Página 1 dos resultados de 24 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Investigação de traços de personalidade em atletas brasileiros: análise da adequação de uma ferramenta de avaliação psicológica; Investigation of personality traits in brazilian athletes: analysis of the adequacy of a psychological assessment tool

Rabelo, Ivan Sant'Ana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.38%
O objetivo deste trabalho foi avaliar traços de personalidade em atletas brasileiros, de diferentes modalidades esportivas, por meio da teoria de personalidade dos Cinco Grandes Fatores. Os atletas foram submetidos ao teste Bateria Fatorial de Personalidade - BFP. Participaram do estudo 613 atletas, de 7 modalidades, entre elas, Atletismo, Futebol, Futebol de base, Rugby, Rugby olímpico, Tênis de mesa olímpico e paraolímpico. Os resultados demonstraram que o teste apresentou nível satisfatório de precisão na maioria de suas variáveis relacionadas aos cinco grandes fatores, com exceção do fator Abertura. Já em relação as facetas, das variáveis investigadas, apenas 4 facetas apresentaram níveis satisfatórios de precisão, quanto a amostra geral esportiva. Também foram verificadas alterações da confiabilidade dos resultados quando do agrupamento por modalidades, alternando fatores e facetas com níveis de precisão satisfatórios. Foram realizados estudos de diferenças de média por t de Student, análise de variância ANOVA e Tukey da diferença honestamente significativa HSD. São apresentados estudos de comparação entre as modalidades investigadas e uma pesquisa em um processo de seleção de um programa de atletismo. As análise sugeriram não haver um perfil comum de personalidade do atleta...

O híbrido paraolímpico: ressignificando o corpo do atleta com deficiência a partir de práticas tecnologicamente potencializadas

Novaes, Varlei de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.56%
A pesquisa analisou os significados culturais que vem sendo atribuídos aos atletas com deficiência física que utilizam como prótese a cadeira de rodas, tentando perceber de que forma potencializam seus usos. O material empírico foi coletado, no período de dezembro de 2004 a janeiro de 2006, em eventos esportivos, nas rotinas de treinamento desses atletas e, também, em alguns encontros sociais com os dirigentes de três instituições que desenvolvem ações de apoio e incentivo ao esporte adaptado na cidade de Porto Alegre, locais onde garimpei informações através da observação participante. O estudo, que se caracteriza metodologicamente como uma análise qualitativa que utiliza estratégias de captação etnográfica, consiste em descrever e analisar alguns acontecimentos carregados de enunciados que atravessam o corpo desses atletas. Para desenvolvê-lo, utilizo-me da perspectiva teórica dos Estudos Culturais e Sócio-históricos do corpo e de autores e autoras que têm problematizado a noção de corpo no pósmodernismo a partir de pressupostos teóricos pós-estruturalistas. Com base nesse procedimento aponto, a partir da relação corpo-tecnologia, possibilidades de perceber esses corpos como híbridos, ciborgues...

Recreio nas Férias - DVD de Capacitação 2 - Valores Olímpicos

Ministério do Esporte; Oliveira, Amauri Bássoli de; Coutinho, Silvano; Pimentel, Giuliano Gomes de Assis; Rúbio, Kátia; Santos, Eliseu dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Material de apoio Formato: video/x-msvideo; image/jpeg; 68 minutos
POR
Relevância na Pesquisa
46.72%
01. Apresentação (Amauri Bassoli de Oliveira, 5 min); 02. Desenvolvimento do Recreio nas Férias (Silvano Coutinho, Giuliano Pimentel e Ruth Cidade, 20 min); 03. Conversa com Kátia Rúbio (35 min); 04. Bônus (8 min); DVD produzido como material de apoio nas capacitações de coordenadores e monitores do Recreio nas Férias. O vídeo integra o acervo institucional do Programa Segundo Tempo/Ministério do Esporte.

