Página 1 dos resultados de 2392 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Benefícios da participação em concursos de empreendedorismo : o caso arrisca C

Roma, Joana Raquel Serra
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
O concurso de empreendedorismo Arrisca C nasceu em 2008, ano com o maior número de concursos de empreendedorismo criados em Portugal. Nos últimos anos a promoção do empreendedorismo tem crescido cada vez mais, tanto dentro do meio escolar como em toda a sociedade nacional e internacional, em geral como fator essencial de crescimento da economia. Embora muitas pessoas tenham ideias que pretendem implementar por vezes não as conseguem concretizar sozinhas. Para o conseguir recorrem aos concursos de empreendedorismo como meio de acesso a um apoio na implementação das suas ideias. Assim os concursos de empreendedorismo têm chegado a cada vez mais pessoas com os apoios que cada uma das organizações têm disponíveis e os participantes necessitam. Neste estudo foi feito um levantamento dos benefícios proporcionados pela participação em concursos de empreendedorismo. Pretende-se perceber quais os benefícios adquiridos nos concursos de empreendedorismo pelos seus participantes com vista à criação de empresas, em particular no concurso de empreendedorismo Arrisca C. Foram designados como benefícios dos concursos de empreendedorismo o acesso a mentoring e networking, a financiamento, a incubação, a capital humano e a motivação. Através destes benefícios ganhos nos concursos de empreendedorismo os participantes poderão ter o apoio necessário à implementação dos seus projetos fazendo com que estes sejam projetos de sucesso.; Dissertação de mestrado em Marketing...

Os riscos do empreendedorismo: a proposta de educação e formação empreendedora.; The risks of entrepreneurship: the proposed education and entrepreneurial training.

Lima, Aguinaldo Luiz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
Esta pesquisa tem como objetivo estudar as origens, os fundamentos e as condições favoráveis à disseminação do empreendedorismo no Brasil através de políticas sociais e educacionais e demonstrar como ele foi mitificado com a promessa de compensar os perdedores da globalização, analisando os riscos que isto representa, em particular para os trabalhadores pobres na ampliação de sua vulnerabilidade. Utilizamos como referência deste estudo a década de 1990, período de elevado desemprego e informalidade, resultado da adoção de políticas econômicas neoliberais e que trouxe graves conseqüências para o mercado de trabalho brasileiro, mas que permitiram a criação de um ambiente favorável ao discurso do empreendedorismo, onde diante das discussões sobre desemprego e informalidade no mercado de trabalho, a conversão de trabalhadores empobrecidos em empreendedores, foi apresentado como possibilidade de ajustamento à nova realidade de diminuição de empregos assalariados. Considerando que o empreendedorismo foi concebido no campo teórico da administração de empresas capitalistas, optou-se por utilizar neste estudo a definição de Hisrich; Peters (2004), que abordam o empreendedorismo como um processo individual, de criar algo diferente e com valor...

Quando o empreendedorismo gera o empreendedor: as microfundações da carreira empreendedora; When entrepreneurship generates the entrepreneur: microfoundations of the entrepreneur career

Borges, Jacquelaine Florindo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
Carreira e empreendedorismo são dois campos de conhecimento que assumiram papel central em estudos de Administração a partir do final do século XX. Todavia, a predominância do paradigma funcionalista e da pesquisa quantitativa nos estudos acadêmicos de ambos os campos tem sido criticada. Também o conhecimento oriundo da prática de consultoria, fortemente disseminado em ambos os campos, é avaliado como superficial e pouco rigoroso pelos cânones científicos. Apenas uma minoria dos estudos, em ambos os campos, analisa a carreira e o empreendedorismo como processos de interação social. Carreira e empreendedorismo desenvolveram-se como campos separados de estudos, o que tem impedido a produção de um vigoroso diálogo entre esses dois campos. Nós elegemos esse espaço de interseção entre carreira e empreendedorismo como nosso tema de pesquisa: a carreira empreendedora. Nós buscamos respostas para uma questão que problematiza o diálogo entre carreira e empreendedorismo: por que e como o empreendedorismo gera o empreendedor? O objetivo geral é fazer avançar o conhecimento sobre a carreira empreendedora a partir do estudo de suas microfundações no âmbito privado (individual) e no âmbito público (coletivo e estrutural). Para a condução da pesquisa...

