspectos para preservar manifestações da cultura popular brasileira. O período entre guerras é um momento importante para a constituição e estudo de coleções etnográficas no Brasil, por ser o momento da profissionalização e institucionalização das ciências sociais. Discutimos e o papel do Departamento de Cultura e a influência da presença francesa na formação de profissionais na área de etnografia brasileira, por meio do Curso de Etnografia ministrado por Dina Lévi-Strauss e oferecido pelo Departamento de Cultura dirigido por Mário de Andrade.; This work analyzes the formation of ethnographic collections created between the first and second World Wars. The starting points were the Sociedade de Etnografia e Folclore´s documentation and the Mario de Andrade project to SPHAN. The Mario de Andrade project is the first proposition for a governmental action that tried to preserve of the aspects of the so called Brazilian Popular Culture. The period between the first and second World Wars is a very important moment to the construction and study of ethnographic collections in Brazil...

Etnografia algarvia - o caímbo de Zambujeiro

Mesquita, José Carlos Vilhena
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Anotação
Publicado em 03/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Trata-se de um texto que publiquei na imprensa sobre um traço da etnografia algarvia já hoje ignorado por ter caído em desuso face ao avanço das modernas técnicas de colheita utilizadas nos pomares algarvios.; A etnografia algarvia é das mais ricas e diversificadas do país, porque envolve, numa simbiose ímpar e incomparável, três tipos de comunidades e três tipos de ambientes orográficos: a costa marítima, a planície rural e o relevo montanhoso. Em todos esses diferentes ambientes emergiram e proliferaram culturas autóctones e actividades muito peculiares. Como exemplo da etnografia rural algarvia destaco o Caimbo, que mais não é do que a designação que no Algarve se atribuía à vara com que se procedia à varejadura do figo.

Nas trilhas da etnografia: reflexões em relação ao saber em enfermagem

Elsen,Ingrid; Monticelli,Marisa
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
Apresenta-se uma reflexão sobre a etnografia como meio para a construção do conhecimento em enfermagem. A partir da concepção antropológica de etnografia e do cotejamento de alguns estudos de enfermeiras que usaram a etnografia como método/metodologia em suas pesquisas, são tecidas considerações acerca da problematização, do quadro teórico utilizado, da opção pela etnografia como caminho metodológico, da concepção e envolvimento com o trabalho de campo e do texto etnográfico elaborado no cenário do cuidado de enfermagem, apontando-se então algumas implicações que deixam entrever uma forma especial da "etnoenfermagem" contribuir para a "disciplina de enfermagem".

Etnografia como prática e experiência

Magnani,José Guilherme Cantor
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.94%
Este artigo, a partir de alguns usos pouco ortodoxos da etnografia, fora do campo da antropologia, propõe uma discussão sobre a especificidade desse método de pesquisa, com base em pesquisas e reflexões realizadas sobre o tema no Núcleo de Antropologia Urbana da USP (NAU). Tomando como ponto de partida uma citação de Lévi-Strauss, repassa alguns autores - Goldman, Peirano, DaMatta, Favret-Saada, entre outros - para estabelecer parâmetros na busca de traços que considera específicos do fazer etnográfico e assim chega a três considerações principais: etnografia como experiência, como prática e com base numa certa noção de totalidade. O relato de uma etnografia sobre jovens surdos é apresentado para oferecer um suporte empírico àquelas conclusões.

Identidade física, pessoal, institucional e espiritual: etnografia embodied de uma companhia de ballet

