Página 1 dos resultados de 4010 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

I Colóquio Brasileiro sobre Epistemologia e Educação Física (Natal, 2002) - Folder de divulgação

Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte; Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. Grupo de Trabalho Temático Epistemologia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Material de Divulgação Formato: 2 arquivos em jpg; image/jpeg
POR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Folder em preto e branco contendo informações sobre o evento, programação e ficha de inscrição.; Colóquio realizado nos dias 12 a 14 de setembro de 2002 na cidade de Natal, Rio Grande do Norte. Tema central: Epistemologia, Saberes e Práticas da Educação Física. O documento integra o acervo institucional do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte.

I Colóquio Brasileiro sobre Epistemologia e Educação Física (Natal, 2002) - Folder de divulgação

Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte; Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. Grupo de Trabalho Temático Epistemologia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Material de Divulgação Formato: 2 arquivos em jpg; image/jpeg
POR
Relevância na Pesquisa
46.93%
Folder em preto e branco contendo informações sobre o evento, programação e ficha de inscrição.; Colóquio realizado nos dias 12 a 14 de setembro de 2002 na cidade de Natal, Rio Grande do Norte. Tema central: Epistemologia, Saberes e Práticas da Educação Física. O documento integra o acervo institucional do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte.

A (re)construção coletiva do conceito de interação biológica: contribuição para a epistemologia da Biologia e a formação de pesquisadores e professores

Maricato, Fúlvia Eloá
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 222 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Pós-graduação em Educação para a Ciência - FC; A epistemologia da Biologia tem sido objeto de várias discussões no campo da pesquisa em ensino de Ciências e Biologia. O objetivo deste trabalho foi contribuir para trazer novas elaborações que enriquecem essas discussões, evidenciando sua importância e como essa epistemologia pode ser inserida no ensino de Ciências e Biologia. A presente investigação está ancorada em quatro momentos principais: (i) algumas reflexões acerca da epistemologia da Biologia e das possibilidades de articulação com o ensino e a aprendizagem do conhecimento biológico; (ii) as definições do conceito de interação biológica na literatura, (iii) as percepções iniciais dos sujeitos dessa pesquisa acerca das interações biológicas quando visitam um ambiente natural; (iv) a investigação empírica junto ao Grupo de Pesquisas em Epistemologia de Biologia. A análise dos resultados obtidos junto a esse grupo de pesquisas possibilitou reflexões que podem contribuir para a constituição de uma epistemologia da Biologia sólida, em seus diversos contextos, tendo como foco a formação inicial; Biology epistemology has been the subject of many discussions in research field in science and Biology teaching. This work aim was to bring new elaborations that enrich these discussions...

Elementos para uma epistemologia da cibercultura

Souza, Alessandro dos Santos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2014.; A pesquisa pretende contribuir com elementos para a proposição de uma epistemologia da cibercultura, uma vez que entendemos que esta pode se constituir como campo de investigação privilegiado para a Comunicação, ao relacionar objetos de estudo importantes dessa área, como os meios de comunicação, as interações comunicacionais mediadas e a cultura de massa. Encontrar as aberturas para pensar essa nova epistemologia implica desenvolver um percurso de exposição e reflexão sobre conceitos da epistemologia geral, sobre os objetos e teorias da epistemologia da comunicação, além da circunscrição da cibercultura sob uma perspectiva histórica – mas também crítica – e sua relação com as dinâmicas sociais que a influenciam. Esse posicionamento favorece a problematização dos conhecimentos produzidos em nossa atualidade quanto aos fenômenos comunicacionais advindos com a internet e, consequentemente, a “cultura” que se forma a partir da expansão do ciberespaço. A perspectiva é de uma discussão epistemológica, motivo pelo qual privilegiamos analisar os estudos e teorias sobre as comunicações mediadas por computadores (CMC) e a internet...

Abordagens em epistemologia: Bachelard, Morin e a epistemologia da complexidade

Francelin,Marivalde Moacir
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Apresenta uma revisão das distintas concepções de epistemologia, partindo da epistemologia enquanto palavra. Em seguida, aborda sua estrutura enquanto campo de investigação e disciplina do conhecimento, chegando ao seu desdobramento em epistemologias. Argumenta que a epistemologia da complexidade comporta, e é comportada, por essas epistemologias. Procura reconstituir um itinerário móvel e flexível da epistemologia até sua relação com a complexidade a partir de Gaston Bachelard e Edgar Morin.

