Página 1 dos resultados de 674 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A abordagem das políticas educativas para a empregabilidade

Bettencourt, Rui
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica apresentada à Universidade Aberta; O desemprego atrai enormes atenções e fortes preocupações levando a que a procura de estratégias pelo emprego, em particular na atual conjuntura, seja um desígnio central de qualquer projeto ou discurso político ou de sociedade. Esta investigação pretende, neste quadro, encontrar as ligações entre políticas educativas e empregabilidade e, mais genericamente, considera o impacto da educação no emprego. Vem na sequência da evolução do pensamento económico que visa privilegiar o investimento na educação para o desenvolvimento económico e que culmina com as teorias de desenvolvimento endógeno de economistas modernos como Philippe Aghion. O autor procura, através de uma análise sistémica do emprego, as ligações entre educação e empregabilidade, e analisa consequências do e no Currículo e da e na Supervisão Pedagógica. Os mecanismos de ligação entre a Educação e o Emprego consubstanciam-se em políticas educativas para a empregabilidade que poderíamos considerar como políticas de emprego de uma 3ª geração – após as políticas passivas de proteção no desemprego e as políticas ativas de fomento da economia - que se caracterizam por agir junto da empregabilidade das pessoas quer em antecipação do mercado de trabalho...

Empregabilidade e side-bets: uma realidade dos estudantes universitários do mestrado

Ferreira, Marta Andreia Lopes
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
O conceito de empregabilidade tem sido crucial nos dias de hoje devido às mudanças que têm ocorrido na sociedade em geral. É imprescindível conhecer o este conceito bem como as transformações que têm ocorrido à volta dele e principalmente quais os seus antecedentes. Partindo da ideia que existe um investimento na procura de emprego, os side-bets foram considerados antecedentes da empregabilidade. O presente estudo teve como objectivo estudar a relação de antecedência dos side-bets com a percepção da empregabilidade, num contexto universitário, nomeadamente dos estudantes do mestrado. Os resultados permitiram concluir que os side-bets são antecedentes da empregabilidade. Contudo foram identificadas várias limitações que permitem encontrar estudos futuros bastante interessantes. Foram discutidas as implicações do presente estudo; Orientador: Maria da Conceição Couvaneiro

Construção de uma escala de empregabilidade: competências e habilidades pessoais, escolares e organizacionais; Construction of an employability scale : competencies and personal, academic and organizational abilities

Campos, Keli Cristina de Lara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
O uso recente do termo Empregabilidade refere-se às competências, habilidades e atitudes gerais esperadas para uma pessoa conquistar e manter um trabalho ou emprego. O crescimento das exigências de qualificação laboral e a complexidade do tema têm aumentado o número de pesquisas na área, destacando-se o estudo das características pessoais, crenças e atitudes que podem exercer influência sobre a eficácia nessa conquista. A presente pesquisa objetivou a construção e validação de uma Escala de Empregabilidade que visa avaliar quais os fatores que estão relacionados a um resultado positivo na busca de emprego. A amostra inicial foi composta por 628 estudantes universitários de ambos os sexos, dos cursos de Administração, Engenharias e Psicologia de instituições públicas e privadas do Estado de São Paulo. O instrumento proposto foi composto por 88 itens, referentes a 11 (onze) fatores/variáveis, aplicados de maneira coletiva, em uma escala tipo Likert de quatro (4) pontos cujos descritores são "seguramente sim", "creio que sim", "creio que não" e "seguramente não". Após 9 (nove) meses da primeira aplicação os participantes foram contatados por email para saber se estavam ou não empregados em sua área de formação...

Reestruturação produtiva e empregabilidade : dois estudos de casos com gerências intermediárias no setor químico

Braga, Divane Floreni Soares Leal
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
O presente trabalho objetiva avaliar as condições de empregabilidade decorrentes da reestruturação produtiva e das novas formas de organização do trabalho, visando identificar formas de desenvolvimento dos profissionais de gerência intermediária de duas empresas de grande porte do setor químico, bem como as políticas de recursos humanos adotadas por essas empresas. Para isto, foi realizada uma revisão da literatura, enfocando as questões da reestruturação produtiva, qualificação, empregabilidade e políticas de recursos humanos. A literatura sobre empregabilidade ainda é escassa, o que faz com que alguns pontos sobre o tema ainda não estejam suficientemente claros. O estudo foi realizado em duas grandes empresas do setor químico, Rhodia e Oxiteno, localizadas na região da Grande São Paulo. A primeira foi escolhida em função da existência de um programa formalizado para o desenvolvimento da empregabilidade e, a segunda, teve como critério de seleção o setor químico onde atua, o porte e a existência de uma política estruturada de recursos humanos. Foram realizadas dezesseis entrevistas semi-estruturadas, com gerências intermediárias, e o método de análise foi qualitativo. Ao cruzarem-se as respostas dos entrevistados com as informações da literatura consultada...

