Página 1 dos resultados de 2058 itens digitais encontrados em 0.046 segundos

From Closed to Open Doors : Portuguese Emigration under the Corporatist Regime

Baganha, Maria Ioannis B.
Fonte: Universidade do Porto / Brown University Publicador: Universidade do Porto / Brown University
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
85.7%
This paper analyses the Portuguese emigration policy under the corporatist regime. It departs from the assumption that sending countries are no more than by bystanders in the migratory process. The paper goes a step further, claiming that in the Portuguese case, not only did the Estado Novo (New State) control the migratory flows that were occurring, but that it used emigration to its own advantage. I tried next to present evidence to show that by the analysis of the individual characteristics of the migrants and of their skills, their exodus couldn’t have harmed the country’s economic growth during the sixties, since the percentage of scientific and technical manpower was, when compared to other European countries, far too scarce to frame an industrial labour force higher than the existing one. The paper concludes that during this period, the most likely hypothesis is that the Portuguese migratory flow was composed of migrants that were redundant to the domestic economy.

A pena e o cadafalso: observações sobre a literatura carcerária relativa ao período do Estado Novo; The sentence and the scaffold: comments on the incarceration literature in the period of New State

Poli Junior, Ovidio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
85.82%
Este trabalho tem por objetivo o estudo da literatura carcerária brasileira (escrita no cárcere ou sob a forma de reminiscência), com ênfase nos escritores que viveram durante o período do Estado Novo (1937-1945). A partir do exame de textos de caráter ficcional, epistolar e memorialístico, procuramos investigar como os autores operaram em suas obras a representação do cárcere, ou, mais precisamente, como refletiram sobre o universo carcerário e como o recriaram enquanto matéria literária. No âmbito historiográfico, procuramos demonstrar que o fenômeno do encarceramento percorre a história da literatura brasileira, sobretudo após a instauração do regime republicano. Trata-se de um trabalho de caráter panorâmico, que parte de apontamentos introdutórios para depois aprofundar-se nos autores inscritos no período referido anteriormente, situando mais detidamente alguns pontos que seriam comuns às suas obras e, ao final, procurando esboçar uma caracterização geral acerca da literatura carcerária brasileira. Acreditamos que o estudo dos escritos do cárcere constitui ocasião privilegiada para examinar a questão do resgate da memória histórica e da identidade individual enquanto fenômeno que conduziria à idéia de uma ética e de uma estética da resistência...

A presença da filosofia platônica na pedagogia do estado novo; The Presence of Platonic Philosophy in the New State Pedagogy

Silva, Tatiane da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
65.95%
O pensamento ocidental foi inaugurado por Platão, que deu início a certas formas peculiares de elaborar e solucionar problemas filosóficos, constituindo marcos discursivos que se encontram em pensadores de diversas áreas de conhecimento, tanto no campo político e social quanto educacional. Em pesquisas anteriores foram analisados os livros O estado autoritário e a realidade nacional de Azevedo Amaral (1938), O Estado Nacional de Francisco Campos (1941) e Tendências da educação brasileira de Lourenço Filho (1940), considerados responsáveis pela elaboração e difusão das bases teóricas da pedagogia que predominou durante o Estado Novo (1937-1945), constatando-se que esses autores buscavam apoio argumentativo em Platão. O objetivo deste trabalho é apresentar um reexame desses livros por meio da análise retórica fundamentada em Chaïm Perelman, visando investigar a presença de marcos discursivos platônicos em seus argumentos. O primeiro capítulo discorre sobre o uso da metáfora como técnica argumentativa, evidenciando que os autores estabelecem diretrizes previamente determinadas na definição das iniciativas políticas e educacionais do Estado Novo. O segundo capítulo focaliza a dissociação de noções, técnica utilizada pelos autores para argumentarem sobre a o predomínio do coletivo sobre o individual no regime estadonovista. O terceiro capítulo examina a técnica que vincula ato e pessoa...

