Página 1 dos resultados de 1725 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Caracterização e descrição da estrutura anatômica do lenho de seis espécies arbóreas com potencial medicinal; Characterization and description of wood anatomical structure in six tree species with medicinal potential

CURY, G.; TOMAZELLO-FILHO, M.
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.61%
A caracterização morfoanatômica e a correta identificação das plantas medicinais são fundamentais para o controle de qualidade dos fitoterápicos. No presente trabalho é caracterizada a anatomia do lenho visando à identificação de seis espécies arbóreas com potencial medicinal. As amostras do lenho foram extraídas por método não destrutivo do tronco das árvores das espécies desenvolvidas em áreas de preservação. Em laboratório as amostras do lenho foram processadas para análises microscópicas do lenho, aplicando as metodologias para estudos de anatomia. Os resultados mostraram que o parênquima axial foi o parâmetro anatômico mais efetivo para a distinção das espécies através da análise do seu lenho. No trabalho discute-se a importância da aplicação da anatomia do lenho como ferramenta na identificação de espécies arbóreas medicinais.; The morphoanatomical characterization and the correct identification of medicinal plants are fundamental for the quality control of phytotherapics. In the present work, wood anatomy was characterized in order to identify six tree species with medicinal potential. Wood samples were collected through a non-destructive method from the trunk of trees developed in conservation areas. In the laboratory...

Estudo terminológico de espécies arbóreas: uma proposta para a popularização do conhecimento - do científico ao popular; Study terminology of tree species: a proposal for the popularization of knowledge - the scientific to the popular

Soares, Vilma de Fátima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
Este trabalho objetiva, com base nos postulados teórico-metodológicos da Terminologia teórica e aplicada, da Socioterminologia e da Tradutologia, apresentar uma proposta para popularização do conhecimento científico, e tem como resultado uma amostra de catálogo de espécies arbóreas, em linguagem popular. Para tanto, delimitamos o corpus deste estudo e analisamos a passagem do científico ao popular, considerando o continuum entre parâmetros (do científico ao popular) e o continuum tipológico (gênero textual), que nos serviram de base para estabelecer o parâmetro das distâncias entre os níveis. Utilizamos a tradução intralingual como mediadora do conhecimento científico, para re-explicar os conceitos difíceis e diminuir a complexidade do texto de especialidade. Descrevemos a trajetória do processo de diminuição da densidade terminológica do texto para a elaboração das definições que compõem a amostra do catálogo. Em conclusão, constatamos que é possível, em Terminologia, permanecermos dentro de um mesmo universo de discurso e gênero textual, mudando, apenas, o nível de registro, de acordo com objetivos e públicos específicos. Observamos, também, que a Tradução utiliza-se da Terminologia, assim como a Terminologia utiliza-se do processo de tradução para a elaboração das definições de conceitos e termos...

Distribuição espacial de espécies arbóreas na área de vida de Sapajus nigritus (Primates, Cebidae) na Mata Atlântica, Parque Estadual Carlos Botelho, estado de São Paulo; Spatial distribution of tree species present in the home range of Sapajus nigritus (Primates, Cebidae) in the Atlantic, Carlos Botelho State Park, State of Sao Paulo

Sevghenian, Eliza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.64%
Apesar dos esforços na realização de pesquisas com primatas na Mata Atlântica, ainda existem poucos estudos relacionando topografia, composição e distribuição de vegetação com o padrão de ocupação da área por primatas. Pela escassez dessas pesquisas, essas relações foram analisadas em duas áreas dentro da área de vida de um grupo de Sapajus nigritus numa área de Floresta Ombrófila Densa, localizada no Parque Estadual Carlos Botelho (PECB), Estado de São Paulo. Com o objetivo de descobrir se há ou não relação entre distribuição da vegetação arbórea com o padrão de uso da área (relacionadas com as rotas realizadas em 2007) pelo grupo deSapajus nigritus. Com o auxílio de uma imagem do IBGE de 1:50.000 da área do PECB, cedido pelo Instituto Florestal, em São Paulo, foi feito um recorte da área de vida do grupo no software ArcView 9.3 para seleção duas áreas; a primeira conhecida como área central (ou área núcleo) onde o grupo utiliza com mais frequência, foi denominada de área A, e a segunda área, uma pequena porção mais periférica da área de vida com inclinação mais acentuada, denominada de área B. Em cada uma dessas áreas foram instaladas três unidades amostrais; uma em área de topo de morro...

