Página 1 dos resultados de 30 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Modelação e estudo paramétrico do comportamento de vigas de betão armado com Varões de GFRP

Laranja, Gilberto José da Silva
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
A introdução de um novo material para a execução de estruturas, implica um amplo estudo sobre o mesmo, para que seja aceite como um material de utilização, ou solução, corrente na engenharia civil. Os varões plásticos reforçados com fibra de vidro, GFRP,apresentam-se com diversas vantagens para uma solução de substituição das tradicionais armaduras de aço no betão armado. Um Estado da Arte foi apurado para determinar o ponto de situação do conhecimento e dos estudos realizados por vários autores, desde o início das pesquisas até aos mais recentes estudos disponíveis. Neste seguimento, o presente estudo incide na análise do comportamento à flexão de vigas contínuas de betão armado com varões de GFRP, submetidas a um carregamento distribuído. O trabalho realiza-se com base em 18 modelos de elementos finitos para uma análise paramétrica, sendo os parâmetros estudados, o vão, a percentagem de armadura de flexão e a esbelteza da secção. Para validação do modelo foram, modeladas 7 vigas reais ensaiadas no âmbito de trabalhos de investigação de dois autores Os resultados das modelações das análises paramétricas foram comparados com uma análise elástica e uma análise plástica, utilizando a metodologia do ACI 440.1R-06...

Análise paramétrica não-linear à esbelteza de pilares em betão armado em relação aos efeitos de 2ª ordem de acordo com o EC2

Brites, José Rafael Abreu
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 27/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.8%
Esta dissertação tem como principal objectivo comparar os métodos propostos pelo Eurocódigo 2, através de uma análise paramétrica dos efeitos de segunda ordem em pilares de betão armado. Os métodos estudados foram o método simplificado baseado na Curvatura Nominal e o Método Geral. Através da comparação destes dois métodos verificou-se se o dimensionamento efectuado para o primeiro método é correcto e se encontra do lado da segurança. Para este efeito são analisado noventa e seis pórticos, onde setenta e dois são pórticos simples e vinte e quatro são pórticos parede. Todos os pórticos apresentam uma estrutura simples, constituída por dois elementos verticais, pilar ou parede, e um elemento horizontal, viga. Os noventa e seis pórticos são divididos em dois grupos. Um grupo em que a ligação entre pilar viga é rotulada e o outro grupo onde a ligação é rígida. Dentro de cada grupo é definido oito conjuntos de pórticos cuja diferença reside na percentagem de carga que cada um dos elementos verticais recebe, sendo estas características iguais para os dois grupos. Cada conjunto é constituído por seis pórticos em que é variada a esbelteza. Em todos os modelos analisados manteve-se as mesmas características de materiais e acções. Efectuou-se um primeiro dimensionamento através do método baseado na curvatura nominal...

Pré-dimensionamento de vigas de betão armado de acordo com critérios de ductilidade

Ornelas, Pedro David Rodrigues
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
O dimensionamento de uma estrutura de betão armado depende em grande parte do tipo de metodologia de cálculo utilizado, sendo a análise não linear a que melhor reflete o comportamento da estrutura. Neste tipo de análise é preciso ter em conta alguns aspetos relativos à ductilidade como, a abertura de fendas, a formação de rótulas plásticas e as relações não lineares do material. Entende-se por ductilidade a capacidade de deformação da estrutura sem perda significativa de resistência após atingida a sua capacidade elástica. Esta pode ser quantificada através de diversos indicadores. No caso das vigas é corrente o uso do índice de ductilidade de flecha, que pode ser útil no pré-dimensionamento estrutural pois pode permitir aos projetistas pré-dimensionar vigas segundo um critério de ductilidade. Assim realizou-se uma pesquisa de maneira a identificar quais os fatores mais importantes na ductilidade de uma viga e através do programa cálculo de elementos finitos DIANA 9.4 simularam-se 162 vigas variando a percentagem de armadura mecânica total, o comprimento do vão, a altura útil da secção, a redistribuição de momentos e a classe de betão. Observou-se que o aumento da percentagem de armadura mecânica total origina uma diminuição no índice de ductilidade de cerca de 25% a cada incremento de 0.1 de percentagem de armadura mecânica total...

