Página 1 dos resultados de 4680 itens digitais encontrados em 0.045 segundos

O modo indicativo do espanhol: estratégias de aprendizagem, crenças e ensino a/por brasileiros; Indicative Mode of the Spanish language learning strategies, beliefs and the teaching to/by Brazilians.

Reis, Marta Aparecida Oliveira Balbino dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.09%
Nesta pesquisa tratamos de questões relacionadas ao ensino e à aprendizagem dos paradigmas verbais do espanhol a/por brasileiros. Tomamos como ponto de partida a hipótese de que, para obter resultados satisfatórios no ensino dos verbos do espanhol, em especial do modo indicativo, a aprendizes brasileiros, é necessário utilizar uma metodologia que obedeça a parâmetros didático-pedagógicos específicos sobre os sistemas verbais dos dois idiomas e que atenda às peculiaridades do nosso alunado. Tivemos por objetivos neste estudo: i) apresentar questões de ordem teórica sobre ensino de línguas próximas e ensino de gramática; ii) descrever e analisar os sistemas verbais do português do Brasil e do espanhol com ênfase no modo indicativo e identificar as convergências e divergências entre as duas línguas, em nível morfológico; iii) refletir sobre as consequências dessas convergências e divergências no processo de ensino e aprendizagem; iv) realizar uma pesquisa in loco com alunos e professores de um curso de licenciatura em Letras/Língua Espanhola; v) realizar um estudo sobre estratégias de aprendizagem e crenças sobre ensino e aprendizagem do sistema verbal da língua espanhola a/por brasileiros. O referencial teórico utilizado para o alcance desses objetivos conformou-se...

Engenharia de transportes no ensino de graduação: competências, habilidades, processo de ensino-aprendizagem e avaliação; Transportation engineering education for undergraduate students: competencies, skills, teaching-learning and evaluation

Silva Junior, Carlos Alberto Prado da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.01%
O ensino de graduação em engenharia deveria estar amparado nos seguintes aspectos: i) especificação de objetivos educacionais alinhados com os conteúdos das principais áreas de conhecimento e com as competências e habilidades pretendidas; ii) delimitação das estratégias de ensino-aprendizagem; e iii) os mecanismos de avaliação da aprendizagem. Este trabalho teve como objetivo introduzir, monitorar e avaliar alterações em uma abordagem pedagógica que mesclou aulas expositivas e aprendizagem ativa, concebida com o propósito de ampliar competências e habilidades de alunos de graduação para a área de Engenharia de Transportes. Esta abordagem envolveu processo de ensino-aprendizagem e avaliação da aprendizagem por meio das análises da aquisição de competências e habilidades dos alunos. Foram desenvolvidos estudos em uma disciplina que tratou de Planejamento e Análise de Sistemas de Transportes. Estes estudos envolveram o planejamento, o desenvolvimento e a avaliação do processo de ensino-aprendizagem. As atividades foram desenvolvidas em dois períodos letivos e em turmas diferentes. No primeiro período letivo apenas uma turma da referida disciplina participou dos experimentos. Já no segundo período letivo houve a participação de duas turmas da disciplina de Planejamento e Análise de Sistemas de Transportes. Os resultados indicam que o uso das estratégias de ensino-aprendizagem adotadas e de avaliação que combinou provas e mapas conceituais parece promissor e pode garantir um processo mais fidedigno. Além disso...

