Página 1 dos resultados de 5407 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Etanol, deficiência de ácido fólico e associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos swiss; Etanol, Deficiency of Acid Fólico and Association Of these Two Factors During the Gestation of Swiss Mice

Gutierrez, Cristiane Minot
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
Embora os efeitos teratogênicos do etanol sejam bem conhecidos, ele ainda é um agente exógeno muito usado por mulheres em idade reprodutiva e sabe-se que ele interfere com o transporte, absorção e metabolismo do ácido fólico. O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos da administração de etanol, da deficiência do ácido fólico na dieta e da associação desses dois fatores durante a gestação de camundongos Swiss. O estudo foi feito com dois experimentos, no primeiro examinou-se a influência do etanol diluído em salina a 25% (v/v) em doses baixa (0,4g/Kg de peso corporal) e alta (4,0g/Kg de peso corporal) em animais alimentados com ração comercial e no segundo a influência do etanol nas mesmas doses em animais alimentados com dieta deficiente em folato. Em ambos os experimentos os animais foram divididos em 6 grupos com 6 animais cada: C= controle; Eb= etanol baixa dose; Ea= etanol alta dose (Experimento 1) e DF= controle da deficiência de folato; DFEb= deficiência de folato + etanol baixa dose; DFEa= deficiência de folato + etanol alta dose (Experimento 2). Os animais dos Grupos C e DF receberam apenas salina. Etanol e salina foram administrados por via intraperitoneal, em três dias consecutivos da gestação: 7°...

Aspectos sobre a eletro-oxidação de etanol catalisadas por nanopartículas de platina e platina-ródio não suportadas; Aspects of ethanol electro-oxidation catalyzed by unsupported platinum and platinum-rhodium nanoparticles

Cantane, Daniel Augusto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Vias reacionais paralelas são possíveis durante a eletro-oxidação de etanol sobre nanopartículas metálicas não suportadas (platina e platina-ródio). Neste trabalho são relatadas a influência da natureza do eletrólito suporte HClO4 (0,1 mol L-1) e H2SO4 (0,5 mol L-1) na eletro-oxidação de 0,01 mol L-1 de etanol e o efeito da concentração do etanol (0,01 a 1,0 mol L-1) na seletividade do caminho da reação em 0,1 mol L-1 HClO4. Ademais, se identificou os adsorbatos formados e relatou a influência do segundo metal nos materiais à base de platina para a eletro-oxidação do etanol. Para elucidar o comportamento reacional, utilizou-se da técnica espectroscópica FTIR in situ, associada aos estudos eletroquímicos de voltametria cíclica e cronoamperometria. Os resultados mostraram que há maior atividade eletrocatalítica na oxidação do etanol em ácido perclórico do que para o ácido sulfúrico. Isto é devido a forte adsorção de (bi) sulfato em domínios (111) inibindo a adsorção dissociativa do etanol sobre a Pt. Por meio de FTR in situ se observa o início de COads (COL 2040 cm-1) em 0,05 V em HClO4 e apenas em 0,4 V para o H2SO4. Os produtos formados na eletro-oxidação do etanol, mostraram forte dependência com a concentração. Em concentrações baixas de etanol (0...

Formação do preço de etanol hidratado no Estado de São Paulo e sua relação com os mercados de açúcar e de gasolina; Price formation of hydrated ethanol in the State of São Paulo and its relationship with sugar and gasoline markets

