Página 1 dos resultados de 839 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Esquecimento e lembrança em Lygia Fagundes Telles; Forgetfulness and remembering in Lygia Fagundes Telles' work

Lucena, Suênio Campos de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Este trabalho aborda questões relacionadas ao esquecimento e à lembrança em narrativas de ficção e de testemunho da escritora Lygia Fagundes Telles. Tendo como base teórica pressupostos de Sigmund Freud, a intenção é discutir elementos preponderantes em torno do esquecimento associado à culpa, nos contos "Helga" e "Natal na barca"; ao "estranho" e "inexplicável" nos contos "A caçada" e "O noivo", e, finalmente, a lembrança nostálgica verificada tanto no romance As horas nuas quanto no testemunho "Nada de novo na frente ocidental". Com isso, se enfatiza que a autora expõe em sua obra uma problemática em torno da memória, do esquecer e do lembrar.; This work approaches questions related to forgetfulness and memory in fictional and memoir narratives by writer Lygia Fagundes Telles. Using as theoretical base Sigmund Freud's assumptions, the intention is to argue about preponderant elements around the forgetfulness associated with guilty, in the short stories "Helga" and "Natal na barca"; to the "strange" and the "inexplicable" in short stories "A caçada" and "O noivo", and, finally, the remembering nostalgic verified in the novel As horas nuas and in the memoir "Nada de novo na frente ocidental." So, it is emphasized that the author displays in her work an issue of memory...

O esquecimento do passado por refugiados africanos; The forgetting of the past by African refugees

Oliveira, Tania Biazioli de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.4%
Esta pesquisa trata do esquecimento do passado por refugiados africanos. As entrevistas foram recolhidas na Casa do Migrante, albergue que acolhe migrantes internos, imigrantes e refugiados recém-chegados em São Paulo. Foram entrevistados dois africanos: um angolano e outro congolês. Nosso objetivo de estudar o esquecimento emergiu nas entrevistas individuais e compartilhada entre estes refugiados, pois eles não queriam lembrar as cenas de guerra em África. Compreendemos o esquecimento, levantando a hipótese freudiana de que os refugiados querem esquecer o passado pois, ao tentarem dominar o golpe excessivo, repetem compulsivamente o trauma e a hipótese benjaminiana de que a dificuldade dos africanos em comunicar a experiência de guerra se deve ao declínio da narrativa e a experiência do choque após o avanço das forças produtivas. Porém, buscamos investigar se é possível elaborar o passado. Compreendemos as levas de refugiados ao redor do mundo como resultado da crise do capitalismo global, como nos mostrou Robert Kurz. Não se trata de povos obrigados a sair de sua pátria desde a antiga história religiosa da humanidade, tão pouco de vítimas de perseguição ou vítimas de violação dos direitos humanos, como concebe a Cáritas Arquidiocesana de São Paulo no atendimento aos refugiados. Analisamos as entrevistas a partir de três categorias de análise a fuga da guerra...

Sobre o esquecimento

Navas, José Francisco
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 95 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
Pós-graduação em Educação Escolar - FCLAR; Esta dissertação tem por sentido a investigação da idéia do esquecimento dentro da filosofia da diferença. Para tanto, toma como referencial as proposições elaboradas por Deleuze como também seus pares dentro do escopo educativo , questionando-se se valeria a pena uma educação para o esquecimento, ou até mesmo se a filosofia da diferença se sustentaria através de uma territorialização do esquecer.; This dissertation research is towards the idea of forgetting within the philosophy of difference. To do so, taking as reference the propositions elaborated by Deleuze as well as their peers within the educational scope, it wonders if it would be worth an education into oblivion, or even if the philosophy of difference sustain itself through a territorialization of forgetting.

