Página 1 dos resultados de 2400 itens digitais encontrados em 0.073 segundos

Investigando concepções de língua e cultura no ensino de inglês na escola pública segundo as teorias de letramento; Investigating conceptions of language and culture in English teaching in public schools according to theories of literacies

Marreiro, Samara de Cassia Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
106.04%
A presente pesquisa apresenta uma investigação sobre as concepções de língua e cultura decorrentes dos discursos e das práticas de ensino de duas professoras de inglês da escola pública regular de ensino formal. Os registros desta investigação são analisados sob uma perspectiva metodológica qualitativo-interpretativa de caráter etnográfico (GEERTZ, 1978; ANDRÉ, 2008) e servem como insumos para a reflexão e discussão sobre o tema segundo a perspectiva das teorias educacionais dos novos letramentos e multiletramentos. Tais discussões levam em conta as mudanças da sociedade atual (COPE; KALANTZIS, 2000), a influência da globalização (BAUMAN, 1998; HALL, 1992; SUÁREZ-OROZCO, M.M. & QIN-HILLIARD, 2004), mudanças epistemológicas (LANKSHEAR; KNOBEL, 2003; MORIN, 2000; MONTE MÓR 2002, 2008, 2009a), e a ênfase no caráter educacional, cultural e crítico do ensino de línguas estrangeiras na educação formal (OCEM-LE, 2006). Diante das análises decorrentes das observações de aulas, das entrevistas e conversas informais com as professoras, dos questionários respondidos pelos alunos e da análise de documentos, pudemos identificar concepções que evidenciam elementos atribuídos a noções ditas tradicionais de conceber língua e cultura...

O ensino de línguas adicionais na modalidade a distância : a elaboração do Manual do Professor CEPI

Lemos, Fernanda Cardoso de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106%
Este trabalho busca tratar de dois temas principais: ensino de línguas adicionais na modalidade a distância e formação de professores. Mais especificamente, o interesse de investigação desta monografia recai sobre a formação de professores nas práticas pedagógicas cotidianas no curso CEPI, Curso de Espanhol-Português para Intercâmbio, que tem como objetivo preparar o estudante para a experiência de intercâmbio e antecipar sua participação linguística, cultural e acadêmica na universidade e no país de destino, criando um contexto a distância para o uso da língua para compartilhar com colegas a resolução de tarefas diretamente relacionadas ao intercâmbio (SCHLATTER, BULLA & GARGIULO, 2009). Visto que uma das questões relacionadas à modalidade a distancia que impacta diretamente nas práticas pedagógicas do professor é sua capacitação técnica e o conhecimento do ambiente virtual de aprendizagem, busco contribuir para a formação de novos professores CEPI, a partir do processo de elaboração de uma ferramenta voltada para auxiliar suas práticas: um manual do professor que responda a questionamentos técnicos e administrativos do ambiente virtual e também discuta as práticas pedagógicas nessa modalidade de ensino. Para tanto...

Daquilo que sabemos : pesquisa metateórica sobre abordagem de ensino de línguas

Freitas, Mirelle da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
116.07%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, 2013.; No intuito de delinear uma agenda da pesquisa aplicada no Brasil, especialmente no que se refere ao construto abordagem, este trabalho parte de uma perspectiva histórica dos estudos realizados sobre o tema no país desde a década de noventa. Para tanto, utilizou-se a metodologia da metapesquisa, sob o paradigma qualitativo, que possibilita o cruzamento de dados de diversos estudos interpretativos a fim de traçar um panorama do estado da arte e as práticas de sala de aula bem sucedidas (ou não), além de apontar novos caminhos para a pesquisa nacional. Inicialmente, foi feito um levantamento da produção acadêmica nos programas de pós-graduação brasileiros (LA), em seguida resenhou-se com sentido cronológico e de nucleaçãoas pesquisas de linguistas aplicados brasileiros acerca de aquisição/aprendizagem e ensino de línguas, observando, especialmente, a teorização sobre a abordagem de ensino e aprendizagem de línguas. Este percurso permitiu identificar os pesquisadores brasileiros dedicados ao estudo dessa questão neste período...