Epistemologia pluralizada e história da psicologia

Abib,José Antônio Damásio
Fonte: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Tomam-se, aqui, obras de Wilhelm Wundt e William James para mostrar que a psicologia nasce como projeto científico no final do século XIX. Esse projeto diferencia psicologia como ciência de psicologia como metafísica. Dessa perspectiva, a história da psicologia é concebida como história da psicologia científica e a pré-história da psicologia é concebida como história da psicologia metafísica. Mas as concepções de ciência de Wundt e James são diferentes. Da perspectiva da epistemologia unitária, a psicologia não se constitui como ciência. Nesse caso, a história da psicologia é concebida como pré-história dessa disciplina e sua história como ciência só começará se ela adquirir unidade. Da perspectiva da epistemologia pluralizada, a história da psicologia é história da cultura, o que significa dizer que é história das tradições de pensamento psicológico e filosófico e, também, história das ideias. Conclui-se que, da perspectiva da epistemologia pluralizada, epistemologia e história da psicologia adquirem uma perspectiva antropológica, o que equivale a dizer que a pré-história da psicologia não existe, e que a história dessa disciplina pode começar em qualquer época e lugar. E, finalmente...

PSICOGÊNESE E HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS: ELEMENTOS PARA UMA EPISTEMOLOGIA CONSTRUTIVISTA

Bartelmebs,Roberta Chiesa
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
O objetivo deste artigo é traçar um paralelo entre a obra Psicogênese e História das Ciências, de Piaget e García, com o ensino de ciências a partir de uma epistemologia construtivista, derivada essencialmente da epistemologia genética. A obra, publicada pela primeira vez em 1983, concretiza a síntese de suas investigações epistemológicas acerca do desenvolvimento das ciências através da história das ciências com o desenvolvimento da inteligência por meio da psicogênese. O objetivo do livro, no entanto, não é comparar a história das ciências com o desenvolvimento psicogenético dos sujeitos, mas compreender os mecanismos de evolução das ideias pré-científicas nas crianças através da epistemologia genética. Nesse sentido, os autores apresentam uma epistemologia construtivista, a qual, no nosso entendimento, pode servir de base para a compreensão do ensino de ciências, contribuindo com reflexões acerca dos processos de ensino e de aprendizagem em sala de aula.

Um estudo sobre a epistemologia da formação de professores de ciências

Gimenes, Camila Itikawa, 1987-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.13%
Resumo: Este trabalho tem como objetivo investigar os processos identitários docentes que são constituídos no contexto da formação inicial de professores de ciências e biologia, tendo como base a fundamentação epistemológica em três fontes investigadas. Como referencial, utilizou-se três categorias de análise com base em Vázquez (1977): epistemologia da atividade teórica, epistemologia da atividade prática e epistemologia da práxis para análise de três fontes: 55 publicações em três periódicos da área de pesquisa em ensino de ciências, documentos orientadores da reforma curricular das licenciaturas e atores – docentes e discentes – de um curso de licenciatura e bacharelado de Ciências Biológicas de uma universidade pública. Entende-se que dependendo da epistemologia que fundamente o processo formativo, proporcionar-se-á a construção de processos identitários diferenciados, pois propõem lógicas de ação diferentes. Dentre os 55 artigos analisados, a epistemologia da atividade teórica na perspectiva da falta foi a tendência dominante, apontando para processos identitários em que o professor não se identifica com a atividade docente e contribui, assim, para a precarização da profissão docente pois o rendimento do aluno é atrelado diretamente ao desempenho do professor. Nos artigos analisados...