Um estudo de caso: o Direito ao Esquecimento contra a Liberdade de Imprensa

SIERRA, Joana de Souza
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 89 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.21%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Jurídicas. Direito.; Por meio de estudos de caso e da análise da legislação pertinente a monografia objetiva examinar o cabimento na nossa ordem jurídica do “Direito ao Esquecimento”, recentemente reconhecido em duas decisões independentes do Superior Tribunal de Justiça, especialmente em relação aos já garantidos direitos à vida privada, à liberdade de imprensa e à dignidade da pessoa humana. Esse novo direito foi introduzido ao debate nacional primeiramente pelo Enunciado 531 da VI Jornada de Direito Civil do Conselho da Justiça Federal, o qual proclamou que entre os direitos da personalidade protegidos no artigo 11 do Código Civil, encontra-se o de ser esquecido, baseado por sua vez em entendimentos das cortes superiores norte-americana e alemã, além de Diretivas editadas pela União Européia. Como consequência, considera-se que a pessoa possui o direito de fugir para o anonimato, mesmo tendo participado de eventos de interesse público, desde que a passagem do tempo tenha retirado a notícia de circulação. Imediatamente, faz-se necessário estudar a interpretação que se deu aos conceitos nas decisões, a saber, a vida privada...

Stock photography: entre memória e esquecimento

Proença, Patricia Delgado Martins de Matos
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências da Comunicação, especialização em Comunicação e Artes; Stock photography designa simultaneamente um tipo de imagem e a indústria comercial de que provém. Essa indústria, que cresceu e definiu o seu potencial durante o século XX, foi redinamizada através das tecnologias digitais e da exposição mundial obtida na Internet. As imagens de stock photography são solicitadas globalmente por parte de uma crescente variedade de indivíduos e empresas, embora sejam mais dirigidas para fins de publicidade e design de comunicação. O objectivo maior deste trabalho é o de determinar em que é que estas imagens se podem definir através dos temas da memória e do esquecimento. O âmbito deste trabalho é a identificação de elementos e mecanismos de memória através de imagens de cinco agências de stock photography. Para clarificar os pontos principais da discussão, são apresentados e analisados resultados empíricos. Será possível dizer que o esquecimento caracteriza a stock photography tanto ou mais do que a memória, por aquilo que as imagens omitem e pela forma como são percepcionadas.

A vida como um jogo - Metáfora e esquecimento no primeiro Nietzsche

Leal, Francisco Manuel Gomes da Costa Sáragga
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
Pretende-se, neste estudo, levar a cabo uma investigação aos primeiros escritos de Friedrich Nietzsche, com o intuito de compreender de que forma o manifesto jovial interesse do filósofo pelas questões da linguagem pode revelar-nos uma perspectiva muito particular e peculiar sobre a vida e sobre o homem em relação com a vida. Para tal, tentar-se-á demonstrar que subjacente ao problema da linguagem está a questão - herdada de Kant e de Schopenhauer - da inacessibilidade, por parte dos homens, à «coisa em si», e que a esta questão, por sua vez, corresponde um esboço da constituição do homem enquanto insuficiente e incompleta perante a tarefa de conhecer a essência das coisas, de conhecer-se a si mesmo e ao seu papel no cosmos. Por outra parte, dependendo o conhecimento humano da linguagem conceptual, será de particular relevância, numa primeira instância, analisar a noção Nietzschiana de metáfora e, por consequência, o papel que o autor concede ao esquecimento. Será posto em evidência e sob análise o ponto de vista do filósofo segundo o qual a linguagem conceptual resulta de um processo duplamente metafórico que transforma um X para nós inacessível numa imagem e essa imagem, posteriormente, num som, ou seja...

Esquecimento organizacional e suas consequências no processo de aprendizagem organizacional

Remor,Lourdes de Costa; Miranda,Angélica C. D.; Santos,Neri dos; Steil,Andreia Valéria; Remor,Carlos Augusto Monguilhott
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
Este artigo apresenta uma revisão da literatura sobre o tema "esquecimento organizacional" e suas consequências no processo de aprendizagem organizacional. O objetivo da revisão é mostrar a importância atribuída ao esquecimento organizacional, considerando que acreditamos que ele interfere no processo da aprendizagem. Na literatura, percebe-se haver grande interesse na aprendizagem como um diferencial competitivo na busca por resultados. Por outro lado, parecem ser subvalorizados o esquecimento organizacional e seus desdobramentos nos processos de aprendizagem organizacional.

