Página 1 dos resultados de 200 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Os espíritas e as letras : um estudo antropológico sobre cultura escrita e oralidade no espiritismo kardecista

Lewgoy, Bernardo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
O presente trabalho, feito com base em pesquisa etnográfica e análise de literatura, analisa o modo como a cultura escrita, a oralidade e narrativas relacionam-se no espiritismo kardecista no Brasil, tendo em vista a especificidade de uma religião que, ao se pretender cristã, racionalista e erudita, legitima a autoridade de seu referencial doutrinário, cosmológico e ritual por meio de práticas culturais letradas, que necessariamente envolvem a escrita e a leitura em sua realização. Ao estabelecer um sistema de referências erudito, cuja base divide-se entre, de um lado, orientações reveladas através do transe mediúnico e a discussão grupal dessas orientações, o espiritismo atualiza não apenas um sistema religioso de crenças, práticas e valores, mas toda uma cultura bibliográfica por meio de um conjunto de performances de estudo e leitura, citação e comentário, oratória, doutrinação e prece, cujo domínio constitui a condição de participação efetiva na religião, aliás práticas vinculadas a uma socialização prévia no mundo escolar e erudito da sociedade. Investigou-se também aspectos estruturais e temáticos da literatura espírita, composta principalmente de dissertações e de narrativas, por constatar a sua centralidade na conversão...

Fluxos do espiritismo kardecista no Brasil: dentro e fora do continuum mediúnico

Terra, Ronaldo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 191 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Pós-graduação em Ciências Sociais - FFC; O presente trabalho propõe uma interpretação do campo religioso brasileiro, a partir do kardecismo e sua teodiceia. Essa abordagem se justifica devido aos elevados índices de supostos adeptos da reencarnação apresentados por pesquisas de opinião pública no Brasil, à intensa exposição da cosmologia kardecista na mídia e ao fato do país ser o centro de propagação do espiritismo. O ponto de partida é o permanente debate entre teóricos da religião sobre os eventuais processos de secularização e desencantamento das sociedades contemporâneas. Ao se demonstrar uma série de evidências históricas relativas aos hibridismos e adaptações religiosas no Brasil colonial, foi possível relacionar a tendência atual de religiosidade “descentralizada e errante” com a modernidade e as tradições locais. O segundo passo desta pesquisa visa investigar o surgimento da doutrina espírita no século XIX, a metodologia adotada pelo codificador Allan Kardec na organização de suas obras, a teodiceia kardecista fundamentada na noção de carma e a trajetória de perseguições e adequações religiosas do espiritismo no Brasil. Ao sugerir o pressuposto teórico de continuum elaborado por Camargo para definir o universo das religiões mediúnicas no Brasil...

Machado de Assis e o Espiritismo: diálogos machadianos com a doutrina de Allan Kardec (1865 . 1896)

Maldonado, Elaine Cristina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 94 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em História - FCLAS; Este trabalho tem por objetivo analisar a trajetória do espiritismo no Rio de Janeiro a partir da visão do escritor Machado de Assis, através de seu trabalho nos jornais cariocas da segunda metade do século XIX. Tomando como ponto de partida suas crônicas e contos, buscou-se analisar os acontecimentos no meio espírita no mesmo período, estabelecendo, ou não, uma relação entre eles. O material encontrado foi publicado entre 1865 e 1896, totalizando, portanto, 31 anos de escritos referentes ao espiritismo na obra machadiana, dado que não pode ser menosprezado, visto se tratar precisamente do período em que a doutrina espírita chega ao Brasil, conquista adeptos, levanta discussões e suscita polêmicas, conseguindo, ao final do século XIX, sua institucionalização com a criação da Federação Espírita Brasileira em 1884 e a perseguição por parte dos órgãos oficiais após a inclusão do termo espiritismo em três artigos do Código Penal de 1890, fato que culminou numa longa campanha de legitimação da doutrina por parte de seus seguidores. A intenção deste trabalho foi verificar as ressonâncias desse movimento de difusão e legitimação da doutrina espírita nas páginas de Machado de Assis.; This research has the aim of analyzing the journey of spiritism in Rio de Janeiro from writer Machado de Assis. point of view through his work on newspapers of this city on the second half of 19th century. Taking into account his chronicles and short stories...

