Página 1 dos resultados de 896 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Agente comunitário de saúde e empoderamento: o caso da Coordenadoria de Saúde da Lapa; Communitarian Health Agent and Empowerment: the Lapa Health Coordination Case.

Bedin, Nelson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
Introdução: O presente trabalho procurou avaliar o potencial de empoderamento do Agente Comunitário de Saúde (ACS) do Programa Saúde da Família (PSF) da Coordenadoria de Saúde da Lapa, no município de São Paulo, implantado a partir de 2001. Tal objeto se justifica na medida em que o empoderamento de indivíduos, de grupos, da comunidade é fundamental para que se implantem ações de Promoção da Saúde, com vistas à transformação do modelo de atenção à saúde. O ACS, como elemento novo no conjunto de trabalhadores do sistema de atenção à saúde, tem entre suas atribuições a de atuar para que esse empoderamento se torne concreto. Objetivo: Avaliação do potencial de empoderamento do ACS do PSF da Coordenadoria de Saúde da Lapa, no município de São Paulo, com vistas à mudança do modelo de atenção. Método: Empregou-se a metodologia qualitativa de estudo de caso, utilizando-se diversas técnicas de apreensão do objeto: grupo focal, observação não-participante, entrevistas semi-estruturadas e análise documental. Resultados: A análise documental do material da capacitação do ACS revelou um conteúdo e uma metodologia que contribuiu para o seu empoderamento, permitindo-lhe incorporar o diálogo como sua principal ferramenta de trabalho. A observação de campo demonstrou que o ACS utiliza o diálogo em suas interações com a comunidade...

As tramas  do empoderamento: o termo empoderamento em ações de promoção da saúde na gestão pública de saúde sob a perspectiva dos sujeitos; The threads of the empowerment: the empowermet term in health promotion strategies in the field of public health, from the perceptions of the subjects involved.

Andrade, Elisabete Agrela de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
Tomado como um dos princípios chave do referencial da promoção da saúde, o empoderamento é considerado um termo complexo e gerador de diferentes interpretações. Recebe influência do discurso psicológico - com a noção de poder interior e do discurso pedagógico conscientização para ter poder. Este trabalho discutiu o termo adotando o poder como relacional e a produção de subjetividade como lugar de potência. Diante da escassez de literatura nesta perspectiva, almejou-se contribuir para o preenchimento desta lacuna e servir para sua reflexão no campo da saúde. O objetivo do trabalho foi compreender o uso do termo empoderamento, no campo da Saúde Pública, a partir das percepções dos sujeitos envolvidos em dois projetos de promoção da saúde. Realizou-se uma pesquisa de abordagem qualitativa. Os instrumentos para coleta de dados foram análise documental, entrevista, grupo focal e observação. Os sujeitos foram trabalhadores e usuários de duas ações públicas de saúde. A análise dos dados foi feita por meio da articulação entre os dados obtidos em campo e o referencial teórico que orientou o estudo. Os resultados mostraram que a compreensão do termo é composta por diversas linhas e relações. Foram agrupados em três dimensões: política...

Empoderamento e ONG : limites e possibilidades

Feijó, Daniela Santana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.38%
A centralidade desse estudo está na intersecção da temática das organizações não governamentais com a do empoderamento. Primeiramente, fez-se uma retomada das discussões concernentes às organizações não governamentais, sua relação com o mercado e o Estado, envolvendo questões como a legitimidade e a representatividade das ONGs. A seguir, é feito um estudo sobre o empoderamento sob o ponto de vista teórico - através das principais abordagens conceituais, e sob o ponto de vista prático: por meio da análise das trajetórias de vida de lideranças de ONGs (com recorte de gênero e raça) e dos projetos dessas organizações que visam a promoção de empoderamento. O elemento diferencial em relação aos estudos anteriores, está na aproximação e no aprofundamento das reflexões entorno do tema “igualdade e diferença” quando aplicado ao empoderamento.; This study focuses on the intersection of the non-governmental organisations thematic and the empowerment´s one. Firstly, we have recaptured the discussions about non-governmental organisations, their relations with market and state, taking in account some questions like NGO’s legitimacy and representativity. After we have analised empowerment under the theoretical point of view – through the main conceptual approaches and under the pratical point of view: by analysing NGO leadership’s careers (considering both gender and race) and those organisations that promote empowerment. This study distinguish from the previous ones by getting closer and deeper from reflexions about the theme “equality and difference” applied to empowerment.