Memória e esquecimento: narrativa sobre imperador romano e senado

Omena,Luciane Munhoz de; Funari,Pedro Paulo A.
Fonte: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
O presente artigo teve por objetivo fazer algumas considerações críticas sobre a relação entre a escrita do presente e a escrita do passado, tendo como ponto de partida dois eixos conceituais: memória e esquecimento em Paul Ricoeur. Compreendemos a memória como um suporte da lembrança, um suporte do passado, que, em outras palavras, designa a construção de imagens de um passado sob a insígnia de uma "memória manipulada", que são narrativas de esquecimento. A partir deste suporte analítico, traçaremos algumas reflexões sobre a divisão de poderes entre o imperador e o senado, a partir do século I d. C., para analisar as variedades discursivas nos testemunhos de Sêneca e de Tácito e, nessa mesma linha, compreender a construção do discurso historiográfico contemporâneo e suas projeções do presente nos traços e nos gestos do passado, em especial, na narrativa de Tácito.

Compreendendo o esquecimento: teorias clássicas e seus fundamentos experimentais

Pergher,Giovanni Kuckartz; Stein,Lilian Milnitsky
Fonte: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Apresenta-se uma revisão das teorias pioneiras que buscaram explicar o fenômeno do esquecimento, que é aqui considerado como o fenômeno no qual há uma incapacidade de lembrar informações que estavam, anteriormente, disponíveis para serem recordadas. As teorias abordadas são: Deterioração, Interferência, Falha de Recuperação e Esquemas. Também são apresentados alguns efeitos experimentais clássicos que deram suporte empírico a estes modelos sobre o esquecimento.

Esquecimento organizacional e suas consequências no processo de aprendizagem organizacional

Remor, Lourdes de Costa; Miranda, Angélica Conceição Dias; Santos, Neri dos; Steil, Andréia Valéria; Remor, Carlos Augusto Monguilhott
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Este artigo apresenta uma revisão da literatura sobre o tema “esquecimento organizacional” e suas consequências no processo de aprendizagem organizacional. O objetivo da revisão é mostrar a importância atribuída ao esquecimento organizacional, considerando que acreditamos que ele interfere no processo da aprendizagem. Na literatura, percebe-se haver grande interesse na aprendizagem como um diferencial competitivo na busca por resultados. Por outro lado, parecem ser subvalorizados o esquecimento organizacional e seus desdobramentos nos processos de aprendizagem organizacional.; This article presents a review of the literature on organizational forgetting and its consequences for the process of organizational learning, so as to assess the importance attributed to organizational forgetting, considering that it interferes in the learning process. The literature reviewed showed great interest in learning as a competitive differential. On the other hand, organizational forgetting and its developments are underestimated in the processes of organizational learning.

Memória e esquecimento na ciência da informação: um estudo exploratório

Buarque de Holanda, Adriana; de Holanda Barros, Lourival (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Pretende investigar as abordagens teórico-conceituais dos temas memória e esquecimento no âmbito da Ciência da Informação, através de um estudo exploratório que envolve pesquisa documental, revisão bibliográfica e análise de conteúdo de artigos de periódicos em destaque na produção científica nacional em Ciência da Informação, contribuindo para o desenvolvimento de pesquisas neste campo. Parte da hipótese da necessidade de exploração dos temas memória e esquecimento, os quais atualmente emergem significativamente no campo da Ciência da Informação, construindo uma relação de interdisciplinaridade com outros campos do conhecimento. Os resultados demonstram uma incidência maior na produção de artigos sobre memória, enquanto o tema do esquecimento emerge de forma tímida no campo da Ciência da Informação. Todos os artigos sobre memória analisados buscam referenciais teóricos nas áreas de Filosofia, História Social e outras ciências sociais e humanas. Conclui-se que tais trocas conceituais são fundamentais para a abordagem do uso social da informação, entendendo-a através de suas variadas formas de representação, materiais e imateriais; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Hemeroteca esquecida: fenômeno social do esquecimento na perspectiva da ciência da informação

