Página 1 dos resultados de 187 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Síntese e caracterização de nanopartículas núcleo-casca de poliestireno e polimetacrilato de metila obtidas por polimerização em emulsão sem emulsificante e fotoiniciada.; Synthesis and characterization of core-shell nanoparticles of polystyrene and poly(methyl metacrylate) obtained by emulsifier-free emulsion polymerization and photopolymerization.

Carranza Oropeza, María Verónica
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.39%
O objetivo do trabalho foi sintetizar e caracterizar nanopartículas de poliestireno e polimetacrilato de metila com morfologia núcleo-casca obtidas através da polimerização em emulsão sem emulsificante em dois estágios e através da fotopolimerização. Nos experimentos avaliou-se a influência de diferentes condições operacionais baseadas em fatores cinéticos sobre os dois estágios da polimerização. As condições avaliadas para o primeiro estágio de preparação de núcleos foram: a temperatura do processo, a concentração de iniciador e de monômero, e o efeito de agentes modificadores de superfície (sal, co-monômero e reticulante). Para o segundo estágio de formação da casca as condições avaliadas foram: a concentração e o regime de alimentação de monômero. Os resultados experimentais mostraram que uma relação de co-monômero e reticulante é a melhor alternativa para preparar núcleos estáveis e de diâmetros pequenos. Assim, o revestimento uniforme dos núcleos é obtido no segundo estágio e com isso a morfologia núcleo-casca em equilíbrio é alcançada. Dois sistemas experimentais (reator convencional e reator fotoquímico) foram propostos e avaliados na sua eficiência para obter partículas com este tipo de morfologia no segundo estágio (formação do revestimento). As diversas técnicas de caracterização indicaram a formação de morfologia núcleo-casca na maioria dos casos estudados para os dois sistemas propostos. Por sua vez...

Desenvolvimento de pastas alimenticias instantaneas por processo de extrusão termoplastica : influencia do tipo de trigo, teor de emulsificantes e parametros do processo na qualidade do produto.; Development of instantaneous pastas for thermoplastic extrusion process: influence of the type of wheat, text of emulsifier and parameters of the process in the product quality.

Matheus Depieri
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
17.58%
O presente trabalho analisou a produção de pastas instantâneas feitas a partir de dois tipos de matérias-primas, a farinha de trigo comum e a semolina de trigo durum, utilizando o processo de extrusão termoplástica. O objetivo principal do trabalho foi comparar a qualidade dos dois tipos de pastas obtidos, já que pelo processo convencional de produção de massas alimentícias, a matéria-prima mais usada e que garante melhor qualidade às pastas é a semolina de trigo durum, que, por outro lado, apresenta um maior custo. Procurou-se, através do processo de extrusão, obter produtos de características semelhantes, mesmo usando uma matéria-prima de qualidade inferior e custo mais baixo, que é o caso da farinha de trigo comum. Para isso foi utilizado um extrusor termoplástico de rosca simples Brabender mod. 1014/2, seguindo um planejamento experimental do tipo composto central rotacional com 3 variáveis independentes, a temperatura na 2ª zona do extrusor (x1), umidade da mistura inicial (x2) e teor de emulsificante na mistura inicial (x3). Foram analisadas, além da composição centesimal e características reológicas das matérias-primas, as seguintes respostas para as pastas instantâneas obtidas: umidade, cor, tempo ótimo de cozimento...

Efeitos da irradiação na composição e propriedades funcionais da soja.; Effects of irradiation on the composition and functional properties of soyben.

Aparecida Sonia de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
17.58%
O presente trabalho teve como objetivo estudar os efeitos da irradiação e do tempo de armazenamento na composição química de grãos de soja e funcionais de seus isolados protéicos. Os grãos de soja foram divididos em quatro lotes, sendo que dois foram irradiados em fonte de 60Cobalto, com doses de 2,0 ou 5,0 kGy, um lote foi irradiado em acelerador de elétrons com dose de 2,0 kGy e um lote foi utilizado como controle (não irradiado). Os lotes foram armazenados por um período de 12 meses. A cada quatro meses, uma porção de cada lote foi retirada para produção laboratorial de farinhas desengorduradas (FDSs) e isolados protéicos (IPSs). A composição centesimal nos grãos, FDSs e IPSs foi determinada. Nos grãos foram analisados a atividade de água, teor de isoflavonas e atividade antioxidante (IA) e nas FDSs, os teores de fitato e inibidores de tripsina (IT). O teor de acidez foi avaliado nos óleos obtidos do desengorduramento das farinhas. As características estruturais das proteínas dos IPSs obtidos foram avaliadas por análises de eletroforese em gel de poliacrilamida na presença de dodecil sulfato de sódio (SDS-PAGE) em condições não redutoras, das proteínas solúveis em diferentes sistemas, calorimetria diferencial de varredura (CDV)...

