Página 1 dos resultados de 2051 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Repercussão dos estereótipos sobre as pessoas idosas

Magalhães, Carlos Pires; Fernandes, Adília; Antão, Celeste; Anes, Eugénia
Fonte: Universidade Sénior Contemporânea Publicador: Universidade Sénior Contemporânea
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Os estudos científicos que abordaram os estereótipos acerca dos idosos, realizados essencialmente desde o final da primeira metade do século XX, revelaram maioritariamente durante várias décadas o predomínio injustificado de uma imagem negativa acerca do envelhecimento e acerca das pessoas idosas, tendência esta destacada e contestada por diversos autores (Lehr, 1977/1980; Palmore, 1988; Laforest, 1989/1991; Moragas, 1995; Belsky, 1999/2001; Motte e Tortosa, 2002). Tais estereótipos que podem traduzir-se em barreiras à funcionalidade dos idosos, não passam de falsas concepções, na medida que negam a enorme heterogeneidade que caracteriza o processo de envelhecimento e que está presente, mesmo quando nos reportamos a grupos etários de idade avançada. Atendendo que com frequência os estereótipos negativos levam a atitudes negativas, e as atitudes negativas suportam estereótipos negativos, urge implementar estratégias sociais que visem o seu combate e impeçam a sua manifestação.

Estereótipos acerca das pessoas idosas em estudantes do ensino superior, no distrito de Bragança

Magalhães, Carlos Pires
Fonte: Asociación Nacional de Psicología Evolutiva y Educativade la Infancia, Adolescencia Mayores y Discapcidad Publicador: Asociación Nacional de Psicología Evolutiva y Educativade la Infancia, Adolescencia Mayores y Discapcidad
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este estudo procurou investigar a existência de estereótipos acerca das pessoas idosas em estudantes do ensino superior, no distrito de Bragança. Para a sua concepção recorreu-se a metodologias quantitativas. Construiu-se um instrumento de colheita de dados, com base na vasta bibliografia e nos estudos já realizados neste âmbito. A amostra submetida a tratamento estatístico foi de 375 indivíduos. O instrumento revelou uma boa consistência interna. Uma elevada percentagem da amostra concorda com a totalidade dos estereótipos de orientação positiva e discorda da maioria dos estereótipos de orientação negativa. Estes resultados vão ao encontro dos objectivos preconizados pelo Plano de Acção Internacional apresentado em 2002 na II Assembleia Mundial para o Envelhecimento, e estão em consonância com o estudo de Rodriguez e Postigo (2004) e com Royo et al. (2006), que salientam a tendência actual para uma imagem mais positiva acerca da velhice. Apesar do predomínio da discordância, alguns dos estereótipos persistem, estes incluem-se na estereotipia de dependência e na estereotipia da decadência da imagem física. Das várias hipóteses traçadas em função das distintas variáveis independentes, constatou-se que «o sexo»...

Estereótipos acerca das pessoas idosas em estudantes do ensino superior, no distrito de Bragança

Magalhães, Carlos Pires
Fonte: Universidad de Extremadura. Departamento de Psicología y Antropología Publicador: Universidad de Extremadura. Departamento de Psicología y Antropología
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
O presente estudo procurou investigar a existência de estereótipos acerca das pessoas idosas em estudantes do ensino superior, no distrito de Bragança. Para a sua concepção recorreu-se a metodologias quantitativas. Nesse sentido construiu-se um instrumento de colheita de dados, com base na vasta bibliografia e nos estudos já realizados neste âmbito. A amostra submetida a tratamento estatístico foi de 376 indivíduos. O instrumento revelou uma boa consistência interna. A análise descritiva e exploratória dos estereótipos evidencia, para o contexto espaciotemporal estudado, que uma elevada percentagem da amostra concorda com a totalidade dos estereótipos de orientação positiva e discorda da maioria dos estereótipos de orientação negativa. Estes resultados vão ao encontro dos objectivos preconizados pelo Plano de Acção Internacional apresentado em 2002 na II Assembleia Mundial para o Envelhecimento, e estão em consonância com o estudo de Rodriguez e Postigo (2004) e com Royo et al. (2006), que salientam a tendência actual para uma imagem mais positiva acerca da velhice. Apesar do predomínio da discordância, alguns dos estereótipos persistem...

