Página 1 dos resultados de 4150 itens digitais encontrados em 0.044 segundos

Possibilidades de atuação para o licenciado em Psicologia nas Etecs; Possibilities of acting for the licensee in Psychology in Etecs; Posibilidades de actuación para el licenciado en Psicología en las Etecs

Pandita-Pereira, Angelina; Sekkel, Marie Claire
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Este artigo apresenta um levantamento do campo de atuação possível para o licenciado em Psicologia nas escolas técnicas estaduais de São Paulo (Etecs), buscando evidenciar a existência desse campo e provocar o debate sobre ele. Iniciamos o texto historicizando e contextualizando o ensino de Psicologia na educação profissional de nível médio. Posteriormente, apresentamos o processo de construção dos dados, que consistiu em levantamento e organização de informações disponíveis em sítios oficiais do Centro Paula Souza, identificando em quais disciplinas e cursos o licenciado em Psicologia pode ministrar aulas nas Etecs, bem como quão representativos são esses cursos na rede de ensino técnica pública estadual. Os resultados apontam um amplo campo possível de atuação para o licenciado em Psicologia, como em cursos técnicos de Administração, Marketing e Segurança do Trabalho, e sua ausência nos cursos técnicos de Enfermagem, e incitam ainda questões sobre os objetivos e as contribuições dos conhecimentos psicológicos abordados nas Etecs e sobre os fatores que determinam sua presença nesse contexto. Os resultados destacam também a necessidade de os profissionais da Psicologia fomentarem discussões quanto à licenciatura em Psicologia no sentido de avaliar as contribuições que o ensino da área pode trazer ao ensino médio profissional.

Reflexões sobre o ensino de psicologia em escolas técnicas estaduais de São Paulo; Reflections on the teaching of psychology at state technical schools in São Paulo

Pereira, Angelina Pandita
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.07%
Esta dissertação é resultado de um processo que buscou conhecer e discutir as expressões e contribuições do ensino de psicologia no campo das Escolas Técnicas Estaduais de São Paulo (Etecs) tendo como fundamentação teórico-metodológica o Materialismo Histórico Dialético. No primeiro momento, realizou-se levantamento do campo de atuação possível para o licenciado em psicologia nas Etecs, obtendo- se que em número de discentes, diversidade de cursos e porcentagem de Etecs esse campo é amplo. Posteriormente, realizou-se pesquisa de campo em uma Escola Técnica Estadual de São Paulo envolvendo: observação de espaços comuns da escola e aulas de Psicologia Organizacional (curso de técnico em Administração) e Psicologia Social (curso de técnico em Marketing); análise de documentos; conversas informais e entrevista com o docente das disciplinas observadas. O processo de análise partiu das questões construídas durante a pesquisa de campo e as significou a partir da teoria. Foi possível identificar a existência de processos potencialmente alienantes e processos potencialmente emancipatórios no ensino de psicologia, os quais são profundamente condicionados pela histórica subordinação da educação profissional às demandas ideológicas do mercado de trabalho e às condições de trabalho existentes nas Etecs...

As ideias psicologicas e o ensino de psicologia nos cursos normais de Porto Alegre no periodo de 1920 a 1950

Lhullier, Cristina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.06%
O ensino de psicologia no Rio Grande do Sul teve seu início relacionado à criação dos cursos de formação de professores primários, também conhecidos como cursos normais. No estado se destacou o papel do Instituto de Educação General Flores da Cunha, de Porto Alegre. Este instituto foi o principal centro de formação de docentes para o ensino primário e difusor de novas idéias relativas à educação, entre elas o estudo dos conteúdos psicológicos. Esta dissertação estuda a presença da psicologia nos cursos normais de Porto Alegre no período de 1920 a 1950. Aponta as diversas idéias psicológicas que influenciaram as práticas pedagógicas da época e identifica os primeiros professores que lecionaram esta disciplina. Para tanto, examina documentos oficiais, decretos-lei estaduais e federais, e publicações que introduziram e regulamentaram o ensino de Psicologia no estado. O estudo argumenta que as idéias psicológicas já se encontravam presentes nos cursos de formações de professores nas primeiras décadas de século XX, embora só comecem a aparecer como uma disciplina autônoma em 1925. E conclui que o ensino da Psicologia experimentou uma expansão a partir do final da década de 1920 que durou até meados dos anos 50...

