Página 1 dos resultados de 1365 itens digitais encontrados em 0.067 segundos

O Jogo das fichas coloridas : estratégias de resolução de alunos do 12.º ano de escolaridade

Correia, Paulo Ferreira; Fernandes, José António
Fonte: Associação de Professores de Matemática Publicador: Associação de Professores de Matemática
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
85.91%
No presente estudo investigaram-se as estratégias usadas por alunos do 12º ano de escolaridade no jogo das fichas coloridas. Este jogo incorpora uma situação contraintuitiva envolvendo o conceito de probabilidade condicionada. Participaram no estudo 55 alunos de três turmas do 12º ano de escolaridade, de uma escola do distrito de Braga, que iam registando as suas previsões acerca dos resultados das várias rondas do jogo e os resultados realmente obtidos numa folha de papel preparada para esse efeito. Dos resultados obtidos, salienta-se a diversidade de estratégias e de conflitos surgidos. As estratégias revelaram-se limitadas quanto à referência aos conceitos probabilísticos envolvidos na situação do jogo e os conflitos também explicam as mudanças de estratégia verificadas em muitos alunos ao longo da realização do jogo.

Estratégias usadas por alunos do 7º ano na resolução de tarefas estatísticas

Ribeiro, Andreia Filipa Teixeira Salgado; Correia, Paulo Ferreira; Fernandes, José António
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação Publicador: Universidade do Minho. Centro de Investigação em Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
85.98%
O presente artigo é baseado num estudo desenvolvido ao longo do estágio curricular e centra-se no estudo das estratégias de resolução usadas por alunos do 7º ano de escolaridade em tarefas estatísticas envolvendo os conceitos de média, moda e mediana. Este estudo foi desenvolvido numa turma do 7º ano de escolaridade, com 19 alunos, e recorreu-se ao trabalho de grupo, a tarefas abertas e a discussões coletivas como metodologias de ensino-aprendizagem. Os dados usados no estudo foram obtidos a partir de diversos métodos: inicialmente, os alunos resolveram uma ficha de avaliação diagnóstica apenas sobre conteúdos estatísticos; de seguida, recolheram-se todas as produções escritas dos alunos durante toda a intervenção, gravando em vídeo ainda todas as aulas; e, por fim, os alunos resolveram uma ficha de avaliação sobre as medidas de tendência central. Em termos de resultados, identificaram-se neste estudo, cinco tipos de estratégias de resolução: estratégia de tentativa-e-erro; estratégia de compensação; estratégia de representação gráfica; estratégia aritmética e, por fim, estratégia algébrica.

A influência do empenhamento organizacional e profissional dos enfermeiros nas estratégias de resolução dos conflitos

Pinho, Paula Maria de Alegria
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 03/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.04%
As mudanças na área da saúde e o conjunto de alterações estruturais na profissão e carreira de enfermagem interferem na dinâmica e estabilidade do futuro dos enfermeiros forçando-nos a questionar se as organizações de saúde prosseguem os valores, interesses e objectivos profissionais dos enfermeiros. O objectivo deste trabalho é estudar a influência do empenhamento organizacional e profissional dos enfermeiros nas estratégias de resolução de conflitos. Trata-se duma pesquisa não experimental de natureza quantitativa e transversal, seguindo uma via descritivo-correlacional. Os dados foram obtidos através da aplicação de um questionário a 102 enfermeiros a exercer funções em diferentes tipos de unidades de Cuidados de Saúde Primários, existentes nos Agrupamentos de Centros de Saúde da Região Dão-Lafões, sendo a amostra, na maioria do sexo feminino (82,4%), com idade média de 39,33 anos. Como instrumentos de medida utilizámos três escalas que agrupam um total de nove subescalas que pretendem avaliar: o empenhamento organizacional, através do modelo adaptado de Meyer e Allen (1997), “ Organizational Commitment Questionnaire”, o empenhamento profissional, através “Attitudinal Commitment Scale‖...

