Página 1 dos resultados de 10373 itens digitais encontrados em 0.037 segundos

Perspectiva CTSA (ciência, tecnologia, sociedade e ambiente) no ensino das ciências - Concepções e práticas de professores de ciências

Parreira, Sofia; Pires, Delmina
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
95.96%
Numa sociedade marcadamente influenciada pelo desenvolvimento científico e tecnológico, com fortes repercussões na sociedade/ambiente, a Educação Científica torna-se uma necessidade para todos, exigindo cidadãos críticos e capazes de tomar decisões e resolver problemas de forma fundamentados e esclarecida. É neste contexto que a abordagem integrada da ciência, nas suas relações e interações com a tecnologia, a sociedade e o ambiente é considerada uma das linhas mais inovadoras e orientadoras do ensino. Na comunicação iremos evidenciar resultados do questionamento aos professores de Ciências do distrito de Bragança, que permitiram concluir que a maioria considera importante, e dizem ter um conhecimento razoável da perspectiva CTSA de Ensino das Ciências, embora não saibam justificar porquê, nem reconheçam muitos dos objectivos pretendidos com esta abordagem da ciência. Ou seja, os professores parecem ter alguma noção sobre a importância CTSA no Ensino das Ciências, mas depois verifica-se desconhecimento das suas vantagens na aprendizagem e no desenvolvimento dos alunos, bem como da forma de a implementar na sala de aula. Ainda segundo os professores inquiridos, apesar das vantagens reconhecidas, existem alguns constrangimentos à implementação desta perspetiva de ensino...

Supervisão de práticas lectivas no ensino das ciências em contexto europeu : um estudo em parceria a distância

Sousa, Arminda Maria Malho Santos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.97%
O Ensino das Ciências deve envolver e respeitar os alunos, ter em conta as suas características e interesses, as suas motivações, as suas dificuldades, os seus desempenhos e respectivos pontos de vista. Torna-se essencial desenvolver actividades que valorizem contextos não estritamente académicos, mas que surjam por necessidade de encontrar respostas para problemas do quotidiano. É importante conhecer, conceber e implementar estratégias de ensino e de aprendizagem que promovam nos alunos o desenvolvimento de competências cognitivas e socio-afectivas e de atitudes, que se adeqúem a situações do dia-a-dia. Assim, torna-se fundamental entender qual o grau de envolvimento dos alunos na aprendizagem das Ciências e que estratégias devem ser implementadas para fomentar o interesse pela aprendizagem das Ciências. Ao relatar o processo de concepção, implementação e reestruturação de estratégias didácticas, concebidas em parceria, em contexto online, envolvendo dois contextos educativos distintos e distantes emergiu o processo de reflexão sobre a prática que consubstanciou a interacção entre o pensamento e a acção. Neste projecto explanou-se a dimensão colaborativa, auto-reflexiva e autoformativa no desenvolvimento profissional da professora-investigadora e respectiva colega da República Checa atribuindo especial ênfase à auto- e hetero- supervisão das práticas lectivas...

Acontecimentos reais como estratégia para o ensino das ciências no 1º ciclo do ensino básico

Sá, Emília Malta Pinto de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.01%
O conhecimento científico crescente, a evolução das sociedades, bem comoo desenvolvimento das tecnologias reflectem-se na via diária do ser humano. A actividade humana continua a degradar de forma irremediável o ambiente noqual estamos inseridos e existe um grave risco de que a capacidade doplaneta para renovar os recursos naturais seja insuficiente para atender àsnecessidades das futuras gerações. Como tal, torna-se urgente que nas actuais sociedades democráticas, os jovens actuem como cidadãosinformados, capazes de tomar decisões de uma forma responsável, numacomunidade crescente que assume a ciência e a tecnologia como elementosreferenciais da sociedade do tempo presente e futuro e que desafia aeducação, formal e não formal, a desempenhar um papel activo na formaçãopara uma cidadania mais ampla que exige que os cidadãos compreendammelhor tais questões para poderem exercer um papel regulador na preservação ou reposição de equilíbrios entre a herança natural e social e odesenvolvimento, na procura da sustentabilidade. Cada vez mais a escola tem um papel fundamental no sentido de ser capazde alertar para a intervenção dos cidadãos na sociedade. Perante estas exigências é preciso repensar as finalidades...

