Página 1 dos resultados de 36496 itens digitais encontrados em 0.020 segundos

Energia e sustentabilidade: desafios do Brasil na expansão da oferta e na gestão da demanda

Hollanda, Lavínia; Varejão, Mônica
Fonte: FGV Energia; Catavento Publicador: FGV Energia; Catavento
Tipo: Relatório
PT_BR
Relevância na Pesquisa
45.7%
Esse caderno é fruto de uma parceria entre a FGV Energia e a Catavento, que somaram esforços no intuito de estimular um novo olhar sobre os dilemas enfrentados no setor de energia no Brasil. Alimentar o debate em torno de questões primordiais, que afetam tanto as possibilidades de expansão das fontes de energia, quanto o papel da demanda, em um contexto de uso eficiente de recursos naturais e restrições crescentes às emissões de gases de efeito estufa, é a premissa desse trabalho.

Planeamento e hierarquização do uso de espaço: Energia eólica offshore e ondas: Contribuição para o Projeto FCT - Roadmap Energias Marinhas 

Gambão, Dário A. Azevedo
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Relatório
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
45.7%
Relatório de Estágio no âmbito da disciplina de Projecto do Mestrado Integrado em Engenharia da Energia e do Ambiente da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.; Este trabalho foi desenvolvido no âmbito do projeto PTDC/SEN-ERS/105403/2008 “Roadmap – WW-Metodologias para Conceção, Monotorização a Atualização de Estratégias de Desenvolvimento: Aplicação ao Caso das Energias Marinhas em Portugal”, financiado pela fundação para a Ciência e Tecnologia. O objetivo deste projeto consiste na otimização de uma ferramenta, desenvolvida em ArcMap 10.0, para planeamento e hierarquização do uso de espaço na costa portuguesa com vista ao futuro desenvolvimento e implementação de sistemas de energia eólica offshore e ondas. Para tal reprogramou-se a ferramenta, introduziu-se uma opção que permite aos utilizadores a sua aplicação apenas a uma área de estudo do país desejada, dividiram-se as funcionalidades numa sequência de opções que tornaram a ferramenta mais controlável, tendo-se criado ainda uma interface mais interativa, de fácil utilização e mais clara, através de toolbars que agrupam as várias funcionalidades.

Relevamiento y análisis previos a la instalación de un sistema piloto fotovoltaico conectado a red en el poder judicial de salta como aporte al uso racional de energía y a la promoción de la energía solar

Javi, Veronica Mercedes; Franco, Ada Judith; Montero Larocca, María Teresa; Serrano, Víctor Hugo
Fonte: Asociación Argentina de Energía Solar Publicador: Asociación Argentina de Energía Solar
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:ar-repo/semantics/artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
45.78%
Se relatan las mediciones y relevamientos preliminares a la instalación de un SFVCR - en el marco del Proyecto IRESUD - en la Escuela de la Magistratura del Poder Judicial de Salta que pretende contribuir a la producción distribuida de energía limpia. La innovación es acompañada por un proceso de relevamiento del consumo de energía y de los hábitos de uso por parte de los agentes que diariamente desarrollan su tarea en ese edificio público mediante la aplicación de una encuesta. La caracterización del consumo de energía eléctrica estimado muestra unos 2,6kW destinados a iluminación, 10,15kW a alimentar equipos de oficina (incluyendo equipos de informática) y 40,80kW a climatización. Se realiza una caracterización preliminar de dos de los módulos fotovoltaicos y se estima la energía a ser producida anualmente. Se analiza la inclinación de los paneles a ser ubicados en la fachada Norte y se discute el aporte que el SFVCR hace al consumo de electricidad de la EM. Se detectan problemas en el uso de la energía eléctrica destinada a la climatización de las oficinas del ala Este debido a la incidencia de radiación solar directa y a un uso inadecuado de las aberturas mientras funcionan equipos de aire acondicionado. Se proponen algunas medidas de uso racional de la energía y se discute su integración con el novedoso sistema de co-generación para contribuir...

Plataforma de Gestión de la Innovación Grupo de Empresas Chilquinta 2011

Chilquinta Energia S a; Cia Electrica del Litoral S a; Dictuc S. A.; Energia de Casablanca S a; Luzlinares S a; Luzparral S a; Tecnored S a; Jorge Daniel Riveros Cuadra
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: Proyecto
Publicado em 04/01/2011
Relevância na Pesquisa
45.75%
¿Por qué gestión de la innovación? Para lograr el éxito en un mundo que cambia vertiginosamente ya no es suficiente gastar dinero en investigación y desarrollo, actualmente también es necesario destinar recursos a los procesos de innovación sobre todo en aquellos que son eficaces y que se mantienen en el tiempo. Hoy en día las empresas se encuentran en un proceso de búsqueda constante de ideas innovadoras que sean capaces de lograr éxito en los mercados. Están ávidas por aquel elemento distintivo que las aparte de sus competidores y las haga triunfar. Pero lograr este desafío no es tarea fácil no basta con encontrar ese elemento innovador, se requiere de prácticas procesos métricas cultura se requiere de un verdadero equipo dedicado a la innovación. Puede sonar desalentador pero hay que recordar que las innovaciones se vuelven obsoletas la tecnología cambia con una velocidad que puede ser agobiante para los ciclos internos de las empresas por esta razón hay que adelantarse hay que dar el siguiente paso. La innovación no es un concepto que esté en el aire, muy por el contrario es un elemento tangible que las industrias deben conocer manejar gestionar flexibilizar agilizar capacitar y reformar. La Unidad de Innovación de DICTUC trabaja con sus clientes para proporcionarles todas estas herramientas es decir logra instaurar la innovación al interior de las empresas de manera exitosa y sistemática. También trabaja identificando desarrollando e implementando innovaciones concretas. Cabe destacar que el levantamiento de ideas novedosas nace al interior de cada compañía fruto de la asesoría y acompañamiento integral de la unidad de innovación DICTUC. Es sabido que las mejores ideas están al interior de las mismas organizaciones...