Sociolinguística : o ensino de uma língua para uso real

Apolinário, Ana Cláudia Cadete Leitão
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.97%
O ensino de línguas tem sofrido grandes alterações ao longo dos anos. De uma abordagem essencialmente linguística, que visava sobretudo o léxico e as estruturas gramaticais que permitissem o bom funcionamento da língua passou-se para uma abordagem que inclui a parte social da língua. Sem desmerecer o papel que a gramática e o léxico desempenham na aprendizagem de qualquer língua, a situação efetiva de comunicação passou a desempenhar um papel preponderante. Trata-se, sobretudo, de munir os aprendentes com ferramentas que lhes permitam realizar uma comunicação efetiva, adequando o seu discurso perante condicionantes relacionadas com as caraterísticas culturais próprias de cada língua. O nosso projeto teve como principal objetivo a implementação de estratégias que permitissem aos alunos valorizar a componente sociolinguística nas aulas de língua estrangeira.; Language teaching has gone through several changes throughout the years. There has been a change from an essentially linguistic approach which prized lexical and grammar structures so as to allow a proper language use to a different approach which would include the social side of a language. Although form is extremely important for the language learning process the real communication situation has become essential. It’s all about providing students with the correct tools which will allow them to perform an effective communication act by adjusting their speech to the cultural characteristics of each language. Our project’s main purpose has been to implement strategies so that students can prize the sociolinguistic component in foreign language lessons.; Mestrado em Ensino de Inglês e de Língua Estrangeira no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário

A competência sociocultural no ensino de espanhol língua estrangeira a alunos portugueses (nível A1)

Sousa, Teresa Cristina Pereira Eloi de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
106.07%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Mestrado em Ensino de Inglês e de Espanhol no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, Universidade de Lisboa, 2011; La competencia sociocultural es parte integrante e indisociable de enseñanza y aprendizaje de cualquier lengua extranjera. Todos los elementos de referencia, ya sea para la enseñanza de lenguas en general, como es el caso del Marco común europeo de referencia para las lenguas: aprendizaje, enseñanza, evaluación (MCER), o para la enseñanza del español en particular, así lo especifican. Cuando se habla de competencia sociocultural, se habla de la activación de un conjunto de saberes que permiten hacer un uso eficaz y adecuado de la lengua en los actos comunicativos en los que el hablante participa. Son los símbolos, las creencias, los modos de clasificación, el conocimiento de las tradiciones, los presupuestos, las actuaciones y el lenguaje no verbal que, a través de un tejido de relaciones, se expresan en las interacciones comunicativas entre los individuos que hablan español. Se trata, pues, de una cultura que va desde los hitos históricos y culturales hasta los detalles más cotidianos compartidos por los hablantes de la variedad de español que se ha tomado como punto de referencia...

A literatura e o ensino de línguas não-maternas: um conflito assumido como harmonia

Pedroso,Sergio Flores
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
106.05%
Através da história do ensino de línguas não-maternas, a relação entre essa especialidade e a literatura tem sido favorecida por uma aprovação consensual cuja pertinência é questionada aqui. Tal aprovação se apresenta mais fincada no imaginário e na tradição do que em contribuições que a literatura realmente possa trazer para essa especialidade. Isso, considerando as prioridades a partir das quais as diversas teorias hoje atuantes no ensino de línguas não-maternas organizam o trabalho didático. Este trabalho discute a legitimação do funcionamento do literário nesse tipo de ensino porque considera que os próprios conceitos genéricos tradicionais de literatura com que ainda se opera não são consistentes com o que exige a prática pedagógica.

A tradução no ensino de línguas: vocabulário, gramática, pragmática ou consciência cultural?