O curso da reforma : ensino da psicologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1971-1979); The course of Reforms: psychology teaching in Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1971-1979)

Gauer, Gustavo; Gomes, William Barbosa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.04%
O ensino de Psicologia no Brasil foi fundamentalmente modificado pelo reconhecimento da profissão de Psicólogo, em 1962, e pela reforma universitária que organizou as universidades em departamentos, na mesma década. Este trabalho narra a história do ensino de Psicologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da instalação do Departamento de Psicologia em 1971 ao reconhecimento do curso de graduação em 1979, com base em dados documentais e em depoimentos de personagens envolvidos nesses eventos. Embora o ensino de Psicologia na UFRGS remonte aos anos 1940, na antiga Faculdade de Filosofia, o curso de graduação foi criado 30 anos depois, em 1973. Entende-se que o histórico do ensino de Psicologia na UFRGS reflete as condições legais e burocráticas que pautaram o Departamento e seus órgãos. Nesse período, a introdução do modelo departamental que visava integrar ensino, pesquisa e extensão deu início a uma nova etapa no ciclo que tivera início na era das cátedras.; Psychology teaching in Brazil was substantially modified when the profession was officially regulated in 1962, and, in the same decade, when the reform of higher education reorganized universities in departments. Through the collection of both documented data and accounts from people who took part in the focused events...

O ensino de psicologia na formação inicial de professores - constituição de conhecimentos sobre aprendizagem e desenvolvimento por estudantes de licenciatura

Clariza Terezinha Guerra
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
75.98%
A qualidade da formação docente pode contribuir para a melhoria da educação e escolarização. Embora esta seja apenas uma das dimensões do processo, este estudo coloca a formação inicial como um momento importante. Num contexto em que os cursos de licenciatura procuram cumprir sua função na formação de professores, enfrentando problemáticas e limitações, buscou revalidar as contribuições provenientes da relação da Psicologia com a Educação. Estabeleceu como objetivo analisar a constituição dos conhecimentos sobre aprendizagem e desenvolvimento por estudantes de cursos de licenciatura numa instituição pública de ensino superior, considerando a influência do ensino da disciplina Psicologia da Educação, partindo do pressuposto que os saberes sistematizados possuem papel importante na construção ou ressiginificação de concepções, que podem influenciar na orientação das práticas educativas. A opção metodológica procurou elementos nas discussões atuais sobre a produção de conhecimento e sobre a pesquisa das ciências humanas, mas, sobretudo, nos fundamentos da abordagem histórico-cultural da Psicologia. (...continua); A teacher’s graduation quality may contribute to the improvement of education and schooling. Although it is just one of the dimensions of the process...

As politicas educacionais e o ensino de psicologia no ensino medio : uma analise da implementação na rede publica estadual de Maringa, Pr. (1999-2002)

Rosane Gumiero Dias da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
86.11%
Esta pesquisa originou-se, em nossa trajetória de vida profissional, da preocupação a respeito das contribuições que a disciplina de Psicologia pode oferecer para o jovem que está cursando o nível médio. Esta questão tornou-se veemente ante as mudanças ocorridas nas políticas educacionais após a vigência da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei n. 9.394/96 - que, entre outras implementações, reestruturou e implantou os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Nesse processo, a disciplina de Psicologia não foi contemplada como efetiva no currículo desse grau de ensino. No entanto, alguns conceitos ?soltos? da ciência psicológica foram utilizados para permear fundamentos e princípios dos Parâmetros Curriculares, direcionando o jovem para determinadas formas de pensar e adquirir hábitos. Acreditamos sim, na importância da Psicologia ao desenvolvimento e formação do aluno de Ensino Médio, no entanto, como uma disciplina efetiva, com um programa curricular direcionado a esta população e à realidade atual. Com esta perspectiva, é que o Colégio Estadual Gerotto dos Reis, pertencente ao Núcleo Regional de Ensino de Maringá, (mediante um Projeto de Extensão, via Universidade Estadual de Maringá...