Almeida, Dóris Dornelles de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.01%
Nesta dissertação investiguei a identidade nas organizações, especificamente como a identidade física, pessoal, institucional e espiritual são corporalmente vivenciadas (embodied) pelos bailarinos em uma Companhia de Dança. O embasamento teórico se constitui sobre três pilares principais: a dança e o ballet, a identidade e o embodiment. Na Antropologia, na Sociologia, e nos Estudos Organizacionais e de Administração existem diversas abordagens de base cognitiva-representacional que ignoram o corpo e sua análise embodied como recurso metodológico e epistemológico para uma compreensão da identidade. Longe de ser uma análise representacional do mundo, o embodiment considera o corpo como o centro de formação da vivência das pessoas no mundo da prática. O mundo, nesse contexto, é compreendido como algo construído histórico e culturalmente pelas percepções corporais. Neste sentido as perspectivas teóricas do embodiment – a fenomenológica, a feminista, a da prática, as pós-modernas e a cultural – reconhecem o corpo como locus de múltiplas atividades sociais. Daí a importância da inclusão da análise do embodiment nos estudos de identidade nas organizações, já que não se pode pensar as organizações como anteriores ou transcendentes aos corpos humanos. Para investigar questões de identidade na Companhia de Dança...

La etnografía como modelo de investigación en educación; Ethnography as a research model in education

Álvarez Álvarez, Carmen
Fonte: Universidad de Granada Publicador: Universidad de Granada
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; publishedVersion
SPA
Relevância na Pesquisa
37.05%
RESUMEN: En el texto se delimitan las bases de la etnografía como modelo de investigación en educación. Para ello se revisa el concepto de etnografía y los fundamentos de la misma (su finalidad, sus características y el papel del etnógrafo), se hace un recorrido por las principales etapas que configuran el proceso etnográfico (negociación y acceso al campo, trabajo de campo, análisis de datos y elaboración del informe), se analizan las principales perspectivas en etnografía educativa (etnografía holística, antropología cognitiva, etnografía de la comunicación e interaccionismo simbólico) y se plantea cómo es posible asegurar la credibilidad de los datos etnográficos (a través de la contextualización, la saturación, la negociación con los implicados y la triangulación).; ABSTRACT: In the text, the basis of ethnography are defined as a model of research in education. For this, the concept and foundations of ethnography are reviewed (its purpose, characteristics and the ethnographer’s role), the main parts of the ethnographical process are examined (negotiation and access to the field, field work, analysis of data, and drawing up the report), the main prospects in educational ethnography are analysed (holistic ethnography...

Describiendo fragmentos de ciudad. Una aproximación desde la etnografía clásica

Fonte: Ediciones Universidad Católica de Temuco Publicador: Ediciones Universidad Católica de Temuco
Tipo: Capítulo de Libro
ES
Relevância na Pesquisa
36.94%
Este capítulo pretende constituirse en una guía que permita, a quien lo consulte, obtener nociones básicas respecto a qué es la etnografía, particularmente la etnografía clásica, y cómo desarrollar una aproximación que siga sus lineamientos generales. Es por ello que se expondrán brevemente los contenidos definicionales más relevantes de la denominada etnografía, con el objetivo de precisar la singularidad que este estilo presenta, enfatizando algunos fundamentos metódicos así como en sus componentes procedimentales.

A Performance da Etnografia como Método da Antropologia

Seiça Salgado, Ricardo; CRIA - Centro em Rede de Investigação em Antropologia
Fonte: Fundação Fernando Pessoa/Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Fundação Fernando Pessoa/Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: article; article; article; article; Revisão de Literatura Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Pensamos a etnografia enquanto modo de ação e, na sua relação aberta e íntima com a teoria, também enquanto modo de expressão. A própria comparação deixa de estar na cultura para passar a estar na etnografia, no destino que o antropólogo dá aos dados etnográficos. A etnografia constitui-se como o modo epistemológico da antropologia. É justamente pela sua natureza que se percebe a relação entre a prática etnográfica e a teoria antropológica. Serve este artigo para dar conta do procedimento construtivista do conhecimento, de como ele emerge e se sedimenta por via da metodologia que afinal caracteriza a antropologia.