Uma análise do espiritismo em Fortaleza-CE, com ênfase na expansão territorial do grupo espírita Paulo e Estevão (GEPE), na perspectiva de visibilidade do espaço religioso

Evangelista, Izaíra Machado
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 241 f. : fots., gráfs., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
37.77%
Pós-graduação em Geografia - IGCE; A finalidade desse estudo é identificar o trajeto do espiritismo em Fortaleza, com ênfase na expansão territorial do Grupo Espírita Paulo e Estevão (GEPE), na perspectiva de visibilidade do espaço religioso. Ao estabelecer diálogo entre ciência e religião pontua o papel da ciência geográfica na apreensão da manifestação da cultura no espaço. Investiga como a renovada geografia cultural ampliou seu campo epistemológico ao trazer para centralidade do debate geográfico a subjetividade das representações simbólicas que pontuam as ações humanas, sobretudo, a experiência religiosa. Discorre sobre a produção acadêmica no âmbito da geografia da religião e mostra o estado de arte do espiritismo nesse debate de ideias. Argumenta sobre a difusão do espiritismo no Brasil, assinalando as singularidades adquiridas diante da hegemonia católica no país e o percurso da disseminação da Doutrina Espírita na realidade cearense. Contextualiza a expansão territorial do GEPE com base no crescimento urbano de Fortaleza diante da crescente pluralidade religiosa, aliada a estrutura metodológica dos estudos doutrinários, que torna esse centro espírita uma referência no âmbito da pedagogia espírita. Com abstração da concepção dual de espaço sagrado e profano a pesquisa demonstra que o espiritismo ao fundamentar-se numa tríplice articulação epistemológica: ciência...

Movimento Universitário Espírita (MUE) : religião e política no espiritismo brasileiro (1967-1974); Movimento Universitário Espírita (MUE) : religion and politics in the Brazilian spiritism (1967-1974)

Sinuê Neckel Miguel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.84%
A dissertação tem como tema o Movimento Universitário Espírita (MUE) das décadas de 1960 e 1970 que atuou fundamentalmente no estado de São Paulo. Tratou-se de uma tendência dentro do Espiritismo que emergiu num momento de fortes tensões sociais propondo um conjunto de renovações teóricas e práticas ao movimento espírita brasileiro. Através do exame da atuação do MUE e do estudo do pensamento social espírita, empreendemos uma análise histórica acerca da especificidade deste movimento dentro da cultura espírita: um Espiritismo altamente crítico e politizado, voltado para questões sociais. Tal o caráter do MUE, marcado pela participação da juventude universitária espírita que se politizou e com isso iniciou um processo de construção de sínteses em torno de religião e política, propondo um socialismo cristão. Ao final, o MUE, revelando a existência potencial de um Espiritismo de esquerda, provocou uma forte reação de oposição por parte dos principais dirigentes do Espiritismo brasileiro, ensejando assim a sua própria extinção.; This essay has as its theme the Movimento Universitário Espírita (MUE) of the 1960s and 1970s which acted primarily in the state of São Paulo. It was a trend in the Spiritism that emerged in a time of severe social tensions...

Brasil, pátria do evangelho: a inserção e o desenvolvimento do Espiritismo em Florianópolis (1910 – 1949)

Torquato Silveira, Fernando
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 89 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.9%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Curso de Ciências Sociais.; Este trabalho tem o objetivo de demonstrar como o Espiritismo se inseriu na cidade de Florianópolis. Inicialmente é apresentado um panorama sobre o Espiritismo no Brasil, entendendo alguns pontos históricos e sociais que apresentam uma visão mais ampla sobre a doutrina espírita no país. Para construir este cenário de estudos são utilizadas diversas referências bibliográficas, as quais auxiliam a edificar os pilares fundamentais que propiciaram à entrada e o desenvolvimento do Espiritismo no Brasil. A anterioridade da Maçonaria e da Homeopatia em solo brasileiro e os conflitos com a Igreja Católica, o Estado nacional e com a medicina, em disputa constante pelos espaços sociais, são alguns aspectos importantes para o entendimento do tema. Além disso, ressalta-se a importância de pessoas como Bezerra de Menezes, Eurípedes Barsanulfo, Anália Franco e Chico Xavier, que com as suas lideranças potencializaram o Espiritismo no Brasil. Assuntos como o processo de unificação do Espiritismo, com o Pacto Áureo, e a importância da caridade para a formação da identidade dos espíritas também são pontos abordados nesta monografia. A sequência de fatos e desdobramentos propicia o entendimento necessário sobre o tema para que compreendamos a entrada do Espiritismo no município de Florianópolis.