Diehl, Daiane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
O principal objetivo deste estudo foi estimar um modelo analítico que explicasse a relação entre os mercados de etanol hidratado e de gasolina C, incluindo, também, efeitos de outros fatores, como o preço de açúcar nos mercados doméstico e internacional e a renda. Por sua capacidade de captar efeitos dinâmicos, utilizou-se o Modelo de Auto-Regressão Vetorial com Correção de Erro VEC. A análise das funções de demanda dos combustíveis mostrou que o consumo de etanol responde de forma expressiva a variações contemporâneas no próprio preço e no preço da gasolina, produto substituto nesse segmento de mercado. Já com relação à demanda de gasolina C, verifica-se que suas vendas respondem menos tanto ao próprio preço como ao do etanol. De maneira geral, a análise das funções de respostas a impulsos permite verificar que os efeitos dos choques não antecipados sobre as variáveis do modelo são de curta duração, desaparecendo, na maior parte das vezes, após o terceiro mês. A renda mostrou-se importante variável explicativa tanto para o consumo de etanol hidratado quanto de gasolina C. Um choque exógeno no preço internacional de açúcar resulta em um efeito elevado no preço do produto no mercado doméstico. De outro lado...

Investigação da oxidação eletroquímica de etanol por espectrometria de massas on-line sobre nanoestruturas metálicas; Ethanol electro-oxidation investigated by on-line mass spectrometry on metallic nanostructures

Cantane, Daniel Augusto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Etanol é um combustível químico promissor como uma fonte de geração de energia in situ para a aplicação em células a combustível de baixa temperatura (25 °C). Entretanto, o desenvolvimento das células a combustível utilizando etanol no ânodo têm sido prejudicado devido à baixa eficiência na oxidação eletroquímica do etanol para dióxido de carbono. Com isso, esta tese tem como objetivo sintetizar novos eletrocatalisadores nanoestruturados e investigar a sua atividade catalítica para a eletro-oxidação do etanol; além de avançar no conhecimento do mecanismo reacional envolvido. Para o estudo em eletrólito ácido, os eletrocatalisadores foram formados por nanoestruturas do tipo casca-núcleo, core-shell, constituída de uma casca de Pt sobre núcleos de Rh, Cu e Ni, e de nanoestruturas de Pt com núcleo oco, hollow. Para o eletrólito alcalino, os catalisadores foram formados por eletrodos policristalinos de Pt, Pd e Rh. Os produtos reacionais formados durante a eletro-oxidação do etanol nos diferentes eletrocatalisadores foram monitorados por medidas de espectrometria de massas on-line, Differential Electrochemical Mass Spectrometry - DEMS. Os resultados de DEMS on-line revelaram que o catalisador constituído de uma nanoestrutura de Pt depositada sobre um núcleo de Rh/C...

Consequências do consumo crônico de etanol sobre a reatividade e expressão dos componentes do sistema endotelinérgico em corpo cavernoso de rato; Consequences of chronic ethanol consumption on the reactivity and expression of components of the endothelinergic system in the rat corpus cavernosum.

Leite, Letícia Nogueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
A endotelina-1 (ET-1) é um peptídeo vasoconstritor que exerce um papel importante no controle do tônus do corpo cavernoso. No entanto, tem sido demonstrado que esse peptídeo também está envolvido na disfunção erétil (DE) associada ao diabetes mellitus e hipertensão. O consumo de etanol aumenta os níveis plasmáticos de ET-1 e a resposta contrátil a esse peptídeo em tecidos vasculares. Os objetivos deste trabalho foram o de estudar as consequências funcionais e celulares do consumo crônico de etanol sobre o sistema endotelinérgico no corpo cavernoso e identificar os mediadores envolvidos nessa resposta. Ratos Wistar foram divididos em dois grupos, os quais receberam água (controle) ou solução de etanol a 20% (vol./vol.) por seis semanas. Nossos resultados mostram que em tiras de tecido cavernoso, não houve alteração da resposta de relaxamento induzida pela adrenomedulina e nitroprussiato de sódio após tratamento com etanol. Com relação à acetilcolina, o consumo crônico de etanol reduziu o relaxamento induzido pelo referido agonista. Além disso, observou-se redução dos níveis plasmáticos e teciduais de nitrato no grupo etanol. Em conjunto, esses resultados sugerem que o tratamento crônico com etanol reduz a síntese/liberação do NO tecidual sem prejuízo em sua via de sinalização. O tratamento com etanol aumentou os níveis plasmáticos de ET-1 e a resposta contrátil induzida por esse peptídeo em corpo cavernoso de ratos. A contração induzida pela fenilefrina ou KCl 120 mmol/L não foi afetada pelo tratamento com etanol...