Análisis y Evaluación del Potencial de Aplicación de Energía Solar en Procesos Industriales de Calor y Frío en Chile

Asociación Gremial; Servicios de Ingeniería Aiguasol Limitada; Subsecretaria de Energia; JUDITH CATALINA MENDOZA ESPÍNOLA
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: proyecto
Publicado em 19/03/2013
Relevância na Pesquisa
45.75%
El Proyecto análisis y Evaluación del Potencial de Aplicación de Energía Solar en Procesos Industriales de Calor y Frío en Chile Busca la Dinamización del Mercado de la Energía Solar Térmica en Aplicaciones de Calor y Frío en los Diferentes Procesos Industriales del País. Aunque en los Últimos Años se ha Visto un Crecimiento Importante del Mercado Solar Térmico en Chile Aún se Aprecia una Baja Inserción de la Tecnología en Procesos Ligados a la Industria Productiva. Solo se ha Visto una Incursión Estos Últimos Años en la Minería Observándose un Importante Potencial el cual Aún ha Sido Muy Poco Analizado para Otras Industrias Nacionales. Las Incursiones que se Están Realizando en Minería Están Demostrando Tener una Altísima Viabilidad Económica y una Implantación Muy Interesante en Modelo Esco (energy Service Company Empresas de Servicios Energéticos). Creemos Fruto de la Experiencia en Otros Países que el Resto de Sectores Industriales También Presenta un Potencial Muy Elevado (aunque por sus Dimensiones Más Reducidas y por la Falta de Conocimiento General de los Procesos y Potenciales Todavía No ha Presentado un Desarrollo que Permita Dinamizar el Mercado Como Es Requerido). En este Sentido el Proyecto se Enfoca En:1. Documentar de Forma Detallada los Consumos y Características de la Demanda de Energía Térmica en la Industria Nacional...

Plano decenal de expansão de energia elétrica: 2006-2015

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.7%
301 p., il.; Plano Decenal de Expansão de Energia Elétrica (PDEE) 2006-2015 proporciona importantes sinalizações para orientar as ações e decisões relacionadas ao equacionamento do equilíbrio entre as projeções de crescimento econômico do país, seus reflexos nos requisitos de energia elétrica e no tocante à necessidade de expansão da oferta, em bases técnica, econômica e ambientalmente sustentável.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão de energia elétrica: 2006-2015: sumário executivo

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.7%
73 p., il.; Em consonância com as definições do Novo Modelo Institucional e os contornos técnicos do planejamento setorial, o Plano Decenal de Expansão de Energia Elétrica (PDEE) 2006-2015 proporciona importantes sinalizações para orientar as ações e decisões relacionadas ao equacionamento do equilíbrio entre as projeções de crescimento econômico do país, seus reflexos nos requisitos de energia elétrica e no tocante à necessidade de expansão da oferta, em bases técnica, econômica e ambientalmente sustentável.; Contribuição: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão de energia: 2007/2016: volume 1

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.7%
v. 1, 455 p., il.; Plano Decenal de Energia 2007/2016 indica importantes sinalizações para orientar as ações e decisões relacionadas ao equacionamento do equilíbrio entre as projeções de crescimento econômico do país, seus refl exos nos requisitos de energia e da necessária expansão da oferta,em bases técnica, econômica e ambientalmente sustentável.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Plano decenal de expansão de energia: 2007/2016: volume 2

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.7%
v. 2, 348 p., il.; Plano Decenal de Energia 2007/2016 indica importantes sinalizações para orientar as ações e decisões relacionadas ao equacionamento do equilíbrio entre as projeções de crescimento econômico do país, seus reflexos nos requisitos de energia e da necessária expansão da oferta,em bases técnica, econômica e ambientalmente sustentável.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Plano decenal de expansão de energia: 2008-2017: volume 1

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.73%
v. 1, 432 p., il.; Plano Decenal de Expansão de Energia, para o horizonte 2008 a 2017, estabelece os empreendimentos, as metas físicas, os investimentos, os consumos energéticos e as análises das condições de suprimento ao mercado de energia. O programa de obras apresentado subsidiará o processo licitatório para expansão da energia, permitindo a contestação pública dos projetos a serem licitadas, visando o adequado atendimento ao mercado de energia.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão de energia: 2008-2017: volume 2