O samba de Getúlio : a malandragem de Wilson Baptista e o projeto nacionalista do Estado Novo

Silva, Camila Alexandre da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.83%
Este trabalho analisa algumas músicas do compositor Wilson Baptista no contexto da Revolução de 1930 até o fim do Estado Novo. Nesse período existiu uma intensa propaganda ideológica do Estado tomada por assuntos relacionados à identidade nacional e afirmações de características brasileiras de cunho nacionalista. O governo de Getúlio Vargas realizou uma virada na história política, econômica e social do país, tendo como uma das inúmeras estratégias, a remodelação do gênero samba. Nesse contexto, Wilson Baptista produziu tanto composições que exaltavam a malandragem como estilo de vida, bem como músicas que valorizavam o trabalhador urbano , portanto estavam alinhadas com a ideologia do Estado. Para compreendermos essa relação entre Estado e sambista, foram utilizados conceitos que elucidam questões relativas à formação de identidades nacionais e ao próprio conceito de Nação.; This paper examines some of the music composer Wilson Baptista in the context of the Revolution of 1930 until the end of the Estado Novo . During this period there was an intense ideological state propaganda outlet for matters related to national identity and statements of Brazilian nationalist character features . The government of Getulio Vargas made a turn in political...

Os trabalhadores e o Estado Novo no Rio Grande do Sul : um retrato da sociedade e do mundo do trabalho (1937-1945); The workers and the "Estado Novo" in Rio Grande do Sul, a portrait of the society and world of work (1937-1945)

Glaucia Vieira Ramos Konrad
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.88%
O período da história do Brasil, conhecido como Estado Novo teve início em 10 de novembro de 1937, através de um golpe de Estado e estendeu-se até 1945. A Constituição de 1937, outorgada, preceituava a retirada das liberdades sociais e a busca do consenso dos trabalhadores e dos seus órgãos representativos. Grande parte da historiografia, que trata deste período, considera que o Estado Novo conseguiu desenvolver o controle absoluto, não tendo ocorrido contestações, reações e questionamentos da sociedade, em geral, e dos trabalhadores, em particular. Enfim, teria existido o completo controle do mundo do trabalho. Neste caso, os trabalhadores ficaram sob total condição heteronômica diante do Estado, seja pela propaganda política e ideológica, seja pela repressão da polícia política. A intenção do governo de Getúlio Vargas, através da implantação de uma legislação trabalhista e social, buscando o controle dos trabalhadores, procurava resolver o conflito entre capital e trabalho pela harmonia social, criando um aparato jurídico-corporativo que submetia a vida sindical ao Ministério do Trabalho. Porém, antes de ser uma doação do Estado, a conquista dos direitos resultou da resistência e da luta dos trabalhadores pela garantia das mínimas condições de vida e trabalho. A tese tem por objetivo demonstrar...

House as Ideology in the Affordable Houses Programme of the Estado Novo

Sergio Dias Silva; Rui Jorge Garcia Ramos
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
65.82%
In April 1933 a new constitution was adopted in Portugal, establishing the Estado Novo (New State) regime, following the military dictatorship imposed in 1926. In September of the same year, a set of decrees was published, setting the foundations of the corporative state. One of those decrees determined the criteria to be adopted in the construction of Affordable Houses by the central government or with its support. That was the start of a housing programme that lasted until the end of the regime in 1974 and that was based on the single-family house.Although it was in tune with similar laws from the Primeira República (First Republic, established in 1910), the choice for the single-family house reveals a conscious choice and an ideological statement by the regime. Several representatives were sent throughout Europe, even to quot;communist Russia, to study housing programmes, and the small house was selected as a symbol of a Portuguese way of life, inspired in a mythical rural setting and in an obsession with a past that never existed outside of the nationalist imaginary.The house represented in that Programme an ideal family and an ideal individual; it represented, in fact, the ultimate goal of the regime: setting an apolitical community...

A Igreja Católica nas origens do salazarismo

Rezola, Maria Inácia
Fonte: Universidade Federal de Juiz de Fora Publicador: Universidade Federal de Juiz de Fora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.78%
As relações entre a Igreja Católica e o Estado Novo constituem uma peça importante da historiografia portuguesa contemporânea. Sendo esta uma questão que está longe de ser consensual, sobretudo porque tem implícita a definição da natureza do regime, revela-se fundamental recuperar os seus fundamentos, através de uma análise do tipo de relacionamento estabelecidos entre as duas instituições nos primeiros anos do salazarismo.; Relations between the Catholic Church and the Estado Novo [New State under Salazar] constitute an important element of contemporary Portuguese historiography. Since this is an issue that is far from consensus, especially because it implicitly defines the nature of the regime, it is essential to recover its foundations, by analyzing the type of relationship established between the two institutions in the early years of Salazar´s Estado Novo.