Estudo da participação da angiotensina II nas disfunções cardiovasculares induzidas pelo consumo crônico de etanol; Study of participation of angiotensin II in cardiovascular dysfunction induced by chronic ethanol consumption

Passaglia, Patrícia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
A disfunção cardiovascular induzida pelo consumo crônico de etanol esta associada à formação de espécies reativas de oxigênio (ERO). A angiotensina II, via receptores AT1, é um importante formador de ERO no sistema cardiovascular. O objetivo foi avaliar a participação dos receptores AT1 nas disfunções cardiovasculares induzidas pelo consumo crônico de etanol. Ratos Wistar foram divididos em quatro grupos: Controle: recebeu água "ad libitum"; Etanol: recebeu solução de etanol 20% (vol./vol.); Controle+Losartan: recebeu água "ad libitum" e losartan (10 mg/kg) diariamente por gavagem; Etanol+Losartan: recebeu solução de etanol 20% e losartan. Foram realizadas aferições semanais da pressão arterial e freqüência cardíaca dos animais. Foram realizadas as dosagens para determinar: o nível de etanol no sangue; os níveis plasmáticos e teciduais (aorta e leito arterial mesentérico) de angiotensina I (ANG I) e ANG II; a atividade plasmática da renina; atividade plasmática e tecidual da enzima conversora de angiotensina (ECA); níveis plasmáticos de aldosterona; níveis plasmáticos do peptídeo natriurético atrial (ANP), vasopressina (AVP) e ocitocina (OT); a osmolaridade e o sódio plasmático; nitrato plasmático e tecidual; espécies reativas ao ácido tiobarbitútico (TBARS); a formação tecidual de ânion superóxido; a capacidade antioxidante total; além de verificar a expressão gênica e protéica (aorta) da via das MAPKs...

Ansiedade, memória espacial e memória de reconhecimento após o consumo de etanol em ratos; Anxiety, spatial memory and recognition memory after consumption of ethanol in rats

Silva, Kelly da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
Introdução: O etilismo é uma doença crônica e progressiva que tem um impacto significante nos valores sociais e econômicos da sociedade. A interrupção abrupta do consumo crônico de etanol pode levar à Síndrome de Abstinência alcoólica (SAA) com repercussões na saúde do indivíduo. Atualmente, muita atenção também tem sido dada ao consumo espaçado de etanol em doses elevadas, caracterizado como binge. Dentre as várias consequências do consumo agudo e/ou crônico do etanol, podem-se destacar os déficits em teste de aprendizagem e de memória. Objetivos: verificar se a abstinência ao etanol após o consumo involuntário ou semivoluntário de etanol (crônico ou agudo) é capaz de interferir na aprendizagem, na memória e na ansiedade de ratos adultos. Materiais e Métodos: Foram utilizados 196 ratos albinos, Wistar e machos, com 21 dias de vida. Inicialmente os animais foram divididos em dois grandes grupos para compor o Estudo 1 ou o estudo 2. No estudo 1 a via de administração foi semivoluntária (etanol a 6%) e no estudo 2 foi involuntária (por gavagem intragástrica- 1g etanol/kg). Em ambos os estudos os animais foram divididos novamente em relação ao tipo de bebida que receberiam (água ou etanol) e tempo de consumo (agudo- 2 horas ou crônico- 21 dias...

