Página 1 dos resultados de 492 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Estabilização de encostas através de drenagem profunda: estudo de um caso de estabilização com túnel de drenagem.; Hillsides stabilization through deep drainage: study of a case of hillside stabilization with drainage tunnel.

Bastos, Izabel Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.34%
Esta dissertação apresenta o uso de drenagem profunda para estabilização de encostas, detalhando os sistemas existentes e suas aplicações. São relatados alguns casos de encostas estabilizadas através da drenagem profunda, tanto no Brasil como no exterior. Apresenta-se também um estudo de caso da obra de estabilização da encosta na qual está implantado o viaduto denominado VA-19, na Rodovia dos Imigrantes no Estado de São Paulo, em que foi utilizado túnel de drenagem como solução. É feita a análise da eficiência do túnel de drenagem para o rebaixamento do lençol freático e conseqüente estabilização da encosta.; This dissertation presents the use of deep drainage for slope stabilization, detailing the existent systems and their applications. Some cases of slope stabilized through deep drainage are reported. It is also presented a study of case of the slope stabilization which affected the overpass called VA-19, in the Imigrantes Highway, in the State of São Paulo which used drainage tunnel as a solution. The analysis of the drainage tunnel efficiency in the water table lowering and consequent slope stabilization.

Encostas e favelas: deficiências, conflitos e potencialidades no espaço urbano da favela Nova Jaguaré; Slopes and slums: deficiencies, conflicts and potentialities of the urban space of the Nova Jaguaré "favela"

Freire, Luis Mauro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
Este trabalho analisa o processo de formação e produção do espaço urbano da Favela Nova Jaguaré como estudo de caso, procurando compreender como a ocupação informal do território, intimamente relacionada à morfologia de relevo, e as ações e propostas institucionais para a área, constituíram o espaço urbano em questão. Avalia-se a estrutura urbana resultante, entendendo-a como a base de um patrimônio físico, econômico e cultural desta população a partir da qual deve-se intervir. Evidencia-se suas deficiências, conflitos e potencialidades, indicando elementos, relações e operações estabelecidas pela população favelada sobre o meio físico natural e os elementos construídos, que possam subsidiar futuras intervenções em núcleos precários situados em encostas. Delineia-se o papel do espaço livre público, nas suas diversas escalas, como fundamental para estruturar as transformações necessárias para a reconciliação da favela ao suporte natural e a sua integração à cidade como um todo.; This dissertation analyzes the process of formation and production of urban space of the Nova Jaguaré favela. It tries to understand as informal occupation of territory , closely related to contour morphology, and institutional actions and proposals for the area have produced the studied urban space. It examines the resulting urban form...

Diagnóstico sócio-ambiental de ocupação irregular de encostas

Pereira, Angelita
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xv, 133 f.| il., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
27.6%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.; A Ilha de Santa Catarina apresenta um limitado espaço físico no que tange a expansão urbana. A reduzida planície costeira intensamente ocupada, impulsiona a ocupação das encostas, cujo espaço físico é restringido perante a legislação municipal, estadual e federal. Contudo, nos últimos anos, verifica-se uma ocupação intensa das encostas da Ilha de Santa Catarina, impróprias para moradias pelas condições físicas. No âmbito desta ocupação desordenada, constata-se uma série de conflitos de ordem social e ambiental que abrange a área como seu entorno. Esta constatação, mostra a necessidade urgente dos órgãos públicos de planejamento e controle ambiental buscarem soluções para minimizar conflitos existentes, formarem parcerias com apoio técnico das instituições de ensino e pesquisa. Neste contexto, a pesquisa desenvolvida nas encostas do Morro da Serrinha # Trindade # Ilha de Santa Catarina # Brasil, teve por objetivo gerar, através do Diagnóstico Sócio-Ambiental da Ocupação Irregular de Encostas por População de Baixa Renda, subsídios para o planejamento urbano e gestão ambiental...