Educação ambiental e empoderamento: construindo cidadania através do ensino não-formal – o caso do projecto “HISTÓRIAS DE QUINTAL”

Araújo, Bernardo Salge
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Em tempos nos quais muito se discute acerca dos reflexos da crise ambiental na educação, e dos valores, princípios e objetivos que melhor lhe caberiam para proporcionar caminhos inovadores à superação da problemática ecológica, em toda a sua complexidade, esta pesquisa buscou investigar as contribuições da edição de 2012 do projecto de educação ambiental não-formal “Histórias de Quintal”, da Organização Não-Governamental EMCANTAR, para o empoderamento de seu público-alvo. Num primeiro momento, elaboramos um mosaico teórico acerca da educação ambiental emancipatória, a única que, a nosso ver, revela os verdadeiros sentidos da educação ambiental. Para isso, (i) promovemos um breve resgate histórico da educação ambiental no cenário mundial; (ii) oferecemos uma visão geral da perspectiva emancipatória da educação ambiental (pressupostos e fundamentos, princípios, características gerais e objetivos); (iii) estabelecemos um corte diferencial entre as perspectivas convencional e emancipatória; (iv) ofertamos uma crítica à expressão “Educação para o desenvolvimento sustentável”; (v) realizamos um voo panorâmico sobre a dimensão não-formal da educação ambiental; (vi) discutimos o empoderamento sob a óptica da pedagogia libertária de Freire (1987); e (vii) concatenamos essas ideias entre si e com outras correlatas...

Empoderamento das mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família na percepção dos agentes dos Centros de Referência de Assistência Social

Moreira,Nathalia Carvalho; Ferreira,Marco Aurélio Marques; Lima,Afonso Augusto Teixeira de Freitas Carvalho; Ckagnazaroff,Ivan Beck
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.38%
Este trabalho teve como objetivo analisar o empoderamento das mulheres beneficiárias do Programa de Transferência de Renda, conhecido como "Programa Bolsa Família", na percepção dos agentes sociais dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Para tanto, realizou-se um estudo de caso múltiplo, tendo como sujeitos de pesquisa 11 gestores de diferentes Cras do estado de Minas Gerais. A partir da técnica de análise de conteúdo, as respostas das perguntas, que compuseram as entrevistas, foram agrupadas de acordo com as categorias Bolsa Família, Cras e Mulher. Os resultados apontam a importância do Cras na execução do Programa Bolsa Família e no processo de empoderamento, pois a convivência e a participação neste local têm contribuído para a conscientização sobre direitos, para a inserção social e para a melhoria do bem-estar das mulheres, fatores evidenciados por intermédio do interesse das mulheres por cursos, oficinas, informações sobre programas sociais e atendimento psicológico. Na percepção dos agentes, foi possível observar melhoria nas condições de vida, nas relações familiares, conscientização e autoestima, implicando reflexos sobre o empoderamento feminino. Portanto, embora sendo um processo lento e embrionário...