A demanda de importações de etanol pela Suécia e pela União Europeia

Czinar, Manuela de Moraes
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Como consequência da crescente preocupação, especialmente dos países desenvolvidos, em relação à dependência do petróleo e às mudanças climáticas, a participação dos biocombustíveis na matriz energética global está se tornando cada vez mais relevante. No Brasil, o mercado interno foi o determinante para o desenvolvimento da indústria sucroalcooleira nos últimos anos, mas sabe-se que a continuação desta tendência no médio prazo dependerá da demanda internacional pelo etanol brasileiro. De forma a compreender o potencial importador de etanol da União Europeia e, em particular, da Suécia, propôs-se, nesta dissertação, analisar os determinantes de suas importações. O presente trabalho descreveu a evolução do mercado de etanol no bloco, focando-se nos incentivos e políticas adotadas na Suécia, país-membro que está mais avançado na substituição da gasolina pelo etanol. Utilizando-se de dados de 2006 a 2009 e assumindo que as importações de etanol são resultantes de um excesso de demanda doméstica pelo biocombustível, analisaram-se as relações econômicas entre as variáveis. Observou-se que as variáveis associadas à demanda daquele bloco são, de forma geral, mais importantes na explicação do quantum importado do combustível do que as variáveis associadas à oferta regional. O impacto do aumento em 1% do preço da gasolina é de decréscimo de aproximadamente 1...

A competição entre o etanol de segunda geração e a produção de eletricidade pelo uso do bagaço

Maluf, Gabriel
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.12%
O Brasil possui excelentes condições para o desenvolvimento da agroenergia. Programas como o do etanol atraem a atenção do mundo por apresentar uma alternativa econômica e ecológica à substituição dos combustíveis fósseis. Novas tecnologias de produção de biocombustíveis começam a se mostrar viáveis e a produção de etanol de segunda geração, a partir da utilização do bagaço de cana-de-açúcar, surge como um uma importante opção na matriz energética do país. Também a geração de energia elétrica a partir do bagaço é uma realidade em usinas de álcool e açúcar, tendo ainda grande possibilidade de expansão no setor sucroenergético. Com isso, há duas importantes tecnologias economicamente viáveis e com capacidade de crescimento que necessitarão do mesmo insumo para suas continuidades. Porém, ainda não se sabe se haverá bagaço suficiente para atender ao crescimento de ambas ou se elas irão concorrer pela biomassa no futuro e, neste caso, como se dará tal concorrência. Nos últimos anos foram desenvolvidos diversos trabalhos que investigaram aspectos relacionados aos biocombustíveis de primeira e de segunda geração, ao etanol de milho, aos mercados internacionais desses produtos, aos potenciais dos coprodutos dos biocombustíveis...

Criação de mercado de créditos de biocombustível avançado para geração de economia financeira e ambiental no comércio de etanol entre Brasil e Estados Unidos

Haddad, João Paulo R.
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.12%
O comércio de etanol entre Brasil e Estados Unidos é fortemente guiado por uma assimetria regulatória, que agrega valor ao etanol brasileiro ao gerar uma de-manda americana pelo produto derivado da cana de açúcar. A demanda advém dos mandatos de consumo de biocombustíveis estabelecidos no programa americano conhecido como Renewable Fuel Standard (RFS). A assimetria emerge pelo fato de RFS dar ao etanol brasileiro a classificação de Biocombustível Avançado, tornando-o para os Estados Unidos um produto mais nobre que o etanol derivado do amido de milho produzido domesticamente. Apesar dos processos produtivos tornarem os dois produtos diferenciados quanto ao teor de emissão de CO2 em seus ciclos de vida, o produto final é o mesmo: etanol anidro combustível. Portanto, quando a aquisição de etanol brasileiro pelos Estados Unidos é tal que torna o balanço do-méstico de oferta e demanda deficitário no Brasil, faz-se necessária a importação brasileira de etanol americano. Esse vai e vem do produto ocorre de forma simultâ-nea e, por isso, considera-se a existência de um fluxo redundante de etanol, geran-do custos logísticos, transacionais e emissões de CO2 que poderiam ser evitados. Dado que o objeto do interesse americano pelo produto brasileiro é o baixo índice de emissões de CO2 no ciclo de vida do etanol de cana de açúcar...