Estereótipos acerca das pessoas idosas em estudantes do ensino superior, no distrito de Bragança

Magalhães, Carlos Pires
Fonte: INFAD Publicador: INFAD
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este estudo procurou investigar a existência de estereótipos acerca das pessoas idosas em estudantes do ensino superior, no distrito de Bragança. Para a sua concepção recorreu-se a metodologias quantitativas. Construiu-se um instrumento de colheita de dados, com base na vasta bibliografia e nos estudos já realizados neste âmbito. A amostra submetida a tratamento estatístico foi de 375 indivíduos. O instrumento revelou uma boa consistência interna. Uma elevada percentagem da amostra concorda com a totalidade dos estereótipos de orientação positiva e discorda da maioria dos estereótipos de orientação negativa. Estes resultados vão ao encontro dos objectivos preconizados pelo Plano de Acção Internacional apresentado em 2002 na II Assembleia Mundial para o Envelhecimento, e estão em consonância com o estudo de Rodriguez e Postigo (2004) e com Royo et al. (2006), que salientam a tendência actual para uma imagem mais positiva acerca da velhice. Apesar do predomínio da discordância, alguns dos estereótipos persistem, estes incluem-se na estereotipia de dependência e na estereotipia da decadência da imagem física. Das várias hipóteses traçadas em função das distintas variáveis independentes, constatou-se que «o sexo»...

A problemática dos estereótipos acerca das pessoas idosas

Magalhães, Carlos Pires
Fonte: Psico & Soma Publicador: Psico & Soma
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
Este capítulo é dedicado à problemática dos estereótipos acerca das pessoas idosas, onde se apresenta como subcapítulos: a operacionalização da investigação da imagem social acerca das pessoas idosas/velhice/envelhecimento; o idadismo: repercussão dos estereótipos sobre as pessoas idosas. O capítulo finaliza com uma ferramenta para a prática, dedicada à prevenção/combate dos estereótipos.

O que crer (não) quer dizer: multiplicidade de vozes na manifestação de crenças e estereótipos de estudantes de tradução de língua espanhola; What to think about (doesn't) means: multiplicity of voices in the manifestation of beliefs and stereotypes of students from spanish language translation

Simão, Angélica Karim Garcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Os objetivos desta pesquisa foram fazer um levantamento das crenças de estudantes de tradução em formação e estabelecer até que ponto o compartilhamento de tais crenças pelo grupo configurou estereótipos sobre a tradução da língua espanhola por estudantes brasileiros. Para tanto, partimos de algumas hipóteses formuladas sobre as supostas crenças de estudantes de tradução e a relação com o contexto no qual se inserem. A análise fundamentou-se tanto no conteúdo das crenças e estereótipos, como na forma como eles foram manifestados nos enunciados presentes na amostra analisada, compondo uma análise semântica e sintático-enunciativa. Os diferentes níveis de análise apoiaram-se em trabalhos da Lingüística Aplicada, na Psicologia Social e na Teoria da Enunciação, e permitiram identificar um modo sintático-enunciativo marcado por contornos e contradições, que evitou a afirmação direta, caracterizando um modo de dizer marcadamente polifônico. Do ponto de vista semântico, pode-se confirmar algumas das hipóteses levantadas inicialmente ao observar a presença de crenças compartilhadas, que podem ser consideradas como estereótipos sobre a tradução da língua espanhola, destacando-se fortemente dois deles: a proximidade entre as línguas portuguesa e espanhola...