Bohunovsky,Ruth
Fonte: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada Publicador: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
106.12%
A partir de uma leitura crítica de trabalhos acadêmicos do contexto brasileiro que versam sobre as possíveis vantagens e desvantagens do uso da tradução no ensino de línguas estrangeiras, discutimos diversos usos do termo tradução nesse âmbito, atualmente. num primeiro momento, concentramos nossa atenção em aspectos predominantemente metodológicos. Propomos uma possível divisão em quatro usos metodológicos da tradução no ensino de línguas estrangeiras. Depois, procuramos argumentar que vários trabalhos que abordam a questão da tradução no contexto de ensino de línguas estrangeiras deixam de fazer uma reflexão teórica aprofundada sobre essa atividade e, consequentemente, fundamentam sua argumentação num conceito de tradução enraizado no senso comum - e questionado há décadas por diversos estudiosos do assunto. Finalmente, sugerimos um diálogo mais intenso entre a área do ensino de línguas estrangeiras e os estudos da tradução.

Objetos de aprendizagem para o ensino de línguas: vídeos de curta-metragem e o ensino de Libras

Lebedeff,Tatiana Bolivar; Santos,Angela Nediane dos
Fonte: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
106.04%
O artigo debate o uso de vídeos de curta-metragem como Objetos de Aprendizagem para o ensino de Línguas (OALs) no processo de ensino-aprendizagem de Libras. Apresenta o conceito de Objetos de Aprendizagem e a sua ampliação para o conceito de OALs. Discute-se a produção de quatro vídeos de curta-metragem, desenvolvidos com técnicas de cinema, a partir de uma proposta comunicativa para o ensino de Libras, e o seu potencial de imersão em práticas sociais de linguagem. Conclui-se que os vídeos de curta-metragem possibilitam aos alunos uma imersão em práticas sociais de linguagem, considerando-se que estão situados em contextos sócio-histórico-culturais, e apresentam interações em Libras em situações reais de comunicação, constituindo-se em OALS.

A utilização de uma abordagem comunicativa no ensino de inglês em turmas de adolescentes do ensino médio.; Using a communicative approach in the teaching of english in classrooms of adolescents in high school.

Lima, Rosangela Nunes de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Linguística; Literatura Brasileira; Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.13%
English is used by enormous number of people in the world, and most learners of English can be found in monolingual classes in Brazil, where all the students share a common language Portuguese. It has been a practical concern throughout history the reflection on finding more efficient and more effective ways of teaching languages. Many theoreticians in the field of Applied Linguistics have worked on research to provide a background for discussion of new ideas which are based on different theories of how people learn a foreign language. The objective of this work is to look for answers and instruments, in the specific field of English language teaching, in a classroom of adolescents, through the introduction of teaching materials used with a communicative approach, which will emphasize the processes of communication in a way that will help the students realize that the learning of a foreign language can be used as a real means of communication. The data were collected by recording in audio, as well as by taking field notes. This study suggests that there was a natural interest by the students in trying to communicate in English, without fear of corrections, and sometimes in starting conversations in this foreign language. Finally...

A imigração luso-brasileira na Alemanha : a mediação intercultural no ensino de português língua estrangeira enquanto estratégia de integração social

Dittmaier, Thalita Vasconcelos de Sá Moura
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
106.07%
Dissertação de Mestrado em Estudos de Língua Portuguesa - Investigação e Ensino apresentada à Universidade Aberta; Na gestão de choques culturais oriundos da diversidade do mundo globalizado, acreditamos que o ensino de línguas estrangeiras possa exercer uma função significativa em contextos multiculturais complexos como a sociedade alemã atual. Para tanto, partimos do pressuposto de que ensinar língua é ensinar cultura, do mesmo modo que circunscrevemo-nos à imigração luso-brasileira na Alemanha e ao ensino-aprendizado de língua portuguesa não materna. Alicerçado por quadros teóricos desenvolvidos no âmbito da investigação nas áreas de comunicação intercultural, o presente estudo pretende, pois, lançar um olhar sobre o ensino de línguas estrangeiras no que diz respeito à integração social. Assim, foram relacionados aspectos linguísticos e culturais, os quais são capazes de conferir um caráter ainda mais humanitário à atuação do professor de línguas, reconhecido aqui como mediador.; For a better management of cultural shocks originated from the diversity of the globalized world, we believe that language teaching can have a significant role in complex multicultural contexts such as the current German society. In this way...