A utilização do zebrafish como modelo para avaliar a influência da exposição crônica ao etanol nos sistemas glutamatérgico, purinérgico e níveis de BDNF

Rico, Eduardo Pacheco
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
O zebrafish (Danio rerio) é uma espécie utilizada como modelo experimental em diversas áreas, tais como neurociências toxicologia. Seu genoma já está praticamente sequenciado e estudos demonstraram que muitos genes deste peixe são similares aos de mamíferos. Além disso, o zebrafish é um excelente modelo para estudar a função de diferentes sistemas de neurotransmissão. O consumo do etanol exerce diversas mudanças na coordenação motora, percepção sensorial e cognição promovendo um amplo espectro de alterações bioquímicas e fisiológicas nas células nervosas. Aqui, nós investigamos o efeito promovido pela exposição crônica de etanol nos sistemas purinérgico e glutamatérgico, e níveis de BDNF no SNC de zebrafish. Os transportadores de alta afinidade de aminoácidos (EAAT) regulam os níveis extracelulares de glutamato. Nós identificamos e descrevemos o padrão de expressão dos genes relacionados aos transportadores e as propriedades de captação de glutamato nas três importantes estruturas cerebrais de zebrafish (telencéfalo, tecto óptico e cerebelo). As pesquisas nos bancos de dados do seu genoma através de análise filogenética confirmaram a presença de diversos EAATs (EAAT2, EAAT3, três EAAT1 parálogos e duas sequências parálogas para EAAT5). Também...

Influência do etanol na rugosidade, na energia livre de superfície da dentina radicular e no preenchimento de túbulos dentinários = : Influence of ethanol on the surface roughness, the surface free energy of the root dentin and filling tubules with AH Plus sealer; Influence of ethanol on the surface roughness, the surface free energy of the root dentin and filling dentinal tubules with AH Plus sealer

Carlos Augusto de Morais Souto Pantoja
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Este trabalho foi dividido em 2 capítulos, sendo que no capítulo 1 o objetivo foi de avaliar a influência do etanol na rugosidade, na energia livre de superfície da dentina radicular e na interação entre o cimento AH Plus e a superfície dentinária. Foram selecionadas 100 raízes de dentes humanos anteriores superiores e padronizadas com comprimento de 18 mm. As raízes foram cortadas longitudinalmente, obtendo-se 200 amostras dentinárias, divididas aleatoriamente em 4 grupos (n = 50), de acordo com os métodos de secagem: (1) úmido: apenas aplicação de ponta aspiradora, (2) pontas de papel absorvente: ponta aspiradora + pontas de papel absorventes, (3) solução de etanol 70%: etanol 70% (1 minuto) + ponta aspiradora + pontas de papel absorvente, (4) solução de etanol 100%: etanol 100% (1 minuto) + ponta aspiradora + pontas de papel absorvente. As amostras dentinárias foram avaliadas com o auxílio do rugosímetro e goniômetro, dentro dos seguintes parâmetros de avaliação: (1) rugosidade superficial; (2) energia livre de superfície e (3) ângulo de contato formado entre o cimento AH Plus e superfície dentinária. No capítulo 2, o objetivo foi avaliar a influência do etanol no preenchimento dos túbulos dentinários. Foram selecionadas 40 raízes de dentes humanos anteriores superiores...