Potencialidades das TIC no ensino das ciências naturais : um estudo de caso

Martinho, Tânia Sofia Guímaro Romão Mateus
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
Uma sociedade em constante mudança coloca um permanente desafio ao Sistema Educativo. As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) são um dos factores mais salientes dessa mudança. Assim, para além da alfabetização científica dos indivíduos também a tecnológica se revela fundamental, desde os anos iniciais de escolaridade, para o exercício de uma cidadania activa, consciente e responsável. Torna-se portanto necessário conceber estudos no terreno onde se introduzam as TIC nas abordagens didácticas, avaliando os resultados que delas decorrem. Nesta dissertação é analisado um estudo de caso, desenvolvido entre os meses de Janeiro e Fevereiro do ano lectivo 2007/08, onde se procurou determinar as potencialidades das TIC no Ensino das Ciências, nomeadamente no que se refere: (i) à motivação para a disciplina, (ii) ao desenvolvimento de competências gerais e específicas, (iii) à melhoria da aprendizagem e (iv) à melhoria da qualidade do ensino. Os alunos envolvidos faziam parte de uma turma do 7ºano de escolaridade do Ensino Básico, onde a professora de Ciências Naturais assumiu o papel de investigadora. As actividades apoiadas na utilização das TIC foram: (i) projecção de vídeos educativos; (ii) projecção de imagens em PowerPoint; (iii) elaboração de trabalhos em PowerPoint; (iv) resolução de fichas formativas digitais; (v) pesquisa na Internet; (vi) entrega do trabalho de casa utilizando o email; (vii) realização de um documentário; (viii) criação e dinamização do blogue da disciplina...

Utilização das tecnologias de informação e comunicação no ensino das ciências físicas e naturais : 3º ciclo

Gonçalo, Marina da Conceição Gonçalves
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.97%
Na Sociedade da Informação e de acordo com o Plano Tecnológico, a escola tem um papel importante no acesso às tecnologias de informação e comunicação (TIC), por parte dos seus alunos. No entanto, alguns estudos indicam que as TIC ainda não são efectivamente utilizadas nos processos de ensino e aprendizagem e quando o são, o seu uso tem muitas vezes subjacente uma perspectiva tradicional de ensino. Muitos destes trabalhos são gerais pelo que se reconhece a necessidade da realização de estudos que permitam conhecer realidades específicas. Havendo, em Portugal, uma escassez de estudos sobre as práticas de integração das TIC no ensino das Ciências Físicas e Naturais (CFN) no 3º ciclo do ensino básico, achamos de grande utilidade e relevância, efectuarmos um trabalho de pesquisa que permita conhecer as práticas e atitudes dos professores de CFN no que concerne à integração das TIC nas práticas lectivas. Pretendeu-se ainda determinar o que leva professores destas áreas a uma utilização exemplar das TIC nas suas práticas lectivas. Com estes principais objectivos estruturados, planeámos e implementámos um estudo descritivo-interpretativo, uma vez que se pretendia descrever um grupo de sujeitos, dentro de um determinado contexto. Na fase empírica foram utilizados dois instrumentos de recolha de dados. Num primeiro momento...

Panoramas atuais acerca do ensino das ciências

Bonito, Jorge
Fonte: Universidade Federal de Roraima Publicador: Universidade Federal de Roraima
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
96.06%
A obra que ora se publica constitui uma parte significativa da tese de doutorado, intitulada Concepções epistemológicas dos professores de Biologia e de Geologia do ensino básico (3.º ciclo) e do ensino secundário e o caso das atividades práticas no ensino das Ciências da Terra e das Ciências da Vida – Contributo para o conhecimento profissional e formação de professores de Ciências da Terra e de Ciências da Vida, apresentada por Jorge Bonito à Universidade de Coimbra em Janeiro de 2006, na especialidade de Formação de Professores, de que fomos orientadores, tendo sido co-orientador o Doutor Carlos Regêncio de Macedo. A sobredita dissertação pretendeu estudar dois problemas assim formulados: 1 – Que tipo de concepções epistemológicas manifestam os professores e os futuros professores de Ciências da Terra e de Ciências da Vida? 2 - Em que medida “um programa de formação didática sobre atividades práticas de campo, baseadas na resolução de problemas dirigida, poderá contribuir para desenvolver o pensamento complexo dos futuros professores?” A supramencionada tese de doutorado, distribuída por dois volumes, comportava, em consonância com o cânone da investigação em Ciências Humanas e Sociais...