Produção e caracterização de biossurfactantes viasndo a aplicação industrial e em processos de biorremediação.; Production and characterization of biosurfactants aiming at the industrial and biorremediation processes application.

Ani Beatriz Jackisch Matsuura
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
17.39%
Foi realizado um estudo para a seleção do melhor produtor de biossurfactante entre 48 microrganismos dos quais 5 bactérias, 11 leveduras, 27 fungos filamentosos (deuteromycetes) e 5 basidiomycetes, provenientes da Região Amazônica e da Coleção de Cultura do Laboratório de Sistemática e Fisiologia Microbiana/FEA/UNICAMP. Esses microrganismos foram cultivados em meio liquido com 10% de óleo diesel. Entre os microrganismos testados foi selecionada a bactéria Planococcus citreus, cujo biossurfactante foi isolado e caracterizado. Dependendo do método de isolamento empregado, extração com clorofórmio:metanol ou precipitação com sulfato de amônio, foi obtido um biossurfactante com boa atividade emulsificante do tipo óleo em água (B9) ou do tipo água em óleo (B9S), respectivamente. O biossurfactante B9 foi obtido na concentração de 0,28 g/L e o B9S na concentração 0,11 g/L. Quando os biossurfactantes foram produzidos em fermentador durante 72 h a concentração do biossurfactante B9 foi 0,53 g/L e para o B9S 0,031 g/L. O biossurfactante B9 reduziu a tensão superficial da água para 37 mN/m (5 g/L), mas nessa condição apresentou efeito fitotóxico. O B9S apresentou excelente atividade emulsificante em baixa concentração (0...

Estudo da fabricação de requeijão cremoso com diferentes concentrações de gordura no extrato seco, sal emulsificante e concentrado proteico de soro obtido por ultrafiltração.; Requeijão cremoso manufacture study with different concentrations of fat on dry matter, emulsifying salt and whey protein concentrate obtained by ultrafiltration.

Gert Marcos Lubeck
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.39%
Este trabalho constitui em desenvolver tecnologia de fabricação de requeijão cremoso utilizando concentrado oretéico de soro ultrafiltrado e estudar as caracteristicas fisico-quimicas, de textura instrumental e sensorial, capacidade de derretimento de queijo, propriedades reológicas e de caracterização sensorial dos produtos. A fabricação dos produtos foi realizada nas instalações da Indústria de Laticínios Bombardelli em condições de processo industrial. Na 1ª etapa foram realizados dois experimentos. O primeiro experimento avaliou a possibilidade do aproveitamento do concentrado protéicode soro (CPS), de massa coagulada com e sem lavagem da massa, e de utilização de diferentes fontes de gordura, como o creme de leite e a manteiga, na fabricação de requeijão cremoso. O segundo experimento avaliou pontos tecnológicos de processo de ovbtenção dos ingredientes de fabricação sos requeijões cremosos. Na 2ª etapa também foram realizados dois experimentos. O primeiro experimento consistiu na fabricação dos requeijões cremosos utilizando quatro níveis de CPS (6,8, 10 e 12%) e três níveis de gordura no extrato seco (GES) (55, 60e 65%). Foram avaliadas as caracteristicas fisico-quimicas dos ingredientes e...