O curso da reforma: ensino de psicologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1971-1979)

Gauer,Gustavo; Gomes,William Barbosa
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
76.03%
O ensino de Psicologia no Brasil foi fundamentalmente modificado pelo reconhecimento da profissão de Psicólogo, em 1962, e pela reforma universitária que organizou as universidades em departamentos, na mesma década. Este trabalho narra a história do ensino de Psicologia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da instalação do Departamento de Psicologia em 1971 ao reconhecimento do curso de graduação em 1979, com base em dados documentais e em depoimentos de personagens envolvidos nesses eventos. Embora o ensino de Psicologia na UFRGS remonte aos anos 1940, na antiga Faculdade de Filosofia, o curso de graduação foi criado 30 anos depois, em 1973. Entende-se que o histórico do ensino de Psicologia na UFRGS reflete as condições legais e burocráticas que pautaram o Departamento e seus órgãos. Nesse período, a introdução do modelo departamental que visava integrar ensino, pesquisa e extensão deu início a uma nova etapa no ciclo que tivera início na era das cátedras.

O ensino da Psicologia no século XIX na cidade de São Paulo

Massimi,Marina
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1992 PT
Relevância na Pesquisa
85.93%
O objeto do trabalho é a Psicologia transmitida e elaborada em instituições de ensino da cidade de São Paulo no século XIX (até 1870). O material documentário,levantado nos acervos de tais instituições e considerado interessante para o tema da pesquisa foi consultado, reproduzido ou transcrito,e selecionado, procurando-se identificar, entre outras coisas, sua importância e difusão na época.

Ensino de Psicologia: limites do atual paradigma e a complementaridade do paradigma da complexidade

Magalhães,Solange Martins Oliveira
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
75.97%
O presente artigo, de natureza teórica, tem por objetivo trazer ao debate acadêmico a importância da articulação do paradigma da complexidade ao ensino de Psicologia. Destacamos essa interlocução como inovadora no contexto da formação docente. Enfatizamos alguns limites do paradigma atual e a complementaridade do paradigma da complexidade ao Ensino de Psicologia. Essa reflexão frente à prática formadora marca a busca de novas bases epistemológicas que estimulem a (trans)formação dos sujeitos pessoal e coletivamente. Longe de dar respostas prontas e acabadas, lançamos mão da condição de análise crítica e reflexiva, postura que visa à reestruturação dos caminhos percorridos pela Psicologia na formação docente.

Formação em Psicologia no Brasil: um perfil dos cursos de graduação

Lisboa,Felipe Stephan; Barbosa,Altemir José Gonçalves
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.94%
Para caracterizar os cursos de graduação em Psicologia no Brasil, efetuou-se um estudo documental utilizando informações de domínio público contidas no Cadastro das Instituições de Ensino Superior do Ministério da Educação. Dos 396 cursos identificados, em sua totalidade presenciais, grande parte se encontra em instituições universitárias privadas com fins lucrativos localizadas predominantemente em cidades no interior do País e na Região Sudeste. Majoritariamente, funcionam em turnos parciais, têm duração de 10 semestres e carga horária de cerca de 4.000 horas, adotam o regime letivo semestral e, nas avaliações nacionais, obtiveram o conceito médio. Evidencia-se uma enorme, rápida e desordenada expansão dos cursos de graduação, especialmente a partir da década de 1990. Alerta-se, dessa forma, para que sejam tomadas medidas urgentes no sentido de aliar quantidade e qualidade no ensino da Psicologia no Brasil.