Recreio nas Férias - DVD de Capacitação 2 - Valores Olímpicos

Ministério do Esporte; Oliveira, Amauri Bássoli de; Coutinho, Silvano; Pimentel, Giuliano Gomes de Assis; Rúbio, Kátia; Santos, Eliseu dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Material de apoio Formato: video/x-msvideo; image/jpeg; 68 minutos
POR
Relevância na Pesquisa
46.72%
01. Apresentação (Amauri Bassoli de Oliveira, 5 min); 02. Desenvolvimento do Recreio nas Férias (Silvano Coutinho, Giuliano Pimentel e Ruth Cidade, 20 min); 03. Conversa com Kátia Rúbio (35 min); 04. Bônus (8 min); DVD produzido como material de apoio nas capacitações de coordenadores e monitores do Recreio nas Férias. O vídeo integra o acervo institucional do Programa Segundo Tempo/Ministério do Esporte.

Esporte educacional e deficiencia : encontros esportivos no contexto escolar; Sport educational and disability : sportings meeting at the school

Afonsa Janaina da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
A prática do esporte é cada vez mais difundida na sociedade contemporânea, sendo praticada em seus diversos contextos e por seus diferentes personagens em qualquer parte do mundo. O movimento inclusivo traz à tona as necessidades de um público específico: as pessoas com deficiência. Este estudo teve como objetivo descrever e analisar a participação da pessoa com deficiência nas práticas do esporte escolar: quais os princípios teóricos que regem a Educação Física Escolar e a Educação Física para pessoas com deficiência? Qual o contexto sócio-cultural e os personagens mediadores da efetivação do esporte educacional para a pessoa com deficiência? Como se dá a estruturação da atual proposta de esporte escolar para a pessoa com deficiência? Utilizou-se a entrevista semi-estruturada para coletar dados junto a nove professores de Educação Física envolvidos com o esporte escolar na rede formal e pública de ensino. Após a transcrição das entrevistas, elas foram analisadas pela Análise de Enunciação, uma das técnicas da Análise de Conteúdo. Foi utilizada, também, a técnica de Pesquisa Bibliográfica para buscar informações sobre as bases teóricas da Educação Física escolar e para pessoas com deficiência. As obras utilizadas nesta etapa foram analisadas através da Leitura Informativa. Os dados sobre o modelo de esporte proposto atualmente para pessoas com deficiência no contexto escolar foram levantados através de Análise Documental...

Comitê Paralímpico Brasileiro : 15 anos de história; Brazilian Paralympic Committee : 15 years of history

Tatiane Jacusiel Miranda
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.72%
O esporte paralímpico no Brasil experimentou nos últimos anos um crescimento significativo evidenciado pelo espaço conquistado na mídia de modo geral e pelo desempenho nacional em jogos paralímpicos. Tal crescimento pode ser creditado às ações do Comitê Paralímpico Brasileiro - CPB, entidade máxima dirigente do desporto paralímpico nacional. Esta pesquisa, de caráter qualitativo, buscou documentar a história dessa entidade fazendo uso da metodologia da história oral através dos depoimentos daqueles que exerceram a sua presidência desde a sua criação (1995) até o ano de 2010. Os dois primeiros mandatos presidenciais do CPB foram exercidos por João Batista Carvalho e Silva que concentrou suas ações no campo da mídia e consolidação administrativa do CPB. Na sequencia, Vital Severino Neto assume a presidência buscando a profissionalização da estrutura do CPB e implementando ações de curto prazo visando resultados expressivos nos jogos paralímpicos de Atenas 2004 e Pequim 2008. Andrew George William Parsons, atual presidente da entidade, a assume em 2009 investindo em ações de longo prazo. O desporto escolar e a aproximação com a academia ganham destaque bem como a qualificação de profissionais da área do desporto paralímpico em geral. Este registro do processo de crescimento do esporte paraolímpico brasileiro através das atividades do Comitê Paralímpico Brasileiro nos oferece diretrizes para reflexões sobre ações de fomento e desenvolvimento em esporte paralímpico.; Paralympic sport in Brazil has experienced a significant growth in the last years evidenced by its presence at the media in general and its achievements in Paralympic Games. This growth can be credited to the efforts of the Brazilian Paralympic Committee - BPC...