Uma análise do risco nas ocupações urbanas de encostas

Máximo, Amanda Carolina
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Nesta pesquisa, pretende-se analisar as ocupações de encostas nos morros de Blumenau e caracterizar as áreas de risco identificadas na cidade, principalmente no que se refere aos riscos geológicos de escorregamentos de terra. Para isso, realizou-se um levantamento de todos os casos de desastres ambientais relacionados às ocupações em encostas publicados nos meios de comunicação de imprensa da cidade no período de 1950 a 2005. Em seguida, foram analisadas oito áreas consideradas pela Defesa Civil como as de maior vulnerabilidade ao deslizamento de terra. Essa atividade teve como objetivo registrar a situação atual das comunidades e da ocupação dessas áreas sob dois principais eixos de análise: de suscetibilidade e de vulnerabilidade, orientadas pela metodologia de trabalho adotada pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT). Também, adotou-se a ocupação do morro Dona Edite como objeto de estudo, localizado no bairro Velha Grande, porção sul da cidade. Procurou-se associar as dinâmicas físicas à sociedade causadora da degradação do ambiente em que se insere...

O Agroturismo como elemento dinamizador na construção de territórios rurais

Guzzatti, Thaise Costa
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 291 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2010; Esta tese tem como objetivo geral analisar em que medida os princípios que norteiam o agroturismo e as ações para a implantação de uma rede de empreendimentos neles baseada teriam, efetivamente, contribuído para a construção de um território das Encostas da Serra Geral. Para tanto, buscou-se, através da sistematização e análise de documentos, da revisão bibliográfica e da realização de entrevistas junto a um grupo de atores chaves, criar as condições para a construção de uma visão que represente o pensamento coletivo, utilizando-se a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Trabalhou-se com a categoria geográfica território e com a seleção de alguns dos atributos que oferecem concretude e elementos para sua análise, destacando-se a noção de poder, territorialidade, sentimento de pertencimento, capital social e identidade cultural. Na tentativa de aproximar esta discussão inicial com as especificidades da realidade onde se estabelece o estudo de caso, representada pelo território das Encostas da Serra Geral, mais especificamente o Município de Santa Rosa de Lima...

Encostas da serra geral de Santa Catarina: estudo preliminar e proposição para que seja requerida a chancela da paisagem cultural brasileira

Orofino, Gabriela Guimarães
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 123 f.| il.
Relevância na Pesquisa
27.34%
TCC (graduação em Agronomia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, 2011; Este trabalho consiste num estudo preliminar com caráter de proposta que poderá auxiliar no requerimento da chancela de Paisagem Cultural Brasileira para o território das encostas da Serra Geral de Santa Catarina. A chancela é uma portaria lançada em 2009 pelo IPHAN para proteger as paisagens únicas no Brasil. O estudo consiste na descrição da paisagem e das potencialidades de uma porão delimitada do território - o município de Santa Rosa de Lima - em relação ao seu patrimônio cultural e natural, dando ênfase aos processos de desenvolvimento territorial sustentável, que se iniciaram ali (agricultura orgânica e agroturismo) e que abrangem outros municípios deste território. Além disto, é apresentado um breve levantamento dos principais desafios enfrentados para que a Paisagem Cultural mantenha suas características peculiares, incluindo a indicação de atores sociais para o planejamento gestão desta paisagem, e por fim, propostas de ações estratégicas a serem consideradas no planejamento da gestão de tal paisagem cultural. A delimitação da porção do território das Encostas da Serra Geral ao município de Santa Rosa de Lima foi com o objetivo de viabilizar a gestão da paisagem e por este município apresentar todas as características da paisagem cultural da região...

Influência da expansão urbana nos movimentos em encostas na cidade de Ouro Preto, MG

Pinheiro,Antônio Luiz; Sobreira,Frederico Garcia; Lana,Milene Sabino
Fonte: Escola de Minas Publicador: Escola de Minas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.34%
A cidade de Ouro Preto enfrenta hoje grandes problemas, no tocante à sua expansão e crescimento urbano, devido à carência de áreas em condições adequadas para construção, sob o ponto de vista geotécnico. Atualmente Ouro Preto sofre as conseqüências da ocupação inadequada do espaço urbano, em função do povoamento excessivo, da falta de áreas para expansão e da concentração da população de baixa renda em torno dos rios, córregos e zonas da periferia do núcleo urbano. Até mesmo, na região central, que é ocupada por pessoas de melhores condições sócio-econômicas, a negligência quanto ao risco de movimentos em encostas é notória. O presente artigo discute essa questão apresentando, em particular, o problema de ocupação de encostas no Morro do Curral.