Três ensaios sobre os mercados de gasolina, etanol e açúcar no Brasil

Melo, André de Souza; Sampaio, Yony de Sá Barreto (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Este trabalho é divido em três ensaios sobre o mercado de gasolina, etanol e açúcar no Brasil. O primeiro ensaio tem como objetivo analisar como o preço da gasolina reage a choques de demanda, oferta e atividade econômica. Analisa-se também como o preço se comporta, diante de mudanças no imposto sobre a gasolina (CIDE) e a mistura obrigatória do etanol na gasolina. Esse estudo é motivado pela grande importância do mercado de gasolina do Brasil, que desde 2002 é determinado pelas forças de mercado. No entanto a literatura aponta que o governo realiza intervenções no preço da gasolina, para evitar o efeito da volatilidade do preço do petróleo e também para evitar a inflação. Para desenvolver a análise utiliza-se o modelo de Vetores Autorregressivos (VAR). Como resultado, observa-se que o comportamento do preço da gasolina é determinado pela inflação no curto prazo e pela atividade econômica no longo prazo, havendo, portanto, pouca influência da oferta na variação do preço da gasolina. Isso indica que o comportamento do preço é determinado pela demanda e que a inflação é alvo de preocupação do governo e que a gasolina reflete o comportamento do índice de preço. O preço do petróleo também é fator importante na dinâmica do preço no longo prazo. O segundo ensaio visa analisar a relação entre o mercado de gasolina e o mercado de etanol. A literatura relaciona apenas o efeito substituição entre os combustíveis. No entanto o Brasil...

Relatório final da comparação interlaboratorial de acidez total em etanol por titulação potenciométrica automatizada

Ribeiro, Carla de Matos; Gonzaga, Fabiano Barbieri; Fraga, Isabel Cristina Serta; Gonçalves, Mary Ane; Sobral, Sidney Pereira; Cunha, Valnei Smarçaro da
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Relatório Técnico / Report
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
38 f.: il.; A busca por fontes renováveis e sustentáveis de energia tem contribuído para a transformação do etanol em um item estratégico no cenário econômico e político do Brasil e a viabilização do comércio nacional e internacional desse produto está diretamente relacionada à garantia de sua qualidade. O parâmetro acidez total é um dos parâmetros utilizados para a avaliação da qualidade de etanol combustível e tem sido aplicado como um indicativo do risco de corrosão que pode ser provocado por etanol de baixa qualidade [1]. Uma amostra de etanol pode conter constituintes ácidos originados do processo de produção do produto, do seu manuseio, da presença de aditivos, ou ainda da degradação ou contaminação do mesmo. Para etanol combustível, vários países têm estipulado limites máximos de acidez total em suas especificações e as metodologias utilizadas na determinação desse parâmetro são, em geral, baseadas em titulação colorimétrica. Como exemplos podem ser citadas as normas americana, ASTM D 1613 [2], européia, EN 15491 [3], e brasileria, ABNT NBR 9866 [4], cujos princípios de análise se baseiam na titulação do etanol com uma solução de base forte e determinação do ponto de equivalência através de um indicador (fenolftaleína ou α naftolftaleína). Como esses indicadores apresentam diferentes faixas de viragem...

Relatório final da comparação interlaboratorial para avaliação do desempenho de eletrodos na medição de pHe em etanol combustível

Inmetro, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia; Santos, Damares da Silva; Fraga, Isabel Cristina Serta; Gonçalves, Mary Ane; Santos, Paulo Roberto da Fonseca; Cunha, Valnei Smarçaro da; Ribeiro, Carla de Matos; Gonzaga, Fabiano Barbie
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Relatório Técnico / Report
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
44 f.: il.; O potencial do íon hidrogênio, denominado pH, é um dos parâmetros utilizados para a avaliação da qualidade de etanol combustível e tem sido aplicado como um indicativo do risco de corrosão que pode ser provocado por etanol de baixa qualidade. Por se tratar de um parâmetro que pode ser determinado por um procedimento simples de medição, e sem a exigência de equipamentos sofisticados e analistas especializados, a medição de pH em etanol combustível, denominada pHe, tem sido amplamente empregada com essa finalidade [1]. Diversas organizações nacionais e internacionais, através de regulamentações ou normas, têm estabelecido valores desejáveis de pH variando no intervalo de 6,5 a 9,0. Ao longo dos últimos anos, vários aspectos relacionados à medição do pH em matrizes não aquosas vem sendo discutidos, principalmente no que se refere à medição de pHe em matriz de etanol, tais como o uso de diferentes eletrodos de pH, a necessidade de medições rastreáveis ao Sistema Internacional de Unidades (SI), além da garantia da confiabilidade metrológica dessas medições. A determinação do pHe em etanol combustível é uma forma de se expressar a força ácida do meio, uma vez que esse parâmetro reflete a concentração de íons H+ livres em solução. Dessa forma...

