Página 1 dos resultados de 2284 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Liderança nas escolas : práticas para a equidade e a aprendizagem

Sá, Maria Isabel Arruda de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Os estudos sugerem que a atuação dos líderes pode ter influência no desempenho e na qualidade das organizações. A liderança na escola é fundamental na motivação, na melhoria dos resultados e na qualidade da educação, deixando de ser responsabilidade individual e passando a ser um processo partilhado, centrado na aprendizagem. A melhoria da qualidade do ensino implica o desenvolvimento de práticas pedagógicas diferenciadas, respeitando a diversidade e as necessidades individuais, o que remete para o conceito de equidade. O grande desafio é criar condições para garantir a todos a aquisição de conhecimentos imprescindíveis à integração social, desenvolvendo a capacidade de aprender a aprender. Partindo da questão “As práticas de liderança no agrupamento XXX favorecem a equidade e a aprendizagem? “ pretende-se verificar se existem práticas de liderança orientadas para a equidade e a aprendizagem. Para a concretização do objetivo do estudo optou-se por um estudo de caso, de natureza mista, combinando análise qualitativa e quantitativa, num agrupamento de escolas da região de Lisboa. A análise dos dados recolhidos, através de questionários e de entrevista, permitenos concluir que as práticas de liderança do agrupamento XXX favorecem a equidade e a aprendizagem.; Studies suggest that the action of leaders may have an influence on the performance and the quality of organizations. Leadership in a school is essential for the motivation...

Equidade no SUS: uma abordagem da teoria fundamentada; Equity in the SUS: Theory Based on Data

Granja, Gabriela Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
A equidade é um dos pilares do Sistema Único de Saúde, entretanto, seu conceito é polissêmico e assume diversas interpretações, determinadas pela construção histórica, política e social do Brasil. O objetivo da pesquisa foi propor uma teoria de médio alcance para equidade no SUS, a partir dos sentidos e da percepção da operacionalização deste princípio. Na metodologia, utilizou-se a abordagem qualitativa, através da Teoria Fundamentada em Dados proposta por Streubert e Carpenter (1999). Na análise das entrevistas, junto a usuários, profissionais e gestores do SUS, através do Discurso do Sujeito Coletivo proposto por Lefèvre e cols (2000) foram encontradas três categorias centrais a respeito do conceito de equidade: tratar todos igualmente; tratar os desiguais de forma desigual, segundo o critério clínico e tratar os desiguais de forma desigual, segundo critério epidemiológico. A análise da literatura científica de Saúde Coletiva e Bioética demonstrou que os especialistas a respeito da equidade descrevem em suas produções os mesmos sentidos encontrados nas entrevistas com os atores do SUS. Na busca de compreender as bases políticas e ideológicas desses discursos foi realizada a análise de documentos oficiais da Política Pública de Saúde do Brasil. Ficou demonstrada uma estreita relação entre as concepções de equidade e a Promoção da Saúde. Na integração dos resultados das entrevistas...

A evolução do Programa Pró-Equidade de Gênero: 2005-2013

Bello, Andrea Rosa
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.19%
A divisão sexual do trabalho é algo que ainda predomina no mercado laboral e nas organizações. As diferenças entre os salários pagos a homens e mulheres em funções análogas, a maioria de homens presentes nos altos cargos de liderança e de tomada de decisão, a miséria relacionada à dificuldade de acesso das mulheres à saúde e à educação são alguns fatores que justificam a importância das políticas de empoderamento para as mulheres. Neste sentido, desde 2005 vem sendo implementado o Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, da Secretaria de Políticas para Mulheres, cujo objetivo principal é combater as desigualdades entre os gêneros e as raças, promovendo boas práticas no mundo do trabalho, em organizações públicas e privadas. Essa pesquisa aborda, de forma sucinta, a evolução deste programa por meio da concessão do Selo Pró-Equidade às Organizações Públicas e Privadas, no período de 2005 a 2013.; The sexual division of labor is something that still prevails in the labor market and in organizations. The difference between male and female earnings for similar positions, men’s presence in the majority of leadership and decision-making positions, women’s poverty related to lack of access to health and education...