Os atletas Paraolímpicos na Imprensa : análise comparativa da cobertura noticiosa da mídia no Brasil e em Portugal de 1996-2008

Figueiredo, Tatiane Hilgemberg
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.71%
Desde os seus primórdios a sociedade sempre marginalizou e inabilitou as pessoas com deficiência. Foi apenas nos últimos 200 anos que as políticas a favor das pessoas com deficiência apareceram. Uma das dimensões da sociedade que terá contribuído para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência, foi o fenômeno social do desporto, que facilitou seu processo de integração à sociedade. Os êxitos alcançados nesse processo, fizeram com que o esporte adaptado deixasse de ser somente terapêutico, para se tornar de alto rendimento. Dessa forma surgem os Jogos Paraolímpicos, que ocupam lugar de prestígio, e a par com outros grande eventos esportivos também têm cobertura midiática. Porém, ao se analisar a atuação da mídia no sistema de representações e discursos referentes à pessoa com deficiência, estas se encontram permeadas por subjetividades e, por vezes, reforçando preconceitos e estereótipos. É nesse contexto que o futuro estudo tem como finalidade analisar e ampliar as discussões sobre as relações entre a mídia e as Paraolimpíadas. O objetivo geral deste estudo é, então, comparar a cobertura da mídia impressa dos Jogos Paraolímpicos de 1996, 2000, 2004 e 2008, no Brasil e em Portugal...

Avaliação antropométrica e de composição corporal de atletas paraolímpicos brasileiros

Santos,Sílvio Soares dos; Guimarães,Fernando José de Sá Pereira
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
Estudos de aspectos relacionados à dimensão, proporção, composição e maturação humanas evidenciaram estreitas relações entre formas e proporções com o movimento humano (Ross e Marfell-Jones apud Petroski, 1999)¹. Estudos têm demonstrado haver uma relação de algumas medidas antropométricas humanas com risco de doenças metabólicas (assim como o IMC (índice de massa corporal) com o desenvolvimento do diabetes em homens e também em mulheres2-4.Não obstante à sua estreita correlação com várias patologias a avaliação antropométrica dos atletas paraolímpicos brasileiros visou identificar o perfil dos diferentes grupos de atletas, descrever suas condições sob o ponto de vista da formação corporal, visando otimizar o seu rendimento atlético durante os Jogos Paraolímpicos de Sydney. Medidas de distribuição da gordura corporal, soma das dobras cutâneas, IMC e RCQ foram alguns dos parâmetros utilizados para se prescrever dietas e treinamentos específicos. Foram detectadas várias alterações nesses itens em vários grupos de atletas. A partir dos dados coletados poder-se-á criar um banco de dados com os parâmetros antropométricos de cada grupo de atletas para futuras comparações.

Avaliação biomecânica de atletas paraolímpicos brasileiros

Santos,Sílvio Soares dos; Guimarães,Fernando José de Sá Pereira
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.66%
A biomecânica do esporte é uma disciplina científica da qual os movimentos desportivos são descritos e explicados à luz de conceitos e métodos mecânicos¹. De acordo com a área de aplicação a biomecânica pode ser subdividida em biomecânica do rendimento, biomecânica antropométrica e biomecânica preventiva. A biomecânica do rendimento está diretamente relacionada à análise da técnica do movimento, cujas funções são a identificação e avaliação das variáveis de influência e o diagnóstico individual em relação às falhas técnico-motoras registradas no movimento². A biomecânica utiliza como métodos de medição de seus parâmetros quantitativos a cinemetria, a eletromiografia, a dinamometria e a antropometria3,4. O objetivo desse trabalho foi fazer análises quantitativa e qualitativa de parâmetros biomecânicos de provas de atletismo e natação, utilizando a cinemetria. Os resultados mostraram imperfeições na condução da técnica dos movimentos, em especial, das disciplinas de arremessos no atletismo e na natação. Tais resultados serviram como subsídios para os treinadores adaptarem e modificarem seus treinamentos no sentido de corrigir tais imperfeições.