A Influência das Conceções Centrais dos Professores no Ensino das Ciências no 1.º Ciclo

Correia, Marisa; Freire, Ana
Fonte: Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) Publicador: Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
95.91%
O estudo analisa a influência das conceções centrais dos professores acerca do ensino das ciências no 1.º ciclo na mudança das práticas, após o envolvimento num programa de formação. Para se atingir estas finalidades recorreu-se a uma abordagem metodológica de natureza qualitativa com orientação interpretativa. Participaram no estudo dez professoras, pertencentes a sete escolas diferentes situadas no mesmo concelho. Utilizaram-se diferentes instrumentos de recolha de dados: observação naturalista, entrevistas e documentos escritos. Os resultados evidenciaram a existência de conceções tradicionais acerca do modo de aprender dos alunos e acerca do ensino das ciências no 1.º ciclo que são consistentes com as práticas. Verificou-se, ainda, a existência de outros fatores que impedem as professoras de colocar em prática as ideias, como os seus conhecimentos, os recursos, as características dos alunos e a gestão curricular. Nas conclusões são, ainda, discutidas possíveis linhas de atuação na elaboração de novos programas de formação.

Competências associadas ao ensino das ciências no âmbito da educação Pré-Escolar e no ensino do 1º ciclo do Ensino Básico

Sardinha, Fátima Margarida Costa
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 01/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
96.01%
Mestrado (PES II), Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, 1 de Julho de 2014, Universidade dos Açores.; Dada a conjuntura do mundo atual, um mundo marcado pelo avanço das Ciências e Tecnologias e pelo aumento demográfico, torna-se imprescindível preparar os alunos, de hoje, para uma sociedade cada vez mais exigente. Desta forma, num mundo em que são muitos a concorrer para um escasso número de vagas, educadores e professores, mais do que nunca, têm de estar à altura do grande desafio que é a sua profissão. Particularmente na Educação das Ciências tem-se verificado várias falhas ao nível do seu ensino. O trabalho, que os educadores e professores têm desenvolvido com os alunos, tem ficado muito aquém das espectativas do que se pretende que seja um ensino de qualidade. Ao longo do trabalho teve-se o cuidado de fazer uma vasta revisão de literatura na área, para que estas e outras questões sejam conhecidas, refletivas e tidas em conta. Espera-se que no término de formação de educadores e professores estes sejam detentores de competências científicas e didáticas. Neste sentido, este estudo vem contribuir para a elucidação do ensino atual das Ciências na região autónoma dos Açores. Será que os futuros profissionais de educação são possuidores de competências científicas e didáticas no âmbito do ensino das Ciências? Será que estamos perante um reverso do que a literatura nos relata? Ou...

A emergência dos trabalhos práticos de genética no ensino das ciências no secundário

Jorge, Fernanda Maria da Silva Correia
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
Dissertação de Mestrado em Biologia e Geologia para o Ensino, apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; A área das Ciências e Tecnologias tem sofrido um avanço vertiginoso nos últimos anos, que não tem sido acompanhado pelo cidadão, em geral, mas desperta o interesse de toda a comunidade. Surge assim a necessidade de alfabetizar, no domínio das ciências, a população, em geral, a qual terá de começar pela escola. Uma vez que os alunos demonstram cada vez menos interesse pela área das ciências, compete aos docentes apostar na sua motivação, que pode passar pela actualização dos conteúdos programáticos e pela implementação de actividades de carácter mais experimental e prático. Dado que o trabalho experimental assume um papel primordial no ensino das Ciências, a componente prática deve ser considerada obrigatória e mesmo uma especificação clara das competências a adquirir no ensino da Biologia. A elaboração de trabalhos práticos, que não constam nos manuais escolares, recorrendo a novas técnicas de investigação na área da Genética, permite que os alunos tomem conhecimento dos avanços que se têm verificado, e desta forma fiquem motivados para a aprendizagem das ciências. Assim...

Métodos, estratégias e recursos de ensino aprendizagem de orientação construtivista: as atividades laboratoriais no ensino das ciências

Ribeiro, Ricardo André Peixoto
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente Relatório de Estágio, necessário para obtenção do grau de mestre em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, teve por base o estágio pedagógico realizado na Escola S/3 Morgado Mateus, em Vila Real. Reflete a prática letiva realizada no ensino das Ciências Naturais e no ensino da Biologia e Geologia, ao nível do 7º e 11º anos de escolaridade, respetivamente. Pretende-se com este estudo fundamentar teoricamente as opções didáticas adotadas na prática, referentes a um conteúdo da Biologia e a um conteúdo da Geologia. Pretende-se também referenciar a importância do ensino das ciências para o desenvolvimento pessoal e profissional dos alunos e expor os vários métodos, estratégias e recursos de ensinoaprendizagem utilizados, enfatizando as atividades laboratoriais. O modelo base, desenvolvido para a prática pedagógica utilizada, enquadra-se numa perspetiva construtivista de ensino-aprendizagem. É feita, também, a revisão bibliográfica de dois temas lecionados no 11º ano de escolaridade, “Sistemática dos Seres Vivos” e “Rochas magmáticas”. Neste estudo é ainda apresentada uma Fundamentação da Prática Pedagógica desenvolvida na lecionação das unidades de ensino e uma Reflexão sobre a mesma. A reflexão apresentada pretende analisar as estratégias...