A interação ecofisiológica planta-ambiente: o papel da aclimatação fotossintética na resposta a fatores ambientais em espécies arbóreas

Portes, Maria Teresa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 152 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.77%
Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC; As restrições impostas pelo ambiente obrigam as plantas a transitarem entre estados fisiologicamente distintos, podendo tal transição ser representada pelo processo de aclimatação. O aparato fotossintético apresenta alta sensibilidade ao ambiente, mas possui alta capacidade de aclimatação, a qual é necessária dada a sua função essencial no metabolismo vegetal e o seu elevado nível de integração com outras vias metabólicas. A investigação do papel da aclimatação fotossintética na resposta a diversas condições ambientais, em diferentes espécies arbóreas, foi o principal tema de estudo da presente tese. Foram realizados experimentos com espécies arbóreas nativas e cultivadas sob diferentes níveis de controle ambiental, ou seja, no campo, em casa de vegetação e em câmaras de crescimento. Os experimentos com espécies arbóreas nativas envolveram a avaliação da capacidade de aclimatação das espécies de diferentes grupos sucessionais, as quais supostamente apresentam demandas luminosas distintas e diferem em sua habilidade de ajuste e acoplamento ao ambiente. O experimento com a espécie cultivada foi realizado com Eucalyptus globulus...

Sobrevivência, morfo-anatomia, crescimento e assimilação de carbono de seis espécies arbóreas neotropicais submetidas à saturação hídrica do solo; Survival, morpho-anatomy, growth and carbon assimilation of six neotropical tree species submitted to flooding

Viviane Camila de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.64%
Alchornea triplinervia, Nectandra oppositifolia, Eugenia umbelliflora, Gomidesia schaueriana, Guapira opposita e Guatteria gomeziana são espécies arbóreas típicas das áreas alagadas da Floresta de Restinga do sudeste do Brasil. A fim de determinar os efeitos do alagamento sazonal do solo sazonal na sobrevivência, morfo-anatomia, crescimento e taxa de assimilação de carbono nestas espécies, foram avaliadas as respostas de crescimento, os parâmetros fotossintéticos básicos, a concentração de pigmentos fotossintéticos, as características foliares e as alterações morfo-anatômicas de indivíduos jovens crescendo experimentalmente em condições não alagadas (controle) e alagadas. A. triplinervia, N. oppositifolia, E. umbelliflora e G. schaueriana foram capazes de sobreviver e crescer durante o período de alagamento do solo, embora este crescimento tenha sido reduzido em comparação às plantas não alagadas. Lenticelas hipertrofiadas foram observadas em A. triplinervia e N. oppositifolia e a formação de raízes adventícias somente em A. triplinervia. Nas plantas alagadas de G. opposita e G. gomeziana o crescimento cessou e a sobrevivência foi comprometida, tendo ocorrido a morte de alguns indivíduos a partir da segunda semana de alagamento do solo. A taxa de assimilação de carbono foi reduzida em todas as espécies quando submetidas ao alagamento do solo...

Potencial de uso das espécies arbóreas de uma floresta secundária, na Zona Bragantina, Pará, Brasil

Alvino,Fabrízia de Oliveira; Silva,Manoela Ferreira F. da; Rayol,Breno Pinto
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.63%
Este estudo teve como objetivo avaliar o potencial de uso das espécies arbóreas de uma floresta secundária com aproximadamente 30 anos de idade, abandonada após sucessivos ciclos de agricultura itinerante. A área de estudo está localizada em propriedade de agricultura familiar na Zona Bragantina, PA. A área inventariada corresponde a 1,5 ha, onde foram medidos todos os espécimes arbóreos com DAP ³ 5 cm. Verificou-se a ocorrência de 103 espécies, que totalizaram 1961 indivíduos/ha e área basal de 17,7 m²/ha. As espécies com maior número de indivíduos foram: Sacoglottis amazonica Mart., Ormosia flava (Ducke) Rudd, Eschweilera coriacea (DC.) S.A. Mori e Croton matourensis Aubl.. As categorias de uso que apresentam maior número de espécies foram: Construções rurais (33%), seguida das espécies madeireiras de alto valor comercial (30%), madeireiras de baixo valor comercial e as utilizadas como lenha (9% cada).