Análise geoambiental dos setores de encosta da área urbana de São Vicente-SP

Amorim,Raul Reis; Oliveira,Regina Célia de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
As encostas constituem uma forma de relevo complexa, caracterizada por uma acentuada fragilidade natural, que sob a interferência humana pode sofrer a aceleração de processos erosivos e escorregamentos. A ocupação desordenada destes ambientes provoca riscos às atividades econômicas e à própria vida dos seres humanos. O objetivo deste trabalho é a realização de uma análise geoambiental das encostas da área urbana de São Vicente-SP. Ele está dividido nas seguintes etapas: inventário dos atributos naturais e sócio-demográficos da área em livros, periódicos, mapas e na base de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE (regiões censitárias); trabalhos de campo para identificar o grau de risco das encostas; elaboração do mapa de fragilidade a escorregamentos da área urbana de São Vicente. Os setores de encostas estão ocupados parcialmente, pois uma área significativa continua coberta por vegetação. As áreas já urbanizadas são classificadas como estruturadas preferencialmente habitadas pela população de melhor poder aquisitivo. A área tem risco iminente a escorregamentos, que a depender da intensidade podem gerar risco de vida e prejuízos materiais.

Parâmetros técnicos para gerenciamento de áreas de riscos de escorregamentos de encostas na região metropolitana do Recife

Patrícia Nunes Bandeira, Ana; Quental Coutinho, Roberto (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.54%
O crescimento das cidades associado à falta de política habitacional tem provocado graves problemas sociais, como a ocupação desordenada nas encostas. Como conseqüência da ocupação inadequada, associada aos condicionantes naturais (chuvas, litologia, declividade, forma da encosta etc.) é freqüente a ocorrência de movimentos de massa e erosões, provocando vítimas fatais no período chuvoso. É fato comum na Região Metropolitana do Recife e nas grandes cidades brasileiras. As recentes ocorrências de acidentes em todo o Brasil exigem ações de gerenciamento de áreas de risco, através dos gestores públicos e do envolvimento de equipes técnicas especializadas. Esta pesquisa teve por objetivo, melhorar o gerenciamento de áreas de riscos na RM-Recife por meio: do entendimento dos mecanismos dos principais processos atuantes nas encostas (erosão e escorregamento); do estudo dos materiais; e da chuva crítica que deflagra processos nas áreas de risco. A área de estudo abrangeu as cidades do Recife, Camaragibe e Jaboatão dos Guararapes, cujas possuem alta densidade demográfica e maiores registros de deslizamentos. Foram estudados os sedimentos das fácies da Formação Barreiras e os solos residuais de granito e de milonito. Para análise das chuvas acumuladas críticas...

Vibrações em encostas produzidas por tráfego de veículos

Tavares da Silva, Felipe; Inacio de souza Leão àvila, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.18%
O problema de vibrações produzidas pelo fluxo de tráfego de veículos está intimamente ligado à propagação de ondas pelo solo. As fontes geradoras de onda são os veículos e o foco do problema pode se apresentar de diversas formas: de inconvenientes em estruturas de edificações próximas a possíveis desestabilizações em encostas. Vias de tráfego próximas a cristas de taludes é um problema em potencial a ser estudado. As ondas oriundas do tráfego, ao atingirem o talude, podem causar efeitos erosivos e deslizamentos. Neste trabalho, tomou-se como caso de estudo a via de tráfego de veículos localizada na falésia do Cabo Branco, na cidade de João Pessoa. Localizada próxima ao talude, esta via teve o fluxo de veículos interrompido devido à suspeição de que os efeitos vibratórios do tráfego contribuiriam para a desestabilização do talude. Desta forma, para este estudo foram desenvolvidos modelos numéricos com a finalidade de verificar a desestabilização do talude, através da análise das acelerações das partículas no talude. As ações dinâmicas correspondiam ao tráfego de veículos próximo à crista da encosta. O modelo foi desenvolvido em elementos finitos através do programa ANSYS e os resultados foram comparados e analisados por meio de parâmetros propostos na literatura...

Análise de soluções de engenharia para estabilização de encostas ocupadas na Região Metropolitana do Recife PE. Estudo de caso: Ruptura ocorrida em encosta com ocupação desordenada na UR 2, Ibura

