Página 1 dos resultados de 830 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Clonagem, caracterização e análise filogenética das subunidades alfa e beta do hormônio folículo estimulante de Pirarucu (Arapaima gigas) visando sua síntese em células CHO; Cloning, characterization and phylogenetic analisys of the alpha and beta subunits of the follicle stimulating hormone of Pirarucu (Arapaima gigas) in view of its synthesis in cho cells

Carvalho, Roberto Feitosa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.8%
O Pirarucu (Arapaima gigas) é um peixe gigante da família Arapaimidae, nativo das bacias amazônicas que pode chegar a dois metros de comprimento e pesar mais de 200 Kg. Está presente no Equador, na Colômbia, no Peru, na Bolívia e no Brasil. Atualmente a espécie está ameaçada de extinção devido à pesca predatória e ao aumento da presença humana em seus viveiros naturais. No presente trabalho, os cDNAs da subunidade (ag-GTHα) e da subunidade β do hormônio folículo estimulante de A. gigas (ag-FSH) foram isolados e clonados pela primeira vez, possibilitando uma melhor compreensão da diversidade e evolução desta glicoproteína em peixes e a futura síntese biotecnológica deste hormônio para fins reprodutivos e alimentícios. Tanto o cDNA do ag-GTHα quanto aquele do ag-FSHβ foram sintetizados pela reação de transcriptase reversa (RT) e pela reação em cadeia da polimerase (PCR) utilizando como molde RNA total proveniente das glândulas hipofisárias de A. gigas. O cDNA da subunidade ag-GTHα possui uma sequência codificadora (Open Reading Frame, ORF) de 348 pb, o que corresponde a uma proteína de 115 aminoácidos com um suposto peptídeo sinal de 24 aminoácidos e com um peptídeo maduro de 91 aminoácidos. Dez resíduos de cisteínas responsáveis pela formação de cinco pontes dissulfeto...

Diversidade na sinalização de FSH na fase proliferativa de células de Sertoli de ratos imaturos : estímulo do mecanismo envolvendo a via GI-Gbetagama/P13K/Akt-PKB na ação de FSH sobre a captação de 45Ca2+ e sobre o transporte de [14C]MeAIB, independente de AMPc e IGF-I

Jacobus, Ana Paula
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.8%
O hormônio folículo estimulante (FSH) desempenha um papel central no desenvolvimento da célula de Sertoli até a puberdade, e na sinalização desta célula em relação à série espermatogênica, após a puberdade. Na fase proliferativa, FSH atua estimulando a captação de Ca2+ e o transporte de aminoácidos neutros nas células de Sertoli, além de ativar a via adenilil ciclase-AMPc. Neste período, que em ratos compreende do 5º dia ao 25º após o nascimento, FSH atua aumentando o número e o tamanho das células de Sertoli, sendo esta ação fundamental para que se processe uma espermatogênese normal no indivíduo adulto. A sinalização estimulada por FSH nestas células varia com idade, reduzindo seu estímulo sobre o transporte de Aminoácidos neutros (via sistema A) no período pós- púbere. Adicionalmente, FSH estimula uma resposta eletrofisiológica bifásica, representada por uma hiperpolarização rápida, seguida de uma despolarização prolongada. O objetivo desta tese foi analisar o envolvimento de vias sinalizadas pela gonadotrofina na fase pré-puberal da célula de Sertoli de ratos. Para tanto, foram utilizadas as técnicas de captação de 45Ca2+, de transporte de [14C]MeAIB e de registro eletrofisiológico intracelular...