Perfil eletrocardiográfico dos atletas integrantes da equipe brasileira dos XI jogos paraolímpicos de Sydney 2000

Leitão,Marcelo Bichels
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
O esporte paraolímpico tem despertado o interesse da comunidade científica devido à diversidade de situações encontradas em seus atletas. Contudo, existe atualmente uma carência de informações sobre parâmetros clínicos e fisiológicos referentes a atletas portadores de deficiências. Este trabalho tem como objetivo descrever as características eletrocardiográficas encontradas nos atletas da delegação brasileira que participou dos XI Jogos Paraolímpicos de Sydney 2000. Foram avaliados 60 atletas, sendo 50 do sexo masculino e 10 do sexo feminino. Todos estes atletas foram submetidos a uma anamnese e a um exame físico, seguidos de eletrocardiograma de repouso (ECG), teste ergométrico (TE) e quando necessário de ecocardiograma (ECOC). De acordo com os resultados do ECG os indivíduos foram classificados em uma de três situações: ECG normal (N = 31), ECG de Atleta (N = 26) ou ECG anormal (N = 3). Não foram observados eventos anormais no TE de nenhum atleta. Os três indivíduos que apresentaram ECG anormal foram submetidos a ECOC que se mostrou normal em todas as situações.

Ergoespirometria em atletas paraolímpicos brasileiros

Silva,Antônio Carlos da; Torres,Fernando Carmelo
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
26.38%
A partir dos testes de aptidão física realizados em atletas paraolímpicos brasileiros, na preparação para as Paraolimpíadas de Sidney 2000, este artigo objetiva discorrer sobre a utilização da Ergoespirometria como um importante método de avaliação funcional, cujas aplicações podem beneficiar desde portadores de patologias até os atletas de alto nível, incluindo-se os portadores de deficiências físicas ou mentais. São mostrados os resultados dos principais parâmetros analisados (consumo máximo de oxigênio - VO2max - e limiares anaeróbios ventilatórios) nestas avaliações com atletas paraolímpicos, de diversas modalidades e com diferentes tipos de deficiências, além de suas bases fisiológicas gerais, a metodologia e protocolos empregados. Salientam-se também certas características especiais que estes testes apresentam, principalmente em portadores de deficiências, como especificidade, cuidados de segurança, processos de motivação e entendimento. Finalmente, a pouca disponibilidade de trabalhos deste tipo publicados na literatura, especialmente com portadores de deficiências brasileiros, torna necessária a divulgação de estudos nesta linha de pesquisa. Estes trabalhos certamente poderão auxiliar para um melhor conhecimento sobre este grande contingente de portadores de deficiências que temos no Brasil e no mundo...

Controle antidoping no Brasil: resultados do ano de 2003 e atividades de prevenção

De Rose,Eduardo Henrique; Aquino Neto,Francisco Radler de; Moreau,Regina Lúcia de Moraes; Castro,Renata Rodrigues Teixeira de
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
26.56%
Apresentam-se, neste estudo, os números relativos ao controle de doping em nosso país, em competição e fora de competição do ano de 2003, e consideram-se as ações preventivas desenvolvidas. Todos os controles foram feitos de acordo com as técnicas e procedimentos orientados pela Agência Mundial Antidoping (AMA), sendo então realizada uma estatística descritiva dos mesmos. Os resultados mostram 3.797 exames realizados, sendo 3.266 controles em competição e 531 fora de competição, com caráter de surpresa. A maior parte dos controles em competição (92,1%) e fora dela (92,4%) foi realizada pelo LAB DOP, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O futebol profissional foi responsável por grande parte dos controles em competição, 2.975 (91,1%), apresentando oito positivos e um percentual baixo de 0,27%, quando comparado com dados da literatura internacional. A grande maioria dos controles fora de competição foi realizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), durante a preparação de nossos atletas para os XIV Jogos Pan-Americanos, na República Dominicana (92,4%). Foram encontrados 19 exames positivos nos controles em competição e seis positivos fora de competição, dentre os quais dois atletas de eqüestre que se negaram a ceder uma amostra biológica. O percentual encontrado em competição (0...