"Rio da Vida Coletivo": empoderamento, emancipação e práxis

Barreto,Raquel de Oliveira; Paula,Ana Paula Paes de
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.38%
Na perspectiva neoliberal e neoconservadora de empoderamento, há uma noção generalizada de que a pobreza desempodera e que a saída da situação de risco social por meio de recursos materiais é o caminho para o empoderamento. O objetivo deste artigo é questionar essa noção, resgatando a centralidade dos recursos simbólicos para evidenciar que o empoderamento é possível mesmo em condições de pobreza, se considerado em uma perspectiva emancipatória. Para isso, realiza-se uma revisão teórica que problematiza a pobreza e a exclusão quanto aos recursos simbólicos, discute o conceito de empoderamento e aborda suas relações com a práxis. Em seguida, são analisadas as evidências empíricas do caso "Vale de cidadania" e apresentadas as considerações finais.

A visão de usuários, familiares e profissionais acerca do empoderamento em saúde mental

Alves,Tarcísia Castro; Oliveira,Walter Ferreira de; Vasconcelos,Eduardo Mourão
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.38%
Este trabalho pretendeu investigar o conceito de empoderamento reconhecido pelos principais atores envolvidos no cuidado em saúde mental em dois serviços de atenção psicossocial, como forma de contribuir para a avaliação da identificação, caracterização e apropriação dos dispositivos de empoderamento no processo de Reforma Psiquiátrica no país. Como campo de pesquisa, foram selecionados um Centro de Atenção Psicossocial e um Centro de Convivência, ambos do município de Campinas-SP, realizando-se coleta de dados após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal de Santa Catarina. Os sujeitos da pesquisa foram sete usuários, três familiares e 24 profissionais da equipe multiprofissional. O estudo de caso tomou a forma de pesquisa descritiva e qualitativa. Como resultados, verificou-se que o conceito de empoderamento apresentado por usuários, familiares e profissionais vislumbra a autonomia dos usuários e familiares, perpassando o poder de escolha, o poder de decisão e o poder de serem sujeitos com suas diversidades e semelhanças. Espera-se que este trabalho contribua para a compreensão da importância do empoderamento na reinserção das pessoas em sofrimento mental, servindo como caminho possível para que as realidades de cuidado desenvolvidas nos CAPS espalhados pelo Brasil sejam modificadas.

Empoderamento e qualidade de vida de adolescentes trabalhadores assistidos por uma entidade filantrópica de apoio ao adolescente

Campos,Ana Cristina Viana; Borges,Carolina Marques; Lucas,Simone Dutra; Vargas,Andrea Maria Duarte; Ferreira e Ferreira,Efigênia
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
O objetivo deste trabalho foi medir o empoderamento de adolescentes trabalhadores e testar sua possível associação com a qualidade de vida. Estudo transversal realizado com 363 adolescentes trabalhadores assistidos por uma Entidade Filantrópica de Apoio ao Adolescente. A coleta de dados ocorreu por meio da aplicação de dois questionários, sendo um utilizado para mensurar a qualidade de vida (WHOQoL-Bref) e as questões sobre empoderamento do Questionário Integrado para Medir Capital Social do Banco Mundial (QIMCS). A variável dependente (empoderamento) foi construída pelo agrupamento dos participantes, por meio da análise de segmentação. O teste Kruskal-Wallis foi utilizado para a comparação dos escores dos domínios do WHOQoL-Bref (físico, psicológico, relações sociais e meio ambiente) entre os clusters, com 5% de significância. Em relação à análise de segmentação, 126 (34,7%) adolescentes foram classificados como de baixo empoderamento, 161 (44,4%) formaram o grupo moderado e 70 (19,3%) possuíam maior empoderamento. O cluster com alto empoderamento apresentou as maiores médias dos escores de qualidade de vida em todos os domínios. O teste Kruskal-Wallis revelou diferenças estaticamente significantes entre os clusters para os domínios psicológico (p=0...