Variación florística de especies arbóreas a escala local en un bosque de tierra firme en la Amazonia colombiana

Silva,Juan Sebastian Barreto; Montoya,Álvaro Javier Duque; López,Dairon Cárdenas; Hurtado,Flavio Humberto Moreno
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 ES
Relevância na Pesquisa
56.56%
El presente estudio se llevó a cabo en cinco hectáreas de una parcela permanente establecida en el Parque Nacional Amacayacu, Amazonia colombiana. En éste, se evaluó el efecto de la variación ambiental y la configuración espacial sobre los patrones florísticos de las especies arbóreas (DAP>10 cm) a escala local en un bosque de tierra firme. Se estudió la variación florística y ambiental en cuadrantes de 20x20 m. Adicionalmente, se consideraron diferentes categorías de abundancia (total, alta, media y baja). Se utilizó el Análisis de Correspondencia Linealizado y el Análisis de Correspondencia Canónica, seguido de una partición de la variación, para cuantificar la magnitud a la cual el ambiente y la limitación en dispersión determinan la variación florística. La fracción espacial, representando procesos de autocorrelación como la limitación en dispersión, se analizó mediante dos métodos: Asumiendo un polinomio de tercer grado y por el método de Coordenadas Principales de Matrices Vecinas (PCNM). La diversidad beta de la parcela fue baja. El PCNM aparece como el método de análisis más apropiado para estudios a esta escala. Las diferencias florísticas explicadas a lo largo de la parcela de 5-ha fueron principalmente asociadas con procesos biológicos como la limitación en dispersión. La mayor parte de la variación florística...

Fenologia reprodutiva de espécies arbóreas em uma formação secundária da floresta Atlântica

Mantovani,Marcelo; Ruschel,Ademir Roberto; Reis,Maurício Sedrez dos; Puchalski,Ângelo; Nodari,Rubens Onofre
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
56.65%
Os estudos sobre fenologia reprodutiva das espécies arbóreas geram conhecimentos que são necessários para definição de estratégias de conservação e manejo florestal. Assim, o presente trabalho teve como objetivo a caracterização da fenologia reprodutiva de espécies para produção de madeira ou lenha em formações secundárias da Floresta Ombrófila Densa. Entre junho de 1998 e julho de 1999, foram avaliados os períodos de floração e frutificação de no mínimo 5 até 41 plantas arbóreas reprodutivas, pertencentes a 19 espécies, em uma área localizada no município de São Pedro de Alcântara, Santa Catarina. As observações fenológicas (floração e frutificação) foram realizadas a cada 15 dias. A proporção de plantas que floresceu e frutificou variou de 5,5 a 80,0% (média de 28,4%), dependendo da espécie. Também, existem diferenças entre espécies em relação ao DAP mínimo para floração, que variou de 5,6 a 21,5 cm. A floração da maior parte das espécies ocorreu no período de outubro a janeiro. A frutificação concentrou-se nos meses de janeiro a março. Além destes fatores, as fenofases reprodutivas também são dependentes do ambiente onde se desenvolvem, razão pela qual muitas espécies estudadas apresentaram períodos reprodutivos diferentes daqueles mencionados para outras regiões. Os resultados deste trabalho reforçam a necessidade de estudos específicos para elaboração de planos de manejo florestal com espécies madeireiras nativas...

Produção e distribuição de biomassa de espécies arbóreas no semi-árido brasileiro

Drumond,Marcos Antônio; Pires,Ismael Eleotério; Oliveira,Visêldo Ribeiro de; Oliveira,Anderson Ramos de; Alvarez,Ivan André
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.56%
Com o objetivo de avaliar a produção e distribuição de biomassa de algumas espécies arbóreas de múltiplo uso em condições de sequeiro do submédio do São Francisco, instalou-se um experimento no Campo Experimental da Caatinga da Embrapa Semi-Árido, Município de Petrolina, PE. Foram realizadas medições de altura e diâmetro à altura do peito (DAP) de 16 árvores centrais, em três parcelas de cada espécie: Leucaena diversifolia, Caesalpinia velutina, Caesalpinia coriaria, Mimosa tenuiflora e Ateleia herbert-smithii. A biomassa foi estimada com base na árvore de altura média de cada parcela, avaliando-se, separadamente, cada componente (folhas, galhos, cascas e lenho). A biomassa nos diferentes componentes arbóreos das espécies foi distribuída na seguinte ordem: folha