As estrategias de aprendizagem e a ansiedade de alunos do ensino fundamental

Elis Regina da Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2000 PT
Relevância na Pesquisa
86.17%
Estudos demonstram que as estratégias de aprendizagem desempenham um papel importante para o rendimento escolar. Pesquisas sobre estratégias de aprendizagem no Brasil são escassas. O objetivo desta pesquisa foi investigar o uso de estratégias de aprendizagem de alunos brasileiros do ensino fundamental, bem como verificar possíveis relações entre o uso de estratégias de aprendizagem e o nível de ansiedade por parte dos alunos de 2a, 4a , 6a e 8a séries do ensino fundamental. Os instrumentos utilizados foram : uma entrevista estruturada com questões abertas e fechadas sobre estratégias de aprendizagem e uma escala de ansiedade. Os resultados indicam que uma quantidade expressiva de alunos brasileiros desconhecem ou não sabem usar estratégias de maneira apropriada. Apesar dos estudantes terem relatado uma diversidade de estratégias de aprendizagem, mencionaram utilizá-las pouco freqüentemente. Fatores como série escolar, idade, gênero e repetência afetam o uso e o conhecimento de certas estratégias de aprendizagem. As estratégias de aprendizagem utilizadas por alunos brasileiros do ensino fundamental são similares às de outros países. Encontrou-se relações significativas entre ansiedade e o uso de algumas estratégias de aprendizagem. No presente estudo...

Auto-regulação da aprendizagem e a matematica escola; Self-regulated learning and school mathematics

Liliane Ferreira Neves Inglez de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.06%
Baseado numa perspectiva sócio-cognitivista de aprendizagem auto-regulada, o presente estudo teve como objetivo principal verificar a existência de relações entre as crenças de auto-eficácia matemática, a percepção de utilidade da Matemática e o uso de estratégias de aprendizagem entre alunos de diferentes séries escolares. Esta investigação foi levada a efeito em uma escola pública de um município do interior do estado de São Paulo e teve como participantes 119 alunos de quarta, sexta e oitava séries do Ensino Fundamental. Os dados foram coletados através de um questionário informativo; uma escala de auto-eficácia matemática; uma escala de utilidade da Matemática e um roteiro de entrevista estruturada sobre estratégias de aprendizagem. As entrevistas foram conduzidas individualmente, e os outros instrumentos foram aplicados coletivamente pela pesquisadora, em período normal de aula. A análise dos dados obtidos apontou a existência de relações entre auto-eficácia, estratégias de aprendizagem e desempenho escolar em Matemática. Porém não foi encon-trada relação entre a percepção de utilidade da Matemática e estratégias. Foi verificado ain-da que tanto a auto-eficácia como o uso de estratégias diminuíram ao longo das séries es-colares; Based on a socio-cognitive view of self-regulated learning...

Estratégias de aprendizagem no ensino fundamental : relações com regulação emocional, motivação e rendimento escolar; Learning strategies in elementary school : relationships with emotional regulation, motivation and school performance

Maria Gislaine Marques Perassinoto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
76.09%
Estudos e pesquisas mostram a importância das estratégias de aprendizagem para o processo de aquisição de conhecimentos e para a melhoria do rendimento escolar. A presente pesquisa investiga as estratégias de aprendizagem relatadas pelos alunos de 2ª, 4ª, 6ª e 8ª séries do Ensino Fundamental, de três escolas públicas do município de Hortolândia, sendo uma municipal (ensino de 1º ano a 4ª série) e duas estaduais (de 5ª a 8ª séries), em relação ao gênero, a idade, a série e ao rendimento escolar. Verifica ainda, se há correlação entre as estratégias de aprendizagem e a regulação emocional e entre as estratégias de aprendizagem e o tipo de motivação para aprender dos alunos. A amostra foi composta de 314 participantes, de ambos os sexos e com diferentes níveis de rendimento escolar, cuja faixa etária variou entre 7 a 17 anos. Para a coleta dos dados utilizou-se a Escala de Estratégias de Aprendizagem do Ensino Fundamental (EAEF), a Escala de Motivação para Aprender de Alunos do Ensino Fundamental (EMA), a Escala de Avaliação da Regulação Emocional para Estudantes do Ensino Fundamental (EREEF) e o Rendimento Escolar dos alunos nas disciplinas de Português e Matemática. As escalas foram aplicadas coletivamente...