Wiki como fator promotor de resolução de problemas : um estudo de caso no ensino da informática

Sá, José Paulo da Silva Correia de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.05%
O ensino da modulação de dados, na área da informática, representa dificuldades de aprendizagem na teoria de Bases de Dados e, assim, tornouse urgente e fundamental experimentar e encontrar novas estratégias que promovam o sucesso nestes conteúdos. Neste projeto de investigação foi utilizada uma metodologia de investigação qualitativa de estudo de caso. O estudo faz parte de um conjunto de três investigações em rede, sobre o impacto da utilização da ferramenta wiki no ensino da Informática baseado na resolução de problemas. Assim, e com base no enquadramento teórico, foram desenvolvidas estratégias de ensino baseadas na resolução de ploblemas no módulo 13 da disciplina de Programação e Sistemas de Informação (PSI), onde o investigador assumia o papel de investigador não participante. O estudo envolveu 26 alunos do curso Profissional de nível 4, do 2º ano do ciclo de formação do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, de São João da Madeira. O estudo encontra-se estruturado em quatro etapas. Na 1ª etapa faz-se a planificação da investigação. Na 2ª etapa, desenvolve-se e aplica-se o questionário inicial que tem como objetivos: caracterizar os alunos, conhecer a familiaridade desses alunos com as Tecnologias da Informação e da Comunicação (nomeadamente a wiki) e compreender a atitude dos alunos face à resolução de problemas no ensino da informática. Na 3ª etapa elabora-se a planificação e a descrição da implementação das novas estratégias de ensino que incluem a utilização da ferramenta wiki na atividade em PSI. Na 4ª etapa aplica-se o questionário final que foi elaborado com base no questionário inicial e aplicado após a implementação da metodologia...

O contributo do GeoGebra no desenvolvimento da capacidade de resolução de problemas de alunos do 8º ano do ensino básico

Lavado, Anabela de Jesus Machado
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106%
O presente estudo tem como objetivo compreender como pode um contexto de sala de aula apoiado pelo GeoGebra contribuir para promover o desenvolvimento da capacidade de resolução de problemas de alunos do 8.º ano do Ensino Básico. Esta capacidade transversal é especialmente importante nas atuais orientações curriculares. O estudo, pelos objetivos definidos e natureza dos dados recolhidos, constitui uma investigação qualitativa, concretizada pela modalidade de estudo de caso de uma turma participante numa intervenção didática centrada na resolução de problemas geométricos. Conclui-se que as resoluções dos problemas apresentadas pelos alunos com o Geogebra são, na maioria, adequadas e rigorosas mas não apresentam robustez. Em relação às estratégias de resolução, as duas mais utilizadas pelos alunos foram Fazer um diagrama ou esquema e Fazer tentativa mas alguns conciliaram diversas estratégias. Em relação à formulação de problemas, a maioria optou por fazer variações dos problemas iniciais, variando o contexto ou os dados; ### Abstract: GeoGebra contribution to the development of problem solving abilities in 8th grade students The objective of this study is to determine how GeoGebra, used in classroom situations...

Stress, burnout e estratégias de coping em estudantes do 1º ano da Academia Militar

Soares, Carla Marcelina Spencer
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012; A Academia Militar é uma instituição altamente estruturada que exige o cumprimento de normas e regras rígidas, potenciando deste modo, o aparecimento de reacções de stress particularmente durante o 1ºano. Assim, os estudantes do Ensino Superior Militar constituem uma população sujeita a elevados níveis de stress. Desta forma, o presente estudo tem como finalidades analisar os estados emocionais, nomeadamente a ansiedade, a depressão e stress e os níveis de burnout dos alunos do primeiro ano da Academia Militar, assim como analisar a forma como lidam (Estratégias de Coping) para enfrentar estas situações. A amostra é constituída por 113 alunos da Academia Militar com idades compreendidas entre 18 e os 24 anos. Para a recolha dos dados foram utilizados três questionários: a Escala de Ansiedade, Depressão e Stress (Lovibond & Lovibond, 1995), adaptação de Pais-Ribeiro, Honrado e Leal (2004); o Ways of Coping Questionnaire (Folkman & Lazarus, 1988b), adaptação de Pais-Ribeiro e Santos (2001) e o Maslach Burnout Inventory-Student Survey (2002), adaptação de Maroco e Tecedeiro (2009). Os resultados revelam que os alunos que apresentam maiores níveis de Depressão e Stress utilizam mais a estratégia de Fuga-Evitamento e desta forma desenvolvem maiores sentimentos de Exaustão Emocional e de Descrença. No entanto...