Análise da prevalência dos polimorfismos N680S e T307A do gene que sintetiza o receptor do hormônio folículo estimulante (FSH) em mulheres com endometriose e infertilidade

Rodini, Gustavo Peretti
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.06%
A endometriose atinge 10-15% das mulheres. Portadoras dessa patologia têm 20 vezes mais chances de serem inférteis e 30-60% das pacientes com endometriose apresentam infertilidade associada. Nosso grupo de pesquisa demonstrou que mulheres com endometriose e infertilidade apresentam diversas anormalidades hormonais tais como hiperprolactinemia, insuficiência lútea, diminuição de fatores de crescimento intra-folicular e, mais recentemente, a coorte folicular ovariana heterogênea com uma redução da reserva folicular. Portanto, estudaremos a prevalência do polimorfismo do gene do receptor do hormônio folículo estimulante (FSH) em pacientes com endometriose e infertilidade. Acreditamos que polimorfismos no gene que sintetiza o receptor do FSH são mais prevalentes nesse grupo de pacientes. Tal polimorfismo, que altera a transdução do sinal do receptor, pode ser o responsável por uma resposta ovariana inadequada ao FSH. Conduzimos, ao longo dessa dissertação, um estudo caso-controle. Os casos compreendem 50 pacientes com infertilidade e endometriose. Os controles, 51 pacientes férteis sem endometriose. Determinaremos a prevalência alélica da substituição da asparagina (N) pela serina (S) no códon 680 (N680S) e da treonina (T) pela alanina (A) no códon 307 (T307A)...

Estudo da resposta à indução da ovulação em mulheres com diferentes genótipos (N680S e T307A) no gene do receptor do Hormônio Folículo Estimulante e (AMHR2 G>A) no gene do receptor do Hormônio Anti Mülleriano submetidas à fertilização in vitro

Genro, Vanessa Krebs
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.06%
A individualização do tratamento é o desafio atual no campo da reprodução assistida. Fatores prognósticos clássicos como idade ou testes de avaliação da reserva ovariana não são suficientes para predizer completamente a resposta das pacientes à indução da ovulação. Essa tese investiga se polimorfismos do receptor do Hormônio Folículo Estimulante ou do receptor do Hormônio Anti-Mulleriano influenciam na resposta ovariana à administração de uma dose padrão de gonadotrofinas para Fertilização In Vitro numa população caucasiana francesa altamente selecionada. Para avaliação correta da resposta à indução da ovulação, usamos parâmetros clássicos como número de oócitos recuperados ou embriões obtidos e também a relação entre o número de folículos que atingem a maturidade ao final do ciclo de indução e o número basal de folículos antrais – taxa de maturação folicular. Como resultados, apresentamos que a presença do alelo G para o receptor do Hormônio Anti Müllleriano está associado com um número menor de oócitos recuperados na punção ovariana. Já o polimorfismo do receptor do FSH Ser 680, apesar de associado com um nível de FSH basal mais elevado, não altera a taxa de maturação folicular. Esses dados podem ajudar...

Papel dos canais K+ATP na resposta eletrofisiológica ao FSH e ao isoproterenol em células de Sertoli

Oliveira, Lauren de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.06%
O hormônio folículo-estimulante (FSH) produz um efeito dual sobre o potencial de membrana das células de Sertoli, com uma fase inicial rápida, que compreende uma hiperpolarização, por um período de segundos e uma fase de despolarização, que ocorre mais lentamente, por um período de minutos. A fase de despolarização envolve um mecanismo relacionado à entrada de cálcio estimulada pelo FSH. O Isoproterenol, um agonista de receptores β-adrenérgicos, induz uma hiperpolarização imediata e prolongada na membrana de células de Sertoli de ratos imaturos. Este efeito é provavelmente resultante da queda de [ATP]i a qual libera a inibição exercida pelo nucleotídeo sobre o canal de K+ATP. Dessa forma, objetivou-se estudar a ação do Isoproterenol sobre o potencial de membrana das células de Sertoli para melhor avaliar o componente hiperpolarizante produzido por FSH nas células de Sertoli, além de estudar a captação de Ca2+ estimulada pelo FSH e pelo isoproterenol. O potencial de membrana foi registrado utilizando túbulos seminíferos isolados de testículos de ratos Wistar machos de 15 dias de idade. O registro intracelular da célula de Sertoli foi realizado utilizando microcapilares preenchidos com KCl 3mmol/L acoplados a um eletrômetro. Foi realizada a aplicação tópica isolada de FSH (4mU/mL) e Isoproterenol (2μM). Depois...