Avaliação de treinamentos a distância : relações entre estratégias de aprendizagem e satisfação com o treinamento; Distance training evaluation : relationships between learning strategies and training satisfaction

Abbad, Gardênia da Silva; Corrêa, Vinícius Pinto; Meneses, Pedro Paulo Murce
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.01%
Estudos sobre a capacidade de os alunos gerirem seus próprios processos de aprendizagem tornam-se necessários à medida que as tecnologias da informação e comunicação são inseridas no campo do treinamento organizacional e transferem para os estudantes as responsabilidades anteriormente atribuídas aos professores. Este artigo, assim, analisa as relações entre estratégias de aprendizagem e satisfação com treinamentos. Realizada em uma organização pública, esta pesquisa abarcou 216 participantes de cinco cursos realizados a distância. Os dados coletados por meio de questionários aplicados no último dia de curso evidenciaram padrões de associação entre determinadas estratégias cognitivas de aprendizagem e satisfação com o desempenho da tutoria, com os procedimentos e os resultados e com a interface gráfica do curso. Apesar de não haver indícios sobre a direção dessas associações, especula-se que cursos adequadamente programados e que contem com tutoria ativa conduzem ao uso de estratégias úteis ao armazenamento, à recuperação e à utilização de informações. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; Studies concerning to the ability of the students manage their own learning processes become necessary as the information technology and communication are inserted in the field of organizational training and transfer to the students responsibilities previosly assigned to teachers. This paper...

Elementos dos jogos aplicados a um material instrucional sobre modelagem matemática de problemas físicos sob a ótica da Teoria da Aprendizagem Significativa

Costa, Thiago Machado da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
85.85%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, 2014.; Estudos feitos em todo o território brasileiro têm mostrado a ineficiência dos livros didáticos em possibilitar o acesso autônomo dos estudantes aos conteúdos de Física. A partir dos apontamentos dos estudantes em relação a esse aspecto, foi proposta a elaboração de um material instrucional e a formulação de uma sequência didática a partir do uso da mecânica de jogos. Partindo-se dos pressupostos da gamificação, aliadas às premissas da Teoria da Aprendizagem Significativa, foi feita uma intervenção a fim de tornar o aprendizado da física mais motivador e incentivador da tomada de consciência do aprendiz em relação ao próprio processo de aprendizagem. Para verificar essa ocorrência, estudantes de uma instituição de ensino particular de Brasília foram divididos em dois grupos, um dos quais foi submetido à proposta pensada. A aplicação de testes indicou um bom crescimento conceitual do Grupo Experimental em relação ao Controle, principalmente no que diz respeito às estratégias de resolução de problemas, enquanto os questionários de opinião revelaram a validação da proposta pelos estudantes. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; Studies throughout the Brazilian territory have shown the inefficiency of textbooks in enabling autonomous student access to the contents of Physics. From the notes of the students in relation to this aspect...

Contextos e estratégias de aprendizagem no trabalho docente : um estudo com professores do 1º CEB

Herdeiro, Rosalinda; Silva, Ana Maria Costa e
Fonte: Centro de Investigação e Intervenção Educativas (CIIE) Publicador: Centro de Investigação e Intervenção Educativas (CIIE)
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.09%
Nesta comunicação apresentaremos alguns dos resultados de uma investigação realizada entre 2008 e 2010, com professores do 1º CEB da zona norte de Portugal. A investigação realizada teve como principal objetivo perceber o impacto da publicação de dois normativos na (re)construção da identidade, na aprendizagem e no desenvolvimento profissional docente. Da publicação desses dois normativos, nomeadamente o novo Estatuto da Carreira Docente (ECD), Decreto-Lei nº 15/2007 de 19 de janeiro e do Decreto Regulamentar nº2/2008 de 10 de janeiro sobre a Avaliação do Desempenho Docente (ADD), emergiram um conjunto de reações que quisemos compreender de modo mais aprofundado. Sabemos que o Séc. XXI inicia com um conjunto de políticas educativas europeias, sustentadas numa sociedade e economia baseadas no conhecimento. Estas políticas visam promover, entre outras finalidades, a aprendizagem ao longo da vida como contributo de promoção da igualdade de oportunidades, do crescimento económico e do progresso. Assim, todas as atividades de aprendizagem intencionais, desenvolvidas ao longo da vida com o objetivo de adquirir, desenvolver ou melhorar os conhecimentos e as competências profissionais, lideram os planos estratégicos da governação a nível europeu com a expectativa de se atingir elevados padrões de ensino que promovam a qualidade das aprendizagens dos alunos e...