Comunicação, epistemologia e tecnologia em Edgar Morin

Dias, Celso Osório da Silva
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.99%
O objetivo deste trabalho é discutir alguns aspectos essencias da epistemologia da comunicação, privilegiando os tópicos discutidos por pesquisadores do GT de Epistemologia da Comunicação da Compós desde 2001 quando foi criado. Qual é a delimitação do campo da comunicação? Qual é objeto da comunicação? Pode-se considerar que as revoluções tecnológicas orientam a comunicação? Estas são algumas das interrogações nodais que enfrentam aqueles que se dedicam a investigar teoricamente as questões referentes às ciências da comunicação, a Comunicação e a comunicação.A partir da identificação destes dilemas epistemológicos apontados por pesquisadores da área da Comunicação, procura-se fazer dialogar tais questões com às idéias apresentadas pelo paradigma da complexidade, proposto por Edgar Morin, nos seis volumes de O Método escritos e publicados entre 1977 e 2004. São obras que refletem a preocupação com a produção do conhecimento cienífico, sendo concebida pelo próprio autor como uma síntese de seu pensamento epistemológico. O paradigma da complexidade de Morin, que se contrapõe a epistemologia moderna, tem sido um instrumento útil na revisão de pressupostos teóricos e metodológicos em diversas áreas do saber a partir da segunda metade das últimas décadas o século XX. Acredita-se nesta pesquisa que o mesmo pode acontecer em relação à reflexão sobre os fenômenos e as teorias da comunicação. Após analisar o que poderia ser a resposta Morineana para os quetionamentos epistemológicos da comunicação...

A construção do objeto das ciencias humanas segundo a epistemologia da linguagem de Gilles - Gaston Granger (a linguistica de Saussure como paradigma de ciencias humanas)

Rita de Cassia Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/05/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
O presente trabalho tem por objetivo expor e comentar os principais aspectos da proposta de uma epistemologia da linguagem conforme concebida pelo filósofo contemporâneo GILLES-GASTON GRANGER no seu programa de epistemologia comparada, bem como ilustrar esta proposta com sua aplicação à teoria lingüística de FERDINAND DE SAUSSURE. A idéia de GRANGER de uma epistemologia da linguagem se sustenta no pressuposto de que o objeto cientifico é uma construção lingüística resultante de um processo do pensamento formal. Este último se insere na filosofia transcendental, não propriamente nos mesmos moldes da concepção kantiana, mas considerando as condições a priori e os princípios transcendentais de fundamental importância para uma epistemologia, quando deslocados do sujeito para a linguagem; The present work has the aim to explain and to comment the principal aspects of the proposition of an epistemology of language according the contemporary philosopher GILLES-GASTON GRANGER in his epistemology compared program as well to ilustrate this proposal with its application to the linguistic theory of FERDINAND SAUSSURE. Granger's idea of an epistomology of language supports itself in the purpose that the scientific object is a linguistic construction resultant of a process of the formal thought. This last one inserts itself in the transcendental philosophy...

Epistemología en su contexto

Berneman, Nicolás
Fonte: Universidad de Buenos Aires. Facultad de Ciencias Económicas. Centro de Investigación en Epistemología de las Ciencias Económica. Buenos Aires Publicador: Universidad de Buenos Aires. Facultad de Ciencias Económicas. Centro de Investigación en Epistemología de las Ciencias Económica. Buenos Aires
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:ar-repo/semantics/artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em /07/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
46.84%
En medio de un complejo escenario económico con graves consecuencias sobre la economía real, tras continuos años en que las principales economías del mundo han vuelto a sufrir fuertes crisis de magnitudes que parecían haber quedado en el pasado, los ojos de la sociedad se volvieron hacía la manera en que los economistas desarrollan su conocimiento. En este escenario, los miembros del Centro de Investigación en Epistemología de las Ciencias Económicas han convenido la necesidad de publicar una edición enfocada en profundizar el debate filosófico y epistemológico.; Fil: Berneman, Nicolás. .

O mundo é o assunto: epistemologia da indexação no século XIX.