Empregabilidade

Silva, Luiz Ramos da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.6%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O objetivo deste trabalho é conhecer o entendimento mantido pelos funcionários da gerência média do Banco do Brasil sobre o conceito de empregabilidade. Assim, com base em uma extensa pesquisa bibliográfica busca, inicialmente, conceituar trabalho, emprego e empregabilidade. A seguir, são enfocadas as modificações ocorridas no setor bancário, nas últimas décadas, com o intuito de contextualizar as condições de empregabilidade do setor. Então, o trabalho procede à sistematização das exigências de empregabilidade relativas ao setor como um todo. A história do Banco do Brasil é mostrada, desde a sua fundação até os últimos anos da década de 90, como forma de compreender a cultura interna do Banco e sua relação e influência sobre os empregados. O Programa de Desligamento Voluntário do Banco do Brasil é enfatizada devido à ligação direta com as atuais condições de empregabilidade no setor bancário, em geral, e no âmbito do Banco do Brasil, em particular. Entrevistas semi-estruturadas foram aplicadas a um grupo de 10 gerentes conhecidos como GEREX ...

A empregabilidade dos diplomados pela Universidade de Aveiro: resultados do estudo sobre o triénio 2008/09 a 2010/11

Observatório do Percurso Socioprofissional dos Diplomados da Universidade de Aveiro; Neto, Carlos de Pascoal; Pacheco, Osvaldo Manuel da Rocha; Andrade, Carlos; Silva, Fernando; Figueiredo, Hugo; Albergaria, José; Rosa, Maria João; Barreto, Sérgio
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
A questão da empregabilidade dos graduados converteu-se nos tempos mais recentes numa das preocupações centrais das Instituições de Ensino Superior. O acompanhamento do percurso socioprofissional dos diplomados é hoje, não só uma forma de aferir o sucesso do ensino, mas também uma necessidade de ajustar as estratégias das instituições em resposta às necessidades desse mesmo mercado. Tal acompanhamento constitui uma ferramenta particularmente importante para a definição de políticas de melhoria da qualidade da formação ministrada nos diversos ciclos de estudos. A própria Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) releva para fins de avaliação e acreditação de cursos um conjunto de informação sobre a empregabilidade dos diplomados. A recolha desta informação está atualmente a ser objeto de tentativas de sistematização de procedimentos entre várias universidades, nomeadamente por ação quer da própria A3ES, quer do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP). Foi neste contexto que a Reitoria da Universidade de Aveiro (UA) criou o Observatório do Percurso Socioprofissional dos Diplomados da Universidade de Aveiro. Este relatório faz a apresentação pública dos principais resultados obtidos no âmbito do Estudo sobre a Empregabilidade e Situação perante o Emprego dos Diplomados da UA no Triénio de 2008/09 a 2010/11. Os resultados são assim apresentados por tipo de ensino – universitário e politécnico; ciclo de estudos – 1º ciclo...

Formação para a empregabilidade e implicação afectiva dos trabalhadores temporários : o papel moderador do voluntarismo

Espada, Mafalda Cristina Ferreira
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011; O presente estudo pretende explorar o efeito da formação que promove a empregabilidade e do voluntarismo na implicação afectiva numa amostra de trabalhadores temporários de agência de três organizações do sector industrial (N=279). Mais especificamente, pretende-se investigar o impacto da formação que promove a empregabilidade, interna e externa, na implicação afectiva e o papel do voluntarismo como moderador destas relações. De acordo com a teoria da troca social e com a norma da reciprocidade, esperava-se que a organização ao satisfazer uma necessidade importante dos trabalhadores temporários, i.e., o desenvolvimento da sua empregabilidade, tanto interna como externa, criasse nestes a obrigação de responder reciprocamente com a implicação afectiva. Para além disto, é provável que a procura de flexibilidade dos trabalhadores temporários com elevado voluntarismo os torne menos implicados com a organização, como tal, previa-se que o voluntarismo intensificasse ou atenuasse o efeito da formação que promove a empregabilidade (interna e externa) na implicação afectiva. As hipóteses foram testadas através da realização de regressões hierárquicas e os resultados mostram que a percepção que os trabalhadores temporários têm da formação que recebem como promovendo a sua empregabilidade interna está positivamente relacionada com a implicação afectiva destes com a organização. Os dados revelam que esta relação é mais fraca quando os trabalhadores temporários têm elevado voluntarismo. Não foi encontrada uma relação significativa entre a formação que promove a empregabilidade externa e a implicação afectiva dos trabalhadores temporários...

