Página 1 dos resultados de 9 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Sindrome de burnout no esporte : a visão de tecnicos de tenis de campo; Burnout syndrome and sports: the tennis coach view

João Guilherme Cren Chiminazzo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
25.74%
A síndrome de burnout, conhecida como síndrome do esgotamento físico, psíquico e emocional, acomete pessoas de diversas áreas profissionais. No esporte, é comum constatar tanto profissionais quanto atletas em esgotamento. A síndrome de burnout é o eixo central desta pesquisa realizada com técnicos de tênis de campo sobre sua percepção com atletas acometidos pela síndrome. Para o presente estudo adotou-se a tradução do termo burnout para esgotamento. O objetivo do estudo foi pesquisar as opiniões dos técnicos de tênis de campo, a respeito da síndrome de burnout em atletas infanto-juvenis e profissionais na referida modalidade. Utilizou-se como método a pesquisa qualitativa, optando pela análise de conteúdo para a categorização dos dados obtidos com os questionários. Para isso, foi elaborado um questionário com onze questões fechadas (caracterização dos sujeitos) e nove questões abertas. Trinta e quatro técnicos foram contatados e apenas dois deles não participaram do estudo. Após o contato prévio com os sujeitos, marcou-se um encontro para aplicação dos questionários. De posse dos questionários, após uma análise qualitativa, pode ser verificado que 81% dos técnicos já tiveram atletas que apresentaram sinais de esgotamento. Um outro dado obtido com as respostas foi que sinais fisiológicos para o esgotamento tiveram 96% das menções dos técnicos. Foram vinte e quatro menções para a categoria Treinos como precursores para a síndrome de burnout no tênis de campo. É importante que técnicos de tênis de campo conheçam o fenômeno da síndrome de burnout para que sejam capazes de orientar seus atletas...

Índices fisiológicos e neuromusculares relacionados à performance de velocistas em provas de 200 e 400 m rasos

Dal Pupo, Juliano
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 119 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
35.88%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Programa de Pós-graduação em Educação Fisica, Florianópolis, 2009; Introdução: A identificação de índices, tanto fisiológicos quanto neuromusculares, que possam ser utilizados na predição da performance, tem grande importância para a correta prescrição de cargas aplicadas durante o treinamento. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi analisar as relações dos índices neuromusculares (SJ, CMJ, CJ, IEE e sprint20m) e dos índices anaeróbios (MAOD, LACmax) e aeróbios (VO2max, IVO2max e Tlim) com a performance de corredores em provas de 200 e 400 m rasos. Métodos: Participaram deste estudo 13 velocistas (idade: 20,6 ± 3,4 anos; tempo de prática: 5 ± 2,6 anos), do sexo masculino. As avaliações foram realizadas em quatro dias: no primeiro dia realizaram-se os testes de campo: sprints de 20 m e uma simulação de prova para determinar a performance nos 200 (P200) e 400 m rasos (P400), sendo subseqüentemente coletado após as corridas amostras de sangue do lóbulo da orelha para determinação do pico de lactato (LACmax). No segundo dia realizou-se uma avaliação antropométrica e um protocolo de corrida incremental para a determinação do VO2max e da intensidade na qual o atleta alcança o VO2max (IVO2max). No terceiro dia os atletas realizaram os saltos verticais (SJ...

O sistema imunológico (I): conceitos gerais, adaptação ao exercício físico e implicações clínicas

Córdova Martínez,Alfredo; Alvarez-Mon,Melchor
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1999 PT
Relevância na Pesquisa
15.74%
A atividade física está associada a variações do comportamento fisiológico, psicológico e do sistema neuroendócrino. A prática desportiva regular (não competitiva) produz diversos benefícios para a saúde; no entanto, os esportes de competição geram uma grande ansiedade que é acompanhada por diversas alterações neuroendócrinas e cardiovasculares que contribuem para distúrbios do sistema imunológico. A qualidade e a intensidade dessas alterações parecem depender da intensidade e duração do exercício, podendo modificar a atividade, a resposta metabólica e a liberação de neurotransmissores e hormônios. O "estresse" produzido pelo exercício físico intenso e sustentado é acompanhado por um aumento da descarga de catecolaminas (adrenalina e noradreanalina), que exercem influência sobre uma série de processos fisiológicos, representando um fator a mais na modulação da imunidade. As alterações da função imunológica podem ser acompanhadas por alterações gerais e tissulares locais que cursam com patologia inflamatória. Em conseqüência ao estado inflamatório gerado pelo exercício, as alterações da função imunológica são seguidas por modificações sistêmicas caracterizadas por hipertermia...