Os estereótipos culturais no ensino-aprendizagem do FLE: teoria e prática; The stereotypes in FFL teaching process: theory and practice

Santos, Isandréia Girotto dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Antes mesmo de entrar em contato com outro grupo social ou com uma língua estrangeira, já formamos desse outro certa imagem, a qual se propaga através de representações individuais e coletivas, passando também pelo processo de estereotipagem. Os estereótipos atuam na geração do sentido e, por isso, tornam-se foco de interesse no ensino-aprendizagem de uma língua estrangeira. Nessa perspectiva, o objeto desta pesquisa é o estudo de tais construções sociais no discurso da mídia, com o objetivo de promover um entendimento mais aprofundado da questão e analisar uma melhor maneira de aplicação didática dos estereótipos, nos cursos de língua. O estudo sobre estereótipos se baseou principalmente nos trabalhos de Ruth Amossy e Anne Herschberg Pierrot, que desenvolveram a noção de estereótipo e outros termos ligados a esse campo semântico nas várias disciplinas das ciências da linguagem. A abordagem desta pesquisa repousa, sobretudo, nos estereótipos culturais associados às imagens francesas e brasileiras que, geralmente, são transmitidas pelos meios de comunicação e reconstruídas por um grupo social. Alguns documentos midiáticos foram selecionados e analisados, para promover uma discussão em torno dessas imagens e propiciar um tratamento em direção a uma didática do estereótipo fundamentada numa perspectiva que envolve a imaginação...

A propaganda contraintuitiva e seus efeitos em crenças e estereótipos; Counterintuitive advertising and its effects on beliefs and stereotypes.

Leite, Francisco Vanildo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
O efeito de sentido contraintuitivo do discurso publicitário pretende estimular um processo de deslocamento cognitivo dos conteúdos que moldam os estereótipos tradicionais, na memória do indivíduo, ao apresentar em suas narrativas "outras/novas" conexões simbólicas de realidades socioculturais vivenciadas por integrantes de grupos minoritários. Assim, durante o processamento da mensagem publicitária, campos de associação podem ser ativados na memória e, dependendo do contexto no qual esta comunicação é recebida, pode ser codificada/percebida, entre outras possibilidades, de forma negativa ou positiva. Diversos estudos e experimentos estão sendo realizados mundialmente, inclusive com peças comunicacionais, para tentar mensurar a eficiência de ações que abordem em suas estratégias questões que auxiliem na desconstrução (eliminação ou supressão) dos estereótipos sociais negativos, mediante estímulos que ativem o controle mental das respostas estereotípicas do indivíduo. Porém, neste processo alguns resultados identificados pelos pesquisadores apontam efeitos irônicos, indesejados; dentre esses se destaca o efeito irônico de ricochete. Sob essa dinâmica, indica-se que os objetivos gerais deste trabalho buscam conceituar e inserir os estudos sobre propaganda contraintuitiva nos debates teóricos da comunicação publicitária; e alimentar teoricamente a área de comunicação sobre os estudos contemporâneos dos estereótipos e...

Actitudes y estereotipos sociales en la comunicación

Durán, Mercedes; Cabecinhas, Rosa
Fonte: Pirámide Publicador: Pirámide
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.17%
El estudio de las actitudes y los estereotipos sociales constituye uno de los tópicos con mayor trayectoria dentro de la Psicología Social. El capítulo aborda el estudio de las actitudes y de los estereotipos, aportando una definición de ambos constructos, analizando su estructura y formación. Además se presentan sus funciones básicas y la influencia que ejercen en el procesamiento de la información que ayuda al mantenimiento y perpetuación de actitudes y estereotipos. El capítulo termina destacando el papel de los medios de comunicación en la creación y difusión de actitudes y estereotipos.