A formação como instrumento de desenvolvimento de competências facilitadoras da empregabilidade : estudo exploratório como finalistas do ensino superior

Fernandes, Graça Maria Pissarra
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; As rápidas e profundas mudanças das sociedades, da economia e do mercado de trabalho levaram à exigência de um novo perfil para o trabalhador do século XXI e à diminuição do efeito de diferenciação do ensino superior na obtenção de emprego, pelo que, sobretudo a partir dos anos 90 do século XX, a temática da empregabilidade dos diplomados do ensino superior atinge grande visibilidade. As instituições de ensino superior têm vindo a manifestar a preocupação em obter dados sobre a empregabilidade dos seus diplomados, utilizando-os como indicador de qualidade e fator de atração de novos alunos, sendo também objeto de políticas públicas. A complexidade do conceito de empregabilidade, plasmada em diferentes e diversas abordagens, evidencia que não é um estado, um momento, mas um processo que se pode alterar ao longo da vida do indivíduo, numa perspetiva de carreira, e em que este pode ser ator, desenvolvendo competências e adaptando-se às mudanças organizacionais e conjunturais. Tendo como referência os perfis do trabalhador do século XXI e a conceptualização disposicional da empregabilidade...

Indicadores de medição da empregabilidade dos diplomados do Ensino Superior: relatório final

Cardoso, José Luís, 1956-; Escária, Vítor; Ferreira, Vítor Sérgio, 1970-; Raimundo, Alexandra
Fonte: ICS-ULisboa / CIRIUS / ISEG Publicador: ICS-ULisboa / CIRIUS / ISEG
Tipo: Relatório
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
O presente Relatório sobre Indicadores de Medição da Empregabilidade dos Diplomados do Ensino Superior foi realizado por uma equipa de investigadores do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-ULisboa) e do Centro de Investigações Regionais e Urbanas do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (CIRIUS/ISEG-ULisboa) com o apoio da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES). Surge na sequência de outro estudo em que a mesma equipa participou, no qual se procedeu a uma análise das orientações e práticas das instituições de ensino superior relativamente à promoção da empregabilidade e da inserção dos diplomados na vida profissional.1 O Relatório começa por apresentar as motivações e objetivos subjacentes ao estudo, bem como a orientação metodológica utilizada (secção 2). Depois apresenta uma inventariação e sistematização de casos e práticas de medição da empregabilidade e respetivas metodologias (secção 3), os quais têm vindo a ser conduzidos por instituições do ensino superior interessadas nesta temática. Procede ainda a uma análise crítica das metodologias utilizadas (secção 4) e estabelece uma proposta de metodologia de medição da empregabilidade a aplicar de forma transversal para todos os ciclos de estudo e instituições (secção 5). Conclui com a apresentação de uma proposta de questionário a ser administrado...

Habilitações académicas e percepções de adaptabilidade e empregabilidade : (estudo exploratório com uma amostra de trabalhadores no sector de engenharia)

Cabo, André Torquato Mimoso do
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014; O trabalho incide no estudo das relações das habilitações académicas com as percepções de adaptabilidade e de empregabilidade, numa amostra de 38 colaboradores de uma empresa do sector de engenharia. Uma vez que cada vez mais o desemprego se instala, a empregabilidade e a adaptabilidade tornam-se muito importante para o mercado de trabalho. Se associarmos a essa realidade o aumento de licenciados, torna-se importante perceber a relação dos construtos com esta variável. Os construtos estudados são de natureza psicossocial e fundamentam-se em duas abordagens teóricas: o conceito de adaptabilidade na carreira da abordagem construtivista (Savickas, 2005) e o conceito de empregabilidade disposicional (Fugate e Kinicki, 2008). Foram aplicados os instrumentos que operacionalizam os dois construtos à amostra – o Inventário de Adaptabilidade e o Inventário de Empregabilidade. Foi ainda utilizado um terceiro questionário para recolher alguns dados sociobiográficos. Apresentam-se ainda os resultados obtidos, sendo de destacar que a análise dos resultados mostrou uma relação não significativa entre a empregabilidade e a adaptabilidade com as habilitações académicas. No final tecem-se algumas considerações sobre o trabalho...