Uso do estimulante de colônia de granulócitos nas neutropenias em cães e gatos

Lucidi, Cynthia de Assumpção; Takahira, Regina Kiomi
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 915-920
POR
Relevância na Pesquisa
26.8%
As neutropenias persistentes podem ser decorrentes de alterações na granulopoiese, causadas por efeitos supressivos ou tóxicos à medula óssea, predispõem o paciente a infecções comprometendo sua sobrevida. As neutropenias intensas decorrentes de toxicidade por quimioterápicos podem requerer a suspensão temporária ou permanente do medicamento, podendo gerar resistência das células neoplásicas ao tratamento. O uso de fatores de crescimento hematopoiético recombinantes em animais tem aumentado muito nos últimos anos, devido a sua crescente disponibilidade na medicina humana. O fator estimulante de colônia para granulócitos recombinante humano (rhG-CSF) age aumentando o número de neutrófilos circulantes e possui grande potencial para amenizar ou reverter quadros de neutropenia associada a condições de mielotoxicidade e mielosupressão em cães e gatos.; Persistent neutropenias can occur after granulopoiesis disturbances caused by myelosupressive or myelotoxic effects, and predispose patients to infections and impairs their survival. Furthermore, severe chemotherapy-induced neutropenias must require temporary or definitive treatment interruption, what may lead to drug-resistance of neoplastic cells. The use of recombinant stem cell factors in animals has been increasing due to its bigger disponibility for human beings. The human recombinant granulocyte colony-stimulating factor (rhG-CSF) increases neutrophil numbers in peripheral blood and has great potential to alleviate or revert myelotoxic or myelosupression neutropenias in dogs and cats.

Ação do Agrostemin sobre a altura e o número de folhas de plantas de soja (Glycine max L. MERRILL cv. IAC-8)

Fernandes, A.A.H.; Rodrigues, J.D.; Rodrigues, S.D.
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 6-12
POR
Relevância na Pesquisa
26.8%
O presente estudo teve por finalidade avaliar o efeito de um estimulante vegetal, o Agrostemin, sobre a altura e o número de folhas das plantas de soja (Glycine max L. MERRILL cv. IAC-8). O experimento foi conduzido em casa de vegetação. Foram estudados seis tratamentos, correspondentes as seguintes dosagens, épocas e formas de aplicação: testemunha (T1); 0,125g Agrostemin/l00g sementes (T2); 0,125g Agrostemin/100g semente e pulverização foliar à 333 ppm (T3); 0,125g Agrostemin/l00g sementes e pulverização foliar à 500 ppm (T4); pulverização foliar à 333 ppm (T5) e pulverização foliar à 500 ppm (T6). Realizaram-se três coletas de plantas, com intervalo de 14 dias. O experimento foi em delineamento inteiramente casualizado, utilizando-se duas análises de variância com desdobramento em efeitos de regressão. Através dos resultados obtidos concluiu-se que o Agrostemin quando aplicado via semente (T2) ou via foliar à 500 ppm (T6), aumentou a altura e o número de folhas. Ao aplicar o produto via semente mais via foliar à 500 ppm (T4), estas medidas diminuiram.; A greenhouse experiment was conducted to evaluate the effects of Agrostemmin (plant stimulant) on height and number of leaves of soybean plants (Glycine max L Merril cv. IAC-8). Six treatments were studied: check (T1); 0...

Efeito do fator estimulante de colonias de granulocitos e macrofagos (GM-CSF) na eficacia e potencia de uma vacina de subunidades da febre aftosa em suinos