Encurvadura lateral torsional de vigas I - comparação entre EC3, BS 5950 e métodos numéricos utilizando elementos finitos de casca

Piloto, P.A.G.; Mesquita, L.M.R.; Vila Real, P.M.M.; Vaz, M.A.P.
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
Quando uma viga não possui rigidez lateral suficiente ou não se encontra constrangida lateralmente para que sejam assegurados deslocamentos apenas no plano, esta pode encurvar lateralmente. Este fenómeno de instabilidade pode ocorrer para vigas de diferentes comprimentos e para diferentes estados do material. Para uma viga ideal, sem imperfeições geométricas, não existem deformações fora do plano até que o valor do momento aplicado iguala o momento resistente à encurvadura elástico. Este comportamento é normalmente atingido no caso de vigas esbeltas, sem constrangimentos laterais, onde o colapso é atingido devido à existência de tensões resultantes do momento de encurvadura elástico. No entanto, para vigas de esbelteza intermédia o material pode ceder, antes de se atingir o momento de encurvadura elástico. Esta situação pode ocorrer com a existência de flexão no plano e tensões residuais iniciais que provocam encurvadura no domínio não elástico. Para vigas menos esbeltas, o momento de resistência à encurvadura pode ser superior ao momento resistente plástico da secção. Estas três fases distintas explicam o comportamento do elemento estrutural submetido a tensões de compressão, que devem ser analisadas tendo em consideração o estado limite...

Instabilidade de vigas a altas temperaturas: estudo numérico e experimental

Mesquita, L.M.R.; Piloto, P.A.G.; Vaz, M.A.P.; Vila Real, P.M.M.; Franssen, J.-Marc
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
A verificação da segurança de vigas em aço sem constrangimentos laterais passa pela verificação da instabilidade à encurvadura lateral torsional. Quando uma viga é sujeita à acção de acidente de um incêndio, o colapso pode ocorrer para uma determinada temperatura, designada temperatura crítica. Neste trabalho é utilizado o método dos elementos finitos, programa SAFIR, para a obtenção da temperatura crítica de vigas com diferentes valores de esbelteza, para um grau de utilização U0=0.6 0. Todos os valores numéricos obtidos são superiores ao especificado pelo Eurocódigo 3 Parte 1.2, para vigas com constrangimentos laterais. É ainda apresentada uma descrição dos ensaios experimentais à escala real com vista à validação dos resultados numéricos.

Modelação numérica da encurvadura lateral de vigas I metálicas sujeitas à acção do fogo

Vila Real, P.M.M.; Piloto, P.A.G.; Franssen, J.-Marc
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
17.45%
Neste trabalho, calcula-se a resistência à encurvadura lateral de vigas I metálicas, em situação de incêndio, através da utilização de um programa de elementos finitos para análise não-linear geométrica e material, especialmente desenvolvido para estudo de estruturas sujeitas à acção do fogo. Comparam-se os resultados obtidos por esta via com os que se obtêm com base no modelo de cálculo simples apresentado na Parte 1-2 do Eurocódigo 3. Este modelo de cálculo simples conduz a níveis de segurança que dependem da esbelteza adimensional das vigas, não estando os resultados do lado da segurança para valores intermédios daquela esbelteza, quando comparados com os resultados numéricos. Foram considerados dois tipos de aço, um perfil 1 da série europeia, um tipo de carregamento, imperfeição geométrica das vigas do tipo sinusoidal, tensões residuais e quatro períodos de exposição à curva de incêndio padrão 150 634. Com base neste estudo foi possível obter uma nova proposta de modelo de cálculo simples, diferente do sugerido no Eurocódigo 3 e que garante resultados seguros quando comparados com os resultados numéricos.