Alvares Júnior, Laffayete de Souza; Saldanha, Gustavo da Silva
Fonte: ISKO Publicador: ISKO
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Compreendendo o desenvolvimento de uma epistemologia da organização do conhecimento no século XIX, no contexto anglófono, o estudo procura posicionar, no tempo político, técnico, social e teórico, os elementos conceituais que definem a construção disciplinar da representação temática no contexto histórico. Discute-se, neste sentido, os focos históricos da Antiguidade e do Medievo que permitem recontar a prática do indexador, como também os desdobramentos contextuais do mundo moderno, como invenção da prensa, revolução científica e democracia que redimensionam o papel dos saberes orientados para organização, representação e apropriação do conhecimento e eclodem no oitocentos. O objetivo geral é reconstituir a epistemologia histórica dos estudos de representação temática no âmbito da epistemologia da organização do conhecimento, tendo como foco central de análise os acontecimentos do século XIX, seus antecedentes e suas perspectivas abertas. Como objetivos específicos, propõe-se questionar as origens de uma teoria da indexação; problematizar as transformações políticas, sociais e filosóficas do oitocentos como potenciais elementos para mutação da organização do conhecimento; reconhecer a relevância contextual das ideias e das publicações oitocentistas sobre representação temática. O métodoempregado responde pelo estudo bibliográfico e pela análise epistemológica. Busca-se...

O mundo é o assunto: epistemologia da indexação no século XIX.

Alvares Júnior, Laffayete de Souza; Saldanha, Gustavo da Silva
Fonte: ISKO Publicador: ISKO
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Compreendendo o desenvolvimento de uma epistemologia da organização do conhecimento no século XIX, no contexto anglófono, o estudo procura posicionar, no tempo político, técnico, social e teórico, os elementos conceituais que definem a construção disciplinar da representação temática no contexto histórico. Discute-se, neste sentido, os focos históricos da Antiguidade e do Medievo que permitem recontar a prática do indexador, como também os desdobramentos contextuais do mundo moderno, como invenção da prensa, revolução científica e democracia que redimensionam o papel dos saberes orientados para organização, representação e apropriação do conhecimento e eclodem no oitocentos. O objetivo geral é reconstituir a epistemologia histórica dos estudos de representação temática no âmbito da epistemologia da organização do conhecimento, tendo como foco central de análise os acontecimentos do século XIX, seus antecedentes e suas perspectivas abertas. Como objetivos específicos, propõe-se questionar as origens de uma teoria da indexação; problematizar as transformações políticas, sociais e filosóficas do oitocentos como potenciais elementos para mutação da organização do conhecimento; reconhecer a relevância contextual das ideias e das publicações oitocentistas sobre representação temática. O métodoempregado responde pelo estudo bibliográfico e pela análise epistemológica. Busca-se...

O conceito de confiança em epistemologia do testemunho: distinguindo confiar de fiar-se

Ketzer, Patricia
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.11%
Confiança é um conceito indispensável quando pensamos o ser humano interagindo com outros sujeitos, pois auxilia-nos a pensar a ordem política e a cooperação social. Mas está longe de possuir uma definição única. A procura por uma definição mostrou-nos ser necessário retornar às origens do conceito, na busca por compreender seu uso em Epistemologia. Na Filosofia Moral estabelece-se uma distinção entre duas formas de confiar: 1) a confiança (trust), que se caracteriza por ser uma relação interpessoal mais profunda, a qual envolve boa vontade e vulnerabilidade; 2) a fiabilidade, um tipo de confiança mais básica no funcionamento do mundo e das coisas. O conceito de confiança torna-se relevante em Epistemologia quando passamos a considerar a transmissão de conhecimento por testemunho. A principal questão é quando podemos confiar em outras pessoas para adquirir conhecimento com base em seus atos de fala. Não há como debater testemunho sem considerar o problema da confiança. Mas, o conceito tem sido utilizado de modo inadequado. Os aspectos morais não contribuem para o cenário epistêmico. Todavia a desconsideração desses aspectos descaracteriza o conceito, reduzindo-o à fiabilidade. Defendemos que, por parcimônia...

¿Es importante la epistemología de las ciencias en la formación de investigadores y de profesores en física?