Ensino de empreendedorismo: estudo exploratório sobre a aplicação da teoria experiencial; Teaching entrepreneurship: an exploratory study on the application of the experiential theory

Krakauer, Patricia Viveiros de Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
O presente estudo analisou como a experiência pode ser o alicerce para o ensino de empreendedorismo, de forma que a aprendizagem tenha significado para os jovens graduandos. O ensino de empreendedorismo ainda é muitas vezes apenas focado na abertura de pequenas empresas, tendo o plano de negócios como sua base. Este alicerce utilizou as teorias da aprendizagem experiencial e aprendizagem significativa, conceituando o ensino de empreendedorismo pela articulação de ambas as teorias. Alguns aspectos foram estudados em profundidade e constituíram os objetivos específicos da presente tese: compreender o que deve ser ensinado em empreendedorismo na graduação, elaborar e testar um conjunto de propostas de aulas para a disciplina de empreendedorismo, levantar os estilos de aprendizagem das turmas investigadas e discutir as premissas da aprendizagem experiencial no âmbito do ensino de empreendedorismo. Por ser um tema ainda em construção, trata-se de uma pesquisa de natureza exploratória, qualitativa, sendo que a mesma foi desenhada em três fases: na fase 1 realizou-se o levantamento de dados secundários que proporcionou a fundamentação teórica da tese e o desenvolvimento do modelo conceitual; a fase 2 e a fase 3 correspondem à pesquisa empírica...

Convergências, divergências e silêncios: o discurso contemporâneo sobre o empreendedorismo nas empresas juniores e na mídia de negócios

Costa, Alessandra de Sá Mello da
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Inserido no contexto contemporâneo de reestruturações produtivas e reconfigurações das relações entre capital e trabalho, o tema empreendedorismo vêm sendo valorizado como a principal base do crescimento econômico e da geração de emprego e renda para indivíduos, empresas e países. Considerado veículo ideal para inovar, aumentar a produtividade e melhorar modelos de negócios, alguns autores arriscam-se a afirmar que estamos vivendo a era do empreendedorismo (AIDAR, 2007; DORNELAS, 2008), a substituição do homo economicus pelo homo entreprenaurus (BOAVA; MACEDO, 2009) ou testemunhando o alvorecer de um capitalismo empreendedor (SCHRAMM; LITAN, 2008). Assumindo que a linguagem (de forma mais específica o discurso) produz visões de mundo hegemônicas (FAIRCLOUGH, 2001), que enquadram, moldam e constituem as relações entre os atores sociais (muitas vezes sem nem mesmo aparentar isso para os próprios atores) esta tese tem por objetivo identificar e analisar quais ordens de discurso emergem das convergências, divergências e silêncios entre o discurso do empreendedorismo das empresas juniores e das revistas de negócios. De forma a alcançar este objetivo, buscou-se: (a) identificar e analisar - por meio de diferentes interpretações e apropriações da idéia de empreendedorismo na história do capitalismo - o papel do empreendedor e do empreendedorismo na contemporaneidade; (b) entender as relações entre empreendedorismo e empresas juniores e empreendedorismo e revistas de negócios; e (c) examinar a díade linguagem e ideologia em um contexto histórico-social por meio do discurso...

