Página 1 dos resultados de 24 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Composi??o, etnoecologia e etnotaxonomia de serpentes no Vale do Para?ba, Estado de S?o Paulo.

Portillo, Jos? Thales da Motta
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolu??o e Meio Ambiente, Instituto de Ci?ncias Exatas e Biol?gicas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Ecologia de Biomas Tropicais. Departamento de Biodiversidade, Evolu??o e Meio Ambiente, Instituto de Ci?ncias Exatas e Biol?gicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.35%
O Brasil abriga uma grande diversidade de serpentes. O Estado de S?o Paulo possui as principais cole??es zool?gicas de serpentes neotropicais e ? uma das regi?es mais estudadas do pa?s. O objetivo do trabalho foi reunir a informa??o relativa ? composi??o de esp?cies de serpentes dos munic?pios de Roseira, Taubat? e Lagoinha, a fim de analisar os aspectos ecol?gicos dessa fauna relacionados ao hist?rico de uso da terra na regi?o. Foram consultados os acervos cient?ficos de serpentes do Instituto Buntatan e do Museu de Zoologia da Universidade de S?o Paulo e realizadas coletas em campo, com buscas ativas na ?rea de estudo. Ao todo, foram encontradas 30 esp?cies para a ?rea de estudo. As tr?s esp?cies mais abundantes nas cole??es zool?gicas foram Crotalus durissus terrificus (n=274, 52,9%); Bothrops jararaca (n=99, 19,1%) e Xenodon merremii (n=33, 6,2%). Em campo foram B. jararaca (n=15, 20,27%%), Helicops modestus (n=12, 16,22%) e C. d. terrificus (n=12, 16,22%). As esp?cies do levantamento s?o comuns aos biomas da Mata Atl?ntica e do Cerrado e tendem a ocupar ?reas abertas, utilizando substrato terr?cola. O ?ndice de Simpson foi 0,47 para a esp?cie C. d. terrificus, com maior frequ?ncia relativa nas amostras. Os impactos antr?picos podem ter afetado a composi??o das esp?cies de serpentes...

Estudo ontog?nico e taxon?mico das larvas de algumas esp?cies de peixes da regi?o norte do Brasil

ANUNCIA??O, Erica Moema Silva da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.6%
O presente estudo teve como objetivo fornecer informa??es sobre a descri??o morfol?gica e ontog?nica das esp?cies Plagioscion squamosissimus (Sciaenidae), Cynoscion acoupa (Sciaenidae), Colomesus pscitacus (Tetraodontidae) e Oligoplites palometa (Carangidae) da regi?o norte do Brasil. Todos os indiv?duos estudados foram analisados quanto ? integridade de suas estruturas e posteriormente identificados. A partir da identifica??o para cada esp?cie, os indiv?duos foram analisados quanto a seus caracteres morfol?gicos, mer?sticos, morfom?tricos. Para o estudo ontog?nico foram determinados os pontos de inflex?o no crescimento das estruturas estudadas, as fases de desenvolvimento e seus per?odos cr?tico, posteriormente foi realizado um PCA para melhor visualiza??o dos caracteres que melhor definem o crescimento larval. Os resultados indicaram que o crescimento relativo (em fun??o do comprimento total (CT) das partes corporais estudadas seguiu alometria negativa. As tr?s fases de desenvolvimento larval definidas em fun??o do processo ontog?nico diferiram entre esp?cies apesar de apresentarem similaridades na cronologia do desenvolvimento corporal. Assim o desenvolvimento inicial das quatro esp?cies na fase F1 favorece a por??o anterior das larvas enquanto que a parte posterior do corpo apresentou maior taxa de crescimento no final da fase larval. As duas esp?cies da fam?lia Sciaenidae Plagioscion squamosissimus e Cynoscion acoupa apresentam diferen?as na forma da boca e CT quando foram observados os primeiros dentes...