Crescimento inicial de três espécies arbóreas da Floresta Atlântica em resposta à variação na quantidade de luz

Duz,Sônia Regina; Siminski,Alexandre; Santos,Marisa; Paulilo,Maria Terezinha S.
Fonte: Sociedade Botânica de São Paulo Publicador: Sociedade Botânica de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.59%
Verificou-se a resposta de crescimento à variação na intensidade de luz de plântulas de três espécies arbóreas da Floresta Tropical Atlântica, Cecropia glazioui Sneth., Cedrela fissilis Vell. e Bathysa australis (A. St.-Hil.) Hook. ex Sch., respectivamente de estádios inicial, intermediário e final de sucessão. As três espécies mostraram, dentro de um determinado gradiente de luz, plasticidade para aumentar a captação de luz quando em baixa irradiância (através de aumento da razão de área foliar -RAF e diminuição da razão entre raiz e parte aérea - R/PA) e plasticidade para aumentar o ganho de carbono e diminuir a transpiração quando em alta irradiância (através dos aumentos da razão R/PA e densidade estomática, e da diminuição da RAF). A plasticidade das espécies em variar determinado parâmetro em função da intensidade de luz foi dependente do gradiente de intensidade de luz aplicado. A plasticidade foi maior nas intensidades mais baixas de luz tanto para C. glazioui quanto para C. fissilis. Para a maior parte dos parâmetros analisados, C. glazioui mostrou maior parte plasticidade para aclimatar-se à maior irradiância, que C. fissilis. As variações apresentadas pelas espécies na morfologia e fisiologia em relação à variação na intensidade de luz são consistentes com o local de ocorrência de cada espécie.

Crescimento e respostas fisiológicas de espécies arbóreas em solo salinizado tratado com corretivos

Sousa,Flaubert Q de; Araújo,Josinaldo L; Silva,Alexandre P da; Pereira,Francisco H. F; Santos,Rivaldo V dos; Lima,Geovani S de
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.63%
Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de corretivos sobre a recuperação de um solo afetado por excesso de sais e sódio e sobre o crescimento e respostas fisiológicas de espécies arbóreas nativas da Caatinga. Dois experimentos foram realizados em casa de vegetação, ambos em delineamento inteiramente casualizado. No primeiro se avaliaram cinco tratamentos de correção do solo com quatro repetições e, no segundo experimento, os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial 5 x 4, referentes a espécies arbóreas nativas da Caatinga e cinco tratamentos de correção avaliados no primeiro experimento, com três repetições. A aplicação de corretivos, especialmente de enxofre elementar, diminuiu a salinidade e a sodicidade do solo salinizado, favorecendo o crescimento e a produção de matéria seca das plantas. A espécie pau-ferro foi a que se mostrou mais tolerante ao excesso de sais e sódio. O excesso de sais e sódio no solo elevou os teores de sódio e a relação sódio/potássio na parte aérea das plantas, diminuiu a condutância estomática e a concentração intercelular de CO2 nos tecidos foliares.

Caracterização e descrição da estrutura anatômica do lenho de seis espécies arbóreas com potencial medicinal

Cury,G.; Tomazello-Filho,M.
Fonte: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais Publicador: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.61%
A caracterização morfoanatômica e a correta identificação das plantas medicinais são fundamentais para o controle de qualidade dos fitoterápicos. No presente trabalho é caracterizada a anatomia do lenho visando à identificação de seis espécies arbóreas com potencial medicinal. As amostras do lenho foram extraídas por método não destrutivo do tronco das árvores das espécies desenvolvidas em áreas de preservação. Em laboratório as amostras do lenho foram processadas para análises microscópicas do lenho, aplicando as metodologias para estudos de anatomia. Os resultados mostraram que o parênquima axial foi o parâmetro anatômico mais efetivo para a distinção das espécies através da análise do seu lenho. No trabalho discute-se a importância da aplicação da anatomia do lenho como ferramenta na identificação de espécies arbóreas medicinais.

Biodiversidade de espécies arbóreas nativas do sub-bosque de povoamento de Eucalyptus SPP.