Estudo numérico da influência das tensões residuais na encurvadura lateral de vigas “I” metálicas em situação de incêndio

Vila Real, P.M.M.; Cazeli, R.; Silva, L.S.; Piloto, P.A.G.
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
17.45%
Como é do conhecimento geral os fenómenos de instabilidade são influenciados pela presença de tensões residuais Faz-se um estado numérico desta influência na resistência de vigas metálicas “I” à encurvadura lateral em situação de incêndio Utiliza-se para o efeito o programa SANE que é um programa de elementos finitos para análise não-linear geométrica e material de estruturas sujeitas à acção do fogo. Os resultados obtidas por esse programa silo comparados com os resultados obtidos pelo método simplificado de cálculo apresentado na parte 1.2 do Eurocódigo 3. Esse último modelo conduz a nivela de segurança que dependem da esbelteza adimensional dos elementos estruturais, não estando os resultados do lado da segurança para uma certa gama de valores dessa esbelteza quando comparados com os resultados numéricos Neste estudo foi considerado o perfil da série europeia IPE 220 em aço 5235, correspondente a uma viga simplesmente apoiada, submetida exclusivamente a flexão pura. Analisou-se também a validade de uma nova proposta de modelo de cálculo simples que garante resultados mais seguros quando comparados com os obtidos com base na versão actual do Eurocódigo 3-parte 1.2.

A influência das imperfeições geométricas na resistência de vigas à encurvadura lateral

Piloto, P.A.G.; Mesquita, L.M.R.; Vaz, M.A.P.; Vila Real, P.M.M.
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
17.8%
O projecto de vigas metálicas I pode passar pela verificação do estado limite último de instabilidade por encurvadura lateral torsional (ELT), especialmente se estas não se encontrarem constrangidas lateralmente. A capacidade resistente deste tipo de elemento estrutural à ELT é influenciada pela sua esbelteza e pela existência de imperfeições (imperfeições geométricas, tensões residuais, heterogeneidade do material, etc.). As imperfeições geométricas são normalmente originadas pelo processo de fabrico, armazenagem e manuseamento. Este trabalho apresenta a influência das imperfeições geométricas na resistência à ELT, através da imposição de uma rotação inicial e deslocamento lateral da secção transversal, em vigas IPE100 sujeitas a um estado de flexão uniforme. Estas imperfeições, de forma sinusoidal, são analisadas de modo independente e em combinação com diferentes amplitudes máximas a meio vão. São efectuadas várias análises numéricas, para diferentes valores de esbelteza, com modelos de elementos finitos do tipo casca, com capacidade de análise não linear geométrica e material, baseado numa formulação de grandes deslocamentos. Das análises efectuadas verifica-se que a redução da resistência à encurvadura...

Instabilidade de vigas a altas temperaturas: estudo numérico e experimental

Mesquita, L.M.R.; Piloto, P.A.G.; Vaz, M.A.P.; Vila Real, P.M.M.; Franssen, J.-Marc
Fonte: Associação Portuguesa de Analise Experimental de Tensões Publicador: Associação Portuguesa de Analise Experimental de Tensões
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
O projecto de elementos de viga sem constrangimento lateral pode ser limitado pelo fenómeno de encurvadura, que induz deslocamentos de flexão fora do plano com rotação da secção transversal. Este fenómeno ocorre para uma grande gama de perfis, em que a esbelteza e as imperfeições geométricas do perfil assumem extrema importância e pode ser severamente agravado em caso de incêndio. Numa situação real de incêndio os elementos estruturais, sob a acção das cargas aplicadas, são influenciados pela acção térmica. Tal situação provoca um aumento das deformações térmicas e submete o elemento estrutural a um estado não linear, geométrico e material, que é acompanhado pela diminuição progressiva da capacidade resistente. Devido à degradação das propriedades mecânicas é previsível que uma situação de instabilidade seja atingida para uma dada temperatura limite, designada por temperatura crítica. ....