A compreensão evolutiva do ensino e da aprendizagem como promoção da melhoria da prática docente

Estrada, Célia Maria da Costa
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 14/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.07%
O presente relatório incide sobre o processo de ensino-aprendizagem, bem como sobre conceitos, abordagens e metodologias no ensino e na aprendizagem, contextualizando a minha experiência prática. Assim, numa primeira fase explano sobre o meu percurso educacional e profissional. São realçadas as dificuldades com que o professor estagiário se depara, como a ausência de experiência prática, a adequação do discurso e das metodologias. Todavia, o experienciar destas dificuldades permite adquirir competências necessárias ao exercício da atividade docente. É também descrita a condição de professora contratada que me permitiu conhecer realidades escolares distintas, ou seja, professores e alunos com caraterísticas e aspirações específicas, contextos sociais, culturais, familiares diversificados, que, de algum modo, se refletiam no ambiente escolar e nas condições de ensinar e de aprender. Seguidamente, é feita uma reflexão sobre o que é ensinar e diferentes abordagens no ensino: tradicional, comportamentalista, humanista, cognitivista, sociocultural e construtivista. O ato de ensinar não deve ser confundido com a mera transmissão de conhecimentos, reservando para o aluno apenas a condição de recetor. Trata-se...

Ensino da física em cursos de engenharia: percursos colaborativos no ensino superior

Oliveira, Cristina Maria Carvalho Gaspar de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
76.07%
A presente investigação insere-se no domínio científico da Didáctica, em particular no da Didáctica da Física no Ensino Superior. Pretende-se, com este trabalho, contribuir para o desenvolvimento do conhecimento Didáctico, nomeadamente sobre o ensino e a aprendizagem da Física no Ensino Superior e, ainda, sobre o trabalho colaborativo entre investigadores em Didáctica e professores da área das Ciências e Engenharias do Ensino Superior. O estudo empírico desenvolvido neste trabalho é constituído por duas partes, designadas por estudo A e estudo B. No estudo A analisa-se o impacto da implementação, em sala de aula, de estratégias de aprendizagem activa num contexto colaborativo entre investigadora e professora. Fá-lo através de um percurso metodológico de investigação-acção, na qual a investigadora actua como consultora. Utilizaram-se diferentes fontes e instrumentos na recolha de informação, nomeadamente notas de campo da investigadora, questionários e entrevistas a estudantes e entrevista à professora colaboradora. Foram implementadas estratégias identificadas na literatura como promotoras de aprendizagem activa dos estudantes, nomeadamente perguntas conceptuais; folhas de dúvidas; feedback; trabalho de grupo com e sem rotação de tarefas; trabalhos para casa e apresentação oral. Os resultados obtidos evidenciam que os estudantes sentiram interesse pela unidade curricular...

A autorregulação da aprendizagem para a construção da autonomia

Oliveira, Márcia Raquel da Mota
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.06%
O presente Relatório Final de Estágio foi elaborado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Nele expomos o projeto de intervenção e de investigação que implementámos no âmbito da componente de formação Prática Pedagógica Supervisionada que decorre em estreita articulação com Seminário de Investigação Educacional. Tratando-se de um projeto de intervenção e de investigação procurámos definir a problemática. Neste sentido, dada a importância que é hoje atribuida à educação pré-escolar, consideramos que é cada vez mais fundamental aumentar e melhorar a qualidade das aprendizagens proporcionadas às crianças. Assim, e tendo em consideração a literatura revista, uma das formas de aumentar e melhorar a qualidade das aprendizagens é através da utilização de estratégias facilitadoras do desenvolvimento das capacidades de autorregulação (Rosário, Núñez & González-Pienda, 2007a). O desenvolvimento destas capacidades permitirá que as crianças adquiram um conjunto de estratégias de aprendizagem essenciais à sua vida escolar futura e de formação ao longo da vida. Além disso, as crianças ao aprenderem a autorregular-se vão adquirindo e construindo a sua autonomia...