Luizinho Caron
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
27.06%
A febre aftosa é uma das doenças mais temidas nos rebanhos em todo o mundo. A vacinação tem sido uma arma eficiente no controle da doença, no entanto há preocupações com as vacinas atualmente utilizadas incluindo a necessidade de instalações de alta segurança para a produção dessas vacinas e a falta de um teste de diagnóstico aprovado que faça distinção precisa entre animais vacinados. Varias vacinas têm sido testadas contra a febre aftosa e uma dessas utiliza como vetor um vírus defectivo para replicação, derivado do adenovírus humano tipo 5 (Ad5), o qual contém as proteínas que compõe capsídeo do vírus da febre aftosa (P1-2A) e a protease 3C que protegeu suínos completamente contra o desafio de uma cepa homóloga (A12 e A24). Uma vacina com o Ad5-P1-2A+3C proveniente da cepa O1 Campos (Ad5-O1C), induziu um baixo título de anticorpos neutralizantes específicos em testes de potência vacinal em suínos. O fator estimulante de colônia de granulócitos e macrófagos (GM-CSF) tem sido utilizado com sucesso na formulação de vacinas para estimular a resposta imune contra inúmeras doenças, incluindo HIV, Hepatite C e B entre outros. Na tentativa de melhorar a resposta imune específica contra a febre aftosa induzida pelo Ad5-O1C...

Seqüenciamento e análise dos genes das subunidades alfa e beta do hormônio folículo estimulante de bovino (bos taurus indicus); Sequencing and analysis of subunits alpha and beta of the follicle stimulating hormone from bovine (bos taurus indicus)

Santana, Ângela Patrícia; Moraes, Lidia Pepe; Murata, Luci Sayori; Torres, Fernando Araripe Gonçalves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.8%
Este trabalho relata uma clonagem e seqüenciamento das subunidades alfa e beta do hormônio folículo estimulante de Bos taurus indicus. Também apresenta os resultados de comparação realizada das seqüências gênicas dessas cadeias com as seqüências das cadeias alfa e beta do FSH de suínos e da cadeia beta de bovinos Bos taurus taurus já presentes no GenBank. Na comparação das seqüências de nucleotídeos e de aminoácidos predita da cadeia αFSH de Bos taurus indicus com as cadeias αFSH de outras espécies como suínos e búfalo (Bubalis bubalis), observou-se que as seqüências são bastante similares. A comparação da seqüência da subunidade αFSH de Bos taurus indicus com a de suíno demonstrou diferenças em três resíduos de aminoácidos. Na comparação com ßFSH, registrou-se modificação na primeira base do codon que levou à alteração no resíduo do aminóacido 83, que, em Bos taurus indicus, é uma glicina, ao invés da serina presente em Bos taurus taurus. Confirmaram-se essa modificação e todas as outras identificadas na seqüência dos cDNA das cadeias αFSH e βFSH em outra clonagem. A modificação Ser para Gly na posição 83 foi a única que alterou a identidade do resíduo de aminoácido na comparação entre as subunidades beta do FSH de Bos taurus indicus e Bos taurus taurus. Contudo...

Progesterone and follicle stimulating hormone interact and promote goat preantral follicles survival and development in vitro; Progesterona e hormônio folículo-estimulante interagem e promovem a sobrevivência e o desenvolvimento in vitro de folículos pré-antrais caprinos

Lima-Verde, Isabel Bezerra; Matos, Maria Helena Tavares de; Celestino, Juliana Jales de Hollanda; Rossetto, Rafael; Name, Khesller Patrícia Olázia; Báo, Sônia Nair; Campello, Claudio Cabral; Figueiredo, José Ricardo
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.06%
Este trabalho veri_icou os efeitos da progesterona e do hormonio foliculo-estimulante (FSH) na sobrevivencia e no crescimento de foliculos pre-antrais caprinos. Fragmentos de tecido ovariano foram cultivados por 1 ou 7 dias em Meio Essencial Minimo (MEM) sozinho ou contendo progesterona (1, 2.5, 5, 10 ou 20ng/mL), FSH (50ng/mL) ou a combinacao entre esses dois hormonios. O tecido fresco (controle nao-cultivado) e o cultivado foram processados para analise histologica e ultra-estrutural. Apos 7 dias a adicao de FSH a todas as concentracoes de progesterone manteve o percentual de foliculos normais similar ao controle fresco. No dia 7 de cultivo, um alto percentual de foliculos em desenvolvimento foi observado somente no tratamento com 2,5ng/ml de progesterona associada ao FSH ou com 10ng/ml de progesterona sozinha, em relação ao controle fresco. Do dia 1 para o dia 7 de cultivo, um aumento signi_icativo no percentual de foliculos em desenvolvimento foi observado no MEM sozinho e adicionado de 2,5ng/ml de progesterona + FSH. Alem disso, apos 7 dias, em todos os tratamentos, houve um aumento signi_icativo no diametro folicular em relacao ao controle, exceto nos tratamentos com MEM sozinho, 5ng/ml de progesterona + FSH ou 10ng/ml de progesterona sozinha. A analise ultra-estrutural con_irmou a integridade follicular apos 7 dias de cultivo no tratamento com 2...