O ensino de empreendedorismo com fundamento na teoria effectuation

Salusse, Marcus Alexandre Yshikawa
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.35%
O objetivo desta pesquisa é compreender como professores ao redor do mundo ensinam empreendedorismo com fundamento na teoria effectuation. A pesquisa utiliza a metodologia de estudo de caso múltiplo para análise de cinco experiências em educação empreendedora em nível universitário, realizadas em cinco instituições de ensino de quatro países diferentes com intuito de compreender o contexto dessas experiências, a estrutura dos cursos, as metodologias de ensino utilizadas e as percepções de docentes e alunos sobre essas experiências. O estudo traz inicialmente um breve histórico sobre a evolução do ensino de empreendedorismo nos Estados Unidos e no Brasil. Ato contínuo, o estudo faz uma análise da evolução das perspectivas teóricas utilizadas para compreensão do fenômeno empreendedor e relaciona essas perspectivas às metodologias de ensino utilizadas para o ensino de empreendedorismo, com destaque para a recente discussão sobre a perspectiva do empreendedorismo como método. A teoria effectuation é apresentada em seguida e introduz seus os princípios norteadores e as teorias que deram origem à sua formulação. A análise dos casos resulta em contribuições teóricas referentes à estruturação de perguntas de pesquisa que relacionam a utilização da teoria effectuation no ensino de empreendedorismo ao aumento da intenção dos alunos em empreender e que analisam a influência da cultura e da formação dos alunos no processo de ensino e aprendizado. As contribuições práticas...

Educação para o empreendedorismo

Coan, Marival
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 540 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2011; A temática do empreendedorismo e sua vinculação ao campo educacional ganhou relevo nos últimos tempos. A expansão de pesquisas e projetos que visam educar para o empreendedorismo expressam o desejo e a necessidade de se formar um trabalhador de novo tipo caracterizado como trabalhador/empreendedor com perfil e espírito inovador, criativo e proativo, capaz de criar seu próprio negócio ou agir como se fosse dono da organização ou como intra-empreendedor evidenciando o caráter liberal centrado no papel social do indivíduo abstraído das determinações estruturais, notadamente de ordem econômica. Essa proposição de educar para o empreendedorismo precisa ser questionada. Afinal, o que significa educar para o empreendedorismo? Procurando responder a essa e outras indagações, esta pesquisa postulou como objetivo geral compreender as implicações epistemológicas, políticas e práticas decorrentes da incorporação do empreendedorismo pelo campo educacional investigando seu caráter ideológico, principalmente, na formação de um novo perfil de trabalhador, bem como analisar seus desdobramentos em experiências concretas como a do governo português por meio do Projeto Nacional de educação para o empreendedorismo (PNEE) e do Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC). Como objetivos específicos tem-se: estudar a origem histórica do empreendedorismo...

Projeto EmpreendeTIMOR : um contributo para a promoção do empreendedorismo em Timor-Leste

Xavier, Tomas Soares
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Dissertação de mestrado em Engenharia Industrial (área de especialização em Avaliação e Gestão de Projetos e da Inovação); O Governo de Timor-Leste reconhece a importância do sector privado para o desenvolvimento da economia do país e definiu um programa de várias iniciativas para garantir o crescimento do sector privado nas áreas rurais e urbanas, como por exemplo alterações legislativas, criação de apoios financeiros, e agilização de processos de criação de empresas. Dadas as limitações de emprego existentes em Timor-Leste, é necessário reconhecer a atitude individual de empreendedorismo e promover esta nova dinâmica de criação de emprego. O empreendedorismo tem sido reconhecido como fonte de bases sustentadoras na promoção da inovação, da criação de oportunidades, da sustentabilidade local e do desenvolvimento sócio-económico de um país. A presente investigação pretende contribuir para a discussão da temática do empreendedorismo em Timor-Leste. O Projeto EmpreendeTIMOR compreendeu a implementação de dois questionários. O primeiro questionário foi realizado junto de 140 estudantes do ensino superior, com o objetivo de compreender as suas intenções e atitudes empreendedoras. Os resultados evidenciam uma elevada intenção empreendedora dos estudantes...