Avaliação da capacidade emulsificante de gelatina acilada; Emulsifying capacity evaluation of acylated gelatin

Cathia dos Reis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.39%
A gelatina é uma proteína de alto interesse e valor comercial, no entanto seu uso como agente emulsificante ainda é bastante restrito devido à limitações tecnológicas. O objetivo geral deste trabalho foi investigar as alterações nas propriedades físicas, químicas e funcionais da gelatina de origem bovina quando submetida à modificação química através da reação de acilação com um cloreto de ácido graxo, bem como avaliar seu desempenho em aplicações com finalidade tecnológica de emulsificação. Para a definição das condições ótimas de reação de acilação (pH de reação e concentração do reagente), foram avaliados o grau de acilação (GA), a atividade (AE) e estabilidade emulsificante (ES), a força de gel (Bloom) e a viscosidade. As gelatinas aciladas obtidas foram também caracterizadas quanto aos teores de proteína, cinzas, umidade, cloretos, distribuição de peso molecular, ponto isoelétrico e espectroscopia de infravermelho. As emulsões (20% óleo) produzidas utilizando as gelatinas aciladas foram avaliadas através de medidas de separação visual de fases e determinação de tamanho de gota por microscopia ótica. Os resultados mostraram que a reação de acilação apenas tornou-se efetiva quando realizada em pH extremamente alcalino (pH 11...

Influência das condições de secagem nas propriedades gelificante e emulsificante das frações 7S e 11S da proteína de soja; Influence of drying in the gelling and emulsifying properties of the fractions 7S and 11S protein from soybean

Adriana Gadioli Tarone
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.58%
Dietas a base de vegetais e suas proteínas têm se tornado cada vez mais populares visando saúde e bem-estar. Dentre as proteínas vegetais, a de soja é a mais utilizada como ingrediente na indústria de alimentos, atuando inclusive como estabilizante de emulsões e agente gelificante. As globulinas 7S (ß ¿ conglicinina) e 11S (glicinina) são as principais frações protéicas da soja, sendo que a primeira possui boa capacidade emulsificante e a segunda tem alto poder gelificante. Em função de condições de processo, como temperatura e pressão, as propriedades funcionais das frações protéicas de soja podem ser modificadas, dado que estas possuem diferente susceptibilidade ao calor e cisalhamento. Assim, este trabalho teve como objetivo estudar a capacidade emulsificante e gelificante das frações 7S e 11S da proteína de soja liofilizadas ou secas em "spray dryer¿ a 120, 150 ou 180ºC. Estas foram caracterizadas por eletroforese em gel de poliacrilamida, potencial zeta, isotermas de sorção, microscopia ótica, cor, distribuição de tamanho de partícula, densidades real e aparente e calorimetria diferencial de varredura. Quanto à cor, as amostras secas em "spray dryer¿ foram as mais claras, principalmente as secas em maior temperatura...

Aplicação de herbicidas pós-emergentes via irrigação por aspersão: revisão

Vieira,R.F.; Silva,A.A.; Ramos,M.M.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
27.09%
A herbigação (aplicação de herbicidas via irrigação) vem se expandindo no Brasil, embora os resultados de pesquisas de avaliação desta técnica sejam escassos e pouco conhecidos, principalmente quando ela é feita com herbicidas aplicados em condições de pósemergência (PÓS) das plantas daninhas. O objetivo desta revisão foi fazer um levantamento das principais publicações científicas disponíveis relacionadas à aplicação de herbicidas de PÓS via irrigação por aspersão. Na maioria dos estudos revisados foi utilizado um simulador de irrigação por aspersão, e as doses de herbicidas empregadas na herbigação foram as mesmas utilizadas na aplicação convencional (pulverização). As lâminas de água empregadas na herbigação variaram de 1 a 14 mm (10.000 a 140.000 L ha-1). Os herbicidas mais estudados por essa técnica e que foram eficazes no manejo de plantas daninhas são: bromoxynil, acifluorfen, fomesafen, lactofen e os herbicidas ariloxifenoxipropionatos. Os herbicidas atrazine, chlorsulfuron, dicamba, sethoxydim e triasulfuron participaram de pelo menos um estudo e apresentaram potencial de controle eficiente de plantas daninhas através da herbigação. Esses herbicidas têm pelos menos duas das seguintes características: baixa solubilidade em água...