Possibilidades de atuação para o licenciado em Psicologia nas Etecs

Pandita-Pereira,Angelina; Sekkel,Marie Claire
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.02%
Este artigo apresenta um levantamento do campo de atuação possível para o licenciado em Psicologia nas escolas técnicas estaduais de São Paulo (Etecs), buscando evidenciar a existência desse campo e provocar o debate sobre ele. Iniciamos o texto historicizando e contextualizando o ensino de Psicologia na educação profissional de nível médio. Posteriormente, apresentamos o processo de construção dos dados, que consistiu em levantamento e organização de informações disponíveis em sítios oficiais do Centro Paula Souza, identificando em quais disciplinas e cursos o licenciado em Psicologia pode ministrar aulas nas Etecs, bem como quão representativos são esses cursos na rede de ensino técnica pública estadual. Os resultados apontam um amplo campo possível de atuação para o licenciado em Psicologia, como em cursos técnicos de Administração, Marketing e Segurança do Trabalho, e sua ausência nos cursos técnicos de Enfermagem, e incitam ainda questões sobre os objetivos e as contribuições dos conhecimentos psicológicos abordados nas Etecs e sobre os fatores que determinam sua presença nesse contexto. Os resultados destacam também a necessidade de os profissionais da Psicologia fomentarem discussões quanto à licenciatura em Psicologia no sentido de avaliar as contribuições que o ensino da área pode trazer ao ensino médio profissional.

Formação em Psicologia no contexto das diretrizes curriculares nacionais: uma discussão sobre os cenários da prática em saúde

Poppe,Andrea Regina Soares; Batista,Sylvia Helena Souza da Silva
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
95.98%
Este artigo analisa as contribuições que os cenários da prática em saúde, na graduação em Psicologia e na perspectiva das Novas Diretrizes Curriculares, oferecem à formação. A pesquisa foi desenvolvida na perspectiva da pesquisa qualitativa e envolveu dois cursos de Psicologia em universidades situadas na Baixada Santista/SP. Utilizou-se para o desenvolvimento da pesquisa as técnicas de entrevista semiestruturada com 13 professores e 4 alunos, grupos focais com 14 alunos e análise documental dos projetos dos cursos, disponíveis online, para produção dos dados. No campo da análise de dados, privilegiou-se a análise de conteúdo. Os resultados revelaram que mudanças nas diretrizes curriculares para o curso de Psicologia foram consideradas positivas, com destaque para a inserção dos alunos em cenários da prática a partir dos primeiros anos e a possibilidade de cada instituição poder escolher as ênfases, e indicam, também, a necessidade do aprofundamento da discussão acerca de uma formação mais generalista bem como de uma prática psicológica mais pautada nos princípios do SUS. As análises empreendidas permitiram aproximar focos que ainda demandam aprofundamento e novas investigações, revelando a contemporaneidade do tema e sua complexidade no contexto não apenas das transformações no ensino da Psicologia como também das mudanças na educação superior do País.

História da Psicologia no Brasil: uma narrativa por meio de seu ensino

Vilela,Ana Maria Jacó
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
86.05%
O texto pretende apresentar uma história da Psicologia no Brasil relacionando-a às tramas de períodos históricos vividos pelo País, procurando mostrar, em cada um deles, como ocorreu o ensino e a difusão dos saberes psi. Nesse sentido, faz a opção por uma história local, ou história nativa, pois, como Certeau aponta, reconhece a particularidade do lugar de onde se fala, a partir de que posição - social ou geográfica - o pesquisador se pronuncia. O texto tem, pois, um caráter ensaístico, e é um subproduto de leituras e pesquisas sobre a história da Psicologia no Brasil. O texto parte do Brasil colônia e do ensino jesuítico, desenvolvido nos seminários e nos colégios e difundido principalmente através de pregações, explora as teses de Medicina no século XIX, ao mesmo tempo produto do ensino e difusão do conhecimento psicológico entre nós, detém-se nos manuais de Psicologia voltados para as Escolas Normais e ressalta a importância da Biblioteca de Educação no sentido de divulgar a Psicologia nos anos 30. Finalmente, discorre sobre as primeiras obras voltadas para o ensino de Psicologia nos recém-criados cursos nos anos 1950 a 1970 e sobre as formas de difusão do novo campo do saber em um momento já de institucionalização.