Indicadores para medir o empreendedorismo em regiões Europeias

Martins, Susana Paula Leitão da Silva
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Os indicadores para medir e comparar o empreendedorismo entre regiões são instrumentos importantes para compreender o desenvolvimento económico e social e estruturar acções para melhorar a situação dos países e regiões menos desenvolvidas. Os indicadores de empreendedorismo existentes são insuficientes para avaliar, medir e comparar o empreendedorismo em regiões, dado que não abrangem conjuntamente os aspectos económicos e sociais que contribuem para o desenvolvimento e competitividade regional. Esta tese estrutura e define indicadores de empreendedorismo nas áreas empresarial e social. A partir da análise de indicadores do empreendedorismo existentes e de uma revisão da literatura na área do empreendedorismo económico e social, é efectuada, através do processo indutivo, uma selecção e definição de indicadores capazes de medir, de uma forma mais integrada e abrangente, o empreendedorismo a nível espacial, seja em cidades, regiões ou países. Numa tentativa de categorização e conceptualização, foram agrupadas e testadas seis categorias de indicadores no que foi chamado “painel de indicadores de empreendedorismo”: empresas, recursos humanos, inovação, economia social, iniciativa e conhecimento definidas as vantagens a desvantagens da sua aplicação...

Empreendedorismo e desenvolvimento regional: o caso “DNA Cascais”

Valente, Fernando; Dantas, José; Dominguinhos, Pedro
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 09/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Comunicação apresentada no 14.º Workshop APDR – Empreendedorismo e Desenvolvimento Regional; Os conceitos de empreendedorismo e desenvolvimento regional são pouco consensuais, em termos académicos. Pretendemos, por isso, através da revisão da literatura, contribuir para a sua clarificação, escalpelizando, ainda, a sua interdependência. O objetivo central deste artigo é a descrição e análise do caso “DNA Cascais”, que coloca na prática a interligação entre o empreendedorismo e o desenvolvimento local, ao mesmo tempo que se discutem as razões porque se pode considerar um exemplo de boas práticas no plano nacional e até internacional. A DNA Cascais é uma agência de promoção e desenvolvimento do empreendedorismo em geral, dirigida ao concelho de Cascais, que incide particularmente no empreendedorismo jovem e no empreendedorismo social. No que respeita ao âmbito de atuação, além de todos os serviços de apoio conducentes à criação de empresas, importa realçar a educação para o empreendedorismo, incidindo sobre os jovens (a idade é crítica para a aquisição/alteração de valores) e sobre os professores. A sigla DNA (Desenvolvimento de Novas Atitudes) reflete o carácter multifacetado da sua intervenção remetendo não apenas para os resultados (criação de empresas)...

O Contributo das Sociedades de Capital de Risco para o Empreendedorismo

Caldeira, Rui
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 28/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
O impacto do capital de risco no desenvolvimento económico, como catalisador do empreendedorismo e inovação, assumindo um papel muito importante nos mercados financeiros mais desenvolvidos, é ainda relativamente incipiente na economia Portuguesa. Contudo, existem sinais de mudança. Ao longo desta tese iremos estudar a hipótese que a indústria de capital de risco portuguesa ser ainda pouco desenvolvida, servindo principalmente como fonte alternativa de financiamento de expansão da actividade maduras ou saneamento de dívida. A não assunção de um papel activo no desenvolvimento do empreendedorismo, resulta principalmente de um mercado financeiro bank-oriented? O aumento das investigações sobre o empreendedorismo, acaba por ser um reconhecimento da importância que o fenómeno assume no desenvolvimento das economias. É um incentivo para que cada vez mais gente arrisque, e inicie um negócio. O porquê de estudar o empreendedorismo? Não existe uma resposta certa mas sim uma lista de respostas: • o empreendedorismo é uma fonte de criação de emprego muito importante, para alguns autores é mesmo a mais importante; • o empreendedorismo desempenha um papel fundamental na introdução de inovações na economia e constitui...