Acesso, prática educativa e empoderamento de pacientes com doenças crônicas

Taddeo,Patricia da Silva; Gomes,Kilma Wanderley Lopes; Caprara,Andrea; Gomes,Annatália Meneses de Amorim; Oliveira,Giselle Cavalcante de; Moreira,Thereza Maria Magalhães
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
O Empoderamento é um processo pelo qual as pessoas adquirem o domínio sobre suas vidas, apreendendo conhecimento para tomar decisões acerca de sua saúde. Cada dia mais comuns, as doenças crônicas estão presentes no serviço de saúde, requerendo atenção dos profissionais de saúde e empoderamento dos acometidos por elas. Este estudo teve por objetivo analisar as percepções dos usuários com doenças crônicas, em acompanhamento na Estratégia Saúde da Família sobre o empoderamento. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa na qual foram realizadas entrevistas abertas e observação sistemática. A análise dos dados se deu com a utilização do software NVIVO. Os usuários apontam a existência de algumas barreiras geográficas no acesso à saúde gerando fadiga e falta de estímulo, e ocasionando baixa continuidade do tratamento. Observou-se que a adesão e a prática do cuidado estão intimamente ligadas ao atendimento diferenciado, baseado na confiança e no respeito aos anseios dos usuários. Estes consideram a orientação e a educação em saúde como elementos principais para incentivar a prática do cuidado de si. Torna-se necessário reestruturar a conduta dos profissionais inseridos na Estratégia Saúde da Família...

Empoderamento de usuários e familiares em saúde mental e em pesquisa avaliativa/interventiva: uma breve comparação entre a tradição anglo-saxônica e a experiência brasileira

Vasconcelos,Eduardo Mourão
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
O objeto deste artigo são as principais características das tradições e experiências de empoderamento de usuários e familiares em abordagens e serviços de saúde mental em países anglo-saxônicos e no Brasil, e suas repercussões e estratégias no campo da pesquisa avaliativa e interventiva em saúde mental. O objetivo é comparar, através de uma breve revisão bibliográfica da literatura, como as tradições de empoderamento se desenvolveram nos dois cenários, a partir de características do contexto econômico, político, social e particularmente cultural. A revisão mostrou como estes contextos geram diferentes perspectivas de valorização da autonomização e empoderamento de usuários e familiares nas políticas sociais em geral e em saúde mental, como também nas apropriações no campo da pesquisa avaliativa e interventiva em saúde mental. Nos países anglo-saxônicos, esta tradição vem se desenvolvendo fortemente há cerca de 4 décadas, e no Brasil as estratégias participacionistas enfatizam mecanismos mistos - profissionais, usuários e familiares juntos -, com a presença dominante dos profissionais, e as iniciativas mais diretamente desenhadas para os usuários e familiares são muito recentes, a partir de 2005.

Microcrédito no terceiro setor e o empoderamento gerado no Recife e no Pólo de Confecções do Agreste pelo CEAPE

Tabosa Vieira, Bruno; Wanderley Lubambo, Cátia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Este trabalho teve como objetivo estudar as práticas de microcrédito orientado desempenhadas por Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP s) no estado de Pernambuco. Nesta perspectiva, o Centro de apoio ao pequeno empreendedores do Estado de Pernambuco foi escolhido como objeto de estudo. A escolha dessa instituição se deu pelo tempo de atuação que a mesma tem no mercado e pela cobertura territorial de ação que se define em quase todo o Estado. Foram selecionados como pontos de atendimento a serem estudados as unidades do Ceape-PE em Recife, Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, no período de janeiro de 2005 a julho de 2010. Tais cidades se destacam no cenário econômico de Pernambuco, o que orientou a suposição de que a representação amostral estaria adequada. O estudo procurou ainda identificar: a. se, durante o período acima indicado, ocorreu o empoderamento econômico, pessoal e político dos tomadores de empréstimo; b. se existiram diferenças entre os níveis dessas formas de empoderamento na Capital e nas cidades do Agreste e c. se a localização da OSCIP estudada (na capital e no interior) está ligada à existência de arranjos produtivos locais que fomentem a demanda por microcrédito orientado. Desta maneira...