Promover a empregabilidade em tempo de insegurança laboral: o papel das práticas de formação no compromisso afetivo

Serejo, Ana Raquel Alves
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Tese de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Social e das Organizações; O presente estudo pretende averiguar o efeito da Formação Promotora de Empregabilidade no Compromisso Afetivo dos colaboradores para com a organização empregadora. Recorreu-se ainda à distinção entre Empregabilidade Interna e Empregabilidade Externa. Adicionalmente procurou-se avaliar a possibilidade de um efeito mediador nesta relação por parte da Insegurança Laboral. A investigação contou com um total de 156 participantes, profissionalmente ativos, de diferentes organizações. Os dados foram analisados com recurso ao método de Equações Estruturais. Foi possível comprovar uma associação positiva entre a Formação como Promotora de Empregabilidade (Global, Interna e Externa) e o Compromisso Afetivo. Verificou-se também que a Insegurança Laboral influência negativamente o Compromisso Afetivo. Não foi encontrada uma relação significativa entre a variável Formação como Promotora de Empregabilidade e a Insegurança Laboral, inviabilizando também a hipótese de mediação. Estes resultados permitiram refletir acerca das implicações destas variáveis nas práticas de recursos humanos e impacto nos resultados individuais e organizacionais. Conclui-se acerca da importância de minimizar o impacto da Insegurança Laboral...

Gestão recursos humanos e empregabilidade - O efeito moderador do contrato de trabalho

Falé, Paula
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; O objetivo deste estudo pretende avaliar qual o impacto das práticas de Gestão de Recursos Humanos, na sua globalidade, nomeadamente, integração e acolhimento, formação, avaliação de desempenho, carreira, recompensas, comunicação e celebração/reconhecimento, sobre a perceção interna e externa de empregabilidade, moderada através do tipo de contrato de trabalho. Para tal foi construído o seguinte problema: Que relação poderá existir entre a perceção das Práticas de Gestão de Recursos Humanos e a perceção de empregabilidade dos Trabalhadores? Será que esta relação é afetada pelo tipo de contrato de trabalho? As hipóteses de estudo formuladas para encontrar resposta ao problema foram: (I) As Práticas de Gestão de Recursos Humanos têm um efeito positivo na perceção de empregabilidade tanto ao nível da dimensão interna como ao nível da dimensão externa, (II) o tipo de contrato tem um efeito moderador na relação entre as Práticas de Gestão de Recursos Humanos e a perceção de Empregabilidade Interna e Externa. Participaram neste estudo 525 trabalhadores em contexto ativo de mercado de trabalho...

A força da proatividade na relação entre a satisfação na carreira e a empregabilidade

Ribeiro, Francisca Calheiros de Albuquerque Henriques
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; O presente estudo tem como principal objetivo estudar o efeito mediador que a Proatividade possa ter na relação entre a Satisfação com a Carreira e a Empregabilidade. Assim, através do Modelo de Investigação proposto, foram testadas e confirmadas as seguintes condições prévias ao teste de mediação: 1) A Satisfação com a Carreira é preditora da Empregabilidade; 2) A Satisfação com a Carreira é preditora da Proatividade; 3) A Proatividade é preditora da Empregabilidade. Os resultados (N=348) deste estudo evidenciaram o efeito de mediação esperado por parte da Proatividade, tendo-se verificado um efeito parcial relativamente à Empregabilidade Interna e um efeito total em relação à Empregabilidade Externa. Estes resultados sugerem que, embora a Satisfação com a Carreira seja um importante fator para a perceção de Empregabilidade, os comportamentos e atitudes proativos ganham cada vez mais um papel preponderante na perceção das oportunidades laborais, sejam estas internas ou externas. Concluímos que os participantes, embora valorizem e apresentem Satisfação com a sua Carreira, têm uma perceção de que o mercado procura e oferece maior número de oportunidades...