Colombo de Cudmani, Leonor; Salinas de Sandoval, Julia
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2004 SPA
Relevância na Pesquisa
36.99%
En este trabajo fundamentamos la pertinencia de la epistemología en la formación de profesores en física e investigadores en física y en enseñanza de la física. También analizamos diversas experiencias realizadas a lo largo de los últimos veinte años, en las que hemos participado en la incorporación de tópicos de epistemología en la formación de profesores e investigadores (Colombo de Cudmani, L., Salinas, J., Jaén, M., 2000). Estas experiencias se han desarrollado fundamentalmente en cuatro contextos: -- Curso de grado sobre «Elementos de Epistemología e Historia de la Física» (asignatura obligatoria del plan de estudios de las carreras de bachiller universitario en física y licenciado en física de la UNT); -- Diversos cursos de formación, de perfeccionamiento y de postgrado, destinados a docentes en física de diversos niveles y orientaciones educativos (en los que la dimensión epistemológica se integra funcionalmente al tratamiento de contenidos educativos o disciplinares específicos); - Cursos de postgrado sobre «Epistemología de la Física» e «Impacto Epistemológico de la Física Contemporánea» (asignaturas del plan de estudios de la carrera de postgrado de magister en Enseñanza de las Ciencias --Área Física-- de la UNT); - Curso de postgrado sobre «Modelos de Aprendizaje que fundamentan la Enseñanza de las Ciencias Fácticas» (asignatura del plan de estudios de la carrera de postgrado de magister en Enseñanza de las Ciencias --Área Física-- de la UNT).; In the present work...

Ethics and epistemology: warning against the "axiological neutrality" on contemporary communication research; Ética e epistemologia: alerta contra a “neutralidade axiológica” na pesquisa em comunicação contemporânea

Schneider, Marco
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 06/12/2013 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.99%
The aim of this paper is to demonstrate that a socialist ethics should be discussed within the epistemological thinking in general and in the field of communication, in particular. Intends to do so, bringing to the debate authors who point the deep linkage between the theoretical, methodological, historical and political elements of any conceivable epistemology. That does not mean neglecting the relatively autonomous development of scientific knowledge, but to emphasize precisely this relative character. Finally, careful not to blur the boundaries between these fields, the study aims to (re)open a dialogue between them.; O objetivo geral deste artigo é defender que uma ética socialista pode ser racionalmente formulada e deve ser seriamente considerada hoje em dia. Seu objetivo específico é investigar se essa ética pode revelar-se útil para o debate contemporâneo sobre epistemologia em uma abordagem global e sobre a epistemologia da comunicação, em particular. Pretende fazê-lo, trazendo para o debate, entre alguns autores mais presentes em nossas bibliografias, como Morin, Bourdieu e Martino, alguns pensadores menos citados entre nós, como Mészáros e Zizek, ou mesmo não conhecidos de todo, como Ilyenkov, que apontam a profunda ligação entre os elementos teóricos...

Entre a Retórica e a Filologia: do pragmatismo ao humanismo na epistemologia da Ciência da Informação; Between Rhetoric and Philology: from humanism to pragmatism in Information Science epistemology

Saldanha, Gustavo Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Identifica e discute a presença do humanismo na epistemologia da Ciência da Informação. Analisa o desenvolvimento contemporâneo do discurso epistemológico informacional e apresenta o pragmatismo, enquanto filosofia e método, como via que conduz o campo à recuperação dos elementos do olhar humanista sobre a realidade. Define a noção de humanismo a partir de um enfoque disciplinar, tendo Filologia e Retórica como duas matérias que definem o conceito geral do movimento e da tradição humanista. A partir de uma hermenêutica da linguagem da produção científica na Ciência da Informação interpreta as abordagens que recuperam os elementos identitários do conceito de humanismo no campo informacional. Conclui que o desenvolvimento epistemológico da Ciência da Informação se direciona no horizonte dos métodos de intervenção que se fundamentam entre a Retórica e a Filologia. Aponta as possibilidades teórico-metodológicas de reconhecimento do humanismo na epistemologia informacional.; Discusses the presence of humanism in the epistemology of Information Science. Examines the contemporary development of the pragmatism discourse in information studies. Defines the notion of the humanism and approaches philology and rhetoric as two areas that define the general concept of the traditional humanism. Concludes that the epistemological development of information science is directed at the horizon of the intervention methods that are based between the rhetoric and philology. It points theoretical and methodological possibilities of recognition of humanism in epistemology informational.