Sea bass macrophage colony stimulating factor receptors; Receptores do factor estimulante de colónias de macrófagos do robalo

Oliveira, Márcio Adriano Guiomar de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
27.06%
O receptor do factor estimulante de colónias de macrófagos, também conhecido como receptor do factor estimulante de colónias-1 (CSF1R), é um receptor de um factor de crescimento hematopoiético que é especificamente expresso em células do sistema fagocítico-mononuclear e desempenha um papel essencial no desenvolvimento e regulação destas células. O CSF1R já foi descrito em vários mamíferos e a sua biologia tem sido exaustivamente caracterizada nestes vertebrados mas o conhecimento sobre esta molécula em peixes é ainda muito reduzido. Neste trabalho é descrita a sequenciação e caracterização de duas formas do CSF1R de robalo (Dicentrarchus labrax L.). Foram isolados dois cDNAs diferentes que codificam proteínas homólogas ao CSF1R de outros vertebrados. Um cDNA de 4535 bp, com uma open reading frame (ORF) de 2946 bp que codifica uma proteína de 981 aminoácidos homóloga a proteínas CSF1R1/CSF1Ra já descritas em peixes e um cDNA de 3229 bp, com uma ORF de 2817 bp que codifica uma proteína de 938 aminoácidos homóloga a proteínas CSF1R2/CSF1Rb já descritas em peixes. Ambas as proteínas caracterizadas conservam domínios e aminoácidos chave que são funcional e estruturalmente importantes nos CSF1Rs de mamíferos. A identificação destes receptores irá permitir uma melhor compreensão da biologia das células do sistema fagocítico-mononuclear do robalo. Nomeadamente...

Ação de estimulante vegetal em cafeeiro (Coffea arabica cv. Mundo Novo) e soja (Glycine max cv. Biloxi)

Castro,Paulo R.C.; Ismael,João J.; Costa,José D.; Vello,Natal A.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1987 PT
Relevância na Pesquisa
27.06%
Este experimento foi realizado com a finalidade de determinar o efeito do estimulante vegetal Respond, na produtividade do cafeeiro (Coffea arabica cv. Mundo Novo) e soja (Glycine max cv. Biloxi), em condições de campo. Nos campos experimentais da E.S.A. "Luiz de Queiroz", em Piracicaba (SP), aplicou-se Respond nas dosagens de 1,0 1 . ha-1 e 1,5 1 . ha-1 (17/01/86) , 1,0 1 ha-1 (17/01 e 17/03), 1,0 1.ha-1 e 1,5 1 .ha-1 (17/03), além do controle. Respond 1 1.ha-1, pulverizado em 17/01 e 17/03 aumentou a porcentagem de frutos secos observados em 12/06. Respond 1,5 1.ha-1 (17/03) promoveu incremento na porcentagem de frutos verdes notados em 16/07; nesta data Respond 1,0 1.ha-1 aplicado em 17/01 e 17/03, 1,5 e 1,0 1. ha-1 aplicados em 17/01 aumentaram a porcentagem de frutos secos. Aplicação do estimulante vegetal 1,0 1.ha-1 em 17/03 e 1,01.ha-1 em 17/01 e 17/03, incrementaram o número de frutos secos em 23/08. Em 30/04/86 foram realizadas pulverizações em soja 'Biloxi' com Respond 1,0 1.ha-1 e 1,5 1.ha-1, além do controle. Na colheita (01/07) determinou-se o peso verde médio das vagens/parcela (10 plantas), número médio de vagens/parcela, peso médio das sementes / parcela, peso médio das sementes/vagem, número médio das sementes/vagem e peso médio da parte aérea da planta de soja desprovida das vagens. Constatou-se uma tendência de Respond reduzir os parâmetros de produção e aumentar os parâmetros intrínsecos das vagens de soja.