O emprego para a vida acabou…e agora? A relação da resiliência e da perceção da empregabilidade

Fernandes, Ricardo Nuno
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; A situação sócio-económica que vivemos, é cada vez mais aflitiva. As taxas de desemprego não param de aumentar, sendo certo que o emprego para a vida acabou. A procura de empregabilidade por parte dos trabalhadores tem vindo assumir-se como uma alternativa à segurança de emprego. Esta investigação pretende estudar a Resiliência e a sua relação com a empregabilidade percepcionada. Os nossos resultados através de uma amostra de 252 pessoas, demonstram que a resiliência é preditora da perceção de empregabilidade e em particular com o valor percepcionado pelo trabalhador para a organização onde desenvolve actividade (empregabilidade interna). Quanto à relação da Resiliência com o valor percepcionado pelo trabalhador no mercado de trabalho em geral (empregabilidade externa) não foi encontrada associação significativa.; ABSTRACT: The current social and economic situation in which we live in, is increasingly distressing. Unemployment rates are constantly increasing, and the prospect of a job for life is over. Demand for employability by workers has positioned itself as an alternative to job security. This research aims to analyze resilience and its relationship with perceived employability. The results using a sample of 252 people...

Empregabilidade e percursos de inserção profissional: os diplomados no ensino superior politécnico

Saúde, Sandra
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Tese de dout., Sociologia, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2008; Esta tese resulta de um estudo acerca das características e dos factores estruturantes dos percursos de inserção profissional e de definição dos perfis de empregabilidade dos alunos diplomados no ensino superior politécnico. Emerge dos resultados encontrados, que a empregabilidade é condicionada por determinantes de natureza individual e contextual. Quanto às determinantes individuais, a dimensão “percurso de inserção profissional”, devidamente contextualizada pelo locus familiar e pela trajectória de formação, é a que mais interacções apresenta com o potencial individual de encontrar e de manter um emprego adequado. As experiências desenvolvidas durante o percurso ajudam, não só, a (re)construir a imagem das exigências e das preferências dos mercados de trabalho e de emprego, mas, também, a (re)definir o auto-conceito de conhecimentos, de competências, de capacidades e de qualidades pessoais tidas e/ou desenvolvidas pelo curso. Constatou-se que percursos de inserção profissional melhor sucedidos tendem a correlacionar-se com atitudes de procura de emprego mais pró-activas, e a maiores níveis de auto-avaliação em matéria de capacidades e qualidades necessárias ao exercício profissional. Nas determinantes contextuais...

Ensino superior e desenvolvimento de habilidades para a empregabilidade: explorando a visão dos estudantes

Zulauf,Monika
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
Este artigo examina a postura dos estudantes em relação ao desenvolvimento das habilidades de empregabilidade no ensino superior. A análise se baseia em um questionário de pesquisa apresentado a 60 alunos de graduação, os quais cursaram bacharelado em políticas sociais e bacharelado combinado em políticas sociais e sociologia em uma universidade londrina, criada depois de 1992. A pesquisa examina a opinião que os estudantes têm sobre as habilidades desenvolvidas e sobre suas preferências no que diz respeito ao desenvolvimento das habilidades para a empregabilidade. Os resultados mostram que a maioria dos estudantes considera de igual importância o conhecimento sobre matérias variadas e o desenvolvimento de habilidades relacionadas à empregabilidade. Há total apoio para uma estratégia institucional e um modelo integrado que reforcem as habilidades para a empregabilidade. Os resultados finais endossam a necessidade do desenvolvimento de habilidades para a empregabilidade, no contexto da aprendizagem.

Caracteristicas associadas a empregabilidade dos estudantes da FACE/UFG

Silva, Daniela Giarola e
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (RG); Administração (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (RG); Administração (RG)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
O fenômeno empregabilidade adentrou ao sistema produtivo para contextualizar as mudanças do mercado de trabalho atual. Este termo possui muitos significados, mas neste estudo será utilizado apenas um como base: empregabilidade é a possibilidade do estudante demonstrar aos empregadores os requisitos que eles imaginam serem necessários para o efetivo funcionamento de sua organização no futuro. Desta forma este estudo procurou encontrar as características dos alunos de Administração da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Econômicas da Universidade Federal de Goiás (FACE/UFG) que apresentaram maior nível de empregabilidade. Foram abordados na revisão teórica assuntos sobre mercado de trabalho, fenômeno da empregabilidade, trajetória do emprego e empregabilidade de administradores. Para aprofundar no objetivo exposto foram feitas análises de estudos que mensuraram o nível de empregabilidade de estudantes universitários, sendo que esta pesquisa se baseou no estudo Campos (2006) que desenvolveu uma escala de empregabilidade. Esta pesquisa é exploratória e descritiva, tendo sido utilizado um questionário online que condensou 72 questões que relacionam o estudante com o mercado atual de trabalho, a universidade e o curso de Administração...