Diversidade de esp?cies no complexo Monodelphis brevicaudata (Didelphimorphia:Didelphidae), inferida por dados moleculares e morfol?gicos

PAVAN, Silvia Eliza D?Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
O complexo de esp?cies M. brevicaudata possui distribui??o reconhecida para o Norte da Am?rica do sul e compreende tr?s esp?cies descritas ? M. brevicaudata, M. glirina, e M. palliolata ? e duas n?o descritas, reconhecidas em estudos pr?vios. A delimita??o de esp?cies baseada somente em caracteres morfol?gicos ? complicada, de forma que diversos t?xons nominais j? foram associados ao grupo e diversos arranjos taxon?micos foram propostos. Os poucos estudos baseados em dados moleculares que inclu?ram esp?cimes do complexo brevicaudata revelaram altas taxas de diverg?ncia gen?tica. Este trabalho buscou elucidar a sistem?tica do complexo de esp?cies M. brevicaudata atrav?s do estudo dos padr?es de varia??o morfol?gica e gen?tica. Para tal, desenvolvemos an?lises filogen?ticas baseadas em dois genes mitocondriais: citocromo b e 16 S rDNA. Adicionalmente, estudamos a morfologia externa e craniana dos esp?cimes, investigando a exist?ncia de congru?ncia entre a varia??o gen?tica e morfol?gica. As an?lises morfol?gicas foram, em geral, congruentes com as moleculares, as quais indicaram os mesmos clados em todas as an?lises filogen?ticas. Foram formalmente reconhecidas nove esp?cies para o complexo. Monodelphis brevicaudata, M. palliolata e M. glirina s?o consideradas esp?cies v?lidas; M. touan ? revalidado da sinon?mia de M. brevicaudata e duas esp?cies novas s?o descritas e nomeadas; a esp?cie M. domestica provou ser intimamente relacionada a esp?cimes do grupo brevicaudata...

Varia??o morfol?gica, vocal e molecular em Hylopezus macularius (Temminck, 1830) (Aves, Grallariidae)

CARNEIRO, Lincoln Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.33%
A disserta??o foi elaborada no formato de artigo, intitulado de ?Systematic revision of the spotted antpitta Hylopezus macularius, (Grallariidae), with description of a cryptic new species from brazilian Amazonia?, a ser submetido para a revista The AUK, formatado segundo os padr?es da revista. Uma revis?o sistem?tica da esp?cie polit?pica Hylopezus macularius (Grallariidae), baseada em caracteres morfom?tricos, de plumagem, vocais e moleculares, ? apresentada. As an?lises morfol?gicas e vocais foram baseadas, respectivamente, em 45 esp?cimes e em 104 grava??es. As filogenias moleculares basearam-se em 1.371 pares de bases de ADN dos genes mitocondriais 16S, ND2, e cyt b de 26 esp?cimes, incluindo diversos t?xons como grupos externos. Nossos resultados revelaram a exist?ncia de um t?xon n?o descrito, end?mico do interfl?vio Xingu - Madeira, cripticamente similar morfologicamente ao paraensis, mas distingu?vel vocal e geneticamente do ?ltimo e de todos os outros t?xons agrupados sob H. macularius. As ?rvores moleculares obtiveram forte apoio e monofiletismo rec?proco entre as quatro linhagens principais de H. macularius, tr?s das quais correspondem aos t?xons j? nomeados (dilutus, macularius, e paraensis), e um ao t?xon an?nimo, que ? descrito neste trabalho. N?s mostramos que aqueles quatro t?xons s?o mutuamente diagnostic?veis atrav?s de uma combina??o de caracter?sticas vocais e morfol?gicas...

Revis?o taxon?mica de Electrophorus Gill, 1864 (Gymnotiformes, Gymnotidae) com descri??o de quatro esp?cies novas

CASTRO, Nat?lia de Castro e
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
A disserta??o foi elaborada no formato de artigo. O presente trabalho apresenta o resultado da revis?o do g?nero Electrophorus em um cap?tulo intitulado ?Revis?o de Electrophorus electricus com a descri??o de quatro esp?cies novas?, com a redescri??o da esp?cie Electrophorus electricus e descri??es das esp?cies novas em detalhes. Este artigo ser? submetido ? Revista Neotropical Ichthyology.