Stresse profissional e estratégias de coping em consultores externos

Pinto, Susana Loureiro de Campos
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012; O presente estudo incide sobre a caracterização do stresse profissional e estratégias de coping de um grupo profissional muito pouco estudado: os Consultores Externos. Para tal, utilizaram-se dois instrumentos de medição – Inventário sobre o Stresse Profissional (Spielberger & Vagg, 1999) e Questionário de Estratégias de Coping (Folkman, & Lazarus, 1988), obtendo-se a participação voluntária de 36 Consultores. Para averiguar se os Consultores apresentam níveis superiores de stresse, recorreu-se à comparação com grupos profissionais previamente estudados: Administrativos e Gestores (Vaz, 2010) e Professores e Bancários (Rafael, 2001). Os Consultores demonstraram um nível global de stresse mais elevado, sendo os stressores mais significativos o “”Trabalho para além do horário”, o “Cumprimento de prazos” e o “Tempo pessoal insuficiente”. Para lidar com o stresse, os Consultores recorrem mais à estratégia de coping “Resolução planeada do problema” e em seguida às estratégias “Assumir responsabilidades” e “Suporte social”. As correlações entre as respostas dos itens do Inventário e as estratégias de coping atingiram alguns níveis significativos...

Auto-estima, conhecimento do par amoroso e estratégias de coping : percepção dos jovens adultos sobre o apoio à relação amorosa

Botelho, Nídia Nair dos Santos
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.93%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2012; O presente estudo tem como objectivo principal perceber de que forma os jovens adultos percepcionam a auto-estima, o auto-conceito, o conhecimento do par amoroso e as estratégias de resolução de conflitos (estratégias de coping e estratégias de gestão da negatividade), como recurso para a relação amorosa, e ainda como é que os três primeiros se relacionam com as estratégias de resolução de conflitos. Recorreu-se a uma abordagem qualitativa, onde foram realizadas entrevistas a 6 casais, utilizando-se o método da entrevista semi-estruturada bem como o mapa dos recursos do casal (Murray & Murray, Jr., 2004). A amostra é composta por 12 indivíduos, de ambos os sexos, que residem na área metropolitana de Lisboa e Porto, com idades compreendidas entre os 18 e os 28 anos. Os resultados sugerem que jovens adultos que se encontrem numa relação amorosa referem como factor mais protector da relação o conhecimento do par amoroso e que as estratégias de coping são as que retiram mais apoio, ainda que tenham sido, de uma forma global, avaliadas como um apoio positivo para a relação. Estes dados demonstram a necessidade de se elaborarem mais estudos nesta faixa etária...

A influência do empenhamento organizacional e profissional dos enfermeiros nas estratégias de resolução de conflito

Santos, Daniela Maria do Nascimento
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
96.03%
Mestrado em Gestão dos Serviços de Saúde JEL Sistema de Classificação: Time Allocation, Work Behavior, Employment determination and Creation (J29), Firm Objectives, Organization and Behavior (L23).; Actualmente as instituições hospitalares sofrem um conjunto de alterações estruturais, processuais e políticas bem como a profissão e carreira de enfermagem. Estas transformações conjuntas interferem na dinâmica e estabilidade do futuro dos enfermeiros. O estudo pretende analisar a influência do empenhamento organizacional e profissional dos enfermeiros na adopção de estratégias de resolução de conflitos com a organização de saúde. A investigação quantitativa e exploratória desenvolvida através de questionário reúne uma amostra de 118 enfermeiros dos Serviços de Urgência e Unidades de Cuidados Intensivos de hospitais de Lisboa e Porto. As três escalas aplicadas agrupando um total de nove sub-escalas pretenderam avaliar (1) o empenhamento organizacional afectivo, normativo e instrumental; (2) o interesse, desafio e relevância da profissão; (3) as estratégias de resolução de conflitos integrativas, construtivas e competitivas. As hipóteses formuladas no estudo foram analisadas através de medidas de associação linear e de regressão linear múltipla. Os resultados apontam moderado empenhamento afectivo e instrumental e fraco empenhamento normativo dos enfermeiros relativamente à organização. A profissão de enfermagem revela-se interessante e desafiante para os profissionais embora seja sentida pouca relevância no contexto pessoal e social. Contudo...