As origens do Espiritismo no Brasil : razão, cultura e resistência no início de uma experiência (1850-1914); The Origins of Spiritism in Brazil : dialogue, reason and resistance in the beginning of an experience (1850-1914)

Fernandes, Paulo César da Conceição
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
38%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2008.; O espiritismo é uma doutrina surgida na França durante o século XIX. Seus principais postulados são: a imortalidade da alma, a possibilidade de nos comunicarmos com os “mortos” e a reencarnação. Foi exposta pela primeira vez por “Allan Kardec”, pseudônimo do pedagogo lionês Hippolyte-Léon Denizard Rivail, que seria o principal responsável por sua divulgação e também autor de obras sobre o tema. Depois de uma história conturbada em solo europeu, devido ao caráter controverso de seus conceitos, o espiritismo chegou ao nosso país e aqui se fixou em rápida propagação. O objetivo desta pesquisa é entender a relação entre essa doutrina e o Brasil expressa no conjunto de algumas conseqüências sócioculturais que emanaram das origens desse contato. Procura-se compreender também o espiritismo qua talis, suas influências, sua história e principais conceitos. Busca-se assim responder algumas perguntas, que orientam este trabalho, como: O que é o espiritismo, qual é a sua história? Por que e por quem o espiritismo foi aqui recebido? Quais mudanças o espiritismo experimentou ao vir para cá...

Heresia, doença, crime ou religião: o Espiritismo no discurso de médicos e cientistas sociais

Giumbelli,Emerson
Fonte: Departamento de Antropologia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo - FFLCH/USP Publicador: Departamento de Antropologia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo - FFLCH/USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1997 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
Desde a segunda metade do século XIX e até a década de 1940, as práticas e doutrinas espíritas mobilizaram o pensamento médico, num duplo empreendimento intelectual e de intervenção social. O artigo aborda vários textos elaborados, neste período, por médicos (tais como Nina Rodrigues e Leonídio Ribeiro), explorando como neles é definido e analisado o espiritismo, e localizando, entre as diversas épocas, continuidades e rupturas. Na década de 1930, o espiritismo e os cultos de possessão em geral começam a ser tratados por referência a categorias sociológicas e antropológicas, sinalizando uma transformação importante no seu estatuto (Arthur Ramos é um nome chave). No artigo, esta transição é problematizada a partir da análise da categoria "higiene mental", utilizada por intelectuais durante as décadas de 1920 e 1930 e associada às discussões sobre a constituição e destinos do Brasil enquanto nação.

Religião, ciência ou auto-ajuda? trajetos do Espiritismo no Brasil

Stoll,Sandra Jacqueline
Fonte: Departamento de Antropologia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo - FFLCH/USP Publicador: Departamento de Antropologia, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo - FFLCH/USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.68%
O objetivo deste artigo é apresentar certas configurações recentes do Espiritismo no Brasil. Tomando como ponto de partida a bibliografia produzida sobre o tema, chama-se atenção, em primeiro lugar, para a omissão desta quanto às relações estabelecidas entre o Espiritismo e o Catolicismo; em seguida, deslocando o foco para a situação contemporânea, analisa-se as novas interlocuções que vêm sendo estabelecidas pelo Espiritismo como estratégia de inovação da doutrina. Baseada em estudos de caso, essa discussão se constitui em torno de três personagens - Chico Xavier, Waldo Vieira e Luiz Antonio Gasparetto -, os quais sintetizam, por meio de seus percursos pessoais, formas diversas de expressão e/ou contestação da "tradição" espírita.