Efeitos da suplementação de b-hidroxi-b-metilbutirato (HMB) através de marcadores fisiológicos, bioquímicos e biomecânicos em atletas de alto rendimento de canoagem

Ferreira, Heros Ribeiro
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
25.74%
Resumo: A canoagem é uma modalidade esportiva diferenciada por ocorrer e sofrer as influências do meio líquido, principalmente na aplicação das cargas de força da remada. A avaliação de força isolada entre segmentos permite análise de discrepância entre hemicorpos. O estudo sobre as assimetrias de força na canoagem são importantes principalmente por associação com desempenho de alto rendimento. Da mesma forma que o desempenho da eficiência mecânica o estado metabólico do atleta está ligado intimamente com a performance final. Em relação ao estado metabólico notamos que o uso de suplementos nutricionais ergogênicos está se tornando inseparável nos esportes competitivos. Destacamos o ?-hidroxi-?-metilbutirato (HMB) foi recentemente sugerido para promover aumento da massa livre de gordura (MLG) e ganhos de força durante o treinamento de resistência em adultos. O presente estudo prospectivo, randomizado, duplo-cego, placebo-controlado, estudou o efeito da suplementação de 37,5 mg/dia/kg sobre os paramentos bioquímicos (MLG, triacilgliceróis, lipoproteínas, creatinina sérica, CK total e frações, LDH e ferro sérico) bioquímicos (hematológicos) e biomecânicos (parâmetros da curva força-tempo - pico de força...

Perfil bioquímico sérico de equinos submetidos a prova de esforço físico

Noleto, Pablo Gomes
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
15.88%
CAPÍTULO II: Provas de enduro competitivo é um dos mais emergentes esportes equestres no mundo. Análises laboratoriais tornaram-se fundamentais na avaliação do equino em competição sendo assim, esse trabalho teve como objetivo avaliar o perfil de proteínas, metabólitos, minerais e enzimas séricas de equinos submetidos a prova de cavalgada. As amostras sanguíneas foram coletadas de 31 cavalos Mangalarga Marchador, durante a Cavalgada Sul Minas, com trajeto de 90 KM entre os municípios de Lavras e São João del Rey, Minas Gerais. Foram realizadas colheitas no primeiro, terceiro e quinto dia de prova. Foram determinadas em cada amostra as concentrações séricas de creatinina, ureia, gama glutamiltransferase, alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase, creatinina quinase, triglicéries, colesterol, proteínas totais, albumina e globulina. Observou-se que a maioria dos elementos analisados manteve-se dentro dos padrões fisiológicos normais, exceto CK e ALT que apresentaram valores elevados, e colesterol, que apresentou valores séricos diminuídos. Diferença significativa foi observada nos três momentos nas concentrações séricas de proteínas totais, globulinas, ALT e colesterol. Os elementos albumina, CK...

Efeito da intensidade do exercício prévio na resposta fisiológica e na performance aeróbia de curta duração; Effect of prior exercise intensity on physiological response and short-term aerobic performance

Caritá, Renato Aparecido Corrêa; São Paulo State University.; Denadai, Benedito Sérgio; São Paulo State University.; Greco, Camila Coelho; São Paulo State University.
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares","Artigo Solicitado"; review article; "Avaliado por Pares", "Artigo Solicitado"; Artigo de revisão Formato: application/pdf
Publicado em 29/12/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
15.74%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n1p112 Atletas de diferentes esportes têm usado frequentemente exercícios de aquecimento como forma de preparação para a sessão de treinamento ou a competição. Entre as razões que levam os técnicos a adotarem este procedimento estão o aumento no metabolismo e na performance, como também a prevenção de lesões musculoesqueléticas. Os efeitos do exercício prévio têm sido estudados para se analisar os fatores limitantes dos ajustes fisiológicos no início do exercício e seu efeito na performance do exercício subsequente. Assim, este artigo analisa estudos que investigaram os efeitos do exercício prévio nas respostas cardiorrespiratórias, metabólicas e na performance aeróbia de curta duração. Neste contexto, fatores como a intensidade e a duração do exercício prévio e o período de recuperação entre as sessões de exercício prévio e do exercício subsequente são discutidos. São apresentados também os possíveis mecanismos que poderiam explicar os efeitos do exercício prévio nas respostas fisiológicas e na performance. Os efeitos do exercício prévio na cinética do consumo de oxigênio (VO2) não parecem depender da intensidade do exercício prévio e do período de recuperação entre as sessões de exercício (i.e....