Processos de resolução de problemas: uma abordagem à construção de conhecimento matemático por crianças do ensino primário

Pires, Maria Isabel Valente
Fonte: Universidade Nova de Lisboa: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Universidade Nova de Lisboa: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1992 POR
Relevância na Pesquisa
86.01%
Dissertação de mestrado em Ciências da Educação: área de Educação e Desenvolvimento; Um olhar sobre a Educação Matemática revela-nos a importância que a resolução de problemas tem vindo a assumir nos últimos tempos, não só como uma das suas principais finalidades, mas ainda como meio privilegiado de construção do conhecimento. O modelo de ensino e aprendizagem da Matemática elaborado para o Projecto «Ensinar é Investigar» centrou-se na resolução de problemas considerada nessa dupla perspectiva. A metodologia utilizada conferia grande liberdade à criança para procurar as suas próprias estratégias e construir processos de resolução de problemas. Com o presente estudo procurou-se analisar esses processos construídos pelas crianças para encontrarem a solução dos problemas que lhes eram propostos. Uma metodologia de investigação de cariz essencialmente qualitativo, por vezes apoiada em tratamentos estatísticos, permitiu detectar a utilização regular de algumas estratégias bem como a existência de relações entre os processos construídos por cada criança e o seu nível de competência matemática.

Estratégias de resolução de conflito em crianças em desenvolvimento normal de linguagem: cooperação ou individualismo?

Paula,Erica Macêdo de; Befi-Lopes,Debora Maria
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
85.98%
OBJETIVO: Verificar as habilidades de resolução de conflito de crianças de 7 e 8 anos em desenvolvimento normal de linguagem. MÉTODOS: Participaram do estudo 40 crianças em desenvolvimento normal de linguagem, com idades entre 7 anos e 8 anos e 11 meses. Para avaliar as habilidades de resolução de conflito foram apresentados cinco contextos hipotéticos de conflito. Após a apresentação de cada história, foi feita a seguinte pergunta: "Se você fosse ele [avaliadora aponta para o personagem da história], o que você faria?". As respostas foram agrupadas em cinco níveis e pontuadas da seguinte forma: nível 0 (soluções que não se enquadram nos demais níveis) - zero ponto; nível 1 (soluções físicas) - um ponto; nível 2 (soluções unilaterais) - dois pontos; nível 3 (soluções cooperativas) - três pontos e nível 4 (soluções mútuas) - quatro pontos. RESULTADOS: A maioria das estratégias propostas pertenciam aos níveis 2 (M=2,55±0,34) e 3 (M=1,53±1,26). Foi observada correlação significante e positiva (p=0,03, r=0,34), porém ruim, entre a faixa etária das crianças e a pontuação na prova de resolução de conflito. Esses resultados indicam que aos 7 e 8 anos as crianças ainda utilizam frequentemente estratégias unilaterais...

Estratégias de resolução de conflito em crianças em desenvolvimento normal de linguagem: cooperação ou individualismo?; Conflict resolution strategies in children with normal language development: cooperation or individualism?