Vigas de grande vão prefabricadas em betão de alta resistência pré-esforçado : viabilidade, dimensionamento, fabrico e comportamento

Fernandes, Paulo Alexandre Lopes
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
A prefabricação pesada em Portugal é, na sua grande maioria, constituída por um conjunto de produtos que pouca evolução conheceu nos últimos anos. Fabricados com betões que raramente ultrapassam a classe de resistência C40/50, carecem de uma abordagem mais actual. O desenvolvimento da tecnologia do betão, o fabrico em Portugal de cimento Portland CEM I 52.5 R, a disponibilização pela industria química de superplastificantes de 3ª geração e de adições de elevado efeito pozolânico, são razões suficientes para se investigar a optimização das soluções existentes utilizando betões de elevado desempenho, conjugando elevada resistência mecânica e consistência. O uso de betões com propriedades mecânicas e reológicas melhoradas reflecte-se num conjunto óbvio de vantagens técnico-económicas: a redução significativa das secções para os mesmos vãos e níveis de carregamento, contribuindo para a redução do volume de betão necessário; o incremento da produtividade graças à obtenção de resistências elevadas em idades jovens, potenciadoras de ciclos de fabricação mais rápidos, reduzindo ou mesmo eliminando a necessidade de cura por calor; a redução dos custos de mão-de-obra e dos riscos de doenças profissionais pelo ruído devido à redução da necessidade de vibração do betão. Pelas razões apontadas...

Fire Resistance of Steel and Composite Steel-Concrete Columns

Correia, António José Pedroso de Moura
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
16.78%
O fogo é uma acção extrema a que uma estrutura pode ser sujeita, e portanto deve ser dimensionada para lhe resistir. Os Eurocódigos estruturais disponibilizam métodos de cálculo para permitirem garantir às estruturas a resistência ao fogo adequada. O objectivo deste trabalho foi estudar pilares de aço e mistos aço-betão em edifícios, em situação de incêndio. A influência de diversos parâmetros, tais como o contacto com as paredes de tijolo, a rigidez da estrutura circundante, o nível de carregamento, e a esbelteza do pilar, foram alvo de um estudo paramétrico realizado experimental e numericamente no presente trabalho. Resultados dos ensaios experimentais foram comparados com os estudos numéricos reproduzindo as condições usadas nos ensaios experimentais, com a finalidade de fornecer dados valiosos para o desenvolvimento ou melhoria de métodos de dimensionamento de pilares em situação de incêndio. O principal objectivo foi reproduzir, tanto quanto possível, em laboratório, as condições a que opilar está sujeito, num edifício real em incêndio. O programa experimental comportou a realização de ensaios em pilares de aço de secção H embebidos em paredes, pilares de aço e mistos aço-betão parcialmente preenchidos com betão com dilatação térmica restringida. Os ensaios experimentais referenciados foram realizados na Universidade de Coimbra. Os resultados foram comparados com os de ensaios realizados no Bundesanstaltfür Material-forschungund- prüfung (BAM)...

Vigas de grande vão prefabricadas em betão de alta resistência pré-esforçado: viabilidade, dimensionamento, fabrico e comportamento

Fernandes, Paulo Alexandre Lopes
Fonte: Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2005 POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
Tese apresentada à Universidade de Coimbra para a obtenção do grau de Doutor em Engenharia Civil na Especialidade de Estruturas, orientada por Eduardo Nuno Brito Santos Júlio e Paulo Maranha Nunes Tiago.; A prefabricação pesada em Portugal é, na sua grande maioria, constituída por um conjunto de produtos que pouca evolução conheceu nos últimos anos. Fabricados com betões que raramente ultrapassam a classe de resistência C40/50, carecem de uma abordagem mais actual. O desenvolvimento da tecnologia do betão, o fabrico em Portugal de cimento Portland CEM I 52.5 R, a disponibilização pela indústria química de superplastificantes de 3ª geração e de adições de elevados efeito pozolânico, são razões suficientes para se investigar a optimização das soluções existentes utilizando betões de elevado desempenho, conjugando elevada resistência mecânica e consistência. O uso de betões com propriedades mecânicas e reológicas melhoradas reflecte-se num conjunto óbvio de vantagens técnico-económicas: a redução significativa das secções para os mesmos vãos e níveis de carregamento, contribuindo para a redução do volume de betão necessário; o incremento da produtividade graças à obtenção de resistências elevadas em idades jovens...