Epistemologia crítica do turismo: que é isso?; Epistemología critica del turismo ¿Qué es eso?¹; Critical epistemology of tourism, what is that?

Nechar, Marcelino Castillo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
36.99%
Este trabalho tem o interesse em mostrar as armadilhas que tem vivido a academia do turismo em sua polêmica e tão buscada cientificidade nos estudos de seus fenômenos. São abordados as visões neofuncionalistas e neoestruturalistas que redefinemo discurso economicista e produtivista oficial do turismo; a proposta de uma visão crítica reflexiva da epistemología do turismo; e diretrizes para reformular os processos educativos, a partir dos quais se deve fomentar este tipo de pensamento na formação do futuro profissional em turismo.; El presente trabajo se interesa por mostrar el entrampamiento que ha vivido la academia del turismo en su polémica de la tan buscada cientificidad o disciplinariedad de esto que llamamos turismo; las visiones neofuncionales y neoestructurales que refuncionalizan el discurso economicista y productivista oficial del turismo; la propuesta de una visión crítica reflexiva de la epistemología del turismo y la apuesta para reformular los procesos educativos desde donde se debe fomentar este tipo de pensamiento en el futuro egresado del turismo.; This paper is concerned with showing the entrapment which has experienced the academy of tourism in their long-sought controversy or scientific disciplinarity of this thing called tourism; the neo-functionalist views that refunctionalized neo structural economist and productivist discourse official tourism; the proposal of a critical reflexive epistemology of tourism and a commitment to reshape the educational process should be encouraged where this kind of thinking in the future graduates of tourism.

Epistemologia pluralizada e história da psicologia

Abib, José Antônio Damásio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Tomam-se, aqui, obras de Wilhelm Wundt e William James para mostrar que a psicologia nasce como projeto científico no final do século XIX. Esse projeto diferencia psicologia como ciência de psicologia como metafísica. Dessa perspectiva, a história da psicologia é concebida como história da psicologia científica e a pré-história da psicologia é concebida como história da psicologia metafísica. Mas as concepções de ciência de Wundt e James são diferentes. Da perspectiva da epistemologia unitária, a psicologia não se constitui como ciência. Nesse caso, a história da psicologia é concebida como pré-história dessa disciplina e sua história como ciência só começará se ela adquirir unidade. Da perspectiva da epistemologia pluralizada, a história da psicologia é história da cultura, o que significa dizer que é história das tradições de pensamento psicológico e filosófico e, também, história das ideias. Conclui-se que, da perspectiva da epistemologia pluralizada, epistemologia e história da psicologia adquirem uma perspectiva antropológica, o que equivale a dizer que a pré-história da psicologia não existe, e que a história dessa disciplina pode começar em qualquer época e lugar. E, finalmente...

Training of teachers for teaching and research: report on the experience of the discipline Epistemology and Information Science; Formación de profesores de enseñanza y investigación: informe sobre la experiencia de la epistemología y la disciplina Ciencias de la Información; Formação de mestres para docência e pesquisa: relato da experiência da disciplina Epistemologia e Ciência da Informação

Varela, Aida; Gomes, Henriette Ferreira
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
The paper presents an experience report at the level of postgraduate teaching in the discipline Epistemology and Information Science, whose objectives are to provide students with the knowledge of the meaning of epistemology, its relation to science, the Information Science theoretical and epistemological bases, their objects of study and research trends in contemporary society. The content and practices of teaching and learning had been distributed in a logic way as a cognitive trajectory, towards the collective construction of knowledge, subsidizing the research epistemological framework from which the dissertations will be produced, ensuring a more consistent contribution to the strengthening and consolidation of the area. The program of the course consisted by four blocks in order to promote discussion of the concepts of epistemology, the relationship of epistemology to information science, the main classical authors in the area and the identification and placement of the students researches in the Working Groups (WG) of the National Association for Research and Graduate Studies in Information Science (ANCIB), with research trends perceptions in Brazil.; Es el relato de experiencia en la enseñanza de la Ciencia Epistemología e Informática...