Lesões traumato-ortopédicas nos atletas paraolímpicos

Vital,Roberto; Silva,Hésojy Gley Pereira Vital da; Sousa,Ronnie Peterson Andrade de; Nascimento,Renata Bezerra do; Rocha,Edílson Alves; Miranda,Henio Ferreira de; Knackfuss,Maria Irany; Fernandes Filho,José
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
47.07%
Nos últimos anos, o desenvolvimento do esporte paraolímpico nacional e internacional tem estimulado maior participação dos portadores de deficiência em atividades desportivas, exigindo dos atletas incremento na intensidade e freqüência nos treinamentos e competições, o que impulsiona, ainda mais, os índices de lesões traumato-ortopédicas. Objetivou-se neste estudo de caráter descritivo-analítico verificar a prevalência de lesões traumato-ortopédicas em 82 atletas paraolímpicos selecionados de forma não probabilística intencional pertencentes às modalidades: natação = 37; tênis de mesa = 19; atletismo = 19; halterofilismo = 7, sendo 60 do sexo masculino e 22 do feminino, na faixa etária de 15 a 51 anos, participantes dos campeonatos mundiais nas referidas modalidades esportivas no ano de 2002. Utilizando-se como instrumento o prontuário médico do Departamento Médico do Comitê Paraolímpico Brasileiro preenchidos nesses eventos (técnica da observação através da história clínica - esportiva do atleta/anamnese (entrevistas com os atletas) e exame físico), os resultados revelaram prevalência de lesões nos atletas de atletismo (MMII = 64,9%, coluna = 19,3% e MMSS = 15,8%); halterofilismo (coluna = 54...

Esporte olímpico e paraolímpico: coincidências, divergências e especificidades numa perspectiva contemporânea

Marques,Renato Francisco Rodrigues; Duarte,Edison; Gutierrez,Gustavo Luis; Almeida,José Júlio Gavião de; Miranda,Tatiane Jacusiel
Fonte: Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.84%
Este texto apresenta uma análise do esporte adaptado, tendo como objeto principal os Jogos Paraolímpicos, evento realizado de forma associada com os Jogos Olímpicos. Procura apontar similaridades e diferenças entre os dois eventos, considerando-os como formas de expressão do esporte contemporâneo, destacando características como a organização, relação com o mercado de consumo e formas de divulgação. As principais diferenças descritas se referem à gênese dos dois objetos, além da maior vocação do esporte olímpico para a inserção mercadológica. Quanto às similaridades, destaca-se a presença em ambos das características do esporte moderno gerado no século XIX, além das estruturas organizacionais conceitualmente similares. Podem-se apontar ainda alguns pontos específicos do esporte adaptado, como modalidades próprias, a exemplo do "Goalball".