Análise do comportamento dinâmico não-linear de estruturas sob excitação de suportes não-ideal.; Analysis of nonlinear dynamic behavior of structures under non-ideal support.

Silva, Henrique Furia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
16.78%
Neste trabalho se estuda o comportamento dinâmico não linear de um pórtico plano submetido à excitação não ideal de suportes, sendo isto aplicável a estruturas civis dele derivadas. Neste sentido, um edifício pode ser considerado uma justaposição de pórticos. Modelos físicos simples aplicáveis a estruturas civis ou mecânicas com grau de dificuldade crescente são resolvidos individualmente com a utilização das equações diferenciais de Lagrange para determinar as equações do movimento do sistema. A análise qualitativa de cada problema permite determinar os valores que os parâmetros físicos podem assumir. Cada modelo simples fornece um conjunto de parâmetros, que vão sendo utilizados progressivamente nas integrações numéricas. Em sistemas com fonte de energia limitada, ocorre uma interação entre o movimento da estrutura e da fonte de energia; matematicamente é acrescentada uma equação diferencial acoplada adicional ao correspondente sistema livre de excitações. No caso de pórticos planos de grande esbelteza, as cargas axiais induzem grandes deslocamentos, sendo importante considerar na estrutura a não-linearidade geométrica. Neste caso, uma discretização da estrutura precisa ser feita para identificar os graus de liberdade do sistema. Nas análises dos problemas...

Arquitetura, historia de vida e infestação por lianas em especies arboreas de florestas semideciduas no municipio de Campinas, SP; Architecture, life history and liana infestation of tree species in semideciduous forests from Campinas, SP

Arildo de Souza Dias
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
17.45%
Lianas possuem um papel chave na dinâmica de ecossistemas florestais, principalmente no que diz respeito aos efeitos diretos exercidos sobre os forófitos, como diminuição da taxa de crescimento e reprodução e aumento da taxa de mortalidade. Nosso objetivo foi responder a três questões principais: Espécies de árvores têm diferentes susceptibilidades à infestação por lianas? Quais características arquiteturais e de história de vida dos forófitos são correlacionadas com a infestação por lianas? Árvores com 51-100% da copa coberta com lianas apresentam diferenças em alometria e desenho mecânico (fator de segurança e esbelteza do caule), comparadas às árvores congenéricas sem infestação da copa? Utilizamos um conjunto de dados previamente coletados sobre infestação da copa por lianas em 10 fragmentos de florestas semedicíduas no município de Campinas, e acrescentamos informações sobre características arquiteturais e de história de vida para 54 espécies arbóreas. Dezoito espécies apresentaram um número de indivíduos infestados que diferiu significativamente do número médio de árvores infestadas no fragmento. Com base nesses resultados classificamos as espécies em três categorias de susceptibilidade à infestação: alta...

Edifícios de habitação e comércio em lajes fungiformes de betão auto-compactável reforçado com fibras de aço

Barros, Joaquim A. O.; Salehian, Hamidreza; Pires, Miguel; Gonçalves, Delfina
Fonte: Instituto Brasileiro do Concreto (IBRACON) Publicador: Instituto Brasileiro do Concreto (IBRACON)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
A utilização de fibras de aço no reforço de estruturas de betão é tão mais competitiva quanto maior é o grau de indeterminação estática da estrutura e maior é o número de componentes de tensão que se desenvolve no seu interior. As lajes apoiadas em pilares ou em estacas (aqui designadas por lajes elevadas) fazem parte deste tipo de estruturas, em que o grau de indeterminação estática é dependente do número de pilares/estacas, e cinco componentes de tensão se desenvolvem, três dos quais conduzem a esforços de membrana e flexão e os restantes dois a esforços de corte para fora do plano da laje. Quando se utiliza betão reforçado com uma percentagem volumétrica entre 1 a 1.5% de fibras de aço de elevada esbelteza (65 a 80), BRFA, é possível realizar BRFA com relativa elevada resistência pós-fendilhação que assegura a este tipo de estruturas um nível de carga última bem mais elevado do que a sua carga de início de fendilhação. De facto, os benefícios que o reforço das fibras garantem ao nível da resistência da secção da estrututura são amplificados ao nível da capacidade de carga da estrutura devido aos mecanismos de reforço das fibras que atravessam as fissuras e à capacidade de redistribuição de tensões pós início da fendilhação proporcionado pela redundância de apoios deste tipo de estrutura. Conjugando os benefícios derivados do reforço das fibras com os intrínsecos ao caráter de autocompactabilidade do betão...