Fernando Ortiz e Allan Kardec: espiritismo e transculturação

Díaz Quiñones,Arcadio
Fonte: CEDEC Publicador: CEDEC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
Este ensaio explora a importância do espiritismo de Kardec para os princípios de Fernando Ortiz e para seu longo, por vezes tortuoso, inquérito que o leva à noção de "transculturação". Em seus anos de formação, Ortiz foi profundamente influenciado por Lombroso, mas também, como tantos outros escritores e intelectuais, por Kardec. Ele publicou ensaios fundamentais sobre o espiritismo, especialmente sobre as implicações da reencarnação para hierarquias espirituais e sociais. A doutrina de Kardec sobre o progresso espiritual da alma permitiu a Ortiz defender um projeto nacional mais inclusivo. O kardecismo também forneceu metáforas que correm como um fio por seus trabalhos mais importantes sobre as culturas africanas em Cuba, e também por sua poética. A "transmigração" das almas, com suas possibilidades de constantes novos princípios, permitiu a Ortiz introduzir um elemento espiritual e político na ideia de largo alcance que é a transculturação.

O "baixo espiritismo" e a história dos cultos mediúnicos

Giumbelli,Emerson
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - IFCH-UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.56%
O objetivo deste trabalho é explorar algumas das dimensões envolvidas na produção e utilização da categoria "baixo espiritismo" a partir da delimitação de seus enunciantes e de sua temporalidade. No contexto da criminalização do espiritismo pelo Código Penal de 1890, demonstra-se como uma oposição entre práticas falsa e verdadeiramente espíritas foi construída em conjunto por agentes religiosos e abordagens jornalísticas e como essa oposição se cristaliza na ação repressiva policial, feita ela mesma através da interação com grupos espíritas. O período coberto abrange toda a primeira metade do século XX, e os resultados obtidos pretendem contribuir para a elucidação dos mecanismos pelos quais se efetivaram, em meio a conflitos, a legitimação e inserção sociais de certas práticas religiosas.

Percursos da racionalização do sagrado no espiritismo: um conjunto de ideias presentes na literatura e na imprensa brasileira (1857-1915)

Dias, José Roberto de Lima
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.68%
Esta tese analisa o processo de racionalização do sagrado no âmbito da história das ideias espíritas, visando compreender seus aspectos constitutivos na esfera de ação da Doutrina Espírita e sua consequente influência na literatura e na imprensa, no período compreendido entre os anos de 1857 a 1915, no Brasil. Procuramos avaliar o sentido de racionalização do sagrado proposto pelo Espiritismo, uma vez que tal caminhada foi reforçada pela busca espiritual e pelo tratamento dado aos seus temas por importantes representantes da literatura daquela época, os quais foram identificados e analisados. Alguns intelectuais e escritores engajaram-se ao referido segmento espiritualista, outros se posicionaram de forma crítica, no entanto, os textos produzidos pelos letrados para divulgar, reverenciar ou difamar o Espiritismo tiveram como pano de fundo alguns temas do postulado kardequiano. Lançado na França, da segunda metade do século XIX, o Espiritismo é uma doutrina assentada na ênfase racionalista e progressista, sistematizada por Allan Kardec. Nesse sentido, mapeamos as experiências sócio-culturais de alguns intelectuais e escritores que marcaram a vida literária na Europa e no Brasil utilizando-se das ideias espíritas.; This thesis analyses the process of rationalization of the sacred in the scope of the history of spiritist ideas...

A experiência da loucura segundo o espiritismo: uma análise dos prontuários médicos do Sanatório Espírita de Uberaba

Jabert, Alexander; Facchinetti, Cristiana
Fonte: Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental Publicador: Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.68%
Este trabalho tem como objetivo apresentar, a partir da análise dos prontuários de internamento de uma instituição destinada ao tratamento de alienados administrada por seguidores do espiritismo, as concepções particulares sobre saúde, doença e loucura produzidas por essa doutrina e o modo pelo qual elas eram transpostas para o interior de uma instituição de caráter asilar, o Sanatório Espírita de Uberaba, no Brasil da primeira metade do século XX._________________________________________________________________________________ ABSTRACT: Based on the analysis of the medical records of an institution destined for the treatment of the insane and managed by followers of spiritism, this paper has the purpose of presenting the specific notions about health, disease and madness produced by this doctrine and the way in which they were transferred to an institution with the character of an asylum, the Sanatório Espírita de Uberaba, in Brazil, during the first half of the 20th Century._________________________________________________________________________________ RESUMÉ: Cet article vise à présenter, à partir de l'analyse des dossiers d'un établissement pour le traitement hospitalier d'aliénés par des adeptes du spiritisme...