A investigação ação em um estudo sobre estereótipos sociais : desenhos, contextos e aplicações; The action research on a study about social stereotypes : designs, contexts and applications

Fonseca, Gisela; Cabecinhas, Rosa
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) Publicador: Universidade do Minho. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS)
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Em um contexto escolar com adolescentes portugueses e brasileiros, propomo-nos a avaliar a aplicabilidade e relevância de algumas atividades do site canadiano Media Smarts, sobretudo as que possuem conceitos relativos aos estereótipos veiculados pelos media. Pretendemos perceber através das atividades de que forma os estereótipos estão presentes nos discursos dos jovens, quais os estereótipos mais evidenciados e avaliar se as atividades serviram como ferramentas para uma educação para os media tal como proposto numa discussão que tem por objetivo a leitura crítica destes estereótipos. A investigação-ação por seu caráter intervencionista coaduna com uma prática investigativa que objetiva a mudança no contexto pesquisado. Esperamos estabelecer um diálogo entre a sala de aula e o mundo social, a fim de contribuir para ampliar a visão de pluralidade social e heterogeneidade identitária ao relacionar temas da contemporaneidade com uma perspectiva multimodal que contemple o repertório de crenças que os alunos possuem.; In a school context with Brazilian and Portuguese teenagers, our purpose is to evaluate the relevance and applicability of some activities from the Canadian website MediaSmarts, mainly the ones related to media stereotypes. We intend through the activities to perceive how stereotypes are presented in the discourses of those youngsters...

Influência dos estereótipos na perceção olfativa

Fontoura, Filipa Rodrigues
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
O sistema olfativo utiliza sinais químicos para transmitir informação importante na comunicação social. Tem sido demonstrado que o contexto não só influencia a ativação e manutenção de estereótipos, assim como a perceção do odor. Apesar da mais subtil manipulação psicossocial poder influenciar a perceção olfativa, estudos que avaliem a influência dos estereótipos na perceção olfativa são inexistentes. Cada indivíduo possui um odor corporal único que está associado ao seu perfil de alelos no Complexo Principal de Histocompatibilidade, o que permite a distinção de indivíduos da mesma espécie e de grupos étnicos diferentes. Assim, o presente estudo pretendeu avaliar se a ativação implícita de estereótipos raciais, assim como a natureza do odor (caucasiano, negro ou controlo), influencia a perceção olfativa. Foram apresentados doze odores (4 de raça caucasiana, 4 de raça negra e 4 controlo) a participantes de raça negra e caucasiana, sob três condições: condição “contexto caucasiano” (informação de que todos os odores eram de indivíduos de raça caucasiana), condição “contexto negro” (informação de que todos os odores eram de indivíduos de raça negra) e condição de controlo (sem qualquer informação). Os odores foram avaliados quanto à sua agradabilidade...

ATIVA : os efeitos de uma atividade de leitura na saúde mental das pessoas idosas através da ativação de estereótipos de envelhecimento

Silva, Miriam Elisabete Pino
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Social da Saúde / Código do PsycINFO: 3040 Social Perception & Cognition 3370 Health & Mental & Mental Health Services 2860 Gerontology; Este estudo tem como objetivo principal verificar o impacto da ativação de estereótipos de envelhecimento no desempenho cognitivo e no bem-estar das pessoas idosas através de uma atividade de estimulação cognitiva. Para tal, conduziu-se uma experiência seguindo os moldes de uma atividade de leitura, onde foram apresentadas a pessoas idosas (n=60) três histórias que primavam estereótipos positivos, negativos ou neutros. Utilizou-se um instrumento para avaliar o desempenho cognitivo das pessoas idosas – Mini- Mental State Exam de forma a compreender o impacto da ativação dos estereótipos de envelhecimento no desempenho cognitivo dos participantes - e uma medida de bem-estar subjetivo. Os resultados deste estudo mostraram que ocorre a ativação dos estereótipos de envelhecimento durante uma atividade de leitura típica de um Programa de Estimulação Cognitiva e que esta ativação tem efeitos significativos sobre o bem-estar das pessoas idosas. Estes resultados são discutidos à luz da literatura sobre Programas de Estimulação Cognitiva para as pessoas idosas.; This study aims to verify the impact of the activation of stereotypes of aging on the cognitive performance and well -being of the elderly by using a cognitive stimulation technique. To this end...