Macedo, Tony Bernardino de; Lima, Marcos Galindo (Orientador); Miranda, Májory Karoline Fernandes de Oliveira (Co-orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
37.46%
Trata-se de um trabalho interdisciplinar que tem como objeto de estudo o fenômeno social do esquecimento. O termo foi empreendido durante o processo de pesquisa, entendemos por este fenômeno a não concretização do fluxo informacional, uma vez que instituições memorialistas não promovendo acesso e uso da informação/memória da qual elas são detentoras estão exercendo a pratica do esquecimento. O que pretendemos aqui é discutir esta pratica sob a perspectiva da ciência da informação. Entendemos que o campo de estudo da Ciência da Informação é o fluxo informacional (coleta, processamento, organização e acesso da informação), no entanto, em alguns momentos esse fluxo não é concretizado, o acesso não é realizado, ocorrendo o fenômeno social do esquecimento. Apontamos como um exemplo deste fenômeno o caso da hemeroteca da Faculdade de Direito do Recife, cujo acervo é formado por jornais do século XIX e início do século passado. Para a elaboração desse trabalho apresentamos duas justificativas. Na primeira escrevemos sobre a relevância da hemeroteca da Faculdade de Direito do Recife; A segunda diz respeito à escassez de pesquisas que abordam a temática do esquecimento dentro da Ciência da Informação. Diante do tema proposto optamos por estruturar a dissertação em quatros polos tendo como referência o modelo de investigação quadripolar concebido por Paul de Bruyne...

O labirinto da memória: memória e esquecimento em obras da literatura juvenil brasileira; The labyrinth of memory: memory and forgetting in works of brazilian juvenile literature

Xavier, Alice Gomes
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Throughout human history, the theme of memory has been studied and discussed in different areas of knowledge, for various cultural and sociopolitical factors, beyond the apparent human need to preserve the past and specific stories of each nation. The fear of individual or collective forgetfullness makes the man look for in history and in personal and social memories the knowledge of himself. It is not different in literature, which, since Antiquity, has valued the memory because it permeates human imagination, and perpetuates the stories of the world, collaborating with the languages processes of narratives constructions. This paper starts with the question of how the images of the memory and forgetfulness are embedded in juvenile literature. The objective is, therefore, to find and investigate the images and traces of memory and forgetfulness in some compositions of juvenile literature, between different aspects of knowledge. It also seeks to valorize the juvenile literature as literature for all, highlighting the symbols which permeates the juvenile imaginary and universe, in order to enrich the literary criticism and the development of this kind of literature in the world. The compositions analyzed are Corda bamba...

Nietzsche e o esquecimento; Nietzsche and forgetfulness

Campos, Anna Paula de Ramos
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Filosofia (FAFIL); Faculdade de Filosofia - FAFIL (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Filosofia (FAFIL); Faculdade de Filosofia - FAFIL (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
We intend with this work to examine the issue of forgetfulness from the Nietzschean perspective. Every human action has the intrinsic characteristics of unpredictability and irreversibility. Starting from this assumption, we know then that man is free to initiate their actions and, when this occurs, there is always a purpose in action. Notwithstanding, one can‘t calculate or predict with absolute certainty what will trigger that action, regardless of its results will be misfortune or fortune. Nietzsche tells us about the important human ability to forget. This ability would be related and would move in a constant power struggle with other capacity also of great importance: the memory. We will highlight the concept of "forgetting" in Nietzsche‘s philosophy. This concept will be related to other essential concepts to understand the meaning of activity assigned to oblivion in Nietzsche. We will analyze mainly the concepts of memory, history, promise, resentment, guilt and moral. Forgetting in Nietzsche‘s work is a key concept to understand what he means by a strong health. Forgetting enables to man the emergence of the new again and again.; Pretendemos com esse trabalho examinar o tema do esquecimento a partir da perspectiva nietzschiana. Toda ação humana tem as características intrínsecas de imprevisibilidade e irreversibilidade. Mas...