A ictiologia na Amaz?nia brasileira de Diogo Nunes (1538) a Landi (1772): a vis?o dos viajantes e naturalistas que trataram de sua ictiofauna durante este per?odo

PEREIRA, Rodolfo Fernando Moraes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
Este trabalho visou reunir e disponibilizar informa??es sobre a ictiofauna da Amaz?nia segundo v?rios escritos do s?culo XVI ao XVII. Consultaram-se, fontes documentais de v?rias bibliotecas e arquivos, e dos documentos selecionados procedeu-se ? identifica??o taxon?mica das esp?cies neles referidas. Tamb?m se fizeram observa??es com base nas refer?ncias textuais e iconogr?ficas dispon?veis, de forma a acrescentar informa??es consideradas de relev?ncia zool?gica. Constatou-se que, devido ? defini??o ent?o vigente do conceito de "peixe", um estudo da ictiologia do per?odo precisaria incluir tamb?m informa??es sobre esp?cies de outros t?xons aqu?ticos que n?o agnatos, elasmobr?nquios e tele?steos. No in?cio do per?odo colonial, a id?ia de peixe era generalizada simplesmente como pescado, e n?o havia muita preocupa??o em inventariar a ictiofauna do Novo Mundo. Mais tarde, alguns dos visitantes da regi?o puseram-se a descrever e ilustrar a ictiofauna de maneira mais espec?fica: nessa fase em que se dava mais detalhamento ?s esp?cies de peixes destacavam-se o texto atribu?do ao Fr. Crist?v?o de Lisboa (1625- 1631), o c?dice do arquiteto Antonio Giuseppe Landi (1772) e principalmente o manuscrito do Pe. Jo?o Daniel (1758-1776) ? o qual se revelou um pioneiro do movimento conservacionista da Amaz?nia. Os visitantes que vieram ? regi?o careciam...

Desenvolvimento do dimorfismo sexual nos macacos-de-cheiro (Saimiri VOIGT, 1831)

MUNIZ, Izaura da Concei??o Magalh?es
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.42%
Os macacos-de-cheiro, Saimiri Voigt, 1831 s?o primatas arb?reos e ?geis, com um corpo relativamente pequeno, se comparado a outros primatas do Novo Mundo. Distribuem-se por toda a Amaz?nia e parte da Am?rica Central. V?rios estudos foram realizados com a finalidade de estabelecer grupos taxon?micos em Saimiri. No entanto, os resultados desses estudos mostraram uma s?rie de diverg?ncias quanto ? classifica??o, tanto em rela??o ? validade dos t?xons, como ao status taxon?mico dos mesmos. Neste g?nero, observa-se a exist?ncia de diferen?as sexuais no padr?o de colora??o da pelagem, no tamanho e forma dos dentes caninos e, ainda, um ciclo espermatog?nico anual nos machos, caracterizado pela aquisi??o de gordura subcut?nea, denominada de "condi??o de engorda". Durante este per?odo, os machos apresentam um aumento de peso variando de 15 a 20%. O presente estudo teve como objetivo investigar o dimorfismo sexual em Saimiri sciureus, comparando os resultados com os de cinco outras esp?cies de Saimiri (S. cassiquiarensis, S. juruanus, S. ustus, S. boliviensis e S. vanzolinii). Para tanto, foram analisados 610 esp?cimes pertencentes ?s cole??es do Museu Paraense Em?lio Goeldi (MPEG), Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro (MNRJ) e Museu de Zoologia da Universidade de S?o Paulo (MZUSP). As classes et?rias foram determinadas de acordo com a morfologia da arcada...

Filogeografia de tr?s esp?cies de Passeiriformes (Suboscines) na regi?o do Baixo Tocantins - Ilha do Maraj? - Par?