Orientações Motivacionais e Estratégias de Aprendizagem no Ensino Superior: Contributos para a compreensão da assiduidade às aulas dos estudantes de Enfermagem

Santos, Júlia
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
76.12%
Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação,Especialização em Educação e Desenvolvimento Social, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra; A formação em Enfermagem em Portugal bem como as concepções epistemológicas subjacentes ao seu desenvolvimento, têm sofrido profundas alterações ao longo dos tempos, pautando-se actualmente por um modelo assente no novo paradigma inserido no Processo de Bolonha, com uma formação centrada no estudante. O assumir deste pressuposto, a par com a nossa experiência como docente numa escola superior de enfermagem, constituem o estímulo para a realização deste estudo. Como referencial teórico, destaca-se no âmbito do desenvolvimento cognitivo, o modelo de desenvolvimento intelectual e ético de Perry (1970); no âmbito do desenvolvimento psicossocial, a teoria de Chickering (1969); no âmbito da motivação e estratégias da aprendizagem, o referencial de Pintrich (1991), Pintrich e Schunk (1996) e Biggs (2005) respectivamente, para além da referência a estudos portugueses realizados com estudantes do ensino superior, nomeadamente de enfermagem. Trata-se de um estudo transversal, com uma abordagem prioritariamente quantitativa...

Compreendendo relações entre estratégias de aprendizagem e a ansiedade de alunos do ensino fundamental de Campinas

Costa,Elis Regina da; Boruchovitch,Evely
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
86.04%
Pesquisas sugerem que um bom desempenho escolar envolve o uso eficiente de estratégias de aprendizagem e o controle de variáveis psicológicas do aluno. Tendo como base teórica a Psicologia Cognitiva baseada na Teoria do Processamento da Informação, este estudo verificou relações entre o uso de estratégias de aprendizagem e a ansiedade de 155 alunos do ensino fundamental de uma escola pública de Campinas. Utilizou-se como instrumentos para a coleta de dados uma entrevista estruturada sobre estratégias de aprendizagem e uma escala de ansiedade. De modo geral, os resultados parecem indicar que a ansiedade pode tanto favorecer, quanto interferir no uso adequado de estratégias de aprendizagem. Os dados são discutidos em termos de suas implicações educacionais e direções para futuras pesquisas sobre essa temática são apresentadas.

As estratégias de aprendizagem e a produção de textos narrativos

Costa,Elis Regina da; Boruchovitch,Evely
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
85.94%
O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a eficácia de uma intervenção em estratégias de aprendizagem na melhoria da qualidade da produção de textos de alunos. O estudo baseou-se num delineamento quase-experimental, realizado em 3 etapas: pré-teste, intervenção e pós-teste. A qualidade da produção textual foi avaliada por meio da comparação de dois textos narrativos (pré e pós-teste), quanto aos aspectos estruturais (presença de elementos básicos), ao nível de articulação de idéias (categorias hierárquicas), aos erros ortográficos e à quantidade de linhas escritas. Participaram do estudo 35 alunos da 6ª série de uma escola pública da cidade de Catalão, Goiás, que foram distribuídos aleatoriamente nos grupos experimental (N=18) e controle (N=17). Constatou-se que os alunos do grupo experimental produziram textos, no pós-teste, de melhor qualidade, caracterizados por uma estrutura narrativa adequada, idéias mais bem articuladas e maior quantidade de linhas escritas.

Estratégias de aprendizagem e fatores motivacionais relacionados

Souza,Liliane Ferreira Neves Inglez de
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
76.03%
O estudo sobre aprendizagem autorregulada de uma perspectiva sociocognitiva tem integrado fatores cognitivos, metacognitivos, afetivos e motivacionais. Um dos constructos mais investigados nesta área é o de estratégias de aprendizagem, pois seu uso pelos estudantes é considerado um importante indicativo do nível de autorregulação. Nota-se que embora muitos alunos conheçam um repertório de estratégias, nem sempre relatam utilizá-las com frequência. Assume-se, portanto, que esta atividade requer esforço e é marcadamente afetada pela motivação do aluno. Dessa forma, tem-se como finalidade neste artigo, discutir a relação entre estratégias de aprendizagem e algumas variáveis motivacionais que têm sido sistematicamente relacionadas a este constructo: autoeficácia, metas de realização e valor da tarefa.