RONQUIM, C. C.; VITAL, D. M.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO DE BOTÂNICA, 17., 2010. São Paulo, SP. Resumos... São Paulo, SP: Instituto de Botânica, 2010. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DO INSTITUTO DE BOTÂNICA, 17., 2010. São Paulo, SP. Resumos... São Paulo, SP: Instituto de Botânica, 2010.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.69%
Esse estudo teve como objetivo avaliar diversidade de espécies arbustivo-arbóreas que ocorrem no sub-bosque de plantios comerciais de Eucalyptus spp. nos estados de São Paulo e Minas Gerais por meio da revisão de 28 trabalhos científicos. Ao todo foram identificadas 73 famílias, 264 gêneros e 663 espécies. As dez espécies de maior ocorrência foram: Casearia sylvestris Sw.; Copaifera langsdorffii Desf.; Zanthoxylum rhoifolium Lam.; Siparuna guianensis Aubl.; Piptadenia gonoacantha (Mart.) Macbr.; Cabralea canjerana (Vell.) Mart.; Ocotea corymbosa (Meisn.) Mez; Rapanea ferruginea (Ruíz & Pav.) Mez; Aegiphila sellowiana Cham. e Tapirira guianensis Aubl. Foram encontradas 34 espécies com algum grau de ameaça de extinção de acordo com a ?Lista oficial das espécies da flora do Estado de São Paulo?. De todas as espécies relacionadas somente 20% são pioneiras. A forma de dispersão de sementes predominante é a zoocoria, onde 447 espécies apresentam essa característica. De todas as espécies encontradas 203 ocorrem somente no bioma mata atlântica e 98 somente em fisionomias do bioma cerrado. As outras 362 espécies ocorrem em ambos biomas. Os fragmentos de sub-bosque são capazes de manter uma diversidade elevada de espécies lenhosas nativas e são importantes para o surgimento...

Biodiversidade de espécies arbóreas do sub-bosque de reflorestamentos no Brasil

RONQUIM, C. C.; VITAL, D. M.; ALVAREZ, I. A.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA 62., 2011, Fortaleza. Anais... Fortaleza: UECE, 2011. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE BOTÂNICA 62., 2011, Fortaleza. Anais... Fortaleza: UECE, 2011.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.81%
Este estudo teve como objetivo avaliar diversidade de espécies arbustivo-arbóreas que ocorrem no sub-bosque de plantios comerciais de Eucalyptus spp e Pinus spp no Brasil por meio da revisão de 40 trabalhos científicos. Ao todo foram identificadas 79 famílias, 294 gêneros e 761 espécies nativas. As cinco espécies de maior ocorrência foram: Casearia sylvestris (Sw.); Copaifera langsdorffii (Desf.); Zanthoxylum rhoifolium (Lam.); Siparuna guianensis (Aubl.); Piptadenia gonoacantha (Mart.) Macbr. De todas as espécies relacionadas somente 20% são pioneiras. Das espécies encontradas nesse ambiente, 233 ocorrem somente no bioma mata atlântica e 108 somente em fisionomias do bioma cerrado. As demais espécies ocorrem em ambos os biomas. A forma de dispersão de sementes predominante é a zoocoria, onde 62% das espécies apresentam essa característica. Das espécies arbóreas encontradas nos sub-bosque de Eucalyptus cerca de 130 espécies não foram encontrados em outros dois estudos que revisaram centenas de trabalhos de espécies arbóreas com ocorrência em mata ciliar e vegetação de cerrado em grande parte do Brasil. Desenvolvendo-se sob a copa do plantio de Eucalyptus spp foram encontradas 38 espécies com algum grau de ameaça de extinção. Apesar da carência de trabalhos e do pequeno tamanho dos fragmentos estudados...

Efeitos da micorriza e do suprimento de fósforo na atividade enzimática e na resposta de espécies arbóreas ao nitrogênio.