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.73%
v. 2, 279 p., il.; Plano Decenal de Expansão de Energia, para o horizonte 2008 a 2017, estabelece os empreendimentos, as metas físicas, os investimentos, os consumos energéticos e as análises das condições de suprimento ao mercado de energia. O programa de obras apresentado subsidiará o processo licitatório para expansão da energia, permitindo a contestação pública dos projetos a serem licitadas, visando o adequado atendimento ao mercado de energia.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão de energia: 2019 - sumário

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.71%
77 p., il.; Este é o sumário executivo do Plano Decenal de Expansão da Energia – PDE 2019, que incorpora uma visão integrada da expansão da demanda e da oferta de recursos energéticos no período decenal, definindo um cenário de referência, que sinaliza e orienta as decisões dos agentes no mercado de energia, visando assegurar a expansão equilibrada da oferta energética, com sustentabilidade técnica, econômica e ambiental. O planejamento decenal constitui uma base sólida para apoiar o crescimento econômico, dado que a expansão do investimento produtivo requer a oferta de energia com qualidade e confiabilidade.

Plano decenal de expansão de energia: 2019

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.71%
323 p., il.; O Plano Decenal de Expansão da Energia – PDE 2019 incorpora uma visão integrada da expansão da demanda e da oferta de recursos energéticos no período decenal, definindo um cenário de referência, que sinaliza e orienta as decisões dos agentes no mercado de energia, visando assegurar a expansão equilibrada da oferta energética, com sustentabilidade técnica, econômica e ambiental. O planejamento decenal constitui uma base sólida para apoiar o crescimento econômico, dado que a expansão do investimento produtivo requer a oferta de energia com qualidade e confiabilidade.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão de energia: 2020

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.71%
311 p., il.; O Plano Decenal de Expansão de Energia – PDE 202 incorpora uma visão integrada da expansão da demanda e da oferta de recursos energéticos para um horizonte de dez anos, definindo um cenário de referência, o qual sinaliza e orienta decisões dos agentes no mercado de energia, visando assegurar a expansão equilibrada da oferta energética, com sustentabilidade técnica, econômica e socioambiental. O PDE constitui-se, portanto, em instrumento essencial para apoiar o crescimento econômico sustentável, visto que a expansão do investimento produtivo requer oferta de energia com qualidade, segurança e modicidade tarifária.

Plano decenal de expansão de energia: 2020 - sumário

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.71%
85 p., il.; Este e o sumário executivo do Plano Decenal de Expansão de Energia – PDE 2020, que incorpora uma visão integrada da expansão da demanda e da oferta de recursos energéticos para um horizonte de dez anos, definindo um cenário de referência, o qual sinaliza e orienta decisões dos agentes no mercado de energia, visando assegurar a expansão equilibrada da oferta energética, com sustentabilidade técnica, econômica e socioambiental. O planejamento decenal constitui-se, portanto, em instrumento essencial para apoiar o crescimento econômico sustentável, visto que a expansão do investimento produtivo requer oferta de energia com qualidade, segurança e modicidade tarifária.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão de energia: 2021

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.71%
386 p., il.; O Plano Decenal de Expansão de Energia – PDE 2021 incorpora uma visão integrada da expansão da demanda e da oferta de recursos energéticos para um horizonte de dez anos, definindo um cenário de referência, o qual sinaliza e orienta decisões dos agentes no mercado de energia, visando assegurar a expansão equilibrada da oferta energética, com sustentabilidade técnica, econômica e socioambiental. O planejamento decenal constitui-se, portanto, em instrumento essencial para apoiar o crescimento econômico sustentável, visto que a expansão do investimento produtivo requer oferta de energia com qualidade, segurança e modicidade tarifária.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Destaques do novo plano decenal de expansão de energia 2019: PDE 2019: [apresentação]

Brasil. Ministério de Minas e Energia; Tolmasquim, Mauricio T.
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.67%
69 slides, il.; Apresentação em Powerpoint dos destaques do novo Plano Decenal de Expansão de Energia Elétrica 2019.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão do setor de energia elétrica: 2006-2015 [apresentação]

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.67%
87 slides, il.; Apresentação em Powerpoint do Plano Decenal de Expansão de Energia Elétrica: 2006-2015.; Colaboração: Empresa de Pesquisa Energética (EPE)

Plano decenal de expansão de energia: 2006/2015

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.75%
302 p.; Trata-se de um relatório técnico que fala sobre o plano decenal de energia do Brasil. Está divido em 7 capítulos que englobam os assuntos de mercado, expansão, geração e a transmissão da energia elétrica no país.

Plano decenal de expansão de energia: 2006/2015 : sumário executivo

Brasil. Ministério de Minas e Energia
Fonte: Ministério de Minas e Energia (MME) Publicador: Ministério de Minas e Energia (MME)
Tipo: Relatório
POT
Relevância na Pesquisa
55.75%
73 p.; Trata-se de um sumário executivo que fala sobre o plano decenal de energia do Brasil. Está divido em 7 capítulos que englobam os assuntos de mercado, expansão, geração e a transmissão da energia elétrica no país.