As políticas linguísticas e de ensino de línguas em Timor-Leste: desafios de um contexto multilingue; Título em inglês

Carneiro, Alan Silvio Ribeiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
106.1%
O objetivo deste artigo é apresentar brevemente a situação atual do processode implementação das políticas linguística e de ensino de línguas em Timor-Leste, apartir de dados coletados em diversas fontes, principalmente documentos, e tambémpela observação direta ao longo de um ano de trabalho, da situação do ensino de línguaportuguesa no país. Para tal, este artigo aponta breves notas sobre a história da línguaportuguesa em Timor-Leste e a política linguística atual e de ensino de línguas, paraentão discutir os desafios colocados pelo contexto multilingue timorense para o desenvolvimentodo ensino das línguas nativas e oficiais.; The main aim of this paper is to present briefly the current situation of the process of implementation of Timor-Leste’s language policy and language teaching policy, based on the collection of different data, mainly documents, and also based on the direct observation, in one year of work, of the teaching situation of Portuguese language in the country. In this sense, at first is pointed out some brief notes about the history of Portuguese language in the country and the current language policy and language teaching policy, discussing at the end the challenges of the Timorese multilingual context to the development of the official and native language teaching.

Ensino de línguas e o papel da gramática

Janovic, Aleksandar
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1986 POR
Relevância na Pesquisa
106%
O presente artigo questiona o papel da gramática no ensino de línguas e objetiva passar em revista algumas questões teóricas, consideradas fundamentais: a língua como conhecimento em que interagem fatores psicológicos e sociológicos, a gramática como conjunto de regras gerais adaptáveis a contextos novos. E, de outro lado, a necessidade de encarar o processo de ensino/aprendizagem de uma língua como processo de aquisição de um instrumento de comunicação altamente contextualizado.; The author discusses how does Grammar act in language teaching. On the other hand, he tries to analyze some theoretical problems linked to psychological and sociological elements in language learning. There seems to be a growing rapprochement among theorists toward a view of grammar teaching as both a complex context-dependent skill and a wide-range set of rules, which can easily be fitted in new situations.

ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: QUANDO AS POLÍTICAS PÚBLICAS E A PRÁTICA NÃO SE ENCONTRAM

Nodari, Janice Inês; UFPR; Pedra, Nylcea Thereza de Siqueira; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 08/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
106.14%
Neste artigo pretendemos problematizar como a implementação de algumas políticas públicas têm repercutido no ensino de línguas estrangeiras e na formação de professores, especialmente de Espanhol e Inglês. Para tanto, analisamos os resultados da aplicação da Lei no. 11.161 no contexto de ensino de língua espanhola na rede estadual do Paraná, destacando como as políticas tomadas no âmbito estadual também refletem na formação inicial e continuada de professores. Em relação à língua inglesa, apresentamos o predomínio do ensino de uma habilidade, em detrimento do ensino da língua como prática social. Debruçamo-nos ainda na apresentação do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) do governo federal apontando o desencontro entre o seu pleno desenvolvimento como política de incentivo às licenciaturas e a redução da oferta do ensino de língua espanhola, resultante da reorganização das matrizes curriculares, para citar apenas um exemplo. Tomando como norteadores os documentos oficiais para o ensino de língua estrangeira, bem como os pressupostos oferecidos sobre gêneros discursivos (BAKHTIN, 2000) e letramento crítico (DUBOC, 2011), objetivamos contribuir para um debate mais amplo sobre a importância de rever as políticas públicas...

Ensino de línguas: passado, presente e futuro

Leffa, Vilson
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106%
O texto descreve as tendências históricas do ensino de línguas,envolvendo as mudanças no conceito de língua, na metodologiade ensino, no papel do professor e as relações que se estabelecementre esses três componentes. Em relação à língua, mostra odesenvolvimento de uma ênfase histórica no código, queposteriormente evolui para uma ênfase no sentido e chega à ideiade língua como ação. Em termos de metodologia, descreve amudança que ocorreu entre o conceito de método, visto comosolução universal, para o conceito de pós-método, com ênfase nocontexto de aprendizagem. Finalmente, em relação ao professor, otexto mostra como seu papel tem mudado à medida que mudamos conceitos de língua e de método, passando da subordinação aométodo para o exercício da autonomia.