Dependência térmica dos efeitos de glicerol e sorbitol a 1 M sobre a estabilização e desestabilização in vitro de eritrócitos humanos por etanol; Thermal dependence of the effects of 1 m glycerol and sorbitol on the in vitro stabilization and destabilization of human erythrocytes by ethanol

Reis, Francislene Glória de Freitas
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
CAPÍTULO II: Eritrócitos incubados em soluções salinas com concentrações crescentes de etanol sofrem alterações morfológicas e físico-químicas. Em solução salina de etanol a 2% os eritrócitos estão presentes em um estado morfológico expandido (R) e são designados como equinócitos. Entre 12,52 e 16,10% de etanol em solução salina, os eritrócitos do estado R sofrem uma transição sigmoidal de lise, com um ponto de meia-transição de lise (D50R) em 14,28% de etanol. Mas entre 24,67 e 28,37%, os eritrócitos apresentam uma transição de estabilização, com um ponto de meia transição de estabilização (S50) em 26,49% de etanol. Em solução salina de etanol a 32%, eritrócitos íntegros, em meio a alguns eritrócitos lisados, estão presentes em um estado morfológico contraído (T) e são designados como esferócitos. Em 28,37% de etanol começa uma transição sigmoidal de lise do estado T dos eritrócitos, com um ponto de meia transição (D50T) em 34,76% de etanol. A transição de estabilização seguida da desestabilização dos eritrócitos pelo etanol forma um “buraco” na curva de hemólise em função da concentração de etanol. O presente trabalho teve por objetivo estudar o efeito de dois osmólitos...

Caracterização da estabilização de eritrócitos por etanol

Silva, Luiz Fernando Gouvêa e
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
RESUMO - I A estabilidade de uma membrana biológica depende de sua composição bioquímica. As membranas são formadas por uma bicamada lipídica, onde algumas proteínas estão integralmente ou perifericamente inseridas. As estabilidades intrínsecas da bicamada lipídica e das proteínas de membrana vão determinar a estabilidade da membrana como um todo. Nessa revisão da literatura, nós discutimos alguns fatores que podem afetar a estabilidade de membrana, como a natureza dos ácidos graxos presentes nos lipídeos de membrana e o efeito de solutos caotrópicos e estabilizantes. Uma ênfase é dada à ação do etanol sobre as membranas biológicas. RESUMO - II Amostras de sangue provenientes de 12 voluntários do gênero masculino (20-28 anos) foram incubadas com 0 a 34 g.dl-1 de etanol e estudadas por espectrofotometria e microscopia de luz. Em 1.56 g.dl-1 de etanol os eritrócitos foram visualizados em um estado intacto ou expandido (R), e em 25 g.dl-1 de etanol, os eritrócitos apareceram em um estado contraído ou apertado (T), embora algumas estruturas sofreram ruptura nesta concentração de etanol. A dependência da percentagem de hemólise com a concentração de etanol mostrou três transições de natureza sigmoidal em toda extensão da concentração de etanol: uma desnaturação (D50R)...

Produção de hidrogênio a partir da reforma de metano e etanol em catalisadores de níquel com suportes a base de CeO2 e CeZrO2