PEREIRA, E.G.; SIQUEIRA, J.O.; CURI, N.; MOREIRA, F.M.S.; PURCINO, A.A.C.
Fonte: Revista Brasileira de Fisiologia Vegetal, Londrina, v. 8, n. 1, p. 59-65, 1996. Publicador: Revista Brasileira de Fisiologia Vegetal, Londrina, v. 8, n. 1, p. 59-65, 1996.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Avaliou-se, em um experimento realizado em vasos com 5 kg de um latossolo, a influencia de micorriza arbuscular e do suprimento de fosforo na micorriza arbuscular e do suprimento de fosforo na resposta da acacia (Acacia mangium (L.), fedegoso (Senna macranthera (Collad.) I & B.), cassia verrugosa (Senna multijuga (L.C.Rich) I.&B.) e angico vermelho (Anadenanthera peregrina (L.) Speg.) a adubacao nitrogenada. Verificou-se que plantas colonizadas por Glomus etunicatum (Becker & Gerdemann), mesmo apresentando menores teores de fosforo na parte aerea, apresentaram maiores respostas em crescimento a adicao de N-mineral ao solo do que quando estas foram adubadas com 360 mg de P kg-1. Para absorcao de N, verificou-se que as plantas micorrizadas apresentaram teores deN ate 2,6 vezes maior devido a aplicacao deste nutriente, enquanto nas plantas com P esta relacao nao ultrapassou 1,5. Isto indica que o efeito da micorriza na resposta da nutricao fosfatica da planta e sim devido a melhor absrocao do N via fungo micorrizico. O conteudo de proteina soluvel na folha e a atividade da GS, Fd-GOGAT e PEPC foram pouco influenciados pelos tratamentos, sendo os valores maximos observados para o fedegoso. Alem de efeitos diretos da nutricao fosfatica...

Estrutura espacial de uma comunidade de espécies arbóreas, em uma floresta densa de terra firme na Amazônia Ocidental, Brasil.

SILVA, K. E. da; FORTIN, M-J.; MARTINS, S. V.; RIBEIRO, M. C.; SANTOS, N. T.; AZEVEDO, C. P. de; RIBEIRO, A. C. S.; MATOS, F. D . A.
Fonte: In: SEMINÁRIO DA REDE DE MANEJO FLORESTAL DA AMAZÔNIA, 2012. Rio Branco, AC: Projeto MFA: Embrapa Acre, 2012. Publicador: In: SEMINÁRIO DA REDE DE MANEJO FLORESTAL DA AMAZÔNIA, 2012. Rio Branco, AC: Projeto MFA: Embrapa Acre, 2012.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: Resumo expandido.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Investigar a influência de variáveis de solos na distribuição espacial da comunidade de espécies arbóreas tropicais e detectar em qual escala de tamanho de amostra a relação espécie-ambiente pode ser melhor observada.; 2012

Produção de mudas de espécies arbóreas nativas com combinações de adubos de liberação controlada e prontamente solúveis

Moraes Neto,Sebastião Pires de; Gonçalves,José Leonardo de Moraes; Rodrigues,Carlos José; Geres,Washington Luiz de Azevedo; Ducatti,Fabiane; Aguirre Jr,José Hamilton de
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.59%
O objetivo deste estudo foi testar diversas doses e fontes de adubo para verificar o crescimento de mudas de cinco espécies arbóreas nativas. As espécies utilizadas foram as pioneiras Guazuma ulmifolia (mutambo) e Croton floribundus (capixingui), as secundárias iniciais Peltophorum dubium (canafístula) e Gallesia integrifolia (pau-d'alho) e a clímax Myroxylon peruiferum (cabreúva). Os tratamentos consistiram principalmente na utilização de adubo de liberação controlada (ALC, 19-06-10, N-P2O5-K2O) de maneira pura ou em mistura com adubo em pó (AP, 14-16-18), ou AP mais adubação de cobertura periódica (ACP, 19-06-20), comparados com adubação convencional (adubação de base mais adubação de cobertura com sulfato de amônio e cloreto de potássio) e testemunha (sem adubação). O substrato utilizado foi composto por 60% de húmus de minhoca, 30% de casca de arroz carbonizada e 10% de terra de subsolo, em base volumétrica. O recipiente que comportou o substrato foi o tubete de polipropileno de 50 cm³ de capacidade. Entre os tratamentos que produziram mudas de boa qualidade ao final do experimento, para cada espécie, aqueles com doses de 3,2 e 4,8 kg de adubo de liberação controlada por metro cúbico de substrato foram comuns a todas as espécies e...