Propaganda política do estado novo análise de conteúdo dos discursos presidenciais de tomada de posse (1926-1974)

Silva, Andreia Sofia Porfírio da
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
65.86%
Tese de Mestrado em Comunicação Social, Especialização em Comunicação Estratégica; A propaganda política é um conjunto de procedimentos cujo objectivo visa a adesão a um sistema ideológico de cariz político (Gonçalves, 1961). A propaganda tem como objectivo provocar emoções e desejos, de forma que o público identifique o propagandista como o único a conseguir concedê-los. No plano dos meios, a propaganda política tem-se manifestado ao longo da história através de várias formas, tais como a imprensa escrita, a palavra falada, a imagem ou a acção, existindo assim, uma vasta diversidade de meios através dos quais a intenção propagandística se pode manifestar (Domenach, 1975; Quintero, 2011). Apresente dissertação centra-se num dos recursos fundamentais da propaganda política, o discurso, e, concretamente, no estudo presente, os discursos presidenciais de tomada de posse do Estado Novo. Pretende-se na dissertação presente estudar-se o aparelho propagandístico do Estado e a relação dos Presidentes da República com o mesmo e com os valores defendidos. Para tal utilizou-se técnica de investigação análise de conteúdo essencialmente na sua variante qualitativa. Espera-se com este estudo contribuir para a sistematização dos valores discursivos defendidos durante o período do designado Estado Novo em Portugal.; Political propaganda is a set of procedures the aim of which is the adherence to a primarily political ideological system (Gonçalves...

Estado Novo e relações luso-brasileiras (1937-1945)

Schiavon, Carmem Gessilda Burgert
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
85.76%
A década de trinta do século XX, com Getúlio Vargas à frente do executivo nacional, inaugura uma nova fase nas relações luso-brasileiras, pois a partir deste momento verifica-se um processo de reaproximação entre os dois países. Com a implantação do Estado Novo no Brasil, em razão das afinidades ideológicas e histórico-culturais, bem como do expressivo número de portugueses residentes no Brasil, acentua-se este processo de aproximação. Desse modo, com base na retórica da afetividade, Portugal irá assumir a liderança nesse processo de ligação com o Brasil, visando a formação da comunidade luso-brasileira e o incremento nas entre os dois países. Como fruto desse recrudescimento nas relações entre lusos e brasileiros, constata-se a assinatura de um Tratado Cultural, de uma Convenção Ortográfica, da criação da Revista Atlântico, de um Protocolo Adicional ao Tratado de Comércio e Navegação de 1933, assim como uma série de outras iniciativas que objetivam aproximar Brasil e Portugal e ressaltar a identidade comum entre essas duas nações.; The 1930s decade, with Getúlio Vargas heading de national executive, sets up a new phase in the Brazilian-Portuguese relations, and from this moment on one can verify a process of reapproaching between the two countries. With the implementation of Estado Novo (New State) in Brazil...

Os intelectuais no Estado Novo (1937-1945) : a trajetória de Paulo Figueiredo e as Revistas Cultura Política e Oeste; Intellectuals in the New State (1937-1945): the trajectory of Paulo Figueiredo and Culture Magazines Policy and West

SCHWAB, Mariana de Castro
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em História; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em História; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.9%
Our overall aim in this dissertation is to develop an analysis based on some case studies on how was proceeded the formulation and dissemination of the ideology of a key moment of the history of Brazil: the New State (1937 - 1945). The historiographical development of this objective will be effected through an analysis of institutional practices from the center of power (National State) to the regional government of the State of Goiás, practices perceived through the journals Cultura Política (Rio de Janeiro) and Oeste (Goiânia ) and mediated with emphasis on a study of intellectual history focusing on institutional action of Paulo Augusto de Figueiredo. Through the path of Paulo de Figueiredo we historically realize how ideological connections between the federal capital and the center of the country have been organized in the process of consolidation of the New State; Nosso objetivo geral nesta dissertação é o de desenvolver uma análise com base em alguns estudos de caso sobre como era procedida a formulação e a divulgação ideológica de um dos momentos fundamentais da História do Brasil: o Estado Novo (1937 1945). O desenvolvimento historiográfico deste objetivo se efetivará por meio de uma análise das práticas institucionais do centro do poder (Estado Nacional) com o poder público regional do Estado de Goiás...