FACCIO, Maya Sonnenschein
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.35%
A regi?o do Baixo Tocantins - ilha do Maraj? ? excelente local para se realizar um estudo de integra??o de dados geol?gicos e biol?gicos visando-se a compreens?o dos processos de diversifica??o de esp?cies. Foram estimados par?metros de gen?tica populacional e realizadas an?lises filo gen?ticas das popula??es amostradas utilizando-se o gene ND2, relacionando-os com o cen?rio geol?gico proposto para a evolu??o da regi?o. Foram utilizadas infer?ncia bayesiana e m?xima verossimilhan?a para reconstru??o de filogenias intraespec?ficas, redes de hapl?tipos e o teste de desvio de neutralidade R2, AMOVA, F ST e Nm para as an?lises populacionais, para tr?s esp?cies de aves Passeriformes: Xiphorhynchus spixii e Glyphorynchs spirurus (Dendrocolaptidae) e Willisornis poecilinotus (Thamnophilidae). As popula??es de X spixii n?o apresentaram estrutura??o geogr?fica, exibindo altos n?veis de fluxo g?nico entre elas. A ?rvore filogen?tica de G. spirurus apresentou um grupo de hapl?tipos ?nicos da ilha do Maraj? (1M) e um grupo irm?o contendo hapl?tipos pertencentes ?s ?reas de endemismo Xingu (XI), Bel?m (BE) e 1M. Essa topologia indica um aparente contato secund?rio recente na 1M entre uma popula??o isolada e end?mica da pr?pria ilha com popula??es do continente (XI). A ?rvore obtida para W poecilinotus apresentou uma topologia semelhante ?quela de G. spirurus...

Composi??o e riqueza de Odonata (Insecta) em riachos com diferentes n?veis de conserva??o em um ec?tone Cerrado-Floresta Amaz?nica

JUEN, Leandro; OLIVEIRA JUNIOR, Jos? Max Barbosa de; SHIMANO, Yulie; MENDES, Thiago Pereira; CABETTE, Helena Soares Ramos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
A retirada ou a substitui??o da vegeta??o rip?ria provoca uma altera??o no ambiente f?sico, no fluxo sazonal e na qualidade qu?mica da ?gua. Essas modifica??es podem causar a diminui??o da riqueza pela extin??o local de esp?cies. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do dist?rbio da integridade ambiental sobre a riqueza e composi??o de esp?cies de Odonata adultos em c?rregos com diferentes n?veis de conserva??o, na Bacia do Rio Sui?-Missu, Mato Grosso, Brasil. As modifica??es nos sistemas aqu?ticos afetaram a comunidade de Odonata, provavelmente devido ?s exig?ncias ecofisiol?gicas e comportamentais relacionadas a adultos e larvas. Anisoptera, que necessitam de ambientes com maior incid?ncia de sol devido ao tamanho do corpo, apresentaram maior riqueza de esp?cies em ambientes com menor cobertura vegetal. Por outro lado, os Zygoptera geralmente habitam riachos com cobertura vegetal mais densa, e por isso, apresentaram um decr?scimo de sua riqueza em locais alterados, devido ? maior entrada de luz e/ou varia??o do calor. Assim, para as duas subordens, as altera??es ambientais n?o precisam ser severas para produzir modifica??es significativas na composi??o, indicando que os servi?os ecossist?micos poderiam ser perdidos, mesmo com altera??es parciais do meio f?sico.; ABSTRACT: The removal or substitution of riparian vegetation causes disturbance in physical environment...

Diet and niche breadth and overlap in fish communities within the area affected by an Amazonian reservoir (Amap?, Brazil)