PROPRIEDADES EMULSIFICANTES E SOLUBILIDADE DA CASEÍNA BOVINA E DE SEUS HIDROLISADOS TRÍPTICOS: 1. EFEITO DO PH E DO TEMPO DE HIDRÓLISE

DUARTE,Ângela Jardim; CARREIRA,Raquel Linhares; JUNQUEIRA,Roberto Gonçalves; COELHO,José Virgílio; SILVESTRE,Marialice Pinto Coelho
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1998 PT
Relevância na Pesquisa
17.58%
Visando a aplicação industrial da caseína e de seus hidrolisados trípticos, foram estudados os efeitos da variação do pH e do tempo de hidrólise sobre suas características de solubilidade e propriedades emulsificantes. Testou-se os valores de pH de 3,0; 4,0; 5,0; 6,0; 7,0 e 8,0 e os tempos de hidrólise: 5, 10 15, 30 e 60min. Foram medidos a solubilidade, a capacidade emulsificante, o índice de atividade emulsificante, a estabilidade da emulsão, e calculdado o tamanho dos glóbulos de gordura. Os resultados obtidos para a caseína nativa indicaram que os melhores valores para estas propriedades funcionais foram encontrados em pH acima de 5,0. A hidrólise tríptica da caseína foi benéfica para sua solubilidade e capacidade emulsificante e prejudicou sua estabilidade, em todos os valores de pH e tempos de hidrólise, exceto no pH 5,0 com 5 min de reação. Por outro lado, este tratamento enzimático contribuiu para melhorar o índice de atividade emulsificante da caseína, entre valores de pH 3,0 e 5,0 e após 10 min de reação.

Solubilidade de nitrogênio, dispersibilidade de proteína e propriedades emulsificantes dos extratos hidrossolúveis desidratados de arroz e soja

WANG,Sin H.; FERNANDES,Simone M.; CABRAL,Lair C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2000 PT
Relevância na Pesquisa
27.09%
Com o objetivo de verificar a possibilidade do uso dos extratos hidrossolúveis desidratados elaborados com arroz e soja em diferentes proporções (100:0, 90:10, 80:20, 70:30, 60:40 e 50:50%) em produtos alimentícios, foram estudadas solubilidade e propriedades emulsificantes das misturas. Os processos utilizados para a obtenção foram: maceração do arroz e da soja, desintegração, centrifugação, adição de ácido cítrico, fervura e secagem por atomização. Através das análises, foi verificado que o aumento das proporções de soja (0 a 50%) resultou, num aumento do nitrogênio solúvel em água, da atividade emulsificante e da estabilidade de emulsão, bem como numa diminuição do índice de solubilidade de nitrogênio e do índice de dispersibilidade de proteína. Contudo, a proteína dispersível em água aumentou até um máximo na proporção de 10% de soja, além do qual, diminuiu com o aumento das proporções de soja (10 a 50%). Portanto, os extratos hidrossolúveis desidratados das misturas de arroz e soja com 10, 20 e 30% de soja, são recomendados para o uso em produtos cárneos, de confeitaria e de chocolataria, sopas, molhos, cremes e bebidas, enquanto que aqueles com 40 e 50% de soja, são considerados mais adequados para uso como extensores de carne...

Aplicação de farinha de casca de maracujá em massa alimentícia fresca

Fogagnoli,Gabriela; Seravalli,Elisena Aparecida Guastaferro
Fonte: Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL Publicador: Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.58%
Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência da adição de farinha de casca de maracujá e um emulsificante (estearoil-2-lactil-lactato de sódio) nas características de massa alimentícia fresca. Para comparação, uma formulação padrão foi desenvolvida utilizando farinha de trigo, água e emulsificante. Um planejamento fatorial completo 2² foi usado para avaliar a influência dos dois ingredientes (variáveis independentes) na taxa de absorção de água durante o cozimento, no aumento de volume, na perda de sólidos e na elasticidade da massa. Variando a concentração de farinha de casca de maracujá de 5,0% para 8,0%, houve aumento de 40% na perda de sólidos e redução de 20% na elasticidade da massa desenvolvida. Com esses resultados, estabeleceu-se a formulação a ser usada, contendo 0,4% de emulsificante e 5% de farinha de casca de maracujá, apresentando na sua composição, em base úmida: 1,34% de gordura; 9,25% de proteína; 0,61% de cinzas; 0,0598% de sódio; 52,45% de carboidratos; e 5,22% de fibras. Amostras de macarrão preparado com as duas formulações (padrão e adicionada de farinha de casca de maracujá) foram oferecidas a provadores não treinados para avaliação sensorial. Os resultados do teste de aceitação não mostraram diferença significativa entre elas (p > 0...