Empoderamento e preservação do patrimônio cultural: o caso do programa de recuperação e revitalização de Núcleos Históricos: Projeto Piloto Olinda/PE, 1981- 1989

Maria Buarque de Gusmão, Fernanda; de Sousa Ribeiro, Emanuela (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.38%
Esta pesquisa se insere nos estudos sobre o patrimônio cultural, enfocando os núcleos históricos enquanto espaços de produção da riqueza sociocultural. Numa visão da cultura enquanto catalisadora do desenvolvimento social são examinadas as ações de empoderamento como elementos promotores da preservação e valorização dos núcleos históricos. O Programa de Recuperação e Revitalização de Núcleos Históricos, com a experiência do Projeto Piloto Olinda/PE, se apresenta como estudo de caso do diagnóstico das possibilidades de empoderamento dos agentes sociais atuantes no campo do patrimônio cultural e sua relação com a fruição e a preservação do patrimônio cultural. A sociologia de Bourdieu com a teoria dos campos sociais, as noções de habitus, espaço e os diversos capitais que os envolvem conduz a análise. Neste estudo, a teoria de Bourdieu articula-se com o entendimento de empoderamento, como expansão de capacidades, e o acesso a decisões que afetam o futuro dos indivíduos, foram os referenciais teóricos utilizados. A pesquisa qualitativa permite desvelar os processos sociais ainda pouco conhecidos, e este estudo tem como fonte de evidências a entrevista semiestruturada, a pesquisa documental...

A escola de ensino médio público noturno: uma conjuntura favorável ao protagonismo estudantil coletivo em contraposição ao protagonismo juvenil via empoderamento

Guedes, Gilmar Barbosa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.38%
Ce travail etude le protagonisme juvénile en école de enseignement sécondaire publique, avec emphase a l enseignement nocturne. Considere las médiations que determinent le paradigme du protagonisme juvénile defendu pour théoriciens pos modernes et documents de reforme de enseignement sécondaire brésilien. Montre que les explications sur le protagonisme juvénile font part d une conception de pouvoir juvenile, proposé pour organismes multilatérales avec la volonté de mobiliser les jeunes pauvres pour faire actions du combat a pauvreté dans les nations sur le point de développement, conjoncture auquel sont proposées théories et pratiques que viabilizent la subsistance des jeunes pauvres en situation de risque. Discute la question de pouvoir juvenile et indique que la proposition de le protagonisme juvénile via pouvoir ont une espace favorable dans le sphère du enseignement sécondaire, niveau de la plupart de jeunes. Montre que la défense de pouvoir juvenile occulte chances de actions étudiants collectifs que permetent une intervention sociopolitique au élève de enseignement sécondaire, qui ont selement une function de homologation. Propose une recherche de possibilités de incentifs a le protagonisme juvénile collectif ou protagonisme étudiant collectif...

Mobilidade social e empoderamento: a percep????o das mulheres benefici??rias do programa Bolsa Fam??lia em Minas Gerais

Leroy, Rodrigo Silva Diniz; Ferreira, Marco Aur??lio Marques; Moreira, Nathalia Carvalho; Silva, Edson Arlindo
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Esse trabalho teve como objetivo analisar os efeitos relacionados ?? mobilidade social e ao empoderamento das benefici??rias do Programa Bolsa Fam??lia em Minas Gerais. Foram utilizados procedimentos metodol??gicos anal??ticos, em um estudo de caso m??ltiplo com abordagem quantitativa. Foi realizada a valida????o dos constructos de mobilidade social e empoderamento, permitindo-se mensurar a intensidade da rela????o entre essas diferentes dimens??es. Os resultados demonstram a melhoria significativa na vida das benefici??rias, o que pode possibilitar ascend??ncia social. Contudo, observou-se, como fator limitante, o baixo grau de escolaridade das benefici??rias, mostrando-se a necessidade de conex??o dos programas sociais com atividades educacionais e de gera????o de trabalho e renda, para inser????o das mulheres no mercado de trabalho. Dessa forma, considera-se que o Programa Bolsa Fam??lia pode influenciar significativamente tanto no empoderamento quanto na mobilidade social das benefici??rias. Ademais, a articula????o com atividades educacionais e produtivas pode avigorar os resultados de pol??ticas p??blicas que defendam a justi??a social e a diminui????o das desigualdades existentes entre g??neros e classes sociais.; Este estudio tuvo como objetivo analizar los efectos relacionados con la movilidad social y el empoderamiento de los beneficiarios de Bolsa Familia en Minas Gerais. Los procedimientos anal??ticos metodol??gicos fueron utilizados en un estudio de casos m??ltiples con un enfoque cuantitativo para validar los constructos de la potenciaci??n y la movilidad social...