O ensino do empreendedorismo: uma proposta pedagógica para melhoria do desenvolvimento regional

Barcelos, Edilson Garcia de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Dissertação de Mestrado em Gestão; Esta pesquisa possui o propósito de verificar em que medida o tema Empreendedorismo é abordado nas escolas de nível médio e, ao mesmo tempo, apresenta uma proposta que considera o tema Educação em Empreendedorismo como fator de desenvolvimento social e econômico. A pesquisa foi realizada no contexto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, Campus São João Evangelista (IFMG-SJE), a partir dos Cursos Técnicos integrados ao Ensino Médio. O que motivou esse trabalho de pesquisa foi o fato de se ter observado, ao longo dos vários anos de trabalho e convivência no IFMG-SJE, que o tema Empreendedorismo é pouco debatido dentro da escola. Entendeu-se que a cultura do Empreendedorismo precisa ser disseminada no país, principalmente no meio escolar, para que, através dos potenciais empreendedores (alunos), se alcance o desenvolvimento social e econômico. Sendo assim, pelo emprego dos procedimentos metodológicos previstos (questionário, pesquisa bibliográfica, análise documental, observação), apresentou-se a visão dos gestores, docentes e alunos do Ensino Médio integrado aos cursos técnicos ofertados pelo IFMG-SJE em relação à proposta da educação empreendedora...

Empreendedorismo jovem-características e determinantes : evidência empírica com base nos inquéritos general entrepreneurship

Rosário, Raquel Lydia do
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Mestrado em Ciências Empresariais; O objetivo da investigação é caraterizar o empreendedorismo jovem e identificar os fatores que promovem ou limitam a atividade empresarial. Atualmente o desemprego jovem é um aspeto preocupante nas economias desenvolvidas onde o empreendedorismo pode surgir como forma de superar o desemprego. Esta dissertação pode contribuir para discussão de medidas de política de apoio ao empreendedorismo jovem. São estudados os determinantes e obstáculos ao empreendedorismo para dois grupos etários da população: os jovens com 18 a 34 anos e os não jovens com 35 a 80 anos. São analisados diferentes grupos de países (por exemplo União Europeia). A análise empírica é baseada no Global Entrepreneurship Monitor (GEM) uma micro base de dados para o período 2001-2008, que inclui 1 362 673 observações individuais (305 816 para o grupo alvo da investigação, os jovens) de 64 países. Depois de uma análise descritiva para traçar o perfil do jovem empresário segundo diferentes aspetos (país, motivação para o empreendedorismo, etc.) são ensaiados diversos modelos e especificações. Porque as variáveis dependentes, correspondendo a diferentes tipos de empreendedorismo (passado, presente e futuro) são dicotómicas (cada indivíduo é ou não empreendedor)...

A formação superior em empreendedorismo em Portugal: mapeamento e análise comparativa

Pimpão, Anabela Batalha Duarte
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Mestrado em Gestão de Recursos Humanos; O objectivo desta dissertação consiste em realizar um mapeamento da oferta formativa em empreendedorismo que existe actualmente no ensino superior em Portugal. Muitas das instituições portuguesas do ensino superior têm vindo desde há alguns anos a realizar cursos de empreendedorismo. Contudo, não existe um levantamento sistemático desse ensino em empreendedorismo. A questão passa por verificar o que existe teoricamente para sustentar esta temática, a oferta do ensino em empreendedorismo e quais são as opiniões dos profissionais que trabalham nesta área perante os recursos disponíveis actualmente. Para tal, foram criados dois grupos de análise. O primeiro diz respeito à análise das unidades curriculares de empreendedorismo (n=338) na formação de base (licenciaturas e mestrados); o segundo - formação especializada - corresponde à análise dos cursos em empreendedorismo conducentes ou não a grau académico (n=27). A recolha dos testemunhos dos profissionais foi realizada através de entrevistas. Os resultados identificam as dimensões dos dois grupos em análise e a relação destes com as variáveis em estudo. No final, são apresentadas algumas limitações relativamente à recolha dos dados...