Equidade educacional no Brasil : análise das oportunidades educacionais em 2001 e 2011

Simielli, Lara Elena Ramos
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Esta tese tem por objetivo analisar a equidade educacional no Brasil, em 2001 e 2011. Para tanto, avaliarei as oportunidades dos alunos de terem professores mais qualificados, verificando a evolução por gênero, cor/raça e nível socioeconômico. O referencial teórico da tese divide-se em duas partes: o debate sobre equidade e a discussão sobre a importância da escola e de seus recursos e processos internos. Na primeira parte, apresento diversas perspectivas sobre equidade e proponho a divisão do campo em três linhas, além de inserir o debate num contexto mais amplo sobre justiça social. Utilizarei, nesta pesquisa, a abordagem pluralista, que entende equidade como um termo que engloba recursos, processos e resultados. Na segunda parte, trato da importância da escola para o desempenho dos alunos a partir da apresentação de pesquisas que comprovam que as escolas são peças fundamentais para o desempenho dos alunos, principalmente em países desiguais. Dentre os recursos e processos escolares, verifica-se que os professores têm o maior impacto sobre as notas – e, portanto, são capazes de trazer maior contribuição para políticas educacionais equitativas. O debate sobre a importância da escola e dos professores para o desempenho dos alunos é particularmente relevante no Brasil...

Estratégias para garantia da equidade no acesso aos serviços de saúde em unidades de saúde da família : uma revisão de literatura

Fortes, Caroline Vieira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
A utilização dos serviços corresponde ao centro do funcionamento dos sistemas de saúde, sendo o acesso do usuário parte essencial da organização. As necessidades modificam-se nos usuários, gerando a necessidade de uma organização do acesso que respeite essas diferenças. Tal garantia de respeito às necessidades dos usuários é expressa no princípio da equidade. A estratégia saúde da família representou uma mudança no modelo de atenção. Contudo, identifica-se dificuldade em conciliar a organização do trabalho com as necessidades dos usuários, buscando a garantia da equidade no acesso. O presente trabalho consiste em uma revisão de literatura que buscou responder como garantir a equidade no acesso em equipes de saúde da família. Identificou-se como determinantes do acesso, a organização dos serviços, a demanda e oferta, a localização, o modelo de atenção e as necessidades da população. A desmotivação dos profissionais com a ausência de uma definição de proposta assistencial e falta de clareza do papel das unidades de saúde foram citadas como situações geradoras de iniquidades. O atendimento a demanda e a desproporção entre a oferta potencial, as condições de vida e as disparidades sociais também apareceram como geradores de iniqüidades. A compensação das diferenças sociais através de utilização de estratégias inclusivas foi apontada como forma de garantir a equidade. A identificação de diferentes portas de entradas para os usuários...

A Equidade Interna e a Competitividade no Mercado como Factores Determinantes da Política Retributiva – Estudo de Caso: Banco Itaú Europa

Marujo, Tiago
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 18/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Ao longo das últimas décadas temos vindo a assistir a constantes mudanças nos mais diversos mercados, facto esse que tem obrigado as empresas a adaptarem-se a novas realidades e desafios impostos pela competitividade, inovação constante e contexto global. Nesta óptica de abordagem, tem-se verificado uma tendência para a adopção de modelos de gestão que privilegiam e reforçam a importância do capital humano das empresas. É indiscutível que nos dias de hoje, em que vivemos numa sociedade de informação e alta tecnologia acessíveis, são os colaboradores de uma empresa que, com as suas competências e capacidade de inovar, fazem a diferença e contribuem decisivamente para o sucesso. A política de remuneração de uma empresa é uma componente de gestão estratégica extremamente importante, uma vez que possibilita direccionar e focar a actividade dos seus colaboradores para determinados objectivos corporativos de uma forma flexível, remunerando o conteúdo funcional e retribuindo ou partilhando o valor acrescentado que esse conteúdo funcional agrega para a empresa como um todo. Assim como a empresa necessita de manter os seus clientes e satisfazer as suas necessidades com a mais alta qualidade, também ao nível dos recursos humanos torna-se necessário reter os melhores talentos...