Uma fabrica de loucos : psiquiatria x espiritismo no Brasil (1900-1950); An insanity factory : psychiatry x spiritism in Brazil (1900-1950)

Angelica Aparecida Silva de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.68%
história do Espiritismo e da Psiquiatria apresenta vários pontos de contato, mas este tem sido um tema pouco explorado pelos historiadores. No Brasil, particularmente, houve um acirrado, mas pouco investigado, confronto entre psiquiatras e espíritas na primeira metade do século XX em torno da "loucura espírita". o objetivo deste estudo foi investigar o processo de construção da representação da mediunidade 'enquanto loucura, aqui definida como "loucura espírita", ou seja, como as experiências mediúnicas espíritas passaram a ser interpretadas pelos psiquiatras como causa e/ou manifestação de doenças mentais. Este estudo se concentrou no local e período onde este conflito foi mais intenso, ou seja, no sudeste brasileiro, entre 1900 e 1950 No Brasil da primeira metade do século XX, tanto a Psiquiatria como o Espiritismo estavam em busca de legitimação, de seu espaço cultural, científico e institucional dentro da sociedade brasileira. Estes dois atores sociais estavam ligados às classes urbanas intelectualizadas e defendiam diferentes visões e abordagens terapêuticas relacionadas à questão da mente e da loucura. Ambos disputavam um mesmo espaço no campo científico, cultural, social e institucional, buscando a afirmação da própria legitimidade. Este conflito se manifestou através de constantes embates entre psiquiatras e espíritas. Os médicos publicaram teses...

Religião em confronto : o espiritismo em Tres Rios (1922-1939)

Angelica Aparecida Silva de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.68%
No final do século XVIII tem início um processo de afirmação do racionalismo e do cientificismo e de declínio da valorização da religião. Era a gestação da sociedade "moderna" com seus princípios de iberdade, progresso, razão e igualdade. Nesse contexto, em meados do século XIX, surgiu na França uma religião, o Espiritismo, que buscava se adequar aos novos tempos. O Espiritismo foi introduzido no Brasil no momento em que várias outras correntes de idéias, originárias da Europa, invadiam a intelectualidade nacional. A atual cidade de Três Rios(RJ) surgiu a partir da década de 1860, quando se iniciaram os trabalhos de construção das estradas de ferro e de rodagem. Devido a sua privilegiada condição geográfica passou a ser um importante elo de ligação entre Minas Gerais e a Corte, o que desencadeou acentuado processo de sua modernização. Nesse ambiente, em 1895, se formou o primeiro grupo espírita em Três Rios, denominado Grupo Espírita Fé e Esperança (GEFE). A partir de 1922, o movimento intensifica-se, liderado por um grupo de elevado nível sociocultural e de grande influência política na região. Dado seu estreito contato com a elite carioca, encontrava-se altamente influenciado pelos ideais de modernidade que circulavam na Capital da República. Devido a essa influência...

Espiritismo, metapsíquica y ciencia . Análisis de tres aportaciones catalanas de principio del siglo XX

Vilaplana Traveria, Elisabet; Mülberger, Annette
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2003 SPA
Relevância na Pesquisa
37.68%
Las ideas espiritistas y ocultistas se propagaron en Europa a lo largo de la segunda mitad del siglo XIX. Llegaron a tener tal relevancia social que los científicos tuvieron que tomar partido en el asunto de su presunta veracidad. Cuando a principios del siglo XX se perfila entre espiritismo y ciencia, le toca de forma muy directa a los psicólogos el definir su postura respecto a la relación entre este nuevo campo y la psicología científica. El notable interés por analizar las complejas relaciones entre ciencia y espiritismo en el contexto anglosajón contrasta con la escasa producción de estudios historiográficos sobre este tema en nuestro país. Con esta investigación queremos conocer un poco más cómo se desarrollaron las discusiones sobre las relaciones entre espiritismo, metapsíquica y ciencia en Cataluña