Empreendedorismo e crescimento económico: evidências para portugal

Moura, Daniela Pacheco
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Doutoramento em Gestão Empresarial Aplicada; A tese acompanha a tendência da última década do século XX no interesse pelo empreendedorismo, que vai para além da academia e é tema dos círculos políticos e do público em geral, como resultado das preocupações com o crescimento económico nas economias avançadas. Portugal, situa-se na lista destas economias e, apresenta a taxa de empreendedorismo mais elevada da União Europeia, UE-15, em 2007, a exemplo do já verificado em 2001. No entanto, ao longo de seis anos a taxa de crescimento económico nacional não regista progressos. Esta realidade é o argumento para se avaliar o que correu bem nas condições que impulsionaram o empreendedorismo português, mas também o que poderia ter sido transmitido ao crescimento económico e não o foi. A investigação toma como quadro conceptual uma abordagem em quatro fases para responder à questão seguinte: “Que evidências para Portugal na relação entre empreendedorismo e crescimento económico?”. Para testar empiricamente o modelo utilizam-se dados secundários disponibilizados pelo Global Entrepreneurship Monitor, GEM, e outras fontes internacionais. Perante a complexidade do fenómeno em estudo recorre-se à análise estatística...

O empreendedorismo na união Europeia: da estratégia de Lisboa à economia do empreendedorismo

Varela, Nuno Miguel Silveiro
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos; Numa sociedade em que o empreendedorismo é cada vez mais um assunto atual, discutido quer pela academia quer pelos principais atores políticos nacionais e internacionais, faltam estudos que expliquem a real evolução do mesmo. A Estratégia de Lisboa (EL) considerou o empreendedorismo como um dos principais motores para a inovação, o crescimento e o emprego. No entanto, estudos anteriores vieram distinguir as políticas de empreendedorismo das políticas ativas de mercado de trabalho, salientando que poderão ser facilmente confundidas. Outros estudos vieram distinguir entre políticas de empreendedorismo e políticas para uma economia do empreendedorismo, sendo que a segunda implica importantes mudanças nas políticas e instituições. O principal objetivo do nosso trabalho é o de averiguar se as políticas europeias tiveram um real impacte no nível de empreendedorismo na UE, contribuindo para a economia do empreendedorismo, ou se apenas levaram a alterações no nível de autoemprego, e portanto aumentam os níveis de emprego, ativando aqueles que se encontravam em situações de desemprego. Através de um método econométrico de regressão linear múltipla...

Educação para o empreendedorismo: intenções empreendedoras dos estudantes do ensino secundário

Rocha, Andreia
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Face à importância que o espírito empreendedor tem na sociedade, torna-se importante desenvolver atividades que promovam esse mesmo espírito junto dos jovens de hoje. Desta maneira, a educação para o empreendedorismo têm-se tornado num tema oportuno e atual. Neste momento, ainda nem tudo o que devia ser feito nas escolas portuguesas, de forma a promover o empreendedorismo junto dos estudantes, é feito, no entanto, muitos desenvolvimentos têm-se dado nesta área, dado o número elevado de programas de atividades direcionados para o empreendedorismo, desenvolvidos por diversas entidades privadas. Assim, torna-se fundamental analisar qual o efeito que estas atividades têm no desenvolvimento de um perfil empreendedor dos estudantes. O objetivo da presente investigação consiste em analisar qual o efeito que as atividades de empreendedorismo, em âmbito escolar, têm no desenvolvimento de um perfil empreendedor dos estudantes e saber se estas mesmas atividades influenciavam as suas intenções empreendedoras futuras. Desta forma, desenvolveu-se um suporte teórico sobre a temática do empreendedorismo e da educação para o empreendedorismo e, procurou-se corroborar com um suporte empírico, que consistiu na implementação de um programa de “Empreendedorismo na Escola”...