Modos de ensinar e conhecer Historia da Psicologia

Matos,Rosângela Luz
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
Este artigo parte do relato de uma experiência profissional na docência para problematizar o ensino de História da Psicologia na formação de psicólogos. O percurso argumentativo descreve as circunstâncias e os questionamentos que contribuíram para o desenvolvimento de metodologias fundadas na perspectiva genealógica de ensinar e conhecer psicologia. A análise da experiência enfatiza a potência ético-política presente nas atividades de ensino de História da Psicologia, no conjunto das práticas disciplinares dos currículos de graduação para formação de psicólogos.

A presença da produção científica em psicologia na formação de psicólogos do Rio Grande do Norte

Costa, Joyce Pereira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.97%
The present research aimed to analyze the presence of national scientific production in undergraduate studies in Psychology of Rio Grande do Norte. Therefore, the bibliographical references contained in education plan of subjects linked to the common center of the courses, which were taught in 2011 in three Psychology courses of the state, were focused. The analysis of the material was based on bibliographical and contextual aspects of the production, such as year, nationality, type of material, authorship (including the link of authors to PPGs), structuring axis of the subject in which it was mentioned, among others. The results showed that the national production is predominant in all courses, and they are, mostly, originated from PPGs of Psychology. Among these, the publications resulted from programs in Southwest, with emphasis to PUC-SP, are recent (mostly from 2000s) and they are predominantly composed by books (organizations and full texts). Regarding the distribution of Psychology PPGs production by the structuring axes, it is observed that it surpasses the foreign production only in axis C (procedures of scientific investigation and professional practice) and axis F (professional practices). Accordingly, it is concluded that Psychology production is found in graduation...

O ensino da leitura e da escrita no 1º ano de escolaridade: os resultados dos alunos em leitura

Gaitas, Sérgio Miguel Protásio
Fonte: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.03%
Tese de Doutoramento em Psicologia Aplicada, Área de especialidade Psicologia Educacional; O presente estudo teve como objetivo caracterizar as práticas de ensino da linguagem escrita em Portugal e perceber o seu impacto na aquisição da leitura no final do 1º ano de escolaridade. A primeira etapa deste estudo correspondeu a um estudo descritivo e comparativo com o realizado por Fijalkow (2003) em França. A partir da resposta a um questionário de 883 professores foi possível verificar que os professores dos dois países se aproximam no que diz respeito aos aspetos metodológicos do ensino da leitura e à avaliação da leitura e da escrita dos alunos. Contudo, os professores portugueses dizem utilizar com maior frequência do que os professores franceses, atividades a partir de livros infantis, outros materiais para além do manual e diferentes propostas de escrita. Na segunda etapa deste estudo, o questionário utilizado foi validado através da sua estrutura fatorial e foram utilizados os fatores revelados para a realização de uma análise hierárquica de clusters. Esta análise revelou três grupos de professores: a) um grupo de professores que centra as suas práticas no ensino do código da linguagem escrita (unidades curtas); b) um grupo que realça a construção de significado na interação com o material escrito (unidades longas); c) e um grupo de professores que reúne nas suas práticas características de ambos os grupos referidos anteriormente (unidades diversificadas). A terceira etapa realizada diz respeito à validação das respostas do questionário através da observação de sala de aula. Foram selecionados 5% dos professores de cada um dos três grupos constituídos (N=42). Cada professor foi observado duas vezes durante 60 minutos em situações escolhidas por si como situações privilegiadas para o ensino da linguagem escrita. Através da utilização de uma grelha de observação que divide as atividades desenvolvidas em atividades que remetem para o código ou para o significado...

O ensino da Psicologia no século XIX na cidade de São Paulo

Massimi, Marina
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1992 POR
Relevância na Pesquisa
85.93%
O objeto do trabalho é a Psicologia transmitida e elaborada em instituições de ensino da cidade de São Paulo no século XIX (até 1870). O material documentário,levantado nos acervos de tais instituições e considerado interessante para o tema da pesquisa foi consultado, reproduzido ou transcrito,e selecionado, procurando-se identificar, entre outras coisas, sua importância e difusão na época.; The object of this work is the Psychology elaborated and transmitted in education institutions in the city of São Paulo in the nineteenth century (until 1870).The documentary material, collected in the libraries of these institutions and evaluated as relevant for the purpose of the research was consulted, reproduced or transcribed, and then selected taking into account, among other things, their importance and diffusion at that time.