A prática do empoderamento no Rendimento Social de Inserção

Barros, Paula Isabel da Costa
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 16/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.38%
A presente dissertação tem como temática a prática do Empoderamento no Rendimento Social de Inserção (RSI) e como objetivo analisar as estratégias de intervenção social, que visam promover a autonomização e inserção dos beneficiários desta medida, numa base de empoderamento dos sujeitos. A escolha da temática resulta de motivações a nível pessoal, dado que o investigador está ligado, diretamente, ao RSI, e por outro lado, por ser um tema atual e a investigação sobre este tema ser escassa. O empoderamento é uma intervenção capaz de valorizar as competências pessoais, sociais, educativas e profissionais dos beneficiários e de estes conduzirem as suas próprias vidas numa perspetiva de mudança. Importa, então, perceber de que forma estes beneficiários se podem autonomizar da medida e como o empoderamento pode ajudá-los na melhoria das suas condições de vida. O estudo foi iniciado com a pesquisa documental e bibliográfica, no sentido de fazer um levantamento de bibliografia, para uma revisão da literatura existente sobre o tema. Trata-se de uma análise qualitativa, de enfoque exploratório, sendo o método selecionado o estudo de caso, que nos possibilita uma melhor compreensão do fenómeno que se pretende analisar. Como instrumento de recolha de dados...

A expressão criativa como veículo de empoderamento: experiência no CAPS/DF

Batalha, Délcio Ferreira
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.44%
Este trabalho teve por objetivo verificar a abrangência do processo criativo, incidência no período de 2004 a 2014, sobre as estratégias envolvendo os dispositivos de empoderamento dos usuários nos CAPS, a partir da observação participante em uma oficina terapêutica no CAPS e da revisão bibliográfica. As revisões dos artigos demonstraram como as ações de empoderamento em contextos diferentes geram perspectivas de valorização, de autonomização e empoderamento de usuários, familiares, médicos e equipe técnica do CAPS. A partir da análise dos dados obtidos na revisão bibliográfica e do uso da observação participante percebemos que a concepção da oficina terapêutica e da promoção e desenvolvimento do processo criativo tende a promover maior empoderamento e exercício de protagonismo e cidadania, evidenciando consequentemente a emergência de sujeito de direito. Recomenda-se a construção de uma agenda na política pública de saúde que estimule a compreensão da importância do processo criativo como caminho possível de intervenção terapêutica na promoção do empoderamento e natural reinserção de usuário de saúde mental em novas formas de convivência.; Psicologia

Instituições socioeducativas como espaço de empoderamento de adolescentes

Barbosa, Luzia Maria
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.38%
O presente artigo tem como finalidade identificar se o Centro Assistencial Maria Carmen Colera - CAC contribui para o empoderamento dos adolescentes, na perspectiva de mudanças de suas realidades no processo de descoberta das potencialidades de cada um, tendo como meio de informações, transformações e suas vivências para o desenvolvimento de uma visão ampla. Para alcançar o objetivo deste trabalho, realizou-se uma pesquisa de campo qualitativa e quantitativa que se apresenta como uma possibilidade de aproximação com a realidade (conhecer e estudar), que envolveu pesquisa bibliográfica e análise de documento, utilizando como técnica para análise de dados a análise de conteúdo. Os resultados opõe a hipótese concluindo que o empoderamento dos adolescentes não acontece, porque o poder é verticalizado, o poder é determinado pelo CAC. O empoderamento não acontece porque CAC não revela as contribuições, as pertinências do adolescente na Instituição, além de somente participar das atividades realizadas por ela. O empoderamento não acontece porque não tem como intervir na realidade do adolescente sem entender e compreender essa realidade.; This article aims to identify the Assistance Center Maria Carmen Leash - CCS contributes to the empowerment of adolescents...