Acessibilidade e perceção de equidade nos cuidados de saúde primários no concelho de Vila Real

Mateus, Sónia Fidalgo
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Dissertação de Mestrado em Enfermagem Comunitária; Introdução: Os cuidados de saúde primários afiguram-se como a porta de entrada dos indivíduos no sistema de saúde, devendo ser universalmente acessíveis a todos. A evidência mostra que a implementação deste nível de cuidados de forma sólida permite a obtenção de melhores resultados em saúde, nomeadamente na redução das iniquidades em saúde. O desenvolvimento das iniquidades baseia-se na distribuição desigual do poder, dos rendimentos e dos bens, que se repercute nas condições de vida das pessoas e, por conseguinte, na sua acessibilidade aos cuidados de saúde e educação. A acessibilidade é um dos importantes determinantes da equidade no estado de saúde. Objetivos: Caracterizar a acessibilidade e a perceção de equidade nos cuidados de saúde primários, analisar os fatores que determinam a acessibilidade e a perceção de equidade e verificar se existe relação entre a acessibilidade e a perceção de equidade. Metodologia: Estudo de natureza quantitativa, de carácter transversal, correlacional-descritivo, realizado entre janeiro e junho de 2012, onde foi aplicado um questionário que avaliou as características sociodemográficas, a acessibilidade e a perceção de equidade nos cuidados de saúde primários...

Ser competitivo ou ser equitativo? Determinantes da equidade externa e interna das estruturas de compensação no Mercado Português

Ledo, Marioneta Duarte
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 26/08/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Mestrado em Gestão de Recursos Humanos; Esta dissertação analisa a relação existente entre a equidade interna e externa com base na Compensação Fixa e Variável. A análise teve como base uma amostra de 96 empresas, relativa ao ano de 2007, abrangendo cerca de 7.067 colaboradores de quatro sectores de actividade, designadamente Bens de Consumo, Grande Distribuição, Tecnologias de Informação e Segurador, e de quatro áreas funcionais, nomeadamente, Comercial, Marketing, Financeira e Recursos Humanos. Os objectivos do estudo pretendem-se com a análise das influências das características das empresas sobre a equidade interna e externa, do papel da Compensação Variável na equidade interna e externa e do papel da estratégia da empresa na equidade interna e externa. Realizaram-se diversas Análises de Correspondências Múltiplas, de forma a estabelecer ligações entre as variáveis e compreender as suas diferentes contribuições na definição de um sistema de compensação. Os resultados mostraram que a equidade externa e interna são duas dimensões ortogonais definidas, respectivamente, pelas variáveis Posição no Mercado e Leques Salariais, enquanto que a Taxa de Progressão representa um papel moderador de ambas. Os resultados mostram também que o conceito de atribuição de compensação por desempenho está mais fortemente correlacionado com a equidade interna...

Equidade na saúde e nos cuidados de saúde : migrantes e não migrantes na infecção de VIH/SIDA em Portugal 

Baleizão, Andreia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
RESUMO - Este estudo tem como objectivo analisar a questão da equidade em saúde e nos cuidados de saúde entre migrantes e não migrantes no contexto da infecção de VIH/SIDA. A equidade em saúde e nos cuidados de saúde são valores de justiça distributiva. Este princípio representa um direito essencial para atingir uma melhor saúde e preocupa-se com a redução das desigualdades injustas em saúde e nos cuidados de saúde entre classes socioeconómicas. Os migrantes podem ser mais propensos a piores níveis de saúde do que os não migrantes devido a desigualdades sociais, na infecção por VIH/SIDA. Há escassez de estudos sobre a equidade em saúde e nos cuidados de saúde entre migrantes e não migrantes, aplicado ao contexto de VIH/SIDA em Portugal. Este é um país recente de migração e apresenta um aumento do número de casos de VIH/SIDA. O desenvolvimento deste estudo é importante para uma melhor compreensão da realidade da equidade em saúde e cuidados de saúde entre migrantes e não migrantes. Para a metodologia deste estudo, foram utilizados os dados da notificação obrigatória dos casos de VIH/SIDA em Portugal. A nacionalidade foi utilizada como aproximação ao estatuto de migrante. Através deste estudo empírico...