Avaliação do cálculo da resistência ao punçoamento centrado de lajes fungiformes reforçadas com fibras de aço : modelos teóricos

Moraes-Neto, B. N.; Barros, Joaquim A. O.; Melo, Guilherme S.; Eira, Hélder C. A.
Fonte: Grupo Português de Betão Estrutural (GPBE) Publicador: Grupo Português de Betão Estrutural (GPBE)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
16.78%
Desde 1979 que as fibras de aço vêm sendo estudadas como uma alternativa de reforço às estruturas de betão armado. No que diz respeito ao sistema estrutural de lajes fungiformes, os avanços conseguidos no campo da ciência dos materiais e das técnicas de construção já permitem a construção de estruturas onde as lajes são reforçadas praticamente apenas por fibras de aço. Para que este novo sistema construtivo possa competir com os métodos convencionais é necessário que os modelos teóricos que descrevem o complexo comportamento da ligação laje-pilar acompanhem a evolução destas técnicas construtivas. No entanto, ainda não existem regras de projeto que considerem a contribuição das fibras de aço na resistência ao punçoamento de lajes fungiformes. Com o intuito de contribuir para o aumento do conhecimento sobre o dimensionamento ao punçoamento centrado de lajes fungiformes de betão reforçado com fibras de aço (BRFA), o presente artigo apresenta e avalia o desempenho de quatro formulações semi-empíricas. Esse desempenho foi avaliado comparando-se os resultados previstos por cada modelo, Vteo, com as respostas experimentais, Vexp, de 154 lajes que compõem a base de dados (BD) construída para este efeito. As lajes da BD...

Efeito da morfologia das fibras das madeiras de Eucalyptus e Corymbia na produção e qualidade do carvão vegetal

Takarada, Luiz Mendes
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais
Tipo: Dissertação
Publicado em 28/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
17.45%
This study aimed to evaluate the influence of the wood fiber morphology on the yield and charcoal quality. Woods from three genetic materials were used, the C. citriodora and two clones of natural hybrids of E. urophylla (VM04 and MN463). Each genetic material is represented by five trees with a mean diameter of the population. Sampling the stem considered both the radial (heartwood and sapwood) as the longitudinal variation. The materials were characterized anatomically and subsequently carbonized at a heating rate of 60°C hour-1 until the temperature of 400°C during 30 minutes. The charcoal produced was physically and chemically characterized, moreover was obtained gravimetric yield of carbonization. The results obtained, it was concluded that the MN 463 clone had the lowest gross calorific value, differing from the other genetic materials. The VM 04 clone got worse in the gravimetric charcoal yield. The C. citriodora obtained the highest values of apparent relative density (ARD) and energy density (ED). The sapwood presented gross calorific value (GCV) and ARD greater than the heartwood, but gravimetric charcoal yield (GCY) was higher in the heartwood. The immediate chemical composition of charcoal was not influenced by any of the factors evaluated. The GCY...

Uma avaliação experimental e numérica do efeito da rigidez geométrica na resposta dinâmica de estruturas esbeltas sujeitas à excitação de vento.; An experimental and numerical evaluation of the geometric stiffness effect on the dynamic response of slender structures under wind excitation.