Galvão de Santana, Rafael; Quental Coutinho, Roberto (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.34%
Esta dissertação foi idealizada com dois objetivos principais. O primeiro é de apresentar um estudo envolvendo 11 municípios da Região Metropolitana do Recife - RMR (Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Itamaracá, Igarassu, Ipojuca, Itapissuma, Moreno e São Lourenço da Mata) onde foram realizadas obras de contenção de encostas e drenagem realizadas com os recursos do Orçamento Geral da União nos exercícios de 2001 e 2003 ou recursos próprios do município, como é o caso da capital, Recife. Foi gerado um banco de dados de obras com suas principais características, ressaltando os principais pontos observados que garantem a qualidade e a durabilidade destas soluções de engenharia para contenção e drenagem de encostas ocupadas. Com este banco de dados são mostrados os principais tipos de intervenções adotadas na RMR, além dos principais problemas relacionados a cada tipo construtivo. O segundo objetivo é de apresentar um estudo de caso, uma ruptura ocorrida na UR 2, Ibura, que teve como conseqüências: a) destruição de duas residências; b) um óbito por soterramento registrado na residência destruída no patamar inferior e c) duas famílias desalojadas. Para a realização deste estudo foi realizada uma campanha de atividades de campo e de laboratório...

Vibrações em Encostas Produzidas por Tráfego de Veículos

Tavares da Silva, Felipe; Inacio de souza Leão àvila, José (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.18%
O problema de vibrações produzidas pelo fluxo de tráfego de veículos está intimamente ligado à propagação de ondas pelo solo. As fontes geradoras de onda são os veículos e o foco do problema pode se apresentar de diversas formas: de inconvenientes em estruturas de edificações próximas a possíveis desestabilizações em encostas. Vias de tráfego próximas a cristas de taludes é um problema em potencial a ser estudado. As ondas oriundas do tráfego, ao atingirem o talude, podem causar efeitos erosivos e deslizamentos. Neste trabalho, tomou-se como caso de estudo a via de tráfego de veículos localizada na falésia do Cabo Branco, na cidade de João Pessoa. Localizada próxima ao talude, esta via teve o fluxo de veículos interrompido devido à suspeição de que os efeitos vibratórios do tráfego contribuiriam para a desestabilização do talude. Desta forma, para este estudo foram desenvolvidos modelos numéricos com a finalidade de verificar a desestabilização do talude, através da análise das acelerações das partículas no talude. As ações dinâmicas correspondiam ao tráfego de veículos próximo à crista da encosta. O modelo foi desenvolvido em elementos finitos através do programa ANSYS e os resultados foram comparados e analisados por meio de parâmetros propostos na literatura...

Mapa de risco de erosão e escorregamento das encostas com ocupações desordenadas no Município de Camaragibe -PE

Patrícia Nunes Bandeira, Ana; Quental Coutinho, Roberto (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.54%
O crescimento das cidades associado à falta de política habitacional tem provocado graves problemas sociais como a ocupação desordenada nas encostas e nas áreas alagadas. Este trabalho tem como objetivo principal o estudo das características físicas e ambientais do município de Camaragibe, para avaliação do potencial de risco de erosão e escorregamento das encostas com ocupações precárias. Tal estudo faz parte de um convênio entre a Área de Geotecnia, Deptº de Engenharia Civil da UFPE, e a Prefeitura Municipal de Camaragibe, visando auxiliar no Plano Diretor da cidade e contribuir para o planejamento urbano. Camaragibe está localizada na Região Metropolitana do Recife com área de 52,9 km2 e população de 128.702 habitantes, com clima tropical chuvoso do tipo As pela classificação de Köppen. Os morros correspondem a 80% da área do município, onde nas ocupações desordenadas nas encostas é freqüente a ocorrência de escorregamentos e processos de erosão no período chuvoso. Geologicamente a cidade apresenta sedimentos da Formação Barreiras, rochas do Embasamento Cristalino recobertas pelo seu solo residual e os depósitos aluvionais. Foi avaliada a situação de risco de 70 setores de encostas...

O Clima de Aracaju na interface com a geomorfologia de encostas

Araújo, Hélio Mário de; Souza, Acássia Cristina; Costa, Jailton de Jesus; Santos, Genésio José dos
Fonte: Universidade Federal de Sergipe Publicador: Universidade Federal de Sergipe
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.34%
Abrangendo uma área de 181,8km2, o município de Aracaju, localizado no estado de Sergipe (região nordeste do Brasil), está inserido na mesorregião do Leste Sergipano entre as coordenadas geográficas de 10º 55’ 56’’ de latitude sul e 37º 04’ 23’’ de longitude oeste. Devido às interações de atuação dos sistemas meteorológicos durante o ano, à posição geográfica do município e sua proximidade em relação à área marítima resulta, para Aracaju, o domínio do clima úmido, com regime pluviométrico do tipo mediterrâneo, definindo-se um período seco de primavera-verão e um período chuvoso de outono-inverno. Com dados normais de temperatura, Aracaju acusa máximas absolutas elevadas com 34,2ºC registrados no mês de março e 39,9ºC em fevereiro. Aracaju, por sua condição climática, está sujeito aos desastres associados aos movimentos de massas nas encostas. Sobre estas, localizadas nas porções norte e oeste da cidade, se manifestam dois tipos de erosão: a laminar e a linear com maior incidência. Assim, os tipos de perfis das encostas predominantes, além de dependerem das variáveis estáticas (estrutura, litologia), também são resultantes da natureza dos processos morfogenéticos (condições dinâmicas)...