Mídia, tipificação e exercícios de poder: a reprodução dos estereótipos no discurso jornalístico

Biroli,Flávia
Fonte: Universidade de Brasília. Instituto de Ciência Política Publicador: Universidade de Brasília. Instituto de Ciência Política
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Este artigo discute a relação entre mídia e tipificação a partir de uma análise do conceito de estereótipos. A menção aos estereótipos em análises da mídia, de modo mais amplo, e do noticiário jornalístico, em particular, não corresponde, necessariamente, a uma explicitação do que define esse conceito. Também não corresponde a uma análise de suas conexões com outros conceitos comuns aos estudos de mídia, como os conceitos de agenda e enquadramento. Este estudo procura contribuir para uma análise teórica dos estereótipos na mídia, propondo que sejam compreendidos como artefatos morais e ideológicos. As análises aqui presentes expõem os sentidos dessa definição, considerando tensões e ambiguidades presentes nas dinâmicas de reprodução e de superação dos estereótipos no discurso jornalístico.

Estereótipos e mulheres na cultura marroquina

Sadiqi,Fatima
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.22%
Estereótipos sobre as mulheres no Marrocos podem ser caracterizados como crenças culturais incompletas e inexatas mantidas por algumas pessoas e que se encontram inscritos em expressões lingüísticas ou em discursos subliminares. A cultura popular marroquina emprega representações poderosas para transmitir e sustentar tais estereótipos. Embora existam alguns estereótipos positivos, a maioria dos estereótipos sobre as mulheres no Marrocos é negativa e reflete ditames patriarcais subliminares que estruturam as relações de gênero nas culturas marroquinas. As mulheres marroquinas, no entanto, não são receptoras e transmissoras passivas, mas usam estratégias para lutar contra esses estereótipos.

Estereotipos de géneros usos de la lengua. Un estudio descriptivo en las aulas y propuestas de intervención didáctica

Quesada Jiménez, Josefa
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.32%
El lenguaje es una de las características más importantes que poseemos los seres humanos; desde que nacemos está tan presente en nuestras vidas que sin él no podríamos comunicarnos plenamente; pero además, a través de él transmitimos información, ideas, pensamientos, sentimientos e interpretamos la realidad que nos rodea. El lenguaje tiene, por lo tanto, una importante función socializadora, por medio del cual se mantienen y perpetúan los estereotipos de género. Si partimos de la idea de que lenguaje y pensamiento son indisociables y que el lenguaje no es innato sino aprendido y consideramos además que los estereotipos de género son construidos socialmente y por lo tanto pueden ser modificados, cambiando nuestro lenguaje podemos modificar a la vez nuestro pensamiento y luchar así contra los estereotipos de género. La coeducación sería para quienes realizamos este trabajo de investigación la herramienta clave para acabar con las desigualdades y la discriminación por razón de sexo. En este sentido, en España, llevamos varias décadas trabajando y este trabajo se ha plasmado en distintas leyes tanto educativas como sociales. La finalidad de nuestra investigación es comprobar si tras toda esa legislación observamos o no un cambio en los estereotipos de género. Por lo tanto...