Controle público e eqüidade no acesso a hospitais sob gestão pública não estatal

Carneiro Junior,Nivaldo; Elias,Paulo Eduardo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
OBJETIVO: Analisar as organizações sociais de saúde à luz do controle público e da garantia da eqüidade no acesso aos serviços de saúde. MÉTODOS: Utilizou-se a técnica de estudo de caso e foram selecionadas duas organizações sociais de saúde na região metropolitana de São Paulo. As categorias analíticas foram eqüidade no acesso e controle público, baseando-se em entrevistas com informantes-chave e relatórios técnico-administrativos. RESULTADOS: Observou-se que financiamento global e o controle administrativo das organizações sociais de saúde são atribuições do gestor estadual. A presença do gestor local é importante para a garantia da eqüidade no acesso, sendo que o controle público se expressa por ações fiscalizadoras mediante procedimentos contábil-financeiros. CONCLUSÕES: A eqüidade no acesso e o controle público não são contemplados na gestão dessas organizações. A questão central encontra-se na capacidade do poder público se fazer presente na implementação dessa modalidade no âmbito local, garantido a eqüidade no acesso e contemplando o controle público.

Reflexões temáticas sobre eqüidade e saúde: o caso do SUS

Campos,Gastão Wagner de Sousa
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
Foi realizada uma análise do conceito de eqüidade, bem como sobre as implicações práticas de suas várias acepções. Foram encontrados dois principais sentidos para o conceito de eqüidade: um genérico e equivalente ao de justiça e igualdade; e o segundo, mais específico, pelo qual eqüidade se refere à capacidade de estabelecer julgamento e tratamento conforme a singularidade de cada situação. Realizou-se uma revisão de estudos sobre eqüidade e saúde, encontrando-se que o primeiro sentido tem predominado ao se relacionar eqüidade e políticas sociais. Avaliações realizadas sobre a eqüidade no SUS, na última década, encontraram elementos de avanço e áreas em que persistem desigualdades de acesso, financiamento e utilização de serviços.

Equidade e iniquidade no ensino superior: uma reflexão

Felicetti,Vera Lucia; Morosini,Marília Costa
Fonte: Fundação CESGRANRIO Publicador: Fundação CESGRANRIO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
O artigo aborda a questão da equidade no Ensino Superior sob três focos: equidade de acesso, de participação e de resultados. Reflete e questiona o que é equidade nesse nível de ensino. O referencial teórico considera os estudos apresentados na Organization for Economic Co-Operation and Development (OECD) 2008 e outros. Apresenta um comparativo estatístico entre as últimas médias dos alunos aprovados no vestibular de uma IES pública, em 2008, e o argumento último dos aprovados no vestibular da mesma instituição, em 2007. A interlocução teórica e o estudo estatístico caracterizam o estado de conhecimento do assunto sob aspectos qualitativos e quantitativos, fortalecendo a identificação dos fatores intervenientes à equidade ou iniquidade no Ensino Superior. Destaca a existência de políticas de ações afirmativas como uma forma de aumentar a equidade de acesso. Os resultados apontam a existência da iniquidade no ensino público fundamental e médio. O artigo ressalta a necessidade de estudos mais aprofundados acerca da equidade na Educação.