Transcri????o musical em Lucio Yanel: pelo n??o esquecimento de um viol??o pampeano

Santos, Jos?? Daniel Telles dos
Fonte: Universidade Federal de Pelotas Publicador: Universidade Federal de Pelotas
Tipo: Trabalho em Andamento
OTHER
Relevância na Pesquisa
37.21%
O presente trabalho surgiu a partir de algumas reflex??es acerca do bin??mio mem??ria e esquecimento presente no estudo ???Lucio Yanel: mem??rias de um viol??o pampeano???. O cen??rio no qual a obra musical de Yanel est?? inserida tem seu processo de transmiss??o baseado quase que exclusivamente na oralidade, sem uso de suporte escrito. Tal fator, guarda a silenciosa presen??a do esquecimento que pode, a qualquer momento, guardar para si obras musicais nem sempre mantidas pela oralidade. Atrav??s de um projeto de pesquisa, em paralelo com a referida pesquisa, ser?? desenvolvido uma s??rie de transcri????es de algumas obras do violonista Lucio Yanel. Neste sentido, o presente estudo vem propor o registro dessas obras como uma forma de difundir este saber, ao mesmo tempo que contribui para a preserva????o deste patrim??nio cultural imaterial.

Aplica????o do direito ao esquecimento no ordenamento jur??dico brasileiro

Coene, Claudenir
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.21%
O Direito ao Esquecimento vem ganhando notoriedade diante da discuss??o sobre sua aplica????o nos casos que envolvem fatos criminais hist??ricos, possibilitando que pessoas envolvidas nestes casos, ou seus familiares, possam, ap??s certo per??odo de tempos, obstar nova veicula????o destes acontecimentos em meios de comunica????es. Tal pretens??o vai de encontro como o direito/dever social de informa????o. Surge ent??o o conflito aparente de direitos fundamentais, de um lado o direito da personalidade - consubstanciado nos aspectos imagem, intimidade, vida privada e honra - e do outro a liberdade de express??o/informa????o, que devem ser ponderados para escorreita aplica????o a casos concreto. Mesmo sendo um assunto que vem sendo abordado a muito tempo em outros pa??ses, no Brasil a discuss??o sobre a aplica????o do direito ao esquecimento ganhou notoriedade em decorr??ncia de ter sido discutido a possibilidade de sua aplica????o no Superior Tribunal de Justi??a,onde os dois casos foram julgados na mesma ocasi??o, por??m com decis??es opostas. O dilema ser?? decidido pelo Supremo Tribunal Federal, em grau de Recurso Extraordin??rio.

Direito ao esquecimento na internet os limites do direito ?? informa????o e do direito ?? privacidade

Nagao, Cassia Esposito
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.32%
O presente trabalho tem o objetivo de estudar a aplica????o do direito ao esquecimento na internet. A mat??ria, de an??lise densa e n??o pacificada no Brasil, entrou em pauta mais contundente em mar??o de 2013, ap??s o Enunciado no 531 da VI Jornada de Direito Civil, promovida pelo Conselho da Justi??a Federal. Na edi????o do referido enunciado, o direito ao esquecimento passou a ser inclu??do na tutela da dignidade da pessoa humana, estabelecendo que ?? de direito do ser humano n??o ser lembrado eternamente por ato praticado no passado ou por situa????es constrangedoras. A vincula????o do direito ao esquecimento na internet traz ?? discuss??o uma quest??o ainda mais problem??tica, uma vez que n??o h?? completo dom??nio sobre o referido canal de comunica????o. Aliado a isso est?? o fato de que na rede encontram-se arquivos digitais dispon??veis a todos os usu??rios, mundialmente, em apenas poucos cliques. Os conte??dos s??o facilmente circulados, proporcionando uma superexposi????o de fatos e not??cias, at?? mesmo de atos praticados no pret??rito. A an??lise do tema proposto ?? pass??vel de debates, questionamentos e controv??rsias, os quais demandar??o muitas reflex??es, uma vez que envolve direitos fundamentais distintos e conflituosos entre si...