Modos de ensinar e conhecer Historia da Psicologia; Ways to teach and know History of Psychology

Matos, Rosângela Luz; Observatório da Vida Estudantil - UFBA
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
Este artigo parte do relato de uma experiência profissional na docência para problematizar o ensino de História da Psicologia na formação de psicólogos. O percurso argumentativo descreve as circunstâncias e os questionamentos que contribuíram para o desenvolvimento de metodologias fundadas na perspectiva genealógica de ensinar e conhecer psicologia. A análise da experiência enfatiza a potência ético-política presente nas atividades de ensino de História da Psicologia, no conjunto das práticas disciplinares dos currículos de graduação para formação de psicólogos.; This article comes from the report of a teaching professional experience to examine the teaching of History of Psychology in the psychologist formation.  The argumentative course describes the circumstances and the questions that contributed to the development of methodologies grounded in the genealogical perspective of teaching and knowing psychology. The analysis of the experience emphasizes the ethical politics potential in the activities of teaching psychology history, in the group of disciplinary practices presents in the graduation curriculum of psychology formation.

Ensino, psicologia, saúde: uma tríade constituída de práticas, questões e possibilidadesTeaching, psychology, health: a triad made up of practices, issues and possibilities

Batista, Sylvia Helena Souza da Silva
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
76.04%
Este texto tem como objetivo desencadear discussões, análises e proposições no âmbito do Ensino da Psicologia na área da saúde. Parte de um problematização do ensino em saúde no momento contemporâneo das políticas públicas de educação e saúde no Brasil, situando como um desafio no processo de transformação dos cursos superiores na área da saúde a incorporação da concepção ampliada de saúde e a ênfase na integralidade e no cuidado no processo de formação profissional, bem como a aprendizagem para o trabalho em equipe multiprofissional e a discussão sobre os condicionantes trazidos pelos planos e projetos educacionais e assistenciais. Neste contexto, interroga para quê e para quem um Ensino de Psicologia que possa articular o cuidado, a integralidade, o controle social, a humanização e a ética, sem secundarizar as abordagens e enfoques psicológicos. Os sentidos e os sujeitos do ensino da Psicologia em saúde estão sendo decifrados e recriados, exigindo uma análise cuidadosa dos contornos político-sociais e dos projetos éticos que queremos estabelecer nas propostas de formação profissional em saúde. Palavras-chave Psicologia; Ensino; Saúde Abstract> This text aims at bringing about discussions...

Um breve histórico a respeito do ensino da psicologia no ensino médioA short background to the teaching of psychology in high school

Mrech, Leny Magalhães
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
76.08%
Este artigo disserta a respeito de alguns elementos da história do ensino de Psicologia no Brasil. Discute também os principais problemas e impasses trazidos pela implantação do Ensino de Psicologia na licenciatura em Psicologia e no ensino de Psicologia no ensino médio. Analisa, por último, alguns dos principais efeitos das Políticas Públicas em Licenciatura em Psicologia e em Psicologia no Ensino Médio. Palavras-chave História do ensino de psicologia no Brasil; O ensino de psicologia na licenciatura e no ensino médio; Políticas públicas na licenciatura em psicologia e na disciplina psicologia no ensino médio Abstract This article dissertates about some elements of the history of teaching of Psychology in Brazil. It also discusses the main problems and difficulties brought by the implementation of the teaching of psychology in teacher degree school, and of the teaching of psychology in high school.Finally, it analyses some of the main effects of the public policies in graduation in Psychology and in Psychology in High School. Keywords History of teaching psychology in Brazil; The teaching of psychology teacher degree courses and high school; Public policies in graduation in psychology and on psychology subject in high school