OLIVEIRA, J?lio Ces?r S? de; ANGELINI, Ronaldo; ISAAC, Victoria Judith
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
46.38%
N?s investigamos a amplitude e a sobreposi??o de nicho de esp?cies de peixes que ocorrem em quatro ambientes afetados pelo reservat?rio Coaracy Nunes, no Estado brasileiro do Amap?. Amostras sazonais de peixes foram coletadas usando uma configura??o padr?o com malhadeiras, tarrafas, linhas e armadilhas. Quinhentos e quarenta conte?dos estomacais, representando 47 esp?cies de peixes, foram analisados e quantificados. Amplitude e sobreposi??o de nichos foram estimadas usando os ?ndices de Levin e Pianka, respectivamente, enquanto a competi??o interespec?fica foi avaliada usando (RA3) modelo nulo. ANOVA e o teste de Kruskal?Wallis foram usados para avaliar, respectivamente, as diferen?as de amplitude e sobreposi??o de nichos entre ?reas. Os dados indicaram que a maioria das esp?cies de peixes pertence ?s guildas de psic?voros, on?voros e detrit?voros. Estas esp?cies provavelmente colonizaram os ambientes devido ? disponibilidade de adequados recursos alimentares e ?s favor?veis condi??es f?sicas criadas pelo represamento do rio. De maneira geral, poucas esp?cies t?m nichos amplos, mas muitas delas s?o altamente especializadas. Varia??o sazonal de recursos tem pouco efeito no comportamento alimentar da maioria das esp?cies nas ?reas de estudo. Os modelos nulos indicaram que competi??o n?o foi um fator determinante na estrutura da comunidade.; ABSTRACT: We investigated the niche breadth and overlap of the fish species occurring in four environments affected by the Coaracy Nunes reservoir...

Analysis of fish assemblages in sectors along a salinity gradient based on species, families and functional groups

PASSOS, Ana Carolina dos; CONTENTE, Riguel Feltrin; ABBATEPAULO, Felippe Veneziani; SPACH, Henry Louis; VILA, Ciro Colodetti; JOYEUX, Jean Christophe; CARTAGENA, Beatriz Fernanda Chinchilla; F?VARO, Luis Fernando
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
46.38%
Neste trabalho foi testado o efeito do gradiente de salinidade do eixo-leste oeste do sistema subtropical Complexo Estuarino da Ba?a de Paranagu? na estrutura dos peixes de ?guas rasas, determinado de acordo com as m?tricas taxon?mica (fam?lias e esp?cies) e de composi??o funcional. Um total de 152 esp?cies foi registrado. As fam?lias com maior n?mero de esp?cies foram Sciaenidae, Carangidae, Haemulidae e Gobiidae. As esp?cies mais abundantes foram A. brasiliensis, H. clupeola, A. januaria e A. tricolor. Os visitantes marinhos dominaram em n?mero de esp?cies, seguidos pelos migrantes marinhos e estuarinos. A maioria das esp?cies s?o zoobent?voras, seguidas pelas pisc?voras e zooplanct?voras. As fam?lias e esp?cies mais relacionadas com condi??es estuarinas dominaram no setor mesohalino e aquelas mais relacionadas com condi??es marinhas dominaram no setor euhalino. A m?trica taxon?mica foi mais eficiente na caracteriza??o das assembleias de peixes ao longo do gradiente estuarino de salinidade do que a funcional. Isso ocorreu principalmente porque indiv?duos de todos os grupos funcionais estiveram presentes ao longo de todos os setores de salinidade, invalidando o emprego dessa m?trica na diferencia??o das assembleias nos diversos setores. Nosso resultado foi diferente do encontrado em outros estu?rios tropicais e subtropicais...

Identidade, riqueza e abundãncia de pequenos mamíferos (Rodentia e Didelphimorphia) de área de Floresta com Araucária no estado do Paraná, Brasil