; Espiritismo no Brasil

Lang, Alice Beatriz da Silva Gordo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
O espiritismo teve início na França com a codificação do Livro dos Espíritos por Allan Kardec (1804-1869), por meio de um diálogo com espíritos; difundiu-se na Europa e chegou ao Brasil ainda no século XIX. O espiritismo kardecista é filosofia, ciência e religião e, enquanto tal, uma religião mediúnica. As reflexões apresentadas no texto baseiam-se em pesquisa realizada para construir a biografia do líder espírita Rino Curti (1922-2003) e delinear o histórico e atuação da Coligação Espírita Progressista por ele fundada. Utiliza a metodologia da história oral, recorrendo também à análise de documentação, bibliografia e observação de sessões mediúnicas. A análise apontou "não ditos", "não perguntados" e não compreendidos" no momento. Facilidades e dificuldades do estudo de uma crença por um pesquisador não adepto são destacadas. Buscando compreender o espiritismo, utilizamos a perspectiva relacional proposta pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu, especialmente os conceitos de 'campo' e 'capital'. Sugerimos a extensão do conceito de 'campo' para compreender esse universo que inclui o relacionamento entre encarnados e desencarnados.; The Spiritism began in France with the Encode written by Allan Kardec through a dialogue with the Spirits. From this dialogue resulted 'The Spirits' Book". The Spiritism has quickly disseminated in Europe...

Religião, ciência ou auto-ajuda? trajetos do Espiritismo no Brasil

Stoll, Sandra Jacqueline
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
O objetivo deste artigo é apresentar certas configurações recentes do Espiritismo no Brasil. Tomando como ponto de partida a bibliografia produzida sobre o tema, chama-se atenção, em primeiro lugar, para a omissão desta quanto às relações estabelecidas entre o Espiritismo e o Catolicismo; em seguida, deslocando o foco para a situação contemporânea, analisa-se as novas interlocuções que vêm sendo estabelecidas pelo Espiritismo como estratégia de inovação da doutrina. Baseada em estudos de caso, essa discussão se constitui em torno de três personagens - Chico Xavier, Waldo Vieira e Luiz Antonio Gasparetto -, os quais sintetizam, por meio de seus percursos pessoais, formas diversas de expressão e/ou contestação da "tradição" espírita.; This article aims to examine some recent characteristics of Spiritism in Brazil. It points out, in first place, the omission of the bibliography on the theme regarding to the historical relations established between Spiritism and Catholicism. Next, analyzing the contemporaneous status, it presents new relations Spiritism has established with other religions and science as a strategy of innovation. Based on case-studies, this article presents three personalities - Chico Xavier, Waldo Vieira and Luiz Antonio Gasparetto - who synthesize...

ESPIRITISMO E PRODUÇÃO CIENTÍFICA NO BRASIL

Moraes, Silvia Piedade de; Universidade Federal de São Paulo - Unifesp; Zanatta, Luiz Fabiano; Universidade Federal de São Paulo; Humphreys, Rubens Dias; Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.77%
O processo de consolidação do espiritismo no Brasil no século XIX ocorreu sob forte influência de religiões espiritualistas. Isso favoreceu a construção de uma identidade espírita kardecista conhecida como “à brasileira”. Esta revisão de literatura objetivou apontar os caminhos que o espiritismo kardecista vem traçando nas publicações científicas, sua área de concentração e tendências de crescimento no Brasil. Os resultados evidenciaram que o auge de crescimento das publicações sobre o tema ocorreu na entrada do século XXI e suas áreas de concentração encontram-se na influência do espiritismo na relação saúde-doença e na psiquiatria como complementaridade positiva. Assim, o espiritismo tem rompido progressivamente com dualidades históricas entre ciência e religião.

BRASÍLIO MARCONDES MACHADO E A DEFESA DO ESPIRITISMO NA FACULDADE DE MEDICINA DO RIO DE JANEIRO, NOS ANOS 1920

Isaia, Artur César; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Textos de História. Revista do Programa de Pós-graduação em História da UnB. Publicador: Textos de História. Revista do Programa de Pós-graduação em História da UnB.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 12/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.77%
Este texto tem como temática a tese de BrasílioMarcondesMachado,"Contribuição ao estudo da Psiquiatria (Espiritismo e Metapsiquismo)", defendida na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, no ano de 1922. A referida tese apresenta uma veemente defesa do Espiritismo, no qual se fundamenta o autor, para propor uma nova visão da doença mental. Paründo-se do caráter político do que Foucault denomina de "vontade de verdade", persegue-se a argumentação do autor, tentando articulála ao discurso produzido pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro sobre o Espiritismo. Chega-se assim, ao choque, entre a autoridade institucional, estribada no organicismo materialista e uma proposta que apelava para argumentos metafísicos e religiosos, valorizando-se o Espiritismo como fundamento de uma etiologia da doença mental.