PAULA, Erica Macêdo de; BEFI-LOPES, Debora Maria
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
OBJETIVO: Verificar as habilidades de resolução de conflito de crianças de 7 e 8 anos em desenvolvimento normal de linguagem. MÉTODOS: Participaram do estudo 40 crianças em desenvolvimento normal de linguagem, com idades entre 7 anos e 8 anos e 11 meses. Para avaliar as habilidades de resolução de conflito foram apresentados cinco contextos hipotéticos de conflito. Após a apresentação de cada história, foi feita a seguinte pergunta: "Se você fosse ele [avaliadora aponta para o personagem da história], o que você faria?". As respostas foram agrupadas em cinco níveis e pontuadas da seguinte forma: nível 0 (soluções que não se enquadram nos demais níveis) - zero ponto; nível 1 (soluções físicas) - um ponto; nível 2 (soluções unilaterais) - dois pontos; nível 3 (soluções cooperativas) - três pontos e nível 4 (soluções mútuas) - quatro pontos. RESULTADOS: A maioria das estratégias propostas pertenciam aos níveis 2 (M=2,55±0,34) e 3 (M=1,53±1,26). Foi observada correlação significante e positiva (p=0,03, r=0,34), porém ruim, entre a faixa etária das crianças e a pontuação na prova de resolução de conflito. Esses resultados indicam que aos 7 e 8 anos as crianças ainda utilizam frequentemente estratégias unilaterais...

Diferenças culturais e de gênero em conflitos de pré-escolares; Cultural and gender differences in preschool children's conflicts

MORAIS, Maria de Lima Salum e; OTTA, Emma
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
85.86%
O estudo compara episódios de conflitos entre crianças de quatro a cinco anos de idade, pertencentes a dois grupos culturais: um de uma grande metrópole (São Paulo) e outro de uma pequena comunidade praiana do estado de São Paulo (Ubatuba). Foram observadas 39 crianças (20 meninas e 19 meninos). Analisaram-se os motivos, as estratégias de oposição, as reações à oposição e o desenlace de conflitos. Nos dois grupos e gêneros, o motivo mais freqüente para os conflitos foi a disputa por brinquedos e as estratégias de resolução pró-sociais mesclaram-se com as coercitivas. Algumas diferenças comportamentais de gênero encontradas nas crianças de São Paulo, diferentemente do que se observou em Ubatuba, assemelharam-se às verificadas em estudos europeus e norte-americanos: os meninos se mostraram mais agressivos e as meninas, mais conciliadoras. As crianças paulistanas apresentaram maior número de táticas verbais, enquanto as estratégias diretas e proximais predominaram entre as ubatubanas. O estudo evidencia a importância de considerar as influências culturais na resolução de conflitos entre crianças.; The study compares conflict episodes of four- to five-year-old children of two cultural groups: one from a big city (São Paulo)...

Estratégias de resolução de problemas: construção de conhecimento matemático por alunos de currículos alternativos

Mendes, Marco Miguel da Silva
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.11%
Este trabalho procurou analisar/compreender se o aluno, que frequenta uma turma onde se desenvolve um currículo alternativo de Matemática, poderia, com base numa prática letiva assente na resolução de problemas, criar e/ou utilizar estratégias de resolução que levassem à construção de conhecimento matemático e à sua efetiva utilização. Procurou, igualmente, compreender em que medida essa prática, poderia constituir um fator influente na melhoria da aprendizagem e também no sentido de influenciar a sua relação coma Matemática. As questões orientadoras do estudo foram as seguintes: a) As estratégias de resolução criadas e/ou utilizadas pelos alunos para resolverem problemas evidenciam alguma prática regular? b) As diferentes estratégias de resolução utilizadas pelos alunos na resolução de problemas permitem a construção de conhecimento matemático? c) Em que medida a prática letiva com base na resolução de problemas pode ser fator influente na melhoria da aprendizagem matemática de alunos que frequentam uma turma onde se desenvolve um currículo alternativo? d) De que modo essa prática pode influenciar a relação com a Matemática de alunos inseridos numa turma onde se desenvolve um currículo alternativo? Metodologicamente...