Prática educativa de orientação construtivista no ensino das ciências no 3º ciclo do ensino básico e no ensino secundário: a importância do trabalho prático

Valongo, Patrícia Alexandra Pinheiro
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.01%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente Relatório de Estágio, necessário para obtenção do grau de mestre em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, teve por base o estágio pedagógico realizado na Escola S/3 S. Pedro - Vila Real, no ensino das Ciências Naturais e no ensino da Biologia e Geologia, ao nível do 7º e 11º anos de escolaridade, respetivamente. O presente relatório tem como principais objetivos: conhecer diferentes modelos de ensino e as suas implicações no processo de ensino-aprendizagem; atualizar e melhorar a prática pedagógica de ensino; fundamentar teoricamente os principais modelos, estratégias e recursos de ensino, utilizados no decorrer do estágio pedagógico na Escola S/3 São Pedro - Vila Real; aprofundar conhecimentos sobre as unidades didáticas lecionadas: “Reprodução”, “Rochas Sedimentares”, “Grandes Etapas da História da Terra” e “Sismos”, sendo apresentadas as revisões bibliográficas apenas das unidades lecionadas no 11º ano; perceber a importância do trabalho prático no ensino das Ciências; planificar unidades de ensino de acordo com as orientações para o ensino das Ciências; refletir sobre o trabalho desenvolvido...

A importância do trabalho prático no ensino das ciências: um estudo sobre a fotossíntese com alunos do 6ºano

Nogueira, Tânia Patrícia Miranda Azeredo
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.97%
Dissertação de Mestrado em Ensino do 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico; O presente Relatório de Estágio, imprescindível para a obtenção do grau de Mestre em Ensino do 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico, teve por base o estágio pedagógico realizado na Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Diogo Cão, em Vila Real. Este relatório evidencia a prática pedagógica realizada no âmbito da disciplina de Ciências da Natureza, numa turma de 6ºano de escolaridade. Pretendemos com o estudo realizado, refletir sobre a importância do trabalho prático no Ensino das Ciências. Esta reflexão assenta na perspetiva construtivista do ensino-aprendizagem, o que nos levou a ter em conta, os vários métodos, estratégias e recursos aplicados na prática pedagógica. Apresentamos também, as planificações elaboradas, as Metas Curriculares das Ciências Naturais, bem como, uma reflexão crítica sobre a prática pedagógica desenvolvida. Realizámos um estudo sobre a importância das atividades práticas no Ensino das Ciências. Este estudo permitiu-nos concluir que os alunos na sua maioria gostam de executar atividades práticas e que obtêm resultados positivos com a sua realização. Conseguimos obter um desempenho positivo e retirar uma grande lição de vida que nos fez crescer quer a nível pessoal...

Da educação em ciência às orientações para o ensino das ciências: um repensar epistemológico

Cachapuz,António; Praia,João; Jorge,Manuela
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
105.83%
No presente artigo, discute-se a construção epistemológica da Educação em Ciência como área interdisciplinar que integra, por apropriações e transposições educacionais, campos relevantes do saber, nomeadamente a Filosofia da Ciência, a História da Ciência, a Sociologia da Ciência e a Psicologia Educacional. Desenvolvem-se, em seguida, argumentos de natureza curricular e de política educativa4 que procuram clarificar, afinal, para quê e para quem a Educação em Ciência. Debruçamo-nos, necessariamente, por fim, sobre o ensino das Ciências e suas orientações preferenciais e que se perfilam como as mais congruentes com os referenciais teóricos enunciados. Note-se que esse percurso de pesquisa/teoria/prática exige reflexão, tempo, maturação de idéias, cumplicidade com a inovação e empenho na ação.