A Etnografia da Comunicação

Mateus, Samuel; Universidade da Madeira Centro de Estudos de Comunicação e Linguagens
Fonte: Fundação Fernando Pessoa/Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Fundação Fernando Pessoa/Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: article; article; article; article; Artigo Científico Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Todo aquele que se dedica a fazer investigação em Ciências Sociais depara-se com a necessidade de uma escolha metodológica favorecendo uma abordagem quantitativa ou uma abordagem qualitativa. A etnografia constitui uma das metodologias de pesquisa empírica que podem ser aplicadas à pesquisa em Ciências da Comunicação.Este artigo apresenta o modo como esta ferramenta metodológica se consolidou no estudo da comunicação, sublinhando as condições contextuais que permitiram o deslocamento desde ao campo da antropologia até ao campo das Ciências da Comunicação. Caracteriza a etnografia da comunicação, desde a sua primeira formulação por Dell Hymes, e descreve, a concluir, como a abordagem etnográfica tem sido aplicada aos estudos jornalísticos, mais especificamente, à investigação empírica em torno da produção noticiosa.

Etnografia como prática e experiência

MAGNANI, José Guilherme Cantor
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Este artigo, a partir de alguns usos pouco ortodoxos da etnografia, fora do campo da antropologia, propõe uma discussão sobre a especificidade desse método de pesquisa, com base em pesquisas e reflexões realizadas sobre o tema no Núcleo de Antropologia Urbana da USP (NAU). Tomando como ponto de partida uma citação de Lévi-Strauss, repassa alguns autores - Goldman, Peirano, DaMatta, Favret-Saada, entre outros - para estabelecer parâmetros na busca de traços que considera específicos do fazer etnográfico e assim chega a três considerações principais: etnografia como experiência, como prática e com base numa certa noção de totalidade. O relato de uma etnografia sobre jovens surdos é apresentado para oferecer um suporte empírico àquelas conclusões.; Considering some less orthodox uses of ethnography, not belonging to the anthropological field, this article proposes a discussion on the specificities of the ethnographical research method, based on reflections and researches undertaken at the Urban Anthropology Nucleus (NAU). Taking a Lévi-Strauss's quotation as its starting point, it examines the ideas of authors like Goldman, Peirano, Da Matta, Favret-Saada, among others, in order to establish parameters to guide the search for specific features in the ethnographic métier. Such a discussion leads to three considerations: ethnography as experience...

FAQs, etnografia e observação participante

Fino, Carlos Manuel Nogueira
Fonte: Sociedade Europeia de Etnografia da Educação Publicador: Sociedade Europeia de Etnografia da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
46.85%
O artigo começa por tentar esclarecer os conceitos de etnografia, por um lado, e de observação participante, por outro, bem como as diferenças e semelhanças entre observação participante e estudo de caso. A partir de um exemplo concreto – descrição interpretativa de uma cultura emergente numa turma de uma escola do primeiro ciclo do ensino básico – é abordada a problemática da recolha de dados, incluindo a questão epistemologicamente crucial da definição de categorias de análise dos dados recolhidos. Com base em literatura pertinente, o artigo avança uma hipótese de organização daquelas categorias numa estrutura semelhante à das FAQs (frequently asked questions).

O currículo à luz da etnografia

Sousa, Jesus Maria Angélica Fernandes
Fonte: Sociedade Europeia de Etnografia da Educação Publicador: Sociedade Europeia de Etnografia da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
46.94%
O artigo começa por ressaltar o contributo da etnografia na área do currículo, numa altura de passagem de uma perspectiva técnica e prática, centrada nas metodologias de ensino(o como ensinar?), para uma perspectiva mais crítica que questiona o conhecimento monolítico veiculado pela escola (o quê ensinar?). Aponta também para a relação estreita entre a profissionalidade docente e a autonomia do professor nos desenhos curriculares que terá de ter como suporte uma investigação etnográfica que lhe dê acesso às diversas mundividências culturais dos seus alunos. É neste sentido que a etnografia da educação é importante para a formação dos professores.