Estratégias de resolução de comportamentos de oposição e desafio

Antunes, Mónica Sofia Pereira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
95.89%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; O presente relatório é o produto do trabalho desenvolvido nos contextos de creche e jardim-de-infância, que teve por base uma análise reflexiva, crítica e fundamentada da intervenção. Posto isto, a sua redação tem como objetivo refletir acerca dos dois contextos, por intermédio da caracterização dos seus agentes educativos - equipa educativa, família das crianças, grupo de crianças. Procura-se que este trabalho seja uma partilha de experiências vividas e refletidas em ambos os contextos, sendo que por isso, ao longo de todo o relatório estão patentes excertos de reflexões que ilustram o que é referido e fundamentam as intenções para a ação. No decorrer da minha Prática Profissional Supervisionada (PPS) reconheci uma problemática – estratégias de resolução para comportamentos de oposição e desafio – que já tinha me tinha suscitado interesse pelo seu carácter determinante na ação de um(a) educador(a). Este subtópico do relatório tem início com a explicitação do tema por meio da mobilização de referencial teórico, que contribui para o conhecimento aprofundado do tema, bem como de alguns conceitos que lhe estão inerentes. É objetivo do estudo da problemática a identificação dos comportamentos que antecedem os comportamentos de oposição e desafio...

Desenvolvimento do sentido de número num contexto de resolução de problemas em alunos do 1º Ciclo Básico

Gonçalves, Andreia Cláudia Jacinto
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
86.06%
Tese de mestrado em Educação (Didáctica da Matemática), apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2009; O presente estudo, integrado na área da Educação da Matemática, tem por principal objectivo compreender como alunos do primeiro ano de escolaridade mobilizam aspectos do sentido de número na resolução de problemas numéricos. Neste âmbito, foram definidas as seguintes questões de investigação: i) Que estratégias utilizam ao alunos na resolução de problemas numéricos?; ii) Que dificuldades experienciam os alunos na resolução de problemas numéricos?; iii) Que contextos favorecem a resolução de problemas numéricos? Neste âmbito, elaborou-se uma proposta pedagógica que foi desenvolvida, ao longo de seis aulas, durante o ano lectivo 2007/2008. Em termos metodológicos, optou-se por uma metodologia qualitativa de investigação e pela realização de três estudos de caso cujo foco foram três alunos da turma. Os métodos de recolha de dados foram a observação participante, entrevistas de natureza clínica e recolha documental. A análise dos dados permite evidenciar uma significativa motivação dos alunos na resolução dos problemas numéricos, tendo recorrido a diferentes estratégias em que mobilizaram diversos aspectos do sentido de número. Ao longo da proposta pedagógica parecem ter ido usando estratégias e raciocínios flexíveis desenvolvidos por eles próprios. Há indícios de que...

Aprender a resolver problemas; um estudo com alunos do 2º ano de escolaridade

Sousa, Cristina de Jesus Cardoso
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
96.08%
Este estudo centra-se na temática da resolução de problemas, tendo como objetivo principal compreender o modo como os alunos do 2.º ano de escolaridade resolvem problemas. Mais concretamente pretende identificar as estratégias usadas pelos alunos para resolver os problemas, as etapas de resolução de problemas de Pólya por que passam e as dificuldades que manifestam. A fundamentação teórica apresenta essencialmente os seguintes tópicos: a importância da resolução de problemas; a resolução de problemas na aula de Matemática; caracterização de problema, etapas e estratégias de resolução; e, por fim, a resolução de problemas nas orientações curriculares. O estudo segue uma abordagem qualitativa e insere-se no paradigma interpretativo. Nele participaram vinte alunos de uma turma do 2.º ano de escolaridade, tendo sido escolhidos quatro alunos para uma análise mais aprofundada das suas resoluções. A recolha de dados decorreu durante cinco semanas e um dia após o final do estágio, e foi conseguida através da observação participante e da recolha documental. Os seis problemas propostos foram construídos ou adaptados por mim, tendo subjacente uma estratégia de resolução de problemas diferente. O seu trabalho em sala de aula baseou-se numa prática de ensino exploratório. As conclusões deste estudo evidenciam que: (i) os alunos recorrem a diversas estratégias para resolver problemas; (ii) nos problemas propostos verifica-se a preferência pela estratégia “fazer uma simulação/dramatização/experimentação”; (iii) as principais dificuldades apresentadas relacionam-se com a compreensão dos enunciados...