Lesões traumato-ortopédicas no desporto paraolímpico

Vital, Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47%
O desenvolvimento do esporte paraolímpico nacional e internacional tem estimulado maior participação das pessoas com deficiência em praticar atividades desportivas, exigindo dos atletas incrementos na intensidade e freqüência nos treinamentos e competições, o que impulsiona, ainda mais, os índices de lesões esportivas traumato-ortopédicas. Objetivamos neste estudo descritivo analisar as lesões traumato-ortopédicas mais frequentes nos atletas paraolímpicos, sua localização nos segmentos corporais, correlacionando-as com as modalidades esportivas praticadas pelos integrantes das Seleções Brasileiras Paraolímpicas. O presente estudo foi realizado com 82 atletas paraolímpicos da Seleção Brasileira de Atletismo, Halterofilismo, Natação e Tênis de mesa, de ambos os sexos, com deficiências motoras, visual e intelectual, participantes dos Campeonatos Mundiais, no ano de 2002, sendo os mesmos selecionados de forma não probabilística intencional os quais atenderam os critérios de inclusão e exclusão estabelecidos para o estudo. Para a avaliação clínica das lesões traumato-ortopédicas foram utilizados como instrumentos de medida o Prontuário do Departamento Médico do Comitê Paraolímpico Brasileiro (técnica da observação através da história clinica esportiva do atleta / anamnese e exame físico)...

O esporte paraolímpico no Brasil : abordagem da sociologia do esporte de Pierre Bourdieu; Paralympic sport in Brazil : approach to Pierre Bourdieu sociology of sport

Renato Francisco Rodrigues Marques
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
57.65%
O presente trabalho teve por objetivo geral investigar e delimitar, com base em análise sociológica proposta na obra de Pierre Bourdieu, questões ligadas às formas de interação social presentes no sub-campo do esporte paraolímpico brasileiro. Os objetivos específicos apontam para três esferas presentes neste espaço: processos de formação, recrutamento e atuação de classificadores paraolímpicos, responsáveis pela alocação dos atletas em classes de disputa; a ocorrência do profissionalismo de atletas e formas de distribuição de recompensas financeiras e simbólicas; a presença e formas de atuação de pessoas com deficiência na gerência e administração de entidades organizativas do esporte paraolímpico brasileiro (federações, associações, comitês, entre outros). A metodologia de pesquisa deu-se com base em três momentos. O primeiro em análise de referencial teórico da obra de Pierre Bourdieu, ligado à sociologia do esporte, e posterior conformação e descrição de elementos constituintes do subcampo do esporte paraolímpico. O segundo em coleta de dados através de entrevistas pessoais e semi-estruturadas, com sujeitos atuantes em funções técnicas e/ou administrativas específicas do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB)...

Perfil nutricional dos atletas paraolímpicos atendidos no CENUT

Santos, Nathália da Costa dos
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.56%
Este trabalho apresenta a diferença entre os esportes que são demonstrados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, desde o surgimento das disputas até os dias de hoje, comparando o crescimento de cada edição realizada de quatro em quatro anos, onde no mesmo espaço se disputam as duas olimpíadas, tentando utilizar a mesma estrutura. Procura apontar igualdades e diferenças entre os dois eventos, levando em conta características como investimento para os atletas, organização e a relação com o mercado de consumo, principalmente com a mídia. O esporte paraolímpico é um fenômeno mais recente e se encontra em um estágio anterior de exploração das potencialidades econômicas do esporte. Apresenta um enfoque maior para os atletas paralímpicos, procurando traçar o perfil dos atletas atendidos na Clínica de Nutrição da Universidade Católica de Brasília, detectando suas necessidades e limitações onde apesar da baixa renda e pouca escolaridade buscam informações necessárias para a melhora do desempenho. Em 14 atletas atendidos, 33% apresentaram percentual de gordura corporal mediano ou alto, no qual a literatura mostra um percentual maior em menor quantidade de pacientes, demonstrando uma divergência. Mesmo com o crescimento dos Jogos Paralímpicos...

Desenvolvimento de equipamentos para massificação do Rúgbi a partir da inclusão do esporte na rede pública de ensino.