Planting species to restore protected areas: a case study in Southern Brazil; PLANTIO DE ESPÉCIES NATIVAS PARA RESTAURAÇÃO DE ÁREAS EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO NO SUL DO BRASIL

Marcuzzo, Suzane Bevilacqua; ufsm; Araújo, Maristela Machado; Universidade Federal de Santa Maria; Gasparin, Ezequiel
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.86%
AbstractThis research aims to identify potential native species for restoration of degraded areas regarding different soil preparation techniques. The experiment was developed in the Quarta Colônia State Park, RS, in randomized blocks. In planting, it was applied the model that considers fast growth and diversity species groups. The treatments: T1- hole + planting of tree species (fill group - GP and of diversity group - GD); T2 – hole + tree species planting + legume (Vicia sativa); T3- subsoiling + tree species planting; and T4 - subsoiling + tree species planting + legume. Observed variables, which include collect diameter, height and mortality, were submitted to analysis of variance. In relation to the 13 tree species, we submitted the same variables, plus crown diameter to the Kruskal -Wallis test. As result, subsoiling was the best method, indifferent to the use of legume. Enterolobium contortisiliquum, Schinus terebinthifolius and Inga vera are indicated to compose the fill group, while the species of the diversity group should be introduced after partial canopy coverage, considering they need more propitious environmental conditions.Keywords: Protected area; successional groups; soil preparation.; Este estudo buscou identificar espécies nativas potenciais para restauração de áreas degradadas em diferentes métodos de preparo de solo. O experimento foi implantado no Parque Estadual Quarta Colônia...

Invasive tree species in urban parks landscaping of Curitiba, PR; ESPÉCIES ARBÓREAS INVASORAS NO PAISAGISMO DOS PARQUES URBANOS DE CURITIBA, PR

Biondi, Daniela; UFPR, Curitiba, PR, Brasil; Muller, Eduardo; UFPR
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.56%
AbstractThe aim of this study was to characterize the introduced tree species in landscaping of five urban parks of Curitiba, mainly concerning invasive species. Five parks were randomly selected: “Passeio Público”, “Parque Bacacheri”, “Parque São Lourenço”, “Parque Barigui” and “Parque Municipal do Passaúna”. The trees were identified according to the taxonomy and origin. 5525 trees were analyzed, 95.9% were identified at species level. From the analyzed population, 149 species were identified as well as 48 families. Only 7 families represent 50% of all families, with a predominance of Fabaceae (20.8%), and the largest number of families was found in “Parque São Lourenço”. In relation to the origin, 38.25% of trees are native of Curitiba, 24.83% are native of Brazil and 24.83% are exotic species. 13 invasive alien species had been found: Citrus limon, Eriobotrya japonica, Eucalyptus grandis, Eucalyptus robusta, Eucalyptus viminalis, Eucalyptus sp. Hovenia dulcis, Ligustrum lucidum, Melia azedarach, Morus nigra, Pinus elliottii, Pinus sp and Pittosporum undulatum. Psidium guajava was the only Brazil native species  considered invasive in Paraná. The “Passeio Público” is the park with the highest number of invasive alien species...

Dispersión polínica y éxito reproductivo de cuatro especies arbóreas de un bosque xerófito de Argentina

Torretta,Juan Pablo; Basilio,Alicia M
Fonte: Revista de Biología Tropical Publicador: Revista de Biología Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 ES
Relevância na Pesquisa
66.68%
Los "talares" del E de la provincia de Buenos Aires son bosques xerófitos costeros estructurados por pocas especies arbóreas rodeados de una matriz de suelos más bajos y húmedos. Estudiamos los parámetros reproductivos de las especies arbóreas más representativas (Celtis tala, Scutia buxifolia, Jodina rhombifolia y Schinus longifolia). La dispersión polínica fue estudiada a través de trampas para visitantes florales (dispersión biótica) y utilizando recolectores gravimétricos de polen (dispersión abiótica). El éxito reproductivo (tasa de formación de frutos) de las especies focales fue estudiado a través de embolsado de flores con bolsas de distintos tipos de malla. El sistema reproductivo varió entre las especies. C. tala resultó anemófila y autocompatible, S. buxifolia fue entomófila y dependiente de los visitantes florales. J. rhombifolia fue una especie entomófila, aunque la autogamia espontánea podría favorecer al aseguramiento reproductivo en caso de falta de polinizadores. Finalmente, S. longifolia podría ser una especie ambófila (polinizada por insectos y por el viento). Este sistema dual podría ser el resultado de un mecanismo de flexibilidad del sistema de polinización o una transición evolutiva.