Aprendizagem autorregulada de estudantes de pedagogia : suas estratégias de aprendizagem, teorias implícitas de intelegência e variáveis motivacionais; Learning self-regulation of pedagogy students : learning strategies, implicit theories of intelligence and motivational variables

Janete Aparecida da Silva Marini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.16%
A autorregulação é todo ato intencional que, agindo sobre os mecanismos de aprendizagem, favorece sua progressão e/ou redirecionamento. É um aspecto importante no processo de ensino que contribui para a organização do ato de aprender. Estudantes autorregulados utilizam uma série de estratégias cognitivas, metacognitivas e motivacionais que permitem a construção de conhecimentos relevantes. O presente estudo teve por objetivo conhecer as variáveis associadas à autorregulação da aprendizagem em estudantes de Pedagogia. Mais precisamente, investigou suas Teorias Implícitas de Inteligência, suas motivações e uso de estratégias de aprendizagem e autoprejudiciais. Na coleta de dados foram utilizados: Escala de Avaliação das Estratégias de Aprendizagem, Escala de Avaliação da Motivação para Aprender de Estudantes Universitários, Escala de Teorias Implícitas de Inteligência e Escala de Uso de Estratégias Autoprejudiciais. Foram aplicadas, também, três atividades autorreflexivas: duas referentes ao uso de Estratégias de Aprendizagem e uma relativa às Estratégias Autoprejudiciais. A amostra foi composta por 107 estudantes do curso de Pedagogia, com faixa etária entre 18 e 46 anos, provenientes de duas Instituições de Ensino Superior do Estado de São Paulo. As respostas dos participantes para as atividades autorreflexivas foram examinadas qualitativamente pela análise de conteúdo. Os resultados das escalas e de questões fechadas...

Um estudo sobre hábitos e estratégias de aprendizagem na realização de lição de casa de alunos do ensino fundamental; A study about habits and learning strategies in performing homework elementary school students

Susy Generoso Sacco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.14%
Pesquisas sobre a prática da lição de casa revelam que essa atividade pode ser favorável para estimular hábitos e uso de estratégias benéficos aos estudos extraescolares, assim como auxiliar na melhora do desempenho escolar do aluno. O presente estudo buscou conhecer a opinião dos estudantes a respeito da importância da atividade de lição de casa, investigar o relato de hábitos e uso de estratégias de aprendizagem na realização da atividade em questão por alunos do ensino fundamental, e verificar também se há relações entre o relato de hábitos e o uso de estratégias com o desempenho escolar dos discentes, o gênero e o ano escolar. Fizeram parte da pesquisa 280 estudantes dos seguintes anos: 3º, 5º, 7º e 9º do ensino fundamental, de duas escolas públicas do município de Piracicaba - SP. Os dados foram coletados por meio de uma questão aberta, na qual os alunos responderam sobre a importância da lição de casa e da aplicação da Escala de Avaliação de Hábitos e Estratégias Relativos à Realização da Lição de Casa. Para averiguar o rendimento escolar dos participantes, foram consultados o boletim de notas dos estudantes referente ao ano da coleta. Foi feita uma análise categorial para as respostas à questão aberta e sua descrição em percentagem. Os dados provenientes da escala foram estudados por meio de estatística descritiva e inferencial. Os resultados revelaram que a maioria dos alunos acreditam na importância da lição de casa. Encontrou-se correlação positiva entre o relato de hábitos e o uso de estratégias para a aprendizagem na realização da lição de casa e o desempenho escolar. No entanto...