Avaliação da contribuição de sistemas de fraturas nas condições de fluxo e estabilidade de encostas

Silva, Daniele Rodrigues Pereira da
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
27.46%
Resumo: Deslizamentos de encostas naturais antecedidos de chuvas intensas são observados com frequência. Diversos são os fatores influem na segurança de taludes. Ferramentas numéricas geralmente são utilizadas para avaliar a estabilidade de encostas, porém para se apresentarem confiáveis devem ser abastecidas com parâmetros confiáveis no que diz respeito a características hidromecânicas dos materiais e condições de contorno. Poucos estudos são encontrados acerca da influência do fraturamento no fluxo subsuperficial em encostas, sendo que este parâmetro geralmente é subestimado ou arbitrado sem qualquer embasamento no que se diz respeito a condições de contorno em modelagem numérica. Neste trabalho foram estudadas as características hidromecânicas de uma encosta natural localizada na Serra do Mar paranaense e desenvolvido um modelo reduzido da mesma encosta visando estudar a resposta geodinâmica da encosta baseando-se nos padrões de precipitação ao longo do tempo e respostas do fraturamento. Foram deduzidos fatores de escala relacionando grandezas do protótipo às respectivas grandezas do modelo reduzido, tais como fatores de escala de sucção, geométricos e de precipitação entre outros. Pode-se concluir que o tipo de ensaio influencia a resposta do material...

Padrões e processos de ocupação das encostas em cinco cidades brasileiras: estudo comparativo da morfologia da paisagem; Patterns and processes of hillslope occupation in five Brazilian cities: a comparative study of landscape morphology

Schlee, Mônica Bahia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 27/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
The pressure exerted by the occupation of Brazilian urban hillsides have generated cumulative impacts on the landscape. This paper analyses the processes of hillside settlements in five Brazilian cities Rio de Janeiro, Vitória, Belo Horizonte, São Paulo and Florianópolis located in the Southeastern and Southern regions of the country, in order to analyse hillsides landscape morphology and contextualize conflicts and challenges generated by their urban conditions in landscape resilience. The biophysical, landscape and urban planning investigations were drawn from a systemic landscape approach, based on thematic matrices and maps that enabled the correlation of various categories of analysis, encompassing bio-physical and socio-cultural characteristics of the environment. The comprehensive picture of the various factors that influence the carrying capacity and resilience of Brazilian urban slopes exposed in this article indicates the need for the development and implementation of a restorative urbanism, pointing the interface hill-forest-water-community-city and the focus on the open spaces as the fundamental basis for the formation of a network of regeneration, an essential counterpoint to the built form, and a source of support...

OS MOVIMENTOS COLETIVOS DOS SOLOS E A EVOLUÇÃO DAS ENCOSTAS NATURAIS NAS REGIÕES TROPICAIS E SUBTROPICAIS ÚMIDAS

LOPES, JOSÉ ANTONIO URROZ
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2004 POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
Na presente dissertação são discutidos alguns aspectos referentes às encostas tropicais e subtropicais úmidas, especialmente no que diz respeito ao papel dos movimentos coletivos de massa, como agentes fundamentais dessa evolução em termos de processo e de forma. É discutida também, a utilização do modelo desenvolvido para execução de obras de engenharia, planejamento de ocupação humana e prevenção de desapítuastres. No capítulo dedicado à evolução das idéias sobre as encostas são revistas as ciências e as teorias clássicas de evolução das vertentes, como as de Willian Moris Davis, Walter Penke e Lester C. King. Após comentários sobre a visão climática e as tendências recentes, a presente dissertação enfoca com detalhe a evolução das encostas tropicais e subtropicais úmidas, envolvendo diversos processos como: intemperismo, transporte, água, quimismo, efeito da cobertura vegetal e outros. Um capítulo é dedicado a uma revisão das principais reesculturações "catastróficas" de encostas brasileiras, noticiadas entre 1956 e 1993. Finalmente, foi desenvolvido um modelo teórico e sua aplicação em algumas áreas-tipo, envolvendo estimativas atuais de estabilidade de encostas, métodos preventivos/corretivos e possibilidades de aplicação do modelo.