Grazzini,Guilherme; Mochi-Junio,Cássio Marcelo; Oliveira,Heloisa de; Pontes,Jaqueline dos Santos; Gatto-Almeida,Fernanda; Tiepolo,Liliani Marilia
Fonte: Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo Publicador: Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
26.3%
Roedores e Marsupiais são componentes importantes da fauna na região Neotropical. Estudos sobre a riqueza e abundância destes animais são raros na Floresta Ombrófila Mista (FOM) e aqui apresentamos um inventário conduzido na Floresta Nacional de Piraí do Sul. Esta área possui uma área aproximada de 150 ha, cercada por pastos e plantações de Pinus. A amostragem foi feita através de armadilhas de queda, Sherman e Tomahawk, dispostas nos principais tipos de vegetação encontrados. Pelo menos um casal de cada espécie foi coletado. Como resultado, durante 5.892 armadilhas.noite nós obtivemos um total de 1.049 capturas, representando 17 espécies: Akodon montensis, Bibimys labiosus, Brucepattersonius iheringi, Cryptonanus sp., Didelphis albiventris, D. aurita, Gracilinanus microtarsus, Monodelphis americana, M. scalops, Myocastor coypus, Nectomys squamipes, Oligoryzomys nigripes, Oxymycterus judex, O. nasutus, Sooretamys angouya e Thaptomys nigrita. Capturas por armadilhas de queda representaram 67% do total, e oito espécies foram registradas exclusivamente por este método. Akodon montensis, O. nigripes e T. nigrita foram as espécies mais abundantes.

Padr?o de distribui??o de assembl?ias de aves nas florestas de v?rzea do rio Madeira

SILVA, Bianca Darski
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
A varia??o da composi??o de esp?cies pode ser um reflexo de dois fen?menos: aninhamento, que ocorre quando a assembl?ia de um local pobre em n?mero de esp?cies ? apenas um subconjunto de uma assembl?ia mais rica em esp?cies; e a substitui??o de esp?cies, definida pela mudan?a de esp?cies entre locais decorrente de diferen?as ambientais e restri??es tanto espacial, como hist?ricas. A continuidade linear das v?rzeas e a presen?a de ilhas fluviais pode facilitar a dispers?o das esp?cies, sugerindo que a dist?ncia entre os locais seria o fator mais importante para diferenciar assembl?ias de aves nas v?rzeas. O rio Madeira ? considerado uma barreira para diversas esp?cies de aves, especialmente as de subosque, no entanto, n?o ? esperado que aves t?picas de ambientes inund?veis tenham sua distribui??o limitada por rios. O objetivo deste trabalho ? investigar se h? varia??o na composi??o de esp?cies de aves que ocupam as florestas de v?rzea do rio Madeira, mensurando a import?ncia do aninhamento e da substitui??o de esp?cies, bem como a influ?ncia do ambiente e do espa?o sobre o padr?o encontrado. Para avaliar se o rio Madeira restringe a distribui??o de aves que ocupam a v?rzea, testamos se h? diferen?a na composi??o de esp?cies entre margens opostas. A amostragem de aves foi realizada nas florestas de v?rzea do rio Madeira...

Revis?o e an?lise clad?stica do g?nero Ascra say, 1832, com considera??es sobre a filogenia de Edessinae (Heteroptera, Pentatomidae)

SANTOS, Bianca Tamires Silva dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.4%
Edessinae ? uma das maiores subfam?lias de Pentatomidae com cerca de 300 esp?cies conhecidas e mais de 300 ainda n?o descritas, distribu?das em apenas seis g?neros - Edessa, Brachystethus, Peromatus, Olbia, Pantochlora e Doesburgedessa. A maior parte das esp?cies pertence ao g?nero Edessa que concentra tamb?m quase a totalidade dos problemas taxon?micos da subfam?lia. Esse g?nero ? usado como dep?sito de esp?cies da subfam?lia, sendo que tal fato se deve ? confus?o entre os limites da pr?pria subfam?lia e do g?nero Edessa. A solu??o desses problemas passa necessariamente pela reavalia??o dos subg?neros de Edessa e mudan?as taxon?micas em Edessinae. O presente trabalho objetivou reavaliar o status taxon?mico de Ascra at? ent?o subg?nero de Edessa, e seu posicionamento filogen?tico em Edessinae. Foram estudados 411 exemplares obtidos por empr?stimos de v?rias institui??es e cole??es particulares. Foram apresentadas descri??es, medidas e fotografias das esp?cies, desenhos de estruturas com import?ncia sistem?tica como o processo metasternal e genit?lia de ambos os sexos, chave dicot?mica e mapa de distribui??o. Para a an?lise clad?stica foram inclu?dos 28 t?xons e levantados 33 caracteres morfol?gicos, dos quais oito multiestados que foram tratados como n?o aditivos. O grupo externo...