Estereotipos en la moda

Guerrero Alarc??n, Roc??o
Fonte: Universidade de Granada Publicador: Universidade de Granada
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
SPA
Relevância na Pesquisa
37.17%
Proyecto Fin de Carrera, Universidad de Granada, Facultad de Bellas Artes, Departamento de Dibujo; ???Estereotipos en la moda??? es una investigaci??n sobre los estereotipos que afianza la moda en nuestra sociedad actual. Tiene como objetivo la creaci??n de una obra art??stica. Por tanto, esta investigaci??n va enfocada al estudio de la moda desde un ??mbito social, y art??stico haciendo un especial hincapi?? en la ilustraci??n de moda. Se propone una reflexi??n hacia esta industria a un nivel humano. Tratando temas como la importancia del vestir, lo que simboliza, c??mo nos expresamos e interpretamos la realidad a trav??s de ella, y como se convierte en un documento hist??rico social y cultural vivo y constante cambio que experimentamos y vivenciamos cada d??a a d??a. Por otra parte, trata como la moda es capaz de sustentar y crear nuevos estereotipos tanto f??sicos como mentales. Al mismo tiempo que consigue ser s??mbolo de libertad y progreso en la historia. Se centra en el an??lisis de los estereotipos de la moda actual a trav??s de las fotograf??as de moda, usando como ejemplo algunas campa??as de Inditex. Todo ello visto desde la perspectiva del arte, y sobretodo de la ilustraci??n. Pues ??sta se convierte en otro documento hist??rico que nos refleja en numerosas ocasiones m??s informaci??n de la ??poca que una fotograf??a. Pues artistas como Ren?? Gruau o Tony Viramonte exageran las sensaciones que nos trasmiten las prendas de vestir. As?? el modista en colaboraci??n con el ilustrador crean algo ??nico. Para finalizar...

Activaci??n autom??tica de los estereotipos asociados al poder y su medici??n impl??cita y expl??cita

Puertas Valdeiglesias, Susana
Fonte: Universidad de Granada Publicador: Universidad de Granada
Tipo: Tese de Doutorado
SPA
Relevância na Pesquisa
37.17%
Utilizando una metodolog??a experimental, se explora y estudia el proceso de estereotipia de diversos grupos sociales que se diferencian entre ellos, fundamentalmente, por el "poder" con el que son percibidos. Los grupos que se utilizan son, en algunos casos, abstractos (poderosos y no poderosoS) y en otros casos naturales (profesores y alumnos universitarios). Algunas l??neas previas de investigaci??n han mostrado que el contenido de estos estereotipos parece ser sistem??tico, esto es, los grupos poderosos son generalmente percibidos como competentes pero no sociables, mientras que los grupos subordinados son vistos como sociables pero incompetentes. Se han utilizado para ello diversas medidas (impl??citas y expl??citas) que nos han permitido examinar las correlaciones existentes entre ambas y su pertinencia para la medici??n de determinados estereotipos. Como medida impl??cita se ha utilizado el IAT, que es un instrumento flexible para la medida de las asociaciones autom??ticas que subyacen a los estereotipos y al prejuicio. Con el IAT hemos obtenido autom??ticas que subyacen autom??tica de los estereotipos sobre los "poderosos" y los "no poderosos" que nos ha permitido estudiar la relaci??n entre "activaci??n-aplicaci??n" que se produce en los procesos de estereotipia y que parecen ser diferencialmente utilizados en funci??n del grupo social del que se trate.

Application of agent-based modeling to the study of gender stereotypes; Aplicación del modelamiento basado en agentes al estudio de los estereotipos de género

Chaigneau Orfanoz, Sergio Edmundo; Canessa Terrazas, Enrique Carlos; Quezada Len, Ariel Osvaldo
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2012 SPA
Relevância na Pesquisa
37.22%
Gender stereotypes are sets of characteristics that people believe to be typically true of a man or woman. We report an agent-based model (ABM) that simulates how stereotypes disseminate in a group through associative mechanisms. The model consists of agents that carry one of several different versions of a stereotype, which share part of their conceptual content. When an agent acts according to his/her stereotype, and that stereotype is shared by an observer, then the latter’s stereotype strengthens. Contrarily, if the agent does not act according to his/ her stereotype, then the observer’s stereotype weakens. In successive interactions, agents develop preferences, such that there will be a higher probability of interaction with agents that confirm their stereotypes. Depending on the proportion of shared conceptual content in the stereotype’s different versions, three dynamics emerge: all stereotypes in the population strengthen, all weaken, or a bifurcation occurs, i.e., some strengthen and some weaken. Additionally, we discuss the use of agent-based modeling to study social phenomena and the practical consequences that the model’s results might have on stereotype research and their effects on a community; Un estereotipo de género es un conjunto de características asociadas a hombres o mujeres. Este trabajo reporta un modelo basado en agentes (MbA) que simula la forma en que dichos estereotipos se difunden en una comunidad mediante mecanismos asociativos. El modelo consta de agentes con diferentes versiones de un estereotipo...