Educação, infância e família na imprensa uberlandense do estado Novo (1937-1945); Education, Childhood and family on the Uberlandia’s news agency in the New State (1937-1945)

Sousa, Marcos Paulo de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.84%
O presente trabalho tem como objetivo principal reconstituir relações estabelecidas entre educação, infância e família, estabelecidas no discurso jornalístico na cidade mineira de Uberlândia, entre os anos de 1937 e 1945. Realiza-se uma pesquisa, no campo da história da educação, pela imprensa, de modo foi levantada a existência de três jornais locais, a saber, O Repórter, A Tribuna e Correio de Uberlândia. Os jornais se caracterizam como uma rica fonte de pesquisa, através da qual é possível compreender relações tecidas no cenário histórico, político e educacional varguista do Estado Novo, sob controle e censura realizada pelos órgãos governamentais. Nos vários momentos de enaltecimentos às proezas varguistas na condução da política nacional, articulistas locais e nacionais sublinharam os direcionamentos dados à família nacional e a necessidade de se ater sobre a formação da infância. A linha diretiva do Estado Brasileiro estava nítida a partir da legislação que constantemente era publicada e renovada, delineando concepções governamentais acerca da estruturação familiar. Com a Constituição de 1937, a família fora responsabilizada pela educação, vários conteúdos foram abordados ressaltando a atenção dispensada pelo novo regime à família e à infância. Se de um lado a carta magna tributava ao Estado cuidados especiais à família...

Propaganda e coer????o na pol??tica educacional do Estado Novo (1937-1945), em Pelotas/RS; Propaganda e coer????o na pol??tica educacional do Estado Novo (1937-1945), em Pelotas/RS; Propaganda e coer????o na pol??tica educacional do Estado Novo (1937-1945), em Pelotas/RS; Propaganda e coer????o na pol??tica educacional do Estado Novo (1937-1945), em Pelotas/RS

LEMOS, Vanessa dos Santos
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Hist??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Hist??ria; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Hist??ria; Programa de P??s-Gradua????o em Hist??ria; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.88%
This dissertation analyzes the elements of coercion and propaganda employed in education in the Estado Novo (1937-1945), especially in Pelotas - Rio Grande do Sul. The work examines how the policy of the dictatorship of Vargas manifested in education, which promoted the mechanisms massive participation of the school population in civic ceremonies, as well as adherence to the rules of society. The Vargas government, through its educational policy, sought to instill in Brazilian society, the cult leader, civic and patriotic values, forging a national identity. Are studied as the Civic Celebrations (Week Fatherland) and practices of physical education were employed in this process and how they were merged in the making of the New State pedagogical project, elements of the proposed Catholic teaching and the secular. It assessed the role of institutions in the school organization and monitoring of the community where they were inserted and how the state has co-opted families in the development of nationalization campaign. Perceived as a liberal discourse was linked to the practice in the joint dictatorship of accession and approval to the scheme. Demonstrates how the teaching of history was used in the formulation of an education grounded in a patriotic nationalism. Reflects on the promotion of physical education and a "civic" in caravans of Coloninhos in Camps and Scout groups...

Inconstância, ausência e paradoxo na política para o livro no Estado Novo português

Medeiros, Nuno
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
85.77%
Neste artigo procura-se entender a dúplice forma como o Estado Novo em Portugal lidou com o livro como objecto de acção política. As tentativas de enquadrar o livro como alvo de promoção no sentido de um apoio efectivo e da adopção de medidas correctivas das disfunções do mercado, próprias de uma matriz contemporânea e aberta de sistemas políticos e sociais desenvolvidos, nunca terão verdadeiramente existido durante o período autocrático. Com efeito, desde o seu começo até meados da década de 1950 o regime hesitou entre fórmulas – isoladas – de suporte à edição e à leitura, que não pôde ou não quis consolidar, e opções tendentes a conseguir arregimentar agentes do livro (sobretudo editores e autores) à nunca concretizada literatura oficial do Estado Novo, e que obedecesse aos seus pressupostos. O caminho trilhado parece ter sido, a partir de dado momento, essencialmente o da repressão ao livro, pautando o poder a sua actuação pela ausência de propostas de fomento do mercado editorial e livreiro como as que se verificaram noutros contextos nacionais, inclusive ditatoriais.; ABSTRACT - This explores paper the twofold ways in which the Estado Novo (New State) in Portugal dealt with the book as an object of policy making. During the authoritarian regime...