Ação de estimulante vegetal na produtividade do arroz (Oryza sativa L: cv. IAC-165)

Dario,G.J.A.; Castro,P.R.C.; Melotto,E.; Lipsi,J.P.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1988 PT
Relevância na Pesquisa
37.22%
Este ensaio foi realizado com o objetivo de verificar o efeito do estimulante vegetal Respond, na produção do arroz (Oryza sativa L. cv. IAC-165), em condições de campo. No campo experimental da E.S.A. "Luiz de Queiroz", em Piracicaba (SP), aplicou-se Respond nas dosagens de 1,0 e 1,5 l/ha por ocasião da iniciação da panícula e em plena florescência, além do controle. Por ocasião da colheita observou-se que Respond reduziu a altura das plantas de arroz. Respond 1,5 l/ha diminuiu o perfilhamento e o número de panículas por metro de linha. Respond 1,0 l/ha aumentou o número de sementes por panícula do arroz 'IAC-165'. Outros parâmetros da produção não foram afetados pela aplicação do estimulante vegetal.

Efeitos de estimulante vegetal na produtividade de Capsicum annuvm L. e Solarium melongena L.

Castro,Paulo R.C.; Appezzato,Beatriz; Minaml,Keigo; Demétrio,Clarice G.B.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1982 PT
Relevância na Pesquisa
27.06%
Estudaram-se em condições de campo os efeitos do estimulante vegetal atonik (mono-nitroguaiacol sódico e outros compostos aromáticos nitrogenados) 1 : 2000 na produção de pimentão 'Híbrido Tanebrás' e de beringela 'F 100 509', 'Híbrido F 100N' e 'Híbrido Super F 100 RV', semeados em 15 de outubro. Comparando-se os três cultivares de beringela, verificou-se que o cultivar Híbrido Super F 100 RV produziu maior peso total e número de frutos, sendo que a beringela 'Híbrido F 100 N' produziu frutos com peso médio mais elevado. Apesar do estimulante vegetal não ter afetado de forma significativa a produção de pimentão, Atonik em pós-fixação e Atonik + uréia em pós - fixação e mais 2 vezes tenderam a aumentar o peso total e o número de frutos coletados. Atonik 0,5 ml/l não afetou de forma favorável a produção de beringela nas épocas estudadas, tendo mesmo promovido reduções no peso total e médio dos frutos do cultivar Híbrido F 100 N e no peso total e número de frutos do cultivar Híbrido Super F 100 RV.

Eficacia del factor estimulante de colonias de granulocitos en el manejo de la enterocolitis neutropénica en pediatría

Casas Anillo, Carolina; Flechas Afanador, Jessica
Fonte: Facultad de medicina Publicador: Facultad de medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
27.32%
Antecedentes: La enterocolitis neutropénica es una complicación que se presenta en niños tratados con quimioterapia. Se ha propuesto dentro del manejo el uso del factor estimulante de colonias de granulocitos. Sin embargo, no se ha realizado una revisión sistemática para evaluar su eficacia. Objetivo: Determinar la eficacia del uso del factor estimulante de colonias de granulocitos en el manejo de la enterocolitis neutropénica. Metodología: Se realizó una revisión sistemática de la literatura con búsqueda de ensayos clínicos a través de las bases de datos Pubmed, Cochrane, Embase, Ovid y Bireme. Como límites se tuvieron los idiomas ingles y español y la publicación entre los años 1996 y 2012. Se planteó la realización del análisis de calidad empleando la valoración del riesgo de sesgo propuesta por la Colaboración Cochrane. Se planteó la realización de un meta- análisis de la literatura. Resultados: No se encontraron estudios que exploraran el uso del factor estimulante de colonias en niños y adolescentes con enterocolitis neutropénica. Conclusión: No es posible emitir un juicio de valor positivo o negativo sobre la eficacia del factor en el manejo de la enterocolitis neutropénica en niños o adolescentes. No existe evidencia que evalúe el uso del factor estimulante de colonias en el paciente pediátrico con enterocolitis neutropénica.; Background: Neutropenic enterocolitis is a complication that occurs in children receiving chemotherapy. It has been proposed the use of granulocyte colony-stimulating factor as a treatment. However...