Produ????o de biosurfcactante e lipase Aspergillus fumigatus cultivado em estado s??lido e avalia????o da biorremedia????o em derrames de ??leos e derivados

Cerqueira, Vanessa Sacramento
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
17.58%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Engenharia e Ci??ncia de Alimentos, Escola de Qu??mica e Alimentos, 2007.; Os biossurfactantes s??o compostos de superf??cie ativa sintetizados por diversos microrganismos e que t??m recebido crescente interesse pelas vantagens que possuem sobre os surfactantes qu??micos, tais como biodegradabilidade, baixa toxicidade e produ????o a partir de fontes renov??veis. Estes compostos apresentam propriedades emulsificante, solubilizante e dispersante, podendo ser aplicados em diversos processos, em especial, na biorremedia????o. O presente trabalho teve por objetivo estudar a produ????o de biossurfactante e lipase a partir do fungo filamentoso Aspergillus fumigatus atrav??s de fermenta????o em estado s??lido, avaliar a estabilidade do biossurfactante em diferentes condi????es f??sico-qu??micas e estudar a biorremedia????o em derrames de compostos de origem animal (??leo de pescado) e mineral (tolueno) ocasionados em solos utilizando o biosurfactante produzido. Para o estudo da produ????o de biossurfactante e lipase foram testados dois meios fermentativos (farelo de arroz e farelo de trigo), dois n??veis de aera????o (60 e 100 mL.g-1.h-1) e tr??s fontes adicionais de carbono (??leo de soja degomado...

Emulsificante em dietas iniciais com diferentes fontes lipídicas para frangos de corte

Schneider, Giovanna Lauer
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
27.79%
Resumo: Objetivou-se avaliar o efeito de fontes lipídicas com a adição de emulsificante à base de lecitina de soja, ácidos orgânicos, gordura de palmiste e sais biliares na dieta sobre o desempenho e metabolizabilidade em frangos de corte. O primeiro experimento avaliou os coeficientes de metabolizabilidade aparente (CDA) em frangos de corte de 1 a 8 dias de idade. As fontes lipídicas utilizadas foram óleo de soja (OS), óleo ácido de soja (OAS), sebo bovino (SB) e óleo de aves (OA) substituídas em 7% da ração referência, com e sem a adição de 2 kg/ton de emulsificante, resultando em nove rações testes. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x4, sendo com ou sem adição de emulsificante e as quatro fontes lipídicas. Cada tratamento possuiu 8 repetições com 15 pintainhos machos cada, alojados em gaiolas metálicas recebendo água e ração ad libitum durante todo o período experimental. No segundo experimento, analisou-se o desempenho por meio do consumo de ração (CR), ganho de peso (GP) e conversão alimentar (CA) em frangos de corte de 8 a 22 dias de idade. Os animais receberam dietas isonutritivas. Cada tratamento possuía 8 repetições com 15 pintainhos machos cada. A inclusão do emulsificante aumentou o CDA do EE do OS e do SB...

Caracterização e utilização da mucilagem de inhame (Dioscorea spp.) como emulsificante em pães de forma

Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DCA - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DCA - Programa de Pós-graduação; UFLA; BRASIL
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.09%
Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, para a obtenção do título de Mestre.; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

Papel da gordura e do sal emulsificante em analogos de requeijão cremoso.; Role of fat and emulsifying salt on 'requeijão cremoso' cheese analogues.