Notas para uma política de ensino de línguas

Almeida Filho, José Carlos Paes de; Universidade de Brasília
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Artigo de convidado" Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
116.21%
RESUMO:O espectro de fatores coadjuvantes da formação de agentes para um ensino profissional e desenvolvido de línguas inclui uma política linguística que, por sua vez, abriga o campo das Políticas de Ensino de Línguas (Estrangeiras e Segundas) que nos interessam particularmente neste trabalho. Quando examinamos o índice obtido para o desenvolvimento do Ensino de PLE no Brasil, por exemplo, o quesito Políticas (oficiais) merece uma das mais baixas pontuações entre os catorze tomados em conta no trabalho de Almeida Filho (2007). Por que isso acontece? A situação é a mesma ou próxima a essa com referência às outras línguas de oferta no currículo escolar? O que é uma política de Ensino de Línguas e de PLE no arco de uma projetada política linguística no país? Quais os contornos de uma política de que precisamos para uso oficial e das instituições? Neste trabalho serão propostas respostas fundamentadas para essas questões atinentes a um nó que lentifica o desenvolvimento do Ensino de Línguas no país.PALAVRAS-CHAVE: Índice de desenvolvimento do ensino de uma língua estrangeira. Política linguística. Política de ensino de línguas. Políticas para o Ensino de PLE. Contornos de uma política de ensino de línguas.ABSTRACT: The range of supporting factors in the education of agents for a professional and developed teaching of languages includes language planning whose scope is wider and shelters important second and foreign language policies. For example...

Tradução e ensino de línguas estrangeiras: confluências.DOI: 10.5007/2175-7968.2011v1n27p147

Santoro, Elisabetta; Universidade de Sao Paulo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; análise teórica Formato: application/pdf
Publicado em 08/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
106.12%
Na história do ensino das línguas estrangeiras, a tradução, que durante muito tempo ocupou um lugar privilegiado, acabou sendo banida da sala de aula, porque não desenvolveria as quatro habilidades que definem a competência linguística (leitura, escrita, fala e audição), não seria uma atividade real, impediria os aprendizes de pensar diretamente na língua estrangeira e os levaria a acreditar na correspondência um a um entre duas línguas. Serão apresentados aqui argumentos contrários a essas afirmações, levando em conta as especificidades da tradução e sua intrínseca capacidade de estimular a reflexão dos aprendizes e a consciência de que nunca há equivalências perfeitas entre duas línguas diferentes.

A relação entre sintaxe e discurso no ensino de línguas estrangeiras

Pinto, Carlos Felipe da Conceição; Universidade Estadual de Campinas
Fonte: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada Publicador: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
116.04%
Os estudos em gramática funcional e gerativa vêm mostrando que a estrutura sintáticada língua está estreitamente relacionada com a estrutura informacional da sentença.Nessa perspectiva, sentenças como “Se enojó Juan” e “Juan se enojó”, do espanhol,embora apresentem o mesmo valor de verdade do ponto de vista semântico, não sãoutilizadas nos mesmos contextos discursivos, tendo-se em conta que apresentamestruturas informacionais diferentes. Este artigo tem a finalidade de discutir algunsaspectos da relação entre sintaxe e discurso no ensino de línguas estrangeirasconsiderando que, muitas vezes, línguas diferentes apresentam a mesma estruturasintática com relação à ordem de palavras, mas os contextos em que cada ordem depalavra aparece são diferentes e os aprendizes tendem a transportar a estruturainformacional da língua materna para a língua estrangeira. Na primeira parte, sãodiscutidas algumas noções pragmático-discursivas como foco-pressuposição, temarema,tópico-comentário, informação velha-informação nova, foco informativo-fococontrastivo. Na segunda parte do texto, são apresentados dados do português e doespanhol que mostram que, embora as línguas tenham em geral a mesma ordem depalavras...