Mitos da didática das ciências acerca dos motivos para incluir a Natureza da Ciência no ensino das ciências

Acevedo,J. A.; Vázquez,A.; Paixão,M. F.; Acevedo,P.; Oliva,J. M.; Manassero,M. A.
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
105.91%
Em certas situações, a Didática das Ciências transmite como mitos algumas crenças que não estão suficientemente sustentadas pela investigação que ela própria produz. Este artigo mostra dois desses mitos relacionados com os motivos que se costumam apontar para incluir a Natureza da Ciência no ensino das ciências, como sejam a suposta relação entre a prática docente e as crenças sobre a Natureza da Ciência, e a crença de que a sua compreensão é um fator chave na hora de tomar melhores decisões cívicas em questões tecnocientíficas de interesse social. A análise que se apresenta realizou-se mediante a revisão de diversos resultados de investigações procedentes da própria Didática das Ciências e também da Psicologia das Decisões. A conclusão aponta para considerar que outros fatores influenciam mais, tornando muito menos lineares essas hipotéticas relações do que alguns especialistas pensam e mais complexa a problemática abordada.

Lições de coisas e ensino das ciências na França no fim do século 19: contribuição a uma história da cultura

Kahn,Pierre
Fonte: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Publicador: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
95.99%
Além das grandes reformas realizadas na organização institucional da escola primária, gratuidade, obrigação, laicidade, os republicanos franceses do final do século 19 quiseram operar uma profunda transformação dos conteúdos de ensino e das normas pedagógicas. As ciências experimentais foram imensamente beneficiadas com isso e se tornaram, em 1882, uma disciplina regular da escola primária com os seus programas e a sua carga horária. A lição de coisas, procedimento pedagógico pelo qual os reformadores se entusiasmaram desde 1860, ficará estreita e naturalmente associada a esse ensino. Ela é, inicialmente, de fato, uma lição de observação: onde os alunos encontrarão melhores oportunidades para observar do que nas aulas de história natural ou de física elementar? Assim, ligados entre si, o ensino das ciências e a lição de coisas têm dois aspectos, um prosaico, outro encantador. Contexto prosaico: o ensino das ciências, destinado a alunos que, na sua maioria, não conhecerão outra escola a não ser a primária, deve permanecer prático e usual. A lição de coisas convém especialmente a esse ensino porque ela trata primordialmente das realidades concretas e familiares. Contexto encantador: o ensino das ciências é um instrumento poderoso de educação intelectual...

Dinamização de uma plataforma E-learning numa escola secundária de São Tomé e Príncipe: estudo de caso no ensino das ciências

Carvalho, Isito; Gonçalves, Vitor
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
95.96%
O principal objetivo desta investigação era aferir o contributo de uma plataforma de aprendizagem no ensino secundário de São Tomé e Príncipe, mais concretamente no ensino das ciências. A integração das TIC na Educação não tem sido uma prioridade face aos constrangimentos sociais, tecnológicos, económicos, legais e políticos do país. Atualmente, as melhorias graduais na infraestrutura de comunicações, as novas reformas educativas e a perceção da importância de uma sociedade baseada na informação e nas redes digitais justifica que sejam dados passos decisivos em prol da implementação da aprendizagem eletrónica. Uma plataforma de e-learning, poderá não ser um objetivo prioritário das escolas de São Tomé e Príncipe isoladamente, mas estamos convictos de que poderá ser um objetivo comum a todas elas. Nesta perspetiva, a política governamental para as TIC na Educação poderia passar pela disponibilização de uma plataforma de aprendizagem para o ensino secundário. Sem pretender generalizar, esta é, em primeira instância, uma das conclusões deste estudo de caso. Em última instância, podemos concluir que a integração de uma plataforma de elearning open source no processo de ensino aprendizagem das ciências contribuiria significativamente para cativar e motivar os alunos. Contudo...

Professores não habilitados para o ensino das ciências naturais e suas consequências: teóricas e práticas

Santos, Maria Aparecida Alves dos
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.96%
A presente dissertação mostra uma investigação qualitativa e quantitativa sobre professores de ciências naturais da Rede Estadual de Ensino em Pernambuco. Tem como objetivo geral analisar a concepção dos professores de Ciências Naturais da rede pública estadual em Caruaru/PE, quanto ao fato de estarem lecionando disciplinas que não são da sua área de formação acadêmica. Os teóricos que deram embasamento à pesquisa empírica foram: Brzezinski (2008), Freire (2009), Perrenoud (2002), Gadotti (2010), Delizoicov (2002), Bordignon (2004) entre outros. A análise documental foi realizada a partir dos documentos oficiais do Estado que direcionam a docência no ensino Básico no Brasil: Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB-1997); Plano Nacional de Educação (PNE-2001); Parâmetros Curriculares Nacional (PCN-1997); Conferência Nacional de Educação de 2010 (CONAE-2010). Utilizou-se um questionário com o universo (119 docentes) dos professores que lecionam ciências naturais na rede púbica estadual no ensino médio no município de Caruaru/PE, com um dos objetivos mapear o número de professores que lecionam sem formação específica para o ensino das Ciências Naturais e as práticas dos 119 professores acerca do cotidiano em sala de aula. Este questionário possibilitou mapear os professores que estão fora de sua área específica de formação. Representam um total de 11 professores que corresponde a 12...