Panel : la etnografía sociolingüística : enfoques y resultados. Panel 1 : La etnografia sociolingüística : enfoque y métodos. La construcción de corpus sociolingüísticos en la investigación etnográfica escolar : dilemas asociados

Pérez Milans, Miguel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2007 SPA
Relevância na Pesquisa
37.01%
Este texto se presentó como comunicación al II Congreso Internacional de Etnografía y Educación: Migraciones y Ciudadanías. Universidad Autónoma de Barcelona, Barcelona, 5-8 Septiembre 2008.; Esta presentación muestra algunos de los retos más importantes que se afrontan en la construcción de un corpus digital de datos recogidos a partir de una etnografía sociolingüística de la escuela. Desde la recogida de los datos hasta su tratamiento y gestión, la perspectiva crítica, interaccional y etnográfica con la que miramos al espacio social de la escuela tiene implicaciones directas en la definición de los fenómenos relevantes para nuestra investigación y en la selección de los recursos tecnológicos más idóneos para su estudio. La exploración de las posibilidades que actualmente ofrece el mercado para el diseño de corpus digitales en investigación social nos ha puesto de manifiesto muchas de sus ventajas, aunque también algunas dificultades y dilemas sobre las que es preciso reflexionar. La consideración de unas y otras, y su influencia a lo largo de todo el desarrollo de la investigación, nos servirá como excusa para analizar las principales decisiones que hay que abordar en el proceso y las consecuencias éticas...

Panel : la etnografía sociolingüística : enfoques y resultados. Panel 1 : La etnografia sociolingüística : enfoque y métodos. La acogida lingüística: el reto sociolingüístico de investigar una propuesta pedagógica

Unamuno, Virginia; Dooly, Melinda; Departament de Filologa Inglesa
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2007 SPA
Relevância na Pesquisa
36.94%
Este texto se presentó como comunicación al II Congreso Internacional de Etnografía y Educación: Migraciones y Ciudadanías. Universidad Autónoma de Barcelona, Barcelona, 5-8 Septiembre 2008.; En este trabajo se recogen los resultados de una investigación etnográfica destinada a la descripción de la propuesta de acogida lingüística de niños y jóvenes inmigrados a Cataluña, a través de la puesta en relación diferentes fuentes. En este caso concreto, nuestro objetivo se centra en discutir el procedimiento de análisis, orientado a la integración de enfoques discursivos e interactivos de documentos escritos y documentos orales en la descripción de la realidad sociolingüística de los centros escolares. Nuestros datos han sido organizados en un corpus que incluye documentos de la Generalitat de Cataluña, documentos elaborados por los centros escolares, entrevistas a profesorado, clases del aula de acogida y dos grupos de discusión con profesores y con alumnos, coordinadas por diferentes miembros del equipo.

Entre Tintín y Tartarín: la misión Dacar-Yibutí En el origen de la etnografía francesa; Entre Tintín y Tartarín: la misión Dacar-Yibutí en el origen de la etnografía francesa

Brumana, Fernando Giobellina
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 SPA
Relevância na Pesquisa
37.01%
La Misión Dakar-Yibutí, bajo la conducción de Marcel Griaule, atravesó el continente africano entre 1931 y 1933. Este trabajo describe sus vínculos con la naciente etnografía francesa, así como la forma en la que se organizó y llevó a cabo.; The Dakar-Djibuti Mission, under Marcel Griaule's guidance, crossed the African continent between 1931 and 1933. This esay describes the links between the expedition and French ethnography at the moment of its birth, as well as the way the latter one was organized and developped.; La Misión Dakar-Yibutí, bajo la conducción de Marcel Griaule, atravesó el continente africano entre 1931 y 1933. Este trabajo describe sus vínculos con la naciente etnografía francesa, así como la forma en la que se organizó y llevó a cabo

A ETNOGRAFIA NAS PESQUISAS DE ENFERMAGEM COM ÊNFASE NO CUIDADO; EL ETNOGRAFIA EN LA INVESTIGACIÓN DEL ENFERMERIA CON ÉNFASIS EN EL CUIDADO; THE ETHNOGRAPHY IN THE RESEARCH OF NURSING WITH EMPHASIS IN THE CARE