Wahrhaftig, Alexandre de Macêdo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
17.45%
Por uma escolha política e economicamente pragmática, o Brasil optou por desenvolver a telefonia celular, com intenção de abreviar uma etapa de desenvolvimento. Tomada a decisão, a implantação foi feita num ritmo explosivo a partir da década de 1990, com instalação de dezenas de milhares de estações. Apesar da disparidade de custo entre os sistemas eletrônicos e as obras civis, pouco se investiu na engenharia estrutural envolvida, resultando em projetos e construções realizados com metodologia duvidosa e na herança de uma grande quantidade de problemas estruturais. Represada por considerações de ordem ambiental e estética, a instalação indiscriminada de torres, vive-se uma nova demanda para a engenharia estrutural na análise do aproveitamento dos locais existentes para suporte de novas cargas. Nesse sentido, o que se observa, via de regra, são estruturas compostas apenas de um poste em balanço de análise enganosamente simples. O que se esquece, quase sempre, é a extraordinária esbelteza desses elementos, que ao engenheiro deveria sugerir a imediata necessidade de considerar a não-linearidade geométrica forçosamente existente. Além disso, o carregamento mais importante e dominante é o do vento, de características eminentemente dinâmicas e aleatórias...

A estruturação de comunidades vegetais em áreas sucessionais da Floresta Atlântica em diferentes tipos de solo

Cardoso, Fernanda Cristina Gil
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 139 f. : il. (algumas color.) ; 31 cm.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
17.8%
Orientadora : Profª Drª Márcia C. M. Marques; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação. Defesa: Curitiba, 29/08/2014; Inclui bibliografia; Área de concentração : Ecologia e conservação; Resumo: O século XX culminou uma fase de desmatamentos de origem antrópica sem precedentes nas florestas tropicais do planeta. Com o desaparecimento de quase a totalidade das florestas primárias pelo mundo, houve um grande aumento na importância das florestas secundárias, já que estas podem oferecer habitats para imensa biodiversidade, participam do equilíbrio climático do planeta e prestam os mais variados serviços ecossistêmicos, incluindo o sequestro de carbono. Quando uma floresta passa por um distúrbio, há uma série de fatores que influenciam na sua capacidade de regeneração e quão rápido isso irá acontecer, tais como características da paisagem, histórico de uso da área, tipo de manejo e fatores edáficos. Neste trabalho abordamos os efeitos de diferentes fatores sobre a estruturação de comunidades vegetais em áreas sucessionais da Floresta Atlântica, em Antonina, Paraná (25o19'15''S e 48o42'24''W). As áreas florestais foram transformadas em pastagens para búfalos e depois abandonadas em diferentes períodos ao longo dos últimos 80 anos. As áreas estão sendo restauradas por meio de regeneração natural (isolamento do gado) e de plantio direto de mudas de espécies nativas...

Parâmetros genéticos em teste de procedências e progênies de Toona ciliata M. Roemer var. australis; Genetic parameters in test of provenances and progeny of the Toona ciliata M. Roemer var. australis

Rosado, Lucas Rodrigues
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós- Graduação em Engenharia Florestal; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós- Graduação em Engenharia Florestal; UFLA; brasil; Departamento de Ciências Florestais
Tipo: Dissertação
Publicado em 17/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.45%
The increase the dimensions of the trees, by genetic improvement, without considering their architectures can make them mechanically unstable in situations of high winds. As consequence may occur falls, breaks and permanent buckling of stems, causing economic losses and environmental damage. In the present study had as objective to estimate genetic parameters and predict wood production gains with improvements in the trees architecture. It was used a test of provenances/progenies/plants of Toona ciliata M. Roemer var. australis, established in Campo Belo, MG, with 74 months old. This test involved 12 provenances of seeds widely distributed in the Australian east coast. Data of diameter to breast height (DBH), total tree height (Ht), volume (Vol), slenderness coefficient (S = Ht.DBH -1 ) and stem form (For), at 31, 54 and 74 months of age, there were obtained in individuals of 63 progenies from all provenances. The genetic parameters and prediction of genotypic values were estimated by REML/BLUP method. There was great genetic variability among and within provenances, showing that the test has an important role for the improvement and conservation of the species ex situ. Whereas the criterion of having a higher frequency of trees with low S or equal to 0.75...