Influ?ncia das vari?veis ambientais na comunidade de anuros de florestas de Terra-Firme na Amaz?nia Oriental

GON?ALVES, Alinne Nayara Negr?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
O conhecimento da variabilidade ambiental auxilia nas predi??es que podem ser feitas sobre o que as altera??es no meio abi?tico causariam ? distribui??o das esp?cies. Neste estudo n?s avaliamos em escala local e regional a influ?ncia de vari?veis ambientais sobre a composi??o das comunidades de anuros de tr?s ?reas de floresta de terra-firme na Amaz?nia: Floresta Nacional do Amap?, Floresta Nacional do Tapaj?s e Floresta Nacional de Caxiuan?. Foram realizadas tr?s expedi??es uma a cada ?rea, no per?odo de janeiro a abril de 2012, concomitantemente com o per?odo chuvoso em cada uma. Foram amostradas 56 parcelas, utilizando o m?todo de procura auditiva/visual. As vari?veis ambientais coletadas foram: altura de serrapilheira, abertura de dossel, circunfer?ncia ? altura do peito de plantas com CAP ? 5 cm e densidade de ?rvores e cip?s, temperatura e umidade do ar. Em escala local a composi??o de esp?cies n?o foi afetada por nenhuma das vari?veis ambientais testadas, mas em escala regional, a altura de serrapilheira, abertura de dossel, umidade e temperatura contribu?ram com 2% da varia??o na composi??o de esp?cies. A an?lise de redund?ncia parcial indicou que n?o h? influ?ncia significativa da dist?ncia e das vari?veis ambientais localmente...

Impactos da explora??o madeireira sobre a fauna de formigas e conseq??ncias para a remo??o de sementes florestais na Amaz?nia Oriental

KALIF, Kemel Amim Bittencourt
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
A explora??o madeireira na Amaz?nia atinge anualmente cerca de 1,5 milh?es de hectares de floresta. Esta atividade promove mudan?as estruturais e microclim?ticas na floresta, que potencialmente afetam a diversidade e a composi??o das esp?cies animais. Como grande parte das sementes florestais s?o dispersas por animais, a regenera??o dos ambientes explorados pode ser comprometida. Por outro lado, ? poss?vel que a fauna de florestas exploradas atrav?s de t?cnicas de extra??o madeireira com impactos reduzidos, mantenha sua integridade original, n?o afetando os mecanismos de dispers?o de sementes. Tomando as formigas como um grupo animal ecologicamente representativo e integrado aos processos de regenera??o, via dispers?o e preda??o de sementes, foi avaliado neste trabalho se (1) a explora??o madeireira afeta a fauna (diversidade e composi??o de esp?cies) destes insetos, se (2) planos de explora??o de baixo impacto s?o capazes de preserv?-la e se (3) a explora??o afeta a efici?ncia ecol?gica das formigas na remo??o (dispers?o ou preda??o) de sementes. Os efeitos da explora??o madeireira sobre a diversidade e a composi??o de esp?cies de formigas, bem como sobre a remo??o de sementes florestais realizada por estes insetos, foram investigados em tr?s ambientes de floresta...

A new species of Scinax Wagler, 1830 (Anura: Hylidae) from the middle Amazon river basin, Brazil

STURARO, Marcelo Jos?; DEL PELOSO, Pedro Luiz Vieira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
56.55%
Uma nova esp?cie de hil?deo do g?nero Scinax ? descrita e ilustrada. O novo t?xon foi encontrado na Amazonia, regi?o norte do Brasil, munic?pios de Mau?s e Careiro da V?rzea, Estado do Amazonas. A nova esp?cie ? caracterizada pelo tamanho moderado (machas com media de comprimento rostro-cloacal de 36.3mm); corpo robusto; mancha axiliar e inguinal grande, laranja bordeada de preto; e saco vocal bilobado. Essa nova esp?cie foi encontrada em floresta prim?ria e second?ria sobre ramos de arbustos e ?rvores sobre ou pr?ximo a po?as permanentes ou ?reas alagadas.; ABSTRACT: A new species of the hylid genus Scinax is described and illustrated. The new taxon was found in the Amazonian rainforest of northern Brazil, municipalities of Mau?s and Careiro da V?rzea, state of Amazonas. The new species is characterized by its moderate size (male mean snout-vent length 36.3mm); body robust; large, orange, black-bordered axillary and inguinal spots; and bilobate vocal sac. This new species was found in primary and secondary forest on branches of shrubs or trees in, or next to, permanent ponds and flooded areas.