As teorias administrativas e a empregabilidade vistas sob o enfoque da organização em aprendizagem

Menegasso, Maria Ester; UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1999 POR
Relevância na Pesquisa
37.52%
Discute-se ao longo deste documento o conceito de empregabilidade a partir das cinco disciplinas que são a base da organização em aprendizagem. Retomam-se as teorias administrativas e delas se retiram os elementos que contribuem para a empregabilidade no contexto das organizações formais. Conclui-se que poucas são as teorias convencionais de administração que contribuem para a empregabilidade. No entanto, ao correlacionar as teorias com as cinco disciplinas, percebe-se que a empregabilidade faz parte delas. Em outras palavras, as organizações que pretendam desenvolver a empregabilidade de seus componentes precisam adotar as cinco disciplinas.; In this paper the concept of employability is discussed based on the five disciplines of the learning organization. Administrative theories are used to provide the necessary elements which contribute to employability in formal organizations. Results show that few traditional administrative theories contribute to give support to employability. However, the correlation between the administrative theories and the five disciplines, which are core to learning organization, shows that employability plays an important role in the five disciplines. In other words, organizations whose aims are to develop the employability of its constituents need to adopt the five disciplines core to learning organization. KEYWORDS: Employability; Administrative theories; Learning organization

Análise das metodologias de avaliação da empregabilidade dos Graduados em Desporto de Portugal

Miragaia,D.; Carvalho,P.G.
Fonte: Edições Desafio Singular Publicador: Edições Desafio Singular
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
O objectivo deste artigo consiste na análise de metodologias utilizadas para monitorar e avaliar a empregabilidade dos graduados em Portugal na área de Desporto. A metodologia constou de uma consulta de literatura nacional e internacional para se clarificar o conceito de empregabilidade e suas implicações no desenho metodológico da avaliação da empregabilidade. Foram consultados inquéritos aplicados por entidades oficiais e analisada a coerência entre as dimensões/variáveis contempladas e o conceito de empregabilidade. Da análise realizada identificaram-se problemas de validade, fiabilidade, discriminação e comparabilidade entre estudos. Estes resultados indicam que é necessário encontrar uma nova forma de avaliar a empregabilidade. Sugere-se que essa avaliação seja realizada através da metodologia de triangulação (dados e investigadores) que consubstancie um projecto de investigação inter-institucional no futuro próximo.

A empregabilidade nos Parâmetros Curriculares Nacionais: implicações e limites a formação humanaThe empregabilidade in the National Curricular Parameters: implications and limits the formation human being

Moreira, Luciano Accioly Lemos
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
O presente trabalho analisa, à luz da ontologia marxiana, a formação voltada para a empregabilidade contida nos Parâmetros Curriculares Nacionais (1998/1999), nos Temas Transversais (1998) e nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio (1999). A análise desta problemática, com base nos fundamentos da perspectiva ontológico-marxiana, permitiu constatar que a formação na perspectiva da empregabilidade articula-se com as categorias da cidadania e do consumidor. A empregabilidade cumpre o papel de adequação dos indivíduos a um mercado de trabalho cada vez mais instável e em crise estrutural, tendo o campo da cidadania e do mercado consumidor como lugares naturais nas disputas e conquistas dos sujeitos sociais. A abordagem defendida pelos Parâmetros Curriculares Nacionais apresenta a sociabilidade do capital como algo insuperável e intocável, cabendo apenas transformar a consciência dos homens, capacitando-os para o enfretamento dos desafios de um mundo tecnologicamente desenvolvido e economicamente mundializado. A critica realizada por nossa análise, pauta-se na explicitação das implicações e limites dessa proposta para a formação humana, compreendendo que a proposta dos documentos analisados mantém os efeitos do trabalho alienado sobre o trabalhador...