Identificación de los estereotipos sobre envejecimiento femenino, presentes en un grupo de mujeres jóvenes; Identification of aging female stereotypes present in a group of young women.; Identificação dos estereótipos sobre envelhecimento feminino presentes num grupo de mulheres jovens

Carolina Meléndez Merchán, Claudia Bibiana Villabona Galarza, Ara Mercedez Cerquera Córdoba,
Fonte: Pontificia Universidad Javeriana Cali Publicador: Pontificia Universidad Javeriana Cali
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; "Artículo revisado por pares"; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artículo Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
ENG; SPA; POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
Objetivo. El presente estudio busca identificar los estereotipos sobre envejecimiento femenino, presentes en un grupo de mujeres jóvenes de la ciudad de Bucaramanga. Método. Se recolectó información mediante dos instrumentos (Estereotipos del Envejecer en la Mujer y Estereotipos del Envejecer en la Mujer bumanguesa, CABI) aplicados a 40 mujeres con edades entre los 20 y 30 años de edad, seleccionadas a partir de un muestreo no probabilístico por conveniencia. Resultados. Se identificaron 14 estereotipos positivos, tales como: 1) las mujeres mayores tienen un mejor control sobre el gasto del dinero que los hombres y 2) existe una asociación de belleza física y salud con un alta estima; divididos en cinco categorías: física, intelectual, roles de personalidad, roles sociales y gestión doméstica. Conclusión. Se concluye que el proceso de envejecer no solo conlleva pérdidas, como ha sido estereotipado por la sociedad, también supone ganancias en aspectos como la imagen corporal, la actividad cognitiva y los contactos interpersonales; y que desarrollar estilos de vida saludables durante la juventud permite la vivencia de un envejecimiento exitoso.; Objective. This study aims to identify aging female stereotypes presented by a group of young women from Bucaramanga (Colombia). Method. A population of 40 women aged between 20 and 30 years were tested by two data-collection instruments: Aging female stereotypes and Aging female stereotypes of women from Bucaramanga (CABI). Results. Fourteen positive stereotypes...

Meta-estereotipos sobre los indígenas mapuches de Chile

Saiz,José L.; Merino,María Eugenia; Quilaqueo,Daniel
Fonte: Interdisciplinaria Publicador: Interdisciplinaria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2009 ES
Relevância na Pesquisa
37.22%
Se examinaron los meta-estereotipos sobre los mapuches chilenos, esto es, la percepción que miembros de este pueblo originario tienen sobre los estereotipos que los chilenos no indígenas les asignan. Se analizaron cinco aspectos de los meta-estereotipos: contenido (atributos), rótulos (etiquetas grupales), precisión (congruencia con estereotipos), uniformidad (consenso) y estructura (configuración de atributos y rótulos). Una muestra de 39 adultos mapuches de la Ciudad de Temuco (Chile) respondió una entrevista semi-estructurada destinada a indagar experiencias de interacción con chilenos no indígenas. Un análisis de contenido de las entrevistas reveló que los mapuches perciben 10 atributos meta-estereotípicos, todos negativos, relativamente precisos y uniformes: inferior, ignorante, flojo, incapaz, primitivo, conflictivo, sucio, pobre, tonto y borracho. Además, los entrevistados señalaron ser denominados con dos rótulos agraviantes: indio y mapuchito. Un análisis de espacio menor (Guttman, 1968) reveló una estructura compuesta por dos regiones de atributos: una, en torno a mapuchito, con atributos de naturaleza modificable, congruentes con una visión paternalista y otra en torno a indio, con atributos difícilmente modificables...