Clarissa Reschke da Cunha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.58%
Embora reconhecidamente fundamentais para a fabricação de queijos fundidos, os fenômenos de peptização e emulsificação ainda não estão plenamente entendidos, principalmente devido ao grande número de fatores envolvidos. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de diferentes tipos de gordura (butter oil, gordura vegetal hidrogenada e óleo vegetal) e de sal emulsificante (citrato de sódio, hexametafosfato de sódio, tripolifosfato de sódio e pirofosfato tetrassódico) sobre as características reológicas e funcionais e sobre a aceitação sensorial de análogos de requeijão cremoso. Além disso, o estudo buscou compreender como esses fatores influenciaram os mecanismos de peptização e emulsificação. A fabricação dos queijos a partir de ingredientes anidros permitiu tratar os análogos como sistemas modelo, onde as variáveis foram limitadas e bem conhecidas. O trabalho foi dividido em três etapas: 1) caracterização dos requeijões cremosos e análogos comerciais quanto à composição química, microestrutura, propriedades reológicas e funcionais e aceitação sensorial; 2) avaliação do papel dos diferentes sais emulsificantes em análogos de requeijão cremoso; 3) avaliação do papel dos diferentes tipos de gordura em análogos de requeijão cremoso. De modo geral...

Estudo comparativo das caracteristicas fisicas e quimicas, reologicas e sensorias do requeijão cremoso obtido por fermentação lactica e acidificação direta

Marcia Rapacci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/1997 PT
Relevância na Pesquisa
17.79%
Foi realizado um estudo comparativo das características físicas, químicas, reológicas e sensoriais do requeijão cremoso fabricado com massa obtida por fermentação láctica, adicionado de fermento láctico acidificante, composto de Lactococcus lactis ssp lactis e Lactococcus lactis ssp cremoris e massa obtida por acidificação direta a quente, pela adição direta de ácido láctico ao leite aquecido a 80°C, utilizando em cada formulação dois tipos de sal emulsificante à base de polisfosfatos de sódio (JOHA S9 e S10) nas seguintes proporções: 2,0%, 2,5% e 3,0%. O processo de obtenção da massa por acidificação direta a quente, demonstrou ser uma técnica bastante prática de coagulação das proteínas do leite, no entanto, requeijões resultantes deste processo, apresentaram sabor menos acentuado do que requeijões processados com massas obtidas por fermentação láctica. As massas obtidas por fermentação láctica e por acidificação direta, foram submetidas a um estudo criterioso quanto às características físico-químicos como: pH, acidez titulável, conteúdo de minerais (Ca, P, Mg e Na), extrato seco total e nitrogênio total. O grau de desmineralização das massas obtidas pelos dois processos de acidificação foi avaliado através da perda de minerais (Ca...

Obtenção de concentrados e hidrolisados proteicos de Tilapia do Nilo (Oreochromus niloticos) : composição, propriedades nutritivas e funcionais

Lys Mary Bileski Candido
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/1998 PT
Relevância na Pesquisa
17.58%
O objetivo geral deste trabalho foi o de otimizar as propriedades funcionais de concentrados protéicos de tilápia do Nilo, mediante modificações nos processos de obtenção de concentrados, ou através de hidrólise enzimática de proteínas. A matéria prima empregada na elaboração deste trabalho foi a tilápia do Nilo (Oreochromus niloticus). Inicialmente foi preparado um concentrado de proteínas totais, tratado com 3 ciclos de etanol a 50°C, o qual apresentou baixo teor de gorduras (2,14 ± 0,07%), mas não apresentou funcionalidade. Foram preparados concentrados de proteínas miofibrilares, nos quais os filés de tilápia foram moídos, e lavados com soluções de cloreto de sódio, e bicarbonato de sódio e água consecutivamente. Após a eliminação da água possível, por prensagem, foram aplicados seis tratamentos diferentes, incluindo: etanol a frio (E), adição de crioprotetores, á semelhança do preparo do surimí (S), tratamento do concentrado S com etanol a frio (SE), tratamento do filé triturado com etanol hexano (EH), adição de polifosfatos aos filés triturados (F), e tratamento do concentrado F com etanol a frio (FE). A avaliação preliminar das propriedades funcionais e da estabilidade dos concentrados mostrou que o concentrado adicionado de polifosfatos e tratado com etanol foi a melhor alternativa. Este foi a seguir...