Effects of four weeks of repeated sprint training on physiological indices in futsal players; Efeito de quatro semanas de treinamento de sprints repetidos sobre índices fisiológicos em atletas de futsal

Nascimento, Paulo Cesar do; Federal University of Santa Catarina.; De Lucas, Ricardo Dantas; Federal University of Santa Catarina.; Dal Pupo, Juliano; Federal University of Santa Catarina.; Arins, Francimara Budal; Federal University of Santa Catarina.; C
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Original paper; Avaliado por Pares; Artigos Originais Formato: application/pdf
Publicado em 29/12/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
35.88%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2015v17n1p91 The aim of this study was to investigate the effects of short repeated-sprint ability (RSA) training on the neuromuscular and physiological indices in U17 futsal players during the competitive period. Fourteen players were divided into two groups: intervention group (n = 8) and control group (n = 6). Both groups performed a repeated maximal sprint test (40-m MST), intermittent shuttle-running test (Carminatti’s test) and vertical jumps before and after the training period. The intervention group was submitted to an additional four-week repeated sprints program, twice a week, while the control group maintained their normal training routine. There was no significant interaction between time and groups for all variables analysed (p > 0.05). However, a significant main effect was observed for time (p < 0.01) indicating an increase on speed at heart rate deflection point (VHRDP) and the continuous jump performance while the peak lactate (40m-LACpeak) and sprint decrement decreased after training, in both groups. Still, based on effect sizes (ES) the greater changes with practical relevance were verified for intervention group in important variables such as peak velocity (ES = 0...

Utilização de palmares e nadadeiras no nado crawl: respostas biomecânicas e fisiológicas.; The use of hand paddles and fins in front crawl: biomechanical and physiological responses

Matos, Cristiano Cardoso de; Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Laboratório de Pesquisa do Exercício. Grupo de Pesquisa em Esportes Aquáticos. Porto Alegre, RS. Brasil.; Carvalho Barbosa, Augusto; Minas Tênis Club
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares","Artigo Solicitado"; Systematic review; "Avaliado por Pares", "Artigo Solicitado"; Revisão sistemática Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
25.74%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n3p382Palmares e nadadeiras são utilizados durante a prática e o treinamento da natação como ferramentas para a melhora do desempenho. A utilização desses equipamentos pode alterar parâmetros cinemáticos e fisiológicos do nado. Os objetivos dessa revisão deliteratura foram apresentar e discutiros efeitos dos palmares e nadadeiras sobre variáveis cinemáticas e fisiológicas no nado crawl e fornecer atualização sobre o tema a professores, pesquisadores, treinadores e nadadores. Trinta artigos foram revisados. Para o nado crawl, palmares podem alterar o comprimento e a frequência média de braçadas, velocidade média de nado, duração absoluta das fases dabraçada e índice de coordenação. Nadadeiras podem modificar a frequência média debraçadas, velocidade média de nado, frequência de pernada e profundidade da pernada e custo energético. Não foram encontrados estudos que verificaram os efeitos longitudinais da utilização de nadadeiras e palmares nesses parâmetros.; DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2013v15n3p382Paddles and fins are used during swim training and practice as tools for improving performance. The use of these equipment can alter physiological and kinematic parameters of swimming. The purpose of this literature review was to present and discussthe effects of paddles and fins on kinematic and physiological variables in front crawl...

Perda de peso em esportes de combate de domínio: revisão e recomendações aplicadas; Weight loss in grappling combat sports: review and applied recommendations

Giannini Artioli, Guilherme; Laboratório de Nutrição e Metabolismo Aplicados à Atividade Motora. Departam; Franchini, Emerson; Grupo de Estudos e Pesquisa em Artes Marciais e Esportes de Combate - Faculdade; Lancha Junior, Antonio Herbert; Laboratóri
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares","Artigo Solicitado"; "Avaliado por Pares", "Artigo Solicitado"; Bibliográfica Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 02/10/2006 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
35.97%
O objetivo desta revisão é organizar os principais achados da literatura a respeito dos efeitos das práticas de perda rápida de peso sobre os sistemas fisiológicos e sobre o desempenho em esportes de combate. Diversos levantamentos demonstraram que grande parte dos atletas norte- americanos de luta olímpica perde significativa quantidade de peso dias antes das competições, por meio de diversos métodos perigosos à saúde, como desidratação e restrição alimentar severas, ou até indução de vômitos e uso de laxantes e diuréticos. Poucos estudos indicaram que o mesmo padrão de comportamento parece ocorrer entre judocas brasileiros. Muitos atletas começam a reduzir constantemente seu peso ainda na puberdade. O ciclo “ganhar-perder” peso é bastante recorrente durante a temporada e pode-se observar déficit em algumas variáveis do crescimento durante a temporada, com rápida recuperação após a mesma. A perda de peso envolve uma série de efeitos prejudiciais à saúde, tais como: desequilíbrio hormonal, imunossupressão, alterações no sistema cardiovascular, desequilíbrio hidroeletrolítico, diminuição da função renal, prejuízo no estado mental e de humor. O desempenho pode ser negativamente afetado pela redução do peso...