A imprensa periódica missionária no período do Estado Novo (1926-1974)

Pires, Sandra Maria da Cunha
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
85.79%
Mestrado em História; Podemos referir que o período áureo da imprensa periódica missionária teve início em 1926 e prolongou-se até final do Estado Novo. Apesar da sua riqueza, até ao momento não foi elaborado qualquer inventário que nos desse uma perspectiva global dessas publicações. Procurando colmatar esta lacuna desenvolvemos um catálogo através do qual identificámos, classificámos e quantificámos esta imprensa, produzida pelas igrejas católicas e protestantes no período compreendido entre 1926 e 1974, publicada em Portugal e nas colónias portuguesas.; We can state that the golden period of the missionary periodic press began in 1926 and lasted until the end of the fascist “Estado Novo” (New State). In spite of its wealth, until now there has been no inventory that would offer us a global perspective of those publications. Seeking to fill this gap, we developed a catalog to identify, classify and quantify this press, produced by the Catholic and Protestant churches of the period between 1926 and 1974, published in Portugal and in the Portuguese territories of Africa and Asia.; L’âge d’or de la presse d’évangélisation au Portugal a commencé en 1926 s’est développé jusqu'à la fin du régime de l’Etat Nouveau (Estado Novo). Malgré la richesse de ces publications...

The development of the welfare state in Portugal. Trends in social expenditure between 1938 and 2003

Carolo, Daniel Fernando; Pereirinha, José António
Fonte: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto Laureano Figuerola Publicador: Universidad Carlos III de Madrid. Instituto Laureano Figuerola
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/article
Publicado em /12/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
65.89%
This paper presents a data series on social expenditure in Portugal for the period 1938-2003. The series was built with the aim of identifying and characterizing the most significant phases in the process leading up to the current welfare state system in this country. The establishment of a social insurance (Prevideˆncia) in 1935 was one of the founding pillars of the Estado Novo (New State). Reforms to Social Welfare (Prevideˆncia Social) in 1962, while in the full throes of the New State, policy measures taken after the revolution of 1974 and a new orientation for social policy following the accession of Portugal to the European Economic Community (EEC) in the mid-1980s brought about significant transformations in the institutional organizational structure that provided welfare and conferred social rights in Portugal. To understand this process, knowledge is needed of the transformations to the institutional structures governing the organizations that provided welfare, welfare coverage in terms of the type of benefit and the population entitled to social risk protection, the magnitude of spending on benefits associated with these risks, as well as how benefits were allocated between the institutions. We built a data series for the period 1938-1980...

A família na doutrina social da Igreja e na política social do Estado Novo; The family according to the church social doctrine and the social politics of the"New State"

Vilhena, Cynthia Pereira de Sousa
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1992 POR
Relevância na Pesquisa
65.83%
No interior do universo mais amplo das relações entre a Igreja e o Estado na época do governo ditatorial de Getúlio Vargas, o artigo procura demonstrar a identificação de interesses entre essas duas instâncias de poder para o alcance de seus próprios fins, levando-se em conta como objeto de análise o problema da família e, por extensão, da mulher e da prole. A efetivação dos projetos do Estado Novo e da Igreja Católica estava sujeita, em larga medida, à manutenção da ordem e da estabilidade sociais por meio do disciplinamento da família, concebida como fundamento da sociedade.; Within the wider universe of relationships between the Catholic Church and the State during the Getulio Vargas dictatorship, the article intends to demonstrate the identification of interests between these two divisions of power for the fulfillment of their own aims, using as object of analysis the problem of the family and, as a consequence, of women and their children. The fulfillment of the"New State" and Catholic Church projects was subordinated, to a large extent, to the maintenance of social order and social stability, through the discipline of the family, conceived as the foundation of society.