Camargo, Climene Laura de; Universidade Federal da Bahia; Quirino, Marinalva Dias; Universidade Federal da Bahia; Morais, Aisiane cedraz; Universidade Federal do Reconcavo da Bahia (UFRB)
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este trabajo es una investigación bibliográfica ese objetivo para identificar el perfil de la investigación nacional del oficio de enfermera que habían utilizado el método del etnografia con énfasis en el cuidado. La metodología fue basada en examen en la base de datos del BDENF, utilizando los describers: etnografia, oficio de enfermera y cuidado. Veinte publicaciones entre los años de 1998 habían sido analizadas el 2008. Resultados: Tenía dos publicaciones por año aproximadamente y la mayoría de las investigaciones hace relacionada con el ciclo vital o las condiciones clínicas de grupos resueltos, más allá de retratar la interacción de la enfermera con el individuo y la familia. Los lugares del estudio habían variado, pero todos están en una perspectiva colectiva. Para las recogidas de datos diversas técnicas habían sido utilizadas simultáneamente, siendo comentario distinguido del participante. La investigación había sido desarrollada en algunas áreas del conocimiento, destacando sí mismo él oficio de enfermera de Obstétrica y las relaciones el valorar del cuidado bien-tomado de tomar cuidado de. Conclusión: La investigación del etnográfica en el oficio de enfermera es excelente...

Etnografía con niños y niñas: oportunidades educativas para investigadores

Milstein,Diana
Fonte: Espacios en blanco. Serie indagaciones Publicador: Espacios en blanco. Serie indagaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 ES
Relevância na Pesquisa
37.05%
Escribir acerca de Etnografía con niños y niñas presenta una doble complejidad conceptual. Necesitamos exponer a qué nos referimos cuando decimos "Etnografía con" y una explici-tación de un modo de ver a los niños y a las niñas, como quienes pueden hacer una contribución relevante a la comprensión de nuestros mundos sociales y culturales. Para entender algunos de los aspectos relevantes de esta contribución, propongo pensar la Etnografía con niños y niñas como un proceso educativo para investigadores. De ahí que en este artículo, en lugar de poner el foco en los niños y las niñas como aprendices, lo pondremos en los investigadores para preguntarnos sobre las oportunidades y posibilidades que abre la Etnografía con niños y niñas, para que esos adultos aprendan. Para ello, comienzo presentando de manera breve en qué consiste la Etnografía a la que me refiero y cuál es el sentido que le otorgo al término "con". A continuación desarrollo brevemente mi visión de los niños y las niñas como colaboradores en la investigación etnográfica. Luego, utilizando dos ejemplos, muestro la capacidad que tiene el trabajo etnográfico con niños y niñas para crear posibilidades de aprendizaje para los adultos.

A aplicação da etnografia crítica nas relações de poder

Gérin-Lajoie,Diane
Fonte: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Publicador: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
A utilização da etnografia tradicional não é um fenómeno novo no domínio da investigação qualitativa. Antropólogos e, de seguida, sociólogos privilegiaram esta abordagem metodológica desde há muito tempo. Em meados dos anos 1970, alguns investigadores «críticos» voltaram-se para a etnografia enquanto abordagem de investigação, porque lhes permitia perceber melhor a realidade dos grupos oprimidos, e, deste modo, compreender melhor as realções de poder e o modo como elas evoluem. O presente artigo procura demonstrar a pertinência da etnografia crítica no exame das relações de poder. Os resultados de dois estudos etnográficos servem para mostrar de que modo a abordagem etnográfica permite um exame mais aprofundado das práticas sociais existentes, permitindo assim ao investigador dissecar no plano teórico a noção de poder. A análise comparativa de resultados apresentados centram-se nas minorias linguísticas no Canadá, sejam francófonos que vivem no exterior do Quebeque sejam anglófonos vivendo no Quebeque. A análise comparativa demonstra que as relações de poder não se situam somente entre as duas minorias linguísticas e a sua maioria respetiva, mas também entre as próprias minorias linguísticas.