Santos, Maria Carolina; Melo, Mauro Rodrigues; Madureira, Bruna; Silva, Júlio Augusto da; Falcão, Luisa
Fonte: Instituto Nacional de Tecnologia Publicador: Instituto Nacional de Tecnologia
Tipo: apresentação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.09%
Publicação de artigo No congresso: II Congresso Paraolímpico Brasileiro e I Congresso Paradesportivo Internacional “Desenvolvimento de equipamentos para massificação do Rúgbi a partir da inclusão do esporte na rede pública de ensino” 24 a 26 de outubro de 2011, São Paulo SP; O rúgbi é um esporte coletivo paraolímpico, e levar sua prática a jovens e crianças com deficiência, a partir da rede pública de ensino, tem como vantagens: proporcionar melhora da auto-estima e da autonomia; favorecer o desenvolvimento das possibilidades físicas em consonância com a conduta esportiva. Especificamente no caso de estudantes com deficiência física, o esporte tem grande significado no apoio psicossocial, pois, muitas vezes, suas limitações físicas impedem uma melhor inclusão na sociedade. O rúgbi em cadeira de rodas oportuniza sua inserção em um grupo desportivo, possibilitando uma melhor qualidade de vida para o indivíduo, gerando maior autonomia e autoconfiança. Objetivo: Promover a inovação tecnológica para ampliação do esporte a partir de métodos, equipamentos, capacitação de treinadores e inclusão de estudantes com deficiência.

Esporte olímpico e paraolímpico: coincidências, divergências e especificidades numa perspectiva contemporânea; Olympic and paraolympic sports: coincidences, divergences and specifities under a contemporary perspective

Marques, Renato Francisco Rodrigues; Duarte, Edison; Gutierrez, Gustavo Luis; Almeida, José Júlio Gavião de; Miranda, Tatiane Jacusiel
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.84%
Este texto apresenta uma análise do esporte adaptado, tendo como objeto principal os Jogos Paraolímpicos, evento realizado de forma associada com os Jogos Olímpicos. Procura apontar similaridades e diferenças entre os dois eventos, considerando-os como formas de expressão do esporte contemporâneo, destacando características como a organização, relação com o mercado de consumo e formas de divulgação. As principais diferenças descritas se referem à gênese dos dois objetos, além da maior vocação do esporte olímpico para a inserção mercadológica. Quanto às similaridades, destaca-se a presença em ambos das características do esporte moderno gerado no século XIX, além das estruturas organizacionais conceitualmente similares. Podem-se apontar ainda alguns pontos específicos do esporte adaptado, como modalidades próprias, a exemplo do "Goalball".; This text presents an analysis of the adapted sport, focusing on the Paralympics games, an event realized in association with the Olympic Games. It tries to point similarities and differences between the two events, considered as forms of expression of the contemporary sport, detaching characteristics as the organization, relationship with the market and popularization forms. The main described differences refer to the genesis of the two objects...

Prática Pedagógica em Educação Física Adaptada: Relato de experiência

Ferreira, Elizângela Fernandes; Benfica, Dallila Tamara; Rodrigues, Aurora Corrêa
Fonte: Conexões Publicador: Conexões
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.56%
A formação de professores de Educação Física requer um ensino de qualidade, que lhe confira competência na realização de suas atividades educacionais no âmbito escolar. Nessa perspectiva, a disciplina de Prática Pedagógica se constitui uma das formas de abordagem para a construção deste espaço. Esta disciplina tem como objetivo subsidiar os discentes na sistematização dos conhecimentos e favorecer a troca de conhecimentos. Assim este estudo consiste em um relato de experiência de discente da disciplina Prática Pedagógica em Educação Física Adaptada do Curso de Graduação em Educação Física da Universidade Federal de Viçosa, no período de março de 2010 a julho 2010. Inicialmente foi realizada a apresentação e discussão do ementário, objetivos e metodologia da disciplina. Em seguida, discutiu-se a organização e apresentação dos seminários, tendo como sugestão de trabalho cada grupo realizar uma revisão sobre um determinado esporte paraolímpico e ao seu final apresentar um plano de aula referente a este esporte. Dos resultados obtidos percebemos que as aulas teórico-expositivas possibilitaram uma permuta de conhecimentos. Assim foi possível perceber que a disciplina prática pedagógica possibilita a construção do agir...