Escala de estrategias de aprendizagem para o ensino fundamental : analise de suas propriedades psicometricas; Learning strategies scale for basic teaching : psychometric properties analysis

Katya Luciane de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
86.09%
O emprego de estratégias de aprendizagem no momento do estudo tem sido relacionado com alto desempenho escolar. O uso de estratégias, o monitoramento e a regulação do comportamento de estudo também são apontados como favoráveis ao aprendizado eficaz. Nesta pesquisa, buscou-se averiguar as propriedades psicométricas de uma escala de estratégias de aprendizagem desenvolvida, em 2004, por Boruchovitch e Santos. Participaram do estudo 815 alunos do ensino fundamental, matriculadas em escolas públicas e privadas dos estados de São Paulo e Minas Gerais. A análise fatorial exploratória indicou que 31 itens demonstraram carga fatorial acima de 0,30 e foram agrupados em uma estrutura de três fatores com bons índices de consistência interna, considerando a escala toda (α=0,79) e as subescalas Ausência de estratégias de aprendizagem (α=0,80), Estratégias cognitivas (α=0,74) e Estratégias metacognitivas (α=0,62). Os dados também revelaram que o instrumento apresenta evidências de validade de conteúdo, de critério, concorrente e preditivo, apresentando também consistência dos resultados (fidedignidade) em razão da estabilidade temporal. Com as evidências obtidas sugere-se que a utilização da escala de estratégias de aprendizagem de Boruchovitch e Santos (2004b) pode ser empregada como recurso eficaz por educadores e psicólogos na avaliação psicoeducacional.; The use of learning strategies at the moment of studying has been related to high scholar performance. The utilization of strategies...

A intervenção por meio da instrução em estrategias de aprendizagem : contribuiçoes para a produçao de textos

Elis Regina da Costa Rios
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
86.16%
Nos últimos anos, pesquisadores e educadores têm se dedicado a investigar qual a forma mais eficiente e adequada de se ensinar estratégias de aprendizagem aos alunos. Programas de intervenção voltados para o ensino de estratégias de aprendizagem ajudam a promover o aumento da capacidade do aluno de auto-regular a própria aprendizagem. Investigações nesta área no Brasil são escassas. A presente investigação, de natureza exploratória e quase experimental, teve como objetivos verificar se crianças submetidas a uma intervenção em estratégias de produção de textos utilizaram estratégias de aprendizagem mais eficientes para escrever narrativas, bem como se houve melhora na qualidade dos textos caracterizada por um aumento dos elementos básicos, uma maior articulação de idéias, aumento na quantidade de linhas escritas e diminuição dos erros ortográficos. Outro propósito deste estudo foi avaliar possíveis modificações nas orientações motivacionais e na auto-eficácia relacionadas à produção textual. A amostra total foi constituída por 35 participantes da 6ª série de uma escola pública da cidade de Catalão, Goiás, dos quais 18 pertenciam ao grupo experimental e 17 ao grupo controle, compreendendo uma faixa etária de 11 a 16 anos...

O professor enquanto estudante : suas estrategias de aprendizagem; The teacher as a student : his learning strategies

Osmar Jose Ximenes dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
76.14%
Há um número considerável de pesquisas na área educacional que contemplam diversos aspectos do processo educativo, tais como: o professor, o aluno, a instituição escolar ou ainda o fracasso escolar e as dificuldades de aprendizagem. Mas, de modo geral, são escassos os trabalhos que tenham como enfoque o professor enquanto aquele que aprende ou, mais precisamente, o docente numa reflexão com a sua própria aprendizagem. Assim, a presente pesquisa tem como objetivo conhecer o professor enquanto estudante, seu conhecimento e uso de estratégias de aprendizagem. Participaram deste estudo 35 professoras do Ensino Fundamental, de 1ª a 4ª série, de três escolas da rede estadual de Campinas. Os dados foram coletados por meio de uma entrevista estruturada composta de três partes: dados de identificação do professor, questões relativas às estratégias de aprendizagem e uma escala de avaliação das mesmas. Foi realizada uma análise categorial das respostas abertas. Já as questões fechadas e as da escala de avaliação de estratégias de aprendizagem foram estudadas por meio da estatística descritiva. Os resultados revelaram que muitas professoras confundiram o conceito de estratégias de aprendizagem com estratégias de ensino. A concepção de aprender a aprender também se apresentou equivocada. Os dados obtidos pela Escala de Avaliação de Estratégias de Aprendizagem parecem indicar que as professoras fazem bom uso de estratégias de aprendizagem em situações de estudo. Observou-se ainda que...