A equidade no sistema de saúde na visão de bioeticistas brasileiros

Fortes,Paulo Antônio de Carvalho
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
OBJETIVO: Conhecer a atribuição de significado dada por bioeticistas brasileiros quanto à equidade no sistema de saúde. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa, exploratória. Entre julho de 2007 e julho de 2008, foram entrevistados 20 bioeticistas, dirigentes e ex-dirigentes da Sociedade Brasileira de Bioética e de suas regionais (2005-2008). O tratamento dos dados foi realizado por análise de discurso. RESULTADOS: Os discursos levaram ao estabelecimento das seguintes ideias centrais: tratar desigualmente os desiguais conforme suas necessidades; equidade e desigualdades compensadas; equidade e maximização dos benefícios; equidade e mérito social; equidade e direitos. CONCLUSÃO: Os resultados da pesquisa evidenciam a existência entre os bioeticistas pesquisados de uma diversidade de interpretações sobre equidade no sistema de saúde, reforçando a noção de que é difícil, no mundo contemporâneo, decidir sobre o que seria um sistema justo e equânime.

Conceitos de Igualdade e Equidade

Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Imagem ilustrativa sobre a diferença entre os conceitos de igualdade e equidade.

Equidade e proporcionalidade: uma releitura e uma confrontação de um conceito filosófico clássico e um princípio jurídico contemporâneo

Haeberlin, Mártin Perius
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.19%
O presente trabalho visa a estudar, de modo relacional, o conceito filosófico de eqüidade e o conceito de proporcionalidade, aquele a partir de sua natureza filosófica, este a partir da natureza de princípio com que foi dogmatizado pelo Direito desde o século XIX. No primeiro capítulo, em uma parte analítica, faz-se uma construção teórica da eqüidade a partir de sua genealogia como conceito filosófico clássico e, ato contínuo, uma abordagem deste conceito em cinco autores, nomeadamente Aristóteles, Immanuel Kant, John Rawls, Ronald Dworkin e Amartya Sen. Também nesta analítica desenvolve-se uma abordagem da aequitas romana, e seu recebimento pelo Direito contemporâneo, e da equity no common law. Após, efetua-se uma crítica de questões circunscritas à parte analítica, com ênfase na possibilidade de um “sentido positivo” de eqüidade e, ao fim, uma sistematização desta em um sentido filosófico-jurídico e um sentido filosófico-político. No segundo capítulo, com estrutura assemelhada ao primeiro, faz-se uma construção teórica da proporcionalidade perquirindo-se a sua genealogia de princípio e a partir das abordagens desta que aparecem na doutrina, notadamente como: método interpretativo, restrição ao poder de legislar...

A equidade no sistema de saúde na visão de bioeticistas brasileiros; Equity in the health system according to brazilian bioethicists

FORTES, Paulo Antônio de Carvalho
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR; ENG
Relevância na Pesquisa
37.26%
OBJETIVO: Conhecer a atribuição de significado dada por bioeticistas brasileiros quanto à equidade no sistema de saúde. MÉTODOS: Pesquisa qualitativa, exploratória. Entre julho de 2007 e julho de 2008, foram entrevistados 20 bioeticistas, dirigentes e ex-dirigentes da Sociedade Brasileira de Bioética e de suas regionais (2005-2008). O tratamento dos dados foi realizado por análise de discurso. RESULTADOS: Os discursos levaram ao estabelecimento das seguintes ideias centrais: tratar desigualmente os desiguais conforme suas necessidades; equidade e desigualdades compensadas; equidade e maximização dos benefícios; equidade e mérito social; equidade e direitos. CONCLUSÃO: Os resultados da pesquisa evidenciam a existência entre os bioeticistas pesquisados de uma diversidade de interpretações sobre equidade no sistema de saúde, reforçando a noção de que é difícil, no mundo contemporâneo, decidir sobre o que seria um sistema justo e equânime.; OBJECTIVE: To understand the meaning assigned to ethical thought that should guide Brazilian bioethicists regarding the equity of a Health System. METHODS: Between July 2007 and July 2008, 20 bioethicists, directors and former directors of the 'Sociedade Brasileira de Bioética' (Bioethics Brazilian Society) and their regional administrations were interviewed. RESULTS: Discourse analysis led to definition of these main points: To treat the unequals unequally according to their needs; Compensate equity and inequalities; Distributive justice and maximization of benefits; Justice and social merit and Justice and rights. CONCLUSION: Research results disclose a pluralism of values that jeopardizes determination of moral equity in the health system....