Ascensão profissional: um estudo sobre o empoderamento no setor administrativo das empresas de confecção de Sombrio, SC

Santos, Alice dos
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.38%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de Bacharel no curso de Administração de Empresas da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; O processo de ascensão profissional dentro das organizações se dá de várias formas. Deste modo, este estudo objetivou conhecer como acontece o processo de ascensão profissional nas empresas de confecção do município de Sombrio, SC. Para isto foi estudado os modelos de gestão tradicional e a filosofia do empoderamento dentro das organizações, abordando questões como envolvimento dos colaboradores nos projetos da organização, o processo de delegação de responsabilidades, avaliações de desempenho e liderança. A metodologia utilizada foi investigação de caráter descritivo como meio de investigação de campo. Foram realizadas 06 entrevistas em profundidade com profissionais que atuam em cargos administrativos das empresas de confecções do município de Sombrio, SC. Os resultados obtidos na pesquisa revelaram que o empoderamento ocorre dentro das empresas, porém lentamente e não em sua totalidade. A delegação de poder é limitada quanto ao uso por determinadas pessoas dentro da organização. Foi possível identificar que há muita resistência ainda dos gerentes quanto ao uso do empoderamento dentro da organização...

O empoderamento mitigado

Taques, Fernando José; UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.38%
Este artigo apresenta algumas considerações acerca do empoderamento. Apresentamos aqui alguns elementos que foram trabalhados na Dissertação de Mestrado intitulada “Movimento GLBT em Santa Catarina: A Questão do Empoderamento”. A dissertação versou sobre o Movimento de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros organizados em ONGs (Organizações Não-Governamentais) no Estado de Santa Catarina. Analisamos como a questão do Empoderamento é trabalhada pelas ONGs que possuem como escopo as chamadas “Questões GLBTs” e aqui, neste artigo, procuramos detalhar aquilo que entendemos como “empoderamento mitigado”.

Empoderamento e satisfação profissional em Enfermagem: uma revisão integrativa, em consonância com a Teoria Estrutural

Teixeira,Abílio Cardoso; Barbieri-Figueiredo,Maria do Céu
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra - Unidade de Investigação em Ciências da Saúde - Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.38%
Contexto: Poder é um conceito central para o desenvolvimento profissional, sendo uma das características do processo de tomada de decisões, em conjunto com o recurso a um corpo único de conhecimentos. Através do processo de Empoderamento o profissional está apto a influenciar o outro sendo considerado um elemento chave nas organizações contemporâneas. Objetivos: Estudar a relação existente entre Empoderamento e Satisfação Profissional, numa primeira análise, do ponto de vista estrutural. Metodologia: Procedeu-se a uma revisão integrativa da literatura (2005-2011) de artigos das bases de dados Medline® e CINAHL, de acordo com a metodologia PICOD. Resultados: Foram identificados 22 artigos, provenientes de contextos variados, sendo a maioria efetuados no continente americano (64%) e asiático (32%). Conclusão: Apesar desta diversidade, constata-se a clara relação expressa entre Empoderamento e Satisfação Profissional, sendo diretamente proporcionais. Salienta-se ainda a influência da idade, contexto de desempenho profissional, formação académica e qualificação profissional na percepção de Empoderamento. Dado, da nossa pesquisa, não ter sido possível localizar estudos conduzidos em Portugal, importa o desenvolvimento desta temática.