O ensino de línguas estrangeiras no Brasil e a “compreensão do estrangeiro”: o papel da tradução

Bohunovsky, Ruth; Universidade Federal do Paraná
Fonte: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada Publicador: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
106.07%
A tradução está perdendo o estigma de não combinar com o ensino/aprendizagem de uma língua estrangeira. Porém, ainda há poucas reflexões sobre os diferentes usos didáticos e metodológicos da tradução nesse contexto. O Quadro Europeu Comum representa uma base interessante, entretanto limitada, para se pensar sobre o papel da “mediação linguística” no ensino de línguas estrangeiras no Brasil. Neste artigo, discutimos as diferenças entre a situação europeia na qual e para a qual o Quadro foi desenvolvido e o contexto brasileiro onde esse documento vem ganhando influência. Partindo da definição da “compreensão do estrangeiro” – nos moldes teóricos propostos por Claus Altmayer (2004) – como sendo um objetivo didático, discorremos sobre o uso de atividades tradutórias num sentido mais amplo do que o proposto no Quadro, levando em consideração as especificidades brasileiras de ensino. Com base nessa discussão, sugerimos reflexões e pesquisas mais abrangentes sobre a complexidade do ato tradutório e os benefícios da tradução no ensino de línguas estrangeiras no nosso país.

O papel do professor de línguas como um agente interculturalista e humanizador em um contexto de ensino de português língua estrangeira: implicações para a formação docente

Kfouri-Kaneoya, Marta Lúcia; Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Fonte: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada Publicador: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
106.11%
ResumoNeste artigo, discutimos a formação de professoras de línguas atuantes em um projeto de extensão de português língua estrangeira (PLE), oferecido a estrangeiros inseridos em um contexto brasileiro de imersão acadêmica. Propomo-nos a investigar o papel do professor de línguas, a partir de uma diretriz comunicativo-humanizadora de ensino/aprendizagem. Os dados da pesquisa constituem-se de reuniões pedagógicas gravadas, realizadas semanalmente entre a coordenadora e professores do projeto, no sentido de se analisar o processo de reflexão docente em busca da promoção de uma prática humanizadora em sala de aula, do bem-estar, da valorização de uma comunicação criativa, do esclarecimento dos choques culturais e do desenvolvimento de uma competência linguístico-cultural nos estrangeiros aprendizes de PLE. Tais reuniões são tomadas como ambiente potencial para a formação inicial docente crítico-humanizadora de professoras de PLE, já que sua formação acadêmica não contemplou a possibilidade de atuarem no ensino de sua língua materna como estrangeira. Os resultados também sugerem que as práticas discursivas das professoras podem, de fato, promover um ambiente humanizador de ensino/aprendizagem de PLE.Palavras-chave: português língua estrangeira; contexto acadêmico; formação intercultural e humanizadora do professor de línguas AbstractIn this article...

A TRADUÇÃO NO CENÁRIO DO ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

Gomes, Almir Anacleto de A.
Fonte: Cultura e Tradução Publicador: Cultura e Tradução
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
106.05%
O uso da tradução e/ou língua materna no ensino de língua estrangeira é um tópico que merece uma reflexão mais aprofundada do mesmo na área de ensino aprendizagem de língua estrangeiras, pois se trata de uma área que apesar de polêmica não tem uma posição consolidada. Este artigo tem o propósito de provocar questionamento e reflexões a respeito desse uso da tradução no ensino de língua estrangeira, através de um panorama dos métodos e abordagens de ensino de língua estrangeira e sua relação com a tradução e língua materna (RICHARDS & RODGERS, 2001), uma breve exposição da abordagem funcionalista da tradução (NORD, 2000; BRANCO, 2011, CACHO & BRANCO, 2011; SANTOS & FERNANDES, 2011). Expõe-se então, a relação da tradução e o ensino de língua estrangeira com base em (FERREIRA, 1999; LUCINDO, 2006; SANTOS, 1997; GOMES, 2008). Para fins de conclusão, aponta-se o quadro atual da questão do ensino de línguas estrangeiras e o uso da tradução ou língua materna.