Ação de estimulante vegetal na produtividade do arroz (Oryza sativa L: cv. IAC-165); Effect of a plant stimulant (respond) on rice (Oryza sativa L: cv. IAC-165) productivity

Dario, G.J.A.; Castro, P.R.C.; Melotto, E.; Lipsi, J.P.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1988 POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
Este ensaio foi realizado com o objetivo de verificar o efeito do estimulante vegetal Respond, na produção do arroz (Oryza sativa L. cv. IAC-165), em condições de campo. No campo experimental da E.S.A. "Luiz de Queiroz", em Piracicaba (SP), aplicou-se Respond nas dosagens de 1,0 e 1,5 l/ha por ocasião da iniciação da panícula e em plena florescência, além do controle. Por ocasião da colheita observou-se que Respond reduziu a altura das plantas de arroz. Respond 1,5 l/ha diminuiu o perfilhamento e o número de panículas por metro de linha. Respond 1,0 l/ha aumentou o número de sementes por panícula do arroz 'IAC-165'. Outros parâmetros da produção não foram afetados pela aplicação do estimulante vegetal.; This experiment was carried out with the objective of determine the effect of a plant stimulant (Respond or Reward) in the productivity of Oryza sativa cv. IAC-165 under field conditions. In the experimental field of E.S.A."Luiz de Queiroz" in Piracicaba, São Paulo State, it was applied Respond in the concentrations of 1.0 l.ha-1 and 1.5 l.ha-1 twice, at panicle initiation and at full bloom, and check treatment. At harvest time it was observed that Respond reduced the height of rice plants. Respond 1.5 l.ha-1 reduced rice tillering and panicles number per meter. Respond 1.0 l.ha-1 increased seeds number per rice panicle. Other production parameters were not affected by application of the plant stimulant.

Ação de estimulante vegetal em cafeeiro (Coffea arabica cv. Mundo Novo) e soja (Glycine max cv. Biloxi); Effect of a plant stimulant (Respond) on coffee (Coffea arabica cv. Mundo Novo) and soybean (Glycine max cv. Biloxi) plants

Castro, Paulo R.C.; Ismael, João J.; Costa, José D.; Vello, Natal A.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1987 POR
Relevância na Pesquisa
27.06%
Este experimento foi realizado com a finalidade de determinar o efeito do estimulante vegetal Respond, na produtividade do cafeeiro (Coffea arabica cv. Mundo Novo) e soja (Glycine max cv. Biloxi), em condições de campo. Nos campos experimentais da E.S.A. "Luiz de Queiroz", em Piracicaba (SP), aplicou-se Respond nas dosagens de 1,0 1 . ha-1 e 1,5 1 . ha-1 (17/01/86) , 1,0 1 ha-1 (17/01 e 17/03), 1,0 1.ha-1 e 1,5 1 .ha-1 (17/03), além do controle. Respond 1 1.ha-1, pulverizado em 17/01 e 17/03 aumentou a porcentagem de frutos secos observados em 12/06. Respond 1,5 1.ha-1 (17/03) promoveu incremento na porcentagem de frutos verdes notados em 16/07; nesta data Respond 1,0 1.ha-1 aplicado em 17/01 e 17/03, 1,5 e 1,0 1. ha-1 aplicados em 17/01 aumentaram a porcentagem de frutos secos. Aplicação do estimulante vegetal 1,0 1.ha-1 em 17/03 e 1,01.ha-1 em 17/01 e 17/03, incrementaram o número de frutos secos em 23/08. Em 30/04/86 foram realizadas pulverizações em soja 'Biloxi' com Respond 1,0 1.ha-1 e 1,5 1.ha-1, além do controle. Na colheita (01/07) determinou-se o peso verde médio das vagens/parcela (10 plantas), número médio de vagens/parcela, peso médio das sementes / parcela, peso médio das sementes/vagem, número médio das sementes/vagem e peso médio da parte aérea da planta de soja desprovida das vagens. Constatou-se uma tendência de Respond reduzir os parâmetros de produção e aumentar os parâmetros intrínsecos das vagens de soja.; This experiment was carried out with the objective of determine the effect of a plant stimulant (Respond or Reward) in the productivity of Coffea arabica cv. Mundo Novo and Glycine max cv. Biloxi under field conditions. In the experimental field of E.S.A. "Luiz de Queiroz" in Piracicaba...