Efeito do óleo essencial de pimenta longa (Piper hispidinervum C. DC) e do emulsificante Tween® 80 sobre o crescimento micelial de Alternaria alternata (Fungi: Hyphomycetes)

Nascimento,Fabiane Reis; Cardoso,Maria Graças; Souza,Paulo Estevão; Lima,Rafaela Karin; Salgado,Ana Paula Soares Pinto; Guimarães,Luiz Gustavo Lima
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.39%
Este trabalho objetivou avaliar o efeito do óleo essencial de folhas de pimenta longa (Piper hispidinervum C. DC), sobre o crescimento micelial de Alternaria alternata e a análise da influência da concentração do emulsificante Tween® 80 no controle deste fitopatógeno. O óleo essencial foi obtido pela técnica "arraste a vapor d'água", utilizando-se aparelho de Clevenger modificado, e posteriormente submetido, à análise por cromatografia em fase gasosa acoplada a espectrômetro de massas CG-EM a CG. Para os ensaios biológicos, o método foi o bioanalítico in vitro observando-se o crescimento ou inibição do micélio de A. alternata no meio de cultura BDA na presença de diferentes concentrações do óleo essencial (0, 100, 250, 500 e 1000 mgL-1 ) sob diferentes concentrações de Tween® 80. Adotou-se esquema fatorial com quatro repetições, em delineamento inteiramente casualizado (DIC). Observou-se que o óleo essencial de pimenta longa apresentou inibição sobre o crescimento micelial do fungo A. alternataem todas as concentrações analisadas, sendo que na concentração de 1000 mgL-1 esta inibição foi de 100% , e a porcentagem de emulsificante (Tween® 80), influenciou na atividade fungitóxica das concentrações de 250 mgL -1 e 500 mgL -1 do óleo essencial.

Identificação por Maldi-Tof MS de isolados de Aspergillus seção Nigri e avaliação do potencial biotecnológico na produção de biossurfactantes

Faria, Lucas Vieira de
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola; UFLA; brasil; Departamento de Biologia Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola; UFLA; brasil; Departamento de Biologia
Tipo: Dissertação
Publicado em 18/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.09%
Species belonging to section Nigri form a subgroup of genus Aspergillus, and are cosmopolitan. Many species of this section are used in food and fermentation industries, being A. niger the most reported, presenting GRAS status. However, this section is considered by many taxonomists as one of the most difficult to identify due to high genetic variability. Surfactants are amphipathic molecules that present two portions in the same molecule: a hydrophilic portion and a hydrophobic portion. Biosurfactants are a group of many molecules produced by different microorganisms and mainly classified by chemical structure and microbial origin. The objectives of this work were to identify 32 Aspergilus section Nigri fungal isolates by means of the MALDITOF MS technique, and test the biosurfactant production capacity of three Aspergillus niger isolates, using bacteria Bacillus subtilis CCMA 0087 as control. We tested three different protein extraction methodologies by MALDITOF MS, comparing them by means of grouping in dendrograms. The results showed that the grouping could vary depending on the methodology used. Regarding biosurfactant production capacity, the fungi isolates were tested to obtain the emulsification index, considering many aspects for its favoring...

EFEITO DA ADIÇÃO DE CLORETO DE CÁLCIO NA ESTABILIDADE

COSTA, FABIANO FREIRE; Universidade Federal de Lavras - MG; DE RESENDE, JAIME VILELA; Universidade Federal de Lavras - MG; DE ABREU, LUIZ RONALDO; Universidade Federal de Lavras - MG
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
17.58%
Este trabalho objetivou estudar os efeitos da adição de cloreto de cálcio na coalescência dos glóbulos de gordura em sorvetes. Foram preparados sorvetes adicionados ou não de 0,025% de-carragena, 0,15% de emulsificante (80% de mono e diglicerídeos e 20% de polissorbato 80) e cloreto de cálcio (0, 40 e 80 mM). Partículas coloidais presentes nas gotas do sorvete derretido foram analisadas e seus tamanhos e distribuição medidos, utilizando-se o equipamento Mastersizer 2000. De acordo com os resultados foi possível observar que não houve variação dos valores medidos nas amostras sem adição de cloreto de cálcio. Entretanto, quando se adicionou emulsificante ocorreu maior desestabilização dos glóbulos de gordura nas amostras de sorvetes com 40 e 80 mM de cloreto de cálcio e esses valores foram minimizados pela presença de -carragena. Os resultados podem ser explicados devido à capacidade de interação dos íons cálcio com os emulsificantes, estabilizantes e as proteínas do leite. Concluiu-se que a adição de cloreto de cálcio é extremamente danosa para a estabilidade de emulsões como sorvetes.-carragena...