A resolução de problemas, no âmbito do ensino das ciências, em contexto pré-escolar e ensino do 1º ciclo do ensino básico

Jacob, Teresa de Jesus Benjamim
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 24/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
96%
Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico (Relatório de Estágio).; O presente documento consiste num relato reflexivo, analítico e fundamentado das práticas desenvolvidas em contexto de estágio pedagógico no âmbito das Práticas Educativas Supervisionadas I e II do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Este relatório de estágio surge como o culminar do trabalho realizado ao longo de dois momentos de estágio e procura evidenciar, de forma refletida, o processo subjacente às intervenções desenvolvidas na Educação Pré-Escolar e no 1.º Ciclo do Ensino Básico. O relatório inicia-se, de modo a sustentar as deliberações e práticas educativas assumidas, com a revisão da teoria intimamente associada à caraterização da educação, do currículo e do profissional de educação desejado para uma sociedade cujo principal alicerce é a educação de valor e para os valores. Seguidamente, apresenta-se o projeto que sustentou as práticas educativas da estagiária. Este projeto assume diversas etapas e prioridades, mas é, sobretudo, um projeto assente na reflexão constante que incita à paragem, à análise, à reflexão, ao desafio permanente e, principalmente...

Estratégias de ensino-aprendizagem de orientação construtivista aplicadas ao ensino das ciências no 11º ano de escolaridade

Rodrigues, Ana Cláudia Gonçalves
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente Relatório de Estágio, necessário para a obtenção do grau de mestre em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, teve por base o estágio pedagógico realizado na Escola S/3 Morgado Mateus - Vila Real. O presente relatório reflete o modelo de ensino e as estratégias selecionadas e aplicadas no ensino das Ciências no Ensino Secundário, bem como a fundamentação teórica que suporta a sua seleção e ainda uma reflexão crítica que pondera as vantagens e inconvenientes da sua aplicação. As estratégias aplicadas durante a prática pedagógica enquadram-se na perspetiva construtivista e inserem-se no âmbito das componentes científicas e pedagógicas, possibilitando o desenvolvimento e integração de competências nas diversas áreas do saber, possibilitando deste modo a formação integral dos alunos. Ao longo do relatório, são descritos e caracterizados os métodos usados no decorrer da prática pedagógica, nomeadamente: instrução direta, mapa conceitos, questionamento e métodos de aprendizagem cooperativa, onde se destacam: Jigsaw, Cabeças numeradas juntas e pensar – escrever – formar pares – partilhar. Procedemos ainda à caracterização dos recursos audiovisuais. Os métodos...

Estratégias de orientação construtivista no ensino das ciências: O papel do manual escolar

Cunha, Lisandra Cláudia Oliveira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.92%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente Relatório de Estágio, essencial para a obtenção do grau de mestre em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, teve por base o estágio pedagógico realizado na Escola S/3 S. Pedro – Vila Real, ao nível dos 7.º e 11.º anos de escolaridade. Com o presente trabalho pretende-se: aprofundar conhecimentos sobre as unidades didáticas lecionadas, nomeadamente “Diversidade e Unidade de Vida”, “Vulcanismo e Atividade Interna da Terra”, “Evolução Biológica” e “ Rochas Metamórficas”, embora, como exemplo, sejam apresentadas as revisões bibliográficas de apenas duas unidades; planificar unidades de ensino de acordo com as orientações para o ensino das Ciências; analisar manuais escolares de Ciências da Natureza e de Biologia e Geologia tendo como referência diversos critérios de avaliação; refletir sobre as metodologias, estratégias e atividades aplicadas ao longo do estágio na Escola S. Pedro – Vila Real e sobre os aspetos negativos e positivos inerentes ao decurso da prática pedagógica. Ao longo deste relatório são apresentadas revisões bibliográficas relativas às unidades referidas anteriormente...