Direito ao esquecimento e a memória dos suportes técnicos; -

Felicio, Mauricio Barbosa da Cruz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
Este trabalho debate o direito ao esquecimento em uma sociedade amplamente mediada por tecnologias digitais. Entre os principais quesitos, será possível verificar que a aceleração das comunicações está baseada no imperativo de velocidade que se fortaleceu ainda mais com a cibernética, sendo a viga-mestra da cibercultura. Tal aceleração conduzirá o estudo para a avaliação dos discursos identitários, bem como sobre a privacidade, sua invasão e evasão, além do assédio violento e sutil da velocidade para que os indivíduos explicitem seus gostos e características que serão usados como artefatos de memória digital, construindo bancos de dados interconectados que conforto e praticidade, mas por outro lado também podem ser convertidos em tecnologias de vigilância e controle. Neste sentido, a inversão do custo das memórias e do custo do esquecimento pautará o debate que pretende explicitar algumas barreiras contemporâneas para que o esquecimento continue a desempenhar seu papel social, além da dificuldade de compreender o poder dos filtros algorítmicos quando se está submerso na cibercultura pantópica.; This paper discusses the right to be forgotten in a society largely mediated by digital technologies. Among the main questions...

Memória e esquecimento no mundo virtual: os mesmos fios tecendo uma nova trama? │ Memory and forgetting in the virtual world: the same thread weaving a new tapestry?

Medleg Rodrigues, Georgete; Universidade de Brasilia; Oliveira, Eliane Braga de
Fonte: Ibict Publicador: Ibict
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
RESUMO O “direito ao esquecimento” tem sido destaque na mídia brasileira nos últimos anos.  Alguns casos levados aos tribunais confrontam o “direito à privacidade”, “direito à informação” e “direito ao esquecimento”. O artigo contextualiza a emergência do “direito ao esquecimento” no ambiente digital e seus desdobramentos, analisando documentos da União Europeia e da Unesco, e sistematiza as reflexões de alguns autores sobre a questão da memória e do esquecimento e suas implicações no mundo virtual. Destaca a diversidade de aspectos que envolvem o tema, considerando a sua aparição recente como objeto de preocupação, antes mais focada na memória digital.Palavras-chave: Direito ao Esquecimento; Memória; Direito à Informação; Mundo Digital.    ABSTRACT The “right to be forgotten” has been featured in Brazilian media in recent years. Some cases brought before the courts confront the “right to privacy”, "right to information" and “right to be forgotten”. The article analyzes the emergence of the “right to be forgotten” in the digital environment and its consequences, researching European Union and Unesco documents. It also examines the reflections of some authors on the subject of memory and forgetting...

Uma reflexão sobre o direito ao esquecimento e sua relação com as máquinas sociais: o direito de desconectar-se │ A reflection on the right to be forgotten and its relationship with social machines: the right to disconnect

Santana Júnior, Célio Andrade; Universidade Federal de Pernambuco; Lima, Camila Oliveira de Almeida; UFPE; Nunes, Amanda Maria de Almeida; UFPE
Fonte: Ibict Publicador: Ibict
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Revisão de Literatura Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
RESUMO Trata-se de uma reflexão sobre o direito ao esquecimento no contexto das máquinas sociais que atuam hoje na web 3.0, bem como uma apresentação da “nova” conjuntura de distribuição da informação. A reflexão foi baseada em uma pesquisa bibliográfica e apresenta como resultado a ineficácia da forma como o direito ao esquecimento vem sendo aplicado mediante as complexas estruturas de conexão existentes entre usuários, software social e dispositivos (hardware) concebidos para colaborar entre si. Desta forma, desconectar-se, mais do que um direito, torna-se um dever para quem escolhe ser esquecido.Palavras-chave: Máquinas Sociais; Direito ao Esquecimento; Conexão; Esquecimento; Internet.ABSTRACT This paper presents a reflection on the right to be forgotten in the context of social machines currently operating on the web 3.0 and discusses this “new” environment of information distribution. Our reflection is based on a review of the literature and suggests the ineffectiveness of the ways in which the right to be forgotten is being applied due to the complex connection structures that exist among users, social software and devices (hardware) that are designed to work together. Thus, more than a right, to be disconnected becomes a duty for those who choose to be forgotten.Keywords: Social Machines; Right to be Forgotten; Connection; Forgetfulness; Internet.