A new species of Compsobuthus Vachon, 1949 from Mali (Scorpiones, Buthidae); Uma nova espécie de Compsobuthus Vachon, 1949 do Mali (Scorpiones, Buthidae)

Lourenço, Wilson R.; MNHN, França
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2009 POR
Relevância na Pesquisa
26.05%
<htm> A new species of <i>Compsobuthus</i> Vachon, 1949 from Mali (Scorpiones, Buthidae)</htm>;  <htm> Uma nova espécie de <i>Compsobuthus</i> Vachon, 1949 do Mali (Scorpiones, Buthidae)</htm> 

Etnoecologia e captura acidental de golfinhos (Cetacea: Pontoporidae e Delphinidae) na Baía da Babitonga, Santa Catarina

Pinheiro, Luciana; Doutoranda em Meio Ambiente e Desenvolvimento - MADE/UFPR; Cremer, Marta; Doutoranda em Zoologia pela UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2003 POR
Relevância na Pesquisa
26.25%
Este trabalho faz uma análise etnoecológica da captura acidental de golfinhos das espécies Pontoporiablainvillei e Sotalia guianensis pela pesca artesanal na Baía da Babitonga (Santa Catarina). Redes de emalhe, especialmente em pesca de fundeio, são potencialmente impactantes. A interação pescador - golfinhos tem de fato um caráter etnoconservacionista. São conhecidos pelos pescadores aspectos de cadeia alimentar, estratégias de pesca, tamanho de grupo, uso de habitat e comportamento dos golfinhos. Esses conhecimentos podem ser a base de futuras pesquisas e propostas de conservação das espécies,uma vez que P. blainvillei é espécie ameaçada de extinçao e, juntamente com S. guianensis, insuficientemente conhecida.

A NEW SPECIES OF ANDRODELOSCIA (ISOPODA: ONISCIDEA) FROM THE BRAZILIAN AMAZON; A NEW SPECIES OF ANDRODELOSCIA (ISOPODA: ONISCIDEA) FROM THE BRAZILIAN AMAZON

Grangeiro, Daniela Correia; Christoffersen, Martin Lindsey
Fonte: Revista Nordestina de Biologia Publicador: Revista Nordestina de Biologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
26.44%
É apresentada a descrição de uma espécie nova de Androdeloscia para a Amazônia brasileira. A. leilae sp. n. possui as seguintes apomorfias: uma concavidade seguida de uma elevação marcante na porção central da franja lateral da maxílula; ápice do endópode 1 do macho coberto densamente por espinhos nas margens externas e internas, mas com ápice reto e sem espinhos. A nova espécie compartilha uma sinapomorfia exclusiva com as outras duas espécies conhecidas da Amazônia Brasileira: a presença de quatro dentes bifurcados na maxílula. Caracteres diagnósticos, sinonímia, localidade tipo, distribuição adicional e referências são fornecidos para as 21 espécies de Androdeloscia previamente conhecidas.; A new species of Androdeloscia is described from the Brazilian Amazon. A. leilae sp.n. has two autapomorphies: a concavity followed by a conspicuous elevation on the central portion of the lateral fringe of the maxillule; apex of endopod 1 of male densely spinulose on internal and external margins, with apex straight and unarmed. The new species shares a unique synapomorphy with the two previously known species from the Brazilian Amazon: the presence of four cleft teeth on the maxillule. Diagnostic characters...