Conceitos de Igualdade e Equidade

Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Imagem Formato: Imagem colorida em formato .jpg
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Imagem ilustrativa sobre a diferença entre os conceitos de igualdade e equidade.; 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Controle público e eqüidade no acesso a hospitais sob gestão pública não estatal; Public control and equity of access to hospitals under non-State public administration

Carneiro Junior, Nivaldo; Elias, Paulo Eduardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2006 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
37.23%
OBJETIVO: Analisar as organizações sociais de saúde à luz do controle público e da garantia da eqüidade no acesso aos serviços de saúde. MÉTODOS: Utilizou-se a técnica de estudo de caso e foram selecionadas duas organizações sociais de saúde na região metropolitana de São Paulo. As categorias analíticas foram eqüidade no acesso e controle público, baseando-se em entrevistas com informantes-chave e relatórios técnico-administrativos. RESULTADOS: Observou-se que financiamento global e o controle administrativo das organizações sociais de saúde são atribuições do gestor estadual. A presença do gestor local é importante para a garantia da eqüidade no acesso, sendo que o controle público se expressa por ações fiscalizadoras mediante procedimentos contábil-financeiros. CONCLUSÕES: A eqüidade no acesso e o controle público não são contemplados na gestão dessas organizações. A questão central encontra-se na capacidade do poder público se fazer presente na implementação dessa modalidade no âmbito local, garantido a eqüidade no acesso e contemplando o controle público.; OBJECTIVE: To analyze social health organizations in the light of public control and the guarantee of equity of access to health services. METHODS: Utilizing the case study technique...

Reflexões temáticas sobre eqüidade e saúde: o caso do SUS; Refletions about health equity: the case of Unified Health System of Brazil

Campos, Gastão Wagner de Sousa
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
Foi realizada uma análise do conceito de eqüidade, bem como sobre as implicações práticas de suas várias acepções. Foram encontrados dois principais sentidos para o conceito de eqüidade: um genérico e equivalente ao de justiça e igualdade; e o segundo, mais específico, pelo qual eqüidade se refere à capacidade de estabelecer julgamento e tratamento conforme a singularidade de cada situação. Realizou-se uma revisão de estudos sobre eqüidade e saúde, encontrando-se que o primeiro sentido tem predominado ao se relacionar eqüidade e políticas sociais. Avaliações realizadas sobre a eqüidade no SUS, na última década, encontraram elementos de avanço e áreas em que persistem desigualdades de acesso, financiamento e utilização de serviços.; A conceptual analysis of equity and pragmatic implications of their several notions was made. Two main meanings were found: a general one, when the sense of equity is very similar to justice and equality; and a second related to the notion of singular situation and to difference between subjects. It was found that on the health area the first meaning is more used. A revision about equity evaluation during the last decade concerned with the Unique Health System (SUS) was undertaken. Positive results were found on services' access and utilization...

Controle público e eqüidade no acesso a hospitais sob gestão pública não estatal

Carneiro Junior,Nivaldo; Elias,Paulo Eduardo
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
OBJETIVO: Analisar as organizações sociais de saúde à luz do controle público e da garantia da eqüidade no acesso aos serviços de saúde. MÉTODOS: Utilizou-se a técnica de estudo de caso e foram selecionadas duas organizações sociais de saúde na região metropolitana de São Paulo. As categorias analíticas foram eqüidade no acesso e controle público, baseando-se em entrevistas com informantes-chave e relatórios técnico-administrativos. RESULTADOS: Observou-se que financiamento global e o controle administrativo das organizações sociais de saúde são atribuições do gestor estadual. A presença do gestor local é importante para a garantia da eqüidade no acesso, sendo que o controle público se expressa por ações fiscalizadoras mediante procedimentos contábil-financeiros. CONCLUSÕES: A eqüidade no acesso e o controle público não são contemplados na gestão dessas organizações. A questão central encontra-se na capacidade do poder público se fazer presente na implementação dessa modalidade no âmbito local, garantido a eqüidade no acesso e contemplando o controle público.