Ergopanin: un melito con actividad estimulante y ergogénica

Pérez de Alejo,José; Miranda Flores,Roberto; Rodríguez Rodríguez,Gilda
Fonte: Revista Cubana de Medicina Militar Publicador: Revista Cubana de Medicina Militar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1996 ES
Relevância na Pesquisa
27.06%
Se midió en un modelo experimental de fatiga desarrollado en ratones Balb/c, la actividad estimulante del ergopanín melito preparado a partir de fuentes naturales. Fueron utilizados 2 grupos controles: salina y melito blanco, sin principios activos, en 2 tipos de tratamiento por vía oral; uno denominado único de una sola dosis y otro de 7 días de duración y un grupo experimental con la dosis de 10 mg/kg calculada a partir de los principios activos. No se encontraron diferencias significativas entre los grupos control salina y melito blanco en ninguno de los 2 tratamientos. Se apreciaron diferencias significativas entre el grupo salina y el experimental y entre el grupo melito blanco y el experimental en ambos tratamientos. Se concluyó que el ergopanín melito posee actividad estimulante y ergogénica a las dosis utilizadas en los 2 tratamientos.

Casos clínicos en Endocrinología (n.º 2): niña de diez años con alteraciones de la hormona estimulante del tiroides

Álvarez Gil,N.; Angulo Sacristán,T.
Fonte: Pediatría Atención Primaria Publicador: Pediatría Atención Primaria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/03/2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.06%
Continuando con los casos clínicos de Endocrinología, se presenta una niña de diez años derivada de un centro de salud por alteraciones de la hormona estimulante del tiroides. En este artículo trataremos especialmente de la disminución de la función tiroidea (hipotiroidismo).

Linfoma no hodgkin difuso Virus de inmunodeficiencia humana: Uso del factor estimulante de colonia de granulocitos

Hernández,Dimas
Fonte: Casa publicadora Ateproca C.A Publicador: Casa publicadora Ateproca C.A
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.4%
OBJETIVO: El uso rutinario de factor estimulante de colonias de granulocitos y macrófagos por 10 días durante el tratamiento con dosis completas de ciclofosfamida, doxorrubicina, vincristina, prednisona en pacientes con linfoma no Hodgkin difuso asociado a la infección por el virus de inmunodeficiencia es muy costoso para ser financiado en países del tercer mundo. El objetivo del presente trabajo es evaluar la forma más adecuada de indicar este factor estimulante. MÉTODOS: Tratamos 22 pacientes con linfoma no Hodgkin difuso asociado a la infección por virus de inmunodeficiencia con dosis estándar del esquema de quimioterapia antes mencionado, usamos el factor estimulante de colonias después de un episodio de neutropenia febril hasta alcanzar una cifra absoluta de neutrófilos de 1 000/mm3. RESULTADOS: Obtuvimos una respuesta clínica: completa (36 %), parcial (32 %), enfermedad estable (14 %) y progresión (18 %). No hubo muertes relacionadas con la toxicidad. Neutropenia grado 3 ó 4 se observó en el 16 % de los ciclos, 8 % de los pacientes se complicaron con neutropenia febril. Diecisiete pacientes han muerto (sobrevida media 15 meses; rango, 2-70 meses). Cinco pacientes están vivos (sobrevida media 24+ meses; rango, 17 - 36+ meses). CONCLUSIONES: Podemos tratar pacientes con linfomas no Hodgkin asociados a la infección de virus de inmunodeficiencia con dosis completas de quimioterapia...