Estado Novo e arquitetura: redes sociais e patrimônio cultural moderno em Portugal e no Brasil; New State and architecture: social networks and modern cultural heritage in Portugal and in Brazil

Ramos, Tânia Beisl
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
65.88%
Portugal e Brasil tiveram na década de 30 governos políticos autoritários com a designação comum de Estado Novo. Embora com especificidades próprias e durações distintas, interessa analisar as redes sociais estabelecidas entre arquitetura e Estado, durante os governos de Salazar e de Vargas. O artigo lança um olhar paralelo sobre estas relações, marcadas por avanços e recuos, que contribuíram para a formação dos respectivos patrimônios culturais modernos e identidades nacionais.; Portugal and Brazil had in the 30's authoritarians political governments that had the same designation: New State. Although the specific characteristics and different length, it is important to analyze the social networks established between architecture and State during the governments of Salazar and Vargas. The paper takes a parallel look on these relations, marked by advances and setbacks, which contributed to the construction of their modern cultural heritage and national identities.

When Brazil was modern: the State before the crisis of the State; Quando o Brasil era moderno: o Estado antes da crise do Estado

Codato, Adriano; Universidade Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
65.89%
This article proposes and develops an analytical scheme based on historicalneo-institutionalism to explain the genesis of State capacities through exclusivelypolitical variables. Taking the case of the exponential growth of State powerduring the Brazilian “Estado Novo” regime (1937-1945) as my problem, I seek toreflect on the empirical determinants and, as deriving from them, the theoreticalcriteria that are responsible for accounting for three simultaneous occurrences:decision-making centralization at the head of the Federal Executive, influence offormal government institutions on processes of recruitment and selection of politicalpersonnel and unequal sharing of decision-making power among differentelite groups. These three processes lie at the base of the building of State authorityover society (“sovereignty”) and of the nationalization of structures of domination.They function as a pre-condition for shifting models of economic developmentduring the first half of the 20th century. Through comparisons, thesevariables may enable us to think about the opposite movement that characterizesthe late 20th century, in which – given the crisis of the “national- developmentalistState” – there is a resulting erosion of State capacities and constitution ofa new economic dependence.; O artigo propõe e desenvolve um esquema analítico baseado no neo-institucionalismohistórico para compreender e explicar a gênese da capacidade estatal a partir devariáveis exclusivamente políticas. Tomando como problema o caso do aumento exponencialdo poder estatal durante o regime do Estado Novo no Brasil (1937-1945)...

Janelas - Arte e estado-novo nas telas de Cândido Portinari

De Martino, Marlen; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
75.72%
The purpouse of this article is to analyse Portinari's canvas: "Hammock's" Buriel, painted in 1944. The analysis will be through two metaphors: where the body extended in the hammock is traced as a people's picture in Getúlio Vargas government; and as a pcture of a deal child- a symbol of a abandoned childhood in the Estado Novo (New Age State).; O propósito deste artigo é analisar a tela de cândido Portinari: "Enterro na rede" pintada em 1944, através da realização de duas metáforas: onde o corpo estendido na rede é traçado como o retrato do povo no governo de Getúlio Vargas; ou como a imagem de uma criança morta, símbolo da infância desvalida na época do Estado Novo.

State and democracy in the Estado Novo regime’s official discourse; Estado e democracia no discurso oficial do Estado Novo

Losso, Tiago; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 23/10/2008 POR
Relevância na Pesquisa
85.88%
The objective of this article is to discuss the main ideas expounded in the first issues of the periodical Cultura Política (“Political Culture”), paying special attention to ideas about democracy and State organization. These ideas are debated in relation to the institutional construction of the Estado Novo (“New State”, in Portuguese) and to the intellectual environment of the 1930s and 1940s. The Estado Novo was a regime based on an organized discourse, and one which was elaborated and disseminated in order to simultaneously validate and investigate actions and policìes adopted after 1937. Among the vehicles used for this purpose was Cultura Política, a magazine directed by Almir de Andrade and published between 1941 and 1945. The articles and texts found within its pages constituted what can be considered the official discourse of the Estado Novo regime. Keywords: democracy; Cultura Política magazine; Estado Novo; official discourse.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2008v7n12p95O objetivo do artigo é discutir as principais idéias expostas nas primeiras edições do periódico Cultura Política, com ênfase nas idéias sobre democracia e funcionamento do Estado. Essas idéias são discutidas em relação à construção institucional do Estado Novo e ao ambiente intelectual das décadas de 1930 e 1940. O Estado Novo foi um regime baseado em um discurso organizado...