Dantas, Sandra Cristina
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
No presente trabalho, o comportamento de catalisadores de níquel frente às reações de reforma do metano e do etanol foi avaliado. Para tanto, foram utilizadas amostras contendo 15% de níquel suportadas em Al2O3, CeO2/Al2O3, CeZrO2/Al2O3 e CeZrO2, uma amostra com adição de cério ao catalisador Ni/Al2O3 e catalisadores com teores de 5, 10 e 15% de níquel suportados em CeO2/Al2O3. Os catalisadores foram caracterizados por medida de área específica (BET), difração de raios X (DRX), redução à temperatura programada (TPR), dessorção de CO à temperatura programada (TPD-CO), dessorção de etanol à temperatura programada (TPD-etanol), espectroscopia de absorção de raios X na região de XANES, capacidade de armazenamento de oxigênio (OSC) e análise termogravimétrica (ATG). Os resultados de caracterização mostraram que, para os catalisadores com 15% de níquel em diferentes suportes, as amostras que contêm alumina apresentaram maiores áreas BET, que proporcionaram menor tamanho de partículas de NiO e maior dispersão aparente do níquel metálico. Através das técnicas de TPR, DRS e XANES, foram detectadas interações distintas entre os diferentes suportes e o níquel. Os resultados de redução observadas através do XANES indicam a seguinte ordem de grau de redução Ni/CeZrO2 > Ni/CeO2/Al2O3 > Ni/CeZrO2/Al2O3 > Ni/Al2O3. A partir da técnica de TPD-CO...

Produção de etanol de segunda geração por Scheffersomyces stipitis a partir de pentoses em processo extrativo à vácuo; Production of second generation ethanol by Schefferspmyces stipitis from pentoses by vacuum extractive process

Daniele Farias
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
A produção biotecnológica de etanol de segunda geração (2G) mediante o cultivo de Scheffersomyces stipitis a partir de pentoses de hidrolisados hemicelulósicos de resíduos agroindustriais é de grande interesse econômico. Isso porque esse processo pode agregar valor a estes resíduos, possibilitando substituir os combustíveis fósseis, além de promover um aproveitamento mais completo dos materiais. Somando-se a isso, a utilização de meios fermentativos com alta concentração de substrato é de grande interesse para a indústria, pois diminui de forma significativa o volume das dornas e da vinhaça. As grandes quantidades de etanol no meio consomem menos energia no processo de extração. Porém, esta alta concentração de etanol inibe o processo, surgindo necessidade do mesmo ser retirado do meio enquanto é produzido. A utilização de técnicas de extração melhora o desempenho do processo. O uso do evaporador flash possibilita usar altas concentrações de açúcares, o que tem como consequência maior produção de etanol, reduzindo o custo da destilação. Diante disto, o objetivo dest trabalho foi o de desenvolver uma tecnologia alternativa para transpor os gargalos hoje existentes na produção de etanol 2G a partir de pentoses através de um processo fermentativo com retenção de células...

Efeito genotóxico do etanol em neuroblastos de Drosophila melanogaster

Ribeiro,Ilda Patrícia; Gaivão,Isabel
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
Introdução: O cérebro é um importante alvo do etanol, sendo o consumo excessivo de álcool associado a danos cerebrais. Tem sido demonstrado que os produtos do metabolismo do etanol promovem alterações no DNA. Desta forma, e apesar de se verificar em Portugal uma tendência para a diminuição do consumo de álcool, pensamos ser pertinente a realização deste estudo. Objectivo: Avaliar a toxicidade e o potencial efeito genotóxico do etanol em Drosophila melanogaster in vivo utilizando o ensaio do cometa. Métodos: Realizou-se um estudo de toxicidade para o etanol com as concentrações de 0 %; 0,625 %; 1,25 %; 2,5 % e 5 % (v/v), administradas de forma crónica, seguindo-se a contagem dos descendentes adultos para a avaliação da sobrevivência relativa das drosófilas nas diferentes concentrações de etanol. Seguidamente, utilizaram-se neuroblastos de drosófila para a avaliação do efeito genotóxico pelo ensaio do cometa (ensaio de electroforese de células isoladas). Os danos de DNA são reportados através dos seguintes parâmetros: comprimento da cauda, percentagem de DNA na cauda e momento de cauda. Resultados: O etanol não apresentou toxicidade para a D. melanogaster, verificando-se, pelo contrário, um aumento no número de descendentes em todas as concentrações de etanol testadas...