O papel do inapem no fomento do empreendedorismo na provincia do Kwanza Norte-Angola

Quilaça, Sebastião Machado
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Empreendedorismo e Internacionalização, sob orientação de Celsa Maria Carvalho Machado e Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade Pereira; Angola é, na actualidade, uma das economias do mundo que regista maior crescimento económico. É no entanto ainda uma economia com uma elevada taxa de pobreza e profundas desigualdades e assimetrias regionais. Muitos acreditam que a implementação de políticas públicas apropriadas possa fomentar o empreendedorismo e permitir um crescimento económico mais equilibrado em que as diferenças regionais se atenuem. A investigação sobre como o empreendedorismo se concretiza nas diversas regiões de Angola e a avaliação dos efeitos das diferentes políticas públicas de apoio ao empreendedorismo é com certeza relevante. O objectivo desta dissertação é contribuir para o aprofundamento desse conhecimento com um estudo sobre como o empreendedorismo se concretiza numa das regiões mais pobres de Angola, a província do Kwanza Norte, e de aferir se as políticas de apoio ao empreendedorismo patrocinadas pelo INAPEM tiveram ou não algum efeito diferenciador nesse empreendedorismo. Para tal...

Educação para o empreendedorismo: intenções empreendedoras dos estudantes do ensino secundário

Rocha, Andreia
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Face à importância que o espírito empreendedor tem na sociedade, torna-se importante desenvolver atividades que promovam esse mesmo espírito junto dos jovens de hoje. Desta maneira, a educação para o empreendedorismo têm-se tornado num tema oportuno e atual. Neste momento, ainda nem tudo o que devia ser feito nas escolas portuguesas, de forma a promover o empreendedorismo junto dos estudantes, é feito, no entanto, muitos desenvolvimentos têm-se dado nesta área, dado o número elevado de programas de atividades direcionados para o empreendedorismo, desenvolvidos por diversas entidades privadas. Assim, torna-se fundamental analisar qual o efeito que estas atividades têm no desenvolvimento de um perfil empreendedor dos estudantes. O objetivo da presente investigação consiste em analisar qual o efeito que as atividades de empreendedorismo, em âmbito escolar, têm no desenvolvimento de um perfil empreendedor dos estudantes e saber se estas mesmas atividades influenciavam as suas intenções empreendedoras futuras. Desta forma, desenvolveu-se um suporte teórico sobre a temática do empreendedorismo e da educação para o empreendedorismo e, procurou-se corroborar com um suporte empírico, que consistiu na implementação de um programa de “Empreendedorismo na Escola”...

As distintas percepções sobre o empreendedorismo social

Azevedo, Laercio Prates de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.33%
This dissertation is a literature review with exploratory and descriptive purposes, which aims to compile the different perceptions of the term Social Entrepreneurship, but not propon-being of an epistemological analysis on the topic. The main objectives of this research were: 1) to identify the convergences and divergences in the various perceptions of the Social Entrepre-neurship, from the perspectives: American, European and Brazilian; 2) identify whether Social Entrepreneurship can be considered as a new theoretical trend, or can be understood as a sub-category of an existing theory; 3) identify whether Social Entrepreneurship can be considered as practice of Social Management; 4) identify whether the "Social Business", proposed by Yunus (2010), can be considered as a completely new type of organization, as the author says. For this research were studied literary works available in the physical environment and elec-tronic database. The main concepts studied in this research were: Entrepreneurship; Social Management; Third Sector; Business Management and Social Entrepreneurship. The conclu-sions reached by this study were: 1-a) the main theoretical convergence is the Social Entrepre-neur ability to apply methods and process typically used in for-profit companies...