Resolução de problemas envolvendo áreas e perímetros; um estudo no 5º ano de escolaridade

Nunes, Lauriana Maria Pires
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
85.98%
O presente trabalho incide num projeto de investigação desenvolvido, no ano letivo 2014/2015, no âmbito da unidade curricular Estágio no 2.º Ciclo do curso de Mestrado em Ensino do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico. O objetivo principal deste projeto é compreender de que modo alunos do 5.º ano de escolaridade resolvem problemas que envolvem os conceitos de área e de perímetro de figuras geométricas planas. Em particular, pretende-se perceber como é que interpretam os problemas, que estratégias utilizam para os resolver e que dificuldades experienciam. No enquadramento teórico do estudo, foca-se, nomeadamente o significado de grandezas e medidas, aborda-se a aprendizagem do processo de medição e apresentam-se ideias consideradas relevantes para o ensino e a aprendizagem dos conceitos de perímetro e de área. Do ponto de vista metodológico, o estudo insere-se numa abordagem qualitativa de investigação e enquadra-se no paradigma interpretativo. Neste âmbito, foi realizada uma intervenção pedagógica em que foram propostas tarefas envolvendo os conceitos de área e de perímetro. Visando aprofundar a compreensão sobre o modo como os alunos resolvem problemas envolvendo estes conceitos, foram realizados dois estudos de caso. Os dados empíricos foram recolhidos através da observação participante...

FORMAÇÃO DE TRADUTORES: UMA PROPOSTA DE INVESTIGAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DAS SUBCOMPETÊNCIAS ESTRATÉGICA E INSTRUMENTAL

Campos, Tânia Liparini; Braga, Camila N. de O.
Fonte: Cultura e Tradução Publicador: Cultura e Tradução
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
85.96%
Este trabalho, desenvolvido no âmbito do projeto Competência Tradutória e Formação de Tradutores: o desenvolvimento das subcompetências específicas do tradutor (CNPq 485158/2013-2), tem como principal objetivo investigar, a partir de uma abordagem processual, o desenvolvimento das subcompetências estratégica e instrumental em tradutores em formação, a partir da identificação das principais estratégias de resolução de problemas de tradução adotadas pelos sujeitos de pesquisa. Parte-se do modelo de Competência Tradutória (CT) proposto pelo Grupo PACTE (2003), que define a CT como o conjunto de conhecimentos e habilidades necessários para a realização de uma tarefa de tradução. De acordo com o modelo de PACTE, a CT é composta pelas subcompetências bilíngue, extralinguística, conhecimentos em tradução, instrumental e estratégica, sendo as duas últimas relacionadas ao uso de fontes de documentação e ao gerenciamento do processo de tradução e elaboração de estratégias de resolução de problemas, respectivamente. Pretende-se, por meio de um estudo longitudinal, caracterizar três estágios distintos de desenvolvimento das subcompetências estratégica e instrumental em tradutores em formação. Até o presente momento...

Pacientes em radioterapia: um estudo de coping

Paula Júnior,Wanderley de; Zanini,Daniela Sacramento
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
85.75%
Esta pesquisa visa identificar as estratégias de coping, nível de estresse, bem-estar subjetivo e processos de resiliência em pacientes com câncer em radioterapia. A amostra foi constituída de 60 pacientes com idades entre 26 a 82 anos (M=52,52, DP=13,25), sendo 66,70% do sexo feminino e 33,3% do masculino. Foram aplicados as escalas de Bem-Estar Subjetivo, o Inventário de Resiliência, o Inventário de Sintomas de Estresse e Coping Response Inventory - Adult Form (CRI-A). Os resultados demonstraram índices elevados de estresse psicológico, pontuação elevada em resiliência do tipo inovação e tenacidade, bem-estar subjetivo do tipo afeto positivo e enfrentamento focado no problema. Entre os seis fatores de resiliência dois deles, inovação e tenacidade e satisfação no trabalho estão relacionados com afetos positivos e o uso de estratégias de resolução de problemas. Os dados discutidos foram baseados nos estudos em psico-oncologia.