LEVANTAMENTO DE ÁREAS DE RISCO A PARTIR DA DINÂMICA GEOAMBIENTAL DAS ENCOSTAS DA SERRA DO MAR NO PARANÁ

NUNES, FABRÍZIA GIOPPO
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2004 POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
O presente trabalho consiste na aplicação de um modelo matemático acoplado à utilização de técnicas de mapeamento temático em ambiente SIG, objetivando desenvolver uma metodologia voltada ao estudo dos fatores de segurança na estabilidade de encostas. Este modelo matemático, estruturado na distribuição das forcas atuantes em uma vertente infinita, leva em conta a influência da vegetação sobre as encostas, e os índices físicos e as propriedades mecânicas de cada unidade de solos. Os índices físicos e as propriedades mecânicas dos solos, bem como o papel da vegetação na estabilidade das encostas, permitiram a quantificação dos riscos de escorregamento para cada unidade de solo analisada. Como um primeiro resultado, apresenta-se a criação de um banco de dados digital, contendo informações preliminares das características do terreno, através da confecção de cartas temáticas tais como: topográfica, geológica, declividade e de uso e ocupação do solo dos anos de 1953, 1986 e 1999. Todas essas cartas foram transferidas para meio digital, permitindo as suas interpolações em ambiente SIG. Para os cálculos dos fatores de segurança das vertentes, foram considerados como atributos: a inclinação das encostas e as propriedades mecânicas dos solos...

ANÁLISE PRELIMINAR DA ESTABILIDADE DE ENCOSTAS E TALUDES DE ALMIRANTE TAMANDARÉ E COLOMBO-PR

ARTUR, GIANE GIRALDI
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2004 POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
Na Região Metropolitana de Curitiba-PR, Brasil, a ocupação urbana desordenada, sem o prévio planejamento do uso e ocupação do terreno, vem causando perdas e danos sociais, econômicos e ambientais, a exemplo do que ocorre ao redor de outras metrópoles brasileiras. Um dos problemas é a movimentação de materiais inconsolidados em encostas, favorecidos por fatores geológicos e geomorfológicos, regime das chuvas, perda da cobertura vegetal, ações de ocupação urbana e mineração de calcário. Neste estudo procura-se investigar a presença de movimentos gravitacionais em encostas e taludes, procurando indentificá-los em uma área situada na porção norte da referida região, determinando, na medida do possível, seus agentes, causas, geometria, parâmetros físicos de resistência (ângulo de atrito interno f e coesão c), mecanismo de movimentação, natureza e estado dos materiais envolvidos. Procura-se, também, realizar uma análise preliminar da estabilidade de encostas e taludes da área de estudo, aplicando-se dois métodos de estabilidade, chegando-se à valores de f e c para os materiais constituintes destes. A partir destes valores, realizou-se uma estimativa do fator de segurança FS para encostas e taludes da área...

Geologia estrutural na previsão e contenção de queda de blocos em encostas: aplicação no Granito Santos, SP

Pinotti, Alexandre Mathias; Carneiro, Celso Dal Ré
Fonte: Terrae Didatica Publicador: Terrae Didatica
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
É bem conhecido que ações antrópicas, como cortes, desmatamentos e adição de cargas podem afetar a estabilidade de encostas. O artigo sintetiza as principais abordagens de Geologia Estrutural para previsão e contenção de queda de blocos em encostas naturais e taludes rochosos. Os métodos de análise de encostas buscam avaliar situações de risco e minimizar riscos, apoiados no conhecimento de propriedades dos maciços, como composição litológica, estruturas e caracteres das descontinuidades, graus de alteração e consistência das rochas. A aplicação prática consistiu na avaliação dos resultados de levantamento executado por meio de rapel em talude na cidade de Santos, SP, por empresa de consultoria. O levantamento identificou os principais sistemas de fraturas e delimitou blocos em situações instáveis para eventual remoção ou estabilização. Este estudo revela a grande importância das juntas de esfoliação, feições que podem promover, graças à progressiva desagregação intempérica, progressivo desplacamento e desprendimento de massas de rocha encosta abaixo.